ADAIL AUGUSTO AGOSTINI – ALEGRETE-RS

Luiz Berto:

Está provado que a única lei que os frigoríficos Artacho Casings, Big Frango, Breyer e Cia, BRF Brasil Foods (dona da Sadia e Perdigão), Central de Carnes Paranaense, DaGranja Agroindustrial, Fábrica de farinha de carne Castro, Frango a Gosto, Fratelli, Frigobeto, Frigomax, Frigorífico 3D, Frigorífico Argus, Frigorífico Oregons, Frigorífico Rainha da Paz, Frigorífico Souza Ramos, JBS (dona da Friboi, Seara e Swift), Mastercarnes, Novilho Nobre, Pavin Fertil, Peccin, Pecin Agroindustrial, Primor Beef, Santa Ana, Smartmeal, Sub Royal, Subway, Unidos, Unifrangos obedecem é a Lei de Lavoisier:

“Na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”.

Basta ver o vídeo:

Esta é a prova mais contundente e insofismável de que tudo (mas tudo mesmo!!!) que não é vendido ou que sobra ou seja lá de que procedência/qualidade for, mesmo podre – o que não é novidade!!! – normalmente é jogado em uma trituradora, bem misturado, e repreparado para mais uma nova venda.

Para quem ?!?!?

Para a multidão incontável de otários que acreditam, piamente, em fraudulentas marcas, em supostas inspeções sanitárias, e nas teatralizadas propagandas veiculadas por prostituídos participantes, principalmente, da Rede Goebbels.

Tais crimes (dos mais hediondos!!!) merecem, no mínimo, prisão perpétua com trabalhos forçados – por seus conseqüentes, imperdoáveis e inafiançáveis malefícios para todas as idades e camadas sociais.

Mas como há a massa (sempre presente e histericamente ativa!!!) de imbecis lambe-sacos e cheira-peidos (ideologizados, emburrecidos e, portanto, perpétuos defensores do indefensável!!!), não será surpresa se eles/elas, ainda, venham a atribuir a tais crimes um benefício para a saúde e higiene pública, exclamando, papagaiando, plenamente convictos:

“Mas que idéia genial!!!

A merda, assim, sairá pelo nosso fiofó devidamente embalada em saco plástico – bem acondicionado em papelão – e já etiquetada!!!”

E, viva a botocudosa Banânia!!!

Um baita abraço, desde o Alegrete,

1 abril 2017 FULEIRAGEM

LUTE – HOJE EM DIA (MG)

1 abril 2017 DEU NO JORNAL

UM GESTO DE BONDADE

O ex-­pre­sidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Junior, um dos 78 executivos que fez acordo de delação premiada com a Lava Jato, revelou em depoimento que a construtora fez depósitos para Aécio em uma conta bancária de Nova York operada por sua irmã e braço-direito, a jornalista Andrea Neves.

De acordo com BJ, como é conhecido o ex-executivo, os valores foram pagos como “contrapartida” ao atendimento de interesses da construtora em empreendimentos como a obra da Cidade Administrativa do governo de Minas Gerais, realizada entre 2007 e 2010, e a construção da usina hidrelétrica de Santo Antônio, no Estado de Rondônia, de cujo consórcio participa a Cemig, a estatal mineira de energia elétrica.

Andrea Neves foi uma espécie de “primeiro-ministro” do governo de Aécio em Minas Gerais, conhecida pela arrogância e autoritarismo.

Ela ainda cuida de interesses políticos do irmão e, quando ele foi governador, atuava na interlocução com empresários.

Ela foi acusada inclusive de praticar censura ao pressionar veículos de comunicação críticos à gestão do então governador.

* * *

Esta gazeta escrota já se ocupou desta guabirutagem aécio-tucaniana, a propina que o Cheirador recebeu em depósito nos Zistados Unidos

Mas vamos repisar o assunto por uma questão de bondade e caridade cristã.

Explico:

Cabeça-de-Fossa, minha querida amiga e conterrânea de Palmares, tesoureira do Comitê Municipal do PT na nossa cidade, é daquelas que tem bandidos prediletos.

Ela adora divulgar ao mundo as ladroagem de Aécio em Minas Gerais, mas nega e renega a ladroagem lulaica em todo o Brasil. E também no istranjeiro.

De modo que faço esta postagem unicamente com a finalidade de tornar feliz o final de semana da minha querida conterrânea.

Um xêro, Cabeça-de-Fossa!

E pode contar que toda guabirutagem tucana será publicada nesta gazeta escrota.

(As guabirutagens petralhas também… me perdoe, minha querida… mas faz parte: seu amigo aqui não tem predileção por qualquer tipo de ladrão…)

1 abril 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

MORO DESMORALIZA O EVANGELHO SEGUNDO LULA

1 abril 2017 FULEIRAGEM

LUCIO – CHARGE ONLINE

1 abril 2017 FULEIRAGEM

PATER – A TRIBUNA (ES)

DORIA: “AO CONTRÁRIO DE LULA, GANHEI DINHEIRO TRABALHANDO”

Prefeito de São Paulo acusa o PT de ter praticado “o maior assalto aos cofres públicos da história”

Ao discursar na 10º Brazil Conference, promovida pelo Bank of America Merril Lynch, o prefeito João Doria afirmou que o motivo determinante de seu ingresso na vida pública foi a disposição de evitar que o PT reconquiste o poder no Brasil. “Não sou candidato a nada”, ressalvou no vídeo. “Sou prefeito e vou prefeitar, mas quero ser uma referência para que outras pessoas se movam e impeçam que o Brasil volte a ser administrado por uma gangue de criminosos que, durante 13 anos, roubou o nosso país”.

“O maior assalto aos cofres públicos da história foi promovido pelo PT”, enfatizou. “Tenho coragem de falar porque não sou político e não devo nada a ninguém. Tenho uma vida honesta, uma vida de transparência e, ao contrário do Lula, ganhei o meu dinheiro trabalhando”.

* * *

1 abril 2017 FULEIRAGEM

GENILDO – CHARGE ONLINE

PATATIVA

Elba Ramalho faz uma intepretação moderna, diferente, de Patativa, da autoria de Vicente Celestino.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

elba-ramalho

1 abril 2017 FULEIRAGEM

NANI – CHARGE ONLINE

1 abril 2017 JOSIAS DE SOUZA

COM MANDATO AMEAÇADO, TEMER SE DIZ CONVENCIDO DE QUE GOVERNARÁ ATÉ 2018

Michel Temer pertence a uma linhagem de políticos cuja primeira preocupação diante de uma tormenta é não perder a calma. Na expressão de um amigo, ele “tem nervos de gelo”. Seu mandato está pendurado num julgamento que o Tribunal Superior Eleitoral inicia na terça-feira. Mas Temer conserva o temperamento glacial. “Sua calma é enervante”, exaspera-se o amigo. Em privado, o sucessor constitucional de Dilma Rousseff diz estar seguro de que não será deposto como a ex-inquilina do Planalto. Temer declara-se convencido de que presidirá o país até 2018.

Deve-se a tranquilidade de Temer às informações que recebeu sobre o que está por vir. O julgamento do TSE será entrecortado por debates processuais e por pedidos de vista que darão ao caso uma aparência de novela. A hipótese de o veredicto sair antes do segundo semestre é nula. A chance de o processo invadir o calendário eleitoral de 2018 não é negligenciável. E a perspectiva de Temer se manter no cargo é, no momento, maior do que o risco de uma hipotética cassação. O Planalto opera para amealhar pelo menos quatro dos sete votos disponíveis no plenário do TSE.

Será o julgamento mais relevante da história da Justiça Eleitoral. Envolve a Ação de Investigação Judicial Eleitoral número 194358. Resulta da junção de quatro ações movidas pelo PSDB. Nelas, o partido sustenta que a chapa composta por Dilma e Temer prevaleceu na eleição presidencial de 2014 violando a legislação. Para o partido do candidato derrotado Aécio Neves, houve abuso de poder político e econômico. Algo que justificaria a cassação da chapa.

Como Dilma já foi despachada de volta para Porto Alegre pelo impeachment, as consequências mais graves de uma eventual condenação seriam: 1) A interrupção do mandato de Temer; e 2) A realização de uma eleição indireta na qual o Congresso escolheria o substituto. Quanto a Dilma, a pena máxima a que está sujeita é a decretação de sua inelegilidade. O que equivaleria a uma espécie de confirmação de sua sentença de morte política, já que seria banida das urnas por oito anos.

De acordo com o que apurou o blog, Temer não tem mesmo motivos para desalinhar o penteado. Relator do caso no TSE, o ministro Herman Benjamin preparou um voto a favor da cassação. Porém, antes que ele possa iniciar a leitura desse voto, serão levantadas em plenário “questões preliminares”. Uma delas refere-se ao prazo dado às partes envolvidas no processo para apresentar suas últimas alegações. A defesa de Dilma sustenta que tem direito a cinco dias. O relator concedeu apenas dois. E reafirmará sua posição em plenário.

Levada a voto, a querela deve resultar na reabertura do prazo para a formulação das alegações finais. Confirmando-se essa deliberação, será necessário resumi-la num acórdão, cuja publicação pode demorar algo como duas semanas. Será o primeiro de uma série de incidentes processuais que retardarão o desfecho do julgamento. Depois, virão os “pedidos de vista”.

O primeiro a requisitar tempo para analisar os autos, conforme já noticiado aqui, será o ministro Napoleão Nunes Maia Filho. Quando isso ocorre, não há prazo pré-determinado para a devolução do processo à pauta. Temer e seus operadores planejam usar o tempo extra de que irão dispor para consolidar a tese segundo a qual a contabilidade de sua campanha não se confunde com as arcas de Dilma, onde o Odebrecht despejou suas verbas de má origem. A tese é dura de roer. Mas os nervos de gelo de Temer já teriam derretido se ele não tivesse farejado no TSE alguma chance de êxito.

Um auxiliar do presidente recorda que ele ainda teria a possibilidade de recorrer ao Supremo Tribunal Federal contra eventual infortúnio no TSE. Mas revela-se confiante de que não será necessário.

* * * 

1 abril 2017 FULEIRAGEM

MIGUEL – JORNAL DO COMMERCIO (PE)

UMA VITÓRIA DA DEMOCRACIA CONTRA A CARA-DE-PAU

1 abril 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

1 abril 2017 DEU NO JORNAL

DÚVIDA ATROZ

“A responsabilidade de um parlamentar federal é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica crimes. Não pode haver ofensa mais grave do que a daquele que trai o mandato parlamentar e a sagrada confiança que o povo nele depositou para obter ganho próprio.”

Juiz Sérgio Moro na sentença em que condenou Eduardo Cunha a 15 anos de prisão

* * *

Isto em se tratando de um reles deputado federal cometendo crimes.

E o que se dizer de um Presidente da República cometendo crimes no exercício do mandato?

Seria uma “ofensa mais grave” ainda?

Hein?

Me digam-me, por favor.

Não consigo cochilar com esta dúvida atroz me aperreando do juízo.

“Eu tô de ôio nessi editô do JBF: num laiga do meu fiofó…”

1 abril 2017 FULEIRAGEM

VERONEZI – CORREIO POPULAR (SP)

VERGONHA NA CARA

Embora saiba, perfeitamente, que revolver punhal em ferimento não é lá tarefa muito inteligente e muito menos agradável, saí em busca de uma explicação para entender o porquê deste Brasil de dimensões continentais, fiel depositário das maiores reservas naturais deste planeta azul, ainda continuar sendo relegado a “país do futuro.” Numa breve e sumaríssima recorrida nos meus arquivos encontrei a resposta para tão sinistro ”mistério” que só eu “não conhecia.”

É claro que a grande causa de nos encontrarmos nesse imenso atoleiro é uma só: falta de vergonha na cara!, principalmente dos nossos ditos homens públicos. Realmente é uma catástrofe! Embora sejamos um povo “galinha”, não sei, exatamente, até quando esses velhacos esparramados Brasil afora continuarão a desafiar os limites da lei e a nossa santa paciência. Essa famigerada Constituição de 1988, por exemplo, na ótica da bandidagem oficial engalfinhada em todas as esferas de poder, não passa de mera peça figurativa. Aliás, sobre Constituição, ninguém mais opinou com maior propriedade que o cearense Capistrano de Abreu. Segundo ele, a Constituição Federal deveria conter apenas dois artigos:

“Artigo 1º – Todo brasileiro deve ter vergonha na cara”.

“Artigo 2º – Revogam-se as disposições em contrário”.

Meus amigos, não é fantástico?

No entanto, a sábia citação de Capistrano de Abreu choca-se frontalmente com a ausência de seriedade da maioria de nossos agentes públicos. Exemplos não faltam.

Conforme já exposto no primeiro parágrafo, saí a procura e reencontrei verdadeiros festivais de exemplos de desrespeito às leis que desmontam de maneira cabal, a máxima de que neste país em que vivemos vigora plenamente o Estado democrático de direito.
Para que a matéria não ficasse excessivamente extensa e por conseguinte cansativa, enumerei somente alguns poucos exemplos de verdadeiros atentados à democracia, protagonizados por agentes públicos que, por dever de ofício, dela deveriam ser os primeiros guardiões. Eis alguns deles:

1 – O MENSALÃO ”NÃO ERA QUADRILHA”

Lembram daquela leniência jurídica protagonizada pelo STF por ocasião do julgamento do Mensalão, quando livraram a cara do Zé Dirceu, Zé Genuíno (hoje bandido aposentado com quase 30 “paus” mensais) e outros tantos corruptos da organização criminosa, da acusação de formação de quadrilha? Pois é, pelo placar de 6 x 5, nossos guardiões máximos das leis absolveram os mensaleiros acima citados da referida acusação. Assim votaram os ministros do único tribunal que não tem nenhum juiz de carreira:

Pela absolvição votaram os ministros Rosa Weber, Luis Roberto Barroso, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Cármem Lúcia e Teori Zavascki. Deram voto contrário à absolvição os ministros Luiz Fux, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Celso de Melo e Joaquim Barbosa.

2 – O IMPEACHMENT DE DILMA

O caso do julgamento do impeachment de Dilma Rousseff naquele fatídico 31 de agosto de 2016, foi vergonhoso, descarado e escancaradamente inconstitucional. A Constituição é claríssima. Reza que quem perde o cargo, perderá também os direitos políticos por oito anos, e ponto! Não deixa margem par dúbias interpretações.

Porém, num ato criminoso, Renan Calheiros antecipadamente alinhavou e costurou com os senadores petistas um acordão para salvar os direitos políticos de Dilma Rousseff. E assim foi feito.

Referendado por Ricardo Lewandowski, estava consolidado mais um estupro à Constituição da República Federativa do Brasil. E tudo ficou por isso mesmo. Ninguém sequer toca mais no assunto.

Confiram:

3 – DESRESPEITO ÀS INSTITUIÇÕES

Lula, o criminoso pentarréu e fundador da República de Ladrões vive em constantes crises de disenteria verbal pisoteando leis, agredindo os poderes constituídos a quem só reconhece quando decidem a seu favor.

Aqui ele chama o procurador da República Deltan Dallanol, de ‘moleque”.

4 – FORO PRIVILEGIADO

A quantas anda a discussão do fim do foro privilegiado, a carta de alforria dos políticos corruptos?

Lógico, não anda… Está lá congeladinha da silva nos porões da nossa maravilhosa fábrica de leis mais conhecida por Congresso Nacional, que abriga em seu seio a maior densidade populacional de malandros por metro quadrado desse globo terrestre. Sabem quando Câmara e Senado irão descongelá-la para colocá-la em tramitação?

– Quando um urubu branco pousar e cantar como galo no topo do mastro da bandeira na Praça dos Três Poderes em Brasília!

5 – A PRISÃO DOMICILIAR DA MULHER DE CABRAL

Adriana Ancelmo, mulher e comparsa de quadrilha de Sérgio Cabral, teve sua prisão preventiva substituída por prisão domiciliar. O juiz entendeu que os filhos do casal não podem ser privados simultaneamente do convívio com os pais. Tudo bem, nada contra o magistrado que seguiu a lei. Porém, no alto da minha santa ignorância fico eu a me perguntar: será que essa mesma lei se estenderá às cerca de 73% das 38.000 mulheres encarceradas em todo país e que são mães? Ah, convém lembrar que o nosso Código Penal em vigor é o de 1940. O novo está engavetado há vários anos lá na Casa dos Horrores.

E assim vai a coisa… Você nunca sabe quando sofrerá mais um golpe ou quando explodirá o próximo escândalo.

E para encerrar o assunto, deixo o vídeo abaixo que me foi enviado por um dileto amigo, cujo conteúdo nos dá um “belo” resumo desse pobre país a deriva:

1 abril 2017 FULEIRAGEM

DUKE – O TEMPO (MG)

1 abril 2017 DEU NO JORNAL

LÁ É DIFERENTE DAQUI

Enquanto a Coreia do Sul prende a ex-presidente Park Geun-hye – vinte dias após o impeachment -, no Brasil poucos entendem por que Lula, apontado pelo MPF como o chefe da quadrilha, até hoje não foi preso.

* * *

Eu mesmo estou entre estes “poucos” que não entendem porque Lapa de Corrupto ainda está livre, leve e solto.

E em plena campanha, fazendo discursos pras suas AA (Antas Amestradas)

Os juristas fubânicos bem que poderiam esclarecer este estranho fenômeno banânico para nós outros, ignorantes em Direito Impunitário

A corrupta ex-prisidenta da Coréia do Sul seguindo pra cadeia no camburão da PF de lá


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa