20 julho 2018 CHARGES

MARIANO

20 julho 2018 DEU NO JORNAL

FUNDIRAM OS DOIS E UM FUDEU O OUTRO

A capa da edição divulgada nesta quinta-feira (19) da revista americana Time mescla as imagens do presidente dos EUA, Donald Trump, e da Rússia, Vladimir Putin, em uma referência à reportagem sobre a cúpula de Helsinki, Finlândia, ocorrida na última segunda-feira, na qual a participação de Trump foi criticada por imprensa, opositores e mesmo aliados.

A reportagem, com o título de “A crise da cúpula”, aborda o fato de, questionado sobre a suposta interferência russa nas eleições presidenciais de 2016, Trump ter dito que confiava na palavra de Putin, apesar de informações em contrário dos serviços de inteligência dos EUA.

* * *

Que belezinha que ficou esta fusão.

Que coisinha mais linda e mistura destes dois galêgos.

A cara de um é o cu do outro escritinho.

20 julho 2018 CHARGES

DUKE

SESSÃO BANG-BANG

20 julho 2018 CHARGES

LUTE

20 julho 2018 EVENTOS

LANÇAMENTO DE LIVRO EM CURITIBA

Vitor Miranda

A Kotter Editorial lançou no último dia 18, quarta-feira, o livro “A gente não quer voltar pra casa“, do escritor e músico Vitor Miranda.

Orelha de Pablo Villar:

“Vitor Miranda – esse jovem poeta é ar fresco na tradução do caos metropolitano que nos cerca. E também na observação das minúcias de belezas paradoxais com as quais esbarramos despercebidamente na velocidade do cotidiano. “nada é pior do que o abraço que permanece/ mesmo sem a pessoa ficar”. Romântico na essência, traz à baila os conflitos pós-modernos, a dor e a inquietude da busca para o que ainda não tem resposta. Vitor Miranda traz um brilho que o destaca, seja em performances musicais seja em simples leitura de seus textos – por um motivo muito simples: tem a postura de quem considera, como disse Sebastião Salgado, que a humanidade é o sal da Terra, que somos nós que colocamos esse tempero no planeta e que isso já é motivo suficiente para uma postura social em que a solidariedade é inerente. “quando pensamentos voam/ pela janela afora/ livres do cárcere”. E essa busca, que passa por Leminski e Gullar, só faz sentido quando se verifica no dia a dia, olho no olho do cidadão comum. Vitor Miranda vai adicionando sem medida a revolta, paixão, suas dores, o samba, a fotografia e os papos sem fim nos botecos do Butantã. Numa profusão de sentimentos verdadeiros que, ao tomarem corpo, chegam a um resultado saboroso. Revelam, enfim, esses novos tempos que apontam para novas fórmulas de vivência. É o que o Vitor veio nos mostrar.”

O livro está disponível para venda em Kotter Editorial

20 julho 2018 CHARGES

CLÁUDIO

20 julho 2018 AUGUSTO NUNES

PRESIDIÁRIO 171

Lula diz tudo o que pensa num artigo em que afirma que está impedido de dizer tudo o que pensa

“Aqueles que não querem que eu fale, o que temem que eu diga? O que está acontecendo hoje com o povo? Não querem que eu discuta soluções para este país? Depois de anos me caluniando, não querem que eu tenha o direito de falar em minha defesa?”

Lula, em artigo que alguém escreveu, ele assinou e a Folha publicou nesta quinta-feira, reivindicando o direito de apontar saídas para a crise em que o Brasil afundou depois de governado durante 8 anos por um analfabeto funcional e outros 5 por um poste incapaz de dizer coisa com coisa.

20 julho 2018 CHARGES

VERONEZI

DEZ IMPROVISOS DO POETA CANTADOR MANOEL XUDU

Manoel Xudu Sobrinho, natural de São José de Pilar–PB (1932-1985)

* * *

Dia 13 de março terça-feira
Ano mil novecentos trinta e dois
Pouco tempo depois que o sol se pôs
Mamãe dava gemidos na esteira
Numa casa de barro e de madeira
Muito humilde coberta de capim
Eu nasci pra viver sofrendo assim
Minha dor vem dos tempos de menino
Vivo triste por causa do destino
E a saudade correndo atrás de mim.

* * *

O homem que bem pensar
Não tira a vida de um grilo
A mata fica calada
O bosque fica intranquilo
A lua fica chorosa
Por não poder mais ouvi-lo.

* * *

Quanto é bonito a vaca
Se destacar do rebanho,
Dando de mamar ao filho
Quase do mesmo tamanho,
Lambendo as costas do bicho
Porque não sabe dar banho.

* * *

Minha mãe que me deu papa
Me deu doce, me deu bolo
Mamãe que me deu consolo
Leite fervido e garapa
Minha mãe me deu um tapa
E depois se arrependeu
Beijou aonde bateu
acabou a inchação
Quem perde mãe tem razão
De chorar o que perdeu

* * *

Voei célere aos campos da certeza
E com os fluidos da paz banhei a mente
Pra falar do Senhor Onipotente
Criador da Suprema Natureza
Fez do céu reino vasto, onde a beleza
Edifica seu magno pedestal
Infinita mansão celestial
Onde Deus empunhou saber profundo
Pra sabermos nas curvas deste mundo
Que Ele impera no trono divinal.

* * *

O meu amor pelo campo,
Cada vez mais, continua.
Eu não troco a claridade
Embaraçada da lua
Pelas lâmpadas de mercúrio
Que clareiam aquela rua.

* * *

A arte do passarinho
Nos causa admiração:
Prepara o ninho no feno,
No meio, bota algodão
Para os filhotes implumes
Não levarem um arranhão.

* * *

Uma galinha pequena
Faz coisa que eu me comovo:
Fica na ponta das asas,
Para beliscar o ovo,
Quando vê que vem, sem força,
O bico do pinto novo.

* * *

A vaca que quer dar cria
Se desgarra do rebanho
Tem, às vezes, um bezerro
Que é quase do seu tamanho,
Depois do parto inda o lambe
Por não poder dar-lhe o banho.

* * *

O mar se orgulha por ser vigoroso,
Forte, gigantesco, que nada lhe imita,
Se ergue, se abaixa, se move, se agita,
Parece um dragão, feroz e raivoso,
É verde, azulado, sereno, espumoso,
Se espalha na terra , quer subir pra o ar,
Se sacode todo querendo voar,
Retumba, ribomba, penera e balança,
Nem sangra, sem seca, nem pára, nem cansa,
Nos dez de galope na beira do mar.

20 julho 2018 CHARGES

GILMAR

20 julho 2018 JOSIAS DE SOUZA

PT COMPARA LULA A MANDELA E INSISTE: “VAI VOLTAR”

Em vídeo veiculado nesta quarta-feira, o Partido dos Trabalhadores aproveitou uma efeméride celebrada mundialmente – os 100 anos de Nelson Mandela – para lamentar uma tragédia partidária – os 100 dias de prisão de Lula. Confundindo crença com credulidade, o petismo comparou o encarceramento de Lula – por corrupção e lavagem de dinheiro – à prisão política de Mandela, motivada por sua luta contra o regime de segregação racial que conspurcava a África do Sul.

O novo vídeo do PT tem motivações político-religiosas. Em privado, os petistas admitem que a foto de Lula não deve constar das urnas de 2018, pois a condenação em segunda instância a 12 anos e 1 mês de cadeia no caso do tríplex fez dele um ficha-suja inelegível. Em público, porém, os companheiros se comportam como se a dúvida não fizesse parte do credo do PT.

Alimentado-se da certeza de que seu único líder é uma potência moral que não deve contas senão à sua própria noção de superioridade, o PT sustenta na peça publicitária que, assim como Mandela, Lula foi “perseguido”, “condenado” e “preso” sem ter cometido “nenhum crime”. E reitera a previsão dogmática segundo a qual o presidiário “vai voltar para ser presidente.”

Há muitas diferenças entre Lula e Mandela. A principal é que a biografia do líder sul-africano não inclui a corrupção. Nela, não há vestígio de máculas como o mensalão e o petrolão, os dois escândalos que tisnaram as presidências de Lula. Mandela tampouco foi contemplado com mimos semelhantes aos que foram providos por logomarcas como a Odebrecht.

Mandela foi à Presidência por motivações altruístas. Lula gostaria de voltar por razões menos nobres. A explicação está no parágrafo 4º do artigo 86 da Constituição Federal. Anota o seguinte: “O Presidente da República, na vigência de seu mandato, não pode ser responsabilizado por atos estranhos ao exercício de suas funções.”

Traduzindo para o português do asfalto: eleito, Lula não poderia responder por crimes praticados antes do início do mandato. Iriam para o freezer outras condenações que estão por vir. Entre elas a sentença que nascerá do processo em que Lula é acusado de receber de presente da Odebrecht o apartamento contíguo ao seu, em São Bernardo.

Nessa ação criminal, a defesa de Lula sustenta que o proprietário do imóvel é Glaucos da Costamarques, um parente do seu amigão José Carlos Bumlai. Apontado pelos procuradores da Lava Jato como “laranja”, Glaucos declarou em depoimento a Sergio Moro que Lula ocupava o imóvel desde 2011 sem pagar um níquel. Só começou a desembolsar o aluguel no final de 2015, depois que Bumlai foi em cana.

A analogia esboçada no vídeo ofende a memória do morto e a inteligência dos vivos. O barulhinho que se ouve ao fundo é o ruído de Mandela se revirando no túmulo.

20 julho 2018 CHARGES

RICO

20 julho 2018 DEU NO JORNAL

UM TRIO DE HOMENS HONRADOS SENDO INJUSTIÇADO

O ex-senador Luiz Estevão (MDB-DF) e o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB-BA), presos no Complexo da Papuda, em Brasília, foram transferidos nesta quinta-feira (19) para a ala de segurança máxima da penitenciária.

A decisão da Vara de Execuções Penais do DF foi tomada após denúncias de que os políticos eram privilegiados com regalias na cadeia.

Estevão e Geddel estão agora em celas individuais de aproximadamente seis metros quadrados.

O banho de sol também passa a ser individual – ou seja, eles não deverão ter contato com outros detentos.

* * *

É horrível ler o noticiário do dia.

Só se vê injustiças e sacanagens contra homens de bem.

Tanto quanto Luiz Estevão e Geddel, dois impolutos políticos cumprindo prisão mesmo sendo inocentes, Lula também está injustamente recolhida a uma desconfortável, fétida e suja cadeia na friorenta Curitiba,  sem ter contato com ninguém.

Este trio, dois do MDB e um do PT, partidos irmãos, merece a nossa solidariedade.

Vamos convocar os cumpanheros Gleisi e Stédile para fazer uma campanha:

Estevão livre!

Geddel livre!

Lula livre!

Geddel, Luiz Estevão e Lula: um trio de ouro da pulítica banânica, vítima de injustiça

20 julho 2018 CHARGES

CLÁUDIO

20 julho 2018 PERCIVAL PUGGINA

FORO DE SÃO PAULO NUMA CUBA ESQUIZOFRÊNICA

A elite do esquerdismo brasileiro, tendo à frente Dilma Rousseff e Gleisi Hoffmann, foi a Havana para o 24º Encontro do Foro de São Paulo. O evento acontece a poucos meses dos festejos que marcarão 60 anos da renúncia de Fulgencio Batista em 1º de janeiro de 1959, seguida da tomada do poder por Fidel Castro. Sessenta anos! Vidas inteiras, do parto ao velório, submetidas aos caprichos e delírios ideológicos de uma pessoa. Mesmo depois de morto é ele, Fidel, que mantém de pé o vacilante e falimentar arcabouço ideológico da sua revolução.

Há um equívoco em afirmar que o regime cubano não funciona. Ele é perfeitamente funcional na perspectiva dos que se apossaram do poder. O pequeno grupo dirigente, representado pelo Comitê Central do Partido Comunista Cubano, habita o bem instalado andar superior da sociedade que o mantém. É um sistema em que a posição de mando não sofre qualquer ameaça.

Essa é a questão central da política cubana neste momento: como garantir o poder ao Partido Comunista e retirar o país da miserável enrascada em que a revolução o meteu. Obama, ao aproximar-se de Cuba, não fez qualquer exigência e jogou fora uma oportunidade de ouro. Ele queria os ganhos políticos da aproximação; o povo da ilha, com suas mazelas, que se danasse. Já o camarada chinês Xi Jiping deu bola e, por esse motivo enviou a Cuba o secretário geral do Partido Comunista do Vietnã, Nguyen Phu Trong, no mês de março deste ano. O conselho levado era simples: façam como nós, chineses e vietnamitas – segurem as rédeas da política e afrouxem as da economia. Deixem o povo ganhar dinheiro, mas não entreguem a caneta nem a chave da cadeia.

Pelo sim, pelo não, Cuba deu a partida para um processo constituinte cujas diretrizes já estão praticamente definidas. Alinham-se aquém do que agradaria aos chineses, mas além do que faria Fidel sorrir. O texto reafirma o papel reitor do Partido como “força dirigente superior da sociedade e do Estado” e define Cuba como um “estado socialista de direito”. De outra parte, reconhece o direito à propriedade privada, o direito de herança, abre-se para empresas totalmente privadas, inclusive estrangeiras e – por supuesto – preserva as estatais como sujeitos principais das atividades econômicas.

Imagino as dores de parto envolvidas no nascimento desse “bebê de Rosemary”. Quanto deve estar custando àqueles marxistas-leninistas reconhecer o amontoado de besteiras que praticaram durante seis décadas na condução da economia! E quanto, por causa disso, padeceu o povo com o permanente racionamento e os salários simbólicos, suficientes apenas para disfarçar sua real escravidão!

Pois foi nesse contexto local que se realizou o 24º Foro de São Paulo, presentes ardorosos líderes comunistas do continente. Pense numa situação desoladora! Lula preso, Fidel morto, Raúl aposentado, Maduro ferrando a Venezuela, Ortega indo pelo mesmo caminho e Cuba entrando no mundo dos negócios, aberta aos interesses do grande capital. Credo!

20 julho 2018 CHARGES

SPONHOLZ

20 julho 2018 DEU NO JORNAL

O CU EM DESTAQUE

A exposição “Cu é lindo”, assinada por Kepler Reis, é destaque dentro da mostra “Devires”, projeto artístico que propõe um exercício de desnaturalização das relações entre sexo, gênero, visualidade, raça e poder.

Em sua primeira edição, a mostra teve início no dia 12 de julho e segue com diversas atividades em Salvador até o dia 12 de agosto, das 9h às 19h, com entrada gratuita.

O processo criativo “CU É LINDO” foi iniciado em 2011 a partir das reflexões surgidas durante a realização da “Trilogia Venha Me Amar” (2008/2011).

Bem como da potência da impossibilidade de deixar de falar sobre a abjeção do Cu, do silêncio histórico da homofobia, da moral social, do fundamentalismo religioso e da ocupação das ruas através da linguagem da performance e da pichação enquanto arte política e curativa.

* * *

Um nome arretado para um exposição de artes: CU É LINDO!

Belíssima esta ilustração aí de cima, na qual aparece uma boca engolindo um cu com uma joia enfiada nele.

Aliás, a notícia e o texto se casam admiravelmente.

Um obra-prima vermêio-istrelada.

É o retrato cagado e cuspido de uma Banânia petêlha.

No Rio de Janeiro, o PT lançou como candidata ao governo do estado uma cientista, Márcia Tiburi, que tem Doutorado em Ciências Cuzulógicas e é especialista no orifício por onde sai a bosta.

Na Bahia, o governo petista de Rui Costa apoia, patrocina e divulga uma exposição cujo tema central é o cu.

Nunca vi nada tão coerente e tão pertinente.

PT, cu e merda são sinônimos.

20 julho 2018 CHARGES

LUTE

APOIO POLÍTICO

Decididamente a vontade de ser presidente da república, governador, prefeito ou até mesmo vereador, está acima de qualquer ideologia. Pelo regime que vivemos é certo que o presidente não governa sem a maioria no congresso, mas o que se faz para continuar ou chegar ao cargo supera, e muito, qualquer expectativa política. Daí, nós eleitores precisamos avaliar o candidato não apenas pelos critérios fundamentais de probidade, desempenho, lisura, etc., mas também pela qualidade de apoio que ele pleiteia.

Considero simplesmente estarrecedor ver os diversos partidos tratando Valdemar da Costa Neto como a “bala que matou Kennedy” ou “a última Coca-Cola do deserto”. Parece que tais pessoas esqueceram, simples e propositadamente, que este canalha dono do PR, foi condenado no mensalão, teve seus direitos políticos cassados, mas, apesar disso, comanda o PR como uma extensão de suas empresas particulares. Vimos Tiririca ocupar a tribuna, uma única vez nos seus dois mandatos, para se dizer decepcionado e adicionalmente vemos o esforço do partido em mantê-lo candidato porque ele é um grande puxador de votos. Então, pelo critério de proporcionalidade, o partido teria condições de fazer uma boa bancada. Pra quê? Para votar propostas que beneficiem a população? Duvido! A ideia é continuar aparelhando o estado de modo que eles continuem ganhando.

Geraldo Alckmin, que convive tranquilamente com o canalha Mineirinho que recebeu R$ 2 milhões numa mala, trabalha para fechar um acordo com o PTB de Roberto Jefferson. Isso, mesmo: o pai de Cristine Brasil que foi impedida de se tornar ministra do trabalho, mas que nem por isso deixou de exercer influência no ministério tendo em vista que colocaram lá uma pessoa submissa aos interesses do PTB, que é presidido por Jefferson, o mesmo Jefferson que denunciou o mensalão, não por sentimento ético ou patriótico, mas porque estava perdendo espaço na roubalheira. Sabe aquela história do “se não me der também, eu conto a tudo mundo”? Isso é o PTB, isso é o partido político no Brasil. Uma instituição falida, embora aqui ou acolá a gente encontre pessoas sérias que necessitam de uma filiação para concorrer. Não seria o caso de candidatos avulsos? Gilmar Mendes foi contra isso, logo deve ser uma proposta interessante.

Outra coisa que achei deveras interessante foi o telefonema de Ciro Gomes para Luciana Santos, presidente do PCdoB perguntando até que ponto poderia ceder para ter o apoio do DEM. Ora, PCdoB é um partido de esquerda com pensamentos e propostas totalmente antagônicos aos interesses do DEM. Então, você cede uma fração de suas crenças, de sua ideologia, apenas para tentar se eleger? Como acreditar num candidato dessa natureza?

No âmbito estadual, a coisa não é tão diferente. Cito o caso de Pernambuco. O governador, alucinadamente tenta o apoio do PT para conseguir mais tempo de programa eleitoral obrigatório (gratuito uma pinoia porque rádio e televisão abatem do imposto de renda os custos, então nós financiamos essa porcaria) e barrar a candidatura de Marília Arraes. Esta candidatura teve todo apoio do candidato Armando Monteiro, no começo, porque ele queria tirar votos do governador. Marília foi usada como um objeto manipulável e esta semana, numa entrevista a um programa de rádio, ela atacou tanto o governador quanto o senador Armando Monteiro. O engraçado é que todos usam Lula como instrumento de captação de votos. Numa conversa recente com um colega ele disse: “eu tinha intenção em votar no governador, mas se ele fizer aliança com o PT, eu não voto. O PT vai ocupar cargos no governo, então vai tudo ficar na mesma”. O apoio político diz tudo das candidaturas.

Nesse sentido, é um fato emocionante a gente vê Raul Castro, Evo Morales e Nicholas Maduro pedirem eleições livres no Brasil. Castro herdou o poder com a doença do irmão. Como se a gestão de um país fosse um bem particular. Caso tenha participado de eleições livres foi como eleitor no tempo de Fulgêncio Batista. Desde 1959 que a família Castro está no poder. Castro é o presente do verbo castrar e foi isso que eles fizeram em Cuba: castraram a liberdade do povo; castraram adversários políticos. O presidente Lula devolveu os lutadores de boxe Guillermo Rigondeaux e Erislandy Lara que vieram para o Pan-Americano no Rio de Janeiro em 2007 e fugiram da delegação. Tarso Genro, este mesmo que defende a candidatura de Boulos, então ministro da justiça chegou a dizer que os cubanos pediram para voltar! O governo Lula fez isso, sabendo o que aconteceria com eles. Fernando Morais, amigo de José Dirceu, tem um livro chamado Olga, no qual escracha a entrega de Olga Benário Prestes ao governo alemão, em 1933. Ela foi assassinada por governo nazista porque era judia. Esse cara não disse uma palavra sobre os cubanos devolvidos à ditadura de Castro.

Maduro, se torno presidente por herança também. Era vice-presidente indicado por Hugo Chávez. É notório seu interesse em perpetuar-se no poder a custa da miséria do povo venezuelano. Usou de todas as prerrogativas para continuar no poder, prendendo opositores e matando pessoas. Evo Morales, ao assumir a presidência, a primeira coisa que fez foi nacionalizar investimentos brasileiros na Bolívia atingindo duramente a Petrobras e interesses de Eike Batista. O ex-senador boliviano Roger Pinto, saiu da Bolívia escondido e o diplomata que o tirou de lá foi perseguido pelo governo Dilma. O senador morreu num acidade de avião.

Pois bem: essa trinca de canalhas apoia e é apoiada por políticos brasileiros. Pense nisso para definir o seu voto.

20 julho 2018 CHARGES

JORGE BRAGA

20 julho 2018 DEU NO JORNAL

MATADOR CALOTEIRO

O médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como “Dr. Bumbum”, não paga condomínio de uma cobertura na Barra da Tijuca há 10 anos.

O apartamento foi usado por ele e sua equipe para fazer o procedimento estético que resultou na morte da bancária Lilian Calixto, no último domingo.

Contra ele corre um processo na 2ª Vara Cível movido em 2009 pelo condomínio Santa Mônica.

Em decisão publicada em fevereiro do ano passado, a Justiça condenou o réu a pagar o valor devido, que na época somava R$ 424.571,94, além das custas do processo.

Segundo o advogado que representa o condomínio, o valor atualizado já ultrapassa meio milhão de reais.

Mãe e filho, ambos médicos: uma dupla banânica da pesada

* * *

Assassino e caloteiro.

Fora o resto.

A ficha deste sujeito é extensa.

Atenção, muita atenção:

Apesar de criminosos da pesada, não é verdade que Dr. Bunda e sua querida mãezinha sejam filiados ao PT.

Podem desmentir esta mentira absurda!!!

Isto é mais uma calúnia dos boateiros reacionários e golpistas.

O anúncio contido no vídeo abaixo estava na página comercial do Dr. Pé-de-Rabo e foi visto por milhões de freguesas.

Só não foi visto mesmo pelo Conselho de Medicina…

20 julho 2018 CHARGES

IOTTI

20 julho 2018 AUGUSTO NUNES

REPRISE DO PESADELO

Paulo Okamotto sugere que o ex-presidente volte ao Planalto para terminar de destruir o país

“A única pessoa que tem força para dialogar com os trabalhadores e trabalhadoras, com o setor empresarial e promover a paz, desenvolvimento, emprego para o Brasil é o Lula”.

Paulo Okamotto, diretor do Instituto Lula, explicando que o ex-presidente presidiário é o único brasileiro capaz de consertar o país que, em parceria com Dilma Rousseff, tentou destruir durante 13 anos.

* * *

NASCIDOS UM PARA O OUTRO


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa