LULA PRESO, LULA SOLTO, LULA PRESO, LULA SOLTO

Vivemos um momento de perplexidade: o Brasil foi eliminado da disputa da Copa do Mundo de Futebol.

E não foi eliminado por uma das potências tradicionais do futebol mundial, mas pela Bélgica, que sequer chegou a vice nas disputas anteriores.

Os resultados, desde 1930, foram os seguintes:

Como perplexidade pouca é bobagem, fora da paixão do futebol somos surpreendidos pela notícia de que o Desembargador Rogério Fraveto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, estando de plantão no fim de semana, concedeu medida liminar em habeas corpus para libertar o ex-presidente Lula.

Mas como perplexidade só é boa mesmo de montão, vimos o juiz Sérgio Moro, de primeira instância, declarar a incompetência do desembargador para dar a ordem de soltura e manter Lula preso.

Aí, para completar a enxurrada de perplexidades, o desembargador João Paulo Gebran Neto, presidente da 8ª Turma do mesmo TRF4, determinou que a Polícia Federal mantenha Lula preso.

Por que a perplexidade com a decisão de Gebran? É que, tanto quanto se noticiou (e só poderemos confirmar isso a partir de informações mais amplas sobre o inteiro teor das decisões), Gebran não cassou a liminar, formalmente: mandou que a liminar seja descumprida!

Pois bem, seja o que for, aconteça o que acontecer, haja o que hajar, o rolo está formado.

Para falar mal de Fraveto, os opositores de Lula buscam em sua vida pregressa informações que possam apontá-lo como tendencioso a favor do Partido dos Trabalhadores, o que não é usual, de modo que quando um juiz toma uma decisão contrária a criadores de gado ninguém vai ver se ele é ou já foi vegetariano.

Para defender Lula, seus seguidores realçam a tese de que os acontecimentos de hoje, histórico 8 de julho de 2018, dia da emancipação do Estado de Sergipe, servem para deixar clara, para quem ainda não percebeu, a perseguição que Lula vem sofrendo.

Inúmeros questionamentos serão colocados, sendo que sobram evidências de que os detentores de poder travam quedas e mais quedas de braço para ver quem é mais forte.

Como se sabe, nem só de força dependem as quedas de braço, já que há técnicas, truques, malicias e manhas que também podem decidir quem ganha e quem perde.

Pelo que nos tem sido apresentado, Lula mais uma vez será dobrado.

32 comentários

1 menção

Pular para o formulário de comentário

    • pr. francisco pereira em 9 de julho de 2018 às 11:04
    • Responder

    rapaz,pare de escrever merda nesta gazeta,ocupe seu tempo com coisas mais interesantes .o molusco está preso porque é um ladrão safado e o pt e todos os outros partidos politicos são quadrilhas de bandidos. para de encher o saco falando do molusco.

      • Goiano em 9 de julho de 2018 às 11:40
      • Responder

      Pr. Francisco, o melhor lugar para se escrever porcaria é nesta fuzarca! Tentei ser publicado em outros locais, mas não me aceitam. Só Berto. E o pior é que ainda me paga regiamente para isso!

    • Cícero Tavares em 9 de julho de 2018 às 11:07
    • Responder

    Goiano:

    Para um cara inteligente e profundo conhecedor das manhas e artimanhas das Leis Penais e dos Regulamentos dos Tribunais, eu esperava mais argumentos consistentes do nobre articulista!

    Com essa, JOAQUIMFRANCISCO, vai querer arrancar tuas pregas! Te cuida não! Kkkkkkkkkkkkk!

    Forte abraço do admirador!

      • Goiano em 9 de julho de 2018 às 14:29
      • Responder

      Cícero, aqui nesta fuzarca que éo JBF dou-me o direito de ser um palpiteiro, sem a menor pretensão de realizar pareceres ou peças jurídicas, ainda que tivesse a competência para tanto, que não possuo.
      Preciso, por fim, repassar-te um conhecimento da física tradicional: – Não se pode arrancar aquilo que não se tem!

    • Cícero Tavares em 9 de julho de 2018 às 11:18
    • Responder

    Ah! Ia me esquecendo!

    Existe uma cousa que salva teu artigo:

    Essa morenaça jovem com esse par de peitos palpitantes, esse corpo escultural que só a natureza consegue fazê-lo com tanta perfeição, e essa xoxotinha digna dos maiores encômios para que gosta da fruta!

    Nesse ponto do acertou! No outro, o artigo, deixasse muito a desejar pela capacidade articuladora que possuis!

    A não ser que tu tenhas tentado tocar uma punheta pensando nela, e fracassaste! Kkkkkkkkkkkkkkk!

      • Goiano, O Punheteiro em 9 de julho de 2018 às 14:25
      • Responder

      Cícero, salvou e como salvou!
      Quanto a tua observação onanística, afirmo-te que nunca brochei, nem mesmo em punheta!

    • Wagner de Oliveira Lopes em 9 de julho de 2018 às 11:49
    • Responder

    Goiano,
    Pelo amor de Deus, não tente induzir a comunidade fubânica em erro, novamente, mais uma vez, de novo, como sempre o faz, quando em defesa do maior ladrão que esta nação já pariu.
    Você como advogado sabe muito bem que: para impetração do recurso de habeas corpus tem que ter uma autoridade coatora. No caso específico a autoridade coatora não era e não é o Dr. Sérgio Moro, e sim o TRF-4.
    Esta foi a primeira burrice dos meliantes, deputados e advogados, que impetraram o recurso. Quem mandou prender o molusco foi o TRF-4. No caso, a autoridade coatora é o próprio TRF-4. Desse modo, o habeas corpus teria que ser impetrado no STJ, instância imediatamente superior ao TRF-4. O juiz Sérgio Moro manifestou exatamente neste sentido: primeiro porque ele não era a autoridade coatora, segundo porque um desembargador, de plantão num final de semana, jamais pode contrariar decisão do colegiado (8ª Turma de TRF-4) que, por unanimidade, mandou engaiolar o mais “onesto”, após esgotados os recursos em segunda instância. Leia-se o próprio TRF-4. Quem decretou a prisão foi o TRF-4. Sérgio Moro apenas cumpriu determinação de instância superior. Outro erro dos petralhas (deputados/advogados): alegaram que surgiu fato novo, que por sua vez ensejaria a liberdade do safado. E qual foi o fato novo alegado? Ele é pré-candidato a presidente e portanto deve participar da campanha eleitoral. Fato novo? Ele já é pré-candidato desde sempre. Mais uma burrice dos advogados. Em direito existe o juiz prevento, o titular da causa. E não estamos falando de juiz singular. Estamos falando de uma Turma (orgão colegiado), cujo Desembargador Gebran Neto é o relator.
    Aliás, em todos os jornais de ontem e de hoje (inclua-se os jornais online), Sérgio Moro só recebeu elogios de juristas sérios, dentre eles ministros e ex-ministros das cortes superiores. Ele jamais poderia se omitir. Não esqueça que ele se manifestou apenas e tão somente porque foi citado, indevidamente, como autoridade coatora. De todo o acontecido, ficou evidente a deslealdade processual tanto dos impetrantes do habeas corpus quanto do desembargador que concedeu a liminar. Esperaram iniciar o plantão de fim de semana, já sabendo que o plantonista era o Rogério Favreto, cria do PT, que nunca foi juiz, e lá foi colocado apenas para estas finalidades espúrias. Protocolaram o recurso na sexta-feira, 19:32h. A pergunta que não quer calar é a seguinte: como é que o desembargador de plantão, já no sábado, pela manhã, já tinha julgado o pedido? O despacho dele contém 32 páginas. Estava ou não estava pronta a decisão? Foi ou não foi previamente combinado este resultado? Pra não alongar muito, todos sabemos que foi uma decisão política, sem qualquer lastro de legalidade. Diante desse escândalo jurídico, duvido que o Toffoli vai ousar libertar o meliante, caso venha assumir o plantão na segunda quinzena deste mes, quando Cármem Lúcia assumir a presidência da república interinamente. Foi mais um tiro no pé dos petralhas. Bem feito!

      • Goiano, o Indutor a Errore em 9 de julho de 2018 às 13:19
      • Responder

      Wagner, há um vale-tudo no que diz respeito aos processos contra Lula. Pode ter havido erro de cá e de lá, sendo fato que essas particularidades técnicas que levantas precisam ser melhor analisadas.Seja como for, veja que nem Gebran, nem Thompson Flores, o relator na 8ª Turma e o presidente do Tribunal, respectivamente, levantaram,pelo menos até o momento, e quanto sei, essas questões de que tratas.
      Desta vez, não me pegas pelo pé tão vigorosamente quando fizeste de outra vez, quando errei feio e bati no peito o reconhecimento, apenas estamos no meio de uma embrulhada jurídica que envolveu todas as partes.
      Essa balbúrdia favorece Lula, pois põe em relevo as forças: as favoráveis a Lula já são bem conhecidas e evidentes; as contrárias revelam o esforço tenaz contra ele, pelas medidas apressadas, afoitas e mal-ajambradas que temos visto.
      Quanto ao ingresso do mandamus em um momento propício, para ser apreciado com melhores olhos, me lembro de quando advogava e os colegas da área trabalhista informavam que quando entravam com ação e ela caía em uma junta cujo juiz sabiam ser desfavorável a sua defesa, eles desistiam da ação e logo entravam com ela novamente, para ser outra vez sorteada e cair em outra junta onde o juiz não fosse tão nitidamente contrário às teses da defesa (na Justiça do Trabalho as divergências gritantes de interpretação eram evidentes).
      Há muito o que se falar, ainda, sobre esse habeas corpus e uma delas é a questão do fato novo, que eu disse ser necessário diferençar fato novo social de fato novo jurídico: a matéria trazida no wright não havia, tanto quanto se sabe, sido cogitada como apta a justificar a ordem. Se ela é fundamento efetivo é outra coisa.
      Há um ditado britânico que diz que “quem com ‘lawfare’ ‘fare’, com ‘lawfare’ será ‘farido'”.

    • Macau em 9 de julho de 2018 às 11:53
    • Responder

    Goiano, bom dia.
    A alta cópula do PT vai recorrer da decisão do presidente do TRF-4, porque eles dizem que habeas corpus é igual a CÚ: deu, não pode mais desdar.
    Abraços…

      • Góiano em 9 de julho de 2018 às 14:08
      • Responder

      Macau, não chegaram a pôr no cú, na búnda, nem no rábo, apenas nas côxinhas!

    • Fernando em 9 de julho de 2018 às 12:00
    • Responder

    Só quero ver quantas voltas darão os dois neurônios, que Goiano certamente tomou emprestados da Dilma, na busca de uma fórmula para rebater os sólidos argumentos de Wagner de Oliveira Lopes. Vai ser cômico, sem dúvida, pois serão mais voltas que as que Neymar deu nos gramados da Copa.

      • Goiano em 9 de julho de 2018 às 14:12
      • Responder

      Fernando, o Wagner é osso duro de roer. Não pretendo rebater, apenas debater. Se tem alguém que devemos respeitar, nesta fuzarca que é o JBF, por suas opiniões juridicamente baseadas, esse é o Wagner de Oliveira Lopes.

    • C Eduardo em 9 de julho de 2018 às 12:18
    • Responder

    Paty Not Set do Alferes, 09/07/2018

    Vou contrariar muita gente.
    Contrariando Francisco Pereira, eu peço que Goiano não pare nunca de escrever nessa respeitável gazeta. É muito divertido.
    Contrariando Cícero, eu acho que Goiano mais uma vez mostra sua criatividade nesse texto nada tendencioso e até bem fundamentado.
    Contrariando Goiano, eu acho que todos os erros somados acabaram dando o resultado certo: Lulla lá.
    O que contraria o ditado que dois errados não fazem um certo. Dessa vez foi bom.
    Eu quero Lulla lá. Lá ele parou de beber, está lendo e até dizem que quer escrever. Olha quanto progresso!

      • Goiano, O Desbocado em 9 de julho de 2018 às 14:16
      • Responder

      C Eduardo, eu gostaria de parar de escrever nesta fuzarca que éo JBF, até tentei, enviei meus textos para inúmeros e incontáveis blogues que foram parar na lata do lixo, não os blogues, os meus textos; talvez os blogues também, o que espero que não tenha sido efeito de minhas pragas.
      Agora, veja: ninguém reconheceu os méritos deste texto de agora, onde dou informações importantes sobre os campeões e vice-campeões das copas do mundo de futebol!
      Pooorraaa!

    • Paulo Terracota em 9 de julho de 2018 às 13:02
    • Responder

    Os petistas armaram uma arapuca e caíram nela . O tiro saiu pela culatra, bem no rabo do Paulo Pimenta
    e Wadih Damos

      • Goiano, O Apimentado em 9 de julho de 2018 às 14:20
      • Responder

      Paulo, o tiro não saiu bem pela cúlatra, nem pela nádeglatra, nem pela búndalatra, produziu efeitos muito interessantes, favoráveis ao Lula, por um lado (embora pelo lado trazeiro tenha reforçado o ódio a Lula pelos côxinhas).
      Em tempo: Paulo Pimenta é um deputado que chama a atenção pela inteligência fulgurante.

    • alberto santo andre em 9 de julho de 2018 às 14:46
    • Responder

    eu nao sou regiamente pago, mas so por poder fazer valer a maxima, que a historia e a madrasta das estorias , alem deelevar o meu ego, ao sentir que minha formaçao moral e de honestidade se sobreponhe a mediocridade e falta de moral de muitos , e como tal ao inves de ficar simplesmente usando termos juridicos que me sao familiares pois tenho na minha familia varios advogados , e juizes , , que presiddem juris ate hoje , me atenho ao futuro cada vez mais negro do pais , nao pela prisao do lula mas sim pelo aparelhamento criminosos que ocorreu e tornou o brasil uma copia inacabada da venezuela , hoje no wall stret journal , saiu materia que indica que o brasil devido aos descalabrios juridicos do vassalo petista favreto , devera perder em torno de doze bilhoes de dolares em investimento , devido exatamente a falta de confiança que vem se acenuando cada vez mais desde 2006, e somados hoje a taxa de juros americana , sinalizada pelo FED, DEVEM TIRAR INDA MAIS INVESTIMENTOS DO BRASIL e somados a isto a retirada de circulaçao de mais de quinze trilhoes de euros ate 2020 , pelo banco da uniao europeia , isto significa simplesmente que estamos em relaçao ao restodo mundo como o pangare em corrida de puro sangue , equenao tem forças nem para terminar o tiro ser aptriota a torcer para que o pais realmente cresça , e infelismente para os esquerdopatas mesmo a hina hoje e um pais capitalista , e o capitalismo pune vagabundos e ladroes e presenteia da vida melhor ao trabalhado , ,,,, gostando ou nao e simples assim e a historia como sempre costumo dizer e a madrasta das estorias, e mal educada desmente os contadores de estorias a todo momento e ainda baseados em relatorios honestos …

      • Goiano, Chorando em Copas em 9 de julho de 2018 às 15:09
      • Responder

      Poderias ser, se fosses pago pelo PT para escrever a favor do Lula!
      Mas o que eu quero mesmo dizer é que ninguém notou que faltou na relação dos campeões do mundo, certamente por um ato falho, o fatídico resultado da copa de 2014:

      2014

      ALEMANHA CAMPEÃ

      Final: Alemanha 1 x 0 Argentina

      País-sede: Brasil

    • Maurício Assuero em 9 de julho de 2018 às 15:00
    • Responder

    A perplexidade, de fato, foi o cara, sem competência, emitir um habeas corpus contra uma decisão colegiada. Claro, que as ações subsequentes de Moro, Gebran e Flores, foi no sentido de contornar essa bobagem. Queria entrar para história, entrou para a estória. Um canalha, tal qual Toffoli, empregado antigo que agora se torna grato pelo cargo que recebeu. Afinal, foi assim que o estado foi aparelhado. consonantes contra essa medida tresloucada. Marcelo Navarro, STJ, se tornou ministro, segundo delação, para sabotar a Lava Jato. Se formos procurar, encontraremos muitos outros se prestando a este papel.

    • Wagner de Oliveira Lopes em 9 de julho de 2018 às 15:11
    • Responder

    Goiano,
    Leia a íntegra da decisão tanto do Gebran quanto do Thompson Flores. Está lá tudo que falei.
    Admita que a decisão do desembargador, petista de carteirinha (militante de 1991 a 2010) que mandou libertar o molusco foi uma decisão meramente política. Sem qualquer lastro de legalidade jurídica. Mudando de assunto, estou esperando você publicar um vídeo, ou qualquer outra gravação da música Eu e o Meu Coração, do velho Lupícinio Rodrigues. Esqueceu da sugestão que lhe dei? Abraço.

      • Goiano, O Fãnzoca do Lupicínio em 9 de julho de 2018 às 15:27
      • Responder

      Caríssimo Wagner, os antilulisas de carteirada também fizeram e continuam fazendo das suas, seja no processo do impeachment, seja em evidentes forçações de barra em processos do Lula, de modo que cada um aproveita o que pode, nesta Guerra Santa que está sendo desenvolvida contra e a favor do nosso amado ex-presidente.
      Saiba que eu não me esqueci de tua elogiosa sugestão, de gravar Lupicínio mais uma vez (Eu e o Meu Coração); acontece que, tendo me aposentado da noite e afastado do meio musical, ando sem os recursos de que dispunha, artistas que tocavam comigo, estúdios e técnicos com os quais trocava figurinhas, de modo que assim que conseguir organizar um novo projeto vamos desenvolver essa bela proposta.
      Agradecido, abraça-te este admirador.
      EM TEMPO: Não sei se viste, foi publicado já no JBF, o vídeo de uma das gravações que fiz do Lupicínio Rodrigues. Gravei algumas, mas vídeo tenho esse (que sofreu críticas por algum equívoco na letra…):

    • Goiano, Apitando em 9 de julho de 2018 às 15:14
    • Responder

    Muitas vezes, foi pênalti e juízes deixam de marcar.
    Agora tem os árbitros de vídeo, mas eles também erram.

    • Republicano de Curitiba em 9 de julho de 2018 às 15:56
    • Responder

    Goiano

    Você sabe, eu sei, o Brasil sabe, o mundo sabe, que tudo foi armado muito tempo antes.

    Deveria ler a peça que o tal desembargador plantonista elaborou para justificar o HC do MOLULASCO, Como ele estava de plantão no domingo, dia 08/07, mal recebido o pedido de HC ele já o expediu quase instantaneamente com 22 páginas bem elaboradas. Vale a pena ler. Algum escritor ainda vai transformar o texto em novela.

    Mas hoje, numa rádio de Natal, onde estou passando uma temporada (e não é no presídio), um advogado e jurista local, com muita e muita bagagem , teceu comentários e analisou a situação de um ponto de vista que eu não havia me ligado.

    O que ele disse em linhas gerais:

    1 – O Plantonista já estava preparando a peça muito tempo antes de ter recebido o tal pedido de HC;
    2 – Recebido o pedido já sacou seu parecer de 22 páginas com as argumentações;
    3 – Moro foi avisado por WhatsApp por alguém, porque estava de férias. PT sabia
    4 – Imediatamente acionou o tal Gebran.
    5 – O tal GEBRAN acionou o STF;
    6 – O STF acionou o TAL Thompson, chefe do plantonista, que o desautorizou.

    o que ele disse disso tudo.

    1 – A prisão do Lula é um erro do STF, pois embora considerado culpado ainda cabe recursos. Mas a maioria do STF e do MPF, Juízes novos, promotores novos, novas cabeças, etc) não querem que aconteça com o Lula, com o Cabral, com o Eike, com o Aécio, etc… o mesmo que ocorreu com o Maluf, com o Luis Estevão, que ficaram impunes por longos 18 anos. Fazendo a alegria dos advogados. Ah, ainda tem o Juiz Nicolau que foi preso em segunda instância e ninguém reclamou. Lembra dele Goiano?

    Há muitos presos em segunda instância não, Por que só o Lula é vítima?

    2 – O plantonista errou e exorbitou por postura ideológica. Sem problemas. Não foi movido pela razão e sim pela emoção. Deverá pagar, se considerado culpado, por isso.

    3 – O Moro errou. Estava de férias. Seu substituto poderia ter feito algo mas não impedir a execução do HC.

    Mas segundo ele há jurisprudência, Ministro Marco Aurélio defendeu em plenário um juiz em um caso similar alegando que o tal juiz fora citado num processo similar e estando de férias deliberou, etc. etc..

    4 -O tal Gebran errou também.

    5 – O tal Thpmpson errou também.

    e o jurista disse por que ocorreu estes eventos. O STF zoneou o entendimento jurídico e não se faz respeitar mais. Gilmar ama Toffoli que ama Levandowski que ama Marco Aurélio que ama Celso de Mello que ama Luis Barroso que ama Carmem Lúcia e assim vai a suruba.

    6 – O Lula deveria ser solto, mas a comoção social faria ele voltar para a cadeia. Há 54% de brasileiros que querem ele na cadeia. Até os que votam nele querem ele na cadeia.

    Então o que o Lula faria. Iria se refugiar sim numa embaixada e assim configuraria ser um preso político. O Rafael Correa quer fazer a mesma coisa.

    Foi tudo bem armado, como só uma quadrilha bem organizada pode fazer.

    Eu particularmente quero que ele seja solto para que a caterva a qual ele lidera saia de Curitiba e deixe de custar aos bolsos de quem paga imposto 300 mil reais por mês.

      • Goiano em 9 de julho de 2018 às 16:07
      • Responder

      Pois, Republicano de Curitiba, há razões de lá, há razões de cá, venceu quem pôde.
      Quanto ao Lula fugir do País, ele já podia tê-lo feito, mas não fez, disse que não faria e quem sabe não o fará. Eu, se fosse ele, já estaria em Cuba desfrutando das delícias da Ilha!

    • Wagner de Oliveira Lopes em 9 de julho de 2018 às 16:17
    • Responder

    Goiano,
    Não é de hoje que admiro sua voz, seu gosto musical. Parabéns pelo vídeo e obrigado pela atenção.
    Quanto a polêmica do prende e solta do molusco, sugiro que leia a entrevista do ex-ministro e ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Carlos Velloso, publicada na Folha de São Paulo, de hoje. O juiz de férias não deixa de ser juiz. Volto a repetir: Sérgio Moro só manifestou porque ele foi citado, indevidamente, como autoridade coatora. Como você bem disse, 54% dos brasileiros querem que ele permaneça preso. Aposto que depois desse teatro que seus asseclas (de Lula) armaram, o percentual de brasileiros que querem ele bem guardadinho, curtindo o frio de Curitiba, vai aumentar, e muito.

      • Goiano em 9 de julho de 2018 às 20:04
      • Responder

      Li a entrevista, o ex-ministro do STF Carlos Velloso é considerado um expoente em cultura jurídica e vale a pena atentar para suas palavras.
      Há um detalhe a respeito do habeas corpus do Lula que me parece considerável, tanto que o Velloso ponderou que é matéria de conteúdo mas que deveria ser objeto de avaliação em outra sede, como o STF ou o STE – que foi o caso do fato novo.
      Me lembrei de um caso que me contaram em que um advogado entrou com um mandado de segurança contra ato de um titular de uma entidade sabendo que não cabia a medida porque o coator não era sujeito passivo naquela relação. Porém, o simples fato de entrar com a medida e a divulgação de que o fez foi capaz de alertar a entidade para cancelar o processo eletivo irregular e marcar novas eleições de forma regular. Dizia-se que por alguma razão o advogado estava sem condições de tomar uma medida regular no caso e optou por uma forma “não convencional” de resolver a questão, sendo que o pedido foi arquivado por decisão in limine do juiz. Não garanto que seja verdade, foi dado como exemplo de chicana.
      No caso do Lula, é possível que não se tenha tentado algo parecido, mas a questão do fato novo pode ter toldado o endimento de alguns, no sentido de que sendo fato novo era matéria nova, não alcançada pela decisão da 8ª Turma do TRF4, e por isso essa turma não seria a coatora, mas a autoridade responsável pela execução da prisão – um raciocínio algo tortuoso mas que talvez tenha sido a forma de pensar dos envolvidos.
      Em direito, alguns enganos se cometem em razão das interpretações dadas à lei e aos fatos, sendo que alguns constituem verdadeiras aberrações.
      Porém – e aí volto ao caso do mandado de segurança e da chicana – os autores do habeas corpus em favor do Lula conseguiram algumas vitórias: uma, parcial, de obter a decisão favorável, embora (e por isso mesmo) a celeuma jurídica que se estabeleceu; a outra, de mostrar o tour de force levado a efeito para barrar a libertação do Lula, ficando a impressão para o público em geral, digo, para uma boa parte desse público, que arranjaram um jeito de impedir que um habeas corpus favorável ao Lula fosse cumprido, até porque não houve cassação formal da decisão liminar (não sei se pelo ineditismo (?) da situação?).
      Enfim, foi um fim de semana interessante.

    • Abydias em 9 de julho de 2018 às 18:10
    • Responder

    Sabendo da peia que vai levar na eleição o PT tenta de tudo para não sumir da política. Truques velhos de bolcheviques gagás.
    É melhor Jair se acostumando.

      • Goiano em 9 de julho de 2018 às 20:09
      • Responder

      Infelizmente, Abydias, o nome Marina Silva não se presta a tal tipo de, digamos assim, “trocadilho”, nem o do Ciro.
      Claro, o PT vai rodar quanto à presidência. Mas existe uma campanha para que os simpatizantes do Lula votem em peso em candidatos do PT, ainda que um deles seja o meu cachorro, Ranger.
      Fudeu.

    • alberto santo andre em 9 de julho de 2018 às 18:11
    • Responder

    goiano , sinto informara voce que tenho uma coisa , que nao e de propriedade de qualquer hum ,e uma coisa que nao tem peso , nao temcor e nem cheiro infelismente , pois se a tivesse certamente faria uma enorme diferença para que a umsimples olhar ou olfato faria uma enorme diferença e talvez ate nos conseguisse levar este puteiro mal formado a ser uma naçao , tenho estas que fazem com qu eu entre em qualquersem ter que me esconder isto que infelismente faz muita falta ao brasileiro e que nos garante esta posiçao mediocre frente ao mundo se chama moral e vergonha na cara , nao sou um vendido , posso olhar para meus filhoe e netos e ter a certeza que nao terao vergonha de seu patriarca , isto nao e compra se vem da educaçao e da base familiar , nao pegar o que nao e seu , respeitar o proximo nao dedurar o outro por falta de capacidade e sobretudo ter a ombridade de ter uma so palavra , mesmo que isto lhe custe promoçoes, , , e oque tenho ate hoje ganhei honestamente com mais de cinconta anos de trabalho , do pouco que tenho nada foi roubado nem mesmo com a conduta de marcar ponto e nao trabalhar e isto nao esta a venda e nem em cumplicidade com criminosos., como disse o espirita chico xavier , voce pode se justificar e enganar o seu proximo mas jamais podera se enganar a si mesmo .. eu nao preciso tentarme enganar a mim mesmo nao sou santo soua penas honesto e cum uma educaçao de um socialista,porem honesto e rigido como pai.

    • Goiano, o Petista Safado em 9 de julho de 2018 às 20:12
    • Responder

    Alberto, mereces parabéns por tua integridade e pelos ensinamentos que recebeste dos teus pais, coisa que, infelizmente, os petistas não obtiveram e, por isso, somos essa corja de defensores de bandidos, de desonestos e aéticos, pertencentes à banda indecente do Brasil.

    • NIKOLAI, O ESCARNECEDOR em 14 de julho de 2018 às 15:05
    • Responder

    Como bom compreendedor de todo esse celeuma juridicamente capcioso, Goiano, tu és um excelente cantor.

    Ah, se sua cognição fizesse jus a sua voz… Mas ao invés disso, temos aqui uma paralaxe tão profunda quanto a Fossa das Marianas.

      • Goiano Cantor em 14 de julho de 2018 às 15:47
      • Responder

      Caríssimo Nikolai, felizmente não precisamos de cognição para cantar, ela pode atrapalhar; nos basta soltar a voz. Grato pelo comentário elogioso. Vou parar de outras coisas e ficar só na cantoria.
      Abraço apertado.

  1. […] comentário feito aqui no JBF, Ceguinho classificou o petêlho Paulo Pimenta, líder do bando na Câmara dos […]

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.