14 julho 2017 JOSIAS DE SOUZA

LULA FICOU MAIS PERTO DA CADEIA DO QUE DA URNA

14 julho 2017 FULEIRAGEM

CHICO CARUSO – O GLOBO

MODINHA

Para embelezar esta véspera de final de semana, Carlos José interpreta um clássico da autoria de Sérgio Bittencourt:

14 julho 2017 FULEIRAGEM

LUSCAR – CHARGE ONLINE

14 julho 2017 A PALAVRA DO EDITOR

O INSTITUTO DATA BESTA INFORMA

Tem uma nova Enquete Fubânica no ar.

Não deixe de cumprir o seu inútil dever cívico.

Vá aí do lado direito e dê o seu voto.

Um excelente final de semana pra toda comunidade fubânica!!!

14 julho 2017 FULEIRAGEM

ADNAEL – CHARGE ONLINE

TRÊS MOTES BEM GLOSADOS NA BASE DO IMPROVISO

Poetas repentistas Acrizio de França e Antonio Costa glosando o mote

“Eu nunca deixei de crer
no poder do Criador”.

* * *

Poetas repentistas Hipolito Moura e Jonas Bezerra glosando o mote

“Sepultei as lembranças do passado,
não vou mais padecer por causa dela”

* * *

* * *

Poetas repentistas Louro Branco e Valdir Teles glosando o mote

“É melhor matar de faca,
do que matar desse jeito”.

14 julho 2017 FULEIRAGEM

SINFRÔNIO – DIÁRIO DO NORDESTE (CE)

14 julho 2017 JORGE OLIVEIRA

AL CAPONE SERIA ESTAGIÁRIO NA JBS DOS IRMÃOS BATISTA

Li e reli algumas entrevistas de Rodrigo Janot nos últimos dias. Confesso que nada do que ele disse me tocou, me sensibilizou em relação ao seu trabalho na procuradoria. O procurador-geral da República tem falado friamente sobre os fatos que ocorreram na sua gestão à frente do órgão e em nenhum momento puxou para si a responsabilidade de apurar os crimes da dupla Lula/Dilma. Fez-se distante dos males que os dois causaram ao país, ao contrário do juiz Sérgio Moro que condenou o ex-presidente a nove anos e meio de cadeia. Janot falou do Temer, do Aécio e do procurador Ângelo Goulart, olheiro dos irmãos Batista, preso. Recusou-se a se defender das insinuações que Temer fez de que ele estaria na caixinha da JBS, acusação grave que teria merecido dele uma resposta à altura de quem não tem culpa no cartório. Mas o que se viu até agora foi um silêncio inexplicável de Janot.

Na entrevista ao Estadão, o procurador faz cara de paisagem para os malefícios que a dupla Lula/Dilma causou ao país. Em nenhum momento isto o motivou a investigar os petistas que saquearam os cofres públicos, pois para ele o país só começou a ficar pervertido depois que o Temer assumiu o poder e o Aécio pediu R$ 2 milhões de reais ao Joesley, da JBS. Ora, doutor Janot, o senhor sabe muito bem que quase no final dos seus trabalhos houve uma turbulência dentro do próprio Ministério Público. Muitos dos seus auxiliares – que preferem o anonimato – não gostaram que Vossa Senhoria tivesse dado um salvo conduto aos irmãos Batista em troca da delação premiada.

Quando o senhor diz que uma das condições dos Batista para delação era o perdão total dos crimes, que eles não abriam mão dessa imunidade, está fazendo uma confissão de leniência. Trocando em miúdos: o senhor quer dizer que nem a Polícia Federal e nem os seus procuradores teriam condição de levar a fundo as investigações? É isso? Ora, sabemos todos que a PF está aparelhada tecnicamente para descobrir crimes financeiros como poucas polícias do mundo. E os seus procuradores também estão na mesma condição de eficiência. Portanto, as suas afirmações, doutor Janot, são frágeis, não se sustentam.

O senhor esteve com a mão na botija para chegar aos verdadeiros chefes da organização criminosa no Brasil, sob a orientação dos irmãos Batista, e deixou escapar essa grande oportunidade porque considerou que a gravação, a mala do assessor do Temer, e a gorjeta milionária do Aécio eram revelações suficientes para encerrar as investigações. Os irmãos Batista, senhor Janot, enrolaram o senhor e seus auxiliares. Eles são hábeis negociantes. Não à toa, em pouco mais de dez anos, deixaram seus açougues na periferia das cidades de Goiás para se transformar em bilionários internacionais.

Com a conversa fiada de que o Brasil precisaria de multinacionais no exterior, eles também enrolaram os dirigentes do BNDES e de lá sacaram bilhões para comprar empresas com o nosso dinheirinho e gerar renda e emprego lá fora. Os que não foram iludidos passaram a receber propinas como intermediários das transações para facilitar as negociatas dos irmãos Batista. Entendeu, doutor Janot?

Veja agora os fatos atuais: com a prisão de Geddel, os brasileiros sabem agora que os irmãos Batista fizeram da Caixa Econômica Federal um covil de bandidos. Do banco, eles sacaram mais de 2 bilhões de reais para comprar a Alpargatas, aquelas das sandálias havaianas. O Geddel era vice da CEF à época. Descobre-se, agora, que ele facilitou o negócio ao preço de 20 milhões de reais de propina, como denunciou o doleiro Lúcio Funaro em delação premiada. A pergunta é: os Batista, quando fizeram a delação premiada, contaram essa historinha para o senhor e seus procuradores? Claro que não, doutor Janot.

Cercado por denúncias de todos os lados, os Batista anunciaram agora a venda da Alpargatas para dois grupos econômicos por R$ 3,5 bilhões. Que grande negócio, hein? Que lucro fabuloso para quem apenas transferiu uma bolada de dinheiro de um banco público para comprar uma nova empresa sem precisar mexer um tostão das suas economia.

Pois é, doutor, outros crimes dos irmãos Batista vão começar a aparecer. E serão tantos e tantos que o senhor lá na frente vai ser chamado de ingênuo e os ministros do STF de bobos da corte, pois foram induzidos a ratificar o acordo de delação dos Batista que agora gozam de imunidade plena.

Doutor Janot, se Al Capone fosse vivo, ele e a sua turma de mafiosos seriam estagiários nas empresas dos Batista. Aprenderiam, na bíblia dos irmãos goianos, que o crime no Brasil compensa, mesmo quando os delinquentes são flagrados com os bilhões de reais dos cofres públicos nos bolsos.

14 julho 2017 FULEIRAGEM

LUCIO – CHARGE ONLINE

14 julho 2017 JOSELITO MÜLLER

WILLYS REVOLUCIONA O DIREITO PENAL

BRASÍLIA – O deputado federal Jean Wyllys, se somando a intelectuais do naipe de Dilma Rousseff e Júnior irmão da Sandy, criticou duramente a condenação do ex-presidente Lula, que pegou nove anos e meio de xilindró em ação penal julgada pelo juiz Sérgio Moro.

Wyllys, em vídeo postado na internet, deu uma verdadeira aula sobre dosimetria da pena, fundamentando os motivos pelos quais o magistrado condenou o ex-presidente justamente a nove anos e seis meses.

“SEGUNDO O CÓDIGO DE PROCESSO PENAL, A PENA É DEFINIDA DE ACORDO COM A QUANTIDADE DE DEDOS QUE O RÉU POSSUA. NA ARÁBIA SAUDITA, POR EXEMPLO, QUANDO ALGUÉM É PEGO ROUBANDO, CORTA-SE A MÃO E O ACUSADO NÃO PEGA NEM UM ANO DE CADEIA, JÁ QUE TEVE OS DEDOS CORTADOS”.

O comentário suscitou piadinhas homofóbicas nas redes sociais, mas Jean nem ligou.

Ele declarou à nossa reportagem que “o problema é que o texto da lei é meio complicado e muita gente não sabe interpretar”.

Especialistas em direito processual penal, no entanto, elogiaram a criativa interpretação do deputado, que chamaram de “revolucionária inovação no direito brasileiro”.

14 julho 2017 FULEIRAGEM

PAIXÃO – GAZETA DO POVO (PR)

14 julho 2017 A PALAVRA DO EDITOR

UMA MINA INESGOTÁVEL: DE DINHEIRO E DE VOTOS

Este talentoso picareta que brilha nos vídeos abaixo se auto-denomina “Apóstolo”.

Trata-se de Agenor Duque, um cabra bilionário e bem sucedido em seu empreendimento empresarial, que tem como sócia a sua mulher a “bispa” Ingrid Duque. Aliás, uma galega formosa que tem um belo pé-de-rabo,

Agenor consegue ganhar dos nossos políticos em termos de cara-de-pau e de descaramento. 

Existem milhares de idiotas que enchem de dinheiro os cofres da organização picaretal que Agenor batizou de “Igreja Apostólica da Plenitude do Trono de Deus”.

Durante todas as pregações, no canal de TV a cabo desta “igreja”, aparecem os nomes dos bancos, com números de agências e de contas, onde abestalhados de todas os níveis podem fazer doações: Itaú, Bradesco, Caixa e Banco do Brasil.

Isto fora o que é doado em dinheiro vivo em todas as sedes desta safadeza batizada de “igreja””.

Todos os dias eu dou uma passada pelo canal de Agenor (que aqui no Recife é o Canal 20 da Sky) para reforçar a minha capacidade de ficar espantado com a constatação do altíssimo grau de pilantragem que existe no mundo.

Quem quiser conhecer a “obra” deste cabra, basta clicar aqui.

No vídeo abaixo, Agenor “ressuscita” uma mulher durante o culto.

Os descerebrados que dão dinheiro pra este tipo de meliante são os mesmos que elegem e reelegem Lula e Dilma pra presidência de Banânia.

Como costumava dizer a Velha Menininha, minha saudosa avó, “gente besta e mato é o que mais tem neste mundo“.

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!

* * *

Atenção baitolas, xinbungos, boiolas, frangos, frescos e doadores do orifício pecaminoso de um modo geral: Agenor cura até viadagem!!!!

Vejam:

14 julho 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

14 julho 2017 JOSELITO MÜLLER

MADURO MINISTRARÁ DISCIPLINA DE ECONOMIA E DILMA A DE RETÓRICA

CARACAS – “Se qualifique para o mercado de trabalho. Faça pós-graduação em esquerdismo”.

Com esse slogan, os organizadores da referida pós-graduação pretendem atrair alunos para o curso inédito, que contará com um corpo docente de peso.

O presidente venezuelano Nicolás Maduro confirmou à nossa reportagem que ministrará a disciplina de economia da pós-graduação em esquerdismo.

O curso, segundo os organizadores, tem por objetivo “proporcionar uma formação política e ideológica, qualificada e aprofundada, para lideranças políticas e sociais de esquerda da região sul e do Brasil”.

O corpo docente conta com outras referências da esquerda, que ministrarão disciplinas de suma importância, como é o caso da deputada Jandira Feghalli, que falará sobre microempreendedorismo, uma vez que já foi proprietária de um restaurante no Rio de Janeiro.

A ex-presidente Dilma Rousseff ministrará a cadeira de “retórica e oratória”.

Também confirmaram a presença o presidente nortecoreano, Kin Jong Un, que falará sobre “socialismo e democracia – como ter 100% de aprovação popular”.

“PROCURAMOS FORMAR UM CORPO DOCENTE QUALIFICADO PARA QUE NOSSOS ALUNOS SAIAM DAQUI QUALIFICADOS PARA O MERCADO DE TRABALHO”, DECLAROU O REITOR.

A programação do primeiro dia de aula conta, além das aulas, obviamente, com a eleição do DCE, que só poderá ser disputada pelos alunos que ingressarem no curso com as melhores notas.

A pós custará oitenta mil reais, e não terá vagas para cotistas.

14 julho 2017 FULEIRAGEM

FERNANDO – JORNAL DA CIDADE DE BAURU (SP)

PEDRO MALTA – RIO DE JANEIRO-RJ

Mais uma paródia para animar o próximo final de semana.

Paródia TRIPLEX DO LULA – DESCONFINADOS

“Isso cê num conta” (Bruno e Marrone)

14 julho 2017 FULEIRAGEM

THIAGO LUCAS – CHARGE ONLINE

14 julho 2017 HORA DA POESIA

O NOSSO LIVRO – Florbela Espanca

Livro do meu amor, do teu amor,
Livro do nosso amor, do nosso peito…
Abre-lhe as folhas devagar, com jeito,
Como se fossem pétalas de flor.

Olha que eu outro já não sei compor
Mais santamente triste, mais perfeito
Não esfolhes os lírios com que é feito
Que outros não tenho em meu jardim de dor!

Livro de mais ninguém! Só meu! Só teu!
Num sorriso tu dizes e digo eu:
Versos só nossos mas que lindos sois!

Ah, meu Amor! Mas quanta, quanta gente
Dirá, fechando o livro docemente:
“Versos só nossos, só de nós os dois!…”

14 julho 2017 FULEIRAGEM

DUKE – O TEMPO (MG)


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa