CORRUPTO-ALUNO DESOBEDECE CORRUPTO-MESTRE

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral foi interrogado nesta sexta-feira (8) pelo juiz Marcelo Bretas em processo que apura ocultação e lavagem de dinheiro na Lava Jato.

Na audiência, Cabral admitiu ter movimentado R$ 500 milhões em doações eleitorais, sendo R$ 20 milhões do total para uso pessoal.

No depoimento, Cabral disse que “se perdeu” na promiscuidade de doações.

“A promiscuidade de doações foi muito grande e foi nessa promiscuidade que me perdi. Usei dinheiro de campanha para fins pessoais“, afirmou.

“Eu pedia dinheiro. E era muito dinheiro sim. O poder é algo tão perigoso. Eu não soube me conter diante de tanto poder e de tanta força política. E, de maneira vaidosa, quis eleger prefeitos, vereadores, usar recursos”, acrescentou.

* * *

Que diferença!

Ao contrário do professor dele, o Lula, Cabral assumiu a culpa e reconheceu a merda que fez.

Quebrou espetacularmente a lei da omertà da quadrilha lulaica.

Deu mais alento ainda a outro membro de quadrilha, o Palocci, pra fazer também a sua confissão.

Vixe!!!

Condenado a mais de um século de cadeia, o presidiário Cabral vai levar um esporro arretado do fubânico petista Ceguinho Teimoso.

Mas, em compensação, ganhou do JBF o Prêmio Besta Fubana de Enfiação de Carapuça.

“Tu s’isqueceu do qui ti insinei, fela-da-puta. Vô arrancá tua língua”

1 comentário

    • Goiano em 9 de junho de 2018 às 22:26
    • Responder

    Em um caso, o dinheiro apareceu, foram jóias, viagens, presentes dados, o escambau, sendo que o próprio já dizia de há tempos que eram “sobras de campanha”. Já no outro caso não. Suspeita-se, acredita-se, pensa-se, imagina-se, traçam-se indícios, mas… se precisares fazer um chá de provas estás fudido, porque não foi encontrada uma única prova para fazer um chá. O que não impediu que fizessem a safadeza, a cachorrada, dessem o(s) golpe(s) que os idiotas profissionais aplaudem, alimentados por Josias, Nêumannes, Hasselmanns, Scheherazades e outros festejados coxosos reaças da língua de trapo.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.