14 setembro 2018PERSEGUIÇÃO JUDICIAL



A mansão do ex-governador Sérgio Cabral e da ex-primeira-dama Adriana Ancelmo em Mangaratiba, no Sul-fluminense, foi vendida nesta quinta-feira por R$ 6,4 milhões, valor do lance mínimo.

Além da casa, três carros blindados do casal foram vendidos pelo valor total de R$ 485 mil.

Ao todo, foram vendidos R$ 15,9 milhões em bens de condenados na Lava-Jato.

O dinheiro arrecadado é usado para ressarcir os cofres públicos.

* * *

“Ressarcir os cofres públicos”???

Num intendi…

Sérgio Cabral não roubou nada!!!

O Instituto Lula, juntamente com o fubânico luleiro Ceguinho Teimoso, protestaram com veemência contra esta barbaridade leiloativa.

Trata-se de mais uma arbitrariedade judicial contra um fiel aliado de Lula.

Um absurdo esta judicialização da atividade política, esta perseguição cometida contra homens honestos e que sempre trabalharam em benefício do povo pobre.

Hoje em dia, por obra e graça dos golpistas, da direita reacionária, dos invejosos e do Poder Judiciário, os dois bravos políticos estão injustamente atrás das grades.

Um cumprindo pena de uma dúzia e outro cumprindo pena de uma centena de anos.

Coisa horrorosa!!!

“A justissa é munto injusta, cumpanhero Serjo; sabe, vive perseguindo nóis qui tiremo o povo da miséra, qui butemo pobre pra viajá de avião e qui cunstruimo 1313 escola tecna; e qui num robemo nadinha…”

1 Comentário

  1. Um dia, o mundo irá intender que nois num robemos nada, nois apenas proveitamo uma “sobra” de verba qui os empresaros quiriam devolvê, mais num sabiam pra quem, ai, um coxinha malidicente mandou “eles” colocar na nossa conta, nois nem sabia, eles só falô pras nossa muiê, nois nem acreditô, nunca mais elas tivero dô de cabeça, viviam rindo, chamano nois pra ir pra frança (eu só quiria Cuba/Caracas). Nois num robô, nois apenas pegou os troco i se num fosse nois, seria os coxinha. Nois nunca pegou nessi dinhero, nunca mermo, nois só uzou cartão. Qual[e o crime?

Deixe o seu comentário!


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa