CORAÇÃO

Meu coração sofredor
Já se acostumou no tédio
Inquilinas do amor
Abandonaram seu prédio
E nas clínicas das paixões
Não encontra um só remédio.

Francisco Evangelista

Meu coração sofre assédio
Diário da solidão
Quando quer se levantar
Vem outra desilusão
E bota pra beijar a lona
De novo meu coração.

Jr. Adelino

O meu não tem jeito não
Parece que por pirraça
Se ilude com toda dama
Tropeça em qualquer trapaça
Se não surgir quem lhe salve
Termina em banco de praça.

Wellington Vicente

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.