UM PARAISO DIFERENTE

Migrantes cubanos são “ilegais” em Havana – Decreto de 1997 proibiu fluxo do interior para a capital; batizados de “palestinos”, os que chegam vivem clandestinamente em favelas. De janeiro a agosto de 2008, 2.397 pessoas foram deportadas.

* * *

São Paulo também tem muito nordestino vivendo em favelas. A diferença é que não são ilegais, não são perseguidos pela polícia política e nem são obrigados a retornar pra sua terra. Já são marginalizados pela própria condição social e não carecem de ser marginalizados também politicamente e rotulados de “palestinos”.

É um país muito atrasado mesmo este Brasil, com esta história do “direito de ir e vir”. Um dia a gente alcança a perfeição de Cuba.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.