17 março 2017 FULEIRAGEM

S. SALVADOR – ESTADO DE MINAS

17 março 2017 JOSIAS DE SOUZA

ELEITOR TERÁ QUE FAZER JUSTIÇA COM O PRÓPRIO DEDO

* * *

17 março 2017 FULEIRAGEM

NICOLIELO – JORNAL DE BAURU (SP)

17 março 2017 A PALAVRA DO EDITOR

FAZENDO RAIVA À DIPUTADA MARIA DA NOVENA (VII)

Esta série é uma homenagem à diputada petralha Maria da Novena, a grande defensora dos Direitos dos Manos em Banânia.

Solicito aos nossos leitores que mandem aqui pro JBF qualquer notícia onde os bandidos se dão mal, são presos ou, melhor ainda, são eliminados.

Todas serão publicadas.

A banda decente da nação antecipadamente agradece a participação de todos vocês.

Esta matéria foi enviada pelo leitor fubânico Sandro ZC.

Para ler, basta clicar na manchete abaixo:

VÍTIMA DE ASSALTO ATIRA CONTRA BANDIDO EM JARDIM DA PENHA

“Quanta insensibilidade. Atiraram num pobre excluído. Snif, snif, snif, xiuf, xiuf, xiuf…”

17 março 2017 FULEIRAGEM

JARBAS – DIÁRIO DE PERNAMBUCO

FASCINAÇÃO

Se viva fosse, Elis Regina estaria completando hoje, dia 17 de março, 72 anos de idade. Vamos reverenciar sua memória ouvindo-a cantar Fascinação, uma valsa de autoria da dupla Maurice de Féraudy/Dante Pilade, versão de Armando Louzada.

17 março 2017 FULEIRAGEM

ALPINO – BLOG DO ALPINO

MENTIRAM ANTES OU MENTEM AGORA?

* * *

17 março 2017 FULEIRAGEM

DUQUE – O TEMPO (MG)

CINCO MESTRES DO IMPROVISO E UM FOLHETO ANTIGO

addbb

Poeta cantador Dimas Batista Patriota (1921-1986)

Dimas Batista

Quando eu pego na viola
Para cantar o Brasil:
Militar deixa o fuzil;
Jogador esquece a bola;
O aluno gazeia a escola;
O judeu sai do balcão;
O orador erra a expressão;
Pugilista perde o soco.
Eita, Brasil de caboco,
De Mãe Preta, e Pai João!

Eu sou toque de corneta;
Sou barulho de batalha;
Sou o gume da navalha;
Sou a ponta da lanceta;
Sou a pancada da marreta;
Sou o golpe do facão;
Sou tiro de mosquetão;
Sou trator de arrancar toco:
Eita, Brasil de caboco,
De Mãe Preta, e Pai João!

Cantador só passa em teste
Se consultar o Batista;
Porque Deus me fez artista;
Repentista do Nordeste;
Eu não temo nem a peste
Que tenha “pauta” com o “cão”,
Minha voz é um trovão;
Só não ouve quem for mouco:
Eita, Brasil de caboco,
De Mãe Preta, e Pai João!

* * *

Tárcio Costa

Se eu minto não minto só
Pois eu vi Dilma Rouseff
Mais o Lula que é seu chefe
Graça Foster, Cerveró
Adentrarem no forró
E foi quando veio à tona
Que a tal festa foi à lona
A zabumba foi roubada
Pinga superfaturada
Ninguém mais viu a sanfona.

* * *

Aldo Neves

Jesus Cristo tem sido até agora
Protetor de ateus e de pagãos
Me entrego Senhor em Tuas mãos
Tando aqui ou andando mundo afora
Ele ajuda a quem ri e a quem chora
Porque é paciente e bom amigo
Me livrando da treva e do perigo
É o Mestre do mundo e da Igreja
E por mais longe Senhor que eu esteja
Com certeza eu alcanço o Teu abrigo

* * *

Odilon Nunes de Sá

Acho graça a mocidade
Não querer envelhecer
Velho ninguém quer ficar
Novo ninguém quer morrer
Sem ser velho ninguém vive
Bom é ser velho e viver.

* * *

Onildo Barbosa

No planeta poeta em que vivemos
Sonho muito em deixar de ser poeta
Minha alma andarilha e inquieta,
Já cansou de romper os seus extremos,
Tenho a grande impressão, que o que temos
Já perdeu seu sabor original,
Fica apenas no mundo virtual
Todo dia essa cena se repete
O que faço não passa da internet
Nada vale pra mídia nacional.

Eu queria ver lá em Jô Soares,
Cordelistas, poetas cantadores ,
Repentistas, fiéis aboiadores
Divulgando projetos populares
Sebastião Cirilo, Carlos Aires,
Moacir, Ivanildo, Biu Salvino,
O poeta maior: Júnior Adelino,
Zé Viola, Geraldo e Moacir,
E eu sentar no sofá pra assistir,
Ao mais puro elenco nordestino.

Fico triste assistindo no Faustão
Um desfile de raças de cachorro
Nosso verso ao chorar pedir socorro
Mas programa nenhum lhe dá a mão
Nossa arte criada no sertão,
Possui tantos talentos pra mostrar,
Quero vê Mestre Lemos declamar,
Com Heleno Alexandre de Sapé,
Demonstrando o cordel como ele é,
A mais rica cultura popular.

O Rolando Boldrin não me convida
Jô Soares, Datena, nem Faustão,
Cada dia me dá a impressão
Que a nossa cultura está perdida
Fico aqui neste beco sem saída
Sufocado na minha persistência
A viola, na sua resistência,
Quando toca me diz em som dolente,
Que a barreira que tem na nossa frente
É maior do que nossa inteligência.

* * *

Um folheto de Leandro Gomes de Barros

O DEZRÉIS DO GOVERNO (Publicado em 1907)

Folheto_de_Leandro_Gomes_de_Barros

Conversavam dous vizinhos
Moradores de um sobrado
Exclamou, um oh! vizinho!
Já viu o que tem se dado?
O quê? – Perguntou o outro
Os 5 réis do estado.

Pergunta outro vizinho
Não é esse do vintém?
É um imposto damnado
Que não escapa ninguém,
É peior do que bexiga
Não repara mesmo alguém.

Bexiga ainda tem vacina
Que um outro sempre escapa
Mais esse imposto d’agora!
Só a doutrina do Papa
Qualquer cousa que se compra
Os fiscais dão mão de raspa.

Não me recordo do dia
Já estraguei a lembrança
Meu tio tem avó em casa
Foi fazer uma mudança
Pois para tirar a velha
Foram com ella a balança.

Clique aqui e leia este artigo completo »

17 março 2017 FULEIRAGEM

VERONEZI – CORREIO POPULAR (SP)

17 março 2017 A PALAVRA DO EDITOR

PROBLEMA RESOLVIDO

Alguns leitores reclamavam por conta de problemas que tinham ao acessar a coluna Peninha – A Música do Mundo, publicada sempre às terças e sextas-feiras no JBF.

Diziam estes leitores que não estavam conseguindo abrir a página e ouvir todas as músicas lá postadas.

Pois hoje eu recebi da Plano 4, a competente empresa que cuida dos detalhes técnicos desta gazeta escrota, a mensagem abaixo transcrita:

Boa tarde Berto.

Conseguimos resolver o problema da coluna do Peninha.

Você poderia verificar se está tudo certo?

Estamos à disposição.

Até mais,

Uma ótima notícia para este Editor e para toda comunidade fubânica.

A partir de agora, o fantástico acervo musical do nosso querido colunista Peninha vai poder ser ouvido sem qualquer problema.

Agradecemos do fundo do coração.

Aliás, quem quiser dar uma excelente passeio, entre na página da Plano 4 e veja que turma competente que só a peste.

Basta clicar aqui.

17 março 2017 FULEIRAGEM

MICHELÂNGELO – CHARGE ONLINE


http://calamus-scribae.blogspot.com.br
A CIDADE ENCANTADA DE PEDRA

As construções mencionadas neste texto não são as únicas curiosas estruturas de pedra que podem ser encontrada nos arredores da cidade de Tauá.

João Mocó, um sertanejo empenhado em vasculhar a região em busca de novos achados pictóricas (foto de: Arqueologia Social)

No sertão dos Inhamuns encontra-se um lugar conhecido com “A cidade encantada de Pedra”, onde podem ser avistadas estranhas formações, onde pedras parecem cuidadosamente equilibradas umas sobre as outras. Na cidade encantada também se pode observar painéis pictóricos, onde o dia a dia do nativo da região é o tema central de pinturas feitas principalmente com os dedos. Outros recursos como cipó e espinhos também foram utilizados em algumas minúsculas e delicadas figuras de até 2 cm. Algumas figuras humanas aparecem em movimento e se apresentam com o corpo quadrado preenchido com pequenos pontos, lembrando o Estilo Serra Branca.

Pedra chamada “Torre do Castelo”(foto de: Arqueologia Social)

O vale do Riacho Carrapateiras visto do alto apresenta-se aos olhos da imaginação como a profética lenda dos Kariri: Uma imensa cidade encantada de pedra, onde em cada pedreira o testemunho milenar de grupos caçadores coletores está registrado. Os grupos humanos utilizaram como suporte para a prática pictórica as rochas cristalinas às margens do Carrapateiras ou rochas associadas a um dos seus afluentes. Como preferência, as altas pedreiras foram utilizadas de onde estrategicamente pode-se observar todo o vale e numerosos outros abrigos pintados ao redor, como uma pretérita ‘cidade de pedra’. Outros grupos pintaram em um plano mais baixo, nas pedreiras junto a tanques naturais de água, um aparente balneário pré-histórico.

Tanques naturais do Açude Carrapateiras (foto de: Arqueologia Social)

Por do sol mostrando ao fundo a Torre do Castelo (foto de: Arqueologia Social)

Como atrativos culturais o município de Tauá possui três sítios paleontológicos e 15 arqueológicos, que podem ser visitados, porém só podem ser explorados por pesquisadores profissionais e cadastrados.

O maior ícone natural é o Serrote Quinamuiú. Ele pode ser avistado de qualquer ponto da cidade.

Serrote Quinamuiú, que pode ser visto de várias partes de Tauá

* * *

Fontes: Noite Sinistra, Arqueologia Social, Arqueolovia e Wikipédia

Fotos: Arqueologia Social

17 março 2017 FULEIRAGEM

CHICO CARUSO – O GLOBO

LULA VAI APENDER COM MORO O QUE É UM INTERROGATÓRIO

Depois do depoimento em Curitiba, o culpado sem álibis só será candidato a uma temporada na cadeia

Num depoimento no tribunal, o réu é obrigado a tratar exclusivamente dos fatos criminosos de que é acusado. Qualquer calouro de faculdade de Direito sabe disso. Disso pareceu esquecer-se o juiz Ricardo Leite, que conduz em Brasília uma das cinco ações judiciais protagonizadas por Lula.

Nesta terça-feira, o ex-chefe de governo que virou chefe de bando caprichou na pose de inocente perseguido por inimigos cruéis, indignados com a ascensão ao topo do poder de um migrante nordestino que, enquanto se esbalda na vida de rico, jura só pensar no sofrimento dos pobres. Haja cinismo.

Estranhamente, não foi contestado pelo magistrado, nem instado a descer da estratosfera pelo representante do Ministério Público. Liberado para mentir, o interrogado fez-se de ofendido com quem qualifica de “organização criminosa” a organização criminosa que, com Lula no duplo papel de mentor e coiteiro, destruiu a Petrobras.

No dia 2 de maio, o farsante enredado nas descobertas da Operação Lava Jato vai aprender em Curitiba o que é um interrogatório de verdade. No depoimento comandado por Sérgio Moro e procuradores federais, todos sobraçando provas contundentes, não haverá espaço para evocações da infância miserável no Nordeste.

Se é que algum dia existiu, o pequeno pernambucano decidido a mudar o mundo já não há faz muito tempo. Foi substituído por um Lula repulsivo, sem pudor, sem vergonha e sem álibis. Encerrado o encontro com Moro, o reincidente sem cura só será candidato a uma mais que merecida temporada na cadeia.

* * *

17 março 2017 FULEIRAGEM

AMARILDO – A GAZETA (ES)

17 março 2017 DEU NO JORNAL

LEIS FUBÂNICAS

* * *

Este negócio de prescrição é uma merda mesmo.

O tucano mineiro tá merecendo uma pajaraca no furico há muito tempo.

A vez dele vai chegar.

O nome do Cheiradorzinho tá na Lista de Janot…

17 março 2017 FULEIRAGEM

ALPINO – BLOG DO ALPINO

TEMER UM USURPADOR

Temer um usurpador
Não vale a pena temer
No céu já surge o rubor
Do dia que vai nascer
O povo com seu valor
No seu lugar vai repor
O que antes devia ser
Porque dele é o poder
Depois de Deus.
E o Sol
Rebrilhará no Brasil
Para que um novo arrebol
No céu tingido de anil
Em dezoito mostre a força
Do brasileiro de raça
Cada um valendo mil
Mostraremos que o sucesso
Virá com Lula de volta
Pondo fim ao retrocesso
E a tudo que nos revolta.
VEM, LULA!
O teu regresso
Trará de novo o progresso!


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa