OFENSIVA

Auditorias do Tribunal de Contas da União (TCU) detectaram irregularidades em convênios entre o governo federal e entidades ligadas ao MST e apontam desvio de pelo menos R$ 20 milhões. Os auditores concluíram que não houve controle do dinheiro, que falta prestação de contas e que, em alguns casos, o dinheiro pagou projetos que não estavam previstos no contrato.

* * *

O Tribunal de Contas deve ter aderido à tal “ofensiva da direita” citada pela Confraria dos Cegos.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.