SANTO GATUNO

O padre católico Francis Guinan, que vinha sendo acusado do roubo de milhares de dólares de doações de sua igreja, foi condenado a quatro anos de prisão nos Estados Unidos. O sacerdote, que servia na igreja de San Vicente Ferrer, na Flórida, usava o dinheiro desviado de doações para comprar imóveis, gastar em cassinos e bancar todo tipo de luxo. Guinan foi declarado culpado pelo roubo de até US$ 100 mil em doações dos fiéis. Os promotores, no entanto, o acusavam de ter se apropriado de quase US$ 500 mil entre 2003 e 2005.

* * *

Esta igreja de Bentão e Dom Dedé me mata de vergonha. Ainda bem que os ladrões da ICAS só roubam de outros ladrões, como os padres católicos romanos, por exemplo, e, por isso mesmo, têm cem anos de perdão.

skehan

Padre-rato americano: a cara do sujeito num tem que ver um guabiru gordo

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.