A CHIFREIRA VERMÊIA-ISTRELADA VOANDO NAS ASAS DA PROPINA

Investigadores ligados à Lava Jato suspeitam que os pagamentos de propina da TAM à senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) podem estar ligados à decisão do governo Dilma Rousseff que favoreceu empresas aéreas.

Com a decisão do Ministério do Planejamento, cujo titular era seu marido Paulo Bernardo, o governo federal passou a fazer compra direta de passagens aéreas, dispensando as agências de viagem. 

Segundo a Polícia Federal, Gleisi recebeu R$1,3 milhão em propinas.

Somente a antiga TAM (hoje Latam) pagou R$ 345 mil.

O governo não economiza com a compra direta de passagens, mas as empresas aéreas economizam comissões às agências de viagem.

Desde a decisão do Planejamento, as empresas aéreas são os únicos fornecedores do governo pagos à vista, usando cartões corporativos.

Além da venda direta e do recebimento à vista, as aéreas nem precisam recolher na fonte o imposto de renda, CSLL e PIS/Cofins.

* * *

Eu tô com pena de Gleisi porque aqui no JBF ela não terá direito à defesa do fubânico petista Ceguinho Teimoso.

Em se tratando de fêmeas vermêio-istreladas, Ceguinho é um mulherófobo da porra, não se dando nunca ao trabalho de defender a Amante Chifradeira, ou até mesmo a ex-presid-Anta Vaca Peidona.

Pro Ceguinho só interessa mesmo defender o seu Deus Lula, sua paixão, seu ídolo, seu farol e seu guia.

Pra que Gleisi não fique muito triste, este Editor oferece a ela uma linda interpretação da música “Leviana“, com o saudoso Reginaldo Rossi.

2 comentários

    • C Eduardo em 21 de maio de 2018 às 10:01
    • Responder

    Paty Not Set do Alferes, 21/05/2018

    MULHERÓFOBO!!!! Isso é um novo vernáculo fubânico? Ceguinho vai ser preso por discriminar as damas petistas. Ele é lullista, mas não é petista.

    • João Francisco em 21 de maio de 2018 às 10:59
    • Responder

    A “Amante” não passa deste ano.

    Não será reeleita.

    Ainda que se candidate a deputada.

    Depois cai na mão do Moro.

    Tic tac tic tac….

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.