O PT inaugurou nesta quarta-feira um site para recolher doações financeiras destinadas ao custeio da pré-campanha de Lula à Presidência da República. Os valores variam de R$ 10 a R$ 1.064. No texto de apresentação, não há referências à precariedade jurídica da candidatura de Lula. Ao contrário, o projeto eleitoral do PT é tratado como um empreendimento político sólido e inquestionável.

“Lula é preso político, mas seus direitos estão garantidos”, diz o texto do PT, sem mencionar que a condenação do grande líder em segunda instância fez dele um ficha-suja inelegível. “No dia 15 de agosto ele será registrado como candidato à Presidência da República”, anota o site da “vaguinha”, abstendo-se de alertar para o risco de um provável indeferimento do pedido de registro na Justiça Eleitoral.

A coleta de verbas via internet foi incluída na reforma eleitoral que o Congresso aprovou no ano passado. Até 15 de agosto, o dinheiro amealhado destina-se ao custeio da pré-campanha. A partir desse dia, quando os partidos terão de requerer o registro de seus candidatos no TSE, a coleta passa a bancar um candidato oficial.

A lei prevê a devolução do dinheiro nos casos em que o candidatura não for confirmada. Considerando-se que Lula está preso e que oito em cada sete ministros do TSE afirmam que é grande, muito grande, enorme a chance de sua pretensão ser barrada pela Lei da Ficha Limpa, a “vaquinha” do PT beira o estelionato político. Até as 15h40 desta quarta, o partido já havia coletado R$ 21.100,69.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa