Notícias nos informam que para dar prosseguimento às obras iniciadas e paralisadas, o governo precisaria gastar setenta e seis bilhões de reais.

É claro, o governo atual não vai torrar essa grana. A política atual é de contenção de despesas e venda de ativos, tudo voltado ao equilíbrio financeiro.

Com dinheiro em caixa, o mundo olha para nós com bons olhos – e isso não é ruim. Multinacionais se arriscam a pôr dinheiro aqui, isso pode render bons frutos, embora possa também gerar um círculo especulativo – e esse aspecto não é dos melhores.

Pesquisa do Datafolha deste junho de 2018, que já comentei, revelou que um terço dos pesquisados acredita que Lula seria o presidente da república capaz de recuperar a economia brasileira.

Eu acredito nisso. E sabe por quê?

Porque penso que Lula mandaria o pau, no popular. Quero dizer: creio que Lula não hesitaria em colocar setenta e seis bilhões de reais na economia, para obter alguns objetivos.

O primeiro deles seria concluir obras que, certamente, são importantes para a vida do povo, para o conforto, para as facilidades, para o progresso. Enfim, obras paradas, se deteriorando, que acabadas resultariam em realizações úteis para todos nós.

O segundo seria reaquecer a economia. Que se dane o equilíbrio das finanças! Dinheiro é para investir; e investir no que seja preciso.

Esse reaquecimento tem vários vórtices: enriquece o empresariado de toda uma cadeia, na fase da construção, e continua gerando dinheiro com as obras prontas e transformadas em usinas, represas, escolas, hospitais, postos de saúde e tudo mais.

Outra conseqüência é a absorção da mão de obra, a criação de empregos, desde o servente de obras ao engenheiro, além das partes burocráticas consumindo outros tipos de materiais, da caneta e do cafezinho aos computadores.

Além desses reflexos diretos, diversos setores desse conjunto vão influir indiretamente em outros, como nos transportes, nas linhas de crédito, no consumo, na poupança, enfim, na economia como um todo.

Porém, Lula está preso e sem dúvida inelegível.

Desse modo, setenta e seis bilhões de reais não serão aplicados, ficarão guardadinhos no cofre, ou, caso ainda não estejam em caixa, deixarão de ser alocados; e valas negras continuarão a provocar doenças, represas não sairão do papel, usinas jamais produzirão energia, estradas continuarão esburacadas, salas de aula ficarão nos sonhos, construtoras falirão e mais alguns milhões de desempregados engrossarão estatísticas, aumentando a fome, a violência…

E Lula condenado…

E Lula… preso!

24 Comentários

  1. O corrupto descarado aplicaria os setenta e seis bilhões assim : Maior parte em suas contas abertas pelo mundo em nome de laranjas podres. Outra parte em governos coniventes para no caso de fugir ter onde sobreviver. Parte também entre políticos corruptos para evitar denuncias. Outra parte com ministros para garantir sua liberdade, e também com muitos advogados( exceto ,lógico,claro , evidente e óbvio o colunista). Não se iluda Goiano, o sonho dele é destruir o país e já fez boa parte auxiliado por uma grande corja.

  2. Joaquim Francisco, cada pessoa tem suas ideias e preferências, simpatias e antipatias, nos nossos debates nós as revelamos e colocamos, e eu aorecio ver as razões sendo apresentadas, ao mesmo tempo que me escandalizo com a facilidade que por vezes surge de alguém afirmar coisas que não sequer cogitadas, para nem falar provadas.
    Por exemplo:
    1) Lula tem contas bilionárias abertas pelo mundo em nome de laranjas.
    2) Lula tem dinheiro bilionário guardado pelos governos de Cuba, Venezuela e Bolívia, que será resgatado quando ele fugir para lá.
    3) Lula pretende fugirpara outro País.
    4) Lula distribuiu dinheiro entre políticos para ev itar denúncias contra ele.
    5) Lula distribuiu dinheiro grosso com ministros (do STF?) e é por isso que eles o soltariam se o processo chegasse atéeles.
    6) Lula paga advogados com dinheiro roubado.
    8) Lula encheu todo mundo de dinheiro e, porra, só não dá para mim.
    9) Lula fez governos destruidores.

    • 1) Só doido duvida.
      2)Óbvio, não há o que discutir.
      3) Se pudesse já estaria longe, é que tem muita gente de olho em seus movimentos.
      4)Putz! só tu não acreditas.
      5) Qual a dúvida?
      6)Vamos maneirar : ele não usou arma , mas desviou , fez coisa que uma pessoa honesta como tu não faria.
      7) Não sei o que escondeste neste artigo
      8) Como se diz na roça: vai saber com um escuro deste !.
      9) Tua afirmação está certa, ele realmente o fez ,mas ele teve ajuda da dilma

  3. 76 bilhões estão disponíveis? Aonde?

    Para pegá-lo, o governo precisa emitir títulos, ou seja, fazer dívidas.

    Pessoas, ou seja, o mercado, precisam comprar esta dívida.

    Como não haverá muita credibilidade quanto ao pagamento desta dívida, os juros praticados irão para as alturas, ou não haverá quem queira aplicar seu dinheiro. A dívida pública aumentará até o ponto de decretar a moratória

    Como o governante em questão já torrou mais de 1,5 trilhão do BNDES sem resultado (as tais obras paradas) permanente e com roubalheira de parte dela; haverá forte figa de capitais e o dólar subirá. Com os juros também nas alturas, haverá muita inflação.

    Mas tudo bem, o cara é um gênio, sabe das coisas e já fez bastante para o país. A crise atual era reflexo da crise mundial até 2015 e agora culpa do atual governo.

    Só com muita dose de cretinice para acreditar nesta fábula

    • Tomé é outro que defende uma política econômica paralisada ao invés uma política ativa. O governo arrecadando pouco arrecada um trilhão e trezentos bilhões de reais, como fez em 2017. Os Estados mais adiantados do mundo trabalham com dívidas pùblicas elevadas, ou elevadíssimas. Os Estados Unidos têm uma dívida de mais de setenta trilhões de reais e não estão nem aí.

      • Os EUA têm a mopeda mais forte do mundo. Todos os países, TODOS, quando têm reservas para gastar, o têm em Dollar, ou seja, aplicam no tesouro americano, mesmo com uma taxa de juros de 2% ao ano.

        A inflação é baixa, a taxa de crescimento nunca teve tão grande e o desemprego quase não existe, graças ao Trump. Querer comparar a situação econômica do Brasil com os EUA é típico dos cretinos.

        V. que gosta tanto de estatística, deveria saber que de tudo o que o governo arrecada 96% estão nas despesas obrigatórias (funcionalismo, aposentadorias, serviços da dívida e as tais despesas carimbadas).

        Para o Brasil crescer é preciso incentivar investimento privado (o tal mercado), que tem muita grana.

        Porém os investidores não gostam de jogar dinheiro fora. É preciso ter credibilidade para receber investimentos. O Lapa de demagogo presodento e o Ciro estão fora, pois não têm credibilidade de quem tem grana.

        O máximo que eles conseguiriam seria levar o Brasil para a situação da Venezuela, que é um dos maiores produtores de petróleo do mundo, porém não tem dinheiro nem para extrair seu petróleo, pois não tem grana e tampouco credibilidade.

        Volto a repetir; para crescer tem que fazer a lição de casa (buscar o equilíbrio fiscal) e não fazer mais dívida. O PT já gastou muito, duplicou a dívida e não produziu nada.

        • Equilíbrio fiscal não vale nada, só serve para ficar com a cabeça fresca. Governo tem que gastar, gastar muito, injetar dinheiro na economia, isso faz a economia crescer. Obras e outras realizações põem as empresas para funcionar e criam empregos. Foi isso que Lula e Dilma fizeram, gastaram pra caralho e a economia brasileira bombou.
          Como devíamos saber, economia tem altos e baixos e depende, também, de “n” fatores, o que aconteceu com a nossa com a crise de 2014, que sofreu influências externas, relacionadas ao mercado do petróleo e do ferro, que se ressentiu das perdas com a China, que tremeu com a produção de combustível do xisto pelos norte-americanos, que sofreu os problemas climáticos internos afetando energia , pecuária e agricultura diretamente, e outros setores indiretamente, que se arrebentou com a política golpista que criou a crise política que se refletiu seriamente na economia, que sofreu os reflexos negativos (a despeito das ações positivas) da operação Lava-Jato. Com isso, perdemos terrenos que tínhamos inegavelmente conquistado até então.
          Vamos lembrar do crahs de 1929, para perceber como a economia é ingrata:
          Com o fim da Primeira Guerra Mundial, os países europeus encontravam-se devastados, com a economia enfraquecida e com forte retração de consumo, que abalou a economia mundial. Os Estados Unidos por sua vez, lucraram com a exportação de alimentos e produtos industrializados aos países aliados no período entreguerras. Como resultado disso, entre 1918 e 1928 a produção norte-americana cresceu de forma estupenda. A prosperidade econômica gerou o chamado “American way of life” (modo de vida americano). Havia emprego, os preços caíam, a agricultura produzia muito e o consumo era incentivado pela expansão do crédito e pelo parcelamento do pagamento de mercadorias. Porém, a economia européia posteriormente se restabeleceu e passou a importar cada vez menos dos Estados Unidos. Com a retração do consumo na Europa, as indústrias norte-americanas não tinham mais para quem vender. Havia mais mercadorias que consumidores, ou seja, a oferta era maior que a demanda; conseqüentemente os preços caíram, a produção diminuiu e logo o desemprego aumentou. A queda dos lucros, a retração geral da produção industrial e a paralisação do comércio resultou na queda das ações da bolsa de valores e mais tarde na quebra da bolsa.
          Portanto, a crise de 1929 foi uma crise de superprodução.

  4. Lula será solto. Estão fazendo de um tudo para libertá-lo.
    Agora… Depois de treze anos sem conseguir concluir uma obra, sem aditivos e superfaturamento, o que o partido tem que fazer é devolver o dinheiro desviado.

  5. O que posso dizer sobre o nobre colega Goiano é que…
    COMO ECONOMISTA ELE É UM EXCELENTE PSICÓLOGO!

    Só tem um ponto, em sua longa peroração com a qual eu concordo: O que é mais um peidinho de 76 bilhões para quem já está totalmente fudido e cagado com uma dívida de alguns trilhões e que suga uns 10% do PIB em juros?

    Um nada! Não é verdade?

    • Não se trata de ser pouca porcaria – muito pelo contrário!, Com esses setenta e seis bi o Lula botaria esta nossa economia mais quente do que fogueira de São João! Ele já fez isso. O Estado não tem de guardar dinheiro, ficar economizando, pondo na poupança dos brasileiros, o Estado tem de gastar, gastar bem, pode até ser dinheiro emprestado, mas é preciso investir pesado. Uma economia tranquilaça, pagando bons juros, sem riscos nem ameaças, interessa ao capital especulativo.

    • Se não sabeis e não sabias sabiais agora, eu sou um bom Psicólogo e dou desconto especial para os pacientes do Jornal da Besta Fubana.

  6. O molusco enganador também poderia, com essa grana toda, comprar gasolina, baratinha…baratinha na Venezuela e distribuir aos milhões de pobres que ele, o mais “onesto” tirou da pobreza e que deixaram de viajar de avião e ir pra faculdade depois que o “golpista” assumiu o poder. Ou então pagar um bom tratamento psiquiátrico a toda a mamparra que ainda crê no “hómi”!!
    É lendo besteiras como a escrita acima que temos a certeza de que esse imenso bananão chamado Brasil jamais dará certo!!

    • Caro Henra Bahdo, infelizmente não terás oportunidade de assistir a um novo e poderoso governo realizador e obreiro do Lula, porque os féladaputa conseguiram, graças ao teu apoio, liquidar com as esperanças, condenaram e prenderam O Cara Que Voltaria a Levar Este País Para Um Futuro Grandioso. Nas mãos desses incompetentes aí… tens razão, vai dar caca.

  7. Outro que fala palavras ao vento como se dissesse algo que valha ao sugerir que as obras dos governos petistas não foram concluídas. Provavelmente, pinçou algumas que não o foram, coisa costumeira em quaisquer governos, e se convenceu de que a minoria era a totalidade.
    Realizações de Lula e Dilma foram mostradas aqui no JBF inúmeras vezes e desta vez vou deixar quieto aqueles calhamaços.
    Mas basta uma rápida pesquisa para dar de cara e lembrar do Projeto de Integração do São Francisco, maior obra de infraestrutura hídrica do país e que figura entre as 50 maiores construções de infraestrutura do mundo. Vai dar de cara com a Ferrovia-Norte-Sul. Vai batger de frente com os parques eólicos. Vai se encontrar com a irrigação do Vale do Salitre, em Juazeiro, na Bahia. Vai se assombrar com a Plataforma P62, em Ipojuca, Pernambuco. Vai ver o trabalho inovador de aproveitamento de energia das ondas do mar em Porto de Pecém, no Ceará. E a BR-448, conhecida como Rodovia do Parque, em Canoas, Rio Grande do Sul. E o Hospital Geral da Japuíba-Jorge Elias Miguel, em Angra dos Reis, RJ. A Universidade de Alfenas. A UPA de Chapecó. A Universidade Federal do ABC. A Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Se começar a pesquisar vai se assustar com as obras realizadas por Lula e Dilma, muitas prontas, outras assenhoradas por outrem, como a Transposição do Rio São Francisco, mas não importa se outro termina, interessa que foi Lula quem bateu na mesa, resolveu, decidiu, começou e fez quase tudo.
    A quantidade de realizações de Lula/Dilma é uma coisa impressionante, mas é mais fácil repetir o conversê dos opositores.

    • Não é nem fanático nem Lunático, meu caro Paulo.

      Ele é Doente. Já declarou em outras postagens que tem uma paixão doentia pelo Lula.

      E um aviso: não tem cura nem tratamento.

      Usar este espaço para debate com ele serve para duas coisas: estudo científico e diversão.

  8. Paty Not Set do Alferes, 29/06/2018

    A minha única duvida é saber se Goiano escreveu toda essa besteira como deboche, ou se ele acredita que isso é verdade.
    Até para escrever besteira Goiano não brinca. Capricha no tamanho da asneira

  9. E não é que o Goiano censura!
    Quando chamado a mostrar uma única obra sem aditivos ou superfaturamento calado fica, calado ficou e CALADO FICARÁ.
    Pois, só está esperando uma boquinha para se aboletar na benesses do “rouba e nem faz”.

    • Caro Abdyas, não censuro nada, pois se nem Berto censura!
      Quanto às obras sem aditivos e às obras sem superfaturamento, sim, as há, basta que acesses os relatórios do TCU – Tribunal de Contas da União, e verás que muitos dos projetos são executados sem ressalvas – em um dos exercícios havia uma menção a cerca de quarenta por cento dos processos nessas condições.
      Porém, sabemos que o fato de não serem descobertas falcatruas não quer dizer que elas não existam, mas, pelo menos, é certo que os órgãos de fiscalização examinam tão minuciosamente quanto possam as licitações, os contratos e a execução, notadamente quando se trata de grande vulto.
      Há questões relacionadas que é preciso entender: nem sempre, ou até, quem sabe, no mais das vezes, os aditivos não representam a existência de safadeza, molecagem, roubo, corrupção, mas se devem a imprevistos surgidos, deficiências em projetos, acréscimos necessários e muitas outras coisas que costumam acontecer no caso de obras.
      Quanto aos superfaturamentos, nem sempre ocorrem, também. És um exagerado.

Deixe o seu comentário!


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa