Caro Editor Luiz Berto:

Delegada boazuda, corajosa e destemida.

Em 2014 um ladrão armado com uma pistola ponto 40, disposto a tudo, tentou roubar o carro da delegada Rosely Baeta Neves e se deu mal com a reação dela.

Como numa cena de filme de Quentin Tarantino a delegada desce do carro, tranquila, mas antes, no golpe de mestra experiente, pega sua pistola ponto 45 debaixo da bunda e reage, atirando no bandido que ela fez questão de persegui-lo, alvejando e o prendendo.

Seguidora do lema contra bandido “comigo é tiro, porrada e bomba”, nada mais justo do que o presidente Jair Bolsonaro a chamasse para chefiar uma delegacia especializada em ladroagem do colarinho branco para prender o resto do bando do presidiário.

Fica a sugestão!

R. O fubânico luleiro Caçador de Nazistas, furioso, brabo, furibundo e babando pelos cantos dos beiços desde que o capitão foi eleito presidente, vai ficar puto com este vídeo que você nos mandou e vai baixar o pau (êpa) nesta delegada.

Aliás, pelo volumoso pé da rabo, pela grossura do mocotó e pelo par de fartos úberes da dotôra, ela merece sentir os gozos da vida.

Uma criatura que não teme bandidos e manda marginais pros quintos, deve ser premiada com todos os prazeres do mundo!!!!

Quem quiser conhecer o feissibuqui da delegada Rosely Baeta Neves, é só clicar aqui.

4 Comentários

  1. Caro colunista Carlos Ivan:

    Infelizmente, no Brasil de hoje, se não forem criadas leis pelo parlamento dando autorização aos policiais para reagirem às ações banditícias, principalmente quando estes estiverem armados, os cidadãos honestos e trabalhadores estão fudidos!

    Que essas leis sejam estendidas para os agentes públicos, corruptos ativos e passivos, bandidos de colarinhos bancos que roubam e matam sorrateiramente, silenciosamente com o beneplácito da impunidade imposta pelo Supremo Tribunal de Favores!

  2. no brasil infelizmente nao temos os direitos humanos temos apenas os direitos dos manos que como toda inverssao de velores torna o honesto meliante e o meliante um oprimido da sociedade opressora , , e o que temos visto e o enorme crescimento das cotas de vagabundos no pais sejam travestidos de baba ovos de politcos , sejam de ongs de direitos dos manos sejam de criminosos oprimidos , ja os verdadeiros trabalhadores , ora os verdadeiros trabalhadores que sustentam o pais , estes que se ferrem , e a lei da esquerdopatia , enaltece-se vagabundos e pune-se os trabalhadores .

  3. Caro comentarista Alberto Santo André:

    Alguém tem de acabar com essa farsa de “direito dos manos”, “ONGs defensoras de bandidos, mantidas com o dinheiros dos impostos dos cidadãos honestos”!

    Lugar de bandido de qualquer que cometeu crime contra a sociedade é na cadeia cumprindo integralmente a pena que lhe foi imposta pela letra fria da lei, como acontece nos Estados Unidos!

    Enquanto não mudarmos essa cultura escrota de vermos os bandidos como cidadãos bonzinhos, inofensivos, anjos injustiçados vítimas da sociedade capitalista e burguesa, vamos continuar a ser reféns do medo, da insegurança e do terror!

Deixe o seu comentário!


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa