30 maio 2018U F A ! ! !



A Segunda Turma condenou nesta terça-feira (29) o deputado Nelson Meurer (PP-PR), pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Ele é o primeiro político com foro privilegiado condenado pelo STF na Operação Lava Jato.

A pena para Meurer fixada pelos ministros será de 13 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado, além de multa de cerca de R$ 322 mil, em valores que ainda precisam ser corrigidos pela inflação.

* * *

Até que enfim!!!

Comparado com o número de cacetadas do Juiz Sérgio Moro na Lava Jato, esta condenação decretada pelo ineficiente e lerdo STF é uma merdinha de ínfima significância.

Mas, enfim, já é um começo.

Ufa!

Meurer foi condenado a 13 anos de prisão, o número do PT.

E mais 9 meses, a quantidade de dedos das mãos do prisioneiro Lula.

E, pra fechar a conta, mais uma dezena de dias, a nota 10 pela cacetada suprêmica.

As ironias destes números alegram a nossa véspera de feriado.

Merece até uma música.

3 Comentários

  1. Diante da situação tiveram que fazer alguma coisa. Parece com protesto de superlotação em prisão , escolheram um . Será que os outros chegarão a ser punidos antes de terminar seus desaforos privilegiados?.

  2. infelizmente mesmo os condensndo a segunda turma do stf, que e onde se encontra o maior numero de cumplices de criminosos togados , ainda assim conseguiu , minimizar a pena deste corrupto e criminoso , , quando nao aceitaram que caixa dois nao e crime , embora seja lavagem de dinheiro , ha de se convir que com um stf , como o que temos hoje , com a maioria senao sua totalidade , indicados por criminosos e corruptos , e com boa parte dele disposta a retribuir , sua premiaçao indevida , visto que como disse robrto campos , la nos idos da decada de noventa , sobre sepuive pertence a quase totalidade destes nao preenchiam os pre requisitos para serem ministros de suprema corte , tanto mais que o fachin , que assumiu a lava jato , no lugardo falecido teoru zavascki, e elogiado por boa parte da populaçao , agora demonstra o seu servintilismo a aqueles que o indicaram, e tenta fazer reverter, a obrgatoriedade dos imposto sindical , e ele o faz porque neste momento ele ve que ja nao tem mais como os sindicatos fazerem politicagem sem o dinheiro espoliado do trabalhador portanto mesmo ttendo sido obrigado pelas ruas e pelos investidores , a tomar as leis e as aplicar , fachin , nao deixou de ser servil e quer fazer o brasil voltar a ter uma lei que so existe na banania , e contra a vontade da enorme maioria da populaçao e na surdina tenta fazer voltaraa valer a obrigatoriedade do imposto sindical , mais um meio de espoliaçao do trabalhador , porem mexerem em seus auxilios para diminuirem seus ganhos siquer entra em linha de pensamento , mas espoliar o verdadeiro trabalhador isto faz parte de sua atribuiçoes desde quando foi indicado ministro so supremo tribunal de foder o trabalhador .

Deixe o seu comentário!


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa