PT TENTA SAIR DA COVA

11 setembro 2017 FULEIRAGEM

NICOLIELO – JORNAL DE BAURU (SP)

11 setembro 2017 PERCIVAL PUGGINA

E O SANTANDER ENCERROU O QUEERMUSEU

Foi cancelada a desrespeitosa mostra de quem exige respeito. Fechou a sectária exibição de quem se diz pela diversidade. Cancelaram a pornográfica exposição que degradava a homossexualidade. Neste último domingo (10/09), o Santander Cultural suspendeu o Queermuseu. Antes tarde do que nunca.

Nas 48 horas anteriores à decisão, a mobilização popular avolumou-se nas redes sociais e constrangeu o Santander a encerrá-la com um explícito pedido de desculpas aos que se declararam ofendidos. Não vou divagar sobre arte porque é um debate fora desta pauta e porque, sobre tais temas, nunca se entenderão artistas, críticos de arte e acadêmicos, seja entre si, seja uns com os outros. Meu interesse tampouco vai para o Queermuseu. O mundo da cultura deve estar aberto às possibilidades da criação humana. Pessoalmente, como não vou a exposições para sofrer, compareço apenas às que me concedem prazer estético. E não seria este o caso.

O que me traz ao tema são as imagens que vi e que clamavam por protesto da sociedade e providência dos responsáveis. Convenhamos, uma exposição aberta ao público infantil exibindo atos de zoofilia, figuras de crianças em sugestões de pedofilia, e desrespeitosas à fé religiosa da maioria da população? A quem se sente discriminado e se declara objeto de preconceito, o tal museu não faz muito para ajudar. Bem ao contrário, num centro cultural importante da cidade, com direito a curadoria, coquetel de abertura e cobertura de imprensa, exibia um mosaico de aberrações.

Como pode exigir respeito quem não respeita os demais? Como pode pretender o devido reconhecimento social quem tolera ter sua diversidade representada por aquelas imagens? Numa inépcia monumental, a exposição favoreceu a atitude oposta. A ação teve o intuito de agredir emocional e espiritualmente, e alcançou o que pretendia – rejeição emocional e espiritual. O presidente do Santander Cultural, hospedeiro do evento, às vésperas da decisão pelo fechamento, ainda insistia em que o Queermuseu “está ancorado em um conceito no qual realmente acreditamos: a diversidade observada sob aspectos da variedade, da pluralidade e da diferença”. Só faltou combinar com o conteúdo.

Tem tudo a ver com este caso a persistência e a intolerância ululantes nas galerias dos parlamentos, em meio a coloridos arcos-íris, sempre que a abordagem de questões de gênero em ambiente escolar infantil e juvenil recebe veto legislativo. Chega a ser molestador, doentio, esse desejo de influenciar a sexualidade infantil dentro de sala de aula com a ideologia de gênero! Pois a mesma suspeitíssima fixação com a sexualidade das crianças compareceu ao evento proporcionado pelo Santander Cultural. Crianças merecem amor, respeito e zelo.

Esclarecimento ao leitor destas linhas: quem pagou a conta desse despautério? Você, claro. Quem mais haveria de ser? O projeto foi desenvolvido pela Lei de Incentivo à Cultura, com apoio do Ministério da Cultura e Governo Federal.

* * *

A Editoria do JBF pede licença ao estimado colunista Percival Puggina para fechar esta postagem com um vídeo e com as observações que estão logo a seguir.

* * *

Apos o fechamento da impressionante, pornográfica e sacrílega exposição, a ex-deputada e ativista política Luciana Genro, ex-PT e atualmente PSOL, deu a sua opinião sobre o fechamento do evento. Opinião que está logo a seguir, junto com algumas opiniões de seguidores seus no Twitter

11 setembro 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

11 setembro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

HERALDO PALMEIRA – SÃO PAULO-SP

Dementes ideológicos

Alguns idiotas passaram o domingo propagando uma mensagem ufanista a respeito da capacidade de Cuba enfrentar catástrofes naturais como o furacão Irma, que assola Caribe e parte dos Estados Unidos.

Apenas mentes imbecilizadas pela ideologia de esquerda patife podem se ocupar em escrever essas baboseiras num momento deste! Pois bem, eu prefiro pensar que, independentemente de viverem sob um regime ditatorial ferrenho, subjugados pela pobreza franciscana, impedidos de votar democraticamente, sem acesso à internet, de entrar e sair livremente de sua ilha-prisão, os cubanos são apenas seres humanos iguais a mim, que agora precisam de proteção e abrigo diante de uma descomunal força da natureza.

Como também o são os dominicanos, haitianos e outros ilhéus das diversas ilhas do Caribe, que perderam tudo, ou gente de qualquer nacionalidade que esteja agora sob ameaça da tormenta ou contabilizando os prejuízos da sua passagem.

Como também o são os norte-americanos, que construíram seu fabuloso status econômico com trabalho duro e incansável, que hoje lhes permite suportar melhor um furacão de dimensões e poder nunca vistos.

Não há dúvida: uma ideologia desonesta quando domina mentes ignorantes é capaz de causar muito mais destruição do que um furacão. Pelo menos, o furacão não é premeditado, desonesto, se anuncia antecipadamente, não trai a dignidade humana, é apenas uma desordem montada pela natureza e condenada a morrer em poucos dias.

Já esses dementes ideologizados, são incapazes de qualquer gesto humanitário, mas sempre prontos a acobertar seus líderes desonestos e tentar fazer propaganda mentirosa em qualquer situação. Não passam de Pilas-Perfeitos Idiotas Latino-americanos. Santo Deus!

Em tempo: desmentindo a mentira ideológica, não existe tecnologia capaz de deter um monstro como o furacão Irma. Parte de Cuba foi inteiramente destruída e milhares de médicos foram enviados para as regiões mais castigadas da ilha-prisão.

Claro, o mundo nunca saberá o número de mortos. É um número ideológico!

Ainda bem que já existem tecnologias capazes de desmascarar as mentiras e os dementes ideológicos. Clique aqui e confira.

11 setembro 2017 FULEIRAGEM

NEWTON SILVA – CHARGE ONLINE

O AMIGO DE TEMER ESTÁ NA GAIOLA PELO QUE FEZ COMO AMIGO DE LULA

Atordoados com as primeiras confissões de Antonio Palocci, que abreviaram o sepultamento de Lula na vala comum dos que acrescentaram a desonra à morte política, os órfãos do chefão tentam exumá-lo usando como pás as malas e caixas de dinheiro guardados no apartamento em Salvador por Geddel Vieira Lima. Eis aí mais um sintoma de confusão mental e idiotia eleitoreira.

Preso de novo neste sábado, Geddel é amigão de Michel Temer e foi um de seus ministros mais influentes. Mas está na cadeia pelas roubalheiras que consumou entre 2011 e 2014, quando, nomeado por Dilma Rousseff, mandou e desmandou na Vice-Presidência de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal. Chegou lá com a bênção de Lula, que ordenara a entrega de outra gazua federal ao aliado que comandara durante três anos o Ministério da Integração Nacional e acabara de ser derrotado na disputa pelo governo da Bahia.

Em julho passado, ao decretar a prisão preventiva do gatuno baiano, o juiz federal Vallisney de Souza Oliveira reservou um trecho do despacho aos “fatos e condutas ilícitas praticados por Geddel Quadros Vieira Lima, em conluio com Eduardo Cunha e Lucio Funaro, quando ocupava a vice-presidência de Pessoa Jurídica, atuando na liberação manipulada de empréstimos a determinadas empresas mediante posterior obtenção de vantagem indevida”.

Segundo a denúncia aceita pelo juiz, o bando fora da lei entrou em ação no momento em que Geddel aterrissou na diretoria da instituição indefesa. A folha corrida do colecionador de maços de cédulas informa que as delinquências começaram antes da era lulopetista e, se o camburão não chegasse, só cessariam com a morte física. Mas o amigo de Temer está na gaiola pelo que andou fazendo como servidor de Dilma.

Os caminhos trilhados pela fortuna encontrada em Salvador, se percorridos no sentido inverso, não levam ao Palácio do Jaburu. Desembocam no gabinete no Palácio do Planalto onde um poste e seu fabricante desgovernavam o Brasil.

11 setembro 2017 FULEIRAGEM

ED CARLOS – CHARGE ONLINE

11 setembro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

EVERALDO DELLA COSTA – ITAPEVA-SP

Meu nome é Everaldo Della Costa, tenho 48 anos, casado, pai de família, tenho uma filha de 12 anos, sou de Itapeva (interior paulista), estou desempregado, depois de 33 anos trabalhando no mesmo escritório, sendo que nos últimos 10 anos atuei como gerente e encarregado de departamento fiscal e lecionava à noite na faculdade.

Procuro um trabalho, administrativo, contábil, fiscal, professor, escritório contábil, setor fiscal, aberturas, alterações, encerramentos, contas a pagar, a receber, faturamento, inclusive preparar documentação para licitação, tenho muita experiencia nessa área.

Quero ser alguém que possa somar na sua empresa, ajudarei em qualquer setor que for necessário ao bom trabalho no todo, pela colaboração e trabalho sempre em equipe, considerando o bom ambiente paz e transparência nos atos praticados.

Caso queira posso enviar meu CV e carta de apresentação, tenho Pedagogia Licenciatura Plena e Técnico em Contabilidade com CRC registrado ativo.

Tenho esperança em Deus que vou encontrar um trabalho, pois preciso muito mesmo, faz 8 meses que estou desempregado.

Em minha casa só não esta faltando fé e esperança para encontrar um novo trabalho o resto esta difícil!!!!

Mas acredito em Deus! E que vou conseguir um trabalho!!!!!

Se for possível me ajudar, agradeço desde já.

Fique com Deus.

Celular: (15) 9-9644-1524 (vivo) FIXO (15) 3524-2424

everaldodc@terra.com.br

R. Pronto, meu caro, está publicado o seu apelo.

Estou torcendo para que você tenha um resultado positivo.

Força, perseverança e sucesso, é o que desejo.

11 setembro 2017 FULEIRAGEM

PAIXÃO – GAZETA DO POVO (PR)

11 setembro 2017 DEU NO JORNAL

FODAS SIGILOSAS

Continuam sob sigilo total os gastos com cartão corporativo de Rosemary Noronha, ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo e amiga íntima do ex-presidente Lula.

O Superior Tribunal de Justiça manteve o sigilo dos gastos do cartão de Rose a partir de 2011, mas o Planalto e a Controladoria-Geral da União não se pronunciaram sobre os gastos anteriores, durante os governos Lula.

Ela foi acusada de tráfico de influência, corrupção e outros crimes.

Após ignorar a Lei de Acesso à Informação, o Planalto alegou que os gastos de Rose são caso de “segurança da sociedade e do Estado”.

A suspeita da Polícia Federal é que a amiga de Lula levava vida de madame, com uso do cartão corporativo inclusive para despesas pessoais.

Entre 2003, quando Lula assumiu, e 2016, quando Dilma caiu, o gasto com cartões foi de mais de R$ 707 milhões (R$ 78,6 milhões por ano).

* * *

O Departamento de Fuxicos do JBF saiu em campo e descobriu um coisa interessante.

É o seguinte:

O segredo mantido pelos serviços governamentais de inteligência, sobre a rapariga que Lula mantinha com dinheiro público, está guardado na pasta “Bucetagens Presidenciais“.

A Editoria desta gazeta escrota tentou manter contato com a ABIN mas até o presente momento não teve retorno ainda.

Rose tinha passaporte diplomático irregular e viajava clandestinamente no avião da presidência, exercitando uma invejável fudelança aérea.

A parelha de amantes vermêio-istrelados que trepava clandestinamente com dinheiro público

11 setembro 2017 FULEIRAGEM

CLAYTON – O POVO (CE)

11 setembro 2017 FERNANDO GABEIRA

BANHO DE RIO, CABEÇA FRIA

LARANJAL DO JARI — Tenho viajado pelo interior do Amapá, divisa com o Pará, para conhecer melhor a região que Temer quer abrir às empresas mineradoras. Não estava satisfeito com o debate. É preciso ver de perto. Tenho falado com geólogos, pilotos extrativistas, garimpeiros, para ouvir suas opiniões.

Devo refletir um pouco sobre algumas experiências decisivas do Amapá. Uma delas foi a extração de manganês na Serra do Navio. A outra é o projeto Jari, do famoso Daniel Ludwig, que aconteceu a poucos quilômetros do lugar onde estou baseado. Elas deixaram um rastro de decepção.

Navegando num calor de rachar, vi algumas pessoas no rio, à sombra de uma árvore, apenas com a cabeça fora d’água. Invejei seu conforto. Gostaria de estar assim no momento em que escrevo sobre a semana no Brasil. É preciso muito sangue-frio para falar de alguns temas, como as Olimpíadas de 2016 e as malas cheias de dinheiro de Geddel Vieira Lima, ou mesmo os diálogos de Joesley Batista.

As Olimpíadas foram desastrosas para a imagem do Brasil. No princípio, argumentávamos que elas foram pensadas num momento de euforia econômica. A chegada da crise iria mostrar ao mundo nossa vulnerabilidade. Depois, surgiu o debate sobre a Baía de Guanabara e a poluição nas lagoas do Rio. Era ingênuo supor que, ao se revelar para o mundo, os observadores não iriam descobrir que ainda estamos no século XIX em termos de saneamento.

Passados os jogos, reacendeu a discussão sobre o legado. Piscinas abandonadas, velódromo em chamas. Percebemos ali que a tendência era perder muitas das construções, algumas delas superfaturadas.

Quando o “Le Monde” denunciou o suborno para que o Rio fosse escolhido, emergiu de novo a figura de Arthur Soares, o Rei Arthur da corte de Sérgio Cabral. Mas o tema caiu num certo vazio. Era muito constrangedor para nós. Alegrei-me quando Malu Gaspar fez um perfil de Rei Arthur na revista “Piauí”. Pensei: agora sim, não só o enigmático personagem viria à tona como vai ficar mais claro o mal que esse gente fez ao Rio e o tremendo desgaste que os dirigentes, eufóricos com a escolha, impuseram à imagem do Brasil.

A Operação Unfair Play, em colaboração com investigadores franceses, confirma a denúncia do “Le Monde”. E mostra que além de Cabral e do Rei Arthur, contaram também com Carlos Nuzman. Os dirigentes esportivos disputam hoje com os políticos quem joga mais baixo a imagem do Brasil. Nuzman está proibido de participar do sorteio das Olimpíadas. A polícia não o deixa mais sair do país. O presidente da CBF também não deixa o país, com medo de ser preso lá fora.

Devem olhar para as cadeiras vazias do Brasil e lamentar como um país de importância internacional tenha chegado a esse ponto. A medalha de ouro no constrangimento nacional foi a descoberta das malas e malas de dinheiro no apartamento usado por Geddel Vieira Lima, em Salvador.

R$ 51 milhões, horas de trabalho contando o dinheiro nas máquinas. A imagem dessas malas cheias de dinheiro correu mundo, um político de segundo escalão no Brasil tornou-se uma espécie de Tio Patinhas. Creio que o melhor caminho para contornar o constrangimento no exterior é o que usamos aqui dentro para nós mesmos: tudo isso está acontecendo porque há uma competente investigação policial, que conta com o apoio da maioria da população.

Os mecanismos de justiça ainda não parecem à altura do desafio quando vemos que Geddel estava solto, sem tornozeleira, porque não havia dinheiro público para comprá-las. A um quilômetro dali, Geddel acumulava dinheiro para comprar todas as tornozeleiras do país. Suspeito que o dinheiro daria para comprar a fábrica. De qualquer forma, o dinheiro foi recuperado, e, segundo ouvi no rádio, Geddel ocupa hoje o sétimo lugar no ranking de maior assalto no mundo.

Ao pensar nas gravações de Joesley Batista, enquanto descia o rio de volta para Laranjal, tive inveja de novo dos meninos mergulhando no rio Jari. A delação de Joesley foi o ponto mais vulnerável da Lava-Jato, e por ele entraram também os adversários que querem enfraquecer o combate à corrupção e deixar tudo como está. Há sempre tempo, numa operação complexa como essa, para reparar erros. O melhor caminho, creio, é o de anular a delação de Joesley, mantendo as provas que ele entregou.

Lula, Dilma e o dirigentes do PT foram denunciados. A situação do partido se agrava, e seguem numa caravana pelo Nordeste que lembra um pouco a Caravana Rolidei, numa espécie de despedida. Apesar de o filme de Cacá Diegues “Bye Bye Brasil” ser mais poético e complexo; por isso foi tão discutido por ensaístas no exterior.

A aposta do PT em negar as acusações, reduzi-las a uma perseguição política, continua de pé. Mas vai transformá-lo em algo mais próximo da religião. Será preciso acreditar neles, apesar de todas as evidências, supor que a crise econômica nasceu com o governo Temer, que os assaltos gigantescos à Petrobras não aconteceram.

Benza Deus, como se dizia em Minas. A semana merecia um banho de rio.

11 setembro 2017 FULEIRAGEM

RONALDO – JORNAL DO COMMERCIO (PE)

BEIJOS PERDIDOS

Se entre nuvens, flutuando, te revejo,
espanto a voz de pensamentos sábios.
E o beijo que me deste, sem ressábios,
deriva à flor do sonho e vem, sem pejo…

Se o ideal que em ti descubro, e o meu desejo,
devem morrer, digo-te agora: acabe-os
a volúpia esperada de teus lábios,
onde, aurora de amor, desponta um beijo!

Ai, e escondes tua alma, de vergonha,
atrás do meu orgulho malferido…
Mais forte, embora, inda suspira e sonha

por ti meu coração cheio de pranto.
E eu conto, amada, os beijos que hei perdido
porque (triste ventura!) te amo tanto!

11 setembro 2017 FULEIRAGEM

VERONEZI – GAZETA DE PIRACICABA (SP)

11 setembro 2017 EVENTOS

É HOJE! – PARA OS FUBÂNICOS DO RECIFE – SETEMBRO AMARELO

Setembro Amarelo é tema de evento na Faculdade dos Guararapes

Neste mês é realizada a campanha de conscientização e prevenção do suicídio chamada de Setembro Amarelo. Com o objetivo de promover o debate e educar a população sobre o tema, Faculdade dos Guararapes realiza, na próxima segunda-feira (11), o evento “Prevenção e Posvenção do Suicídio: Um Assunto Nosso”. Será no campus da Boa Vista com entrada gratuita.

O evento começa às 8h30 com a palestra “Suicídio e Espiritualidade” ministrada por Márcia Slemer, psicóloga especialista em família e ex-aluna da Faculdade dos Guararapes. Ainda pela manhã, será realizado um cinedebate organizado pelos alunos de psicologia da instituição e também serão distribuídos folhetos e cartazes informativos sobre a prevenção do suicídio.

A programação continua durante a noite, quando, a partir das 18h30, acontece a palestra “Suicídio: Um Assunto Para Todos”, ministrada por Josélia Quintas. Ela foi uma das primeiras psicólogas do estado a trabalhar com psicologia hospitalar e é autora do livro “Nos Corredores de Um Hospital”.

Para Mireilly Moura, professora de psicologia da Faculdade dos Guararapes e organizadora do evento, é importante que a prevenção do suicídio seja abordada junto à população pois “temos observado um aumento na quantidade de suicídios e de tentativas no Brasil. As pessoas precisam de informação para que possamos esclarecer tabus e mitos acerca do tema e ajudar aqueles que precisam”.

Local: Av. Governado Carlos de Lima Cavalcanti, nº 155
Data: 11/09
Horário: 8h30 às 12h e 18h30 às 22h
Inscrições: Gratuitas por meio da Coordenação de Extensão

11 setembro 2017 FULEIRAGEM

SID – CHARGE ONLINE

11 setembro 2017 XICO COM X, BIZERRA COM I


http://www.forroboxote.com.br/
PASSAREIO

eu passarinhando,
passeio.
a dor passou
e é só passado …
num passo sem pressa,
passo.
passarinho vou,
vôo,
num feliz passarinhar.
e nem Quintana sou …

SALVE, SALVE
Mário Quintana, Manoel de Barros,
Manoel Bandeira, Pablo Neruda

11 setembro 2017 FULEIRAGEM

ANTONIO LUCENA – BLOG DO NOBLAT


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa