15 maio 2017 DEU NO JORNAL

ARROMBARAM A TABACA DE XOLINHA! (DE NOVO…)

A Polícia Federal indiciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por crime de corrupção passiva em um novo inquérito da Operação Zelotes – na parte da investigação que trata da compra de medidas provisórias.

A investigação concluiu também pelo indiciamento de mais 12 pessoas, entre elas os ex-ministros Gilberto Carvalho e Erenice Guerra e os empresários Carlos Alberto de Oliveira Andrade, da empresa Caoa, e Paulo Ferraz, ex-presidente da Mitsubishi.

15 maio 2017 FULEIRAGEM

NICOLIELO – JORNAL DE BAURU (SP)

15 maio 2017 A PALAVRA DO EDITOR

UM ESPANTOSO RECORDE LULO-BANÂNICO

O desemprego bateu um recorde fantástico no edifício de Justiça Federal em Curitiba.

Temos aqui um índice citado por especialista no assunto, professor-orientador do fubânico petista Citador de Números.

Prepare o seu coração:

15 maio 2017 FULEIRAGEM

DUKE – O TEMPO (MG)

15 maio 2017 A PALAVRA DO EDITOR

UM ESPETÁCULO ARRETADO

Neste último final de semana, o colunista fubânico Jessier Quirino fez duas apresentações aqui no Recife, no Teatro Rio Mar. Uma no sábado e outra no domingo.

Pra variar, casa cheia, lotação esgotada.

Eu e Aline fomos assistir, gozando as mordomias de dois ingressos de cortesia.

Fora isto, ainda tivemos nossos nomes citados por Jessier em cena aberta, durante o espetáculo, além do nome desta gazeta escrota.

Fiquei ancho que só a porra!

Aplaudimos na plateia e fizemos tietagem no camarim, conforme mostram as fotos abaixo.

Aline fez uma celfissi de nós dois e eu fiquei mais bonito ainda do que normalmente já sou.

Um espetáculo contagiante e de bom humor, o público rindo e aplaudindo a cada novo causo que Jessier contava.

A alegria foi desde o momento em que se abriram as cortinas até o final da apresentação.

Enfim, um espetáculo do caralho!!!

Parabéns, estimado amigo Jessier. Que você continue brilhando sempre e fazendo sempre sucesso.

Pra alegrar a nossa segunda-feira – e fechar com alegria a primeira quinzena deste mês de maio -, um vídeo de Jessier com uma das histórias que ele contou no espetáculo de ontem: 

15 maio 2017 FULEIRAGEM

TACHO – JORNAL NH (RS)

LULA INOCENTE? TEMPO DE CANALHICES

O ‘embate’ tão alardeado pela imprensa, entre Lula e Sérgio Moro, terminou como tinha de ser, na mais santa paz.

O juiz fez o dever de casa, ouviu o réu com técnica, parcimônia e isenção, apenas isto. Não consigo entender por que tanto alarde, tanta paranoia.

Lula, como qualquer outro cidadão que torna-se réu ante a justiça brasileira, tem o dever de comparecer perante um juiz, no tribunal natural do caso e prestar os devidos esclarecimentos.

Lula não é especial, embora ache-se superior ao demais cidadãos brasileiros, não o é.!

Então não pode ter nenhum tratamento diferenciado. E não teve. Foi tratado como deve ser tratado qualquer cidadão brasileiro. Quem reclama aos gritos, acha que Lula é especial são os esquerdopatas de plantão. Idiotas que defendem privilégios que a mesma esquerda condenava.

Aliás o pensamento esquerdopata defende uma utópica revolução em que ao fim e ao cabo todos poderão desfrutar da igualdade. Ou seja, todos serão igualmente pobres, explorados e sem esperanças.

Claro que as elites do partido (das esquerdas) terá uma prevalência pois alguém precisa gerir as massas e a equanimidade. Terão privilégios, muitos privilégios, para garantir que todos sejam iguais.

Como diz a música ‘todos iguais, mas uns mais iguais que os outros’!

Lula foi colocado no seu devido lugar. Um cidadão igual aos outros. Por que a reclamação? Ainda mais daqueles que defendem a igualdade. Claro, pois defendem a igualdade dos outros, eles são ‘superiores’, pelo menos na suas opiniões. Não o são!

As ruas e Curitiba vão demonstra-lhes isto.

Mas quem ganhou o embate, vendido pela mídia, como o embate do século? Venceu a justiça e o devido processo legal, consequentemente, venceu a democracia e a solidez das instituições brasileiras.

Lula amarelou! O homem que nada devia e nada temia, que vociferava que bastava um convite e iria depor tentou ao extremo e até o último minuto escapar do depoimento. Por que?

Primeiro porque precisa do registro, para a posteridade, da farsa de perseguido político. Segundo porque ele e seus advogados conhecem os autos e sabem que as provas que alegam não existir, são fartas e substanciosas em todos os processos. Podem negar, pode mentir, mas as provas estão ali.

Lula diz que não há provas de que o triplex era dele. O que ele queria uma escritura pública? Se esta existisse o triplex seria dele e provavelmente estaria de acordo com seus ganhos. Lula tem sim recursos para comprar um triplex licitamente. Por que não o fez?

Porque está acostumado desde os anos 1980 a viver de favores e escondendo seu patrimônio, que hora se percebe muitas vezes tem origem condenável e/ou ilícita. Ademais ter um triplex na praia não ajudaria a manter a aura de pobre.

Tudo pelo mito, mas o mito é uma farsa!

A vida de Luis Inácio é uma farsa. E como todo farsante ele acabou acreditando nesta farsa.

Mas vamos nos ater aos autos e as perguntas do magistrado. O que temos? Aparecem toda a hora provas e mais provas testemunhais e documentais de que Lula é tudo aquilo que o acusam de ser, senão mais ainda. Mais corrupto, mais cara-de-pau, mais farsante. Analisemos alguns destes fatos:

1 – Os delatores contam histórias muito semelhantes e facilmente verificáveis. Devemos observar que hoje estas delações vem a tona, pela imprensa, mas quando foram feitas eram pessoas distintas que estavam presas e não tinham contato entre si. Como as histórias são tão semelhantes, se autocompletam e se explicam? Simples porque são verdades.

2 – Muitos destes fatos são comprováveis. Encontros em hotéis, hangares, reuniões, e-mails, mensagens e telefonemas. Podem negar, mas é fácil verificar e, creiam, já foram verificadas e estão nos autos.

3 – Os documentos apreendidos na casa de Lula estavam lá, não foram plantados. Sabe por quê? Porque a polícia só entra para fazer a revista e coleta de provas acompanhada dos advogados de Lula. Imaginem o tamanho da conspiração para que 10 ou 12 servidores públicos (delegados, policiais e promotores) para plantar documentos na casa de Lula. E mais, antes de recolher qualquer coisa é feito um rol, devidamente conferido e assinado pelos advogados de Lula. Vocês acham que se houvesse a mínima chance de contestar ou indicar que um documento foi plantado os advogados de Lula não o teriam feito? Claro que teriam.

4 – Lula foi leviano e jogou para a torcida ao insinuar que os documentos foram lá colocados. Vai ser processado por calúnia e será condenado.

5 – Dois documentos me chamaram a atenção: o contrato assinado por Dona Marisa, conforme laudo da PF e rasurado. O que fez a rasura? Trocou o número do apartamento comprado. Ai está a certidão de compra assinada e adulterada.

6 – É legitimo perguntar sobre o outro documento, mesmo sem estar assinado, sobre a compra do triplex. Pois se eu não quero comprar um imóvel é no mínimo estranho ter em minha posse um documento, ainda que não assinado, de compra e venda, deste imóvel. Teria como explicar? Até teria, embora de forma inverídica.Lula poderia ter dito: Olha Doutor, o Léo Pinheiro me deu o documento, para não chatear o amigo (Léo) disse que ia pensar e joguei o papel num canto. Nem isso o apedeuta conseguiu.

7 – E a cozinha? Duas cozinhas iguais, da mesma empresa, encomendadas na mesma data e pagas pela OAS. Uma para o sítio que não é dele mas comprovadamente só ele usa e outra para o triplex que não é dele? Parem, só não enxerga quem não quer.

Ante todas estas e muitas outras provas que aparecerão quando da sentença, o que fez Lula? Negou, tentou fazer-se de vítima, jogou para a torcida e pôs a culpa no morto, quero dizer, na morta.

Sérgio Moro foi técnico e preciso. E não permitiu que Lula fizesse do depoimento um palanque. Certíssimo!

As provas foram escancaradas Lula se perdeu e não pode negar muitos fatos dos quais já sabia haverem provas robustas, tais como a visita ao triplex e o encontro com Renato Duque.

Fez o que eu e muita gente achava que faria, como dizem os bandidos (da mesma laia do apedeuta) pôs a culpa no morto ou na morta.

Lula não tem caráter e pelo jeito nenhum escrúpulo. Aproveitou o caixão da falecida e seu féretro como palanque. Agora aproveitou a alma dela para por a culpa de seus atos. Alguém esperava algo diferente?

Mas ficaram coisas boas deste ‘embate’, como a postura de Moro e a cada vez mais reduzida mobilização popular em apoio a Lula.

De 50 mil apareceram pouco mais de 5 mil. A maioria a soldo ou obrigada. Foram muitos os relatos de ‘Sem-terra’ que estavam ali obrigados pelos dirigentes do MST e reclamavam das diárias de 15 reais que tinham recebido.

Aliás os dirigentes dos movimentos de esquerda foram para hotéis de luxo enquanto o povão para o acampamento. Olha só a igualdade socialista!

E Lula no avião do mensaleiro!

Está acabando o dinheiro, está acabando a mortadela e esta acabando a cara-de-pau. Hoje é muito difícil defender Lula e qualquer um que preze um pouquinho sua história pessoal não mais o fará.

E cada vez mais minguarão estas hordas de defensores tanto pela robustez das provas como pela falta de dinheiro para comprar os apoios e/ou mortadela. O apoio a Lula só vai continuar, pelo menos por algum tempo, aparecendo nas pesquisas compradas, aquelas que ninguém mais acredita.

Como dizem os franceses Le Roi est mort! Vive Le Roi! (Rei morto, Rei posto!).

Lula é o Rei morto e a esquerda ainda não achou nenhum príncipe, barão ou nobre para substituí-lo. Todos os ‘Nobres’ da aristocracia esquerdista brasileira estão chafurdando na merda que eles mesmo fizeram.

Graças a Deus, a esquerda brasileira está morta, só falta marcar a data do féretro.

E Lula? Lula, o cara-de-pau, o sem escrúpulos, o homem que calunia sua companheira morta. Lula já foi. O povo sabe quem ele é, sabe de tudo que fez. Sabe que é culpado e já o condenou.

Condenou-o ao ostracismo e a irrelevância política. Em breve a justiça o condenará também.

Dias alvissareiros virão em breve, quando o apedeuta irá ‘obrar de cócoras’ em Curitiba.

Le Roi, Lula, est mort et condamné par le peuple!

Vive l’opération Lava-jato! Vive Le Brésil!

15 maio 2017 FULEIRAGEM

SINOVALDO – JORNAL NH (RS)

XICO BIZERRA – JABOATÃO DOS GUARARAPES-PE

Berto,

O hoje marqueteiro preso João Santana, se vossa Reverendíssima não sabe, desde cedo, demonstrava uma tendência precoce para o bilionarismo.

Quando, na década de 60, era parceiro da turma da Tropicália, inclusive do meu parceiro Gereba, ele usava o pseudônimo de Patinhas, personagem bilionário de Walt Disney, para assinar suas composições.

Considerado bom letrista foi parceiro, dentre outros, de Moraes Moreira e Pepeu Gomes.

Era admirado inclusive por Gilberto Gil.

R. Meu caro colunista fubânico, esta é totalmente nova pra eu.

Num sabia disto mesmo. E acredito que muita gente também tá por fora desta faceta do marqueteiro predileto do PT.

Sendo você da área de música, esta é mesmo uma informação interessante.

Só faltou nos arranjar uma composição da autoria deste gênio da propaganda política. Presumo que seja tão bom compositor quanto é um bom marqueteiro.

Tomei a liberdade de acrescentar um foto atual de João Santana à foto antiga que você mandou junto com esta sua carta, onde ele aparece com uma cabeleira que mais parece uma casa de maribondo.

É só pra gente fazer uma comparação:

Veja só as contradições desta vida, meu caro:

Os petistas acreditavam nas mentiras que João Santana falava sobre Lula e Dilma durante as campanhas presidenciais.

Hoje em dia os petistas não acreditam nas verdades que João Santana fala em sua delação.

Coisas da militância vermêio-istrelada de Banânia.

15 maio 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

15 maio 2017 A PALAVRA DO EDITOR

UMA OMISSÃO INEXPLICÁVEL

Há uma sutil diferença entre nós, blogueiros que temos nossas páginas independentes,  e os profissionais pagos para trabalhar nas redações dos grandes órgãos da imprensa, revistas, televisões e jornais.

Eu falei diferença “sutil”???

Então eu errei.

Trata-se de uma diferença enorme, imensa, abissal, gigantesca, piramidal. 

Eu não vou nem me dar ao trabalho de explicar esta diferença, pois os antenados e esclarecidos leitores do JBF já sabem do que se trata.

Começa logo pelo nome: blogueiro é uma coisa e jornalista é outra. 

Blogueiro é dono do seu nariz, trabalha por conta própria e não tem patrão. Já o jornalista é exatamente o contrário.

Eu mesmo, por exemplo, não tenho qualquer amarra, “manual de redação”, recomendação do proprietário ou qualquer outra restrição prendendo os meus dedos quando estou criando no meu teclado. Ao contrário dos redatores de tudo quanto é jornal, revista e noticiário televisivo ou radiofônico da grande imprensa do país.

Estou fazendo estas considerações a propósito de um comentário que foi feito nesta gazeta escrota pelo fubânico petista Professor de Ética, sobre uma postagem na coluna de Joyce Hasselmann.

Ele escreveu o seguinte:

“Jornalistas, em geral, que honram a profissão, não aderem a um lado, uma paixão – devem ser imparciais, isentos. Não é o que Joyce Hasselmann, por exemplo (dentre outros) revela.”

Onde está escrito “dentre outros“, leia-se o safado do Editor do JBF. 

Pra encerrar este palavrório comprido, vou chegar adonde eu queria.

É o seguinte:

Professor de Ética criticou a colunista fubânica Joyce Hasselmann, dizendo que ela como jornalista deveria ser isenta.

Todavia, simplesmente absteve-se de dizer alguma coisa sobre o que ela falou.

A respeito do mérito da postagem, que é a fala de Joyce, nem um pio. Nem uma vírgula. Uma única palavra não foi dada.

Pra quem explica tudo e tudo justifica, quando se trata de assuntos lulos-bostais, uma omissão inexplicável. 

Vale a pena repetir o vídeo.

15 maio 2017 FULEIRAGEM

NANI – CHARGE ONLINE

APOSENTADOS LESADOS POR ADVOGADO VIGARISTA

Na edição do dia 25 de janeiro de 2015, o programa Fantástico, da Rede Globo, exibiu uma reportagem deprimente conduzida pelo competente repórter José Raimundo, diretamente do município de Sebastião da Laranjeira, Bahia, mostrando o drama vivido por trabalhadores rurais simples, analfabetos, que foram obrigados a entregar a metade ou o total dos valores atrasados recebidos de suas aposentadorias a advogados vigaristas, que cuidaram dos seus processos, processos esses movidos contra o INSS, nos quais os advogados, por meio de contratos criminosos, com cláusulas exorbitantes, indo muito além dos percentuais cobrados permitidos por leis, verdadeiros assaltos institucionalizados contra lavradores semianalfabetos e analfabetos.

A reportagem especial do Fantástico contou a triste história de trabalhadores rurais, gente muito humilde, sem nenhuma instrução, que esperou meses, até anos, para receber a aposentadoria a que tinha direito, mas foram roubados na sua dignidade por advogados ladrões que se apropriaram de todos os benefícios atrasados dos aposentados e por isso estão sendo processados pelo Ministério Público Federal (MPF).

Não muito longe do município de Sebastião da Laranjeira da Bahia, num município localizado na Região Metropolitana do Grande Recife (RMR), cinco trabalhadores rurais da Usina São José, em 1997, dos que se tem conhecimento, moveram ação de aposentadoria por tempo de serviços contra o INSS. Conseguiram êxitos depois de mais de treze anos de espera angustiante, mas, infelizmente, não conseguiram receber os benefícios atrasados a que tinham direito, pois o advogado que estava cuidando do processo chegou primeiro, e por meio de Procuração Pública feita em cartório pelos analfabetos e semianalfabetos, estes outorgaram poderes especiais muito estranhos ao advogado da causa, a quem deram autorização para receber junto à Caixa Econômica Federal – CEF, em nome deles, outorgantes, VALORES EM DINHEIRO, ali depositado, pelo Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, em face de PRECATÓRIOS, originado de processo que tramita na Vara Federal, podendo, para tanto, receber, dar quitação, e tudo mais fazer em nome dos outorgantes se necessário for. Um prato cheio para o advogado bandido e sem escrúpulo agir livremente, impunemente, em nome da legalidade travestida de ilegalidade!

Pois este advogado conseguiu passar as patas em mais de duzentos mil reais dos pobres trabalhadores rurais, e até hoje eles perambulam, grogues, trôpegos por aí, a riba e a baixo, a procura de uma resposta do andamento do processo junto ao advogado, e este sem querer lhes atender, até que se descobriu que desde 2010 o advogado da causa já havia sacado toda a dinheirama dos pobres trabalhadores rurais junto à Caixa Econômica Federal – CEF, e esses continuam na miserabilidade que antes, desta vez pior: sem dinheiro, sem esperança de receber a grana já sacada, doentes, e com a certeza de que não vai haver punição ao advogado bandido. Triste país da impunidade!

Leia a matéria clicando aqui

* * *

AMOR DE PICA. AMOR QUE FICA

Uma dentista, de nome Anna Mackowiak, de 34 anos, polonesa, puta da vida por ter sido abandonada pelo namorado, Marek Olszewski, que andava feliz da vida nos braços de outra, resolveu lhe aprontar uma: tempos depois de trocá-la por uma piranha, Marek Olszewski, teve dor de dente em função de um traumatismo em um dos molares e foi procurar a ex para se tratar. Acreditando que poderia manter uma relação civilizada com ela, marcou uma consulta, pois Anna Mackowiak sempre lhe cuidou muito bem dos dentes.

Durante a consulta, Anna teria realizado o procedimento de praxe: sedou o paciente e extraiu o dente ruim.

Teria, se não tivesse mudado de ideia após o procedimento cirúrgico.

Ao ver Marek Olszewski desacordado na cadeira do seu consultório, baixou-lhe o espírito de Bento Carneiro, Vampiro Brasileiro, personagem genial criado por Chico Anísio e pensou: Minha vingança será malígrina. A hora é agora de eu fuder esse fela da puta que me abandonou. E movida pelo ódio, pelo desejo de vingança, a dentista arrancou todos os dentes do ex que ficou com a boca parecendo a tabaca de Xolinha, depois do desengate cachorral.

CULTURA E HONESTIDADE

O presidente da OAB-PE, Ronnie Preuss Duarte, em artigo publicado no Jornal do Commercio do dia 13 de maio de 2017, sob o título Samurais, conta dois episódios interessantes vivenciados por ele em visita há um ano ao Japão.

Conta ele, a certa altura da narrativa que, um certo dia, foi dar uma gorjeta a um carregador de malas, e, para sua surpresa, este se recusou, dizendo ser o seu trabalho, sua obrigação, já sendo pago para fazer o que estava fazendo. Dizendo NÃO à oferta, em inglês!

Noutro caso, conta ele, um taxista que confessadamente havia errado o caminho recusou-se a receber pela corrida, dizendo haver se equivocado e por isso não poderia receber. Resultado: viajou de graça!

Segundo Ronnie Duarte, a primazia do sentimento de permanecer a uma coletividade talvez explique a força de uma nação capaz de surpreender pela velocidade com a qual conseguiu vencer enormes desafios e superar severas crises ao longo de sua história, preservando a cultura da honestidade como um bem primordial.

Diferentemente do Brasil, onde os bandidos atuam de cima para baixo, sem escrúpulos, atingindo em cheio o Poder Executivo, Legislativo (este o pior!) e o Judiciário, que possuem em seus quadros figuras de proa de fazerem inveja a Malcolm Bannister, personagem do romance “O Manipulador”, do romancista americano John Grisham, um ex advogado que começa narrando sua história de dentro do presídio, em meio a mentiras, trapaças e lógicas ardilosas de deixar Lapa de Ladrão com água na boca!

15 maio 2017 FULEIRAGEM

AMARILDO – A GAZETA (ES)

TELMA FAJARDO – MATÃO-SP

Caro Editor,

Solicito a publicação do vídeo em anexo.

Como sei que tem muito cachorrinho sabujo lendo este seu jornal, eles vão adorar as falas do calhorda.

E ainda existem “feministas” filhas das putas que lambem as botas deste canalha, covarde, safado, traidor, mentiroso.

Meus respeitos ao editor e minha repulsa aos vermes petistas.

R. Cara leitora, se tem “cachorrinho sabujo” lendo esta gazeta escrota eu não sei.

Mas antinhas descerebradas costumam nos dá o prazer de suas presenças por aqui.

São poucas, pouquíssimas. Contam-se nos dedos de uma única mão.

Mas são sempre bem vindas, bem recebidas e nos dão uma alegria enorme com os disparates que cagam pelo teclado.

E vamos ao lindo vídeo que você nos mandou.

15 maio 2017 FULEIRAGEM

ELVIS – AMAZONAS EM TEMPO

15 maio 2017 JOSIAS DE SOUZA

É DIFÍCIL PARA DILMA MANTER A POSE DE FLOR DE LODO

15 maio 2017 FULEIRAGEM

OLIVEIRA – CHARGE ONLINE

AGENOR AMARANTES – CAMPINA GRANDE-PE

Seu editor porreta!

Em anexo segue a música “Lamento Cego

Uma toada de Jackson do Pandeiro em homenagem a todos os ceguinhos que participam desta gazeta escrota.

Digo sem medo de errar: o JBF é o melhor blog do Brasil.

Abraços campinenses

15 maio 2017 FULEIRAGEM

NANI – CHARGE ONLINE


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa