7 setembro 2018 CHARGES

MYRRIA

WAGNER DE OLIVEIRA LOPES – BELO HORIZONTE-MG

Berto,

Esta nota, ora anexada, foi retirada do site O Antagonista.

Augusto Heleno voltou a comentar sobre como os militares reagiriam a um novo governo Lula.

“Para reflexão dos juristas, advogados, petistas e assemelhados.

Nas escolas frequentadas por oficiais e graduados das Forças Armadas Brasileiras, não ‘colar’ é um dos preceitos do código de honra dos alunos. Na maioria delas, as provas são feitas sem fiscalização e os próprios alunos zelam pelo cumprimento desse postulado. Uso de meios ilícitos resulta em desligamento da escola e, portanto, fim de carreira.

Será que esses mesmos militares aceitariam, passivamente, a subordinação a um comandante supremo condenado por corrupção e lavagem de dinheiro?”

Achei interessante para publicação.

Merece reflexão, principalmente da banda indecente deste país, digo, da petralhada e admiradores da seita.

Abração,

7 setembro 2018 CHARGES

NEWTON SILVA

SEIS MESTRES DO IMPROVISO E UM FOLHETO CLÁSSICO DE PELEJA

Renda de bilros

Ademar Macedo

Um forró numa latada
numa plena sexta-feira,
um bebum no meio da feira
topando em toda calçada;
uma velha na almofada
com um bilro em cada mão,
prestando muita atenção
naquilo que vai fazendo;
isso é mesmo que estar vendo
paisagens do meu sertão.

* * *

Chico Monteiro

O nome dessa cidade
É São Francisco do Oeste
Faz 45 anos
Que eu conheço essa peste
Tem nome de São Francisco,
Mas num tem nada que preste.

* * *

João Alves de Souza (João Pereira)

Eu nunca gostei da morte
que a morte é um cabra ruim
levou papai muito cedo
pegou mamãe deu um fim
já carregou minha esposa
e anda feito uma raposa
farejando atrás de mim…

* * *

Manoel Xudu

Quando Deus me fez poeta
Me colocou no paraíso
Abriu a minha cabeça
Colocou tanto improviso
Que quase faltou lugar
Pra colocar o juízo.

* * *

Odilon Nunes de Sá

O homem quando é poeta
Só faz o verso medido
Nunca faz curto demais
Nem também muito comprido,
Pois, sendo de menos não presta
Sendo de mais é perdido.

* * *

João Paraibano

Ao passar em Afogados
diga a minha esposa bela
que derramei duas lágrimas
sentindo saudades dela
tive sede, bebi uma
e a outra guardei pra ela.

* * *

A PELEJA DE BERNARDO NOGUEIRA E O PRETO LIMÃO – João Martins de Athayde

Em Natal já teve um negro
Chamado Preto Limão
Representador de talento
Poeta de profissão
Em toda parte cantava
Chamando o povo atenção

Esse tal Preto Limão
Era um negro inteligente
Em toda parte que chega
Já dizia abertamente
Que nunca achou cantador
Que lhe desse no repente

Nogueira sabendo disto
Prestava pouca atenção
Dizendo: – eu nunca pensei
Brigar com Preto Limão
Sendo assim da raça dele
Eu não deixo nem pagão

O encontro destes homens
Causou admiração
Que abalou o povo em roda
Daquela povoação
Pra ver Bernardo Nogueira
Brigar com Preto Limão

Eu sou Bernardo Nogueira
Santificado batismo
Força de água corrente
Do tempo do Sacratíssimo
Quando eu queimo as alpercatas
Pareço um magnetismo

Me chamam Preto Limão
Sou turuna no reconco
Quebro jucá pelo meio
Baraúna pelo tronco
Cantador como Nogueira
Tudo obedece meu ronco

Seu ronco não obedeço
Você pra mim não falou
Até o diabo tem pena
Das lapadas qu’eu lhe dou
Depois não saia dizendo:
– Santo Antônio me enganou!

Bernardo eu não me enganei
Agora é que eu pinto a manta
Cantor pra cantar comigo
Teme, gagueja, se espanta
Dou murro em braúna velha
Que o entrecasco alevanta!

Clique aqui e leia este artigo completo »

7 setembro 2018 CHARGES

EDRA

7 setembro 2018 DEU NO JORNAL

SÃO TODOS TOLÔTES DO MESMO PINICO

A Polícia Federal concluiu inquérito sobre repasses ilícitos da Odebrecht ao MDB e afirma que o presidente Michel Temer recebeu da empreiteira propinas de ao menos R$ 1,43 milhão por meio de intermediários.

Em relatório sobre o caso, o delegado Thiago Machado Delabary sustenta que há indícios de que o emedebista praticou os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Os investigadores sustentam, com base no relato de delatores e de provas colhidas na investigação, que Temer obteve em março de 2014, quando ainda era vice-presidente, em razão da função que exercia, dois pagamentos de R$ 500 mil cada e um terceiro, de R$ 438 mil, da Odebrecht.

* * *

Não é mera coincidência: Temer praticou os mesmos crimes pelos quais Lapa de Corrupto está engaiolado, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A conclusão desta investigação é clara, óbvia e lógica.

É inegável que Temer recebeu pixulecos da Odebrecht.

Tanto quanto Lula.

Lembrem-se: Temer foi eleito vice de Dilma, na chapa do PT, por ordem de Lula.

Não precisava nem a Polícia Federal ter gasto tanto tempo pra chegar a esta conclusão.

Vaca Peidona, Lapa de Demagogo e Lobisomem: um trio petralhal-pmedbeiro pra ninguém botar defeito

7 setembro 2018 CHARGES

S. SALVADOR

ESSE BRASIL DE SONS E CORES

7 setembro 2018 CHARGES

CLAYTON

7 setembro 2018 DEU NO JORNAL

UM FELIZ DIA DA PÁTRIA!!!

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, negou nesta quinta-feira o pedido liminar da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ele se candidatar às eleições de outubro.

É a segunda derrota que o petista amarga na Corte nas últimas 24 horas.

Na madrugada desta quinta-feira, Edson Fachin negou a primeira para Lula concorrer nas urnas.

* * *

Em meio a tantas notícias ruins – incêndio, facada, tiroteio, discurso de candidato, aumento de gasolina -, enfim uma notícia boa para os cidadãos de bem.

Celso de Mello enfiou uma pajaraca de grosso calibre no furico de Lapa de Corrupto.

Sem cuspe e sem vaselina.

Uma excelente notícia no Dia da Pátria.

“Tô fudido mermo…”

7 setembro 2018 CHARGES

SPONHOLZ

GEDEÃO MAGNO SILVEIRA – RIO DE JANEIRO-RJ

Sr. Editor

O vídeo anexo mostra o candidato Bolsonaro pouco antes de ser esfaqueado por um débil mental esquerdista filiado ao PSOL.

NENHUM, repito, NENHUM, NENHUM, NENHUM dos outros candidatos consegue mobilizar tanta gente entusiasmada.

Um mar de eleitores, uma multidão calorosa e cheia de vibração, carregando o Mito nos ombros.

Rejeitado um cacete!!!

Estas pesquisas fajutas e compradas não espelham a verdade.

Pode juntar e somar todos os outros candidatos que eles não conseguiriam chegar nem perto deste feito.

É só ver a meia dúzia de pessoas (certamente pagas) que os cercam nos programas do horário eleitoral.

Geraldo Alckmin, Guilherme Boulos, Haddad, Henrique Meirelles, Marina Silva, Álvaro Dias, Ciro Gomes, Eymael, João Amoêdo, somando todos, não chegam nem perto do futuro presidente.

E o mais importante: a multidão que carrega Bolsonaro nos braços é composta de voluntarios, sem mortadela e sem diária.

Mostre aí o vídeo, seu editor, que nós eleitores do Capitão ficaremos muito gratos.

Tenha paz e felicidade neste feriadão!!!

7 setembro 2018 CHARGES

PATER

STAND-UP COM POESIA

MEU SONHO DE CONSUMO

Uma casinha de taipa
Um sítio meio afastado
Num lugar do meu agrado
Pode até ser em Atibaia
Minha turma da gandaia
Quero uma adega cheia
Dinheiro dentro da meia
Carne assada de primeira
Rede armada na biqueira
Fim de semana, casa cheia

A conta a Odebrecht paga.

FAZER POESIA

Fazer poesia é tão fácil:
É como domar um leão,
É pegar o Sol com a mão
Catar com luvas de box
Pulga no próprio cangote
Tirar leite de uma cobra,
Depilar axilas da sogra
Enfiar vento em cordão…
É dizer: votei consciente
E sair dali todo contente
Logo depois da votação

LEMBRANÇAS

Passeei com meu bem
Pelo cantinho da sorte,
Já cruzei de Sul a Norte,
De Leste a Oeste também
E o destino ingrato vem
Nos deixa dores, sequela,
E hoje da minha bela
Tenho lembrança, mais nada.
Nem a poeira da estrada
Apagou o nome dela.

MEU POEMA

O poema que não fiz
Continua dentro de mim
Vivo, ativo, enfim…
E de tudo que escrevi
De repente percebi
Que estou longe do fim
Isso não é um problema
Não quero sair de cena
Pois inda existe você
E você é o meu poema

PREVENÇÃO

Arquitetei vários planos
Para que meu coração
Tivesse uma proteção
Contra tantos desenganos:
Dei minha mão aos ciganos,
Mandei um padre benzer,
Um médico pediu pra ver
Se eu estava com maleita.
Por favor, mande a receita
Pra que eu possa lhe esquecer.

CORAÇÃO AVARIADO

Trago cerzido
Dentro do peito
Coração com defeito
É só o que tenho
Para te dar.
Manda arrumar
Quem sabe ainda
Coração tenha jeito.

Se por ventura o coração
Avariado, ferido, imperfeito…
Não conseguir amar direito
Evite, pois, o desperdício
Coloque coração no lixo
Quem sabe uma catadora
Leve pra casa e aproveite.

VERSOS LIVRES

Já vi, Deus, isto é incrível
Só que em outros patamares
Alguns versos irregulares
Dizendo ser versos livres
Como se uma amarra prive
Os versos livres não fossem
E que o doce da poesia
Se transformasse em amargor
Causando ao seu fazedor
Uma ingente agonia.

Por isso rimo meus versos.

7 setembro 2018 CHARGES

IOTTI

EDITOR TENDENCIOSO, MEDIOCRE E FASCISTA DESCREVE CHIFRES EM CABEÇA DE CAVALO

Comentário sobre a postagem ADELIO BISPO DE OLIVEIRA, O ESFAQUEADOR

Renato:

“Sr. Editor e senhores comentarista.

Menos, por favor, menos!

Estão descrevendo chifres em cabeça de cavalo!

E depois vêm com o discurso da política de alto nível.

É muita mediocridade ou pensamento tendencioso.

Chega a parecer que todos são fascistas!”

* * *

O cavalo chifrudo enxergado pelo Editor fascista e pelos leitores fubânicos tendenciosos

7 setembro 2018 CHARGES

ZAPPA

7 setembro 2018 PERCIVAL PUGGINA

E SE O IMPEACHMENT NÃO TIVESSE ACONTECIDO?

Na semana passada completaram-se dois anos do impeachment de Dilma Rousseff. Por isso, os ponteiros do relógio da história sinalizam momento adequado para examinarmos se foi útil e oportuna a mobilização nacional que levou àquele desfecho. O tema, aliás, tem motivado ponderações de alguns leitores.

Capitaneados pelo PT, os partidos de esquerda qualificam o episódio como “golpe”, desatentos a suas múltiplas causas e ao longo e cuidadoso procedimento jurídico e político em que se desenrolou sob os olhos da opinião pública e sob a lupa jurídica do STF. Esquecem, também, que a oposição “golpista” conviveu democraticamente com a primeira vitória de Lula, tolerou o escândalo do mensalão, reconheceu a segunda vitória de Lula, conviveu com a primeira vitória de Dilma e com a segunda vitória de Dilma. Foi a imensa mobilização popular de protesto contra seu desastroso governo no dia 15 de março de 2015 que desencadeou o processo jurídico-político do impeachment.

Dezessete meses mais tarde, ele culminaria com a perda do mandato presidencial. A palavra golpista é bem mais aplicável ao partido que pediu impeachment de Collor, Itamar, FHC, e que, nos Estados e municípios do país, grita “Fora!” a todo ocupante de cadeira que tenha ambicionado.

Vamos, agora, ao futuro do pretérito. Não costuma ser fácil discorrer sobre como as coisas teriam acontecido se conduzidas de outro modo. Neste caso, porém, é fácil, sim. O PT ajuda. Em agosto de 2016, o país afundava no terceiro ano consecutivo de recessão. Deslocado do governo para a oposição, o PT votou contra as tímidas reformas graças às quais Temer, conseguindo apoio parlamentar, estancou a recessão. Agora, em campanha eleitoral, não deixando margem a dúvidas, o partido reitera a intenção de acabar com elas de vez. Se o impeachment não tivesse acontecido, o Brasil estaria no rumo seguido pela Venezuela.

Tem mais. Sem o impeachment, o PT estaria disputando esta eleição com apoio da máquina governamental, teria mantido as fontes de financiamento e os empregos de sua militância. E o candidato seria Lula. Com efeito, todos sabem ser escassamente majoritária a posição do STF em favor do combate à corrupção, da Lava Jato, da colaboração premiada, e da prisão após condenação em segunda instância. Esta última foi mantida graças ao voto “pró-colegialidade”, proferido pela ministra Rosa Weber. Se Dilma continuasse presidente, teria cabido a ela indicar o substituto de Teori Zavascki. Alexandre de Moraes não seria membro da Suprema Corte e a base petista no STF se ampliaria decisivamente. A “sangria” teria parado, a Lava Jato secaria e o Mecanismo retomaria o ritmo de seus negócios.

O impeachment de Dilma Rousseff foi decisão certa no momento certo.

7 setembro 2018 CHARGES

SPONHOLZ

7 setembro 2018 A PALAVRA DO EDITOR

CINCO PATRIÓTICOS MESES

Neste 7 de Setembro, Dia da Pátria, estão se completando exatos cinco meses que Lula está enjaulado numa cela da Polícia Federal em Curitiba, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.

Isto sem contar os processos que ainda estão rolando.

Um ex-presidente da república preso e cumprindo pena por ladroagem, um fato único, inédito, nunca antes acontecido neste terra descoberta por Cabral.

De modo que este 7 de Setembro de 2018 deve ser comemorado com redobrada alegria e entusiasmo.

E que esta data se repita nos próximos 12 anos com muito patriotismo!

7 setembro 2018 CHARGES

JORGE BRAGA

JOGO DE BICHO ELEITORAL

Lula, mosquito, rinoceronte e macaco

Nas voltas que a vida dá, a roda da história também está sujeita a repetir lances de nuances pitorescas e bastantes caricatas.

O fato mais recente é o imbróglio do registro da candidatura do presidiário Lula, que ora encontra-se preso na carceragem da polícia federal de Curitiba, cujo desfecho, poder vir a ser tão absurdo, quanto a outrora candidatura do macaco Tião ao governo do Rio de Janeiro, e outros bichos em vários locais.

Não por coincidência, essas “animalescas” trajetórias, estão repletas de mimos, endeusamentos, estrelismo, comportamento de “celebridade” e forte apelo midiático.

Vejamos o caso de Tião, um chipanzé criado com mimo e estrela principal do Jardim Zoológico do Rio.( o nome “Tião” era uma homenagem ao padroeiro da cidade do Rio de Janeiro, São Sebastião). Ele impressionava os visitantes por apresentar certas condutas humanas alem de andar de forma ereta.

Cresceu muito e quando teve que ficar preso como os outros animais, tornou-se um rebelde. Diziam que Tião possuía estilo e hábitos pra lá de especiais. Nos idos da década de 1980, já tinha fama de “mal-humorado”, e pelo costume de atirar excrementos e lama em visitantes, especialmente em políticos, como no caso de Marcello Alencar, e também mostrar o pênis para as moças

Na época, o prefeito da cidade, Júlio Coutinho, teve terra lançada em seu rosto pelo Macaco rebelde, e o vídeo, transmitido em rede nacional pelo Fantástico, teve a manchete “O prefeito do Rio, Júlio Coutinho, foi agredido hoje à tarde durante uma solenidade de inauguração” narrada por Sérgio Chapelin; o prefeito, ao ser indagado o motivo da agressão, respondeu à repórter Fernanda Esteves que talvez Tião não tenha gostado da reforma da jaula, que o próprio prefeito tinha ido inaugurar no zoológico.

Por conta de tamanho estrelismo, Tião ocupava um recinto nobre no zoo, especialmente construído para ele.

CANDIDATURA ANIMAL

MACACO

Tião já era uma celebridade nacional, quando em 1988, até por conta do espírito gozador do carioca, foi lançada sua candidatura à Prefeitura do Rio de Janeiro pela revista humorística Casseta Popular, com apoio do deputado Fernando Gabeira (PV), como forma de voto de protesto.

Com o slogan “O Candidato do Povo”, propagou-se que o candidato supostamente seria honesto e não faria promessas, de modo que já vivia preso antes mesmo que cometesse algum crime.

O resultado foi que, Tião, obteve 400 mil votos, o que o colocaria como o 3º melhor colocado, caso sua candidatura fosse validada pelo Tribunal Regional Eleitoral. Tal fato colocou-o no Guinness World Records como o chimpanzé a receber mais votos no mundo.

Na época, o voto era escrito. O eleitor podia escrever o que quisesse na cédula de papel. Com o advento da urna eletrônica a partir de 1996, foi impossível fazer o prévio cadastramento de Tião no sistema.

Fez-se, inclusive, um documentário sobre Tião, lançado em 2017, abordando os bastidores da campanha política de 1988 no Rio.

MORTE – Famoso nacionalmente, vários jornais brasileiros e também o francês Le Monde registraram a notícia do falecimento de Tião, em 23 de dezembro de 1996. Foi decretado luto oficial de 3 dias no município do Rio, bem como as bandeiras da Fundação RioZoo tendo sido hasteadas a meio-mastro. Seus restos mortais foram levados para o Centro de Primatologia do Estado do Rio de Janeiro (CPRJ), que fica localizado na cidade de Guapimirim, onde seu esqueleto encontra-se preservado até os dias de hoje.

RINOCERONTE

Bem antes do advento de Tião, outra celebridade havia alcançado a fama (mimos, endeusamentos, estrelismo, comportamento de “celebridade” e forte apelo midiático) foi o Rinoceronte Cacareco como vereador de São Paulo, em 1959. Cacareco arrebanhou 100 mil votos, na esteira do voto de protesto.

Cacareco foi destaque na imprensa após ser emprestado por seis meses pelo Rio de Janeiro para a inauguração do Zoológico de São Paulo, em 1959. Segundo os jornais da época, o sentimento de insatisfação com políticos e candidatos a vereadores da capital paulista dominava a população.

Como uma brincadeira, o jornalista Itaboraí Martins do jornal O Estado de São Paulo, lançou a candidatura do rinoceronte, que era fêmea, apesar do nome masculino. Milhares de cédulas eleitorais foram impressas em gráficas com o nome do bicho como parte da intervenção. E o resultado foi estrondoso. Cacareco conquistou quase 100 mil votos nas eleições.

A curiosa eleição foi manchete até nas páginas da revista norte-americana “Time”, que deu ênfase para as aspas de um eleitor: “É melhor eleger um rinoceronte do que um asno.”

MOSQUITO

No período eleitoral de dezembro de 1987, ante a ineficiência do poder público em combater o aumento dos focos de mosquitos Aedes Aegypti, na cidade de Vila Velha-ES, a população, como forma de protesto, lançaram seus votos nas cédulas eleitorais no candidato MOSQUITO à Prefeitura de Vila Velha. Mosquito foi vencedor. Obteve 29.668 votos. Os outros candidatos, Magno Pires da Silva e Luiz César Maretto Coura, conquistaram 26.633 e 19.609 votos, respectivamente.

Lógico que “mosquito” teve todos os votos anulados pela Justiça Eleitoral do Espírito Santo, que proclamou o segundo colocado como prefeito de Vila Velha.

LULA

Para 2018, aguarda-se pelo fim da batalha judicial eleitoral e criminal, sobre a validação do registro nas urnas eletrônicas do presidiário Lula, que almeja voltar a concorrer para presidente da república. Pois também é detentor de mimos, endeusamentos, estrelismo, comportamento de “celebridade” e forte apelo midiático.

7 setembro 2018 CHARGES

LUTE

7 setembro 2018 JOSIAS DE SOUZA

ATAQUE A BOLSONARO É UM CONVITE AO BOM-SENSO


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa