6 março 2009 A PALAVRA DO EDITOR

EXCOMUNGANDO O MUNDO TODO

Mandei uma mensagem pro nosso colunista Padre Eduardo Bezerra, perguntando se ele tava vivo ou morto, pois já fazia dias que não dava notícias.

E a gente sentindo falta de sua coluna, Sobre as Cidades, um espaço de lucidez dentro da doidice que é o JBF.

E ele me respondeu desse jeito:

Caro Papa,

quanta satisfação (até porque, como diria a senhora Margarida de Paulista: prazer é só na cama!!!)

Estou um pouco sumido das colunas por motivos de força maior. Escrevo a qualificação do meu mestrado o qual apresento até o final deste mês. Entretanto, estou com uma lista considerável de assuntos para escrever para vossa santidade no momento que esta loucura passar. Mesmo assim não deixo a Besta não. Vez em quando deixo uma bobagem lá. É melhor que o portal da UOL.

Bem, agora estou organizando a campanha: Me excomunga, Dom Dedé.

Como designer, vou fazer uma marca para a campanha e uma camisa, a qual faço questão de dar um exemplar de presente para o nobre Papa da ICAS.

Grande abraço e em breve estarei enchendo seus olhos com esta bostagem que insistes em aceitar deste réles padre.

Eduardo Bezerra
Padre da ICAS

Pronto.

Esta lançada a campanha Me excomunga, Dom Dedé, para a qual o Jornal da Besta dará a maior força.

Aguardo ansioso o recebimento da minha camiseta.

Adesões podem ser feitas aqui mesmo.

E, para inspirar Padre Eduardo, republico foto da queda que Dom Dedé levou por ocasião dos funerais do bispo de Afogados da Ingazeira.

Dom Dedé escorreu e caiu de cu trancado na cova feita dentro da catedral da cidade. O JBF foi o único órgão que deu a notícia e publicou as fotos do venturoso incidente.

Parecia até um chamado do Cão, puxando o bispo do Recife pras profundas do Inferno antes do tempo regulamentar.

Veja:

dom-dede.JPG

ROBERTO VIEIRA – CAMARAGIBE-PE

O DIA QUE PATATIVA CHEGOU NO CÉU*

O céu estava em festa.

“Chegou Patativa! Chegou Patativa!”

Os velhos poetas vieram ao seu encontro.

Pois não é todo dia que morre um poeta.

Ainda mais um poeta analfabeto de pai e mãe.

Vinícius quis lhe mostrar umas meninas.

Drummond?

O sentimento do mundo.

Bandeira falava da Rua da União.

Mas Patativa só escutava, escutava, escutava.

E procurava.

Virgílio preocupado chamou os amigos:

“Por que está triste o Patativa?”

Ninguém sabia responder.

Nem os poetas, nem São Pedro, nem mesmo as meninas do Vinícius.

Até que uma luz surgiu entre as nuvens.

E o silêncio se desfez.

Silêncio atraiçoado por um som agreste e nordestino.

Patativa começando a aboiar.

Patativa que cego, enxergava.

Sua antiga Vaca Estrela.

E o seu belo Boi Fubá!

6 março 2009 DEU NO JORNAL

UM TEXTO DE NEIL FERREIRA

SINTO VERGONHA DESSES ENCENADORES DE SÃO PAULO

Jarbas Vasconcellos, pmdb/PE, se fosse senador no Senado Romano teria levado uma facada nas costas. Como não é, já levou bem umas duas dúzias, uma depois da outra e a prevalecerem os usos e costumes da Grande Nação do Norte, periga levar uns tiros a traição.

Na sua entrevista à “Veja”, pingou meia dúzia de “is”, os mesmos que o chefe da quadrilha dos 40, zé dirceu, ameaçou pingar desde que a mãe de todos os escândalos viu a luz do dia, o “caso waldomiro diniz”, e nunca pingou po**a nenhuma. Jarbas deu nome aos capos mafiosos sarney, barbalho, renan e foi mais fundo, disse que “o pt e lulla não inventaram a corrupção mas são coniventes com ela”.

No meu modesto entender, essa entrevista equivale àquela do Primeiro Irmão pedro collor na mesma “Veja”, por supostas e nelsonrodrigueanas investidas colloridas sobre a Primeira Cunhada, que acabou derrubando collor.

A tropa de choque governista caiu matando em cima de Jarbas, exigindo que “desse nome aos bois”. Oras, tendo fulanizado com todas as letras sarney, barbalho, renan, pt e lulla, deu nome à boiada inteira, seguindo-se até todas as vacas do renan avacalheiros, exceção feita a Mônica, a Bela.

Clique aqui e leia este artigo completo »

CARDEAL PEDRO MALTA – RIO DE JANEIRO-RJ

Santidade,

Antonio Nóbrega, artista pernambucano conhecido internacionalmente, se supera nesse Ponteio Acutilado.

Com rítmo e música que tocam profundamente o coração de todo nordestino fiel às suas raizes culturais.

6 março 2009 DEU NO JORNAL

AVISO AOS NAVEGANTES

A Polícia Federal prendeu 23 pessoas acusadas por desvio de verbas públicas no Maranhão. A operação, batizada de Rapina 3, cumpriu 27 mandados de prisão e 38 de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

* * *

O JBF, didático como sempre, explica aos desavisados: ao contrário do que dizem certas pessoas, a PF não prende ladrões por ordem do Presidente Lula. Ela obedece mandados de prisão expedidos pelo Poder Judiciário.

Não vá naquela conversa de que agora existem mais notícias sobre corrupção porque nos governos anteriores “era tudo por debaixo dos panos”. É tertúlia flácida para adormecer bovinos. Existem mais notícias sobre corrupção porque a corrupção aumentou. Simples assim.

O Executivo não tem poderes pra mandar prender ninguém.

6 março 2009 A PALAVRA DO EDITOR

PEDINDO AJUDA

“Todo mês vemos noticias de pistoleiros que invadem acampamentos do MST, praticam todo tipo de violência, inclusive assassinatos, e ficam impunes.”

Esta frase eu li no blog do petista Zé Dirceu, ex-ministro plenipotenciário do Presidente Lula e criador do genial esquema do mensalão, pelo qual está repondendo processo como “chefe de sofisticada quadrilha” (a expressão consta dos autos).

Como editor de jornal, e por dever de ofício, eu fico fuçando o noticiário nacional à cata de matérias pra botar no JBF.

Leio praticamente tudo.

E não me consta que “todo mês” pistoleiros invadam acapamentos pra matar militantes do MST.

De modo que eu posso estar pesquisando mal ou não estou procurando as notícias no lugares certos.

Peço ajuda aos leitores.

Me mandem, por favor, notícias e recortes dos últimos 5 anos, nas quais constem invasões de pistoleiros em acampamentos do MST.

Cinco anos dá um total de 60 meses. Ou seja, deve existir pelos menos 60 notícias deste tipo, já que Zé Dirceu garante que há uma por mês.

Me ajudem, por favor, e eu publico tudo que chegar aqui.

zpq.jpg

CARDEAL RAIMUNDO FLORIANO – BRASÍLIA-DF

Muito bonito e sugestivo esse convite para o Lançamento do CD “COM SANFONA AGARRADA NO PEITO – FORROBOXOTE 8”, de Xico Bezerra.

Gostaria de estar lá, não só para conhecer pessoalmente Jessier Quirino e Paulo Wanderley, novos empossandos na Academia Passa Disco da Música Nordestina, como também para dar um abraço no Fábio, o inspirado idealizador desse grande empreendimento.

Contei os sanfoneiros com as respectivas sanfonas: 9 ao todo! Um desparrame! Uma parada pra desmantelo!

Só perde mesmo para o lançamento do meu livro DO JUMENTO AO PARLAMENTO, na noite de 12 de junho de 2003, em frente à Igreja Matriz de Santo Antônio de Balsas, sertão sul-maranhense, quando fui honrado com a presença de 10 dos muitos sanfoneiros que enriquecem o cenário musical do meu torrão natal, cuja foto ai vai.

sanf.jpg
De pé: Marciano – Luiz Fininho – Pé de Ferro – Lapa de Minhoca – Estevam
Sentados: Raimundo Flores – Zé Baixinho – Mestre Riba – Pedro Baixinho – Evangelista

6 março 2009 A PALAVRA DO EDITOR

MONUMENTO À HIPOCRISIA

Na semana passada o arcebispo de João Pessoa, Dom Aldo Pagotto, botou sem cuspe no furico do padre-deputado petralha Luiz Couto, que deu uma entrevista defendendo coisas que a igreja católica condena.

O padre-parlamentar foi punido com base na Lei Canônica. O arcebispo não fez mais que aplicar a lei lá da religião dos dois.

Aqui no Recife, Dom Dedé excomungou a equipe médica que fez aborto numa criança de 9 anos, além de famíliares e pessoas que deram apoio para a prática do ato. Aborto recomendando por todos os especialistas consultados e amparado na lei brasileira.

Novamente aconteceu apenas a aplicação pura e simples do Direito Canônico: a Igreja Católica Apostólica Romana é radicalmente contra qualquer tipo de aborto, sob qualquer justificativa, inclusive de risco de morte pra mãe. E vive repetindo isto todos os dias pela boca do Papa, dos bispos e dos padres.

Dom Dedé, competente e cioso do seu ofício, aplicou a lei da sua religião e não fez nada de errado. Apenas aplicou o código que rege a igreja.

Dom Dedé está certo. O que está errado é existir no mundo uma religião que tem este tipo de código.

Sou a ovelha desgarrada de um família profundamente católica e quero conviver em paz com os católicos e com meus parentes. Mas afirmo que me dá uma tristeza enorme saber que bilhões de pessoas no mundo inteiro – tão fanatizadas e cegas quanto os dizimistas de Edir Macedo -, pautam suas condutas por uma religião que continua tão cruel e insensível quanto na idade média, embora, da boca pra fora, pregue caridade, amor e perdão.

Não conheço, na história do mundo, um monumento maior que este dedicado à hipocrisia.

Estes leõs-de-chácara, tipo Dom Dedé, que se interpõem entre o Reino dos Ceus e os homens, são uns hipócritas de boa renda, gordos, parasitas e que deveriam ser enforcados com as tripas de cada um dos padres pedófilos que eles acobertam.

Ontem à noite, com sua voz anasalada e sonsa, seu ar bovino de cabra bem nutrido, de percevejo cevado nos finos cardápios dos conventos, Dom Dedé dava entrevistas e afirmava com sua cara-de-pau característica: “Nenhuma lei do homem pode estar acima da Lei de Deus“. Propositadamente ele omite que a “lei de Deus” a que ele se refere, o chamado Texto Sagrado, foi todo escrito por homens. Homens tão sacanas quanto ele, religiosos oficiais.

Nunca roguei uma praga em vão. Todas que roguei até hoje fizeram efeito. E vou rogar mais uma agora: tomara que apareça um estrupador pra botar no cu de Dom Dedé e fazê-lo sentir o que a criança vinha sentindo há anos nas mãos do padrasto.

Pode ser que aqui na Terra não se cumpra minha praga. Mas no inferno, com certeza absoluta, a fila de diabos de picas grandes e incandescentes pra estrompar o furico do malvado será muito grande.

Quero dar meus parabéns aos que foram excomungados. E declarar publicamente que estou morrendo de inveja de vocês todos.

Eu botaria na primeira linha do meu currículo este fato extraordinariamente benfazejo: fui excomungando por um bispo tabacudo feito Dom Dedé.

djc1.jpg

Um ser humano abjeto, insensível, cruel, desumano, injusto e que jamais teria vez na Igreja Sertaneja. Um inquisidor que lamenta não mais existir fogueiras pra queimar hereges.

6 março 2009 DEU NO JORNAL

RIR É O MELHOR REMÉDIO

Após assassinatos no Estado, MST se diz vítima de ofensiva da direita.

* * *

Hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha

JÚLIO FERREIRA – RECIFE-PE

Até quando a imprensa política de Pernambuco continuará omissa em relação ao indecente caso do Parque Dona Lindu, que o ex-prefeito João Paulo inaugurou no final do seu mandato, em um evento que contou com a presença do presidente LuLLa, mesmo que o logradouro estivesse escandalosamente inacabado.

O fato é que a própria festividade de inauguração de uma obra que sequer havia entrado em sua fase de acabamento, já foi um escárnio ao povo pernambucano, pois ficou claro que o ato não passou de uma bajulação barata ao presidente LuLLa, perpetrado por um prefeito que, prestes a deixar o poder, queria, através do puro e simples puxa-saquismo, garantir uma “boquinha” no Governo Federal, de modos a manter seu nome em evidência a poder pavimentar sua campanha ao Senado em 2010.

O estranho nisso tudo é que a imprensa pernambucana, que foi irresponsavelmente omissa quando ao ato que fingia inaugurar do Parque Dona Lindu, mantém-se igualmente calada, sem repercutir o fato de que as obras, imediatamente após a farsa da inauguração, foram cinicamente paralisadas.

Será que está tudo dominados?

R. O senhor deixe de ser falador e propalador de inverdades.

O Jornal da Besta, em sendo o maior órgão da grande imprensa pernambucana, não está omisso.

E vou provar agora, publicando fotos que foram feitas no começo desta semana, mostrando que as obras no parque Dona Mãe de Lula continuam a todo vapor. Estão em plena efervescência, cheias de operários e mosquitos

É só conferir:

pdl-1.jpgpdl-2.jpg

pdl-4.jpgpdl-5.jpg

6 março 2009 DEU NO JORNAL

NOTÍCIAS DA ILHA

O ex-vice-presidente de Cuba Carlos Lage e o ex-chanceler Felipe Pérez Roque – as duas principais autoridades do governo que foram substituídas no começo da semana pelo presidente Raúl Castro – admitiram “erros” em cartas publicadas nesta quinta-feira no jornal oficial ” Granma”.

* * *

Trata-se da célebre “autocrítica”, sempre feita de livre e espontânea vontade, como é praxe em qualquer país democrático e onde se permite a oposição e a circulação de idéias.

Na mesma carta, os dois anunciaram que estão “retirando-se efetivamente da vida política”. Vejam bem: não é expulsão.

Trata-se de um gesto voluntário.

BISPO BERNARDO – MACEIÓ-AL

Irradiador da Fé,

este cabra desaforado matador de quem não presta, como ele mesmo disse “os que nós matamos…” ainda está por aí?

O assunto já saiu das “fôias”.

Com os respeitos do Bispo

R. O assunto pode ter saído das “fôias”. Mas não sai da cabeça das pessoas que raciocinam. O sujeito cuja foto você nos mandou tá mais atuante que nunca.

Este cabra safado continua na dele: viajando, se alimentando bem, se hospedando em hotéis 5 estrelas e mamando nas generosas verbas que o governo federal ilegalmente libera pros órgãos-fantasma ligados ao MST.

Se esta sinistra figura fosse fazer um crediário numa loja, ele não conseguiria nunca apresentar um comprovante de renda e um atestado de residência. E eu gostaria de estar ao lado só pra saber onde ele nasceu, pois o sotaque do sujeito pode ser tudo neste mundo, menos nordestino.

Agora, preste atenção nesta: o MST não tem personalidade jurídica, nem é registrado em cartório. Um artifício pra continuar fazendo terrorismo sem ser levado às barras dos tribunais.

Pois bem.

Ontem eu vi na televisão com estes olhos que a terra haverá de comer: Jaime Amorim, dirigente de um movimento que não tem CPF nem endereço, assinando um documento numa reunião, ao lado de autoridades do governo e órgãos ligados aos problemas da terra e da reforma agrária.

Seria assim como se Fernandinho Beira-Mar participasse de uma reunião no Ministério da Justiça com Tarso Genro e ONGs ligadas a problemas do tráfico e da violência.

A realidade brasileira consegue ser mais surrealista do que todos nós, os ficcionistas, que vivemos inventando enredos irreais.

brasil1.jpg

Jaime Amorim: um desocupado sem emprego, naturalidade, residência fixa ou comprovante de renda legal

6 março 2009 DEU NO JORNAL

RECEBENDO A MINISTRA

A ministra-candidata Dilma Rousseff está acertando sua ida a uma das missas dominicais do Padre Marcelo Rossi, no bairro do Socorro, em São Paulo, que atrai milhares de fiéis. Mas, também já mandou avisar que gostaria de assistir a uma celebração no super-templo da Igreja Universal de Edir Macedo, não muito distante do galpão do Padre Marcelo. E quer ver de perto uma sessão de descarrego. Mais: no ano passado, Dilma deu o ar da graça num grande evento da Canção Nova, em Brasília. Ficam faltando os terreiros de candomblé, em Salvador.

* * *

A equipe de assessores da ministra está negociando com a minha assessoria a participação de Dilma numa sessão de cachaça da Igreja Sertaneja.

O evento será batizado de “Cu de Bêba num Tem Dono”.

AINDA PATATIVA DO ASSARÉ

Comentário sobre o artigo HOMENAGEM A PATATIVA DO ASSARÉ NO DIA DO SEU CENTENÁRIO DE NASCIMENTO
http://www.luizberto.com/?p=23373#comments

Carlos Araújo

Este depoimento é meio longo, mas em se tratando de homenagear Patativa, acho que vale a pena.

Em fins de fevereiro de 89, tive a oportunidade de ir a Assaré. Patativa se preparava para as comemorações dos seus 80 anos.

Visitei a casa do poeta (a casa do sítio), em Serra de Santana, e fiz matéria para o Correio Braziliense. No Crato, a URCA (Universidade Regional do Cariri), organizou o seminário “Vida e Obra”, juntamente com a prefeitura de Assaré e a Secretaria de Cultura do Ceará. Nos meios culturais e na imprensa da região só se falava nos 80 anos do Patativa. Um cartaz divulgava o evento com a expressão “80 anos de luz”. Na entrevista gravada o poeta me contou várias histórias. Uma delas, aquela que algumas pessoas conhecem: a de sua prisão, pelo prefeito de Assaré, ocorrida havia alguns anos.

Ele morava no sítio e precisava resolver alguns questões relacionadas a documentos que dependiam da assinatura do prefeito, mas nunca o encontrava na prefeitura. Diz Patativa: “Fui várias vezes e sempre acontecendo a mesma coisa. Eu, morando a três léguas da cidade, já me achando aborrecido, glosei este mote, cujo tema me levou à cadeia”:

PREFEITURA SEM PREFEITO

Nesta vida atroz e dura
Tudo pode acontecer,
Muito breve há de se ver
Prefeito sem prefeitura.
Vejo que alguém me censura
E não fica satisfeito,
Porém eu ando sem jeito,
Sem esperança e sem fé
Por ver no meu Assaré
Prefeitura sem prefeito.

Por não ter literatura
Nunca pude discernir
Se poderá existir
Prefeito sem prefeitura.
Porém mesmo sem leitura,
Sem nenhum curso ter feito,
Eu conheço do direito
E sem lição de ninguém
Descobri onde é que tem
Prefeitura sem prefeito.

Ainda que alguém me diga
Que viu um mudo falando
E um elefante dançando
No lombo de uma formiga
Não me causará intriga,
Escutarei com respeito,
Não mentiu esse sujeito,
Muito mais barbaridade
É haver numa cidade
Prefeitura sem prefeito.

Não vou teimar com quem diz
Que viu ferro dar azeite,
Um avestruz dando leite
E pedra criar raiz
E um rio fora do leito,
Um aleijão sem defeito,
Um morto declarar guerra,
Porque vejo em minha terra
Prefeitura sem prefeito.

****

Depois destes versos, Patativa contou que alguém de uma rádio local tomou conhecimento e eles foram colocados no ar. O prefeito ouviu e mandou prender o poeta. Mas por pouco tempo, pois houve pressão de pessoas que organizaram um movimento para soltá-lo. O poeta contou que, ao ser preso, viu numa parede da delegacia uma gaiola com um passarinho. Era uma patativa. Criada, certamente, por algum funcionário. E fez estes outros versos:

Patativa descontente,
Nessa gaiola cativa,
Embora bem diferente,
Eu também sou patativa.

Linda avezinha pequena,
Temos o mesmo desgosto,
Sofremos a mesma pena,
Embora em sentido oposto.

Meu sofrer e teu penar
Clamam a divina lei.
Tu, presa para cantar,
Eu, preso porque cantei.

6 março 2009 DEU NO JORNAL

ARRUMADINHO

O Presidente Lula disse que não viu com surpresa a eleição do ex-presidente da República Fernando Collor para a presidência da Comissão de Infraestrutura porque havia um acordo que previa sua vitória.

* * *

De fato, ele não poderia mesmo ficar surpreso. Nada de novo pros bem informados leitores do JBF. Claro que houve acordo prévio. Com concordância do Palácio do Planalto.

A poderosíssima Comissão de Infraestrutura tem poderes sobre obras do PAC e do Pré-Sal. É uma “comissão” e tanto.

Arranjo de Renan para retribuir a eleição de Zé Sarney pra presidência do Senado, uma vitória pessoal do Presidente Lula.

1850.jpg

6 março 2009 DEU NO JORNAL

ESSA IGREJA DE DOM DEDÉ…

Uma menina britânica de dois anos de idade que nasceu cega teve sua visão reparada graças a um tratamento com células-tronco. A britânica Dakota Clarke, da cidade de Newtownabbey, na Irlanda do Norte, nasceu com displasia septo óptica, uma deficiência rara no nervo ótico que provoca cegueira.

* * *

E tem gente que, por motivos religiosos, é contra pesquisa e estudos com células-tronco. Com certeza não são religiosos da Igreja Sertaneja.

cegn.jpg

A inglesinha que, tendo nascido cega, começou a enxergar; se dependesse dos “juristas” católicos romanos, continuaria como os seus bispo: nas trevas

6 março 2009 DEU NO JORNAL

MAIS BIQUINHOS PRA MAMAR

A ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, revelou nesta quinta-feira (5), durante o Seminário Internacional sobre o Desenvolvimento realizado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), que o país criará uma estrutura estatal para absorver a tecnologia de construção de trens de alta velocidade.

* * *

A nova estatal já está sendo disputada pelos ratos da base aliada do governo. Especialmente pelo PT e pelo PMDB. A presidência e a diretoria financeira são os cargos mais cobiçados.

Fernando Collor, Romero Jucá, Zé Dirceu, Jáder Barbalho, Renan Calheiros, Ideli Salvatti e outros menos votados já estão trocando tapas pra indicar seus protegidos pra nova estatal.

SALETE MARIA – JUAZEIRO DO NORTE-CE

Meu caro Berto,

descobri hoje seu blog…nossa, fiquei encantada…

sou cordelista…veja meu blog:

www.cordelirando.blogspot.com

queria muito participar do concurso de cordel, mas como as inscriçoes terminam amanha eu nao tenho tempo para preparar mas, de qualquer modo, quero manter o contato com vc…amei seu blog

vc me parece uma pessoa genial…quero te conhecer

abraço

R. Minina, tu bateu na porta certa. Pelo que li na tua página, tu sois defensora de direitos humanos, frangos e fêmeas. Três temas que estão sempre presentes nesta gazeta da bixiga lixa.

Eu não sou genial, minha cara, eu tô mais pra genioso e malcriado. E, ao invés de querer me conhecer, eu recomendaria que você conhecesse a turma da Unicordel aqui do Recife. Entre neste endereço:

http://www.vetorcultural.com/unicordelhistraj.html

Veja bem: você é uma cordelista arretada e que sabe fazer poesia. Gostei muito do que li na sua página. A começar pelo título: “Cordelirando”. Parabéns!

Seja bem vinda à comunidade fubânica, sua malassombra do Juazeiro do Norte, terra do meu Padim Pade Ciço.

Do ponto onde me encontro
Na janela dum sobrado
Daqui donde me defronto
Com meu presente e passado
Fico metendo a colher
Do ‘meu lugar de mulher’
Neste mundão desgarrado

Do meu ângulo obtuso
Num canto da camarinha
Afrouxo um parafuso
Liberto uma andorinha
Desmancho uma estrutura
Arranco uma fechadura
Desmonto uma ladainha

(Do Cordel “Lugar de Mulher”, de Salete Maria)

[bruxinha.jpg]
Salete Maria é advogada, professora universitária, ativista pelos Direitos Humanos, realiza estudos sobre Gênero e Direito e tem inúmeros cordéis publicados, sendo a maioria sobre direitos das mulheres, homossexuais e temas ligados às questões marginais e periféricas. É membro da Sociedade dos Cordelistas Mauditos e tem cordeis premiados pela Fundaçao Cultural do Estado da Bahia. Usa a literatura de cordel para dialogar sobre gênero e cidadania.

6 março 2009 DEU NO JORNAL

GALINHAGEM PARLAMENTAR

O Senador Fernando Collor, ao tentar elogiar Ideli Salvati, disse que ela “cisca pra dentro”. Não tardou e o senador Mercadante saiu em defesa da sua cumpanhera. Ele achou que ao dizer que Ideli “cisca”, Collor a estava chamando de galinha.

galinha.jpg

* * *

O mais grave não é transformar uma bovina numa galinácea.

O mais grave é dizer que ela “cisca pra dentro”. Se fosse “ciscar pra frente”, eu entenderia perfeitamente, pois esta é um prática comum entre as galinhas de Palmares, uma terra onde peru dá coices e candeeiro dá choques.

Mas este negócio de “ciscar pra dentro” pode ser um costume alagoano. Não sei.

Os leitores da Terra dos Marechais poderão nos dar alguma luz.

585.jpg

BISPO MAVIAEL MELO – SALVADOR-BA

Água corrente de beatificação etílica!

Essa exposição faz parte de um projeto de integração cultural que estamos desenvolvendo juntamente com a Bióloga e Educadora Ambiental, Carol Grillo – INGÁ (Instituto de Gestão das Águas e Clima) e a Casa da Música da Bahia na Lagoa do Abaeté em Salvador.

Essa integração tem como principal objetivo integrar os artístas da Comunidade do Abaeté em Itapuã, fazendo um intercambio de informações culturais, fomentando a utilização das artes como importantes ferramentas de Educação Ambiental.

Toda e qualquer reunião de pessoas que se empoderam das suas cidadanias, que se reconheçam atuantes num processo de construção de uma sociedade mais justa e sustentável é salutar… pois é a nessa construção coletiva que viveremos ainda presentes. Dias melhores!

Em anexo, a programação da formação dos Atores Culturais…Estejam todos convidados para as discussões que acontecerão de 09 a 16 de março na Casa da Música em Itapuã.

Saudações!

cartaz1.jpg

panfleto.jpg

6 março 2009 DEU NO JORNAL

FERNANDO COLLOR DE MELO: O RETORNO NO REINADO PETRALHA

Collor derrota PT com apoio de Sarney e bênção de Lula. Senador vai comandar Comissão de Infraestrutura, que fiscaliza obras do PAC. Vitória do ex-presidente é resultado das negociações feitas em fevereiro para a eleição do peemedebista à presidência do Senado.

* * *

E ainda tem gente pedindo pra “fulanizar”.

Putz!

Vai ser cego assim na casa do caralho! ! !

3158.jpg

6 março 2009 A PALAVRA DO EDITOR

TRINTA E UM ALERTA

311.JPG

A irmã do meu vizinho pediu demissão do emprego, simplesmente porque não agüentava mais brincar de esconde-esconde sozinha, todos os dias, no escritório em que trabalhava… É que, todo dia, a bichinha batia o ponto cedinho, mas quando procurava outra pessoa pra dividir o serviço: ou o colega tinha faltado, ou tava de licença, ou tava doente, ou tinha saído mais cedo, ou ia chegar mais tarde ou não tinha ido trabalhar, ou tava de férias! Aí, só sobrava pra ela começar a contar, do começo, tudo de novo.

6 março 2009 A PALAVRA DO EDITOR

TUIUIÚ – VOLTANDO ÀS ORIGENS!

Quando comecei a escrever para o JBF, a intenção com esta coluna era abordar o máximo de assuntos do nosso dia a dia que envolvessem palavras da língua tupi. Daí, o nome ITAPÉ – O CAMINHO DAS PEDRAS (literalmente, caminho de pedra).

Mas no meio do caminho apareceram, de fato, tantas pedras, que acabei falando de vários outros assuntos, especialmente de política, fugindo, assim, da proposta inicial.

Hoje, no entanto, estive dando uma olhada na nova ortografia (cheia de contradições) e me deparei com uma questão interessante: o acento na palavra TUIUIÚ, que permanece.

Pelas regras, esta palavra não deveria ser acentuada, uma vez que a divisão silábica normal deveria ser TU-IU-IU, terminando em ditongo. Diferente, por exemplo, de MURIÚ, que termina num hiato: MU-RI-Ú.

Fiquei intrigado com o fato e fui ler a respeito.

Clique aqui e leia este artigo completo »


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa