SEXTA-FEIRA, 13

Sexta-feira, 13.

Hoje é o dia em que a Mãe de Calor-de-Figo limpa os dentes com uma escova fabricada com os pentelhos da sogra de Belzebu, a madrasta de Caralho-de-Asas come bimba de gato frita em sebo de bode, a nêga Espanta-Cacete amarra o pixaim com biliros feitos de ossos de cachorro doido, a madrasta de Cavalo-do-Cão come barro e caga tijolo pra levantar a caverna do Tinhoso, a cabôca Traça-Pica faz careta pra Tranca-Rua em cima de um pinico de loiça, a enfezada Catraia Sibita lava a priquita com o mijo da Besta Fera pra se enxugar com um pedaço da estopa de Maria Mulambo, a irmã de Pancanha cata chatos na barba do cabôco Papa-Cu e a Besta Fubana enfia o caralho no fedegoso do Coisa-Ruim.

Acunhe, acunhe, acunhe que a coisa é seria!!!

* * *

E vamos apelar pra Dona Gina, a melhor catimbozeira de Palmares

2 comentários

    • João Francisco em 13 de julho de 2018 às 08:18
    • Responder

    E hoje também é dia do velho e bom Rock and Roll.

    • Maurino Júnior em 13 de julho de 2018 às 11:38
    • Responder

    hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha!!!
    Êita, peste!!! O furdunço se iniciou-se cedo!!!
    E pega tudo isso aí e atole, enfie de cum força, na vera, sem vazelina e sem cuspe no furico dos ptralhas e de quem os defende: em todos os partidos de esquerda; No STF, no Favreto; Em Jeânus Cuyllis (ele adooooora!!); Em pato rôco (Humberto Bosta); Em Gleisi Puta Amante Bostmman e pur aí vai!!!
    Havia logo!!! E cumpra as obrigação!!!
    E cum os benzimento do Papa Berto!!!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.