30 julho 2018RESILIÊNCIA



A resiliência é um termo originado da Física e da Engenharia. Refere-se à capacidade que um corpo apresenta de retornar a sua forma original após ter sido submetido a uma deformidade elástica.

A psicologia pegou emprestada a palavra criando o termo resiliência psicológica para indicar como as pessoas respondem às frustrações diárias, em todos os níveis, bem como sua capacidade de recuperação emocional. E, expressando de maneira objetiva, afirma que a pessoa, quanto mais resiliente, mais fortemente estará preparada para lidar com as adversidades cotidianas.

Ao longo da vida, muitas pessoas passam por situações consideradas desvantajosas: perda de entes queridos, enfermidades, conflitos com pessoas da sua afetividade, desemprego ou até violência psicológica ou física.

Quando observamos os indivíduos nos momentos difíceis é possível perceber que as reações e formas de enfrentamento são distintas. Existem os que conseguem retomar o autodesenvolvimento a partir de novos aprendizados. E aqueles que não conseguem seguir adiante, sem arrastar as correntes que os mantêm presos aos fantasmas de um passado, que só traz dor e pesar.

A resiliência significa não esquecer completamente os fatos ruins acontecidos. Entretanto, tais fatos devem ser vivenciados como se tudo fosse apenas aprendizado, extraindo-se as coisas positivas dessas experiências. A superação é permitir-se sentir raiva e tristeza ao lembrar os fatos que causaram dor, aprendendo e vivendo sem deixar que os fantasmas nos impeçam de crescer e seguir em frente.

Fonte: Este texto foi encontrado na internet com autoria desconhecida. As pessoas começaram a enviar para os e-mails dos amigos, então devido a importância do assunto resolvi publicar no JBF.

10 Comentários

  1. Essa semana você passou da conta de bom o tema escolhido.
    Já enviei uma cópia para minha filha que irá de certo gostar muito, muito bom a iniciarmos a semana.

    • Marcos Augusto,

      Muito obrigado pelo comentário que incentiva bastante. O fato de você enviar o texto para sua filha me deixa muito satisfeito, pois significa que o texto é esclarecedor. Resiliência designa a capacidade que cada indivíduo tem de encarar e lidar com os problemas, com pressões externas, com estresse, com perdas inesperadas, com obstáculos, enfim, com as adversidades da vida. Você é uma pessoa que possui resiliência com certeza!

      Saudações fraternas,

      Aristeu

      • Identifico-me muito com a palavra realmente, contudo nunca havia parado para ler ou entender melhor o significado, aguardando a próxima publicação.

        • Marcos Ribeiro,

          Grato por se identificar com o assunto abordado. A resiliência é um termo relativamente novo. As pessoas começaram a falar bastante sobre o assunto, logo virou um modismo. Entretanto, isso de forma nenhuma desmerece a relevância dessa temática para o bem-estar de todos nós. Conheço pessoas que são resilientes e você é uma delas. Valeu!

          Saudações fraternas,

          Aristeu

  2. Parabéns pela excelente postagem, prezado Aristeu Bezerra! Palavra da moda, “resiliência” diz respeito à capacidade de se lidar com problemas, adaptando-se às mudanças, sem perder o equilíbrio emocional. É a capacidade de superar obstáculos e ter força de vontade para nunca desistir dos sonhos.
    Um abraço da sua fiel leitora,

    Violante Pimentel Natal (RN)

    • Violante,

      Grato por seu valioso comentário. Concordo que determinadas palavras permanecem em moda. Lembro-me bem de algumas: empoderamento, sustentabilidade, pulseira eletrônica, mito urbano, crime de guerra, entre outras.
      Resiliência sempre existiu antes da palavra entrar na moda. Agora, os estudiosos do assunto estão dando um destaque maior para evidenciar a necessidade de superação das dificuldades. Quem tem resiliência nem precisa saber o que significa, simplesmente, deve ser capaz de superar os obstáculos e lidar com os problemas, ambas situações que estão presentes sempre na vida do homem e não pode ser evitadas.

      Saudações fraternas,

      Aristeu

  3. Aristeu,
    Parabenizo pelo artigo de extrema importância para nosso aprendizado.Deixo minha humilde colaboração no comentário de hoje;

    CARACTERÍSTICAS DA PESSOA RESILIENTE: Para Frederic Flach, as características da pessoa resiliente são: capacidade de aprender, auto-respeito, criatividade na solução de problemas, habilidade em recuperar a auto- estima, independência de espírito ,autonomia, liberdade e interdependência.
    Habilidade de fazer e manter amigos, disposição para sonhar, bom senso de humor, grande variedade de interesse.
    Vantagens de ser resiliente, permitir nossa reciclagem pessoal a través da renovação de nossas energias e da reintegração ou ajustamento à uma nova realidade, Fornecer a oportunidade de curar velhas feridas,descobrir novas formas de lidar com avida e de nos organizarmos de modo mais eficaz.
    Fraterno abraço,
    Carmen.

    • Carmen,

      Agradeço seu excelente comentário. Quanto as características da pessoa resiliente, elas são importantes para se ampliar o estudo sobre como as pessoas respondem às frustrações diárias, em todos os níveis, bem como sua capacidade de recuperação emocional. Farei uma brevíssima reflexão sobre o tema abordado. Toda ação deve ser feita sem que os fatores externos negativos desequilibrem o bom andamento da vida. Para que isso aconteça é preciso que a pessoa tome decisões adequadas sem ser afetado pela tensão externa ou interna. A força emocional individual se mantém. Quem é resiliente se sente capaz de enfrentar as adversidades sem perder o foco nos seus objetivos e bem-estar.

      Saudações fraternas,

      Aristeu

  4. Paty Not Set do Alferes, 30/07/2018

    Resiliência é mais um modismo, assim como empoderamento. A língua vai mudando, vai se adaptando e o mal uso de algumas palavras também faz parte dessa mudança. Resiliência entrou na moda, alguns fazem uso correto e outros não. Mas confesso que fica cansativo ouvir tantas vezes e muitas de forma mal empregada algumas palavras. Por exemplo, os comentaristas de futebol resolveram usar “mais bem preparado”, ao invés de melhor preparado, ou simplesmente mais preparado. Porém, “mais bem” qualquer coisa está na moda. Mais bem colocado, mais bem posicionado, mais bem tudo.

  5. C. Eduardo,

    Concordo plenamente. Há várias palavras que de tanto serem usadas caem no modismo. Existem políticos que no seu discurso usam uma mesma palavra, e terminam por cair no folclore. Houve um tempo que os economistas eram solicitados para muitas entrevistas. Eles falavam uns termos difíceis do público entender, então criou-se o economês – conjunto de nomes e palavras técnicas (jargões) utilizado pelo profissional economista, como se fosse um idioma próprio, conhecido apenas pelos estudiosos da área.
    Assim caminha a humanidade…

    Saudações fraternas,

    Aristeu

Deixe o seu comentário!


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa