2 outubro 2017 FULEIRAGEM

MARIANO – CHARGE ONLINE

2 outubro 2017 JOSIAS DE SOUZA

DATAFOLHA INDICA QUE O SACO NACIONAL ESTÁ CHEIO

Os políticos testam cotidianamente os limites de até onde podem ir no desafio à paciência da opinião pública. É como se enxergassem a própria desfaçatez como um teste de resistência para descobrir o ponto exato que antecede a ruptura do saco nacional. Pois bem, o Datafolha sinaliza que, depois da tempestade da Lava Jato, vem a cobrança. Quem não prestar atenção aos dados se arrisca a descobrir o ponto do estouro apenas quando não adiantar mais nada.

Os brasileiros parecem rejeitar a ideia de que o político que ‘rouba, mas faz’ mereça algum tipo de condescendência. A maioria (62%) disse acreditar que a corrupção é mais ruinosa para o país do que a incompetência. Para 80%, a corrupção é inaceitável em qualquer circunstância. E 74% rejeitam a tese segundo a qual ”se um governante administra bem o país, não importa se ele é corrupto ou não.”

Fulanizando a sondagem, os pesquisadores descobriram que 89% dos entrevistados declaram-se a favor de que a Câmara autorize a abertura de processo contra Michel Temer por formação de organização criminosa e obstrução de justiça. E 54% avaliam que os fatos revelados pela Lava Jato são suficientes para justificar a prisão de Lula, condenado por Sergio Moro a nove anos e meio de cadeia.

Preocupados em salvar o próprio pescoço, os políticos demoram a perceber que o sistema que os fabricou morreu. O comportamento de risco e a tendência à autodesmoralização levaram o modelo ao suicídio. A morte poderia ser um enorme despertar. Mas a plateia exala pessimismo.

A despeito de a maioria desejar a prisão de Lula, 66% acham que o pajé do PT não será passado na tranca. Embora a corrupção desperte aversão crescente, apenas 44% dos brasileiros acham que a roubalheira diminuirá. Para a maioria (53%), o assalto ao bolso do contribuinte continuará do mesmo tamanho (44%) ou maior (9%) nos próximos anos.

A sensação de que a política precisa de uma faxina cresce na proporção direta da diminuição da disposição dos políticos de se auto-higienizar. O sistema guerreia pela preservação dos seus valores mais tradicionais: o suborno, o acobertamento, o compadrio, o patrimonialismo, o fisiologismo. O bom senso recomenda a interrupção imediata do teste de paciência. O ponto de ruptura pode estar próximo. O diabo é que culpados e cúmplices demoram a perceber que já encheram o bastante.

2 outubro 2017 FULEIRAGEM

MÁRIO – TRIBUNA DE MINAS


www.cantinhodadalinha.blogspot.com
DUAS GLOSAS

“No mundo da poesia
Sou verso solto no ar”

Mote de Souza Filho

Eu sou Dalinha Catunda
Filha de Neuza e Espedito
O meu trabalho é bonito
É fonte que em mim abunda
Com dedicação profunda
Deixo a musa me emprenhar
Para meus versos gerar
E depois parir magia
“No mundo da poesia
Sou verso solto no ar”

Dalinha Catunda

Eu sou Rainilton Viana
Fí de Bastinha e Sivoca
E a poesia me toca
E me deixa tão bacana
Trabalho toda semana
Pra poder me sustentar
E também poder comprar
O meu pão de cada dia
“No mundo da poesia
Sou verso solto no ar.”

Rainilton de Sivoca

2 outubro 2017 FULEIRAGEM

SINOVALDO – JORNAL NH (RS)

2 outubro 2017 DEU NO JORNAL

COMEMORAÇÃO APRESSADA

Lindbergh Farias, neste domingo, comemorou a pesquisa Datafolha, que mostrou Lula com 35% do eleitorado.

Ele disse para a coluna Painel:

“Os que diziam que Lula estava morto depois de Palocci devem estar arrancando os cabelos”.

A mesma pesquisa, nesta segunda-feira, apontou que 54% dos brasileiros querem ver Lula preso.

Lindbergh Farias deve ter ficado careca de ontem para hoje.

* * *

Pesquisa do Datafolha… Hum…

Imaginem se fosse pesquisa do DataBesta.

E aí, Lindinho Babaca, como é que fica?

A pesquisa tá toda correta e espelha a realidade ou tem alguma coisa errada?

O percentual menor, Lula Lá, tá certo, e o maior, Lula Lá na Cadeia, tá errado?

É isto?

Estamos diante de mais um caso de perseguição caluniosa da grande mídia golpista e reacionária em cima do homem que é mais honesto que Jesus Cristo?

Hein?

Responde aqui pra nós, Lindinho.

“Qui pesquisa da porra é essa, Lindinbergue???”

2 outubro 2017 FULEIRAGEM

DUKE – O TEMPO (MG)

VULCÃO

Toda a harmonia que arde no meu peito
iluminando a minha solidão
há de explodir como um vulcão desfeito
em lágrimas de estranha floração.

E as lavas de um silêncio contrafeito,
transformadas em cinzas, voarão
sobre as flores sem ódio, e sem despeito,
de meu amargurado coração.

Enfim compreenderás esta amargura…
E hás de ver meu amor, por fado adverso,
na esperança que nasce da loucura,

na ternura que ondeia entre os abrolhos,
na dolência cansada de meu verso
e na poesia que arde nos meus olhos!

2 outubro 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

JUÍZA DECLARA TER NOJO DE POBRES, PRETOS E DESOCUPADOS: GENTALHA! GENTALHA! GENTALHA!

A juíza Iedada Cristiniana Chinguiling-San Filizola do Tribunal de Justiça de Capão Redondo tomou uma decisão sensata, condizente com sua condição de magistrada exemplar na aplicação da lei: sem abuso de autoridade, deu voz de prisão contra um cidadão Zé Ruela que andava perambulando em área do perímetro do Fórum considerada de segurança máxima pela KGB, pegando tanajuras-manteigas, pois havia muitas esvoaçando naquele recinto proibido às pessoas estranhas e animais exóticos.

COMO ESTAVA COM MUITA FOME, POIS TINHA PASSADO O DIA A PÃO E ÁGUA DA BICA, RESOLVI PEGAR UMAS SAÚVAS PARA COMER, POIS ME DISSERAM QUE ELAS POSSUEM MUITAS SUSTANÇAS NA BUNDA – DECLAROU O ESTRANHO DESEMPREGADO.

O desconhecido e suspeito, negro, pobre e faminto, de Curitiba, estava ali na área do perímetro do fórum catando umas moedinhas de 0,5 e 0,10 centavos jogadas pelos servidores do terceiro poder para comprar uma passagem de regresso à cidade natal.

Com esse objetivo, foi ao prédio tentar apoio da Defensoria Pública, mas não conseguindo. Desorientado, ficou perambulando pela calçada e acabou sendo preso pelos policiais forenses por ordem expressa da juíza chiguilim.

A caridosa Defensora Pública Mariana Campos de Lima tentou interceder, em vão, contra a prisão cautelar decretada pela magistrada contra o meliante e gravou a cena. Insensível, a juíza ainda notificou a Defensoria, proibindo a publicação do vídeo.

Ao criticarem a atitude da magistrada, internautas destacaram a inversão de valores inerente ao sistema jurídico brasileiro, que, ao invés de assistir os mais necessitados, costuma desampará-los, jogando-os na vala dos mulambados.

O perímetro do Fórum é mais importante e respeitado do que um ser humano. Isso representa a decadência do judiciário, criticou Jorge Santos Dentão, um transeunte desempregado, ex vendedor de cachorro-quente da JBS e agora sucateiro.

“24 horas detido por estar nas proximidades do Fórum. Enquanto os que estão lá dentro, que supostamente deveriam nos defender, estão rindo da nossa cara. Realidade brasileira nua e crua”, desabafou Américo Vespúcio Regada, outro ex desempregado, ex mendigo e agora contribuinte de imposto de renda descontado do seu gordo salário mínimo para sustentar os magros salários dos homens e das mulheres togados do terceiro poder.

A VIDA É ASSIM MESMO: UM DIA É DA CAÇA, NO OUTRO, É DO PESCADOR, SE O RIO NÃO ESTIVER SECO – DESABAFOU O CONTRIBUINTE DESILUDIDO.

2 outubro 2017 FULEIRAGEM

NANI – CHARGE ONLINE

A ESPERANÇA NA CRIANÇA

Ser criança sem infância
Pra mim foi realidade
Pois desde muito pequeno
Que a educabilidade
Ao garoto era aplicada
E a lição mais ensinada
Era ter dignidade.

Eu com seis anos de idade
Não pegava no pesado
Nem trabalhava de enxada
Nas lavouras do roçado
Porém durante a semana
Servia de cerca humana
No pastoreio do gado.

Não fui escolarizado
Como deveria ser
Porque quem nasce na roça
Não depende do querer
Já que a escola era rara
Tinha que meter a cara
Pra’lguma coisa aprender.

Os pais sentiam prazer
Em ensinar aos seus filhos
Que é com honestidade
Que se adquirem brilhos
E é através do trabalho
Que se encontra o atalho
Pra por a vida nos trilhos.

E não causava empecilhos
Toda aquela rigidez
Pois o rigor evitava
Que errasse a primeira vez
Pra não ficar viciado,
Porém hoje isso é chamado
De burrice e estupidez.

Imagino que talvez
A educação de outrora
Mesmo sendo rigorosa
E considerada caipora
Por fazer muita cobrança
Mas, educava a criança,
Melhor do que educa agora.

Clique aqui e leia este artigo completo »

2 outubro 2017 FULEIRAGEM

CLAYTON – O POVO (CE)

2 outubro 2017 DEU NO JORNAL

AQUI EM RIBA NÓS SOMOS A BANÂNIA RICA E BEM INFORMADA

No Sudeste, 65% dos eleitores querem ver Lula na cadeia.

No Sul, o número cai ligeiramente: 61%.

O condenado só se dá bem no Nordeste: apenas 34% dos nordestinos entrevistados pelo Datafolha querem que ele seja preso.

O resto defende a impunidade.

* * *

Claro que os números aqui do Nordeste tinham que ser diferentes lá do Sul e do Sudeste.

Aqui nós valorizamos os políticos honestos, sérios, honrados, éticos e que moram em imóveis comprados com o seu duro trabalho de lavrador ou de torneiro mecânico.

E, também, ao contrário lá daquelas bandas de baixo, aqui em cima nós somos um território desenvolvido, rico,  alfabetizado, consciente e bem informado. Não trocamos votos por sanduíche de mortadela.

É só olhar pro Maranhão e pro Piauí.

Por isso queremos que Lula permaneça livre, leve e solto.

Já naquelas regiões pobres e atrasadas como São Paulo, Paraná e Santa Catarina, os malvados querem ver Lula preso.

Lula não vai ser preso porra nenhuma!

Nós vamos elegê-lo novamente. Com Renan Calheiros de vice. Assim como Dilma foi eleita tendo Temer como vice.

Lá em Palmares, terra de um eleitorado altamente politizado e consciente, o meu conterrâneo e amigo Sibiu, bancando o Profeta Moisés, já está em plena campanha na zona rural, no engenho Cu-de-Mundo, rebanhando os eleitores de Lula.

Confiram no vídeo abaixo:

2 outubro 2017 FULEIRAGEM

J. BOSCO – AMAZÔNIA JORNAL (PA)

ARTE E PORNOGRAFIA

Bancária aposentada, filiada a um partido de esquerda, viajando duas vezes por ano ao exterior, esposa do assessor de um vereador com pensamentos socialistas, dois carros na garagem, andando vestida em roupas de marcas, frequentadora de academia e bons restaurantes, algumas plásticas no rosto onde uns óculos “comprados em Miami” acentuam seu rosto redondo… enfim, todas as noites na pracinha do condomínio ela se exaltava defendendo as suas convicções políticas e pessoais.

Suas vizinhas toleravam a sua permanência ali discutindo com o grupo, e ficavam caladas, por pura educação. Afinal, ela tem a pretensão dos tolos querendo duas coisas. A primeira: ser dona da verdade. A segunda: sua verdade devendo prevalecer sobre todas as outras opiniões.

Uma coisa é certa. Ela não sabe lidar com divergências de pensamentos, muito embora em seu discurso haja sempre a advertência do respeito ao pensamento diferente.

Daí veio a polêmica Queermuseu do Santander, e ela chegou sentando-se bem no meio da conversa. Suas vizinhas estavam alarmadas com o conteúdo da tal exposição. Ela já foi logo tomando a palavra.

– Sociedade hipócrita! Qual o problema de nossas crianças frequentarem a exposição? Do que vi, vi apenas arte. Não vi nada de anormal. Eu levaria a minha neta tranquilamente, se a exposição andasse por Natal.

De onde estavam os homens ouviram e perceberam os ânimos se exaltando. Ela defendendo a livre expressão e a exposição Queermuseu como arte, e as suas quatro vizinhas, que naquela noite resolveram enfrentá-la, debatendo com afinco um juízo contrário.

A discussão chegou ao fim quando ela ficou de pé, quase ameaçadora, e gritou “todo nu é belo e natural, suas mentes sujas”, e saiu depois de um gesto ríspido de cabeça acrescentando “vocês tentem aprender a respeitar o direito e a liberdade dos outros. Retrógradas!”, e já entrava no prédio, virou-se para gritar:

– É arte!

O condomínio inteiro soube da querela.

Quando o vizinho de garagem deixou seu carro parado por cinco dias, coberto com fotos da G Magazine e de animais em coito explícito, o Síndico recebeu uma reclamação por escrito.

No documento se alegava “as fotos pregadas no veículo são uma afronta à inocência das nossas crianças, despertando-lhes curiosidades não próprias às suas idades, fato que gera uma série de perguntas constrangedoras aos pais e avós, iguais as da minha neta que nos visitou no domingo”.

Encerrava exigindo advertência e multa ao proprietário do veículo pela exposição pública de material pornográfico.

O Síndico gargalhava mostrando o documento assinado por ela. “Justamente por ela. Por ela!”

O vizinho retirou as fotos, trocando-as por uma cartolina cujo conteúdo escrito era “Já?”.

Há duas semanas ela não desce para debater na pracinha do condomínio.

2 outubro 2017 FULEIRAGEM

PAIXÃO – GAZETA DO POVO (PR)

UM TESOURO ESCROTAL QUE TODO MUNDO LÊ

Comentário sobre a postagem ALAMIR LONGO – QUARAÍ-RS

Bruno Mota:

“Faço minhas as palavras de Alamir.

Descobrir o Besta Fubana, para mim, foi achar um tesouro.”

* * *

2 outubro 2017 FULEIRAGEM

VERONEZI – GAZETA DE PIRACICABA (SP)


http://www.forroboxote.com.br/
ANJOS E PÁSSAROS

Em tempos de tanta música descartável, minha modesta – mas sincera homenagem ao músico que junta seu instrumento ao peito e saí por aí alegrando almas, corações e mentes do povo brasileiro: o Sanfoneiro:

Num salto profundo
Altura tantas de tantos tons
A sanfona agarra-se ao peito do sanfoneiro
Feito asa, feito pássaro,
Voam juntos
Ele e ela.
E das asas nascem as notas, bemóis,
Brotam sustenidos
Também flutuantes,
Sonoras avoantes
De xotes e baiões
E de tudo o mais que há.
Na leveza do voo
Prende-se, cada vez mais,
À caixa dos peitos,
A sanfona de cores tantas
Quanto os sons que dela saem.
Num pulo sem partituras,
Sem partes, Parto sem dor,
Num pulo de porte
Perto dos deuses que sabem voar,
Flutuam
Qual anjos e passarinhos …


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa