STAND-UP COM POESIA

PRESSA

Meus olhos azuis
Atirei sobre ti
Nada mais vi
Deixaste comigo
O melhor de nós
Na pressa de partir
Pelo sim, pelo não
As lembranças deixadas
Só entregarei em mãos.

POEMA INACABADO

Pode ser que minha pena
Seque a tinta, que horror
Eu use a tela de um pintor
E com algumas pinceladas
Eu termine o meu poema
Usando um lápis de cor
E nessa linda aquarela
Tendo a vida como tela
Vou pintando o meu amor!

COMO TE VEJO

“Vejo o mundo com bons olhos”
Com os olhos que eu te vejo
Imagine se eu o beijasse
Com os lábios que te beijo
Talvez, me condenassem
E até me crucificassem
Por isso reprimo meu desejo.

MEUS PECADOS

Minha matéria é pura
Meu espírito é promíscuo
Enquanto eu durmo
Meu espirito vaga
Em busca de vicio.

MEU MAIOR BEM

Meu maior bem
Está na essência
A minha aparência
É apenas o casulo
Guardião do meu bem
Guardado comigo
Não serve a ninguem

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.