14 setembro 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

14 setembro 2017 DEU NO JORNAL

UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA

Funcionários e aposentados da Petrobrás vão pagar por 18 anos uma conta de R$ 14 bilhões por perdas registradas pela fundação de seguridade social da empresa, a Petros.

O rombo total no caixa a ser coberto é de R$ 27,7 bilhões, parte dele gerada por maus investimentos, alguns investigados pela Polícia Federal na Operação Lava Jato.

* * *

Eu acho que os funcionários e aposentados que vão pagar este rombo deveriam ser só aqueles que votaram em Lula e no PT.

Os demais estariam dispensados do desconto.

Uma medida mais que justa.

“Peraí, seu editô; né assim não; num tenho nada avê cum isso. E oi qui eu num minto!!!”

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

LEONARDO – CHARGE ONLINE

14 setembro 2017 A PALAVRA DO EDITOR

RESPONDENDO O IRRESPONDÍVEL

A coluna de hoje do jornalista Josias de Souza, publicada aqui no JBF com o título de ATAQUE DE LULA A PALOCCI É UMA AUTODENÚNCIA, tá pra arrombar a tabaca de Xolinha.

Um raciocínio perfeito.

Como o texto desenvolve uma argumentação irrespondível, isto significa que está na medida certa pra ser respondido pelo fubânico lulista Ceguinho Teimoso.

Espero que ele não nos decepcione e dê o ar de sua graça para animar a nossa quinta-feira.

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

NANI – CHARGE ONLINE

METAMORFOSE AMBULANTE

Lula explica que Palocci deixou de ser um companheiro exemplar quando resolveu falar a verdade

“Eu ouvi atentamente o depoimento do Palocci. Uma coisa quase que cinematográfica, quase que feita por um roteirista da Globo. ‘Você vai dizer tal coisa, os lides são esses’. Prepararam alguns lides pra ele dizer e ele foi dizendo habitualmente, lendo alguma coisa. Eu conheço o Palocci bem. O Palocci se ele não fosse o ser humano ele seria um simulador. Ele é tão esperto que é capaz de simular uma mentira mais verdadeira que a verdade. Palocci é médico, é calculista, é frio”.

Lula, no depoimento a Sergio Moro nesta quarta-feira, explicando que “o melhor ministro da Fazenda que o Brasil já teve” – como classificou seu ex-braço-direito quando Palocci foi obrigado a deixar o governo por ter estuprado a conta bancária do caseiro Francenildo – transformou-se num homem frio e calculista no momento em que resolveu contar a verdade sobre o ex-chefe.

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

MATUTO NO CINEMA

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

SINOVALDO – JORNAL NH (RS)

14 setembro 2017 JOSIAS DE SOUZA

ATAQUE DE LULA A PALOCCI É UMA AUTODENÚNCIA

Lula não precisa mais de acusadores. Tornou-se um caso raro de autoincriminação. Ele se complica cada vez que tenta se defender. Encrencou-se ainda mais ao desqualificar o companheiro Antonio Palocci, que o acusou de receber propinas.

”Eu conheço o Palocci bem”, declarou Lula a Sergio Moro. “O Palocci, se não fosse um ser humano, ele seria um simulador. Ele é tão esperto que é capaz de simular uma mentira mais verdadeira que a verdade. O Palocci é médico, calculista, é frio. […] Quem sabe ele queira um pouco do dinheiro que vocês bloquearam dele.”

Nenhum outro petista teve mais poder sob Lula do que Antonio Palocci. Nomeado ministro da Fazenda, comandou os negócios do Estado com absoluta liberdade de ação. Depois que o mensalão derrubou José Dirceu da Casa Civil, os poderes de Palocci foram vitaminados. Não fosse pelo escândalo da violação da conta bancária do caseiro Francenildo, Palocci teria sido o sucessor de Lula, não Dilma Rousseff.

Alçada do banco de reservas para a candidatura presidencial, Dilma teve de aturar Palocci como coordenador de sua campanha. Não gostava dele. Engoliu-o porque Lula impôs. Eleita, Dilma ouviu nova exigência: Lula não abria mão de acomodar Palocci na poderosa Casa Civil da Presidência da República.

Dilma manteve Palocci atravessado na traqueia até o instante em que ele engasgou ao tentar explicar o inexplicável patrimônio que amealhara como pseudo-consultor de empresas. Queria afastá-lo nas primeiras manchetes sobre os milhões. Lula retardou a demissão até o limite do insuportável.

Pois bem. Ao esculachar Palocci, Lula praticamente deu razão ao ex-amigo dedo-duro. Só um personagem reles entregaria os rumos da economia do Brasil a “um simulador”. Só um político inconfiável cogitaria lançar à Presidência um “sujeito tão esperto que é capaz de simular uma mentira mais verdadeira que a verdade.” Só um desonesto plantaria na Casa Civil de Dilma um “calculista frio.”

De duas, uma: ou Lula não tem como se defender das acusações de Palocci ou escolheu a cadeia como projeto de vida. A única hipótese que não parece razoável é a manutenção da candidatura do réu ao Palácio do Planalto. Quantos Paloccis Lula acomodará na Esplanada dos Ministérios se for eleito pela terceira vez?

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

MARIANO – CHARGE ONLINE

14 setembro 2017 COMENTÁRIOS SELECIONADOS

DE FATO, NÃO TEM PREÇO

Comentário sobre a postagem TEMER FINALMENTE MANIFESTA-SE EM DEFESA DE LULA

José Crente:

“Ver um petista chamar o Palocci de Bandido não tem preço.”

* * *

Nota do Editor:

Esta alegria de ver um petista esculhambando o petista Palocci merece ser festejada com um lindo dobrado.

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

J. BOSCO – AMAZÔNIA JORNAL (PA)

14 setembro 2017 JOSELITO MÜLLER

TEMER DIZ QUE É INJUSTO CHAMAR PMDB DE QUADRILHÃO

PALÁCIO DO JABURU – O presidente Michel Temer falou no fim da tarde de hoje sobre o epíteto de “quadrilhão” dado ao PMDB, partido ao qual é filiado, em razão da roubalheira generalizada na qual a legenda está envolvida desde a época do Brasil colônia.

VISIVELMENTE CONTRARIADO, O SATANISTA RESSALTOU QUE “EXAGERAR É UM DOS MIL DEFEITOS MAIS IRRITANTES DO BRASILEIRO”.

“Muito me surpreendeu esse nome ‘quadrilhão’, como se nós do PMDB já tivéssemos roubado tudo isso, quando não chegamos nem na marca de um trilhão de reais”, explicou o marido de Marcela.

ELE AFIRMOU QUE “DEVEMOS NOS ESFORÇAR MUITO MAIS PARA FAZER JUS A ESSE APELIDO, MAS NÃO TENHO DÚVIDA QUE EM BREVE CHEGAREMOS LÁ E ATINGIREMOS A MARCA DE UM QUADRILHÃO DE REAIS”.

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

PATER – A TRIBUNA (ES)

14 setembro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

INÊS CASTRUCCI – RIBEIRÃO PRETO-SP

Editor Luiz Berto, 

Uma contribuição para o meu blog predileto.

O Lula politicamente correto ridiculariza os homossexuais.

Receba meu abraço.

Saudações

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

MIGUEL – JORNAL DO COMMERCIO (PE)

14 setembro 2017 JOSIAS DE SOUZA

LULA É CANDIDATO IMBATÍVEL A UMA NOVA CONDENAÇÃO A SER ESTIPULADA POR MORO

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

CLAYTON – O POVO (CE)

14 setembro 2017 DEU NO JORNAL

E A INJUSTA CAMPANHA TEM PROSSEGUIMENTO

A Polícia Federal cumpriu na manhã desta quinta-feira mandado de busca e apreensão no apartamento do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, em Brasília, como parte de investigação conduzida pela Procuradoria-Geral da República.

Também são realizadas diligências em endereços no Mato Grosso e em São Paulo.

* * *

Lula e Ceguinho Teimoso estão cobertos de razão.

Isto é um absurdo.

Esta infame campanha da Polícia Federal, da justiça, da Procuradoria Geral da República, da grande mídia, dos coxinhas reacionários, dos promotores, dos juízes parciais e do Ministério Público contra os homens de bem é insuportável.

Precisamos dar um basta nesta sacanagem!

“Companheiro Lula, estão fazendo comigo a mesma sacanagem que já fizeram com tu. Ainda bem que no JBF tem gente pra nos defender”

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

ELVIS – AMAZONAS EM TEMPO

CAPRICHOU NA POSE DE PERSEGUIDO

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

AMARILDO – A GAZETA (ES)

FADIGA DE MATERIAL

Edson Fachin recomendou à PF realizar uma prisão discreta e sem algemas para Joesley e Saud. O ex-procurador Miller, por ora, está livre da cadeia.

Gostaria de saber por que nossas inselênças togadas, especialmente as dos tribunais “superiores”, têm tanta dificuldade de tratar bandidos como simples bandidos. Que estranha “alergia” é essa a algemas? Por que evitar que esses fulanos sejam mostrados entrando em cana? Que respeito humano merecem esses patifes, que dedicaram vidas inteiras a roubar descaradamente o país e a prejudicar principalmente as pessoas mais necessitadas?

O mínimo que a população roubada, excluída, sacrificada, tripudiada, enganada merece é ver esses vagabundos algemados sendo enfiados na parte traseira de camburões. Exatamente como acontece com qualquer bandido. Exatamente para que essas imagens sejam eternas, enfeitem campanhas eleitorais futuras, mostrem quem esses ordinários realmente são.

Por que a televisão mostra Geddel chorando diante de policiais? Nós choramos antes pelos 34 anos de banditismo dele (carreira de crimes iniciada em 1983, no primeiro cargo público que ocupou), pelos R$ 51 milhões enfiados em malas – e ninguém duvida que isso é apenas parte do butim.

Uso esse exemplo apenas porque é o mais recente. Afinal, Zé Dirceu está solto (pelo Supremo, com voto decisivo de Gilmar Mendes) e cagando goma, como se tivesse moral para chamar alguém de traidor! Afinal, Dilma Rousseff passou anos berrando que era honesta, viajando pelo mundo com despesas nababescas às nossas custas, até finalmente terminar denunciada no processo do Quadrilhão petista e em outros que coroam sua vida medíocre e desonesta.

O patife-mor, Lula da Silva, levou – SÓ DA ODEBRECHT, NO FINAL DO MANDATO, PARA GARANTIR O “FUTURO” – R$ 300 milhões!!! Como bem disse Antonio Palocci, um inquestionável grão-patife petista, um “pacto de sangue”. Obviamente firmado à custa do sangue de muitos brasileiros indefesos, mortos em hospitais moribundos e em ruas infestadas de marginais incontroláveis. Ou vítimas da ignorância endêmica ensinada em escolas de mentira dominadas de ideologia vulgar.

Sarney, Aécio, Renan, Jucá, Collor, Lobão, Jáder, Serra, Cunha, Cabral e que tais passaram a vida posando de bacanas e enchendo as burras com dinheiro sem origem. Michel Temer apodreceu debaixo de denúncias e segue no palácio, cercado de outra parte irremediável da escória, como se não houvesse amanhã!

Depois dessas “amenidades” recorrentes e irritantes escritas em sentenças como essa do Fachin, dos “efeitos laxantes” do Gilmar, ninguém tem o direito de se queixar das teorias de rabinhos presos que começam a ganhar força pelo país. Na verdade, ninguém aguenta mais a forma de agir e a impunidade desses vagabundos da política e suas quadrilhas altamente especializadas. Ninguém aguenta mais esses juízes de tribunais superiores, que são pagos para defender os interesses do país e cada vez mais é o que menos fazem, é bom lembrar.

Está dando fadiga de material. Estamos (a parte que presta do Brasil, que é felizmente a grande maioria) cansados de conviver e sustentar essa corja sem limites. Precisamos punir TODOS e recomeçar a vida. Chega dessa gente ordinária – os bandidos e os que, cúmplices, ainda os defendem! Não precisamos e nem merecemos isso

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

IOTTI – ZERO HORA (RS)

14 setembro 2017 COMENTÁRIOS SELECIONADOS

PORNOGRAFIA INFANTIL, APOLOGIA AO CRIME E AGRESSÃO AOS COFRES PÚBLICOS

Comentário sobre a postagem E O SANTANDER ENCERROU O QUEERMUSEU

Paulo Terracota:

“A maior pornografia é que a Exposição foi paga com dinheiro da lei Roaunet, isso quer dizer que quem pagou esse desrespeito ao bom gosto e aos cristãos em geral, fomos nós os pagadores de impostos.

Quando uma analista financeira do Santander afirmou que a economia petista estava levando o Brasil para o buraco, o Lula exigiu e o Santander demitiu a moça.

Agora chegou a vez de que se sentiu ofendido exigir demissões dos responsáveis por essa agressão aos cofres públicos.”

* * *

Nota da Editoria:

Aqui no JBF, que é um espaço aberto e democrático, foi postado comentário favorável a esta indecência. Uma indecência que o Santander, em boa hora, fechou e, mais que isto, emitiu uma nota reconhecendo a merda que fez e pedindo desculpas.

Este Editor apoia e endossa o protesto do leitor Paulo Terracota.

Apoia também as palavras da jornalista Joice Hasselmann no vídeo abaixo.

O vídeo poderia até mesmo ser publicado na coluna “A Palavra do Editor

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

MYRRIA – A CRÍTICA (AM)


http://orlandosilveira1956.blogspot.com.br/
CADA UM COME O SEU!

O caipira tinha dinheiro de sobra, gostava de ostentar seus carrões, roupas de grife e correntes de ouro, não abria mão de frequentar restaurantes caros. Mas não gostava de passar por jeca – sejamos francos: ninguém gosta de passar por jeca, ainda mais se for jeca.

Certa feita, nosso matuto veio para a capital a negócios. Resolveu jantar num restaurante chique. A desgraça é que ele não tinha a menor ideia do que pedir para comer e beber. Não entendia o que estava escrito, em francês, no cardápio. Escolheu sua mesa a dedo. Ao lado da mesa de um grã-fino.

– Garçom, me traga o prato de sempre – pediu o bacana, frequentador assíduo da casa.

O caipira não deixou por menos:

– Dois.

O bacana pediu ao garçom “o vinho de sempre”.

E o caipira:

– Dois.

Nosso jeca foi nessa batida até a hora da sobremesa. O bacana estava a ponto de estourar. E estourou:

– Garçom, isso aqui está insuportável. Quero o manobrista.

– Dois, pediu o caipira.

– Escuta aqui, cidadão: um manobrista dá para os dois.

O caipira retrucou:

– Nada disso! Cada um come o seu.

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

TACHO – JORNAL NH (RS)

14 setembro 2017 A PALAVRA DO EDITOR

UM FESTIVAL DE HUMORISMO

Esta charge, do talentoso colaborador fubânico Sponholz, reproduz um tolôte que foi cagado oralmente no dia de ontem pelo multi-réu Lula, frente a frente com o juiz.

“Prefiro a morte do que passar para a história como mentiroso”

De fato, se ele levar a sério o que falou, vai ter que adotar a solução Getúlio Vargas…

Até o luleiro Ceguinho Teimoso se riu-se com esta tirada lulaica.

Me digam mesmo:

É ou não é o país do humorismo e da cara-de-pau esta nossa Banânia, única, ímpar, primeira sem segunda no Planeta Terra???

Hein?

Me arrespondam-me, por favor.

Vamos rir, minha gente.

Vivemos em meio a um festival de humor.

Atores talentosos assim feito Lula é o que não falta nesta terra avacalhada.

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

LUSCAR – CHARGE ONLINE

RECORDAR É VIVER

LISBOA. Cada povo tem o furacão que merece. Nos Estados Unidos, é o IRMA. No Brasil, o PALOCCI. Só não se sabe, ainda, qual dos dois fará mais vítimas.

Nessa terça, Lula foi novamente ouvido por Moro. Agora, no processo do Sítio de Atibaia. As coisas vão se complicar, para ele. Ainda mais. Que Palocci já confessou ter sido um regalo da Odebrecht. Aproveito para lembrar passagens da sentença do caso Triplex – que condenou Lula por corrupção passiva. Como teremos em breve, nova sentença do Sítio (e, depois, ainda mais 4), vejamos se a história, como queria Maquiavel (em “O Príncipe”), se repete mesmo. Ou se a razão estaria com Marx (“18 Brumário”), para quem se repete só como farsa.

IRONIA. Antes de tudo, reconhecer haver uma certa ironia, nesses processos. Que a Vara em Curitiba, que condenou Lula, é a 13.

LIÇÕES POR CORRUPÇÃO PASSIVA. Na Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Araucária, PR), a Camargo Correia e a Promon ofereceram propostas acima do máximo permitido pela Petrobrás. E, na Abreu e Lima (aqui em Suape), o mesmo aconteceu com Camargo Correia, Mendes Júnior e Consórcio Techint/AG. Sem razão para que o fizessem. Por já saber que seriam desclassificados. A menos, claro, que fosse uma licitação desde seu início viciada. Para proteger, nos dois casos, OAS/Odebrecht. Empreiteiras são sempre, entre si, boas amigas. As licitações foram conduzidas por Paulo Roberto Costa, Pedro Barusco e Renato Duque. É preciso dizer mais? Agora, nesse novo processo, vamos ter novas lições. Quem viver, verá.

DEMITIDO. José Afonso Pinheiro, zelador do Condomínio Solaris, prestou declarações muito convincentes: “Todos sabiam lá que o apartamento pertencia ao ex-presidente Lula… Os corretores mesmo faziam propaganda… Dona Marisa Letícia se portava como proprietária”. O engenheiro Igor Pontes Ramos, da OAS, mandou que silenciasse. Mas o zelador obedeceu a sua consciência. Falou. E acabou demitido. Pobre José Afonso. A corda sempre arrebenta no lado mais fraco. Coitados, também, dos caseiros daquele Sítio.

ESTATÍSTICAS. Quem quiser apostar sobre como se posicionará o TRF de Porto Alegre, considere seus percentuais nos julgamentos da Lava Jato em sentenças de Moro (Fonte “El Pais”, 13.07). Em 360 pedidos de Habeas Corpus, só 4 concedidos (1%). Em 48 condenações, apenas 5 réus absolvidos (10%). Penas foram aumentadas em 16 casos (30%). E a boa vontade, com o réu de agora, não parece grande. Tanto que já negou o desbloqueio de seus bens. E, sexta passada, também negou pedido para adiamento do interrogatório.

PROVAS. A decisão do TRF de Porto Alegre é relevante, para o futuro. Porque nela se discutirá, pela derradeira vez, as provas nesse processo. Posto que tanto o STJ (Súmula 7), quanto o Supremo (Súmula 279), não admitem “reexame e revalorização de prova”. Se discutirá, nessas outras instâncias, apenas vícios formais. O que quer dizer que, ausentes esses vícios, a Sentença de Porto Alegre (qualquer que seja) deve ser mantida.

E O POVO JULGA? A frase do ex-presidente Lula, “Só o povo tem direito de me julgar”, não parece fazer sentido. Assim fosse e um traficante, candidato a vereador, poderia usar esse mesmo raciocínio. Quando a comunidade o eleger, como se poderia cogitar prendê-lo por vender drogas? Nas democracias, senhores, voto e crime não se misturam. Eleitos ocupam seus cargos, por decisão do Povo. E criminosos vão para a cadeia, por decisão da Justiça.

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

FRANK – A NOTÍCIAS (SC)

14 setembro 2017 COMENTÁRIOS SELECIONADOS

UMA LEITURA QUE NÃO TEM PREÇO

Comentário sobre a postagem TEMER FINALMENTE MANIFESTA-SE EM DEFESA DE LULA

Claudemiro Cajueiro:

“O JBF é repleto de assuntos interessantes: boa música, política, causos, contos, poesias e muito mais.

Agora, ler os comentários sobre os artigos do Goiano não tem preço.”

* * *

Comentário do Editor:

O que não tem preço mesmo é ouvir Lula falando mal de Palocci.

Palocci é médico, é calculista, é frio“, disse Lula ao juiz.

Os  médicos adoraram esta afirmação de Lapa de Réu.

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

BAGGI – CHARGE ONLINE


http://www.musicariabrasil.blogspot.com
HISTÓRIAS E ESTÓRIAS DA MPB

Recentemente tive a oportunidade de trazer aqui mesmo para esta coluna o nome do consagrado instrumentista, compositor e cantor Wilson das Neves. Como foco da primeira abordagem trouxe o início da carreira de Das Neves e compreendi em parte o porquê de um refrão que ele traz consigo como marca registrada: “Ô sorte!”. De fato o instrumentista teve bastante sorte no início de sua carreira artística ao cruzar com nomes precisos e fundamentais para o seu desenvolvimento artístico. Não foi à toa que cerca de seis anos de dar início a sua carreira profissional, Wilson já estava acompanhando alguns dos mais destacáveis nomes da música popular brasileira daquela época. Pautada sempre a partir do samba, de grandes parceiros e execuções que trazem consigo um toque bem característico do artista que hoje vem colhendo os frutos de uma exitosa carreira construída ao longo dos últimos sessenta anos.

Retomando a abordagem biográfica, nos anos seguintes Wilson das Neves diversificou tornando-se também intérprete. Em sua discografia, a estreia se deu em 1996, no álbum “O Som Sagrado de Wilson das Neves“, lançado pela CID com participações de Paulo César Pinheiro e Chico Buarque, agraciado à época com o Prêmio Sharp. De lá pra cá já gravou discos como “Brasão de Orfeu” (2004), “Samba de Gringo 2” (2006) e “Pra Gente Fazer Mais Um Samba” (2010); ingressou na Orquestra Imperial; atuou em filmes e documentários tais quais “Noel – Poeta da Vila“, “O Filho do Futebol” e “Alfavela” (sem contar o documentário “O Samba é Meu Dom”, sobre sua vida e obra feito por Cristiano Abud). Em mais de cinquenta anos de carreira como baterista acompanhou mais de 600 artistas, entre os quais Carlos Lyra, João Bosco, Bethânia, Gal, Emílio Santiago, Nelson Gonçalves, Caetano Veloso, hico Buarque, Elizete Cardoso, Beth Carvalho, Roberto Carlos, Elis Regina, Gilberto Gil, Alcione, Tom Jobim e Miucha, entre vários artistas da MPB além de internacionais como Michel Legrand, Sarah Vaughan, Toots Thielemans e Sean Lennon.

Hoje, aos oitenta anos, o artista vem apresentando o seu novo álbum intitulado “Se me chamar, ô sorte”, lançado em 2013 e que tem entre seus produtores Paulo César Pinheiro. De repertório autoral, o disco contou com faixas como “Samba pra João” (c/ Chico Buarque), “Trato” (c/ Paulo César Pinheiro), “Limites” (c/ Toninho Nascimento), “O dono da razão” (c/ Toninho Geraes), “Se me chamar, ô sorte” (c/ Cláudio Jorge), em que dividiu os vocais com Cláudio Jorge, entre outras. O disco ainda conta com a participação especial da cantora Áurea Martins na faixa “Ao nosso amor maior” (Wilson das Neves e Luiz Carlos da Vila). Além desse disco, em comemoração as oito décadas de vida de Wilson foi lançada também pela editora Multifoco o livro “Ô Sorte! Memórias de Um Imperador” uma breve biografia do grande músico de autoria de Guilherme Almeida. Com este disco conquistou os prêmios de melhor Canção, pela música “Samba pra João” e de melhor álbum de samba pelo disco na 25ª edição do Prêmio da Música Brasileira. Um dos momentos mais belos da Cerimônia de Abertura das Olimpíadas 2016, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, aconteceu justamente com a participação de Wilson.

Tocando samba em um pequeno instrumento musical de couro, que imitava uma caixinha de fósforos, Das Neves mostrou aos quatro cantos do mundo a força do samba brasileiro enquanto o passista-mirim Thawan Lucas da Trindade sambava ao seu lado. “Foi um momento de reverência à verdadeira história da música popular brasileira. Hoje, é aquele papo: muitos nem sabem quem foi Donga, João da Baiana, Wilson Batista… A gente cuida muito dos de fora e esquece os nossos. Santo de casa não faz milagre. Como sou um dos mais antigos, acho que a ideia ali foi “vamos lembrar, vamos ensinar”. Se a música é o nosso CPF, como Das Neves costuma dizer, sem dúvida alguma o músico octogenário é a nossa Receita Federal.

Encerrando a abordagem ao nomes deste já saudoso mestre deixo aqui para os amigos leitores a canção “O samba é meu dom”, uma parceria de Das Neves com Paulo César Pinheiro:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

S. SALVADOR – ESTADO DE MINAS

14 setembro 2017 DEU NO JORNAL

UM PRAZER DA PORRA

Em depoimento na Justiça Federal de Curitiba nesta quarta-feira (13), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o ex-ministro de seu governo Antonio Palocci “mentiu” em depoimento ao juiz Sérgio Moro.

“Eu vi o Palocci mentir aqui”, afirmou.

Lula chamou o ex-ministro de “calculista e frio”.

“Ele fez um pacto de sangue com os delatores, com os advogados deles e talvez com o Ministério Público”, afirmou Lula, em referência ao “pacto de sangue” que Palocci afirmou haver entre Lula e a Odebrecht, incluindo um pacote de propinas de R$ 300 milhões.

* * *

Escutar Lula esculhambar Palocci, de público, oficialmente e no banco dos réus, é uma alegria que não tem preço que pague.

Chega se esporrei-me todinho sentado na poltrona enquanto ouvia na TV.

Um gozo da porra.

Dois petistas de altíssimo escalão trocando tabefes é um prazer inefável.

Isto merece ser celebrado com música.

Vamos ouvir a lulista Beth Carvalho, ilustre petralha, pra começarmos o dia em alto astral.

Canta pra nós, Beth!!!

14 setembro 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

FRANCISCO ALVES

Francisco Alves canta “Silenciar a Mangueira, não” composição de Herivelto Martins e Grande Otelo, em cenas do filme “Berlim na batucada“, de 1944. Nas imagens, aos 1:33” aparecem Procópio Ferreira, Chocolate e Pery Ribeiro (criança).


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa