ARNALDO MATIAS DE SOUZA – LINHARES-ES

Estimado editor Berto,

Sou leitor diário do Jornal da Besta Fubana há mais de seis anos.

Considero a nossa gazeta escrota o melhor site do Brasil.

Muito obrigado por colocar no ar todos os dias esta magnífica fonte de informação e alegria.

Estou escrevendo para pedir que se for possível publique esta frase que estou enviando.

Meus votos de muito sucesso e minhas saudações.

Frase:

A desgraça não é Lula querer ser candidato. A desgraça é ele ter eleitor.

R. Caro leitor, brigadão pelas generosas palavras.

Vocês leitores são a força que mantém viva este jornal.

Quanto à frase que você nos mandou, só tenho a dizer o seguinte:

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!

Xolinha ficou com a tabaca arrombada quando soube que tem gente que ainda vota em Lula

RODRIGO BUENAVENTURA DE LÉON – PELOTAS-RS

Caro Berto,

Com a devida vênia pelo atraso aqui vai o comprovante do pagamento do dízimo do mês.

Um abraço.

R. Que atraso que nada, meu caro colunista fubânico.

Chegou na hora e já está no cofre desta gazeta escrota.

Chupicleide chorou de emoção!!!

Gratíssimo pela generosidade.

Uma gratidão extensiva a todos os leitores e colunistas que estão fazendo doações para manutenção do JBF nos ares.

Chupicleide de dentes arreganhados, toda feliz porque vai poder fazer a feira esta semana

TEOPHILO R. DANTAS – ARACAJU-SE

Amado Mestre Berto:

Publique aí nesta gazeta escrota uma aula que vai ser muito útil.

Aula de Português:

CELA – É onde Lula se encontra

SELA – É o que os seus seguidores usam nas costas.

Cela e sela

SONIA REGINA – SANTOS – SP

Depois que reclamaram ao Papa, só faltava a ONU meter-se nos assuntos dos brasileiros, ignorando ações que foram todas da JUSTIÇA BRASILEIRA. Estamos tal-qual casa desocupada quando qualquer um, acha que deve invadir.

Os despejados, enquanto comandaram o governo, enfiaram em todos os cantos seus aliados e resolveram levar ao redor do planeta a choradeira pelo fato do seu ídolo, estar cumprindo pena depois que enfiou a mão grande no dinheiro do cidadão. Aliás, na mesma toada de ladroagem, temos outros presos que aguardam a soltura do líder para poder cair fora da cadeia.

Lembro que o presidiário, também a arrogante despejada, não venceram eleições no primeiro turno, portanto, nunca tiveram maioria na preferência dos cidadãos.

Quando ouço notícias desse gênero, desconfio que essas entidades imaginam que nós que moramos no Brasil, somos um bando de analfabetos que não sabemos distinguir o certo do errado e precisamos ser tutelados.

Nós brasileiros sempre temos problemas, mas, sabemos cuidar deles sem distúrbios e confusões, é só verificar nossa história.

Observem no vídeo abaixo, a “singela” diferença entre um cidadão que estudou, prestou concurso e passou a ser um funcionário público e um político.

Talvez utilizaram esse discurso do presidiário para pedir ajuda às ENTIDADES que estão preocupadas com nosso bem estar.

NORBERTO TORELI – CAMPINAS-SP

Caro Berto,

Está ótimo: o noticiário só fala do meu candidato, Jair Bolsonaro.

O melhor candidato dentre todos.

E vai a acontecer um fenômeno interessante:

Se a imprensa continuar insistindo que Bolsonaro é desonesto, os petistas vão acabar votando nele.

Pode ter certeza.

Abraços, nobre Editor!

R. Danô-se!

Vocês inventam cada uma da porra.

Na verdade, não é só na grande mídia que se fala do capitão.

Na internet e nas chamadas “redes sociais”, não tem outro assunto.

Até aqui nesta gazeta escrota estou com um quantidade enorme de mensagens sobre ele.

Ainda ontem uma leitora de Taubaté, São Paulo, disse que Bolsonaro não pode ser presidente porque chutava a barriga da mãe quando a coitada estava grávida dele.

Vôte!

É cada uma que até parece duas.

JOSÉ WILSON – CONDADO-PE

Caro Luiz Berto,

Meu nome é José Wilson…

E adivinha, sou de Condado! Pernambuco.

Você com certeza deve conhecer Ismael Gaião, que em 2011 lançou o livro UMA COLCHA – CEM RETALHOS.

Se você acha que eu comprei está enganado…

No Dia do Livro ele doou um exemplar que hoje faz parte de uma pequena biblioteca na minha escola: Escola Municipal António Pereira de Andrade.

Através daquela obra conheci essa “Gazeta da bexiga lixa”.

É um belo trabalho.

Espero aprender a montar nessa Besta Fubana.

R. Pois pode montar e avuar nas asas desta Besta, meu jovem leitor. 

Conterrâneo do meu querido amigo Ismael Gaião, fubânico pioneiro e excelente poeta, é tudo gente boa.

Pode entrar e se abuletar que a casa é sua.

Brigadão pela força.

E vamos ouvir Gaião declamando uma de suas poesias, intitulada No Tempo da Minha Infância.

DALMAR NASCIMENTO – MARINGÁ-PR

Caro editor,

Veja só estas duas notícias.

Uma é do dia 15 de maio passado.

E a outra é fresquinha, publicada ontem, a propósito do registro da candidatura de Lula.

Todo candidato tem que apresentar uma declaração de bens.

Como é possível explicar esta diferença????

Você tem alguma explicação para este fenômeno???

R. Fique tranqujilo, caro leitor.

O fubânico petista Ceguinho Teimoso, especialista na matéria Patrimônio Lulaico – na qual tem um PhD pela Universidade Instituto Lula de Economia Vermêio-Istrelada -, esclarecerá tudo pra você.

Aguarde.

Nosso estimado confrade vai explicar tudinho.

Enquanto isto, leia a matéria que fala sobre o pedido da defesa do nosso probo presidiário – publicada no longínquo mês de maio deste ano de 2018 -, solicitando o desbloqueio imediato desta minxaria de 16 milhões de propriedade do paupérrimo operário ex-prisidente banânico, que tem um patrimônio declarado de apenas 7,9 milhões.

Para ler, basta clicar aqui 

JACOB FORTES – BRASÍLIA-DF

DESIDRATAR PARA HIDRATAR

Desgraçadamente a imagem tida como indissociável da figura dos que postulam cargos eletivos, em qualquer nível de governo, não é aquela ligada ao ato de servir, mas associada ao intuito de hidratar bolsos. Por mais que os lábios de um postulante declarem, sob juramento, o propósito de servir, seu coração, silencioso, aponta para o grande chafariz, o erário. Não há santo mais milagreiro que o erário; capaz de realizações miraculosas principalmente a multiplicação dos patrimônios.

É a velha impostura, costumada, impudente, que grassa rua acima rua abaixo em território tupiniquim. As terras desidratadas do Nordeste, exemplificativamente, são verdadeiros oásis verdejantes para que políticos possam hidratar seus patrimônios. É por intermédio do grande chafariz que os patrimônios, muitos deles ainda infantes, adquirem a hidratação necessária à multiplicação. Esse chafariz pródigo faz duplicar e até decuplicar patrimônios.

Durante as campanhas políticas não há postulante mais solicito. Se chega um pobre à sua porta corre solicito a socorrê-lo. O gesto encanta, apaixona o eleitor, mas o postulante: “neco de se apaixonar”.

A teoria evolutiva da seleção natural do inglês Charles Darwin (1809-1882) avaliza dizer que a horda de malfeitores dos erários tem futuro promissor. Por essa teoria os seres mais bem adaptados ao meio têm maiores chances de sobrevivência do que os menos adaptados. Destarte, de bom alvitre seria a criação, no Brasil, da galeria dos espécimes de beneméritas virtudes para que os nascentes de hoje possam, amanhã, conhecer as figuras que não se adaptaram à arte de desidratar para hidratar.

MARTA MARIA ALENCAR – FORTALEZA-CE

Grande Berto!!!!!!

Encontraram um escândalo da porra na vida de Bolsonaro.

Um escândalo maior que o triplex, o sítio de Atibaia, o terreno do Instuto Lula e a farra da Odebrecht e das demais empreiteiras.

Veja que escândalo: uma pobre lascada vendedora de açaí!!!

Um escândalo que só fez reforçar a colocação do meu candidato no primeiro lugar de todas as pesquisas.

É melhor JAIR se acostumando!!!!! Bolsonaro na cabeça!!!!

R. Cara leitora, a propósito desta sua mensagem, me lembrei de uma charge do grande artista Sinfrônio.

Uma charge que foi publicada hoje, aí na sua terra, no Diário do Nordeste, e que trata do seu candidato Bolsonaro, envolvido neste pavoroso escândalo do açaí.

Veja:

Aviso a todos que o espaço desta gazeta escrota está a disposição de leitores de todos os partidos e candidatos.

Publicaremos qualquer desmantelo que nos for enviada.

Aproveito o ensejo para avisar aos fubânicos que são eleitores de Bolsonaro – e também aos demais leitores que tem outros candidatos -, que este Editor continuará sempre na oposição.

Qualquer que seja o presidente que venha a ser eleito em outubro próximo, serei do contra e farei oposição ao governo dele, porque esta é a posição que deve ser tomada por todo intelectual honesto.

Só os zintelequituais petêlhos é que são a favor.

Sigo integralmente o que dizia meu saudoso Guru e Mestre Millôr Fernandes: 

ARTHUR JORGE COSTA PINTO – SALVADOR-BA

DESAFIO PARA O PRÓXIMO PRESIDENTE

Desde que foi criado o Copom (Comitê de Política Monetária) em 1996, a Selic (taxa básica da economia) encontra-se no seu patamar mais baixo de 6,5% ao ano, após ter sido decapitada pela metade nos últimos dois anos. Este é um fato altamente relevante, embora o Brasil ainda continue sendo um dos países campeões internacionais dos juros elevados.

É evidente que o indivíduo comum ainda está distante de ter essa agradável sensação. Cada vez que alguém analisa uma tabela de juros cobrados por alguma instituição financeira, desejando financiar a compra de algum bem ou para concessão de um empréstimo, percebe imediatamente a necessidade de acelerar e aprofundar a queda dos juros na vida real. Por exemplo: em junho passado, segundo relatório divulgado pelo Banco Central (BC), a taxa média das operações realizadas na denominada carteira livre alcançou 38,5% ao ano, seis vezes a Selic atual. Nas linhas específicas destinadas a pessoas físicas, a média foi de 53,2% e, no cheque especial, superou 300%.

A prática nos leva à uma situação dificílima. Trata-se de combater o famoso spread bancário, que nada mais é do que a diferença entre a remuneração que o banco paga ao aplicador e o quanto a instituição cobra para emprestar o mesmo dinheiro. O seu comportamento explica o porquê de os juros manterem-se elevadíssimos para o consumidor. De acordo com alguns analistas, é bem possível que nas operações de crédito com recursos livres ele esteja, hoje, em torno de 34%.

Clique aqui e leia este artigo completo »

XICO BIZERRA – JABOATÃO DOS GUARARAPES-PE

Meu Papa,

No Facebook, Poeta Ésio Rafael disse:

No festival do inferno
Cabo Anselmo cobra caro
Costa e Silva e Figueiredo,
Ficam dando todo amparo
Mexendo o tonel de bosta
Pra receber Bolsonaro.

Achei por bem responde-lo:

quanto mais mexe, mais fede
o tonel do Bolsonaro
Daciolo ajudando
sinto a merda pelo faro
e o escuro do Brasil
cada vez fica mais claro

Abraço

PEDRO MALTA – RIO DE JANEIRO-RJ

Berto,

Já ouviu falar em Oficina da Masturbação feminina ?

Seguramente , não!

Então conheça esse significativo e importantíssimo evento que acontecerá na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, no próximo dia 15, e que merece ser amplamente divulgado por essa gazeta da bixiga lixa .

R. Festival de punheta, de viadagem e de doação de furico.

E isto tudo numa universidade pública.

Um tsunami de bosta zisquerdóide pra ninguém botar defeito.

No programa consta até o Senhor Jesus sendo chamado de “Rainha do Céu”

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!

E vamos à notícia que você nos mandou:

* * *

A USP usa dinheiro público para fazer até Oficina da Masturbação Feminina na Semana da Diversidade

Um dos pontos altos da Semana da Diversidade, que começou ontem, é a Oficina da Siririca, que iniciou ao meio dia, hoje.

“Siririca’ ou ‘bater uma siririca’, segundo o dicionário, significa quando uma mulher se toca no ato formalmente conhecido como masturbação.

O Centro Acadêmico Oswaldo Cruz (CAOC) da Faculdade de Medicina da USP começou ontem uma nova edição da Semana de Diversidade da FMUSP. Ano passado, o Coletivo Mosaico, o Coletivo Feminista Geni e o Coletivo LGBT NEGSS realizaram a I Semana de Diversidade.

A Semana da Diversidade tem por objetivo trazer para o ambiente universitário debates propostos pelo braço mais renegado social do lulopetismo a respeito do que entendem de “sexualidade, opressões – como racismo, machismo e LGBTfobia -, desigualdade de gênero e violências contra minorias sociais historicamente marginalizadas”.

A USP é uma universidade pública estadual, de SP. Este é o tipo de ensino público existente atualmente no Brasil, tudo pago com dinheiro dos contribuintes.

PEDRO MALTA – RIO DE JANEIRO-RJ

Berto,

Se possível, informe nessa gazeta da bixiga lixa que todos os fubânicos e fubânicas estão convidados(das) para a breve inauguração desse rico e suntuoso ambiente.

R. Meu caro, esta ortografia lulaica é um verdadeiro chol!!!

Só faltou mesmo nos informar onde é que fica esta fantástica caza, este monumento arquitetônico com uma porta lacrada por tijolos.

NÍVEA DE PAULA – BELO HORIZONTE-MG

Sr. Editor,

Eu e o Ceguinho Teimoso já fizemos nossas doações.

A Odebrechet também já fez.

Espero que todos os leitores do Jornal da Besta Fubana também façam o mesmo.

É muito importante atender ao apelo que está no vídeo abaixo.

É um assunto sério. Sério demais.

Lula está precisando muito.

Saudações,

REGINA TEDESCHI – RECIFE-PE

Grande Berto!!!

Esta é uma contribuição do meu marido Flávio, seu leitor fiel e diário.

Foi ele que me pediu para remeter esta peça sobre o maior picareta da nossa história!

Um grande abraço.

Sucesso, sujeito!!!

VANJA DE PAULA – MATÃO-SP

Grande editor Berto!!!!!!

A Segunda Turma do STF autorizou o início da campanha de Lula para presidente.

O Ministro Dias Toffoli foi quem assinou o decreto.

E Lula já está nas ruas, a cata de votos.

Um beijão, querido!!!

Continue alimentando o nosso vício diário de ler o JBF.

R. Minha cara, a campanha do presodenciável já está mesmo nas ruas.

E, como toda boa facção criminosa, tudo é comandando de dentro da cadeia.

Segundo apurou esta gazeta escrota, o marqueteiro Mão-de-Seda foi indicado por Fernandinho Beira-Mar para assessorar Lula.

E a tesouraria da campanha está entregue ao trio Paulo Ferreira-Delúbio Soares-João Vaccari, três ex-administradores das finanças pixulecais do PT, todos condenados por ladroagem. E que, assim como Lula, estão cumprindo pena.

Como estamos num país surrealista, localizado no hemisfério sul do planeta Marte, pela primeira vez teremos uma Chapa Triplex concorrendo à presidência deste puteiro chamado República Federativa de Banânia (sem qualquer ofensa às putas, honestas, dignas e honradas trabalhadoras, que ganham a vida dando duro e levando duro…)

NORBERTO MEYER – ARACAJU-SE

Berto,

Como você costuma dizer, este Brasil é mesmo uma república de banana.

Aqui vai uma contribuição para o nosso querido jornal.

Uma frase genial de J.R.Guzzo sobre o mega corrupto prisioneiro Lula.

Se possível, publique para conhecimentos dos esclarecidos leitores desta gazeta escrota.

Um grande abraço,

ANA PAULA CRUZ – PALMAS-TO

Caro Berto,

Publique no melhor jornal do Brasil esta frase que li em algum lugar.

Ela é feita na medida certa pra abrir os olhos da militância petista que acredita em Lula.

A frase é esta:

“Lula afunda o PT pra sobreviver como mito.”

Muito obrigada.

R. Ele afundou o PT e afundou também a vergonha que nunca teve na cara.

Mas o melhor afundamento que Lula promoveu é o do senso de ridículo dos idiotas que votam nele e militam no PT.

Ainda bem que a justiça fez afundar dentro do furico de Lula uma pajaraca de 12 anos e 1 mês de cadeia.

Por enquanto.

VALERIA BOSSI SIMÃO – BELO HORIZONTE-MG

Olá Berto.

Acabo de lhe enviar uma pequena contribuição para manter nossa Besta alimentada e ativa. É pequena mas sempre que puder mando mais. De grão em grão…

Sou médica em Belo Horizonte, leitora assídua e voraz da Besta e também divulgadora, já há muito tempo.

Parabéns pelo seu trabalho, pela abertura de publicar os mais diversos pontos de vista, música, poesia, enfim tudo que abre nossa mente. Você publica até o Goiano!

Acesso a Besta várias vezes ao dia para manter a mente arejada e um pé na realidade pois a mídia zisquerdita destapaiz, presente em todos os grandes organismos midiaticos, confunde nossa cabeça a ponto de acharmos que estamos loucos.

Precisamos ter contato com gente que pensa pois a loucura encobre nosso país, alterando fatos, mentes e almas com palavras enganadoras, distorções e mentiras, como as vindas de uma certa cela em Curitiba, emitidas por um molusco presidiário .

Esta é a importância de um espaço aberto a desmistificações, boas ideias e críticas como a Besta Fubana.

Um beijo da Val, de Belo Horizonte

R. Minha querida doutora, é um prazer arretado receber palavras tão elogiosas de uma leitora das Alterosas.

Fiquei ancho que só a peste!!!

Tenho gratas recordações dessa querida Belo Horizonte, onde fiz muitas farras em seus botecos, os mais celebrados do Brasil, e também no Mercado Central, um dos espaços mais fantástico deste diversificado país.

Êita mercado bom que só a peste! Tem de tudo e mais alguma coisa.

Agora, escute só esta história:

Nos anos 80, um cabra daí de BH leu O Romance da Besta Fubana e se apaixonou pelo livro. Me procurou pra conversar e me conhecer pessoalmente e, a partir de então, nos tornamos amigos de infância.

Estou falando de Jonas Cruz, uma figura humana fantástica!

Ele é coronel da Polícia Militar e foi Secretário da Defesa Civil de Minas Gerais nos anos 80.

Hoje em dia está na reserva, dedicando-se à musica, especificamente ao chorinho, a grande paixão da sua vida, ao lado da literatura. A biblioteca que ele mantém em casa é coisa pra cinema.

Já faz um bom tempo que não tenho notícias dele.

Na terceira edição do meu livro de crônicas A Prisão de São Benedito, eu homenageei Jonas com esta dedicatória:

Para Jonas Cruz
Um coronel da porra

Tive o privilégio de ter O Romance da Besta Fubana entre os 10 mais lidos em BH, por várias semanas, no ano de 1984, segundo o semanário Jornal da Casa.

Foi também um dos livros mais requisitados para empréstimo, segundo uma ficha que me foi mostrada pelo então diretor da Biblioteca do Estado, durante visita que fiz àquela casa.

Era um tempo em que o computador ainda não imperava e os empréstimos de volumes eram registrados numa ficha, guardada na contracapa do livro.

Só num dos três volumes que estavam numa estante, havia quatro fichas preenchidas com várias linhas.

Fiquei leso de tanta felicidade!

Dedicatória da Prisão de São Benedito e lista dos mais vendidos em BH, novembro de 1984

De modo que esta linda, acolhedora e querida cidade de Belo Horizonte mora num lugar bem especial aqui no fundo do meu coração.

Brigadão pela doação, minha cara.

E brigadão também pela força e pela divulgação desta gazeta escrota, querida doutora!

Mande as ordens e disponha sempre deste espaço.

Um beijão!!!

ALTAMIR PINHEIRO – GARANHUNS-PE

CPI DO DÍZIMO

Vejam que presepada malassombrada da besta salazar: O deputado boliviano Sergio Choque saiu-se com um projeto de lei para lá de herege: o parlamentar quer quebrar o sigilo bancário de Deus. Isso mesmo, ele está desconfiado de lavagem de dinheiro.

E mais: auditar o livro-caixa do Senhor. Ou, pelo menos, uma vez que Deus não existe, ou não tem nem CPF nem CNPJ devassar a contabilidade dos autoproclamados representantes terrenos de Deus, pastores, padres e outros estelionatários da fé.

O deputado quer que os rendimentos das igrejas sejam declarados ao fisco boliviano. Tudo discriminado, tudo preto no branco, tim-tim por tim-tim, a origem dos donativos, o montante e a destinação. Isso é o que podemos chamar da CPI do Dízimo!!!

É a Lava Jato da Sacolinha!!!

Pode isso, Arnaldo?

Digo melhor: pode isso, Berto?!?!?!

R. Pode sim, meu caro colunista.

Não se esqueça que a Bolívia é zisquerdista bolivariana-petêlha.

Então…

Quem quiser saber mais sobre este assunto do dízimo celestial, clique aqui


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa