Quando menino, encantava-me um canário-belga que pousava em minha janela, cantando alegre e belamente. Em sua homenagem resolvi torcer pela Bélgica nessa Copa que está chegando. Será minha modesta vingança em nome dos que se deitam no chão de hospitais da rede pública à espera de um atendimento que, muitas vezes, não acontecem: a morte chega antes. Será meu insignificante protesto contra a educação do País e o transporte público degradante a que o povo está submetido. Será o meu desagravo àqueles que passaram da extrema miséria ao desemprego e à pobreza enorme graças a alguns contos de réis oferecidos para calar a boca destes. Será o meu não-conformismo aos imensos ‘elefantes -brancos’ construídos às custas do povo que paga o maior imposto de todo o mundo. Será o meu Basta! ao roubo, à corrupção, aos malfeitos dos que se elegem e aos que habitam o entorno do nosso mundo político, não me interessando a coloração partidária de suas ‘ideologias’. E tem mais: se a Bélgica não conseguir ir adiante, estarei, de azul e branco, torcendo pela Argentina. Ou pela Espanha, por Portugal ou Uruguai. Quem sabe, a França? Nada de Pátria de chuteiras: a Pátria está descalça e o caminho é pedregoso.

5 Comentários

  1. Tô contigo Chico Bizerra, estou de saco cheio deste ufanismo babaca incitado pela Rede Globo e em especial um novo rico chamado Neymar, que ao ser “tocado”, se joga no chão, você logo imagina várias fraturas devido a dor estampada em seu rosto, qual nada, marcada a falta, ele levanta todo serelepe, lembra que ele fraturou a coluna vertebral? Em trinta dias, estava em um iate em Monaco, feliz com amigos! É um bom jogador, mas seus modos não me agradam, não tem a honradez de um Tostão, Garrincha, Didi, Zico, Pelé (quando jogava) e outros, representa hoje, o Brasil do PT, dos ladrões. Torço contra este time, sou Argentina, Belgica, Alemanha, Espanha, menos brasil

  2. Também estou totalmente desiludido com essa copa. Conseguiram estragar completamente esse maravilhoso esporte em nosso país. E os “ídolos” não são nem de perto como os de um passado recente, em se tratando de lisura, finesse, bom mocismo… tá feia a coisa… “tem que levar vantagem em tudo “…

  3. Esse desabafo é meu também, porém mais indignado!

    Explico: Durante um ano e meio, durante o segundo “governo” lula, fui voluntário no Hospital da Restauração. Contei essa “lamentação do Juca” numa crônica publicada aqui no JB, meu espaço literário!

    Presenciei tanta desgraça, tanta miséria, tanto sofrimento, tanto desassistimento contra o povo por parte do governo, não dos profissionais hospitalares, tanta “farta” de medicamentos para salvar o povo, que futebol para mim tornou-se o ópio!

    Hoje entendo por que Lapa de Ladrão e outros políticos vibram tanto pela “seleção” quando está nas alturas!

    Proveito, meu filho! Proveito!

    Tô contigo mais uma vez! Sensibilidade é sentir o sofrimento alheio e se indignar!

  4. Xico, você sintetizou de forma esplêndida o sentimento dos pensantes; daqueles que entendem que há vida além das chuteiras e que não permitem que essa névoa seja a conjuntivite da realidade.

  5. A Pátria está descalça e o caminho é cada vez mais pedregoso. Desviemos das pedras que nos são oferecidas no manjar dos poderosos. Uma copa, a esta altura, apenas ajudará a encobrir malfeitos e delitos. E já são tantos …

Deixe o seu comentário!


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa