Bom dia, professor.

Segue anexo o certificado da mesa-redonda em que tivemos a honra da sua participação.

Mais uma vez, desculpe a demora.

Espero poder contar com a sua presença em eventos futuros.

Atenciosamente,

R. Minha cara, a honra e o prazer foram meus por ter participado de um evento arretado feito este, no meio de tanta gente ilustre.

Guardarei o certificado com muito carinho.

E fiquei feliz que só a peste por você ter me chamado de “professor”, uma função na qual labutei por muitos anos, desasnando alunos e preparando-os pra tirar boas notas em Matemática no vestibular.

Estou às ordens. Quando quiser, é só me chamar.

Quanto mais o tempo passa mais eu falo que só a peste!!!

E só falo inutilidades úteis.

Quem quiser relembrar o evento, o debate sobre esta babaquice chamada de “politicamente correto”, é só clicar aqui e rever uma postagem do dia 30 de abril feita no JBF.

3 Comentários

  1. “E fiquei feliz que só a peste por você ter me chamado de “professor”, uma função na qual labutei por muitos anos, desasnando alunos e preparando-os pra tirar boas notas em Matemática no vestibular.”
    Berto, igualzinho que nem que eu. Abraço do JCS.

  2. Eita gota Berto….daqui a pouco está distribuindo autógrafo. Mas, quero dizer que tive o prazer de participar deste evento, inclusive perguntando ao nobre Editoria que conselho ele daria aos potenciais escritores ali presentes….no bojo da resposta estava “leiam muito”. Parabéns

Deixe o seu comentário!


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa