TRÊS POEMAS E DOIS MOTES DE JOSÉ DE SOUZA DANTAS

A BOA POESIA

A boa poesia é
uma fonte de lição
de cultura, de beleza
de prazer, de emoção
de arte, de maestria
de luz e de inspiração.

É essência de palavras
extraídas do pomar,
é bom para se dizer,
se ouvir, se deleitar,
aprender, se divertir,
pra compor e declamar.

Ninguém cansa de escutar
poesia de qualidade,
tem valor em todo canto
no tempo, na eternidade
engrandecendo a cultura
preservando a identidade.

Aumenta a felicidade
despertando a atenção
pelos versos ritmados
com rima, métrica, oração
renovando as energias
confortando o coração.

* * *

INTUIÇÃO

Vibração de energia positiva
ressonância, centelha e sensação
sincronia, sentido e consciência
solução de problema e decisão
escutando uma voz interior
acessando o vetor do coração,….

São sinais de poder de intuição
sentimento mental original
enxergar aparência do oculto
atitude espontânea e genial
as fronteiras do ego transcendidas
com a força da onda cerebral.

É sensibilidade natural
emoção, projeção, percepção
uma fonte de luz iluminada
intenção, criação e integração
simpatia, vislumbre e presciência
prognósticos e adivinhação.

Ver as cores do mundo e ter visão
de uma forma acertada e coerente
previsão, senso e pressentimento
pensamento normal, ser previdente
tradução, sinal e premonição
conhecer os segredos e ser vidente.

* * *

SABEDORIA POPULAR

O ditado popular
é fruto da experiência,
adquire consistência,
para o povo utilizar,
meditar e respeitar,
pela fundamentação,
ficando à disposição,
pra consulta a vida inteira,
uma fonte verdadeira,
para toda a geração.

Quem avisa, amigo é,
Quem é bom já nasce feito,
Somente Deus é perfeito,
A esmola grande até
santo ou cego não tem fé,
A riqueza pra valer
é saúde e é saber,
Um pouco de senso e tento
vale um muito de talento,
O mundo ensina a viver.

Quanto maior o coqueiro,
maior o tombo do coco,
O foguetão dá pipoco;
Quem quer um bom conselheiro,
consulte seu travesseiro,
Deitar cedo e cedo erguer,
dá saúde e faz prazer,
Bom conselho desprezado,
há de ser muito lembrado,
Saber, querer, é poder.

* * *

Mote:

Quem explora o semelhante
não quer ver o mal que faz.

Gente que pensa somente
em seu bem particular,
deixa-se animalizar,
tornando-se indiferente,
desumano e conivente
com seus próprios ideais,
cruéis, irracionais,……
o que é indignante.
Quem explora o semelhante
não quer ver o mal que faz.

A prática de exploração
é um ato desumano,
indevido e leviano,
de desconsideração,
de cinismo e servidão,…..
pelas ações desleais,
fora das regras legais
de uma lei predominante.
Quem explora o semelhante
não quer ver o mal que faz.

O explorador procura
tirar o maior proveito,
sem o mínimo de respeito
à vida da criatura;
para a prática de usura,
é plenamente capaz,
e vive correndo atrás
de ter mais que o bastante.
Quem explora o semelhante
não quer ver o mal que faz.

Quanta gente se escora
nos outros para fazer
um trabalho e receber
do que nada colabora,
uma prova que explora ,
visa um lucro que só traz
para si, e os demais,
o insignificante !!
Quem explora o semelhante
não quer ver o mal que faz.

E quem não quer trabalhar
mas só quer ganhar dinheiro,
que procura o tempo inteiro
um meio de explorar,
enrolar e se tornar
viciado contumaz,
vive explorando e quer mais
ter um ganho exorbitante.
Quem explora o semelhante
não quer ver o mal que faz.

Tem gente que tem mania
de o semelhante explorar,
para se locupletar
com valor em demasia,
assim se beneficia
com atitude sagaz,
somente se satisfaz
com quantia relevante.
Quem explora o semelhante
não quer ver o mal que faz.

Infelizmente tem gente
que não exerce empatia ,
porém se beneficia
de algo indevidamente,
um tipo de expediente
que acontece demais
nas camadas sociais,
da mais pobre à abundante.
Quem explora o semelhante
não quer ver o mal que faz.

Num relacionamento,
de trabalho ou amizade,
sem a reciprocidade,
gera um descontentamento,
que mexe com sentimento,
num clima que não apraz,
e o vínculo se desfaz,
pois se torna desgastante.
Quem explora o semelhante
não quer ver o mal que faz.

Com o tempo o explorado
poderá se revoltar,
por não mais agüentar
o maltrato acumulado,
e num ato inesperado,
dos direitos, ir atrás,
que só ficará em paz
com solução confiante.
Quem explora o semelhante
não quer ver o mal que faz.

* * *

Mote:

Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência

Pra saber a diferença
da velha pra uma moça
a boca não é insossa
se quiser peça licença
vá sabendo que é imensa
a chama da turbulência
quem procura tem ciência
do sabor da mais cheirosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência.

A moça é principiante
a velha é experiente
a moça é adolescente
e a velha é insinuante
a moça impressionante
a velha é conveniência
a moça é correspondência
e a velha é astuciosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência.

Uma deusa feminina
da cor da rosa pitanga
seu suor só cheira a manga
chega aumenta adrenalina
sua boca pequenina
de suave saliência
todo homem tem potência
ficar perto da mimosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência.

A moça tem vaidade
a velha tem energia
a moça tem simpatia
e a velha tem liberdade
a moça tem castidade
a velha faz reverência
a moça tem preferência
e a velha é religiosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência.

Moça usa sutiã
velha usa califom
moça gosta de batom
e a velha cheira avelã
a moça cheira a maçã
a velha cheira a hortênsia
moça cheira a inocência
cada uma é melindrosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência.

Tem magrela, tem gordinha
tem a sonsa e tem calada
tem a santa e tem danada
têm a alta e a baixinha
tem a feia, a bonitinha
a de fora e a da querência
a que tem muita vivência
a rude e a talentosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência.

Quem vive no interior
já conhece essas figuras
que são pobres criaturas
mas são ricas de amor
conservam muito calor
no clima da resistência
alentando a convivência
com a família virtuosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência.

O amor não tem idade
nem religião nem cor
que a força do amor
sempre leva à igualdade
traz muita felicidade
vibração e florescência
saúde e benevolência
com vida maravilhosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.