O JOGO

Cena ocorrida no caminho do século passado, meados da década de 60. Numa cidade do interior nordestino,. Seu Messias, comerciante e religioso fanático, sabia a Bíblia decorada, e gostava de pregar a palavra de Deus a toda hora. Falava difícil e gostava de impressionar os ouvintes, usando sempre palavras desconhecidas, tiradas do dicionário. As pessoas simples, que o escutavam, não entendiam nada.

Era convencido de que o homem mais santo, mais honesto e mais inteligente do mundo era ele mesmo. Acima dele, só havia Jesus Cristo. Gabava-se de respeitar a lei e tinha horror a jogo de azar, principalmente ao jogo do bicho. Sabia que, de acordo com a lei, jogo de azar era contravenção penal. Gostava de dizer que o seu dinheiro era fruto do trabalho honesto. Ficava no balcão da sua mercearia, das 7 horas da manhã às 5 da tarde. Ia em casa almoçar ao meio dia e antes das 2 estava de volta.

Certa manhã, entrou no seu estabelecimento comercial um cambista chamado Chicão, com o talão de apostas na mão, insistindo para que ele jogasse no bicho:

– Seu Messias, faça aqui uma aposta no bicho, pra me ajudar! Meu talão ainda está inteiro… Tenho um palpite pra hoje, e tenho certeza que vai dar Galo, 13. Tive um sonho de ontem pra hoje e quando eu sonho, é “batata”! .

Seu Messias danou-se de raiva e disse uns desaforos ao cambista:

– Rapaz, como é que você tem um atrevimento desse? Adentrar ao meu estabelecimento comercial, propondo-me que cometa uma contravenção penal!! Jogo do bicho é contra a lei e coisa do Satanás! Eu sou um homem temente a Deus e um cidadão íntegro! Tenho princípios morais!!! Você me respeite!!!

O cambista não conseguia entender o motivo de tanta indignação. Afinal, muita gente boa da cidade jogava no bicho, abertamente. E ainda insistiu:

– Estou precisando de dinheiro pra feira, seu Messias. Meu trabalho de cambista é o que me sustenta. Jogue, ao menos pra me ajudar!

O comerciante, para se ver livre do cambista, e também para ajudá-lo, deu-lhe 5 cruzeiros, e pediu que fosse oferecer jogo a outra pessoa.

O cambista saiu encabulado e nem sequer agradeceu os 5 cruzeiros.

No final do expediente, Chicão entrou novamente na mercearia e foi recebido pelo comerciante com “quatro pedras na mão”:

– Não acredito que você voltou aqui para me encher o saco novamente!

E o cambista, sorrindo, respondeu:

– Seu Messias, o bicho foi GALO e o senhor ganhou na milhar!!!

Perplexo, o comerciante perguntou:

– Como ganhei, se nem ao menos joguei?!!!

Chicão respondeu:

– O senhor ganhou na milhar. do Galo. Já trouxe seu prêmio. Com aquele dinheiro que o senhor me deu, fiz uma aposta pequena pro senhor e ainda fiz uma feirinha..

Seu Messias, fingindo indignação, rapidamente, respondeu:

– Para não ser grosseiro com o distinto, vou receber este vil metal, mesmo contra os meus princípios morais!

E, por curiosidade, perguntou:

– Que sonho foi esse que você teve?

Orgulhoso por saber interpretar sonhos, Chicão respondeu:

– Eu sonhei que estava trepado num coqueiro, tirando coco. Um coco, quando a gente parte, vira duas quengas. Quenga é “mulher da vida”. “Mulher da vida” é galinha. E quem gosta de galinha é GALO!!! Foi o meu palpite do dia!

Seu Messias deu uma pequena gratificação a Chicão e nunca mais deixou de jogar no bicho.

13 comentários

Pular para o formulário de comentário

    • Itaerço Bezerra em 11 de Maio de 2018 às 07:18
    • Responder

    É minha querida amiga Violante o “vil metal” é mesmo irresistível, assim como é irresistível seus textos, eu não resisto e ainda recomendo.
    Um forte abraço minha amiga

    Itaerço
    Imperatriz-ma

      • violante Pimentel em 11 de Maio de 2018 às 10:13
      • Responder

      Obrigada pela gentileza do comentário, prezado poeta Francisco Itaerço! Sinto-me feliz, em saber que você aprecia meus textos. Por coincidência, sou sua fã, “de carteirinha”.

      Um grande abraço, querido amigo!

      Violante Pimentel

  1. Em que pese o Jogo do Bicho não ser um crime, mas uma Contravenção Penal, que é basicamente um “CRIME ANÃO”, ele ainda é altamente tolerado por autoridades e praticado em qualquer esquina, com resultados sendo até publicados em lotéricas e anunciados no rádio. Isso porque a indústria por trás do Jogo do Bicho envolve desde políticos escrotos de alto escalão até escolas de samba que desfilam garbosamente nas avenidas da vida. É sacanagem de tudo quanto é lado!!!

    Infelizmente, este jogo que está tão intimamente envolvido com a cultura Brasileira por mais de um século, já não é um jogo inocente há bastante tempo. Ele está conectado com crimes como lavagem de dinheiro, corrupção e tráfico de drogas. Alguns políticos sem o menor escrúpulos e advogados de porta de delegacias argumentam pela legalização do Jogo do Bicho, exatamente para destruir toda a indústria de atividades ilegais por trás dele – tudo isso é conversa mole desses picaretas – e assim, quem sabe, fazer com que o Bicho volte a ser aquele jogo divertido e inocente do Jardim Zoológico que diverte e dá esperança a milhões de brasileiros pidões desdentados fãs do bolsa esmola do Lula. Muitos desses, deixam de comprar um quilo de arroz ou um quilo de farinha para aventurar em um jogo que o ponteiro da roleta só pende pro lado do banqueiro.

    P.S.: – NUM PAÍS EM QUE TEM LEIS QUE PEGAM OUTRAS NÃO, TÁ ESCRITO NO PAPEL QUE A PUNIÇÃO PELO ENVOLVIMENTO NO JOGO DO BICHO, COMO É UMA CONTRAVENÇÃO PENAL, É DE APENAS 3 MESES A 1 ANO DE PRISÃO. DESCONHEÇO EM TODO SÉCULO XX E NESTES 18 ANOS DO XXI ALGUÉM PRESO POR SER CAMBISTA OU ARRISCADOR DE PALPITES EM UM JOGUINHO “INOCENTE”…

      • violante Pimentel em 11 de Maio de 2018 às 10:31
      • Responder

      Obrigada pelo comentário, prezado colunista Altamir Pinheiro! Também nunca vi um apostador do jogo do bicho ser preso por ter jogado. Mas já vi bancas de bicho fechadas pela polícia, e os bicheiros ricos todos presos, inclusive os familiares que administravam as “bancas”. Não adiantou nada. O jogo do bicho continua funcionando abertamente, tal qual as loterias da Caixa Econômica. Já faz parte da cultura popular. Joga quem quer.

      Um abraço!

    • Aristeu Bezerra em 11 de Maio de 2018 às 09:45
    • Responder

    Violante,

    A crônica sobre o jogo de bicho nos remete ao costume de sonhar para jogar e conquistar o prêmio. Conheço pessoas que sonhavam e algumas vezes ganhavam. Quando não tinham êxito, argumentavam que não souberam decifrar corretamente o sonho. Muito interessante a interpretação do sonho de Chicão. É significativo como o sexo é importante para o bem-estar, pois o cambista ao fazer a análise relacionou quenga com “mulher da vida” sendo bem sucedido. Parabéns por mais um excelente texto. Valeu!

    Saudações fraternas,

    Aristeu

      • violante Pimentel em 11 de Maio de 2018 às 10:42
      • Responder

      Obrigada pelo gratificante comentário, prezado Aristeu Bezerra! O jogo do bicho faz parte da cultura popular, A interpretação de sonhos, às vezes, é hilária. As loterias da Caixa Econômica Federal também são jogos de azar. Mas o povo mais simples é viciado mesmo é no jogo do bicho. No interior, o resultado do jogo do bicho é esperado com euforia…Quando há muitos ganhadores, a banca “quebra”…rsrsrs.

      Um abraço!

      Violante

  2. Prezada colunista,

    É PRECISO QUE SE DIGA QUE UM PERCENTUAL DO VALOR ARRECADADO NAS LOTERIAS DA CAIXA TÊM UM VIÉS SOCIAL, INCLUSIVE NOS ESPORTES OLÍMPICOS…

    • violante Pimentel em 11 de Maio de 2018 às 10:49
    • Responder

    É verdade. Mas não se compara o valor da arrecadação das apostas das loterias da Caixa, com o valor arrecadado com as apostas do jogo do bicho, Há uma diferença grande.

  3. CORRIGINDO: O correto é TEM e não TÊM…

    • Diana em 13 de Maio de 2018 às 06:37
    • Responder

    Excelente cena!
    Ótima semana.
    Beijos.

    • Diana em 13 de Maio de 2018 às 10:27
    • Responder

    Obrigada, querida Diana!
    Ótima semana para você também!

    Beijos.

    • Disterro Palitot em 19 de Maio de 2018 às 23:03
    • Responder

    O cambista foi honesto e seu Messias bem que devia ter reconhecido isto kkkk agora o melhor foi o labirinto para decifrar o sonho kkkkkkkkkkkkkkk gargalhei, porém no final, foi lógico e certeiro. Beijos

    • Violante Pimentel em 20 de Maio de 2018 às 08:02
    • Responder

    Obrigada pelo comentário, amiga Disterro Palitot! O cambista foi honesto e inteligente. Conseguiu mais um viciado no jogo do bicho!!! kkkkkk A interpretação do sonho foi hilária…

    Beijos e um ótimo domingo!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.