28 julho 2018 CHARGES

SPONHOLZ

28 julho 2018 A PALAVRA DO EDITOR

ROLANDO LERO

Pra gente se rir-se um pouco numa tarde de sábado.

Os dois já não estão mais entre nós. 

Ambos já se encantaram:

Rogério Cardoso, que interpretava Rolando Lero, e Chico Anísio, o gênio cearense que dirigia a Escolinha do Professor Raimundo.

28 julho 2018 CHARGES

MYRRIA

28 julho 2018 DEU NO JORNAL

É SO FUTUCAR QUE APARECE MERDA

A mesada de 100 mil reais de Dias Toffoli é depositada numa conta do Banco Mercantil do Brasil.

Em 2015, a área técnica do banco recomendou que seu movimento fosse despachado para o COAF, mas o caso foi engavetado.

O mesmo banco concedeu um empréstimo de 900 mil reais – com juros camaradas – para o futuro presidente do STF.

As parcelas de 13.806 reais representavam quase 75% dos 18 mil reais líquidos que Toffoli recebia oficialmente.

* * *

O COAF, que em 2015 “engavetou” a ladroagem de Toffinho, é um órgão do Ministério da Fazenda.

No ano de 2015, o COAF era comandado pelo “governo” de Dilma.

Se a gente olhar direitinho prum petista, sempre tem rastro de pilantragem ou safadeza.

Pode ser um petista preso, assim como Lula, ou pode ser um petista solto, assim como Toffoli.

Não tem saída: se tem petista, pode se preparar que vai aparecer merda.

O empregado solto e o patrão preso:  onde tem petralha tem putaria

28 julho 2018 CHARGES

PATER

28 julho 2018 JOSIAS DE SOUZA

ALCKMIN NEM ABRIU O COMITÊ E JÁ HÁ LIXO NA PORTA

Geraldo Alckmin tornou-se um latifundiário eletrônico. Amealhou algo como 40% de todo o horário eleitoral na TV. Nenhum outro presidenciável dispõe de tanto tempo de propaganda. A pergunta de R$ 1 milhão que passou a rondar o tucano é: como planeja preencher tanto espaço? O que tem a oferecer? Pelo andar dos inquéritos, Alckmin será obrigado a ocupar um pedaço de sua gleba televisiva com explicações.

Nesta sexta-feira, o Ministério Público Federal em São Paulo denunciou 14 pessoas por envolvimento num caso de desvio de R$ 625 milhões das obras de um trecho inconcluso do Rodoanel. O rol de acusados é estrelado por Laurence Casagrande Lourenço, ex-presidente da Dersa, a estatal que cuida de obras viárias no governo paulista. O personagem envernizou sua carreira sob Geraldo Alckmin.

Acusado de fraude em licitação, falsidade ideológica e organização criminosa, Laurence entrou e saiu da Dersa na gestão de Alckmin. Ocupou cargos tão relevantes como o de secretário de Logística e Transportes. Um mês antes de Alckmin trocar o governo pela candidatura, Laurence passou a responder pela Companhia Energética de São Paulo, onde ficou até ser preso, em 21 de junho.

Dois dias após a prisão, de passagem pela cidade paraibana de Campina Grande, Alckmin exaltou os “cuidados tomados” para evitar malfeitorias nas obras do Rodoanel. Ele pediu “rapidez” na investigação. E defendeu o preso: “O Laurence Casagrande é uma pessoa séria, com enorme folha de serviços prestados ao Estado.” (veja no vídeo abaixo)

As conclusões do inquérito da Procuradoria trafegam na contramão da confiança de Alckmin na higidez das obras e na reputação dos seus administradores: “Sem sombra de dúvidas, há mais de dez anos, existe uma organização criminosa dentro da Dersa”, declarou a procuradora da República Anamara Osório Silva, que entregou a denúncia à Justiça.

Ironicamente, Laurence Casagrande fora acomodado por Alckmin na Dersa com a missão de averiguar denúncias de corrupção na estatal – denúncias envolvendo Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, apontado como operador de propinas do tucanato paulista. Por mal dos pecados, a denúncia contra o olheiro de Alckmin escalou as manchetes no mesmo dia em a Justiça bloqueou os bens de Paulo Preto.

O comitê de campanha de Alckmin ainda nem foi aberto e já há defronte da porta um monturo muito parecido com um lixão. Nele, detritos compartilhados com outros governadores tucanos – caso Siemens, Alston e o próprio Paulo Preto – se misturam a pendências exclusivas de Alckmin: os R$ 10,3 milhões da Odebrecht, os R$ 5 milhões da CCR, as intermediações do cunhado Adhemar Ribeiro e, agora, a nova encrenca do Rodoanel.

Alckmin foi muito criticado por aproximar o seu projeto eleitoral do centrão. Mesmo entre os tucanos houve quem considerasse que os minutos de propaganda dos partidos que integram o grupo talvez não valessem o risco de intoxicação. Faz sentido. Mas a verdade é que a agenda negativa do candidato já dispensa matéria prima alheia. A reputação de Alckmin enferruja sozinha.

Católico, Alckmin talvez nem precisasse de tantos minutos de propaganda. Cinco segundos seriam suficientes para recitar no horário eleitoral o código ético-social-religioso mais famoso do mundo: ”Não matarás, não roubarás…”

* * *

O CRIME COMPENSA: LIVRE, DIRCEU USUFRUI DE FÉRIAS

28 julho 2018 CHARGES

VERONEZI

PENINHA – TUPI PAULISTA-SP

Atendendo a um pedido do leitor Alberto Santo André.

Composta por Carlos César e José Fortuna, dois grandes poetas roceiros e interpretada por vários nomes da música, “Riozinho amigo” conquistou o primeiro lugar em um Festival no ano de 1979 e foi interpretada pelas Irmãs Galvão.

A letra traduz muito bem todo o percurso de um rio e, o mais interessante, é que a música tendo mais de cinco minutos de duração, repete somente as palavras “riozinho amigo”.

Grandes poetas deixaram escritas várias músicas que são verdadeiras poesias, onde falavam de amores, natureza, cultura interiorana e costumes, às vezes com um linguajar próprio, às vezes com um linguajar universal, mas de qualquer forma era sua forma de expressão.

Preservar raízes quando falamos do interior é falar de nossa música, ou seja, a música interiorana, que é conhecida como música sertaneja ou música caipira.

As vozes que cantam a música, são da dupla Jorge Luiz e Fernando, pai e filho, e a música foi gravada em seu primeiro LP, no ano de 1980.

28 julho 2018 CHARGES

NEWTON SILVA

28 julho 2018 PERCIVAL PUGGINA

TESTE SEUS CONHECIMENTOS DE POLÍTICA

Qual o partido que:

• votou contra a Constituição de 1988 porque a queria ainda mais socialista?

• quando na oposição, pediu dezenas de CPIs e impeachments, mas ao assumir em 2003 não promoveu um único inquérito envolvendo os atos daqueles a quem acusava?

• governou o Brasil no ambiente internacional mais favorável dos últimos 60 anos?

• e provocou, apesar disso, 33 meses sucessivos de recessão, derrubou o PIB em 8,6% e deixou 14 milhões no desemprego?

• aliou-se a todos os políticos mal falados que combateu quando na oposição (Paulo Maluf, Fernando Collor, José Sarney, Jader Barbalho e tantos outros)?

• sistematizou a corrupção motivando a ação penal do mensalão e os escândalos da Lava Jato?

• tomou dinheiro emprestado a 14% ao ano para que o BNDES, em seguida, concedesse crédito subsidiado às empresas amigas a 6% ao ano, mandando a diferença para o Tesouro, ou seja, à conta dos pagadores de impostos?

• enquanto discursava sobre o nosso petróleo, transformou a Petrobras numa pequena fração do que era, permitiu que a Bolívia nacionalizasse nossas refinarias (um negócio em que, desde a prospecção, a empresa investiu US$1,5 bilhão), sem contar os US$ 8 bilhões do gasoduto que, pelo menos, continua sendo brasileiro?

• teve a audácia de proclamar que acabou com a pobreza, que “pobre agora viaja de avião” e deixou o país com 4,4 milhões de pessoas na extrema pobreza de quem ganha menos de R$ 73 mensais?

• abriu um rombo de R$ 70 bilhões nos fundos de pensão, causa de desespero para mais de 7 milhões de associados dessas instituições em todo o país?

• é declaradamente contra a Lava Jato e escalou como inimigo número 1 o competente juiz Sérgio Moro?

• dá apoio e refúgio a terroristas (Cesar Battisti é apenas um dos casos)?

• capturou e devolveu a Fidel os boxeadores que fugiram da delegação cubana no Pan-Americano de 2007?

• apoia politicamente e financiou os governos comunistas de Cuba, Venezuela e demais países do Foro de São Paulo?

• através de seus vereadores homenageia líderes comunistas e guerrilheiros com nomes de ruas?

• concede apoio explícito a companheiros condenados pela justiça por graves crimes?

• revela verdadeira fobia pela construção de presídios e por órgãos de segurança, resultando em gravíssimo incremento da violência?

• manifesta incondicional dedicação aos direitos humanos dos bandidos e total desconsideração aos direitos das vítimas?

• se empenha em inibir a ação armada das instituições policiais e se dedica à causa do desarmamento dos cidadãos?

• é contra a redução da maioridade penal?

• criou o MST e movimentos sociais semelhantes, apoiando suas truculentas invasões às propriedades públicas e privadas, bem como a expansão de reservas indígenas sobre áreas de lavoura?

• alegando a laicidade do Estado, promove e protege atividades pedagógicas e material didático que visam se contrapor aos valores morais e às orientações familiares?

• criou o kit gay e financiou, com recursos públicos, a parada gay e a marcha das vadias?

• manipula o material didático, a interpretação dos fatos históricos e oculta do conhecimento escolar livros de autores liberais e conservadores?

• apoia a legalização do aborto?

• criou, com Fidel Castro, o “Foro de São Paulo”, onde ditadores e simpatizantes entram em conluio para produzir a hegemonia comunista na América Latina?

• tentou e continua tentando acabar com a lei de anistia e manipula a História para transformar guerrilheiros e terroristas comunistas em paladinos da democracia?

• promove gigantesco aparelhamento da administração pública, dos órgãos de Estado, dos tribunais superiores e do corpo docente das universidades?

• perdoou dívidas de ditadores africanos e tiranetes sul-americanos para favorecer contratação de obras suspeitíssimas, financiadas com recursos do BNDES e que hoje ensejam investigações análogas às que ocorrem no Brasil?

• elevou a taxa de evasão escolar entre os jovens de 7,6% para 16,5%?

• aumentou a taxa de desocupação dos jovens brasileiros de 9,5% para 25,8%?

• investiu no porto cubano de Mariel, dez vezes mais do que nos portos brasileiros?

• tentou implantar o decreto 8423 que instituiria os conselhos bolivarianos no Brasil, em afronta à Constituição e ao Congresso Nacional?

• atraiu, irresponsavelmente, a Copa de 2014 e os jogos Olímpicos de 2016, ensejando corrupção em valores bilionários e dispêndios que a nação não suportava?

• governou com absurdos 40 ministérios para distribuir cargos e favores a camaradas, companheiros, amigos e protegidos?

Quem errar não é brasileiro, nem estrangeiro.

É alienígena.

28 julho 2018 CHARGES

NANI

SONETO DE TREVAS

Pulsa a morte no tálamo da vida,
insinua-se o gelo em plena frágua.
Ver a queda crescendo na subida!
o amor se confazendo em água, em mágoa!

Se tem dois pólos o bater do peito,
se tudo é núcleo já de seu contrário,
ah Nirvânica paz, Nada perfeito,
por que não vens fundir o certo ao vário?

Anulam-se, com serem, vida e morte?
Só sei que Amor sucumbe à mão mais forte
desta fúria que as fontes me subleva.

E não vem a que o inferno miserando
me anule de ir andando, andando, andando,
mudo e cego, num pântano de treva.

28 julho 2018 CHARGES

GUABIRAS

28 julho 2018 AUGUSTO NUNES

CANDIDATO A PRESIDENTE DOS TRÊS PODERES

Nesta quarta-feira, Ciro Gomes baixou em Ananindeua, no Pará. Foi recebido por pajés municipais do PDT, partido em que se hospedou para disputar outra vez a Presidência da República, e também pelo prefeito Manoel Pioneiro, do PSDB. O alcaide não estava lá por ser um anfitrião suprapartidário, mas para confraternizar com um aliado: o PDT de Ciro participa da coalizão que apoia a candidatura a governador de Márcio Miranda, filiado ao DEM, que terá como vice alguém indicado pelo partido dos tucanos.

“O Brasil é uma federação complexa”, ensinou Ciro Gomes aos intrigados com a salada de siglas. “Aqui no Pará o importante é derrotar o MDB”. Um repórter se atreveu a perguntar ao belicoso visitante se alianças com tal amplitude não poderiam confundir o eleitorado. A ousadia esgotou a paciência sempre minguada do candidato ao Planalto: “O povo brasileiro é mais inteligente do que julga nosso vão jornalismo”, encerrou a conversa o especialista em tudo.

Até que enfim Ciro Gomes acertou uma. O povo é suficientemente sabido, por exemplo, para identificar embusteiros sem a ajuda de jornalistas. Tampouco é difícil a quem tem mais de dez neurônios enxergar um coronel sertanejo, repaginado para parecer menos primitivo, por trás da fantasia de guardião da democracia.

Também por isso, Ciro deveria poupar-se de tentar justificar a espantosa entrevista que concedeu nesta semana a uma emissora de TV maranhense. Como atesta o vídeo abaixo, o caçador de votos informou que, se ganhar a eleição, vai enquadrar juízes, cortar as asas do Ministério Público, soltar Lula da cadeia, domar o Congresso, fazer o diabo. Tantos assombros permitem deduzir que o candidato à chefia do Executivo vai acumular a presidência do Legislativo e do Judiciário.

Empolgado com o som da própria voz, Ciro contou que o ex-presidente presidiário estaria em liberdade caso tivesse ouvido seus conselhos. “Eu vi as coisas acontecendo”, confessou. “Sabia que ia dar problemas. Cansei de avisar pro Lula, mas ele não quis ouvir porque o poder por muito tempo também tira a pessoa do normal”.

Quer dizer: Ciro sabia de tudo.

Como não denunciou o que viu, virou — na melhor das hipóteses — cúmplice por omissão da maior roubalheira da história.

Isso sim é menosprezar a inteligência alheia.

Isso sim é tratar o povo brasileiro como um bando de idiotas.

28 julho 2018 CHARGES

LUTE

CAMA BOA PRA DORMIR

Comentário sobre a postagem PORRA-LOUCA EM CAMPANHA

João Francisco:

“Ciro é o Coronel, que em 2002, quando concorreu a presidente pela última vez, falou que o papel da Patrícia Pilar como primeira dama seria o de dormir com ele.

As mulheres do grelo duro (definição do Lula) que se dizem feministas, ficaram encantadas.

* * *

“A cama do Palácio da Alvorada é muito macia, Patrícia”

28 julho 2018 CHARGES

AMARILDO

28 julho 2018 EVENTOS

SABADEIRA MUSICADA

Hoje, último sábado de julho, dia 28/07, acontece a SABADEIRA MUSICADA na Casa da Música (Parque do Abaeté, s/n – Itapuã – Salvador – BA – tels: 71 3116-1512), a partir das 15h com entrada franca.

O evento tem como marca a inclusão e a diversidade de estilos e tendências, juntando na mesma festa o grupo teatral Criando Asas, os músicos Johnson Bispo, Marialda Pinho e Yao da Silva, o grupo Bahia Canta Paz e a Capoeira Mutações com Mestre Tyko Kamaleão.

Durante os shows acontece na parte externa da Casa da Música o Clube de Xadrez Itapuã fundado pelo professor Juracy Costa. E continua a todo vapor a brincadeira de incentivo à leitura, P.U.L.A. (Passe Um Livro Adiante), onde há doação e troca de livros entre os participantes das atividades, os moradores do bairro e das redondezas e interessados. Traga para o P.U.L.A. aquele livro que está ocioso em sua estante, e leve para sua casa qualquer livro que estiver disponível na estante do P.U.L.A.!

A Sabadeira Musicada faz parte do projeto Oficina de Muita Música!, série de cursos gratuitos que já está em seu sétimo ano de atividades na Casa da Música, com a coordenação do músico e escritor Fabio Shiva. Estão abertas as inscrições para as oficinas do projeto e todos são bem-vindos. Para se inscrever nas oficinas gratuitas basta enviar nome completo, e-mail e telefone para oficinamuitamusica@gmail.com, para a página do projeto no Facebook, pelo telefone (71) 3116-1512 ou pelo WhatsApp (71) 99649-9442.

28 julho 2018 CHARGES

SINOVALDO

NO TEMPO DA BRILHANTINA

No tempo da brilhantina não existia cerca elétrica em residências nem grades em janelas que não as dos presídios. Tampouco alarme eletrônico ou câmeras curiosas vasculhando moradias e ruas. Ninguém anteveria o futuro com radares controladores de velocidade, lombadas eletrônicas e veículos inteligentes.

Nem pensar em computador pessoal ou instalados em painéis de carros movidos a eletricidade. Nada de telefonia celular ou aplicativos eletrônicos de nomes estranhos como bluetooth, hangouts e whatsapp. Muito menos uma fonte de informações chamada Google, interligada a um sistema global de redes de computadores, que utilizam o conjunto de protocolos padrão denominado internet.

Naquele tempo, quem aventaria a possibilidade de entrar num tubo para ser examinado, da ponta do pé até a raiz do cabelo, mediante exames de ressonância magnética? Ou instalar stents cardíacos nas coronárias ou, ainda, sobreviver a infartos com pontes de safenas no peito?

Indo mais adiante, ser um receptor de órgãos tais como córneas, fígado, coração, pulmão, rins ou constatar, implantados em si e obedientes ao seu comando, membros doados por seus semelhantes? Qual mulher imaginaria chegar à velhice com o corpo sarado, bumbum empinado, peitos siliconados e cara de boneca?

No tempo da brilhantina não existiam cinema, televisão nem DVDs de alta definição. Ninguém ouvia falar em genoma humano ou DNA. A clonagem de qualquer ente vivo era exclusividade de roteiristas de Hollywood ou de histórias em quadrinhos. Da mesma forma que habitava somente em mentes visionárias, a remota hipótese de viagens ao espaço sideral e o pouso na Lua.

Os amantes da música jamais consideraram se deparar com estilos do tipo axé músic, mangue beat, zouk, punk rock ou funk melody. Somente malucos ou suicidas praticavam esportes radicais tais quais mountain bike, snowboarding e bungee jumping. Short curto de jeans desfiado usado com blazer de grife e sapato de salto alto era considerado fantasia, e não roupa da moda.

No tempo das cabeleiras ensebadas com brilhantina não se cogitava em implantar pelos em couros desprovidos deles, sendo a peruca a única solução para os carecas. Não existiam Viagra e AIDS, tampouco bombas de anabolizantes, nem se ingeria maconha como medicamento.

Se falassem em nanotecnologia, pensava-se em algo relacionado a um anão tecnólogo. Não se abordava a homossexualidade abertamente na mídia nem era permitido beijo de gays na televisão. A cerimônia do casamento consistia, tão somente, na união de um homem com uma mulher.

É incompreensível que tenhamos escapado àquela época sem sequelas físicas ou comportamentais em razão de tantas carências de avanços na medicina, na comunicação, na tecnologia, na ciência e na amplitude de informações. Como sobrevivemos por tanto tempo sem o conforto e as facilidades de agora?

O mundo mudou e continua mudando muito depressa, e é voz geral que muda para melhor. Mas, por que essa impressão de ele estar mais perigoso do que antes? Por que a sensação de pânico e de insegurança, quando deveria ser o contrário? Quais os motivos para tanta ansiedade e insatisfação? Se no balaio do progresso for condição fundamental vir junto com ele tanta mazela, eu sou mais continuar usufruindo das limitações contidas no tempo da brilhantina.

28 julho 2018 CHARGES

THIAGO LUCAS

PAUL MAURIAT E SUA GRANDE ORQUESTRA

Da ópera “Thaís“, Paul Mauriat e Sua Grande Orquestra executam, de Jules Massenet, “Meditation“. Vídeo extraído do DVD “Sayonara Concert” gravado em 1998 na cidade de Osaka, no Japão.


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa