A chamada “grande mídia” está aperreada e em polvorosa com uma novidade.

Trata-se da mania do presidente eleito Jair Bolsonaro de postar no Twitter todas as suas determinações e tomadas de decisões.

Foi assim que ficamos sabendo ontem, no final da tarde, que ele, machista e misógino, iria nomear uma fêmea pro Ministério da Agricultura. Engenheira Agrônoma competente e empresária de sucesso.

Vejam:

Assim mesmo, direto, na bucha, sem mi-mi-mi, sem rodeios, sem frescuras e na lata.

Aí os repórteres, os “analistas” pulíticos e os gênios das grandes redações de um modo geral se viram, de um momento pra outro, sem uma de suas principais ocupações profissionais, qual seja, a fuxicagem, a boataria, a especulação e o disse-me-disse sobre os passos e as medidas do próximo dirigente do país.

Desta forma, a Editoria do JBF, que segue o presidente eleito no Twitter, está por dentro de tudo.

E repassará pros nossos leitores as tijoladas bolsonáricas mais interessantes.

9 Comentários

    • .
      O Goiano costuma usar codinomes nos comentários.

      Porém este do Valmir Reus não faz o estilo dele.

      Reus é aquele que está esperando uma escorregada mínima do Capitão para dizer: – Tá vendo?

      Tá tão ansioso que até nomeação de uma competente Agrônoma para o Ministério da Agricultura é criticado.

      Menos, gente, menos. Vamos esperar as coisas acontecerem para cair de pau no Homem.

      Ontem até declaração do Flávio dizendo que ia conversar com todo mundo foi vista como apoio ao Renan Calheiros.

      A petralhada está perdida.

      • Campanha de defensora de lei pró-agrotóxicos já recebeu 350 mil reais de executivos ligados ao setor
        Atuação da deputada Tereza Cristina (DEM-MS) foi fundamental para o avanço do Projeto de Lei 6299, que facilita a liberação dos defensivos agrícolas. Entendeu ou precisa desenhar, caro goiano “ceguin”.

  1. Caro leitor Valmir Reus, me faça a caridade de explicar as razões do seu comentário.

    Fiquei boiando…

    Você está querendo dizer que nomear uma mulher competente e qualificada para o Ministério da Agricultura é dar um tiro no pé???

    É isto mesmo???

    Agradeço antecipadamente a sua atenção.

  2. Segundo a nova ministra Tereza Cristina,o ministério deve se concentrar na produção sustentável e na redução da indústria de multas.

  3. Berto, o “tal” Valmir Reus, é simplesmente um petista infiltrado (seria o ceguinho?), por mais que ele defenda a merda do PT, ele faz parte da merda.

  4. Depois do comentário das 14:21, eu acho que o Valmir é um super-ultra-mega-blaster-especialista em defensivos agrícolas, com no mínimo uns três PhD´s em química, biologia, medicina, engenharia, agronomia e mais algumas coisas, e que portanto deve ter toda a autoridade do mundo para dizer que a opinião da deputada Tereza Cristina está errada.

    Claro que ele também pode ser só um bobão que repete o que leu no feicebúqui mesmo sem ter a menor idéia sobre o assunto, mas prefiro ser otimista.

Deixe o seu comentário!


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa