27 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

FÁTIMA SUKAR – RECIFE-PE

Seu editorzão da bixiga lixa,

O reinado de Momo já chegou (ainda existe este Rei???)

Estamos em tempo de carnaval.

Não custa nada seguir os conselhos de Tiririca.

Saudações momescas!!!!!!

27 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CAIO BARBINI – MANAUS-AM

Berto,

vendo este vídeo eu me lembrei imediatamente de Goiano.

Convide este cidadão para também ser comentarista e colunista do JBF.

Ele não tem a cultura e os conhecimentos do Goiano, mas empata com ele em matéria de explicações e contorcionismos. É nota 1000 na explicação do inexplicável!

Escute e veja se minha sugestão é correta.

Saudações manauaras!

27 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

NÉLIO SANTANA – SANTA MARIA-RS

Texto que circula na internet:

Fora Temer, quem mais os petistas odeiam?

Todo mundo que participa do seu governo (ilegítimo, inconstitucional, fisiológico, entreguista, feio, bobo, golpista etc).

Compactuo do horror que os petistas têm ao Temer, ao seu governo, aos seus ministros. Com a ressalva de que eu não votei no Temer. Eles, sim.

O Temer me caiu de paraquedas, me foi enfiado goela abaixo. Os petistas, ao contrário, escolheram-no. E não uma vez só, mas duas.

Aceito o Temer como quem aceita uma injeção de Benzetacil. Não quero, não gosto, é horrível – mas ou é isso ou a infecção generalizada. Respiro fundo, prendo o choro, xingo a mãe do moço da farmácia e toco o barco.

Como os petistas, não suporto olhar para a cara do Edison Lobão, nobre presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Mas, ao contrário dos petistas, eu também não o suportava quando ele era Ministro de Minas e Energia de Lula e de Dilma.

Compartilho com os petistas uma profunda antipatia pelo Presidente do Senado, Eunício Oliveira. Só que eles o achavam simpaticíssimo quando era Ministro das Comunicações de Lula.

Eliseu Padilha, braço direito do golpista, quem consegue confiar nesse sujeito? Os petistas, certamente – pelo menos enquanto foi Ministro da Aviação Civil da finada Presidenta.

Como não me solidarizar com os petistas no asco pelo Geddel Viera Lima, o do apartamento com vista pro mar em Salvador? Mas o asco deles é recente, só desabrochou depois que ele deixou de ser Ministro da Integração Nacional do viúvo de D. Marisa.

Ah, Romero Jucá, o surubático Romero Jucá… Impossível não ser tomado de ojeriza ao vê-lo, ouvi-lo, imaginá-lo. Exceto os petistas, que surubaram com ele sem pudor algum enquanto era Ministro da Previdência Social do Lula.

E Silas Rondeau, encalacrado na Lava Jato, indiciado por tráfico de influência? Abominável, diriam os petistas – e eu concordo. Mas os petistas só acham isso depois que ele deixou de ser Ministro de Minas e Energia. De quem? Ganha um sítio em Atibaia quem adivinhar.

E tem ainda Moreira Franco, estrategicamente nomeado pelo nefasto Temer apenas para adquirir foro privilegiado. Se bem me lembro, ele teve o mesmo foro como Ministro de Assuntos Estratégicos de Dilma, e ninguém falou nada.

Eu não gosto do Temer, mas desde sempre. Os petistas, esses só começaram a desgostar quando ele se cansou de ser um vice decorativo e resolveu partir para novos desafios e se reposicionar no mercado.

Por isso entendo quando entram transe (e em loop) com seu mantra “Fora, Temer”.

É que levaram cinco anos para perceber que ele existia (e que existiam Moreira Franco, Jucá, Eunício, Rondeau, Padilha, Geddel), e só aí começar a ladainha.

Sabe como é, ficha de petista demora um pouco a cair.

27 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PENINHA – TUPI PAULISTA-SP

Berto,

se quiser publicar esta, esteja à vontade.

26 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SONIA REGINA – SANTOS-SP

Boa noite, Chefe.

Não sei se já ouviu a musica do Caju.

Tá ótima

26 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PEDRO MALTA – RIO DE JANEIRO-RJ

Berto

Será que existe outro bloco com nome mais criativo?

R. Esta gozação com o “Pavão Misterioso” – um clássico da literatura cordelista nordestina -, é um achado e tanto.

O bloco “Cagão Misterioso” é um dos mais animados do carnaval de Olinda e costuma sempre arrastar multidões.

Quem quiser conhecer um pouco mais sobre desta turma, basta clicar aqui .

25 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SONIA REGINA – SANTOS-SP

Carnaval ainda é sinônimo de Alegria?

Hoje cedo, um jovem amigo aqui de casa, reclamou do carnaval. Ele e a esposa costumam sair no carnaval de rua na cidade de São Vicente.

Nosso amigo alegou que o carnaval ficou “chato”. Proibiram algumas marchinhas já muito conhecidas de todos.

Não estiquei muito a conversa, não conheço muito bem essa proibição. Deve ser aqueles assuntos favoritos de quem precisa fazer algo e aparecer no noticiário.

Acredito que devem distribuir algumas partituras com a musica e a letra que seja do agrado de alguém. Quem?

É muito fácil, já que todos entendem de musica é moleza ler uma partitura.

Já faz algum tempo que uns poucos querem mudar o modo de vida de muitos. Acho que a coisa piorou depois de 2003, quando começaram a falar muito sobre coisas que também não entendo.

Estou muito preocupada, pelo andar da carruagem, não poderemos mais chamar os ladrões de “gatunos”. Devem inventar outro nome pra não ofender os gatos e seus donos.

Estou pensando em aderir a toda essa salada mista e pra começar de hoje em diante, vou me autodenominar:

Portodecendente.

Nasci no Brasil e devido à minha descendência de avós que nasceram em Portugal, preciso destacar “diuturnamente” pra não cair no esquecimento. Aliás, sendo nosso País, colonizado por imigrantes de todo o Planeta Terra, somente nossos Índios podem ser chamados de Brasileiros, ou estou enganada?

Bons tempos em que “Carnaval” era sinônimo de: ironia, irreverencia, um total desprendimento das coisas muito sérias.
Carnaval era Alegria.

Pra encerrar vou colocar uma bela musica do grande artista Gonzaguinha explicando melhor o que eu não consegui com este texto todo confuso.

25 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PAULO ROBERTO FRECCEIRO – CURITIBA-PR

Caro Berto.

Temos que dar valor às politicas sociais dos governos do P T .

Apesar de termos sidos governados por um ratão e uma anta peidona, veja as maravilhas que fizeram .

Faleceu dia 13 de outubro do ano passado, aqui em Curitiba, a pessoa mais velha do mundo. Só pode ter chegado à essa idade pelos ótimos serviços de saúde, segurança, alimentação e moradia oferecidos pelo magnifico governo do P T.

Sugiro fazermos uma campanha pela volta imediata do ratão e da anta como dirigentes maximos .

O que acha da ideia?

R. Meu caro, deixo a resposta a esta sua pergunta a critério dos leitores fubânicos.

Que é que vocês acham:

Ratão e Vaca Peidona devem voltar a gunvernar Banânia?

Eu desejo é que os 2.748 leitores dessa bela Curitiba – que acessaram o JBF neste ano de 2017 -, e também os leitores do resto do Brasil, que vivam tanto quanto esta senhora citada por você, que hoje em dia descansa em paz

25 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CÍCERO TAVARES DE MELO – RECIFE-PE

O crime compensa quando a lei é uma bosta e o juiz e a justiça são dois delinquentes a favor da impunidade

Berto:

Mais uma vez e de forma monocrática, sem ter cobrado mais informações sobre o caso ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais e levado a questão à turma, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Cara de Tabaco Velho Mello, voto vencido em mais de 80% dos julgados em Plenário, caga no centro da Suprema Corte, manda a sociedade a puta que a pariu, a Justiça à bimba do boi, e manda soltar o psicopata Bruno Fernandes Das Dores de Souza, condenado por homicídio qualificado por motivo torpe, com emprego de asfixia e com recurso que dificultou a defesa da vítima; sequestro e cárcere privado qualificado por haver vítima menor de 18 anos (referência ao filho de Elisa e Bruno) e ocultação de cadáver, numa liminar em habeas corpus pífia, insignificante, desprezível, com fundamentação jurídica típica de letra de musica brega da pior espécie.

Condenado a 22 anos e 3 meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, pela morte de Eliza Samudio, mãe do seu filho, o psicopata Bruno Fernandes só havia cumprido seis anos de cadeia.

Por força de uma liminar rele, tendo como justificativa apenas o seguinte: colocou-se em segundo plano o fato de o paciente ser primário e possuir bons antecedentes. A esta altura, sem culpa formada, o paciente está preso há seis anos e sete meses. Nada, absolutamente nada, justifica tal fato.

No Brasil, para o Supremo Tribunal Federal (STF): matar compensa, roubar compensa, traficar entorpecentes compensa, escravizar compensa, discriminar compensa, carcerizar compensa, maltratar compensa, tudo em nome da dignidade da pessoa humana!

25 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

DON PABLITO – SÃO BERNARDO DO CAMPO-SP

Veja só essa Berto

Fato ocorrido em São Bernardo do Campo.

A foto fala por si mesma.

R. Meu caro, este assaltante pode ser acusado de tudo quanto é crime neste mundo.

Ele só não pode ser acusado é de incompetência na farda que usa pra exercer o seu ofício.

24 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

FELIPE CARMONA – SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP

Berto,

uma contribuição minha para este jornal no qual sou viciado.

Eu e minha esposa Mylena acessamos todos os dias quando chegamos do trabalho.

Aqui está o moderno Diógenes, sem lanterna na mão, procurando um militante do PT com cérebro.

Abraço fraterno de uma casal que adora o site do Besta.

24 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CICERO TAVARES DE MELO – RECIFE-PE

“Quem vive de ilusão é urubu de curtume”. Jessier Quirino

Berto:

Após a sabatina no senado, o Prostíbulo de Brasília, que confirmou o candidato indicado pelo presidente Michel Frankstemer, o Kinder Ovo, o Cabeça de Pica Alexandre de Moraes para o Supremo Tribunal Federal (STF), a Casa de Noca, por 55 votos a 13, para assumir a vaga do ilibado, ético, técnico, incorruptível, honrado e saudoso Teori Savascki, todos os senadores que o aprovaram e que estão implicados até os ovos na LAVAJATO e em outras organizações criminosas institucionalizadas que saquearam e continuam saqueando o País impunemente do Oiapoque ao Chuí, foram fotografados no saguão do Prostíbulo aos risos de escárnio, deboche, cinismo, indiferença, e coçando os ovos como se dissessem à Nação: olha aqui pra oncês, eleitores idiotas!

Entre os senadores citados e investigados na LAVAJATO, que aparentam excessiva felicidade com a aprovação de Alexandres Moraes estão Eduardo Braga (PMDB-AM), Renan Calheiros (PMDB-AL), Fernando Bezerra (PSB-PE) e Romero Jucá (PMDB-RR) – aquele que propôs um grande acordo nacional, com o Supremo, com tudo para estancar a sangria, que seria a LAVAJATO, para depois vaticinar: se acabar o foro, tem de ser para todo mundo: suruba é suruba! Todos nós do Congresso Nacional temos de gozar!

Como salvar o Congresso Nacional desses políticos ladrões sem escrúpulos?

23 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SONIA BLOOMFIELD – BRASÍLIA-DF

AO SENADOR ROMERO JUCÁ

Senhor Senador:

Como tradutora para o português da Enciclopédia do Holocausto online causou-me profunda repugnância o seu uso da perseguição empreendida pelos nazistas contra os judeus para efetuar uma comparação com a atuação da imprensa em relação à política brasileira.

Para seu conhecimento, e o de seus assessores, transcrevo abaixo o que foi o Holocausto para que tenham uma ideia da dimensão do fenômeno, que em nada, absolutamente nada, pode ser utilizado para comparações com a imprensa brasileira.

Sua fala atingiu o âmago das pessoas que passaram pelos horrores do Holocausto, é de um enorme desrespeito!

Sem mais,

R. A  Enciclopédia do Holocausto, citada pela Professora Sônia em sua mensagem, pode ser acessada clicando aqui .

Sonia Bloomfield Ramagem é Doutora em Antropologia pela Universidade Católica da América (EUA), e é Professora de Geografia Humana da Universidade de Brasília.

Não custa nada repetir o que Jucá (codinome Caju nas investigações da Lava Jato) excretou oralmente:

“Está parecendo que estamos vivendo o período da inquisição, ou a Revolução Francesa. Estão querendo pregar em todos nós a cruz de Israel no peito, como os nazistas pregaram nos judeus que viviam na Alemanha. No passado, a turba fazia linchamentos, hoje quem tenta fazer é a imprensa e setores da sociedade. A diferença é que a turba que apontava agora é outra. Quem aponta a guilhotina é a imprensa. Apontam e partem para o estraçalhamento.”

23 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ARAEL M. DA COSTA – JOÃO PESSOA-PB

Editor, bom dia.

Infelizmente parece que estou me inscrevendo em um bloco que tem sua saúde mental norteada por aquela síndrome que o saudoso Stanislaw Ponte Preta retratou com tanta propriedade em seu samba do crioulo doido.

É um bloco que, como o do cordão dos puxa-saco, cada dia aumenta mais.

Daí, meus rompantes, como o de me dirigir aos ilustres integrantes da Suprema Tolerância Federal, unindo meu grito ao dos demais desvalidos, contra essas diatribes que esses preclaros magistrados vêm praticando.

Como a sugestão foi encontrada nas páginas desse jornal escrôto, esculhanbado e esculhambativo, achei por bem dar ciência de cumprimento da sugestão ao seu redator-chefe e editor, razão do protocolo remetido.

Respeitosamente,

R. Nosso estimado leitor Arael, um dotô adevogado paraibano da gôta serena, está se referindo a uma sugestão deste Editor.

Foi numa postagem do último dia 20, segunda-feira passada, na qual sugiro que os leitores fubânicos escrevam para o Supremo Tribunal Federal e proponham, na base de irônico deboche, o estabelecimento de aposentadoria para os presidiários por tempo de cadeia. Sugestão que foi dada por um leitor fubânico do Rio Grande do Sul. (clique aqui para ler a postagem).

Confiram abaixo a mensagem enviado por Arael ao STF e a cópia de protocolo do seu contato.

Cababom!

* * * 

Caríssimos

Atendendo a uma sugestão que acabo de ver no escrachado JBF, tomei a liberdade de mandar a suas excelências reverendíssimas ministros do STF, o pronunciamento que repasso abaixo.

Infelizmente, no que diz respeito ao processo por incitação ao crime, que considero em prática pelos ilustres magistrados, com suas inúmeras decisões pró bandidos, não sabemos que o fôro competente.

Deve ser um mais do que privilegiado.

Respeitosamente, Arael Costa

22 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CICERO TAVARES DE MELO – RECIFE-PE

Manda quem pode obedece quem é fudido!

Berto:

Mais uma vez, de novo, novamente, repetindo biz, a excrescência se repete em Banânia na Corte Máxima: o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Tofolli, o Tofollinho Petralha, caga em riba da cadeira da 2.ª Turma daquela Corte Maior, ao divergir do relator, Edison Fachin, que foi fiel à posição do saudoso relator falecido, Teori Zavascki, revogando uma decisão originária do saudoso ocupante daquela cadeira, dando provimento a um agravo do dono do Maranhão, José Guabiru Sarney, e mantendo-o com o desaforo privilegiado nos seguintes termos, que soam como uma bomba de descarga de esgoto público ao povo de Banânia:

Como fazer investigação em Curitiba que não envolverá os outros implicados, com foro de prerrogativa de função? É função constitucional da Corte proteger sua competência. A garantia de que o processo investigatório se dará sob juízo competente. Se entre cinco, quatro tem foro, o juiz de 1.ª Instância conseguirá investigar um sem macular a competência do Supremo nos demais? Não vejo como. A ampla maioria tem foro aqui.

O que mais causa furor nessa baboseira de raciocínio violador da Carta Política e da jurisprudência firmada por aquela Casa de Noca é o acompanhamento da divergência pelo decano Celso Tabacudo Mello, nos seguintes termos: a remessa de cópias dos termos à 13ª vara poderá permitir que aquele juízo de primeiro grau inicie investigação penal sobre mesmos fatos aqui investigados. Nesse mesmo sentido orientaram-se Ricardo Lewandowski Bigode de Besouro Espalha Bosta e Gilmar Fedegoso Mendes.

Essa ação se refere à delação de Sérgio Machado com o juízo da 13.ª Vara de Curitiba. Sarney foi citado com outros senadores na delação por crimes ligados à Transpetro. E mesmo sem foro privilegiado o dono do Maranhão vai estar sob o manto do TRIBUNAL! Lamentável sob todos os aspectos jurídico, ético e moral essa decisão obscena que vem da mais Alta Corte do País!

22 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

LIDERANÇA DOS DEMOCRATAS – BRASÍLIA-DF

Os deputados aprovaram hoje (21), no Plenário, requerimento de urgência (5958/2017) para a proposta que regulamenta o pagamento de gorjetas a garçons em todo o País.

O pedido é do líder do Democratas na Câmara, deputado Efraim Filho (PB), e foi aprovado por unanimidade.

Deputado Efraim Filho, DEM-PB

O mérito do projeto será analisado posteriormente.

Este projeto é uma demanda forte do setor de bares, restaurantes e turismo, e dará maior segurança jurídica tanto ao empregado quanto ao empregador, com regras claras. É um projeto já amadurecido, com apoio de praticamente todos os partidos”, declarou Efraim.

Confirmada a aprovação do pedido de urgência, o texto é colocado em pauta para votação no plenário sem necessidade de ser avaliado pelas comissões que discutiram o tema anteriormente.

O projeto de regulamentação das gorjetas voltou à Câmara na última terça-feira (21), após passar pelo Senado. Caso seja aprovada hoje, a matéria seguirá diretamente para sanção do presidente da República Michel Temer.

Esse importante projeto não teve divergências no Senado. A proposta conta com clamor do setor produtivo e dos próprios empregados. A aprovação será uma grande vitória do Plenário”, finalizou o líder do Democratas.

* * *

R. Insolentíssimo Sinhô Diputado Líder do DEM:

Advirto que o vosso partido corre o risco de cair no deboche e na galhofa ao enviar material pra divulgação nesta gazeta escrota.

Tanto espaço sério e provecto na imprensa pátria, e o sinhô vem logo bater na nossa porta. Isto é uma atitude temerária.

É muita falta de juízo e excesso de desatino.

De todo modo, este é um jornal que só divulga mesmo o que não presta. Sobretudo no campo pulítico.

Assim, merda, bestagens, inutilidades, futricas e mundanismo é aqui mesmo.

Bom, pelo menos a carta que nos enviou serviu pra uma coisa: Chupicleide, secretária do jornal, deu um suspiro profundo e disse que Vossa Insolência “é um tesão“. E depois, despudoradamente, ficou coçando a priquita por debaixo da mesa.

Agora, aqui entre nóis: já que o vosso projeto trata de gorjeta, veja aí se descola uma gorjetinha pro JBF, uma verbinha qualquer, pra tirar as finanças do Complexo Midiático Besta Fubana da miséria em que se encontra.

Para Vossa Insolência ter uma ideia, só o salário de Chupicleide já está  com mais de 8 meses de atraso.

A situação está tão periclitante que eu estou latindo de madrugada pra economizar o cachorro.

Ajude nóis, Insolência!

E disponha sempre deste espaço escroto pra divulgar qualquer escrotidão que queira.

22 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PEDRO MALTA – RIO DE JANEIRO-RJ

Berto

Eis uma interessante e barata sugestão de fantasia para o carnaval que se aproxima.

Principalmente para os que possuem barriga avantajada.

Fantasiados de abacate

21 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

RAFAEL BASSI – CAMPINAS-SP

Nobilíssimo, digníssimo e ilustríssimo Editor,

Li que a ex-presidenta Vaca Peidona, mais conhecida como Janete, vulgo Dilma, está planejando se candidatar a deputada ou senadora.

Ao mesmo tempo, os loucos varridos sem miolos estão sonhando com a volta de Luiz Inácio em 2018.

Para evitarmos estas duas catástrofes, vamos dar início imediatamente a uma campanha, começando com a divulgação do cartaz anexado.

Continue firme na denúncia dos grandes corruptos.

Um abraço apertado deste leitor diário e fidelíssimo.

R. Danô-se!

Vôte!

Sequiessê um casal de guabirus da porra.

Chega se assustei-me todinho quando botei os olhos neste cartaz que você nos mandou.

Arreda, Satanás! Figa, Caim!

Ao invés de estar procurando “sarna pra se coçar“, a dupla Lapa de Corrupto e Vaca Peidona está procurando mesmo é “corda pra se enforcar“. Confira na charge de Nicolielo que está acima desta postagem

Aproveito a oportunidade pra retribuir o abraço que você me mandou com outro abraço, bem apertado, para os 1.089 viciados fubânicos que moram aí na Cidade das Andorinhas, a bela e progressista Campinas.

O número de leitores campinenses, segundo dados do Google Analytics, só perde mesmo pro da capital, São Paulo, a cidade com a maior concentração de viciados fubânicos do Brasil.

Esta gazeta escrota tem mais de 17 mil leitores em todo o estado paulista.

Um bom carnaval!!!

21 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CARLOS IVAN – OLINDA-PE

O governo federal falou em enxugar a máquina pública para cortar gastos. Diminuir despesas. Manter a quantidade de funcionários no limite para evitar o pessoal ficar batendo botas. Sem ter o que fazer. Até aí, falou bonito.

Mas, parece que o discurso caiu no esquecimento porque alguma coisa não tá batendo. Tem divergência e muitas no condado de Brasília. Pelo visto, parece que tem nego falando demais. Apenas, politicamente. Sem agir.

Segundo o Boletim Estatístico de Pessoal e Informações Organizacionais, tornado público pelo Palácio do Planalto, o governo federal lotava, até 2016, a quantidade de 622.662 funcionários. Número astronômico. O maior da história.

Com exceção do período entre 1997 e 2001, quando as nomeações caíram bastante, no entanto, de lá pra cá tem sempre gente nova no quadro funcional do governo central. Fazendo a lista crescer absurdamente.

Tanto que a estimativa da folha de pessoal, na esfera federal, para 2017, prevê gastos acima de R$ 300 bilhões. É mole ou quer mais?

21 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CICERO TAVARES DE MELO – RECIFE-PE

Me engana-me que eu gosto!

Berto:

Na apresentação que fez ao seu livro As Armadilhas do Poder – Bastidores da Imprensa, edição da Editora Summus Editorial Ltda, 1º. Edição: 1990, o à época diretor da Sucursal de política da Folha de São Paulo em Brasília, Gilberto Dimenstein, escreve com arguta propriedade e precisão de um grande jornalista, conhecedor profundo dos bastidores escusos, escroques e traiçoeiros do Poder. Senão, vejamos:

Costuma-se dizer que existe pelo menos um bom motivo para estudar Economia: não ser enganado por economistas. Esse conselho vale para os leitores: é bom conhecer jornalismo para, pelo menos, não ser iludido pela imprensa. Aliás, ninguém desconfia mais do que lê nos jornais do que os próprios jornalistas, imaginando o que pode estar por trás de cada notícia. E acrescento: políticos pior ainda!

É exatamente isso que estão se perguntando os mais de 144 milhões de eleitores de Banânia ao ler a entrevista das folhas amarelas da revista Veja desta semana, edição 2518, concedida pelo senador Humberto Costa (PT-PE), afirmando, entre outras baboseiras, conversas moles para boi dormir que: chegou a hora de dizer que o PT se envolveu em corrupção; pedir desculpas à sociedade pelas merdas que fez; abandonar o discurso de golpe; apresentar uma proposta econômica que tire o país do atoleiro financeiro, etc. etc. etc. e tal.

Como é que um sujeito que foi eleito senador pelo PT há tantos anos atrás; foi ministro da saúde do governo de Lapa de Ladrão; quando estava em ascensão o maior escândalo da história deste país e do mundo; esteve no olho do furação durante a prisão de Delcídio do Amaral; atuou na linha de frente contra o impeachment da Vaca Peidona, Dilma Rousseff; era líder do PT até duas semanas atrás; defende seu chefão-mor com unhas e dentes como o homem mais honesto de Banânia, quando sabe o contrário, pode ter o cinismo de vir à público dizer a esses eleitores que quer virar essa página negra da história, financiada por eles próprios e ainda dizer que agora são santos e querem ser canonizados por esse mesmo povo que eles jogaram na vale dos mais de 14 milhões de desempregados e desassistidos?

O que pensa esse sujeito? Que somos uns descerebrados e idiotas?

20 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ISMAEL GAIÃO – RECIFE-PE

Não tem mais imprensa golpista, nem houve mais golpe, diz o PT.

É isso mesmo que você leu.

O senador Humberto Costa, PT, deu uma entrevista para revista Veja (que agora não é mais golpista) e falou do Impeachment (que agora não é mais golpe).

É a volta da demagogia para enganar o povo.

Assim como em suas campanhas vitoriosas Lula deixou de ser o Lula radical e virou o Lulinha Paz e Amor, agora o PT deixa de ser radical e passa a ser o partido liberal que fala em Impeachment e dá entrevistas para a imprensa golpista.

ME ENGANA QUE EU GOSTO.

R. Meu caro, estes enredos banânicos mirabolantes, estas viradas bruscas das zisquerdas e das derêitas, envolvendo a mídia golpista capitaneada pela revista Veja, você pergunte e se entenda com o fubânico petista Ceguinho Teimoso.

Neste final de semana ele ficou completamente abiscoitado porque a revistona esculhambou com o gunverno do “golpista” Temer logo na capa.

A fúria explicatória dele ressurgiu com força redobrada nos últimos dias.

Explicar contorcionisticamente um petralha de alto escalão, como Humberto Bode Rouco, nas páginas amarelas da revistona,  é um espetáculo hilário que vale a pena assistir pra dar boas risadas.

Veja lá nos comentários (se tiver saco…)

20 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

GILDASIO DE SENNA – PELOTAS-RS

Berto,

Te repasso uma sugestão que está na internet.

Foi meu filho que mora na França quem me mandou.

A próxima medida do Supremo Tribunal Federal deverá ser o estabelecimento de aposentadoria para os presidiários por tempo de cadeia.

Que achas da ideia?

Saudações gaúchas,

R. Caro leitor, acabei de enviar para o STF esta sugestão contida na mensagem. Uma interessante ideia do seu filhote.

Com a atual composição do órgão máximo da justiça banânica – mergulhado na inacreditável escrotidão em que se encontra -, tudo é possível.

Tudo mesmo é possível. Tudo, tudo, tudo.

Quem quiser engrossar a corrente, e mandar esta brilhante ideia para os Insolentíssimos Sinhôres Dotôres Ministros do STF, é só clicar aqui.

Tenho absoluta certeza que eles, com sua douta sabença, acolherão de imediato esta nova forma de aposentadoria.

Aproveito a oportunidade para enviar um grande abraço para os 230 viciados fubânicos que, segundo dados do Google Analytics, acessam esta gazeta escrota a partir daí desta bela e acolhedora Pelotas.

E também aproveito esta carta para pedir aos leitores pelotenses que participem da nova Enquete Fubânica que está no ar. É só ir aí no lado direito do jornal.

Disponha sempre, meu caro.

20 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SONIA REGINA – SANTOS-SP

Papel Higiênico

A choradeira tá grande. É só reclamação, gente mal humorada que já nem deseja “Bom Dia”.

A situação do nosso País Canarinho já vinha meio capengando, mas, enquanto o dinheiro corria de um jeito ou de outro a coisa foi levada com a barriga.

Hoje, o antes denominado “vil metal”, ficou curto. É sempre um bom momento para aqueles que ganham com os apertos dos outros, mas, vamos deixar esse assunto de lado.

Quem nasceu no século passado, já deveria estar acostumado com esse sobe e desce.

Agora vai o motivo desse amontoado de palavras.

No ano 2000, morávamos em outro bairro e não muito longe de um Posto de Saúde. Todos os meses recebíamos a visita de uma jovem muito simpática, indagando se tinha alguém doente em casa e se precisava marcar uma consulta. Fomos algumas vezes nesse posto de atendimento e a espera era até razoável, com atendentes sem aquele mau humor dos dias atuais.

Para aqueles que conhecem a cidade de Santos, esclareço que o tal Posto ficava nas imediações da Praça Washington, mais conhecida por Orquidário.

Lá se vão 17 anos. Por que ficou pior? Quem pode me fornecer uma resposta honesta e sem paixões partidárias? Afinal, estou falando de atendimento à saúde, não é pouca coisa, ou é?

Dizer que os governos anteriores a 2003 eram compostos de “Vestais”, nem pensar. Governos fazem coisas certas e também erram. O problema é a incompetência associada à arrogância e regada à roubalheira.

O partido e seus aliados que assumiram a direção dos destinos dos cidadãos em 2003, pegaram o bonde andando, sentaram na cadeira de comando, e aceleraram. Para não ter trabalho, ou por falta de competência, deixaram no “Ponto Morto”. Deu no que deu. Parou de crescer e ainda por cima voltou ladeira abaixo. Não conseguiram segurar a gula quando deslumbraram um “cofre” enorme que já estava começando a encher do “vil metal”.

Os políticos da tal coalizão ficaram cada vez mais ricos. Os bancos batem recorde de lucros e as tais empreiteiras, poderiam até mudar o nome de seus comandantes para “Xeiques”. Tai as investigações mostrando o “Modus Operandi” todos os dias.

Agora vem a melhor parte ou pior, depende do gosto.

O aproveitador sem vergonha, não vê a hora de voltar pro bem bom. Talvez deixou de fazer algo e quer completar, ou deve ser o borra-borra nas cuecas com medo de ser preso.

Meu conselho a essa figura, vá pra Cuba, não vá pra Venezuela, lá tem falta de:

Papel Higiênico.

Fila na Venezuela para comprar papel higiênico

19 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PEDRO MALTA – RIO DE JANEIRO-RJ

Marchinha de Carnaval:

O Rato e a Lava Jato.

19 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CICERO TAVARES DE MELO – RECIFE-PE

Berto:

Veja mais um caso deprimente flagrado em Banânia: traficante é liberado da prisão pelo (TJ-BA) para assumir o cargo de vereador da cidade de Ubaitaba, no sul da Bahia, onde foi eleito com o voto de 571 descerebrados que o ovacionaram no primeiro discurso de posse!

Preso desde outubro do ano passado, o hoje edil (que título de nobreza da porra!)

Messias Aguiar (PMDB), quando a polícia o prendeu com 270 kg de maconha, 2 kg de cocaína, uma balança de precisão, sacos plásticos para embalar a droga, e santinhos do então candidato a vereador em uma fazenda de Ubaitaba.

Mesmo preso, o vereador Messias Aguiar (PMDB) tomou posse do cargo no dia 13 de janeiro. Ele teve autorização judicial para deixar a unidade prisional e chegou à câmara em uma viatura, algemado, e com o uniforme usado pelos detentos. Já no local, Messias colocou um paletó sobre a roupa para tomar posse.

Há salvação para Banânia, cercada de traficantes de entorpecentes, assassinos, crimonosos, ladrões dos cofres públicos, pedófilos e toda espécie de almas sebosas, por toda esfera do poder executivo, legislativo e judiciário, protegidos pelo manto da Justiça?

18 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ALAMIR LONGO – QUARAÍ-RS

Mestre Berto:

Saberia me informar se Lula já processou alguém dessa turma aí debaixo que acusa o nosso quase Jesus Cristo de tantas coisas que ele jamais faria?

* * *

1 – PROCURADOR DO MPF DELTAN DALLAGNOL

* * *

2 – DELEGADO DA PF, ROMEU TUMA JÚNIOR

No seu livro “Assassinato de Reputações”, Tuma, ex-Secretário Nacional de justiça e Segurança no governo Lula, destila nitroglicerina pura. Na referida obra fez graves acusações ao ex-presidente e, insistentemente, implora que Lula o leve à barra dos tribunais.

Relembremos algumas das inúmeras acusações feitas pelo delegado Tuma Júnior:

“Lula era informante do meu pai no DOPS. Ninguém me contou. Eu vi o Lula dormir no sofá da sala do meu pai. Presenciei tudo. ”

“No coração do Ministério da Justiça do governo Lula havia uma fábrica de dossiês para moer seus adversários. As ordens vinham do Palácio do Planalto, da Casa Civil e do Ministério da Justiça”.

“O caso Celso Daniel foi um crime de encomenda. Não tenho nenhuma dúvida. Os empresários que pagavam propina ao PT em Santo André não queriam matar, mas assumiram claramente esse risco. Era para ser um sequestro, mas virou homicídio”.

“Eu descobri a conta do Mensalão nas ilhas Cayman mas o governo e a Polícia Federal não quiseram investigar”.

Sobre grampo no STF, eis o que afirmou Tuma Jr:

“Segue a verdade do caso: não só Gilmar Mendes foi grampeado como também todos os outros ministros do STF. O grampo foi feito com uma maleta francesa, empregada para rastrear celulares em presídios.”

“Todos os ministros do Supremo foram monitorados, quer através de escuta dos telefones móveis com utilização de maleta móvel, quer por via de implantação física, em seus computadores, de aparelhos de escuta ambiental. Todo o aparato foi tocado com a participação de arapongas, que prestavam serviços de segurança e limpeza aos próprios gabinetes dos ministros e estavam vinculados aos agentes que operavam a Satiagraha.”

* * *

3 – DEPUTADA MARA GABRILLI

Dinheiro da Petrobrás foi desviado para que se pagasse prum chantagista lá de Santo André para calar a boca porque estava ameaçando o ex-presidente Lula, pois o chantagista sabia quem articulou e mandou matar Celso Daniel”, esta e outras afirmações da deputada no vídeo abaixo:

17 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

BRÁULIO DE CASTRO – OLINDA-PE

Berto

estou numa correria doida.

O lançamento do CD do Bloco Eu Quero Mais, será no próximo domingo, dia 19, às 16 horas, na Creperia Rouge que fica na Praça de Casa Forte,

O Bloco está completando 25 anos.

Você, Aline e João estão convidados.

Se vocês postarem na Besta, agradecerei penhoradamente.

R. Aqui você não pede nada, meu caro. Aqui você dá as ordens.

Um fubânico talentoso feito você, compositor de inúmeros sucessos, e que já teve músicas gravadas por grandes nomes da MPB, como Cyro Monteiro, Alcione, Luiz Américo, Genival Lacerda e Nando Cordel, entre vários e vários outros, será sempre muito bem vindo por aqui.

Estaremos lá na Praça de Casa Forte com muito prazer, para participarmos do lançamento do seu disco.

Enquanto aguardamos, vamos brindar os leitores fubânicos com dois lindos frevos-de-bloco de sua autoria, o mais lírico e tocante gênero de frevo. E que constam deste novo disco. (Só faltou nos mandar o título de cada um…).

Pra quem ainda não sabe, informo que Bráulio é citado no renomado Dicionário Cravo Albim de MPB.

Abraços e muito sucesso, seu cabra malassombrado.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

***

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

16 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CARLOS IVAN – OLINDA-PE

O tempo passa, mas a história mostra que não se deve confiar no político. Nunca. O motivo é o mesmo. O político não muda a forma de pensar, agir, trabalhar. Muito ao contrário, permanece agindo com a mesma visão corporativa de sempre. Egoisticamente, em defesa dos próprios interesses. Deixando a sociedade em segundo plano. Esquecida. Até a próxima eleição.

A PEC, de autoria do senador Romero Jucá, do PMDB-RR, que visava proteger os integrantes da linha sucessória da Presidência da República, no caso os presidentes do Senado e da Câmara, contra atos praticados em mandatos anteriores, envergonhou o país. Deixou o cidadão de orelha em pé.

De tão descarada, a proposta foi batizada de indecente. Uma imprudente emenda que já tinha recebido o apoio de 29 senadores de nove partidos. Todavia, após a propagação do texto pelos bastidores do Congresso, os opinantes tiveram medo da repercussão. Como tremeram nas bases, os aproveitadores de ocasião no instante passaram a borracha na lista, apagando os respectivos nomes para não prejudicar o futuro político.

Ainda bem que a pressão fez o senador Romero Jucá retroagir na descabida intenção. Tomara o STF apresse o julgamento da ação que fecha a porta da linha sucessória para quem for réu em processo.

Caso a iniciativa seja aprovada pelos ministros do Tribunal superior, evita novos arrumadinhos. Barra outras semelhantes jogadas. Elimina indecorosos conchavos de falsos representantes do povo.

Pelo menos uma lição ficou clara neste imbróglio. Pressionado, o parlamento afrouxa. Os parlamentares pensarão duas vezes, ants de tentar sair da linha.

16 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CARLOS ROCHA – GOIÂNIA-GO

Berto

Seu cabra desassombrado.

Publique (se tiver coragem) esta humilde criação minha.

Ausência

Se te ausentas
o espaço fica mudo,
o céu perde o seu brilho,
o frio envolve a vida
e um gesto muda tudo…

Se te ausentas
a melodia é triste,
não mais o riso, o gosto,
o olhar se embaça, o sonho…
e o amor não mais existe.

Se te ausentas
sou pária, sou sozinho,
sem sombra, sem abrigo
nem ramo ou flor, nem versos,
à beira do caminho…

não te ausentes,
pois levas a emoção,
o céu, a sombra, o ramo
a flor, o sonho, a vida,
a alma e o coração!

16 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SONIA REGINA – SANTOS-SP

Senhor Editor

Não sei o nome da PEC de autoria da excelência Romero Juca, tampouco sabia de sua existência.

Li hoje na internet que é para blindar políticos de investigações a respeito de fatos anteriores ao mandato.

Se entendi corretamente, seria dizer que:

Eu era, mas não sou mais.

Não acredito nessa notícia.

Vou colocar os nomes abaixo daqueles que assinaram e vamos aguardar que as excelências nos enviem o desmentido.

Do PMDB – Romero Jucá, Zezé Perrela, Valdir Raupp, Renan Calheiros, Edison Lobão, Marta Suplicy, Eduardo Braga, Hélio José, Garibaldi Alves.
Do DEM – José Agripino Maia, Maria do Carmo Alves, Davi Alcolumbre.
Do PSDB – José Aníbal, Flexa Ribeiro, Aloysio Nunes, Aécio Neves, Eduardo Amorim, Cássio Cunha Lima.
Do PSB – Antônio Carlos Valadares, Roberto Rocha, Fernando Bezerra.
Do PSD – Otto Alencar, Lasier Martins, Sérgio Petecão.
Do PRB – Eduardo Lopes.
Do PP – Benedito de Lira.
Do PR – Vicentinho Alves.
Do PSC – Pedro Chaves.

16 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

DON PABLITO – SÃO BERNARDO DO CAMPO-SP

Caro Berto

Infelizmente eu fui citado na Operação Lava Gina.

Hoje fui surpreendido por estas agentes que estavam na porta de minha casa a fim de me levar em Condução Coercitiva visando meus depoimentos.

Eu não tive pra onde correr.

Fui levado e não sei quando volto.

Acho que só depois do carnaval.

Acho…!

16 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

INÊS PORTUGAL – LISBOA-PORTUGAL

Boa tarde.

Estou a escrever de Portugal.

Gostaria de pedir autorização para usar a foto abaixo num trabalho que estou a fazer sobre a importância das massas de água para a biodiversidade.

Pode ser?

Muito obrigada,

R. Caríssima leitora, esta foto saiu na coluna de Dalinha Catunda, ilustre colaboradora desta gazeta. 

Foi publicada em abril de 2014.

Pode usar e abusar. Disponha sempre.

É um privilégio saber que material postado no JBF está servindo para ilustrar uma tese acadêmica d’além mar.

Eu fico lusitanicamente ancho com este tipo de solicitação.

Abraços e muito sucesso no seu trabalho.

16 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

RENATO STAKONSKI – BLUMENAU-SC

Bestificante editor,

mando um vídeo para a gazeta escrota, o melhor jornal do Brasil.

Sucesso e saudações,

*********

16 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ARAEL M. DA COSTA – JOÃO PESSOA-PB

Lembra?

Com direito a porre de lança perfume!

16 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

WASHINGTON LUCENA – VISTA SERRANA-PB

Nossa flora acinzentada
Ligeiro troca de terno,
Com a tinta do inverno,
Deus pinta tudo sem nada!
Faz a nuvem carregada,
De água molhar o chão,
E a pancada do trovão
Que grita sem sentir dor.
A água incolor da cor,
Ao chão sem cor do sertão.

Mote: Gildazio Carreiro

Não se iluda em comprar:
Carro, conforto e iate,
De viver numa boate,
Bebendo de bar em bar.
Vá numa igreja rezar,
Tenha uma vida sagrada,
Que a matéria é levada:
A virar puro cinzeiro,
Não se iluda com dinheiro,
Quem morre não leva nada .

Mote: ???

16 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CICERO TAVARES DE MELO – RECIFE-PE

Berto:

Veja mais um exemplo de história de honradez, honestidade, decência, humildade, virtude e obstinação, vinda da cidade de Picuí, interior da Paraíba, mostrando o lado de um País decente que nos orgulha e envaidece, distante da podridão de Brasília, a Capital do Excremento Político, que nos enoja com tantos Ratos e Guabirus, travestidos de deputados fuderais, senadores ibidem, presidente da república e ministros dos pudreres!

Isabel Cristina Fernandes, de 51 anos de idade, lutou contra a própria realidade para que o filho Pedro Viana, de 18 anos, realizasse o sonho de estudar em um intercâmbio na Finlândia. Para tal juntou 300 kg de latinhas!

Para conseguir tal feito, ela e o esposo, Milton Viana, casados há 22 anos, juntos, conseguiram arrecadar mais de R$ 1,2 mil coletando material reciclável, como latinhas, alumínio e plástico para ajudar o filho a se manter no País onde começou a estudar idiomas.

A campanha atingiu amigos de Isabel e do magistrado Manoel Abrantes, que ajudou junto a outros a reunir o dinheiro necessário. No início, eles precisavam de mais de R$ 5,2 mil para dar início à viagem. Em menos de três dias, a conta bancária de Isabel já somava R$ 6 mil.

Hoje, além de trabalhar com o marido na Associação dos Magistrados, onde também mora há 24 anos, Isabel faz cocadas, trufas, cupcakes e outros doces para ajudar no custeio. O que iria para o lixo no trabalho e na rua, ela transforma em dinheiro.

Breve, Pedro Viana, que está vindo da Finlândia, onde se encontra desde agosto de 2016, e já aprendeu a falar inglês, sueco e francês, vem se integrar ao curso de Relações Internacionais, na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), onde foi aprovado antes de viajar.

15 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

RUTH HECKMANN – MARINGÁ-PR

Berto,

li na tua “folha corrida” que o livro “A Prisão de São Benedito e Outras Histórias” já está na quinta edição.

Que bacana!

Se são histórias hilárias como as que tu contas aqui, eu gostaria muito de ler.

Como faço pra comprar? Onde encontro?

Bom dia.

R. Cara leitora, fico ancho que só a peste por saber que você andou xeretando o meu pobre currículo.

Na verdade, ao invés de currículo, trata-se de um verdadeiro prontuário.

Aliás, o leitor fubânico que quiser dar um passeio por lá, é só clicar na aba onde está escrito “Folha corrida do Editor“, aí em cima, no cabeçalho do blog.

Quanto à compra do São Benedito, informo que todos os meus livros podem ser adquiridos aqui mesmo pela internet, na página das Edições Bagaço, com toda tranquilidade e segurança.

Mas, como tenho ainda três volumes desta obrinha aqui comigo, vou mandar um pra você.

Basta que me envie o seu endereço postal, usando o imeio do JBF, este aqui: bertofilho@terra.com.br

Aproveito a oportunidade pra mandar um abraço pros 268 viciados fubânicos que moram nessa bela Maringá, segundo dados do Google Analytics.

15 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ARMANDO DE ALMEIDA FILHO – SÃO PAULO-SP

Caro Berto,

assim como você sou um apreciador de uma boa talagada numa cachacinha.

Aqui em São Paulo, onde vivo e te acompanho diariamente é vendida a Havana.

Veja o preço da marvada! !!!

Do alto da sua riqueza e eu da minha falida aposentadoria – já estou nos 70 -, fica difícil comprar não é? ?

Abração de um leitor fanático.

R. Caro leitor, eu fiquei aqui sonhando quando você falou que eu estou no alto da minha “riqueza“.

Ah… Quem me dera que eu sesse mesmo um cabra rico…

Ao mesmo, tempo fiquei ancho que só a porra quando você se declarou “leitor fanático” desta gazeta escrota.

São Paulo é a cidade brasileira com a maior quantidade de viciados fubânicos. Segundo dados do Google Analytics, são 8.375 no total. Mais do que a quantidade de leitores do Recife, onde o JBF é editado, que possui 5.451 fubânicos.

Brigadão mesmo pela força e pela audiência.

Quanto ao preço da excelente cachaça Havana, de 600 reais a garrafa, como consta nesta foto que você mandou, eu me lembrei que tempos atrás, bem antes do meu piripaque cardiológico e quando ainda não estava proibido de tomar umas e outras, ganhei quatro garrafas de uma só vez desta excelente aguardente.

Foi um presente do colunista fubânico José Paulo Cavalcanti Filho, renomado jurista brasileiro, biógrafo do poeta português Fernando Pessoa, homem de grande sabença e de vasta cultura, que veio aqui em casa pra jogarmos conversa fora e me trouxe esta preciosidade da bixiga lixa.

Pelo que me lembro, quando ganhei este magnífico presente, o preço da garrafa de Havana ainda era um pouco mais caro. E Zé Paulinho comprou o mimo em Minas Gerais, berço da famosa aguardente. Sempre que volta da Europa, nosso ilustre colunista costuma me trazer garrafas de licores finíssimos, vodkas e vinhos de alta qualidade.

Aliás, aproveitando este assunto de preços e presentes, eu quero dizer que no meu círculo de amigos tem desde cabras generosos e altruístas assim feito José Paulo Cavalcanti – que não mede distância pra presentear as pessoas de quem gosta -, até uma meia dúzia de cabras miscos, pirangueiros e unhas-de-fome.

Me lembro de um que veio ao Recife ser homenageado por uma entidade cultural. Fiz-lhe uma recepção aqui na minha casa e convidei alguns amigos pra participar do encontro. No meio da conversa, para minha surpresa, ele disse os valores que gastou com passagem de avião e hospedagem num hotel, citando até os centavos. Reclamando da alta despesa e da carestia dos tempos.

E estou falando de um cabra bem de vida e  que ganha um excelente salário. Um cabra que só o dinheiro que tem aplicado daria pra alugar um avião inteiro e ocupar todos os andares de um hotel.

Foi um constrangimento arretado no ambiente e eu, e os amigos presentes, engolimos calado a mesquinharia.

Pra encerrar a postagem, quero dizer que de vez em quando vou dar uma olhada nesta foto que você nos mandou, meu caro leitor. Só pra matar as saudades, pois estou rigorosamente proibido pelo meu cardiologista de dar sequer uma beiçada.

A ordem é cumprida à risca e fiscalizada de perto por Aline. Enfim, tô conformado e tranquilo. Prefiro viver sóbrio por muitos anos do que bater as botas ligeiro tomando cana.

Um grande abraço e minhas calorosas saudações pra todos os fubânicos dessa acolhedora Terra da Garoa.

Este Editor, nordestino de nascença e de coração, dedica aos leitores dessa terra paulista a música Meu Pajeú, uma composição da dupla Luiz Gonzaga e Raymundo Granjeito, interpretada pelo Rei do Baião.

* * *

15 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SERGIO RIEFFEL – DIAMANTINO-MT

Caro Berto!

Em relação à intervenção feita pelo nosso amigo Goiano (abaixo transcrita em itálico e negrito) em relação a um comentário meu na coluna do Ronaldo Tito, sinto-me na obrigação de prestar alguns esclarecimentos:

Vou me meter onde não fui chamado, Sérgio, para dizer o que eu penso de sua dificuldade em entender porque “o brasileiro adora votar em corrupto”:

1) – Fernando Henrique Cardoso acaba de declarar o que todo o mundo tem obrigação de saber – que o presidente da república não pode saber de tudo.

Idem os eleitores – os eleitores não podem saber de tudo a respeito dos candidatos, eles sabem, em geral, o que lhes é apresentado pela mídia (e a mídia, também, não sabe de tudo). E assim, eu, eleitor, voto no candidato que me diz ser honesto, que a imprensa não diz que ele é desonesto e que eu acabo acreditando que ele seja honesto (e quem sabe o seja! até se contaminar pelo ambiente político).

2) – Quanto ao brasileiro “no mais das vezes” utilizar-se, no seu dia a dia, de atos que podem ser considerados como corrupção, eu tenho que devolver pergunta: – Somos duzentos e seis milhões e caqueradas de praticantes de atos de corrupção no seu dia a dia? Ou, será que é uma pequena parte da população que age assim, praticando atinhos de corrupçãozinha? Só aceito como verdadeiro se vier com dados estatísticos, caso contrário fica parecendo uma falácia.

3) – Dizer que está cheio de intelectuais, doutores e outros coroados defendendo corruptos parte de uma premissa: a de que as pessoas que eles defendem são corruptos? Premissa verdadeira e conclusão verdadeira? Premissa falsa e conclusão falsa? As pessoas que tu julgas corruptas são as mesmas que esses intelectuais e doutores consideram corruptas? Digamos, por exemplo, Lula (ah, sei, tu tens certeza de que ele é corrupto…).

4) – Dizes que o brasileiro convive tão bem com a corrupção, mas, vou perguntar também: As passeatas ou manifestações com milhões de brasileiros contra a corrupção corrobora essa assertiva?

5) – CONCLUSÃO: Eu penso que se repete muita coisa que carece de alguma análise lógica.

Respondo:

Em relação ao item 1, concordo que é impossível a um gerente saber absolutamente tudo o que acontece na loja. Um parafuso que sumiu, uma cadeira que quebrou, um computador que pifou, enfim pequenas coisas do dia a dia podem muito bem não chegar ao seu conhecimento. Agora um grande desfalque, uma enorme desordem, o descalabro administrativo, desvio de bilhões, obras hiperfaturadas são coisas as quais ele não poderá se escusar sob a singela alegação de que “nada sabia”. Nesse caso não se trataria de ignorância e sim de inépcia e incompetência (para falar o mínimo);

Quanto ao nº 2, é obvio que inexistem estatísticas sobre os “atinhos corruptinhos”, mas o Goiano e eu sabemos muito bem que o famigerado “jeitinho brasileiro” existe e é uma praga! Que o “levar vantagem em tudo” aqui é uma regra! Que o “burlar” ou “não cumprir leis” é costume e muitas vezes até motivo de orgulho. Pessoalmente não confio muito em estatísticas! Estamos até o pescoço de dados de dados estatísticos vergonhosamente furados e que aceitamos de boa fé (se quiser posso até citar exemplos).

Número 3: Digo e insisto que há muitos (obviamente não todos) intelectuais e “coroados” defendendo corruptos, porque o meu entendimento sobre quem é corrupto difere (e muito) do entendimento do Goiano (explico adiante).

Número 4: Quando vejo um monte de gente vestido de branco e pedindo paz ou o fim da roubalheira, tenho vontade de sair distribuindo pancada! Os assaltantes, os assassinos e os corruptos não vão nem dormir de preocupados porque tem um monte de bestas perdendo tempo com uma bobagem dessas. Em Vitória teve gente que foi fotografada na passeata pela moralidade e posteriormente foi flagrada saqueando lojas.

Quanto ao número 5, nem vou perder tempo e latim! Vá esperando análise lógica dessa lambança que é o Brasil para ver aonde vamos parar!

Em relação ao que entendo por corrupção, afirmei e insisto que nós brasileiros votamos eleição após eleição em corruptos reconhecidíssimos. Nesse aspecto somos tão ruins que precisamos de uma lei que impeça os corruptos de concorrerem, senão vamos lá e cravamos nosso voto neles. Para informação, pesquisei e não achei país nenhum do mundo (pelo menos entre os que prestem) com uma lei tão vergonhosa quanto a da “Ficha Limpa”.

Como aqui não é fácil condenar um corrupto, continuamos elegendo sujeitos dos quais desde que nos conhecemos por gente ouvimos falar que são ladrões. Tipos com dezenas de processos judiciais em andamento, ladrões que não podem dar um passo fora do país porque imediatamente seriam presos. Pessoalmente, na hora de votar, eu não fico analisando se o candidato foi acusado, mas ainda não condenado. Se ele é “um santo”, mas imprensa marrom a serviço do colonialismo ianque está pegando no pé dele! Tampouco se suas contas foram suspeitas, mas os TCE’s e TCU’s da vida o inocentaram. Para votar em um sujeito não preciso que ele me apresente certidões de idoneidade. Na hora de definir se um político é corrupto não necessito de provas contra ele. Aliás, todo o corrupto afirma que nada foi provado contra si!

E eu pergunto: Quais seriam essas provas? Um “Recibo de propina” com firma reconhecida? Quem sabe uma “Escritura Pública de Doação e Recebimento de Pixuleco lavrada em cartório”? Ou uma “Nota Fiscal de Prestação de Serviços de Transporte de Dinheiro Ilícito na Cueca”? Para mim, (e creio que só iremos melhorar se mais gente pensar assim) basta a mínima acusação, a mais leve suspeita, o mais diminuto boato que eu já não voto no candidato. Para votar observo a velha e boa premissa de que “Onde há fumaça, há fogo”! Se eu cometer uma injustiça, não estou nem aí! Prefiro pecar por excesso do que votar em alguém mesmo que levemente suspeito. Bem entendido que posso até quebrar a cara e meu candidato vir a se revelar um corrupto de marca maior, mas votar deliberadamente em corrupto, jamais!

Preste atenção, pois pela primeira vez vou citar nomes: Não voto no Lula (muitas acusações e nunca sabe nada para o meu gosto), fique tranquilo porque também não voto no Aécio, sujeito nada confiável, enlameado, que até a cara é de desonesto (não engoli aquela história da pista de pouso, por exemplo). Não voto na Marina Silva (esta é por ser burra demais – basta dar um microfone que ela perde a eleição sozinha, não diz coisa com coisa e acredita que o mundo pode ser alimentado por hortinhas). Contra o Bolsonaro nunca houve acusação de corrupção (que eu saiba), mas o sujeito é doido varrido (não voto, mas até gosto do jeitão dele)!

Já votei, mas nunca mais voto no PT, partido de corruptos – tem um monte na grade! Incompetentes para roubar e mais incompetentes ainda em punir corruptos já que assumiram o poder e não pegaram nenhum dos ladrões do governo anterior! Detesto e não voto no PMDB (mais corruptos ainda, estão quebrando o país há anos, fisiologistas, vão para onde o vento sopra)! Não tolero o PSDB (além de corruptos, incompetentes! Nem para servir de oposição prestam). Como vê, amigo Goiano, no momento estou sem candidato. Tenho fé que apareça alguém até 2018. Enquanto isso… Voto em branco! Fazer o quê? Votar em corrupto? Nem a pau, Juvenal!

Ah! Antes que eu esqueça, fui contra o impeachment da Dilma! Se esculhambou, que arrume a zona que fez!

Um grande abraço

15 fevereiro 2017 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

GUILHERME CAMBUIM – VOLTA REDONDA-RJ

Editor abestado:

Depois do mosquito e da febre amarela, foi descoberta uma doença bem pior no Brasil.

Uma doença grave e perigosa.

Veja só:


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa