15 setembro 2018 CHARGES

BENETT

15 setembro 2018 DEU NO JORNAL

O INSTITUTO DATA BESTA INFORMA, COPIANDO O DATA FOLHA

15 setembro 2018 CHARGES

LUTE

15 setembro 2018 PERCIVAL PUGGINA

AOS PIORES FATOS, AS MELHORES VERSÕES

Durante quase 30 anos, período em que algumas emissoras de rádio e TV mantiveram, aqui em Porto Alegre, programas de debates do tipo dois para lá, dois para cá, me contrapus incontáveis vezes com entusiasmados defensores dos regimes cubano e, mais recentemente, venezuelano.

A cada degrau descido por esses países na escada da perdição, era inevitável subir os morros onde se situam as emissoras para participar de rodadas de debate com o singelo encargo de afirmar o óbvio ante o contorcionismo retórico posto em prática por antagonistas cujo único intuito era o de dissimular o que todos viam. Cuba, diziam, era a coisa mais parecida com o paraíso terrestre, sob um regime que encarnava a beleza dos versos de José Martí tanto quanto o “socialismo bolivariano” evocava o eminente papel histórico de Simón Bolívar.

Aí já começavam a incongruência e a mistificação. Nenhum dos dois – Martí e Bolívar – se respeitados fossem, se consultados pudessem ser, aceitaria qualquer associação com os tiranos que se apossaram de suas imagens. Ambos eram libertadores e não aprisionadores de seus povos. Ambos lutaram contra o inimigo estrangeiro e não contra seus próprios conterrâneos. Mas tudo servia e serve para quem assume a fraudulenta tarefa de vender submissão como sendo autonomia, miséria como sendo abundância, perda de direitos como liberdade, atraso como progresso.

Aconteça o que acontecer por lá jamais se ouvirá dos incongruentes qualquer palavra que não seja de justificação e exaltação. Os argumentos são comuns aos dois regimes. Contra os fatos, a versão; contra a história, a narrativa; e, sobre tudo, a culpa dos Estados Unidos. Nessa fraudulenta perspectiva, qualquer país do mundo que mantenha relações comerciais e diplomáticas amistosas com os Estados Unidos empobrecerá por causa dessas relações e qualquer país sobre o qual pesem embargos comerciais norte-americanos, será pobre por causa disso. Apanha pelo sim e apanha pelo não. A coerência que se dane. A história, porém, ensina a quem a estuda: no comunismo, quando o capitalismo joga a toalha, a vida vira uma droga (para usar termo brando).

Se alguém tinha dúvida sobre o tipo de estrago que o chavismo, o socialismo, o bolivarianismo, o comunismo, o castrismo – o que seja, dessa gororoba ideológica – podem fazer num país, creio que a vida dos venezuelanos, sua acelerada degradação social, política e econômica, ajudam a dissipar.

A tirania, agora, proíbe a oposição de participar da eleição presidencial venezuelana. Ausentes os partidos oposicionistas, as chances de uma vitória do governo são, digamos, bem razoáveis. Mas até para isso há fã clube no Brasil. E querendo voltar ao poder.

15 setembro 2018 CHARGES

DUKE

15 setembro 2018 CHARGES

IOTTI

A CLAREAR

15 setembro 2018 CHARGES

LUSCAR

15 setembro 2018 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JOSÉ DOMINGOS BRITO – SÃO PAULO-SP

Caro Berto

Veja só o que publicamos, sem saber, semana passada no JBF.

Meu amigo Cesar Cavalcanti, qualificado leitor aí do Recife, foi quem me alertou para o fato.

Vamos ao dito cujo:

Prezado Brito, boa tarde!

Só mais uma curiosidade sobre o artigo e filmes baseados na figura de Delmiro Gouveia.

No primeiro filme, aparece uma cena (mostrada abaixo). sem qualquer indicação do personagem focado na mesma: trata-se, ninguém menos que, Charles Darwin, quando de sua visita ao Recife, ao final do século 19.

Cabe registrar que ele detestou a cidade por conta de dois fatores: a sujeira então vigorante e a escravidão…

Grande abraço,

Cesar Cavalcanti

R. Muito interessante mesmo este registro, meu caro colunista fubânico.

Como costumo dizer, neste nosso JBF tem de tudo e mais alguma coisa.

Sua coluna sempre nos brinda semanalmente com interessantes fatos históricos.

15 setembro 2018 CHARGES

MIGUEL

15 setembro 2018 A PALAVRA DO EDITOR

GILMAR MANDA SOLTAR MAIS UM CORRUPTO

Gilmar manda soltar Richa.

Toffoli toma posse como presidente do STF.

Ciro Gomes faz campanha.

Lewandowski pede vista no processo do prisioneiro corrupto.

Toffoli tira da reta o cu do cumpanhero petista Mantega.

O fanatismo desvairado dos eleitores luleiros empesteia os ares.

Num sei, num sei mesmo…

Tudo isto e mais um monte de outras coisas – juntando e somando tudo -, tá me deixando mais que desiludido e desencantado.

Tá me deixando desesperançado.

Ontem de noite abri a gaveta, tirei dela os passaportes da família e fiquei, mais uma vez, remoendo a ideia de dar no pé e ir embora desta merda deste país.

Tem um amigo que não se cansa de me atentar pra ser vizinho dele em Lisboa.

Não fui ainda por conta do comodismo e da preguiça, que são bem maiores que a minha indignação.

O que me consola e me diverte é editar esta gazeta escrota, querida e amada pelos viciados fubânicos.

Mais divertido ainda é ler os comentários psicopáticos do Ceguinho Teimoso.

A hilaridade provocada pela oftalmopatia fanática aplaca um pouco a desilusão.

Ceguinho é aquilo que o meu saudoso professor de História, Brivaldo Leão, costumava chamar de “Bobo Alegre”.

Um bufão nesta corte de horrores ameniza um pouco o sofrimento de nós outros, os cidadãos que temos juízo e vergonha na cara.

Vou tentar resistir mais um pouco.

Até que Toffoli mande soltar Lula…

15 setembro 2018 CHARGES

JAGUAR

SONETO DOS PÉS

Sói-se dizer dos pés das bem-amadas
que são pequenos, alvos e mimosos.
Ah! quantos, quantos versos mentirosos
tornam pés de pavões em pés de fadas!

Tu, grandes não nos tens, nem tão pequenos
(ouço o rumor festivo de teus passos)
que cansem de trazer-te até meus braços;
marfíneos também não, que são morenos.

Se mal os pinto no último quarteto,
é tão-somente, doce amiga, – juro! –
porque de todo inda os não vi descalços…

Não, não calques aos pés o mau soneto!
O sentimento que o ditou é puro,
por mais que os versos te pareçam falsos.

15 setembro 2018 CHARGES

NANI

15 setembro 2018 DEU NO JORNAL

VOTANDO NUM MAMULENGO

Em seu primeiro corpo-a-copo na rua com eleitores depois de ser oficializado como candidato à Presidência pelo PT, Fernando Haddad citou nesta quinta-feira o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva uma vez a cada 22 segundos em três discursos.

Num total de pouco mais de 11 minutos de falas a simpatizantes, o ex-prefeito mencionou nominalmente o padrinho político 31 vezes, sem contar referências como “presidente” e “ele”.

* * *

Eu tenho uma vizinha que vai votar neste poste de Lula.

Um vizinha que é o exemplo mais perfeito e acabado de uma idiota ambulante.

Toda vez que dou o azar de cruzar com ela no elevador, fico me benzendo disfarçadamente e gritando de boca fechada “Xô, Satanás”.

No carro dela tem um plástico com a inscrição “Lula Livre”.

Eca!!!

Não é por acaso que o condomínio botou a sujeita na justiça: tem meses que ela não paga.

Enfim, é petista mesmo, daquelas de dar calote, não cumprir com suas obrigações, ostentar uma cara lambuzada com óleo de peroba e votar num mamulengo.

E, já que falamos em mamulengo, vamos alegrar o nosso sábado com boa música e esquecer um pouco os fanáticos que poluem o mundo.

Canta, Gonzagão!!!

15 setembro 2018 CHARGES

NEWTON SILVA

PROPOSTA A BOLSONARO

E vamos que vamos, mesmo com um presidente do Supremo Tribunal Federal – STF não apto ao cargo de membro da maior Corte do País e menos ainda, seu presidente, mesmo com facadas em candidatos a presidente e ainda com parte da população com dúvidas por não ter visto sangue nas vestes do esfaqueado, mesmo com a Polícia Federal quieta sobre o atentado e sobre os outros meliantes participes filmados o que caracteriza ser, o ato, premeditado por uma organização criminosa, mesmo com o TSE permitindo absurdamente a aparição em campanha de um presidiário, mesmo com o Presidente da República envolvido por mais gravações e provas de malfeitos, mesmo com a confirmação do Palocci de que o presidiário Lulla participou diretamente das negociações de propinas, mesmo com os deslavados resultados enganadores de pesquisas para deter a candidatura, provavelmente vitoriosa ainda em primeiro turno, do Bolsonaro que enfrenta gigantesca pressão da grande Imprensa temerosa de sua vitória o que encerrará as mamatas de dinheiro oficial em publicidade e por aí vai, vamos que vamos em busca de tempos melhores que jamais poderão acontecer se continuarmos com essa numerosa gentalha, há exceções, no Poderes da Nação e na política brasileira. O eleitor não pode ser massa de manobra desses bandos de malfeitores.

Isso tudo está acontecendo no Brasil por motivos mais do que “sabidos e conhecidos”, mas, como sempre, ignorados pela população que ao longo dos anos, vem pagando cada vez mais caro, com sacrifício de sua existência, pela sua frágil crença de que o salvador do povo é aquele que propõe vida fácil e abundância com pouco trabalho, com pouco esforço. Como dizia meu bisavô Antônio Correa do Couto, nos idos do Império e vivência na Corte do Imperador, a população por desconhecer melhor sorte, ou seja, qualidade de vida, aceita passivamente o que lhe é ofertada sem qualquer exigência. Traduzindo, vivem com as migalhas que lhe caem das beiradas dos pratos. O Brasil precisa de um presidente que tenha compromisso com o Estado brasileiro, com a bem governança, que seja um dirigente que ame a Nação e a tenha no coração para dar ao povo trabalhador possibilidades de conhecer melhor sorte, e não viver de favores e benesses enganadoras, ilusórias.

São esses políticos pilantras e ilusionistas, ressalvados os que são sérios, que levam o Brasil a dados alarmantes na Educação. A população precisa entender que é ela a única via para que saia dessa condição de vida infortunada, sofrida. Ela precisa exigir, como meta número um do candidato, a construção da Educação no Brasil. Não há como desenvolver o País se sua população, sua força de trabalho, não está preparada para atender as exigências do mercado produtivo. Como ter crescimento se somos analfabetos em termos de tecnologia de ponta. Hoje o Brasil tem 184 mil escolas, 113 mil estão nas mãos das prefeituras que tem a responsabilidade de dar o start inicial na vida de milhões de crianças com o ensino infantil e fundamental. É a fase mais importante da vida das crianças brasileiras porque é nessa fase que elas são estimuladas ao saber, ao aprender. Caso ocorram falhas nessa fase de vida em relação a educação, ao ensino, essa criança caminhará com enormes dificuldades em toda sua vida escolar e, provavelmente, será um jovem como muita frustração educacional.

Esta, talvez, seja a maior razão das evasões escolares na juventude. Talvez seja também a razão de ter o Brasil, 52% de sua população adulta entre 25 e 64 anos sem a formação do ensino médio. Daí a razão de meus escritos em defesa e proposta da desvinculação da Educação da estrutura do Executivo, em todos os níveis (municipal, estadual e federal) com funcionamento independente, tanto administrativa como financeiramente. Não pode mais a Educação, via seu Ministério, servir de trampolim político para partidos e seus futuros candidatos ou apaziguados do Poder central ou mesmo dos cupinchas. Há que extinguir o ensino gratuito para quem pode pagar, não é possível que o Estado mantenha, em detrimento de muitos, a gratuidade para quem chega de BMW nas escolas e universidades mantidas com dinheiro público. Como o ensino nunca foi visto pelas famílias como algo a se preocupar com o nascimento do filho, como ocorre nos Estados Unidos onde o ensino é pago, a educação no Brasil nunca foi motivo de valorização ou mesmo ser considerada um bem de elevado valor. Essa pouca valoração, qual seja o nível dado, é que faz acontecer a pouca atenção familiar para a educação que aos poucos está sendo substituída pelo consumismo e a opção de ganho desde a tenra idade e aí assistimos a tudo que está acontecendo. Essa é aminha proposta.

15 setembro 2018 CHARGES

YKENGA

15 setembro 2018 A PALAVRA DO EDITOR

VISITA FUBÂNICA

Esta semana recebemos aqui em casa a visita do casal Hélio Fontes e Halina.

Uma alegria e uma satisfação enormes.

Hélio é pernambucano de nascença e mora há décadas em Videira, Santa Catarina, terra de nascença de Halina.

Aposentado e em paz com a vida, o casal costuma viajar pelo mundo todo e, desta vez, Hélio resolveu voltar às suas origens e matar as saudades da terrinha.

Cuida-se aqui de um leitor antigo, fiel e diário, que está sempre em contato com esta gazeta escrota.

Hélio é doador mensal e ajuda com sua valiosa contribuição a manter o JBF nos ares.

Brigadão mesmo, meu caro.

Este jornal safado não conta com qualquer patrocínio público ou privado e as contribuições dos leitores são de grande valia pra cobrirmos as despesas com hospedagem e, também, com os sempre atrasados salário de Chupicleide.

Voltem sempre!

Halina, Hélio e este Editor, no terraço aqui de casa

15 setembro 2018 CHARGES

SPONHOLZ

MUITO O QUE DIZER, POUCA VONTADE DE ESCREVER!

A observação da cena cotidiana brasileira, especialmente no viés da política, causa-me surpresa, espanto e indignação. A frase do título resume o que sinto e porque muitas vezes paro de escrever. É muita indignação para expressar na escrita, são necessários milhares de palavrões ditos a boca cheia par expressar o que sinto.

Mas como tenho de manter a compostura na vida e no trabalho e, também, como tenho tido muito mais trabalho que minha rotina normalmente exigia. Não que eu não trabalhasse é ultimamente voltei a um ritmo acelerado de 12 a 14 horas diárias de leitura, estudo, aulas e orientações. Imerso no mundo dos livros fico sem tempo para indignar-me e escrever. Mas sempre há tempo para observar e refletir.

Lula e o(s) crime(s)

Queiram ou não seus defensores, Lula foi condenado à luz de provas, não por um mas por mais de 15 magistrados e, alguns convenhamos queriam a todo custo absolvê-lo, não o fizeram ante a robusta prova acusatória e o descaramento desmedido. E mais Lula teve a defesa que nenhum brasileiro jamais teve. Advogados caros, zintelectuais, defensores apaixonados, chicanas, golpes na justiça, apoio da mídia e da esquerdopatia mundial.

Tornou-se um ladrão simpático a muitos, mas não um bom ladrão, pois sua roubalheira e megalomania condenaram milhões de brasileiros a fome e a miséria.

Mas Lula teve toda a defesa que sua fortuna, bem amelhada ou não, pode comprar. Mesmo assim não se safou, não havia como. Mas dizer-se injustiçado é mentira e da cabeluda.

Lesa pátria

Crime de lesa pátria é o que podemos dizer das tentativas do PT em avacalhar as eleições passou dos limites e com a permissividade do TSE. Estão cagando na cabeça da justiça e torrando dinheiro público. Em um país sério já teriam sido proibidos de veicular qualquer propaganda, o PT já teria sua propaganda eleitoral suspensa e teria tido bloqueados os valores do fundo partidário.

Isto sim seria democrático, democracia é respeito as instituições, respeito a lei. A democracia que o PT prega é caos e desordem. No caos e na desordem reinam os espertos, os corruptos e o compadrio.

Aliás em um país sério Lula jamais poderia inscrever-se como candidato.

Preso não deve ter direitos

Pelo menos direitos políticos, o indivíduo quando condenado e preso, como o apedeuta, deveria perder automaticamente seu registro eleitoral. Não deveria poder votar, ser votado e muito menos fazer parte de uma agremiação/partido político.

Basta colocar isto claramente na lei e pronto acabam as dúvidas sobre se pode ou não ser candidato ou se o deputado preso será ou não cassado por seus pares. A condenação e prisão suspende o registro político do safado, está resolvido.

Outro disparate é o sem fim de assessores/asseclas com diploma de direito que viram advogados para visitar o bandido na PF de Curitiba (Outro disparate. Ele deveria estar na penitenciária).

O sujeito pode ter quantos advogados quiser e puder pagar mas um ou no máximo dois receberão autorização para entrar na cadeia, questão de segurança da sociedade e para acabar com a putaria (que ocorre em todos os presídios brasileiros, sempre onde estão poderosos, mesmo que sejam apenas traficantes ricos ou políticos famosos).

Traição à pátria

O PT roubou o Brasil e mandou dinheiro para as ditaduras simpáticas a sua causa mundo afora. Comprou aliados que o defendem até hoje e financiou regimes autocráticos, o mesmo que intentava impor ao Brasil.

Hoje difama o país mundo afora com apoio da esquerda doentia e da inútil ONU, que com suas agências questiona e tenta determinar pontos de vistas à democracias como o Brasil ao mesmo tempo que fecha os olhos para ditaduras sanguinárias como a Venezuela e Nicarágua.

Isto não tem outro nome é TRAIÇÃO, junto com a roubalheira e com o dinheiro que comprovadamente veio de países estrangeiros abastecer os cofres do partido já deveria ter sido suficiente para cassar seu registro.

Agora basta

Olhem só não tenho e nunca tive medo de Lula se candidatar a presidente. Tenho absoluta certeza que perderia. O Brasil decente se uniria contra ele e o colocaria de volta a seu lugar na lama da história. Mas por que defendi sempre que não poderia ser candidato? Simples, pela lei.

Somente por isso, se lei não permite, cumpra-se a lei. A eleição só será democrática se cumprir a lei.

Não ter Lula candidato não é atentado a democracia, tê-lo participando do processo, como o fez até agora, é que é crime e atentado a democracia.

A Facada e a pá de cal

A estratégia de manter-se na imprensa vinha dando certo e dando palco para a safadeza de Lula e do PT. A facada em Bolsonaro acabou com a farra, provavelmente elegerá o Capitão e foi a pá de cal em Lula e sua estratégia.

Vou falar em outro post o que penso do atentado a Bolsonaro.

A lingua do povo

Não é só Lula que fala a língua do povo, Bolsonaro também fala.

É aquela fala rude, um pouco tosca que transmite uma proximidade com o cidadão comum. Esta fala é que explica o fenômeno que foi Lula e o fenômeno Bolsonaro. Só a imprensa e a Zintelectualidade brasileira é que não aceitam isto.

Se Lula fala, Marilena Chauí e outros idiotas acham que o mundo se ilumina, se Bolsonaro fala a imprensa diz que é agressividade, preconceito ou fascismo. Bobagem! Falam aquilo que o povo fala e como o povo fala.

E mais, o tom de malandro, bebum querendo levar vantagem repugnou o povo, a fala rouca e cheia de ‘lero’ de Lula não engana mais ninguém.

O povo busca na fala de um líder autoridade, franqueza e coragem de dizer o que tem de ser dito e isto Bolsonaro tem de sobra. Ademais verbaliza os sentimentos de grande parte da população, sem frescura e sem papas na língua.

Por isso Bolsonaro vai vencer, e quiçá no primeiro turno.

A facada 2

A facada, atentado levado a cabo por um louco a serviço de sabe lá quem, mostrou outro Bolsonaro ao povo.

Aquele que está disposto a sacrificar-se por ele, o povo. Aproximou-o de um Getúlio Vargas e vai fazê-lo suplantar qualquer adversário. A despeito da mídia, da intelectualidade e da esquerda. Viram e viveram Trump, mas nada aprenderam.

Boa recuperação Capitão, Boa sorte Presidente!

15 setembro 2018 CHARGES

VERONEZI

15 setembro 2018 COMENTÁRIOS SELECIONADOS

VOZES RACIONAIS NO JBF

Comentário sobre a postagem UMA LEGIÃO DE ADÉLIOS

Ex-microempresário:

“Esta semana, na casa de minha cunhada, ajudando a montar uma estante, me cai na mão uma prova bimestral de meu sobrinho, concluindo o primeiro grau em um dos melhores colégios particulares da cidade.

Primeira frase da primeira questão da prova (interpretação de texto:

“Sabe-se que no regime capitalista a sociedade é dividida em duas classes: burguesia e proletariado.”

Seguia-se um texto falando em opressão e mais-valia, para ser “interpretado” pelos alunos.

Nossa sociedade está condenada.

Não há mais cérebros suficientes para contrabalançar a massificação emburrecedora, pregadora do coitadismo, do ódio de classes e do pensamento único.

Algumas vozes racionais, como os colunistas aqui deste jornal, nada podem contra a esmagadora maioria que toma conta de nosso ensino há décadas.”

* * *

15 setembro 2018 CHARGES

SINOVALDO


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa