16 novembro 2018 DEU NO JORNAL

LULA SERÁ SOLTO ANTES DA POSSE DE BOLSONARO?

15 novembro 2018 DEU NO JORNAL

BEM NO MEIO DO OLHO DO FURICO DA AMANTE E DE TODA A PETELHADA

15 novembro 2018 DEU NO JORNAL

CURANDO A DOENÇA LADROATÍFERA DO PROGRAMA DOS MÉDICOS ESCRAVOS

A ditadura cubana costumava embolsar 75% do valor gasto pelo governo brasileiro com o programa ‘Mais Médicos’, que representa 11 bilhões de dólares para a ilha.

Mesmo assim, Cuba ainda não pagou o que deve ao BNDES pela construção do porto de Mariel pela Odebrecht.

Recentemente, uma missão brasileira esteve na ilha para resolver o atraso no pagamento, e Cuba pediu que as cotas de 2018 e 2019 fossem reprogramadas.

Agora a ditadura caloteira abandona o ‘Mais Médicos’, posando de vítima das condições impostas pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Cuba sente saudades da transigência petista com o dinheiro dos brasileiros e o cerceamento à liberdade (e ao salário) dos próprios cubanos.

* * *

Arroche, Capitão!

Bote pra fuder nessa quadrilha petêlho-castrista!

Neste programa programa fajuto, o extinto e sepultado governo do PT se aliou a Cuba pra escravizar os médicos cubanos

Se é que não médicos mesmo…

O Capitão fez muito bem ao pedir que os doutores apresentem os seus diplomas.

15 novembro 2018 DEU NO JORNAL

ESCANCAROU O CINISMO

15 novembro 2018 DEU NO JORNAL

DEU NO TWITTER DE BOLSONARO (7)

* * *

Cuba se recusou a permitir que seus médicos, os mais bem preparados do mundo, sejam submetidos a testes de capacidade, que recebam salário integral e não apenas um percentual do que o Brasil paga pra eles e, por fim, Cuba se recusou a permitir que os médicos tragam pra cá suas famílias.

Aguardem, caros leitores.

O fubânico lulo-castrista Ceguinho Teimoso vai nos explicar porque Cuba não aceitou estas condições impostas pelo presidente eleito Bolsonaro.

Ceguinho vai dar uma explicação bem fundamentada, com números, links e estatísticas.

Como costuma fazer .

15 novembro 2018 DEU NO JORNAL

NO OLHO DA GUERRA CULTURAL

Ipojuca Pontes

Entre as denúncias encaminhadas pelo ex-ministro do PT Antonio Palocci à Polícia Federal, todas elas amparadas em farta documentação, destaca-se uma, em especial, a merecer urgente atenção de Paulo Guedes, ministro das pastas da Fazenda, do Planejamento e da Indústria e Comércio Exterior para que ele fique cônscio da criminosa instrumentalização da política cultural empreendida no País e, de modo particular, do uso daninho da degenerescente Lei Rouanet, reprodução vergonhosa da corrupta Lei Sarney estabelecida em 1986.

A denúncia de Palocci transita numa fulminante gravação de vídeo sobre as resoluções tomadas no Foro de São Paulo e repassadas por Lula à cúpula do PT e respectivos “formadores de opinião”. O vídeo, até então guardado a sete chaves, foi gravado numa sala do Instituto Lula. Nele, antes de ser preso, o líder petista, vestido de camisa vermelha, afirma, aos trancos, o seguinte:

– “Deixa eu dizer uma coisa pra vocês. Olha… é preciso convencer as pessoas a destruírem tudo o que o Estado faz. Na campanha, o que menos interessa é o País. O Estado nacional deixa de existir, Em época de eleição, a gente tem mais é que estar discutindo, sistematicamente, política cultural. A gente tem de financiar, sabe, muito patrocínio. E aí eu acho que a gente vai convencer muita gente a entrar no PT…

E esse pessoal tem de dizer em quem vai votar, do que ele gosta… todo santo dia. Nós precisamos convencer a juventude sobre o que nós queremos fazer. E aí a gente vai convencer muita gente a “vim” prô PT. O problema não é falta de jantar… O projeto daqui a pouco é o “vamo que vamo”, daqui a pouco é “nós é nós”, daqui a pouco é “nos pudemo”… A palavra é: nós nascemos PT e queremos terminar sendo o PT!”.

Na sua cantilena histérica, tendo ao fundo a bandeira do PT, Lula caminha de um lado para o outro, professoral, dir-se-ia tocado por algumas doses do fino “Royal Salute”. Quando fala em “política cultural”, “patrocínio” e “financiamento´” o líder vermelho é especialmente enfático no agitar de braços e no arregalar de olhos.

Para ser justo é preciso dizer que Lula não foi o primeiro presidente (vermelho ou não) a corromper a atividade cultural com dinheiro fácil e a fundo perdido. Com efeito Lula, em função do aliciamento político e ideológico do setor, expandiu como ninguém legiões de ativistas, aliados, parasitas e viciados em geral para mamar com descaro irrefreável nas tetas dos cofres públicos, via diferentes formas de incentivos fiscais, subsídios, financiamentos e doações sugados do erário.

De fato, tipos estatizantes como Sarney, Collor (numa segunda fase), Itamar Franco, FHC e Dilma, embora avessos e até desprezando a fruição de consertos sinfônicos, museus, óperas, balés, teatros e salas de cinema, mantêm o bilionário aparato com o fito de amarrar a vasta clientela aos seus propósitos de poder e mando. São seguidores, conscientes ou não, da tradição firmada pelos carniceiros Lenin, Stalin, Mussolini. Hitler e os tiranos Fidel e Raul Castro.

(Entre parênteses, nunca é demais lembrar a frase atribuída a Sam Goldwin, o pirata da Metro: “Quando me falam em cultura eu saco com receio o meu talão de cheque”; ou aquela legenda de Giovanni Gentile, ministro da Educação da Itália fascista: “Tudo pelo Estado, nada contra o Estado, tudo dentro do Estado”; ou ainda a frase-recado do tirano Fidel Castro aos artistas e intelectuais cubanos: “Dentro de la Revolución, tudo. Fora de la Revolución, nada”).

“O Globo” (e as organizações Globo), principal porta-voz do famigerado clientelismo cultural e um dos interessados na manutenção dos subsídios e isenções fiscais na área conflagrada, bem, “O Globo” solta matérias cavilosas falando do clima de apreensão que reina “no setor” com a vitória de Jair Bolsonaro. Seu conselho editorial, composto por esquerdistas de todos os tons, azeita as baterias. Pelo visto, seu alvo é a manutenção da fraudulenta Lei Rouanet, forma de incentivo incontrolável, socialmente irresponsável e economicamente doentio, centrado, invariavelmente, na apropriação, pelo privado, de qualquer tipo resultado, e na socialização, pelo contribuinte, dos acachapantes prejuízos avaliados hoje em bilhões de reais.

Como qualquer interessado pode saber, está imerso no âmbito orçamentário do Ministério da Cultura uma verdadeira caixa preta. Tanto a burocracia engajada como a casta clientelista sonegam os números reais e suas fontes ou origens. Mas todos concordam, em coro, que são sempre necessários orçamentos mais elevados, pois o “Minc custa pouco”. O País em crise, portanto, que se dane.

O fato é que o ministro Leitão falou, recentemente, em orçamento de R5 2 bilhões e 700 milhões – o que é muito dinheiro em qualquer lugar do mundo, principalmente quando extraviado em atividades industriais (cinema, por exemplo) próprias da iniciativa privada. (Lembro aqui que o cinema brasileiro até os anos 70 viveu e progrediu longe do dinheiro corruptor do governo).

Mas as cifras da cultura oficial, que, sabe-se, fulminaram com a real cultura brasileira, preenchem múltiplos escaninhos: tem as polpudas verbas das loterias, tem as verbas dependidas por Estados e municipais da Federação e tem ainda as verbas especiais para custeio, gratificações, viagens, festas e mordomias de praxe, etc.

E tem ainda os fundos bilionários da Lei Rouanet, da qual falaremos no próximo artigo para a necessária leitura do ministro Paulo Guedes e seus assessores.

Até lá!

15 novembro 2018 DEU NO JORNAL

PALAVRA DE UM ESPECIALISTA

* * *

Lapa de Corrupto, ao ser interrogado ontem pela Juíza Gabriela Hardt.

Palavra de um PhD no assunto.

Falou com profundo conhecimento de causa.

* * *

No vídeo abaixo, a Juíza Gabriela enquadra o canalha de forma exemplar.

Uma enquadrada de lascar, uma enquadrada pra arrombar.

Tomou bem no meio do olho do furico!!!

Segundo apurou o Departamento de Fuxicos desta gazeta escrota,  ao final da audiência, Lula comentou com o seu advogado: “Qui saudade de Moro”

14 novembro 2018 DEU NO JORNAL

O CANALHA DEPÕE

O arrôxo da dotôra é antológico.

Botou no olho do furico do corrupto sem pena, sem cuspe e sem vaselina.

Lavou a alma da banda decente do Brasil.

Essa juíza é arretada, sabe Lula, sabe??? 

Uma magistrada que muito honra o Poder Judiciário brasileiro.

A babaquice, a arrogância e a ignorância de Lula são dignas de figurar num capítulo de um romance surrealista banânico.

Tentou fazer um comício petralhal durante a audiência e se fudeu-se todinho com o rigor da dotôra.

Ele fala de “Lula” na terceira pessoa, num imitação grotesca da gabolice de Pelé.

Ganhei o feriadão assistindo ao magnífico interrogatório ! ! !

Sabe Lula, sabe, sabe? 

14 novembro 2018 DEU NO JORNAL

REPUBLIQUETA DE BANANAS

Venezuela, Moçambique e Cuba devem 459,2 milhões dólares ao BNDES em pagamentos atrasados.

Os empréstimos foram feitos quando Joaquim Levy, o novo presidente do banco, trabalhava para Lula, Dilma Rousseff e Sérgio Cabral.

A caixa-preta do BNDES está no vermelho.

* * *

Caixa-preta no vermelho: um colorido corruptífero como só mesmo na República Federativa de Banânia seria possível existir.

Uma republiqueta sul-americana bananífera, adonde o PT cagou e rolou por quase 16 anos.

A charge aí de cima, do fubânico Sponholz, resume tudo.

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!

Xolinha de tabaca arrombada por saber da existência de gente que votou em Lula e em Dilma

14 novembro 2018 DEU NO JORNAL

DIPLOMACIA VIADÍSTICA

Perguntaram a Jair Bolsonaro se o Ministério das Relações Exteriores será comandado por um homem ou por uma mulher.

“Pode ser gay também”, respondeu o presidente eleito.

* * *

O presidente está no caminho certo.

Num existe outro recando de mundo pra ter mais baitola e doador do orifício pecaminoso do que no Itamaraty, o nosso Ministério das Relações Exteriores.

É xibungo e frango que só a porra em cada corredor do prédio.

Pra completar o balaio de surpresas e novidades do capitão, neste período de montagem de sua equipe, agora só tá faltando mesmo nomear um boiola.

Vôte!!!

Militantes do Movimento Baitolístico pressionando Bolsonaro pra que bote um xibungo no ministério: levaram até o tubo de vaselina

14 novembro 2018 DEU NO JORNAL

LULA VAI SAIR DA CADEIA HOJE ! ! !

Lula vai sair da cadeia pela primeira vez.

O anúncio foi dado em sua página do Twitter:

Na prática, Lula vai sair da cadeia para pegar mais tempo de cadeia.

* * *

Isto mesmo: mais tempo de cadeia.

Tempo que virá se somar à dúzia de anos que Lapa de Corrupto já está merecidamente cumprindo.

Quanto ao fato de se considerar “preso político”, isto é uma coisa perfeitamente coerente com a babaquice idiotal de qualquer petista.

Quanto mais do chefe do bando, especialista em cagar tolôtes orais e escritos (escritos por um assessor baba-ovo).

Que a Dra. Gabriela Hardt enfie todinho, no furico deste cabra safado, o seu imenso martelo-pajaraca!

Sem cuspe, sem vaselina e sem pena.

Um político corrupto preso sendo levado pra cumprir mais tempo de cadeia

13 novembro 2018 DEU NO JORNAL

LIMPEZA DE PRIVILÉGIOS E DESPETIZAÇÃO DOS BANCOS ESTATAIS

* * *

MENTE MAIS DO QUE RESPIRA

13 novembro 2018 DEU NO JORNAL

SACANAGEM EM DOBRO

Especialistas em redes sociais não esperavam o desmentido do Twitter e Facebook agora, duas semanas depois da eleição, e sim quando foi “denunciado”, a 9 dias do segundo turno, o suposto “impulsionamento” de mensagens para beneficiar o candidato presidencial Jair Bolsonaro.

As duas redes sociais se omitiram mesmo sabendo que não passava de “fake news” a denúncia que impactou na intenção de votos.

A 9 dias do 2º turno, a Folha divulgou que empresários pró-Bolsonaro teriam contratado o suposto impulsionanento por até R$ 12 milhões.

O “escândalo” refletiu na campanha: Bolsonaro perdeu ao menos 5 pontos na intenção de votos na última semana do primeiro turno.

Facebook e Twitter negam qualquer impulsionamento por Bolsonaro.

Só não explicam porque demoraram 26 dias para anunciar isso.

* * *

A explicação é fácil.

A sacanagem foi feita por uma dupla, Twitter e Facebook.

Ou seja, em dobro.

Demoraram 26 dias pra contar a merda que aprontaram porque 26 é o dobro de 13.

E o número 13…

Bom, num preciso explicar mais nada.

13 novembro 2018 DEU NO JORNAL

BANDIDAGEM DA MÍDIA BOSTOSA

O WhatsApp, um aplicativo de envio de mensagens, divulgou nota na noite desta segunda-feira, 12, informando ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que não foi contratado pela campanha do presidente eleito Jair Bolsonaro para fornecer “serviços de impulsionamento de conteúdo na rede mundial de computadores” em seu favor.

Isso acontece após o relator da prestação de contas do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, atender a um pedido de área técnica e determinar que as principais plataformas (Google, Facebook, Twitter, Instagram e WhatsApp) apresentassem dentro de um prazo de 3 dias informações sobre a contratação ou não de impulsionamento de conteúdo a favor de Bolsonaro durante a última campanha eleitoral.

* * *

O Facebook e o Twitter também desmentiram oficialmente nesta segunda-feira, junto ao TSE, que a campanha de Bolsonaro tenha praticado este tipo de indecência internética.

O que aconteceu, de fato, foi um cafajestice fantástica, um conluio criminoso entre a Folha de S.Paulo, o Instituto Data Folha e o PT com o objetivo de criar uma mentira impactante, a chamada feiquiniu, pra reverter a tendência do eleitorado, majoritariamente pro-Bolsonaro.

Deram manchete de primeira página, numa bandidagem descarada, numa audácia criminosa de fazer inveja às maiores quadrilhas de traficantes e de assaltantes de bancos do nosso país.

O lema que consta no cabeçalho da Folha, “um jornal a serviço do Brasil“, deveria se reescrito como “um jornaleco a serviço da bandidagem política zisquerdóide de Banânia“.

Esta foi a última farsa do falecido PT.

Se fuderam, se lascaram, tomaram no olho do furico e foram enterrados no mais profundo dos buracos dos quintos dos infernos.

E, pra fechar a postagem, vamos botar o jumento fubânico Polodoro pra rinchar.

Rinchar em homenagem aos idiotas que votaram em Haddad e que ainda acreditam que Lula é inocente.

Rincha, Polodoro!

13 novembro 2018 DEU NO JORNAL

UMA CAGADA DA PORRA

O economista Joaquim Levy aceitou nesta segunda-feira (12) o convite para presidir o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Ele foi convidado pela equipe de Paulo Guedes, confirmado para o superministério da Economia, e a informação divulgada por sua assessoria.

É o primeiro na equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro.

Levy foi ministro da Fazenda no segundo mandato de Dilma Rousseff.

* * *

Bolsonaro perpetrou uma cagada piramidal.

Putz!!!

Chamar um ex-ministro de Dilma pro primeiro escalão do seu governo foi de lascar.

E isto com dezenas de nome de gente competente e de currículo limpo disponível na praça.

Mesmo tendo o capitão justificado a cagada dizendo que a sugestão foi de Paulo Guedes, o seu futuro Ministro da Economia, não dá pra aguentar.

Sujou tudo, jogou merda nos ares, espalhou bosta pra todos os cantos.

Quem já foi ministro de governo do PT, tem o currículo irremediavelmente sujo.

Simples assim.

Essa foi pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!

Dilma cumprimentando seu então ministro Joaquim Levy à sua maneira: soltando um peido

12 novembro 2018 DEU NO JORNAL

NO PAÍS DA PIADA PRONTA

A PF informa que na próxima sexta-feira não haverá expediente na Superintendência de Curitiba, onde Lula está preso.

Motivo: desinsetização.

* * *

Esta palavra “desinsetização”, confesso a vocês, eu não conhecia.

Eu acho que o mais apropriado, já que Lula está preso lá, seria a Polícia Federal anunciar a desratização.

Ou, talvez, a despetização.

12 novembro 2018 DEU NO JORNAL

UM PEDIDO DESESPERADO

A equipe jurídica de Jair Bolsonaro confirmou que sua campanha arrecadou um total de R$ 4.377.640,36.

E que gastou R$ 2.812.442,38.

Os advogados vão apresentar uma consulta ao TSE para saber se podem doar o valor restante de R$ 1.565.197,98 à Santa Casa de Juiz Fora, que tratou do então presidenciável após a facada.

* * *

Acabei de enviar ao senhor presidente eleito uma mensagem.

Sugerindo que, além de doar pra Santa Casa, destine também um pouco, um pouquinho só deste 1,5 milhão para o JBF.

Apenas 1% já seria ótimo!

A precisão por aqui está enorme, o caixa vazio, as contas no vermelho e Chupicleide passando necessidade.

Espero que a lei eleitoral permita doação de sobras de campanha pra gazetas escrotas internéticas.

12 novembro 2018 DEU NO JORNAL

LULA JÁ SENTE SAUDADE DE MORO?

12 novembro 2018 DEU NO JORNAL

DESAFIANDO A PRESIDENTE DO INEP

12 novembro 2018 DEU NO JORNAL

POR MAIS LADRÃO QUE SEJA, CORRUPTO NÃO DEVE SER CONDENADO

Juiz da Operação Lava Jato e futuro ministro da Justiça, Sergio Moro defendeu o afastamento de ministros investigados por corrupção se as denúncias forem consistentes.

“Acho que é uma falácia que se ouviu no passado que é preciso esperar o trânsito em julgado. Defendo que em caso de corrupção se analise as provas e faça um juízo de consistência”, argumentou Moro, em entrevista ao programa Fantástico, da TV Globo.

“É possível analisar desde logo a robustez das provas e emitir um juízo de valor. Não é preciso esperar as cortes de Justiça proferirem o julgamento.”

Moro poderá auxiliar o presidente eleito, Jair Bolsonaro, a tomar uma decisão de afastamento de um ministro acusado de corrupção, se necessário.

“Eu não assumiria o papel de ministro da Justiça com o risco de comprometer a minha biografia, o meu histórico. Isso foi objeto de discussão e a afirmação do presidente eleito é que ninguém seria protegido se surgissem casos de corrupção”, afirmou o juiz.

* * *

Cabra besta, este Dotô Moro. Num aprendeu nada com as lições de um sábio do passado recente.

Se um ministro for acusado de ladroagem, Moro tem que seguir o exemplo de Lula: dizer que é mentira, que é golpe e que é calúnia da direita reacionária que não suporta ver pobre comendo iogurte e viajando de avião.

Nada de defender afastamento de investigados por corrupção.

Vê se aprende, Seu Moro!!!

Lula defendia até governador que foi preso injustamente “só porque roubou dinheiro do povo

E tem mais:

O sinhô, Dotô Moro, “só porque fez concurso” não pode prender político, “por mais ladrão que ele seja“.

Escute e aprenda com um especialista:

12 novembro 2018 DEU NO JORNAL

PESQUISA FURADA

Levantamento Paraná Pesquisas aniquila as críticas à escolha do juiz Sérgio Moro para o Ministério da Justiça:

Na faixa etária que compõe a maioria dos brasileiros (de 24 aos 59 anos), a aprovação é de 85,3%.

* * *

Bom, como eu estou numa faixa etária acima dos 59, acho que esta pesquisa está furada.

Se formos incluídos nós outros, os setentões, este número deve superar os 90%.

11 novembro 2018 DEU NO JORNAL

AJUDA NÓIS, PRISIDENTE !!!

Bolsonaro vai a praia, saca dinheiro e faz churrasco em casa, no Rio

O presidente eleito Jair Bolsonaro saiu de casa pela manhã neste domingo (11) e, conforme sua assessoria de imprensa, foi ao banco sacar dinheiro a fim de realizar um churrasco para sua equipe de segurança.

Em seguida, Bolsonaro passou pela orla da praia, cumprimentou apoiadores e posou para fotos.

A assessoria do presidente eleito divulgou fotos e vídeos do passeio neste domingo, bem como do churrasco na casa dele, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. (Clique aqui e veja matéria)

* * *

Vê-se na foto que o presidente eleito fez o saque do seu dinheiro numa agência do Banco do Brasil.

Trata-se do mesmo banco onde esta gazeta escrota tem a sua conta.

Acabei de enviar mensagem pro capitão, através de sua página oficial, sugerindo que, da próxima vez que for ao banco, faça uma transferenciazinha pra nossa conta.

Qualquer tostão será muito bem vindo.

Chupicleide tá doidinha pra receber o décimo terceiro e os salários atrasados.

Ajuda nóis, prisidente!!!

11 novembro 2018 DEU NO JORNAL

UM SAQUE ARRASADOR

O novato governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema, descobriu que o Ipsemg (Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais), que está totalmente quebrado, com todos os cargos loteados, tinha 16 conselheiros, e hoje tem 540 conselheiros, todos do PT, partido do governador Fernando Pimentel, com salários acima de R$ 10 mil.

Segundo Zema, são pessoas do Brasil inteiro, que nunca trabalharam com saúde ou com previdência e hoje ganham dinheiro dentro do Ipsemg.

* * *

Num tem jeito…

Onde o PT administra, a coisa vira esculhambação.

Os chefões petralhas estaduais seguiam à risca a pútrida filosofofança corrrupcional que o Chefão federal, hoje em dia devidamente preso, imprimiu à administração de Banânia.

Ainda bem que esta porra desta quadrilha vermêio-istrelada foi extinta e sepultada na última eleição.

11 novembro 2018 DEU NO JORNAL

ESSA GENTE NÃO NOS ENGANA MAIS

Miguel Lucena

Assisti a dois vídeos que me deixaram impressionados:

1) entrevista com Sílvia Ramos, cientista política carioca, na qual ela declara que os bandidos se armam de fuzis por causa da Polícia, que usa a mesma arma;

2) repórter de Salvador censurando policial militar de Alagoas que reagiu a assalto, na Lagoa do Abaeté, e matou os criminosos.

O repórter diz que o policial agiu muito mal, devia ter procurado fugir ou outra forma de defesa, antes de atirar, como se a vítima pudesse combinar algo com o agressor.

Algumas pessoas, anestesiadas por massificação de ideias contrárias à lei e à ordem, passaram a torcer pelo bandido. Nos filmes brasileiros, ao contrário dos norte-americanos, os policiais são quase sempre ridicularizados, aparecem malvestidos, com correntões pendurados no pescoço e camisa aberta, gravata torta e curta, pés em cima das mesas e palito na boca.

Os bandidos, “vítimas da sociedade”, teriam o direito de andar armados de fuzis, para, interpretando Sílvia Ramos, exercer a autodefesa contra os agentes do Estado.

O inimigo é o Estado-burguês, que deve ser destruído para ser erguida em seu lugar a ditadura do proletariado, certamente com o Comando Vermelho à frente do exército revolucionário.

Na mesma trincheira de Sílvia, o jornalista retira ao policial militar alagoano o direito à autodefesa, quando diz que ele não podia atirar nos bandidos que tentaram assaltá-lo a mão armada.

O desespero deles é saber que não nos enganam mais.


© 2007 - 2018 Jornal da Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa