As fotos são inacreditáveis. Quando estes dias forem uma triste lembrança e amarga lição, as imagens da greve dos caminhoneiros em 2018 ilustrarão momentos em que o Brasil, levado à beira do abismo, soube pisar no freio. Soube? É o que ainda espero, ao escrever estas linhas.

Enquanto o Brasil estertora no acostamento, uma parte da sociedade parece delirar. O país vai quebrar? Deixa quebrar. Quem tem trabalho não está conseguindo trabalhar e quem está produzindo não consegue produzir? Deixar estar. Quem tem o que vender, não encontra quem venha comprar? Faz parte. O PIB está levando um tombo muitas vezes bilionário? Não importa. Mas afinal, o que importa? Pois é, li que na pauta dos caminhoneiros existem itens que me agradam, como a queda do preço da gasolina, e o fim das urnas eletrônicas. Ah!

No cardápio das postulações há para todos os gostos. O que importa é capturar apoio popular para a mobilização dos “heróis” que, com insuperável eficiência, conseguiram mostrar a Temer o quanto todos, inclusive eu, o desprezamos. E sim, claro, isso é muito mais importante do que o Brasil.

Assisti, há alguns minutos, vídeo em que um caminhoneiro aos gritos, perguntando à longa fila de espera diante de um posto de combustível se os cidadãos que ali estavam pretendiam comer gasolina, porque, quisessem ou não, iria faltar alimento. O militante estava convencido de que a população devia subordinar-se às determinações do multiforme politburo grevista e ficar hibernando em casa enquanto eles cuidam de deteriorar a situação de todos. Fica proibido trabalhar. Ficam proibidas todas as atividades que envolvam direito de ir e vir. “Estátua!”, brincavam antigamente as crianças, obrigando os demais a permanecerem como estivessem. E assim comandam, hoje, os novos senhores de nosso cotidiano.

É quase inacreditável que tanta gente se deixe iludir pelas artimanhas de um movimento que foi infiltrado pelo que há de pior na política brasileira. A infiltração os fez afinar-se com os mesmos petroleiros que se tapavam de alaranjado com Lula e Dilma em reiterados comícios enquanto a Petrobras era saqueada e vampirizada a ponto de se tornar escárnio mundial e miniatura de si mesma. A infiltração passou a acolher terroristas, black blocs, a escória de 2013 e representantes dos hospedeiros da carceragem da Polícia Federal em Curitiba. Os que se deixaram seduzir pelo movimento dos caminhoneiros parecem não perceber que se tornam reféns, meros objetos, favas contadas, na chantagem que eles impõem ao Estado.

Basta ouvi-los quando disseminam áudios e vídeos em falsa surdina ou tons ameaçadores para reconhecer o vocabulário. Qualquer pessoa com experiência em linguagem política sabe o que está na cabeça de quem assim se expressa. Buscam o caos com intuito revolucionários.

Não é mediante um cardápio de propostas difusas e confusas que se avança com seriedade pela via democrática, mas com a legitimação eleitoral de propostas consistentes. Cinco boas medidas de combate aos inimigos do Brasil, para pautar a eleição de outubro seriam:

1) não reeleger corruptos, coniventes e incompetentes;

2) agravar a lei penal e combater a impunidade;

3) diminuir em 10% a carga tributária, com redução compatível do custo do setor público mediante alterações constitucionais que o permitam;

4) extinção dos privilégios adquiridos;

5) fim do foro privilegiado.

Quem, tendo uma eleição ali adiante, opta pelo caos para fazer revolução, quer o caos e não a democracia. O caos é o tempo dos piores, dos oportunistas, dos bandidos, dos sem escrúpulos. Não é o tempo dos democratas nem dos estadistas. Perguntem a cubanos e venezuelanos.

7 Comentários

  1. Não concordo, nem discordo. Disconcordo!
    Nunca votei em Lula, nem em Dilma, nem em fhc, fc, nem em outro nenhum, destes putos, ah! Nem no ceguinho teimoso, porém, discordar do movimento dos caminhoneiros, seria cegueira total. Luta real e gloriosa, que nenhum intelectual, de bosta, como nós, tivemos coragem de fazer.
    Desculpem os aproveitadores e respeitem os caminhoneiros. Viva Eles. Mesmo sendo analfabetos, tiveram coragem mais do que nós, semi-analfabetos. Nós, sim, somos bosta. Intelectuais, de bosta!

    • Querer o certo; pregar o certo; fazer o certo! Mobilizar um país com seus meios disponíveis para que isso tudo seja realmente implementado é um desejo compreensível. Mas antes deveriam ouvir, ler e analisar todas as partes, e aí, apoiar e negociar o certo, pregar o certo e fazer o certo. Seria um encontro com a virtude, mas há um sério engano dos manifestantes, um certo vício de incorrer no erro.
      Exigir tudo agora e ao mesmo tempo, não importando as consequências, não me parece virtuoso, parece apenas
      uma vontade vulgar de queimar tudo o que existe, para agora, quem sabe um dia, construir algo melhor no lugar. E isso é apenas fazer o jogo dos que querem manter o status quo. Uma só categoria não define um país, embora possa carregar o sentimento dele. O que um país não pode e não deve fazer de jeito algum, é definir seus destinos baseado nas justas reclamações de um setor, por mais justo que seja. Uma nação não é constituída por um só setor, por uma só definição política, mas de várias. E obviamente outras partes sequer foram ouvidas. Fica claro que estamos muito, mas muito longe de uma verdadeira democracia. É apenas um joguinho de ganha-perde eterno. E sabemos todos quem ganha.

  2. Os blogs sujos tipo Brasil/247(um esgoto a céu aberto!!!), ex-jornalistas conspiradores feito Paulo Vendido Amorim e os petralhas precisam de limites, URGENTE!!! Para quem defende essa greve criminosa eu rogo uma praga seguida da cruz da caravaca pregada no espinhaço com a numeração 666, o número da bestafera: O castigo merecido para aqueles que apoiam a greve-locaute criminosa dos irmãos caminhoneiros “patriotas” era ficar sem comida ou perder um familiar nos hospitais públicos da vida, por falta de medicamentos, oxigênio e outros insumos essenciais. Foi essa MAIORIA INSENSATA que fez com que o PT assistencialista do bolsa esmola se arranchasse no Palácio do Planalto, em 2003, e manteve a Organização Criminosa no poder por mais de uma década, sem se importar muito com os dois maiores escândalos da história mundial: MENSALÃO e PETROLÃO. Mas a incapacidade administrativa dos petistas, auxiliados pelo Mordomo de Vampiro Temer, provocaram o desastre econômico, com quedas sucessivas do PIB, aumento da inflação e DESEMPREGO. Dilma foi chutada na bunda. Em 2018, apenas dois anos depois, 30% do eleitorado quer a volta do Seboso de Caetés( mesmo sabendo que é impossível), agora na versão MALUFIANA “rouba, mas faz”. POIS BEM!!! O mal do Brasil é o brasileiro… Ou seria o petralha!!!

    P.S1.: – REFLITAM: “Não considere o que Lula e o PT fizeram pelos pobres do Brasil. Considere o que ele DEIXOU de fazer. Não considere o que Lula e o PT NÃO fizeram pelos ricos do Brasil. Considere o que eles fizeram“…

    P.S2.: – Eu venho afirmando constantemente: o Seboso Lula é uma ameaça para com a nossa democracia. A bandalheira petralha vai causar uma bagunça eleitoral jamais vista neste país. Quem viver, verá!!!

  3. Começar por onde? Os caminhoneiros começaram! E nós? Sugestionem algo, que não seja, taxar o país, com nomes babacas e ficar resguardo, no bom salário mensal. E aí?

  4. Mais um caminhoneiro é assassinado por colegas de profissão. Desta vez, um homem de 70 anos perdeu a vida após ser atingido por uma pedrada na cabeça quando tentava passar por um bloqueio na BR-364, na altura do município de Vilhena (RO). Os caminhoneiros que mantém bloqueios em estradas contam com a ajuda de radicais, simpatizantes de políticos e até mesmo elementos financiados por grupos empresariais, segundo a PF.

    Só mesmo no Brasil, donde, 87% de apoio popular de idiotas imbecilizados para uma greve criminosa que já recebeu o que pediu e que continua a nos deixar sem alimentos, gasolina, remédios e camisinha de vênus, além de causar prejuízos de bilhões de reais. Este é o Brasil da dialética do materialismo histórico socialista comunista ateu de MARX e Paulo Freire que é adorado pelos petralhas.

    P.S1.: – ESTA É A TERCEIRA MORTE REGISTRADA DURANTE A PARALISAÇÃO.

    P.S2.: – CAMINHONEIRO MATANDO CAMINHONEIRO… ISSO É O QUE PODEMOS CHAMAR DE, OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS.

  5. O q deviam compreender é que essa “greve” não resolve nada para o frete. Caminhoneiro não sabe o preço de custo do km rodado, por isso trabalham de graça há mais de 20 anos. Não sabem que não devem carregar a preço vil ou “em troca do diesel”. Simplesmente carregam a qualquer preço. Realmente pagam para trabalhar.Sei pq fui caminhoneiro. Quem faz o preço do frete é o caminhoneiro, quer queira quer não!

Deixe o seu comentário!


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa