Preocupa o PT a intenção da ex-presidente Dilma de disputar vaga no Senado por Minas Gerais.

“Dilma continua a mesma elefante em casa de louças”, diz um dirigente petista que foi ministro de Lula, usando o vocábulo masculino do paquiderme.

“É tão estupida que não merece o feminino”, xingou.

Ele teme que a ex-presidente atrapalhe a tentativa de reeleição do governador Fernando Pimentel, já cheio de problemas.

Enrolado na Justiça e precisando focar na reeleição, Pimentel tem mais este rolo pela frente: devolver a elefanta Dilma a Porto Alegre.

O PT já não dissimula a rejeição interna a Dilma, a começar por Lula, que culpa a ex-presidente por tudo de ruim que aconteceu ao País.

* * *

O dirigente petista falou com profundo conhecimento de causa ao chamar Dilma de “elefante”.

O fato é que houve uma promoção e tanto!

A quadrúpede criada por Lula foi promovida de Vaca Peidona para Elefanta Cagona.

O ponto comum é que, tanto como vaca, quanto como elefanta, ela continua sem cérebro.

Tão descerebrada quantos os que votaram nela pra presid-Anta.

3 Comentários

  1. Sr. Editor, como ferrenho defensor dos animais acho injusto V. Sa. escrever a respeito da ex-PresidAnta que “tanto como vaca, quanto como elefanta, ela continua sem cérebro.”
    Saiba V. Sa. que o elefante é um bicho dotado de uma inteligência admirável e que só não fala para ninguém mandá-lo dar recados. Já aquela descerebrada que Luladrão deve ter descoberto em algum depósito de entulho é incapaz de contar de 1 até 2 sem usar os dedos, além de não conseguir colocar sujeito, verbo e predicado numa simples frase.

Deixe o seu comentário!


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa