UM PREFEITO BANÂNICO

O Ministério Público do Rio de Janeiro informou nesta sexta-feira (6) que serão investigadas as circunstâncias do encontro do prefeito Marcelo Crivella com fiéis e pastores evangélicos no Palácio da Cidade, em Botafogo, na Zona Sul do Rio.

Na reunião ocorrida na quarta-feira (4), os pastores e fiéis podiam levar qualquer reivindicação e, em troca, a prefeitura falaria sobre o que teria a oferecer para os convidados.

* * *

Embora fosse proibido portar celulares, ou fazer filmagens e gravações durante o encontro subterrâneo do prefeito carioca com os pastores, teve um traidor que gravou tudo e divulgou os tolôtes cagados oralmente pelo sonso Crivella.

Crivella é cria (vôte!) do seu ídolo Edir Macedo, um dos maiores picaretas desta República Federativa de Banânia, com filiais em várias partes do mundo.

O atual prefeito do Rio de Janeiro é discípulo fiel de Lula, por quem foi apoiado nas suas candidaturas pro senado e pra governador do estado.

Do mesmo jeito que o prisioneiro Sérgio Cabral, condenado a mais de 100 anos de cadeia por grossa ladroagem, foi entusiasticamente apoiado pelo também prisioneiro Lula.

As palavras de Crivella durante o encontro subterrâneo são uma chuva de bosta de um cinismo sem limites.

Quem quiser ver a matéria completa, basta clicar aqui.

Nela o prefeito fala sobre dar prioridade pras operações de catarata dos ceguinhos do seu rebanho, deixando de lado um monte de gente que precisa desta cirurgia com urgência.

Aliás, em falando de “ceguinhos”, aqui vai uma dica deste Editor pro safadão Crivella:

Contratar o causídico fubânico Ceguinho Teimoso pra defendê-lo e provar que ele é um santo inocente.

Ceguinho vai desmentir estas gravações cabalmente e garantir que nem o prefeito falou o que está gravado e nem Lula é o dono do sítio.

* * *

1 comentário

    • Cegueta Renitente em 11 de julho de 2018 às 14:50
    • Responder

    Sinto muito, Senhor Editor, nós já temos os nossos safados patistas, calhordas, corruptos e bandidos, não temos tempo para nos envolver com os dos outros.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.