UM TEXTO DE AUGUSTO NUNES

UMA ESCOLHA DE SOFIA PELO AVESSO

A pior trinca de senadores é a que representa Alagoas, Roraima, São Paulo ou o Rio de Janeiro?, quis saber a mais recente enquete promovida pela coluna. Forçados a uma escolha de Sofia pelo avesso, os leitores tiveram de poupar três conjuntos que, se lhes fosse permitido, remeteriam simultaneamente ao cadafalso. “Eu ficaria imensamente feliz se pudesse votar nos 12″, resumiu a opinião coletiva um eleitor. ”Como só tenho uma opção, Alagoas na cabeça” .

A escolha foi endossada, em menos de uma semana, por outros 1.160 brasileiros (57% do total superior a 2.000). Embora extraordinária, a marca nada tem de surpreendente. O conjunto da obra da dupla Fernando Collor-Renan Calheiros é de tal forma espantoso que, mesmo se o obscuro João Tenório fosse a reencarnação de Joaquim Nabuco, a performance seria reeditada.

Ainda assim, é pertinente a sensação de desconforto experimentada pelos leitores. Será sempre penoso, numa enquete do gênero, negar o voto a trios que incluem um Aloízio Mercadante, um Romero Jucá ou um Paulo Duque.

Se pareceu aflitivo castigar apenas um entre quatro grupos de pecadores, foi frustrante selecionar só quatro candidatos: a rigor, todos os Estados têm pelo menos um senador que ninguém elegeria síndico do prédio onde mora. Ficaram fora, por exemplo, o Maranhão de Epitácio Cafeteira e o Amapá de José Sarney. Não foram poucos os inconformados com a ausência do mineiro Wellington Salgado, do sergipano Almeida Lima ou da catarinense Ideli Salvatti.

Os eleitores brasileiros são infinitamente mais complacentes que os torcedores brasileiros. Caso se comportassem em campo como no Senado, quantos segundos os flamenguistas esperariam para exigir aos berros a saída de armadores como Renan e Collor? Os corintianos conseguiriam engolir a escalação de um zagueiro tão confiável quanto Paulo Duque? E o que aconteceria a qualquer clube que ousasse manter na presidência alguém como José Sarney?

O País do Futebol elege representantes com muito mais rigor, juízo e sobriedade que o país de todas as torcidas.

* * *

SENADORES

ALAGOAS:
Fernando Collor
João Tenório
Renan Calheiros

RORAIMA
Augusto Botelho
Mozarildo Cavalcanti
Romero Jucá

SÃO PAULO
Aloizio Mercadante
Eduardo Suplicy
Romeu Tuma

RIO DE JANEIRO
Francisco Dornelles
Marcelo Crivella
Paulo Duque

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.