JOSÉ DAMASCENO – JOÃO PESSOA-PB

Ilustre editor Berto,

me faça o favor de publicar isto aí na gazeta mais escrota do Brasil.

Está chegando o dia.

Agradecido.

R. Puta que pariu!

Sequiessê uma criatividade da porra.

Só mesmo nesta gazeta escrota pra aparecer um negoço feito este.

Pronto, caro leitor: tá publicado.

24 agosto 2018 CHARGES

DUKE

PEGANDO FOGO

24 agosto 2018 CHARGES

ATORRES

CANTORIAS DE PÉ DE PAREDE (V)

Ivanildo Vila Nova, “O Príncipe dos Cantadores” e Oliveira de Panelas, “O Pavarotti das Cantorias”

Uma das maiores duplas de poetas cantadores da atualidade, Ivanildo Vila Nova e Oliveira de Panelas, interpretam duas composições do disco Cantorias de Pé de Parede.

Os versos são da autoria do colunista fubânico José Paulo Cavalcanti Filho.

24 agosto 2018 CHARGES

LUSCAR

24 agosto 2018 DEU NO JORNAL

PESQUISAS ELEITORAIS

Cláudia Wild

Não, não tem como acreditar que um presidiário teria 39% de intenções de voto para as eleições vindouras. O marginal – antes da sua prisão – era escorraçado por onde passava e seu partido encolheu significativamente nas últimas eleições. O PT é, em virtude de seus inúmeros escândalos e vasta corrupção, um partido antipatizado no Brasil.

A pesquisa certamente foi feita nas redações dos jornais e bancadas televisivas, CUT, presídios, DCEs e fábricas de mortadela.

Quem se lembra da “caravana do descaramento” passando pelo sul do país e pelo estado de Minas Gerais? O criminoso inelegível, hoje, presidiário, não podia colocar o nariz no palanque que era vaiado ou tomava ovo da população enfurecida com sua presença. O que se viu, foi a participação minguada da sua militância (paga e orgânica), que, inclusive, acompanhou o seu líder até o momento final de sua rendição.

Todas as pesquisas elaboradas para sondagem acerca do cumprimento da sentença condenatória, mostraram que a maioria absoluta da população brasileira queria Lula preso. E preso, obviamente, significa: não voltar ao Palácio do Planalto.

Antes de ocupar uma cela em Curitiba, o sujeito só participava de eventos fechados e voltados à sua claque camarada. Lula tem apenas o apoio dos devotos da sua seita e militantes interessados em alguma benesse. E eles não representam, JAMAIS, 39% do eleitorado nacional. A pesquisa não convence e mostra-se desavergonhadamente fraudulenta.

Pela audácia da grosseira manipulação dos números pra lá de duvidosos que nos apresentam, notamos dois objetivos: influenciar ignorantes sem noção alguma do que, de fato, acontece no país, ou preparar uma megafraude eleitoral – esta, sem precedentes na nossa história.

24 agosto 2018 CHARGES

LUTE

25 DE AGOSTO – DIA DO SOLDADO – NOSSA HOMENAGEM

24 agosto 2018 CHARGES

VERONEZI

A CIGARRA E A FORMIGA

Dois países que tem como principal fonte de riqueza o petróleo, Venezuela e Noruega, vivem situações completamente opostas. Produção média da Noruega em 2017, 1,6 milhão de barris/dia, Venezuela 2,1. Quando considerada a reserva comprovada de cada um, existe uma enorme diferença, com a reserva venezuelana sendo 46 vezes o tamanho da reserva da Noruega. A Venezuela, segundo dados da OPEP tem 20% da reserva global de óleo.

O Banco Central da Noruega informou que o Fundo Soberano Norueguês tem patrimônio de US$ 1 trilhão equivalente a US$ 197.000,00 por cada cidadão. Esse Fundo foi criado em 1996 e recebe parte da receita gerada pela exploração do petróleo e seus derivados para cobrir os gastos sociais das futuras gerações quando se esgotarem as reservas.

O PIB norueguês é estimado em US$ 400 bi, equivalente a US$ 75.000/capita.

Taxa de desemprego – 4,2%

Inflação – 2%

Gasolina litro – US$ 1,61

Segundo a ONU a Noruega é o país com melhor IDH do mundo. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), leva em conta a renda, a expectativa de vida e o nível de educação.

Já na Venezuela,

O FMI (Fundo Monetário Internacional) estima que a inflação atinja 1.000.000% (um milhão por cento) com retração do PIB de 18% em 2018.

O Bolívar Forte venezuelano, uma moeda que ninguém quer, chegou a ser cotado na semana de 13-17/08 em cerca de 6 milhões contra US$ 1,00. O presidente Maduro aumentou o salário mínimo de 5,2 milhões Bolívares Fortes, para 180 milhões, valor quase 35 vezes maior e o equivalente a US$ 30,00 no câmbio paralelo. Cotações de antes da reforma monetária que trocou o Bolívar Forte pelo Bolívar Soberano. É o verdadeiro mico, todos querem se livrar do Bolívar Forte o mais rápido possível, trocando por uma moeda realmente forte, ou mercadorias.

Apesar de trocarem a moeda, Bolívar Forte pelo Bolívar Soberano, não estão dispostos a trocar de programa, o que não mudará nada, apenas o nome do dinheiro. Os números da economia venezuelana não estão disponíveis apesar da “democracia”, por tanto, tudo é estimado com grande margem de erro. Economistas calculam que o déficit fiscal está em 20% do PIB. Para aumentar receitas Nicolas Maduro tem dito que vai elevar o preço da gasolina (hoje US$ 0,01), exceto para o cidadão que se cadastrar no sistema “Carnet de la Patria”. Mais uma forma de controlar politicamente os venezuelanos e acalmar a insatisfação com o fim da gasolina a preço zero.

O caos econômico venezuelano é um novo caso a ser estudado. Tem consequências que precisam ser conhecidas pela humanidade, em especial pelos brasileiros, para não cairmos, novamente, numa mentira populista dessas que são comuns entre os representantes da nossa esquerda progressista do atraso. O presidiário ex-presidente chegou a elogiar o excesso de democracia bolivariana de Chavez e Maduro.

Segundo o jornal The Guardian, a venezuelana Celina Gonzales 45 anos, atravessou a fronteira com a Colômbia para vender seu cabelo e conseguir comprar remédios para artrite. Homens fazem ponto na ponte que liga San Antônio (Venezuela) a La Parada (Colômbia) com cartazes oferecendo para comprar cabelo. Em torno de 200 mulheres por dia procuram essa fonte de renda e aproveitam a viagem para comprar alimentos no país vizinho, já que são encontrados apenas no mercado negro venezuelano a custo proibitivo.

Falta de tudo no país de Nicolas Maduro, como é relatado pelos refugiados da desgraça bolivariana que se refugiam no território brasileiro. Entre os itens escassos estão produtos contraceptivos, camisinhas e pílulas. Em função disso o número de gravidez indesejada aumentou consideravelmente, principalmente entre adolescentes. De cada 4 bebes que nascem 1 é filho de adolescente. Quando conseguem encontrar anticoncepcionais, a caixa do medicamento pode chegar a custar o dobro de um salário mínimo (mercado negro) o que torna impossível, para a grande maioria de venezuelanos conseguir o produto. Já que 1 litro de gasolina custa US$ 0,01 e uma caixa de anticoncepcional pode chegar a US$ 60,00. Melhor encher o tanque e acelerar. Troca-se 6000 litros de gasolina por uma caixa de anticoncepcional. Os absurdos preços relativos praticados levam ao colapso econômico inviabilizando os negócios.

Enquanto a Noruega transformou a reserva de óleo em bem-estar e riqueza para o cidadão, na Venezuela de Chavez e Maduro esbanjaram dinheiro de forma irresponsável. Conseguiram “quebrar” a PDVSA mesmo com o barril de petróleo chegando a custar US$ 150,00. Usaram o dinheiro do povo em programas ideológicos vendendo óleo barato e fazendo empréstimos generosos para seus parceiros bolivarianos. Continuam sentados em cima de uma fortuna nas profundezas da Terra que não serviu de nada até agora. O petróleo é deles!!!

Enquanto a formiga norueguesa trabalhava e poupava a cigarra venezuelana cantava fazendo propaganda do socialismo bolivariano.

Ainda tem gente que acha que governos devem gastar sem medida para promover o progresso.

24 agosto 2018 CHARGES

RICARDO MANHÃES

24 agosto 2018 DEU NO JORNAL

TAMBÉM TEM GOLPE DO OUTRO LADO DO MUNDO

Um tribunal de apelação da Coreia do Sul subiu, nesta sexta-feira, para 25 anos de prisão a condenação da ex-presidente Park Geun-hye pelo seu envolvimento na trama de corrupção da “Rasputina”, que forçou sua destituição em janeiro do ano passado.

A Suprema Corte de Seul subiu mais um ano a condenação de Park, de 66 anos

E ordenou que ela pague uma multa de US$ 18 milhões, dois milhões a mais aos que foram impostos na sentença inicial.

A decisão da apelação acontece quatro meses depois que a Suprema Corte de Seul condenasse Park a 24 anos de prisão e que pagasse uma multa multimilionária, após ser considerada culpada de 16 das 18 acusações em relação ao caso da “Rasputina”, entre eles abuso de poder, suborno e coação.

Ex-presidente Park Geun-hye, da Coréia do Sul, sendo levada ao tribunal

* * *

Pelo preço do dólar hoje aqui em Banânia, a multa desta inocente e injustiçada mulher ficaria em torno de 81 milhões de reais.

Um prêmio super gordíssimo de uma Mega Sena acumulada.

Daria pra comprar mais ou menos quantos triplex???

Vocês sabem???

O fubânico petista Ceguinho Teimoso ficou puto com a notícia da prisão desta ilibada e proba senhora.

Ele praguejou contra o aumento de pena da inocente ex-presidente da Coréia do Sul e garantiu que a deposição legal dela foi uma trama ilegal das zelites direitistas sul-coreanas.

Os juízes moros e as segundas, terceiras e 13ª instâncias daquele país subdesenvolvido e atrasado também cometem injustiças.

E a pobre inocente ainda é levada ao tribunal algemada…

Isto é golpe dos coxinhas reacionários de olhinhos puxados!!!!

Aliás, já que estamos falando de justiça, injustiça, condenações, juízes e corrupção, aproveito a oportunidade pra recomendar, com muito entusiasmo, que não deixem de ler a coluna de hoje do nosso estimado colaborador fubânico Goiano Braga Horta.

Um coisa eu garanto: o contorcionismo explicatório do texto garantirá um final de semana divertido e de alto astral pra todos vocês.

Boa leitura e um excelente final de semana!

24 agosto 2018 CHARGES

SPONHOLZ

24 agosto 2018 AUGUSTO NUNES

CIRO NÃO FICOU ENVERGONHADO COM O QUE LULA E DILMA FIZERAM NA VENEZUELA

Depois de qualificar de “desumanidade” e “canalhice” os ataques de moradores da cidade de Paracaima a venezuelanos refugiados em Roraima, Ciro Gomes caprichou na frase concebida para virar manchete: “Pela primeira vez senti vergonha de ser brasileiro”. Pela primeira vez, convém ressaltar.

O país agora sabe, portanto, que Ciro não ficou envergonhado com outras agressões impostas por brasileiros bem mais conhecidos que os envolvidos nas agressões em Roraima às vítimas da ditadura bolivariana. O Brasil decente, por exemplo, sentiu vergonha a cada aparição de Lula nos palanques de Hugo Chávez, ou a cada afago de Dilma Rousseff em Nicolás Maduro.

A diáspora venezuelana não teria alcançado as dimensões que hoje exibe sem o apoio incondicional dos governos do PT aos socialistas de galinheiro que arruinaram a economia do país vizinho e assassinaram o Estado Democrático de Direito. Nada disso fez Ciro Gomes sentir vergonha de ser brasileiro.

Como confessou no começo de julho, Ciro apoiou Lula durante 16 anos “sem faltar um só dia”. O apoio incondicional foi mantido mesmo nos dias em que Lula fez o diabo como comparsa dos responsáveis pela tragédia da Venezuela.

24 agosto 2018 CHARGES

IOTTI

24 agosto 2018 DEU NO JORNAL

A AMANTE DEU SUA ROTINEIRA CAGADA

Gleisi Hoffmann acaba de ir ao Twitter dizer que o PT tem o plano de governo “mais autoexplicativo que existe”.

As pessoas perguntam: ‘O que vocês vão fazer?’. A gente responde: ‘LULA!’. Todo mundo sabe o que significa!!”, escreveu a presidente do PT.

Claro que sabe, Gleisi.

Significa corrupção e lavagem de dinheiro, como mostram as sentenças de Sergio Moro e do TRF-4.

* * *

É a lei da marginalidade: bandido tem que defender outro bandido.

Esta descerebrada, fanática da Seita Luleira, é conhecida pelo codinome de Amante na lista de propinas da Odebrecht.

Ou seja, é tão bandida quanto Lula.

Desistiu de voltar para o Senado, em eleição majoritária – na qual já sabia que iria tomar no furico -, para concorrer à Câmara, em eleição proporcional, com medo de perder o foro especial do STF.

No Supremo, Gleisi Amante Hoffmann responde por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, junto com o chifrudo Paulo Bernardo, seu marido, ex-ministro do PT e que já foi preso por ladroagem.

Dinheiro da Petrobras, quando administrada pela quadrilha vermêia, foi desviado pra campanha eleitoral dela.

Plano de governo auto-explicativo um caralho!!!

Vai tomar no olho do toba, sua cínica descarada!!!

24 agosto 2018 CHARGES

TACHO

RESUMO DE UMA LIÇÃO DA HISTÓRIA A SER APRENDIDA – A OPERAÇÃO MÃOS LIMPAS

O Juiz

Em 1992, conduzida pelo então juiz Gherardo Colombo, instaurou-se na Itália a Operação Mãos Limpas, grande investigação contra a corrupção praticada por empresários e políticos.

Em 2007, esse juiz renunciou à magistratura, porque entendeu que não era possível combater a corrupção por meio da Justiça (a Operação, que resultou em 2.993 mandados de prisão, investigação de 6.059 pessoas – incluindo 872 empresários e 438 parlamentares, dos quais quatro haviam sido primeiros-ministros, não diminuiu a corrupção na Itália e resultou em certas conseqüências indesejáveis, como veremos).

Convém anotar: Gherardo Colombo renunciou à magistratura porque entendeu que não era possível combater a corrupção por meio da Justiça.

O Procurador

O coordenador da Operação Mãos Limpas foi o Procurador da República Antonio Di Pietro, que tornou-se o que se chama de “uma figura midiática”: virou “um símbolo”, usando a mídia, especialmente a televisão, para obter apoio para suas ações e criar a idéia de que ninguém estava a salvo, impondo o medo das algemas e da prisão.

Bomba atômica

Da Operação Mãos Limpas, a par do sucesso no desbaratamento de casos de corrupção em andamento, ocorreu o fenômeno da “terra arrasada”, ou seja, destruiu-se a indústria italiana e liquidaram-se os partidos políticos, a tal ponto que a partir dali considerou-se finda a Primeira República italiana.

Efeitos colaterais

Publicações dão conta de que a operação Mãos Limpas chegou a alterar a correlação de forças na disputa política da Itália, reduzindo o poder de partidos que haviam dominado o cenário político italiano. Todos os quatro partidos no governo em 1992, a Democracia Cristã (DC), o Partido Socialista Italiano (PSI), o Partido Social-Democrata Italiano e o Partido Liberal Italiano, desapareceram. O Partido Democrático da Esquerda, o Partido Republicano e o Movimento Social Italiano foram os únicos partidos de expressão nacional a sobreviver, e apenas o Partido Republicano manteve a sua denominação.

Batalha pessoal

Finda a Mãos Limpas, Antonio Di Pietro largou suas funções de Procurador e criou seu próprio partido político, que fracassou. E não só fracassou como chegou a ser investigado por uso irregular de financiamento de campanha.

Mea culpa

Após a extinção do seu partido político, Di Pietro declarou: “Estou fazendo uma crítica. Do fim da Primeira República deveriam ter emergido novas idéias e pessoas que a levassem adiante. No entanto, das investigações nasceu um grande vazio fazendo aparecer sobre a cena política personagens mais para eles próprios que para outros, começando comigo (…) O personalismo venceu”.

E, em outra oportunidade: “Fiz a investigação Mãos Limpas que destruiu tudo o que era considerado a Primeira República: o mal, que era a corrupção, e era muita, mas também as idéias. Fiz política baseando-a no medo e paguei as conseqüências”.

Resultados ruins

Analistas consideram que o extermínio da política praticada, pela Operação Mãos Limpas, deu lugar a novos atores despreparados para a política, como o próprio Di Pietro, ou aproveitadores do vazio deixado, especialmente o multibilionário Silvio Berlusconi, que reinou absoluto de 1994 a 2011, período durante o qual ocorreu um progressivo aumento da concentração de renda e a continuação do enfraquecimento da indústria italiana, grandes perdas no campo da ciência e da tecnologia e o crescimento do partido fascista, quando desapareceram completamente as figuras de Di Pietro e dos seus companheiros componentes da magistratura.

Resultados bons

Evidentemente, a realização da Operação Mãos Limpas recebeu o apoio da população, cansada de ver tanta corrupção e impunidade. E uma parte expressiva da corrupção praticada no momento foi extirpada e os praticantes condenados e presos, sendo que muitos políticos e industriais se suicidaram ao verem seus crimes descobertos. Infelizmente, alguns conseguiram fugir.

Críticas

Entretanto, muitos dos erros cometidos são ainda criticados, como o uso da mídia pelo vazamento de informações, transformando a Operação em um espetáculo público, e o uso inadequado das delações premiadas como provas. E fazem-se ressalvas aos prejuízos na política e na economia como efeitos colaterais da ação devastadora da Mani Pulite.

Voltando à vaca fria

Entender que não é possível combater a corrupção por meio da Justiça pareceria, à primeira vista, pensar que a Justiça não tem seu papel no combate à corrupção.

Tem, sim, é claro.

Ao aplicar a lei, nos termos justos em que a lei deve ser aplicada, seus rigores se fazem sentir. A competência, seriedade, ética, honestidade, imparcialidade e demais atributos de um juiz fazem toda a diferença no combate ao crime. Esmerando-se nisso, no cumprimento dos prazos e das garantias às partes, enfim, na regularidade processual, o juiz estará exercendo o seu papel na distribuição do direito, inclusive no combate à corrupção.

Juiz não é polícia

Entretanto, juiz não é combatente, na medida em que não lhe cabe tomar a si missões como a de combater o crime, pois isso poderá – e certamente ocorrerá – fazê-lo tomar desvios e aplicar convencimentos próprios, o que, se o fizer, afastá-lo-á de sua verdadeira missão: aplicar, imparcialmente, a lei.

24 agosto 2018 CHARGES

BRUNO AZIZ

24 agosto 2018 DEU NO JORNAL

UMA TOGA VERMÊIA

O futuro presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, sugeriu na noite desta quinta-feira (23) ao presidente Michel Temer enviar ao Congresso Nacional uma proposta de emenda constitucional (PEC) que desvincule o salário dos ministros do STF do teto do funcionalismo público federal.

* * *

Excelente sugestão.

Com esta desvinculação, o STF poderá se auto conceder aumentos a cada seis meses, sem provocar o efeito cascata e sem fuder o orçamento do país.

Este lulo-petralha não nega o buraco de adonde saiu.

Vale a pena repetir o prontuário de Tofinho, na voz do Prof. Marco Antonio Villa, em vídeo que já saiu aqui no JBF:

24 agosto 2018 CHARGES

J. BOSCO

A DECEPÇÃO

Anos atrás, um pobre homem, completamente embriagado, pisava torto numa rua de grande movimento em Natal e morreu atropelado por um ônibus.
Sem documentos, o corpo foi conduzido ao IML, e lá permaneceu à espera de alguém que fizesse sua identificação.

O caso foi noticiado no programa de rádio “Patrulha da Cidade” e logo se espalhou no Bairro de Mãe Luiza.

Enquanto isso, Geraldo, vendedor ambulante, que se dava ao feio vício da embriaguez, saíra para trabalhar e há dois dias não pisava em casa.

Ouvindo a “Patrulha da Cidade,” Antônia, sua mulher, teve um mau pressentimento e saiu em disparada, até o IML, para verificar se o corpo que ali se encontrava era o dele.

O morto ficara com a face desfigurada, mas Antônia o identificou, através de alguns sinais que ele tinha nas costas. Sem dúvida, o defunto era Geraldo, seu trabalhoso marido, cachaceiro contumaz e irresponsável.

Há 15 anos, Geraldo e Antônia eram casados e tinham dois filhos, de 14 e 13 anos.

Foi providenciada a compra do caixão, e o corpo foi velado num salão pertencente à casa funerária “Nossa Senhora da Guia – Sua morte é nossa Alegria”.

Os amigos e parentes choraram muito, lamentando a partida precoce de Geraldo, bom de prosa e de copo. O falecido era ótimo amigo, embora fosse péssimo marido e pai.

Durante o velório, a viúva estava lívida e controlada, contendo as lágrimas. Mantinha sua dignidade ao lado do falecido, sem dar escândalo. Seu olhar era parado, como se a ficha ainda não tivesse caído. Essa reação é comum, nos casos de morte repentina e trágica de alguém.

Ao mesmo tempo em que o velório acontecia, lá na cadeia pública da cidade, um outro cachaceiro, que tinha ido em cana na noite anterior, estava sendo solto. Dirigiu-se para casa, mas, ao descer do ônibus, dois conhecidos o abordaram, avisando que a sua casa estava fechada, e estavam todos no seu velório. Seu sepultamento seria à tarde. Esse homem era Geraldo.

Achando que se tratava de uma brincadeira de mau gosto, Geraldo foi até sua casa, encontrando-a, realmente, fechada. Como sempre perdia a chave nas carraspanas que tomava, a mulher era quem lhe abria a porta, quando chegava em casa.

Revoltado com a falsa notícia de que tinha batido as botas, Geraldo foi depressa ao local do velório, para desfazer o engano. No íntimo, sentia-se gratificado, pois ainda pretendia viver muito e tão cedo não iria prestar contas ao Criador.

Ficou sabendo que quem estava no caixão era um bêbado, que morrera atropelado e o rosto ficara irreconhecível.

Mesmo sem dizer nada, Geraldo assumiu a culpa dessa confusão, pois há dois dias, não pisava em casa. Por isso, sua mulher ficou certa de que o homem atropelado era ele. Ainda por cima, ela identificou o corpo, por causa de alguns sinais, idênticos aos seus.

Furioso, o homem adentrou ao salão, onde o defunto estava sendo velado e chegou a agredir a ex-quase-viúva, fisicamente. Os amigos o contiveram e os parentes levaram Antônia dali, para a casa de seus pais.

Geraldo não se conformava com o fato de ter sido confundido com outro homem, que só podia ser algum “macho” da mulher.

A ex –quase-viúva se refugiou na casa dos pais, temendo se encontrar frente à frente com o ex-quase-defunto, seu violento marido. Jurou que nunca mais voltaria para Geraldo, de quem há 15 anos, juntamente com os filhos, só recebia maus-tratos. Ela sempre manteve a casa, com o dinheiro das costuras que fazia para fora. O dinheiro de Geraldo só servia para ele tomar de cachaça.

Antônia não parava de chorar, lamentando que o defunto que velara não tivesse sido seu marido. O traste continuava vivo.

Depois que o IML levou o defunto de volta, Geraldo e os pinguços, companheiros de copo, foram comemorar com muita cachaça a sua ressurreição.

24 agosto 2018 CHARGES

LUTE


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa