16 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JAMES SANTOS – CABO FRIO-RJ

Conselheiro Papa Berto

33 kilometros é bem menos que 17 légua-e-meia

Será que vale a pena andar tanto, ou eu fico por aqui mesmo, desarrumando um porão de navio prá mode ver se acho uma xana?

R. Meu caro, se eu fosse publicar todas as placas que circulam na internet e que os nossos leitores mandam pra cá, o espaço de 100 JBFs ainda seria pouco pra caber tudinho.

Mas essa que você mandou merece ir pro ar. Falou de tabaca, tem espaço nesta gazeta escrota.

De fato, 33 quilômetros é uma distância pequena pra se chegar bem no centro da cidade das xoxotas.

15 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CARDEAL MAVIAEL MELO – SALVADOR-BA

Não acredito na parte que recua
Se nem mesmo pra luta ela se deu
De quem soube da forma e se envolveu
Declarando que “aquele” não atua.
A vidraça da pedra perpetua
Quando assume que o jeito é não lutar
Faz de conta no mundo do calar
Não responde ao que foi perguntado,
Eu só creio no fato consumado
Quando a minha esperança se acabar
 
E segundo um antigo que falava
A esperança é a irmã de cada dia
É o verso que a rima pronuncia
E aparece onde às vezes não estava
Sei que a vida não é um contar fava,
Que o pecado do homem é ser “Poder”
Sei também que em cada resolver
Segue à vida irrigando a esperança
De nunca omitir a uma criança
O que for permitido lhe dizer.

15 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

FRANCISCO ITALIANO – MIAMI-EUA

Caro Berto,

Meu cordial e Feliz Dois Mil e Treze, extensivo a familia e a todos que fazem o conceituado FBJ/JBF!

Abaixo uma letrinha mediocre de um aprendiz mediocre de compositor!

Peco que antes de joga-la na lixeira, publique a! Sabes que estou brincando com sua generosidade!!!

Abracos (tambem extensivos), do amigo

R. Meu caro fubânico radicado em terras estrangeiras (adonde os computadores não têm acento nem cedilha…): antes de publicar o seu poema, me mate uma dúvida:

Esta sigla FBJ por acaso seria Fuban Beast Journal na língua aí de Miami???!!!

E, agora, vamos à casta e terna poesia que você nos mandou:

NÁDEGAS GÊMEAS

Nossas bocas gulosas, a se beijar
Lábios fartos, a sussurrar
Línguas molhadas, a lambiscar
Olhos famintos, a desejar

Seios nus no meu peito, a deslizar!
Nossos braços, a nos abraçar!
Mãos inquietas, a nos beliscar
Chave de coxas, a nos atar!

Nádegas Gêmeas! Cara-metade!
Bundinha feitio, da boa virtude
Nossos corpos, se afagam
Nossos pelos, se entrelaçam

Nossos sexos, se encaixam!          
Nossos orgasmos, se misturam!
Incansáveis êxtases, se repetem!
Impulsivos delírios, se revezam!

Brindar o Amor, com o Sexo!
Amar, além dos limites da paixão!
Comemorar, a eterna união!
Festejar a Vida! Celebrar a Paz!
Com gostinho de, quero mais!

15 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

GIULIO SANMARTINI – BELLUNO – ITÁLIA

UM MÚSICO INVEJADO

Conheci Jorge Perez (foto), num bar aqui perto, num momento da conversa ele disse que era músico:

- Eu sou percursionista – disse.

- Toca bateria? – perguntei.

Com um sorriso safado mandou de volta:

- Não, bundas!

- Bundas?

Aí ele me levou até a casa noturna em que trabalha e me mostrou:

R. Tão vendo cumequié???!!!

É impossível manter um padrão decente neste jornal escroto e editá-lo dentro de um nível elevado e familiar.

Até do estrangeiro esse povo manda putaria pra cá. No presente caso, bundaria…

Vôte!

15 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PADRE GLÁUCIO CAMPOS – RECIFE-PE

Boa tarde Papa Berto!
 
Vôsmice é que é um Papa arretado, daqueles que não renuciam por qualquer besteira e segura firme o bastão!
 
Escrevo para agradecer a minha nomeação a Padre da sua igreja, bem como pela publicação dos poemas que lhe enviei.
 
Muito obrigado!
 
Abraço!

R. Uma coisa eu garanto a você: em termos de moral, de decência e de caráter, o clero da Igreja Sertaneja é infinitamente superior ao clero da igreja de Bentão. Saiba que você está num ambiente escroto mas sadio.

Aliás, em falando de Bentão, fiquei com pena do meu colega de Papado, obrigado que foi a renunciar exatamente porque não dava mais conta de gerenciar as putarias dos seus cardeais na alta cúpula da igreja romana.

Quanto aos seus escritos, seja bem vindo e fiquei à vontade neste antro de perdição que é o JBF, meu caro.

Saiba que seus poemas serão lidos por muita gente. Tanto p0r gente letrada quanto por gente que frequenta as igrejas de Edir Macedo e Valdemiro Santiago e que vota em Severino Cavalcanti.

Veja só o flagrante abaixo, feito no camarote da Brahma no sambódromo do Rio de Janeiro, durante o último carnaval. Uma pirua que faz a vida nas altas rodas lendo esta gazeta da bixiga lixa e elogiando:

14 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ARISTEU BEZERRA – RECIFE-PE

ONDE TERMINA A RELIGIÃO?

A renúncia do Papa Bento XVI está em evidência em toda mídia. Aproveito a oportunidade de indicar o livro escrito por um ex-sacerdote católico, este livro constitui impressionante e esclarecedora demolição dos fundamentos da crença religiosa. Combinando fatos, vivências pessoais e uma abordagem multidisciplinar que inclui História, Sociologia, Filosofia, Antropologia, Teologia e Conscienciologia, o autor expõe as irracionalidades e enganos do Cristianismo e de outras tradições religiosas do planeta. Texto imprescindível para todos os interessados na análise da influência da religião sobre a consciência humana. Algumas das questões discutidas ao longo da obra incluem: Por que, em essência, todas as religiões são sectárias? Em que medida a religião causa dependência nos crentes? Quais são as estratégias usadas pelos pregadores religiosos para encantar e manipular os ouvintes? Em que sentido o Cristianismo está fundado sobre um mito? Qual é a ligação entre religião e violência? “Deus” existe? 

O autor é o professor Marcelo da Luz – voluntário da Conscienciologia desde 2005. Sua autoridade moral enquanto crítico do fenômeno religioso baseia-se na experiência de duas décadas como religioso profissional e sacerdote católico, formados nos campos de Filosofia, Teologia e Ciências humanas em três países (Brasil, Itália, EUA).

O autor encontra-se aberto a refutações, críticas e sugestões as teses e informações apresentadas. Os leitores poderão contatá-lo clicando aqui (Onde a religião termina?  p. 28).

14 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

THAYANNE FERREIRA – FORTALEZA-CE

Caro Berto,

meu nome é Thayanne sou aluna da Universidade Federal do Ceará, estou fazendo um trabalho sobre o livro O Poder dos Trópicos.

Gostaria de entrar em contato com essa importante figura de nossa historia J.W. BAUTISTA VIDAL, porém as informações sobre ele são poucas, visto que não é de interesse da grande mídia divulgar o grandioso trabalho desse nordestino.

Gostaria de saber se você por acaso tem um e-mail ou alguma forma de contato com o Professor Bautista, desde já agradeço a belíssima reportagem, foi o relato mais recente que consegui encontra sobre o professor.

R. Caríssima leitora, o que você chama de “belíssima reportagem” certamente deve ser um texto que foi publicado neste blogue, em março do ano passado, na coluna de Raimundo Floriano (para ler clique aqui).

Tenho certeza que nosso ilustre colaborador fará contato com você pra repassar as informações necessárias.

Muito sucesso no seu trabalho! E disponha sempre deste espaço.

14 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JOSÉ DE OLIVEIRA RAMOS – SÃO LUÍS-MA

Você, que vê São Luís apenas no mapa do Brasil e tem conhecimento do atraso através de noticiários da televisão e dos jornais, não imagina que, paralelo a isso, existem os contrastes. Também, em meio a tanto analfabetismo, existem pessoas que estudaram, estudam e ensinam o que deveria ser ensinado. Essas não são analfabetas. É uma minoria.

A política – sempre ela – entretanto, é o pior dos males do Maranhão.

Muitos devem estar lembrados que, o falecido Governador Jackson Lago, eleito licitamente pelo povo que quer mudança, foi apeado do poder pelo alto comando nacional da política, sem sequer ter sido julgado no TRE. O TSE cassou o mandato que o povo outorgou.

Agora, com base em fatos reais, o TSE está de posse – e o PGR “Senhor Gurgel” vem cozinhando o mocotó, esperando o tempo passar – e vai julgar Roseana Sarney, provavelmente depois que o mandato dela terminar.

Veja – quem só conhece o Maranhão através do analfabetismo e outros fatos negativos – o que realmente acontece por aqui.

* * *

Jagunços incendeiam casas de quilombolas em Codó-MA

Líder do governo Roseana Sarney, deputado César Pires é acusado de ser o mandante

Em 03.02.2013, o tenente da Polícia Militar do Estado do Maranhão conhecido por Moura e o jagunço conhecido por Raimundo Monteiro (vulgo Raimundo da Chica), empregado do deputado estadual Cesar Pires (DEM-MA), líder do governo Roseana Sarney (PMDB) na Assembleia Legislativa do Maranhão, em ato criminoso, incendiaram duas casas de quilombolas, localizadas na Comunidade de Santa Maria dos Moreiras, por volta das 15 horas, no exato momento em que os quilombolas realizavam reunião na comunidade.

No dia 31.01.2013, o jagunço conhecido por Raimundo Monteiro anunciou que iria incendiar todas as casas de Santa Maria dos Moreiras, a mando do deputado.

Tal ato de selvageria objetiva intimidar, através do terror, as comunidades quilombolas que buscam a libertação territorial, a saber Santa Maria dos Moreiras, Bom Jesus, Tamboril e Jerusalém, que estão em litígio desde 1992 com o deputado Cesar Pires.

Esclarecemos que a liminar judicial que mantinha a comunidade quilombola na posse de seu território tradicional, foi liminarmente suspensa por decisão proferida pelo Desembargador Marcelo Carvalho Silva, fato este que tem aumentado a violência na localidade.

O Maranhão tem vivenciado uma onda de ataques e violência contra comunidades quilombolas, comunidades tradicionais, assentados e acampados nos dois primeiros meses de 2013.

No começo de janeiro, a capela da Comunidade Vergel, também em Codó, foi incendiada. No dia 31 de janeiro, o quilombola José da Cruz, do Quilombo Salgado, foi torturado pela Polícia Militar do Maranhão. Em fevereiro, o juiz da Comarca de Senador La Rocque mandou despejar 54 famílias de acampados do MST e a juíza da Comarca de Paço do Lumiar ordenou o despejo da comunidade tradicional do Tendal.

14 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

BISPO LÉO MEDEIROS – CUIABÁ-MT

Papa Berto

Olha aí a ficção perseguindo a realidade

 Abraços

R. Só faltou você nos informar em que cidade aconteceu este magnífico desfile.

E este tucano que aparece na foto com um saco de dinheiro no rabo, está esperando chegar a hora de também ser enjaulado???

 

Carnaval-2013 (13 do PT): Joaquim Barbosa desfila levando Zé Dirceu em uma jaula

14 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

DON PABLITO – FORTALEZA-CE

 Lula já tem o discurso preparado:

“Não poderia deixar de atender ao apelo do povo nesse momento. Aceito substituir o companheiro Bento… Assim serei o primeiro Papa metalurgico, já que o Karol Woytila não conta.. Esse será meu primeiro passo para me candidatar a Deus para cumprir mais uma profecia a que diz que Deus é brasileiro”

R. Vocês inventam estas merdas e o cacete só baixa no meu lombo.

É phoda!

 

SOB O PATROCINIO DE

14 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CARDEAL BERNARDO – MACEIÓ-AL

Mestre Papa,

segue em primeira mão para a fubanada, a foto mais incrível do carnaval 2013.

É lasca pra mais de parmo e mei!
 
Com os respeitos do Cardeal

R. Quem inventou este passo foi minha saudosa amiga Amara Brotinho, a rapariga mais famosa de Palmares.

Foi no tempo em que ela era porta-estandarte do bloco das putas, O Jaguara.

Este passo é conhecido como Arreganhamento de Priquita.

* * *

Aos 67 anos, Helô Pinheiro mostra elasticidade e boa forma na Avenida

Helô Pinheiro arrisca um passo ousado no desfile da União da Ilha 

Eterna “Garota de Ipanema”, Helô Pinheiro foi um dos destaques do desfile da União da Ilha, que falou sobre o poeta Vinicius de Moraes na Avenida. Aos 67 anos, a apresentadora deixou muitas mulheres no chinelo quando o assunto é disposição. Helô sambou e arriscou até alguns passos mais ousados, levantando a perna até a altura da cabeça.

13 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

BISPO BIRA DELGADO – JOÃO PESSOA-PB

Meu Magnífico Papa Berto,

este texto vai servir para uma reflexão, para nós Fubânicos, neste princípio de  quaresma.

Um abraço

* * *

A misteriosa morte do papa “Sorriso” João Paulo I e a renúcia de João Paulo Ii

A brevidade do seu pontificado suscita até hoje especulações a respeito de que teria sido vítima de uma conspiração, algo nada novo na tradição do vaticano.

• em nome de Deus (pesquisa jornalística) (a morte de João Paulo I aos olhos do polêmico jornalista britânico David Yallop)

O jornalista britânico David Yallop publicou em 1984, após longa pesquisa, a obra Em nome de Deus (In God’s Name), na qual oferece pistas sobre uma possível conspiração para matar João Paulo I. A dar-se crédito às fontes de Yallop (que incluem inúmeros clérigos e habitantes da cidade do Vaticano), João Paulo I esboçara, no início de seu breve pontificado, uma investigação sobre supostos esquemas de corrupção no IOR (Istituto di Opere Religiose, vulgo Banco do Vaticano).

Clique aqui e leia este artigo completo »

13 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MARCOS JEFFERSON – SANTA TEREZINHA-PE

Olá mestre da fubanagem Luiz Berto

Estou trabalhando no desenvolvendo de uma série de cordéis a serem unidos na publicação de um livreto intitulado “O Mundo Fantástico de Mané de Coco”.

E quem diabos é Mané de Coco???

Mané de Coco foi um ilustre morador de minha cidade (Santa Terezinh-PE), era um homem irreverente, rezador e contador de estórias. Na verdade histórias que transformava em estórias. Se utilizava de fatos como o cangaço, a guerra de Princesa Isabel-PB, caçadas entre outras para se “promover”, as vezes como palhaço, as vezes como herói, em narrativas mirabolantes, absurdas e carregadas de comicidade. Foi inclusive tema central do documentário “Um diário Para Mané de Coco” do professor Domingos Luiz Bargmann Netto da USP.

Então, como forma de homenagear tanto minha terrinha como um dos sues nobres moradores, transformei Mané de Coco em personagem, mostrando suas presepada, traquinagens e sua esperteza vencendo a valentia.

P.S. Caso seja do seu interesse, posso lhe providenciar uma cópia do citado documentário.

Abaixo está um dos cordéis a serem inclusos, o Encontro de Mané de Coco e lampião.

Abraço.

* * *

O ENCONTRO DE MANÉ DE COCO E LAMPIÃO – Jéfferson Desouza

Nas bandas do Pernambuco
Desde os tempos do cangaço
Quando briga findava no braço
Na peixerada ou na bala
Que até hoje se fala
Das histórias de um caboclo
Sobre ele falo um pouco
No causo que agora conto
Que foi o dia do encontro
De Lampião e Mané de Coco

Clique aqui e leia este artigo completo »

13 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SANTANNA, O CANTADOR – RECIFE-PE

Prezados,

Por favor, vejam abaixo o texto emitido pelo meu primo Tota Sampaio.

Abraços

R. Meu caro, se não me falha a memória, acho que foi na Livraria Cultura, aqui no Recife, durante uma conversa com nossa querida amiga Fátima Marcolino - que você garantiu ser sua prima -, que surgiu a idéia de contarmos quantos primos você tem.

E chegamos à conclusão que você é o cearense que mais tem primos neste vasto mundão sem porteiras.

É primo pra dar de pau! O Poeta Jessier Quirino já me garantiu que este número ultrapassa dois milheiros.

Jessier, Papa Berto e Santanna: fazendo pose durante seminário no Palácio Pontifício, em agosto de 2012, pra discutir quantos primos o Cantador tem no mundo

Eu desconfio que o tanto de credores que eu tenho é bem menor que a quantidade de primos que têm teu sangue nas veias. Sorte deles!

E, agora, vamos ao texto que você nos mandou, de autoria do seu primo Aristóteles, o Tota.

* * *

O poeta Octacílio Pereira de Carvalho (Trineto de Inácia Pereira de Alencar e de João Pereira de Carvalho, ambos de Exu) quando prefeito de Exu, em 1947 patrocinou um encontro de violeiros na praça Padre Medeiros (por ele construída e nomeada).

Iniciado o conclave, enquanto os violeiros afinavam seus instrumentos, um deles abordou o prefeito e provocou: soubemos que o senhor também é poeta e queremos ouvir sua prosa.

O poeta retrucou : – Camarada,  poeta não nego que sou, mas não repentista.

O violeiro: – Pois escreva seu verso.

O prefeito, que não deixava ninguém sem resposta, falou: – Diga o mote.

O grupo, que já tinha armado pra ¨brincar¨ com o prefeito¨, passou um motinho bem ¨facinho¨: ¨Uma franga de urubu leva cem anos pra por ¨.

O poeta entendeu a brincadeira e segundo o próprio, pensou e sorriu intimamente : Esses cabas querem me pegar¨.

Pegou um pedaço de papel, escreveu seu ¨repente¨ e falou:  Balancem as violas, como prefeito dessa cidade dou por aberto o encontro de violeiros de Exu.

Sem pausa  anunciou o mote que lhe deram e declamou seu verso:

Causou-me admiração,
O que achei na historia,
E guardei bem de memória,
Essa sábia tradição,
Pois desde os tempos de Adão,
Todo mundo é sabedor,
Que por temer o ardor,
Das pregas do sobrecu,
Uma franga de urubu,
Leva cem anos pra por.

Os violeiros ficaram preocupados com suas potencialidades, mas foram em alvoroço cumprimentar o prefeito, como num gesto de arrependimento pela provocação.
 
Primo Santanna,  essa foi a estória que ouvi de meu irmão mais velho, Amaury ( falecido), há muitos anos atrás

Abração,

Aristóteles Sampaio Carvalho.

12 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

GUIA DO CEGUINHO DO ARARIPE – ARARIPE-CE

Olá, seu Papa Berto,
 
Depois de uma longa ausência, o Ceguinho resolveu dar as caras de volta. Talvez por ser carnaval e ele não possa olhar as mulheres peladas nas escolas de samba.

Fez ums novos versinhos e me pediu para mandar pro JBF.
 
Um forte abraço cá da Chapada.
 
Guia do Ceguinho do Araripe.

11 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MARCOS MAIRTON – FORTALEZA-CE

Papa Berto,

estive com Bentão faz uns dois anos e ele fez algumas perguntas sobre a Igreja Católica Apostólica Sertaneja. Parece que ele queria saber a razão do sucesso da ICAS, mas não queria lhe perguntar.

Como eu não soube responder quase nada, sugeri que ele passasse a ler regularmente o Jornal da Besta Fubana, onde poderia colher mais informações.

Não sei até que ponto tal leitura possa ter influenciado na decisão de renunciar, mas que ele lê o JBF todo dia é algo que o Vaticano inteiro sabe.

R. Bem que eu não queria tocar neste assunto… mas já que você levantou o tema, não tenho outra alternativa senão confirmar.

Todo o Vaticano, aí incluído São Pedro no seu túmulo e o mordomo que tira os pinicos pela manhã, sabe que Bentão é apaixonado pelo JBF. E que nos últimos tempos vinha tendo terríveis crises existenciais e espirituais, por conta do sucesso da Igreja Sertaneja.

Um sucesso que passava bem longe da Igreja Católica Romana, bombardeada diariamente – e a partir de várias partes do planeta -, por denúncias e por escândalos de toda ordem.

Não foram poucas as vezes que enviei mensagens pra Bentão, aconselhando e mostrando o bom caminho, dando dicas de como se deve administrar uma igreja. Mas ele fazia ouvidos moucos e preferia se aconselhar com seus balofos cardeais, um bando de parasitas purpurados e ocupados somente com gastronomia e fudelança.

Bom, o fato é que taí o resultado: Bentão não conseguiu segurar a barra, disse que ia cagar e tomou o caminho do beco. Renunciou,  pediu penico, bateu em retirada. Quando ele souber que Lula é candidato à vaga dele e que o PT já está distribuindo santinhos de propaganda e Bolsa Hóstia entre os cardeais eleitores, aí é que Bentão vai querer enfiar o dedo no fedegoso e rasgar, de tanta raiva.

E tem mais uma coisa que fiquei sabendo agora há pouco, depois que recebi um telefonema internacional diretamente do Vaticano:

Meus informantes palacianos me garantiram que Bentão tá puto de raiva comigo, por conta de um vídeo que postei hoje de manhã na coluna A Palavra do Editor.

11 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JOSÉ DE OLIVEIRA RAMOS – SÃO LUÍS-MA

Prometido e cumprido

No último dia 3 de fevereiro postamos neste JBF, mais precisamente na coluna Enxugandogelo, fotos de alguns carros antigos. Chamamos a atenção dos fubânicos da faixa etária dos 50 para cima – que acreditamos ter convivido com muitas daquelas “máquinas”.

De forma equivocada, postamos a foto desse carrinho vermelho – que estamos repetindo hoje – e a identificamos como sendo o GORDINI. Fomos questionados, inicialmente, pelo fubânico Marcus Pinheiro, que foi seguido por outros comentaristas.

Esse carro, realmente não é um Gordini

Prometemos verificar e, se estivéssemos errados, corrigiríamos. Marcus Pinheiro e os demais comentaristas estavam corretos. Este colunista realmente estava equivocado. O carro cuja foi mostrada, não era e jamais será um GORDINI. É um carro fabricado pela FIAT.

Esse é o GORDINI. Fabricação Renault 1964

Procuramos e encontramos o GORDINI, que, realmente, é muito diferente do carro que mostramos como sendo o Gordini. Parabéns ao Marcus Pinheiro e aos demais. A gente sempre consegue aprender por aqui, convivendo com vocês.

Então, agora, de forma correta, apresento-lhe o GORDINI e, de lambuja lhes ofereço um Fusca lindão, envenenado, com um capô maravilhoso.

Lambuja: um fusquinha lindão!

Obrigado amigos, pelo prazer da convivência e pelo aprendizado do dia-a-dia.

11 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CARDEAL JESSIER QUIRINO – ITABAIANA-PE

Meu Papa,

segundo o próprio Zelito (nosso assessor beradeiro), lá no interior, aquela tirinha de palha de amarrar a pamonha é chamada de “atio”, chegando-se até a classificar assim: “pamonha de um atio”, “pamonha de dois atios” de acordo com seu tamanho.

Acho que já vi uma pamonhazona parruda, lá em Catolé do Rocha que deveria ser de três atios.

A história tem fundamento, pois deve ser uma corruptela de “atilho” que o dicionário Houaiss define assim:

R. Eu tô desconfiado que essa pamonhada ainda vai dar pano pras mangas…

Pamonha nordestina com um único atio…

…e mais uma com dois atios: um em cada ponta

11 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

GLÁUCIO CAMPOS – RECIFE-PE

 Bom dia Papa Berto!
 
Inicialmente gostaria de saber quais são os pré requisitos para me tornar um Sacristão ou Beato da sua prestigiada igreja.
 
Finalmente estou lhe enviando dois poemas sobre o Frevo: um antológico de autoria de Luiz Gonzaga de Castro e Souza Filho que recebeu o Diploma de Honra ao Mérito no 2 Concurso Nacional de Poesia do Instituto da Poesia Internacional em Porto Alegre/RS, em 25/06/1990.

E outro de minha modesta autoria dedicado ao Mestre Levino Ferreira.

Lembrando que sou o roteirista e diretor do filme “O Sequestro de Kfundó” com Davi Teixeira e Meca Moreno.
 
Grato pela atenção!
 
R. Pra ser sacerdote da Igreja Sertaneja basta fazer isso que você fez: pedir pra entrar. Tem uns cabras estradeiros que já chegam aqui se assinando “padre”, “bispo”, “sacristão” e outras coisas mais, sem ter sido nomeados. Tudo de puro inxirimento e sem qualquer autorização deste Papado.

Quem pede, assim feito você, é porque tem vocação. Sendo cachacista, esculhambado e xaleirador dos superiores, aí tem todas as condições e ferramentas pra subir na hierarquia eclesiástica e chegar um dia, quem sabe, até mesmo ao Sacro Colégio Cardinalício.

Nomeio você Padre da ICAS a partir deste momento. O Cardeal Jorge Macedo, encarregado do Cadastro Geral dos Clérigos, fará a devida anotação.

Nesta dia que marca a renúncia do Papa Bentão, meu colega daquela outra igreja, desejo a você muito sucesso na sua carreira eclesiástico-sertaneja. Assim como também desejo muito sucesso na sua carreira de roteirista e diretor cinematográfico. Fique sabendo que lugar de cabra talentoso e malassombrado é por aqui mesmo.

E, agora, vamos aos poemas que você nos mandou, com as respectivas ilustrações:

VIVA O FREVO!
De Gláucio Campos.

Lúdico, mágico, louco,
Frenético, nostálgico, envolvente, embriagador!
Assim é o carnaval nas ruas do Recife e Olinda,
Assim é o FREVO, sinônimo de alegria!

Digno de ser executado pelas melhores orquestras,
Deste, e de outros mundos!
Folia de todos os carnavais!

Sentimento e marca registrada do povo pernambucano,
Agonizando ao sol do meio-dia,
Nos três dias de máscara, fantasia e paixão a cada ano,
Sabe-se lá, até quando… (?)

FREVO
De Luiz Gonzaga de Castro e Souza Filho.

És, FREVO, a antíntese da tristeza e do cansaço!
Teus compassos representam a nordestina raça,
O que de mais nobre no meu povo grassa,
O apogeu da euforia e a magia do passo!

Quando passas pelas ruas se acuulam,
Nas mentes, as mais rútilas esperanças,
Pulam contigo: velhos, adultos e crianças,
E todas as vísceras saltitantes pulam.

És o retrato fiel do Recife e Olinda,
És multidões nas praças pululando,
És correntes de homens numa alegria infinda.

Frenético chegas com a tristeza arrasando,
E estas centenas de bocas te soprando,
Fazem-te, das músicas, a mais forte e linda.

10 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MONSENHOR A. FERREIRA – PALMAS – TO

Respeitabilíssimo e carnavalesco papa Berto,

Desconfio que quanto mais a gente denuncia e aconselha, mais as pessoas fazem o contrário.

Tô achando que daqui pra frente o certo é falar o errado pra ver se funciona. Ex. elogiar político corrupto e pastor ladrão pra ver se o povo se toca.

Se bem, que eu não tenho nada a ver com o bolso dos outros.

Olha a matéria que saiu ontem no MSN Brasil (clique aqui para ler)

Não duvido nada que o curral de antas doe até mais do que o valor pedido.

Meus respeitos e bom carnaval

R. A propósito deste assunto, não deixe de ler uma postagem que está logo a seguir, intitulada Santa Tijolada.

E vamos botar Polodoro pra rinchar pros componentes do curral de antas. O curral evangélico e o curral eleitoral.

Rincha, Polodoro!

10 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CARDEAL BERNARDO – MACEIÓ-AL

Mestre Papa,
 
a postagem da Vossa Santidade UMA LINDA PRODUÇÃO VERMÊIA (07/02/13), coincidiu com o aniversário de outra obra vermêia, de grande serventia, postada há um ano atrás(06/02/12) por este velho Cardeal.

Marina Mantega, rebento primoroso do nosso alquimista das finanças Guido (Lero) Mantega.
 
Com os respeitos do Cardeal

R. Com este primoroso par de úberes, Marina domina e controla qualquer surto inflacionário…

 

10 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CARDEAL JESSIER QUIRINO – ITABAIANA-PB

PAMONHA ADESIVADA SACOLÉ

Meu cumpade e Papa Berto I

Hoje, no bater de palmas do tríduo momesco, saí de casa pra comprar uma chave de boca 9×16” e encontrei, no beiço padaria, essa iguaria pamanhosa.

Trata-se da pamonha Nouvelle Cuisine do Trapiá ou simplesmente Pamonha Adesivada Sacolé. Um troço que o matuto chamaria tranquilamente de “um saco com um saco dentro”.

Se for mentira eu estopore: a pamonha é cozida num saco de dim-dim, embalada com palha de milho, amarrada com cordão verde e novamente embalada em saco plástico para encanto do consumidor.

No rótulo, tem escrito a palavra PAMONHA,os ingredientes, a validade e assinatura do fela da puta responsável.

R. Tem coisas que só acontecem mesmo em Itabaiana. Meu inxirimento não me deixa ficar calado: e em Palmares também.

Na sexta-feira à noite liguei pra Jessier pra conversar miolo-de-pote e encontrei o Poeta perplexo com essa história da pamonha. Ele me prometeu mandar a foto do fenômeno no dia seguinte. Mas mandou naquela noite mesmo, via computador.

No dia seguinte, o Cardeal Zelito Nunes, a propósito da história pamonhesca de Jessier, me ligou pra dizer que estava em trabalhos de pesquisa pra saber como era o nome matuto-sertanejo daquela tirinha, feita da palha do milho, que amarra a pamonha nas duas pontas. Fiz muito este serviço de amarrar pamonhas, na minha infância, enquanto minha mãe ia enchendo as cujas ditas. Mas, confesso, não sei o danado do nome desta tirinha.

Quem souber, por favor, dê a dica a qui pra gente.

E aqui a está a foto que Jessier mandou, pra ninguém duvidar de sua história:

9 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ARISTEU BEZERRA – RECIFE-PE

A ARTE DO REPENTE
 
Dentro das habilidades humanas uma das mais prodigiosas é a arte de improvisar. No repente, o improviso é responsável pelo aparecimento de construções surpreendentes, numa contínua geração de possibilidades que constituem a própria essência da cantoria.

Uma boa parte dos versos são esquecidas e não chega ao conhecimento de quem gosta de poesia, entretanto os belos improvisos se consagram, passando a serem repetidos por todos que admiram uma cantoria de viola nordestina. Um exemplo é a sextilha do repentista João Isidro, poeta nascido em São José do Egito/PE, em 1912, e falecido em 1974; respondendo ao parceiro que afirmava nunca ter sido preso:

“Dizer que nunca foi preso,
É mentira conhecida!
Você passou nove meses
Numa prisão oprimida!
Prisão d’uma só entrada
Por onde teve a saída.”

9 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

DON PABLITO – FORTALEZA-CE

Olá Papa Berto

No video de domingo passado, dia 3, quando Vossa Sacra Santidade nos abençoou com uma cachacinha e um camarãozinho de tira gosto, eu notei um inicio de cárie em sua boca santa.

Acredito que deverias procurar o Dr Mario Braga, urgentemente.

R. Num é foda mesmo um negócio desse???

Quanto mais eu rezo, mais aparece papafigo no meu quintal.

Vôte!!!!

8 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PADRE BRÁULIO DE CASTRO – OLINDA-PE

Papa Berto,

lendo a crônica de Walter Freitas, em sua coluna Conversa de Matuto, prometi enviar para o Jornal da Besta Fubana o meu frevo de bloco em homenagem a Expedito Baracho.

SESSENTA CARNAVAIS

Frevo de Bloco de: Bráulio de Castro e Fátima de Castro
Canta: Walmir Chagas (O Véio Mangaba) – Arranjo de Edson Rodrigues

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

8 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

DON PABLITO – FORTALEZA-CE

Papa Berto

Minha mãe começou a fazer um curso em um Centro para pessoas da 3ª idade. Trata-se de algo como “Evite o Mal de Alzeimer”.

O projeto, no dia que foi tirada a foto abaixo, era modele algo que existe em sua memória.

Minha mãe é muito legal.

Acho que depois dessa ela me mata.

R. Enquanto isto, Dona Quiterinha, minha santa mãe, que mora com minha irmã, em Brasília, totalmente dominada pelo Alzeimer, não teve o privilégio que sua mãe teve.

Se a minha mãe tivesse conhecido esta terapia a tempo, tenho certeza que hoje estaria esperta e boazinho do juízo, pois eu desconfio que na memória dela o que permanece mais vivo até hoje é a pajaraca de Seu Luiz, meu saudoso pai.

8 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PADRE HÉLIO CRISANTO – SANTA CRUZ-RN

Caro Berto

Uma seca transformada em melodia.

Ai vai o vídeo de uma música de minha lavra, intitulada Vazante.

R. Mais outro malassombrado na banda artística da comunidade fubânica.

Além de Padre de Igreja Sertaneja, o Poeta Hélio Crisanto é titular aqui no JBF da coluna “Prosa de Cancela“.

E vamos apreciar o vídeo que ele nos mandou:

8 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CARDEAL PEDRO MALTA – RIO DE JANEIRO-RJ

Berto

Vê como  os brasileiros sérios e éticos  estão insatisfeitos  com o Renan Calheiros na presidência do Senado.

Está  circulando na internet, há  não mais que  uma semana, um pedido para assinatura em petição que pretende conseguir 1.360.000 assinaturas (1% do eleitorado nacional), quando deverá ser levada ao Congresso, exigindo  que os Senadores escutem a voz do povo que os elegeu.

Só por curiosidade   dê um clique  no endereço eletrônico abaixo e, alguns minutos depois, clique  novamente e constate a velocidade com  que o número de  assinantes está crescendo.

Fraterno abraço

R. De fato, cada vez que a gente atualiza a página, aumenta rapidamente o número de adesões. Agora há pouco, quando entrei lá, o número era 844.855.

Afortunadamente, este movimento é levado a efeito pela Avaaz, um entidade séria e insuspeita.

Aqui no JBF, a banda lulo-petralha tem feito uma defesa apaixonada e veemente de Renan Calheiros. Com estes a agente não pode contar.

Mas a banda decente do Brasil, inclusive a banda decente fubânica, vai entrar nesta corrente de corpo e alma.

Um leitor fubânico, fiel da igreja que canonizou Lapa de Demagogo, postou um comentário dizendo o seguinte: “quando ouço alguem se dizer que é da ‘banda decente’ do Brasil, trato logo de esconder o meu talão de cheques…”.

Isto é fruto da sabedoria popular, que diz que o uso do cachimbo é que entorta a boca. De tanto aplaudir e defender ladrões do gunverno, este leitor nivela todo mundo por baixo, pensando que o resto da humanidade age feito os petralhas lulo-dilmistas, inclusive nós da banda decente. Enfim, os contribuintes honrados e éticos estão convocados pra engrossar esta campanha sanitária. Vamos controlar a ânsia de vômito e trabalhar pra não perdermos a esperança.

Quem quiser aderir, basta clicar na ilustração abaixo:


 

7 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

LUIZ ALBERTO MACHADO – MACEIÓ-AL

Olá, Berto pessoamiga,

quero lhe apresentar a minha canção Desejo. Para conferir é só acessar clicando aqui.

Essa canção foi gravada pela cantora Sonia Mello, já ganhou o FEMI 2010 no Japão e foi indicada ao Grammy 2012. Agora estamos concorrendo nas categorias de  Melhor Música e Melhor Cantora ao Troféu Internet do SBT.

Para votar na gente é só clicar aqui.

E vamos comemorar a Folia Tataritaritatá no vídeo abaixo. 

Abrações & conto com seu voto e participação.

R. Meu querido amigo Nito Machado, meu conterrâneo de Palmares, um artista talentoso e de múltiplas atividades, escritor, compositor, pesquisador e radialista, um malassombrado da bixiga lixa.

Já fui lá e já votei, meu caro. E fique certo que todos os amigos da comunidade fubânica também vão comparecer pra votar. Você é um batalhador incansável que merece fazer todo o sucesso do mundo.

É uma alegria enorme receber notícias de você, seu cabra doido.

Quem quiser saber o tanto de bem-querença que nos une, leiam um texto de Nito, clicando aqui.

6 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JOSÉ DE OLIVEIRA RAMOS – SÃO LUÍS-MA

Cabras sem futuro! Né não?

Seqüenciamos hoje a nossa série de “Cabras sem futuro”, uma plêiade de desocupados que, sem noção e sem um mínimo de futuro “vevem” aprontando por esse mundo a fora. Coisa, realmente, de quem não encontra nada melhor para fazer.

Na foto 1 – O sujeitinho que deve ter passado a noite mamando na boca da garrafa, perdeu tudo que tinha e até o que não tinha e, despudoradamente, resolveu “percurar” algo exatamente aonde não guardou. Veja onde o “Mané” foi procurar a carteira porta-cédulas: dentro de uma va… ops, digo, baita pedra! Tem futuro um idiota desses?

O que esse cabra sem futuro procura nessa “pedra”?

Na foto 2, a falta do que fazer e sem inteligência pra inventar coisa alguma que possa ser útil, o “caba” inventou logo de, em Irauçuba, criar um exército de cabra-macho, armando-o até nas costelas. É um “fela”! Né não?

O cabra que inventa um negócio desses tem futuro?

Na foto 3, um verdadeiro 171, digno de pertencer às fileiras de picas-grossas do PT, tamanho é o descaramento, jogou anúncio em muitos jornais, oferecendo uma “casa de cobertura” com ampla área ajardinada para alugar durante o carnaval. Manja no valor do aluguel: R$3.000,00 (três mil reais). Você, que costuma ser defensor dos espertos, diga se esse sujeitinho tem futuro. Esse é o verdadeiro “cabra sem futuro”. Né não?

Casa posta para alugar por Zé do Porco. Tem futuro ele?

Zé Bateria, o autêntico “cearenço”

Zé Bateria era um sujeito muito engraçado, cearense nascido em Caucaia, que ganhava a vida e sustentava a família engraxando sapatos e, quando podia, trocava saltos e colocava virolas nos sapatos femininos.

Mas, o que mais chamava a atenção em Zé Bateria é a facilidade que tinha para entreter o freguês, enquanto engraxava os sapatos, arrancando gaitadas estridentes das mentiras que inventava e dos apelidos que, costumeiramente, colocava nos passantes.

Ele próprio descobriu que, de determinado dia em diante, o seu próprio apelido seria “Zé Bateria”. E por que “Zé Bateria”?

Ora, quem conhece o Ceará, sabe que, durante muitos anos, as donas de casa possuíam cristaleiras e as usavam para guardar copos, cristais, garrafas com licor e outras coisas mais interessantes. As panelas e apetrechos da cozinha eram colocadas a escorrer depois de lavadas, na “bateria”, uma peça em tripé, em forma de pirâmide.

E, saliente todo, Zé considerava que ele próprio, tinha três pés – contando com a disforme pajaraca – e, assim se apelidou de Zé Bateria – porque a bateria em questão tinha três pés.

Um jovem que trabalhava como office-boy nas Lojas Americanas, ali próximo do local de trabalho de Zé, ele resolveu apelidar de “Cabeção”. Preciso dizer por quê? Lourinaldo, era o nome do jovem.

Um dia Zé Bateria chamou Lourinaldo e lhe pediu: Cabeção, faz um favor pra mim. Vá ali no Mercado Central e compre um cento de bananas, duas jacas das grandes, duzentas laranjas, uma dúzia de abacaxis e traga pra esse seu amigo véi. Quando você chegar aqui em te dou o dinheiro!

Inocente, Lourinaldo apenas perguntou: e, hômi, cuma é que eu vou trazê tudo isso procê?

Zé Bateria, sem pestanejar: traga no seu bonezim, meu jovem!!!

Zé Bateria resolveu colocar apelido na própria mulher, a quem chamava de “Ceiça Bunda de Cobra”!

Uma vez Casemiro, freguês que estava esperando o serviço do Engraxate, quando viu Ceiça se aproximar, perguntou: Zé, por que “Bunda de Cobra”?

Zé Bateria, sem titubear: e tu já viu cobra com bunda? Apois assim é Ceiça, a minha véia!!!!

Casamento sem futuro

Quando o casamento entra na rotina…

O marido entra com muito cuidado na cama e sussurra suave e apaixonadamente no ouvido de sua mulher:

- amor, estou sem cueca!…

E a mulher, sem abrir os olhos responde:

- amanhã eu compro uma!

Ele: amor, eu quero amá-la!

Ela responde: ta em cima do guarda-roupa!

Ele, numa última tentativa: você não entendeu, eu vou amar-te!

A mulher: vá a Marte, a Júpiter, à puta-que-pariu…mas me deixe dormir, porra!

 

Ceiça Bunda de Cobra

5 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JOÃO RICARDO – PALMARES-PE

Caro primo Luiz Berto,

Estou passando aqui para dizer duas coisas.

Primeiro queria dizer que aqui em Palmares possui pelo menos dois fieis leitores do seu JBF. Eu vi varias vezes você falando que Tadeu Batista (pai de um amigo meu) era o único leitor daqui. Eu nunca me manifestei sobre isso porque achei que não era o momento certo, mas faz muito tempo que leio as colunas do seu jornal e assisto a todos os seus vídeos.

Segundo, informar a você (se caso você não esteja sabendo) que está rolando na internet uma petição de Impeachment do atual Presidente do Senado. Já possui 163.894 assinaturas e a cada segundo só aumenta.

Eu assinei, pois acho que é uma palhaçada o que está acontecendo. Não sei se essa iniciativa vai da certo, mas quando aparece a oportunidade de apoiar algo que possa ter repercussão positiva é sempre valido!

Abraços

R. João Ricardo é meu primo mais novo, filho do meu primo mais velho, que também se chama Ricardo. E filho da minha querida conterrânea Dione. Tá tudo em família! Tô cum saudades de você, seu cabra. Apareça aqui no Palácio Pontifício pra gente tomar uma.

Minino, fico feliz que só a bixiga lixa por saber que você veio se juntar aos quatro leitores que o JBF tem aí em Palmares. Vou celebrar hoje de noite este número fantástico!

Quanto à petição pelo impeachment do guabiru alagoano, ela está sendo levada a efeito pelo mesmo organização, a Avaaz, que há poucos dias lutou pra que ele não fosse candidato. Foi feita uma postagem sobre o assunto aqui no JBF.

O leitor fubânico que pertence à banda decente do Brasil e quiser assinar a petição, basta entrar no endereço que João Ricardo nos mandou, clicando aqui.

Um abração, seu cabra. Pra você e pro seu irmão Igor.

4 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ARISTEU BEZERRA – RECIFE-PE

FELICIDADE

A felicidade é um anseio do ser humano que o acompanha durante toda a vida. A procura do autoconhecimento ajuda na transformação de desejos em vontade e da vontade em um projeto de vida feliz. Aprendendo a ser responsável pelas próprias opções, assumindo o sofrimento dos equívocos e insucessos e o gosto das conquistas e vitórias.

Muitas pessoas confundem felicidade com uma boa situação financeira, possuir bens e ter uma vida confortável. Ledo engano. Se o dinheiro trouxesse felicidade, todas as pessoas de poder aquisitivo seriam felizes.

O poeta Silvino Pirauá de Lima (1848-1913) sintetiza o desapego aos bens matérias nos seguinte versos:

Tanta riqueza inserida
Por tanta gente orgulhosa,
Se julgando poderosa
No curto espaço da vida;
Oh! que ideia perdida.
Oh! que mente tão errada
Dessa gente que enlevada
Nessa fingida grandeza.
Junta montões de riqueza,
E tudo vem a ser nada.

4 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ODAIR GOMES – SÃO PAULO-SP

Prezado Papa Berto,

A reação do digníssimo Pastor, foi imediata, ao ler que ainda não era o primeiro na classificação da Revista Forbes, sobre as maiores fortunas de Pastores brasileiros.

Veja no vídeo anexo, qual a estratégia que será adotada de agora em diante e qual deveria ser a reação do “gado brasileiro” que ainda acredita em FDP desse quilate.

Será que um dia, esse animal, não imagina que a lei do que aqui se faz aqui se paga, virá lhe cobrar tamanha safadeza e cara de pau?

Fica para a consciência de cada um avaliar essa gravação.

Com governantes que temos e pastores desse porte, tamo tudo fudido!

R. Não misture estes pastores com os nossos gunvernantes porque tem gente que acha sem cabimento.

Os fubânicos gunvernistas ficam prostitutos da existência com esta comparação.

4 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PADRE BRÁULIO DE CASTRO – OLINDA-PE

Papa Berto,

não esqueça que amanhã terça feira 05, é o dia da nossa Bacia D’água. Este ano estreiando o frevo de Polodoro.

Anexo as fotos do estandarte com uma outra do Véio Mangaba e o nosso Porta Bandeira Ricardo Testão,  agarrados com Marcelo Tás, integrante do CQC, no ano em que veio prestigiar a nossa agremiação,  irreverente e combativa, tal e qual o programa que ele comanda.

Segue também, o hino da Bacia e mais duas músicas do repertório para alegrar os Fubânicos.

R. Vai ser um Carnaval pra arrombar!

Um Carnaval da bixiga lixa!

BACIA D’ÁGUA – De Bráulio de Castro
Canta – Walmir Chagas (O Véio Mangaba)

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

OVO DE LAGARTIXA – De Bráulio de Castro
Canta – Walmir Chagas e Cinderela

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

CHIFRE A PORTUGUESA – De Bráulio de Castro e Ameba

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

4 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PADRE LÚCIO – BELO HORIZONTE-MG

Santidade,

é sabido que quase tudo que circula na Internet merece um pouco de dúvida quanto a real autoria, porém, este texto me pareceu verdadeiro, razão pela qual julgo ser merecer de uma lida.

Ressalvando, evidentemente, o fato dele já ser do seu conhecimento, uma vez que não me lembro de tê-lo visto no nosso jornal o que pode ser até por um descuido meu em dias de muita correria ao ler o JBF.

Abraços

Em 1967 a Guerra do Vietnam envolvia um contingente cada vez maior de soldados americanos. A necessidade de atendimento aos feridos graves, entre eles as vítimas de queimadura e intoxicação, demandavam recursos materiais e humanos cada vez mais complexos.

Os EUA construíram, na cidade litorânea de Da Nang, um hospital militar com o objetivo de atender suas tropas. Nesta época não existia propriamente a especialidade hoje conhecida como Terapia Intensiva. Foi com espanto que os médicos militares começaram a atender um número cada vez maior de pacientes vítimas de intoxicação em função do chamado “agente laranja” e outras substâncias químicas utilizadas para desfolhamento de florestas e localização dos esconderijos inimigos.

Clique aqui e leia este artigo completo »

3 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PADRE HAROLDO CARNEIRO LEÃO – RECIFE-PE

Vossa Santidade deveria excomungar este infiel por largar a marvada cachaça e só tomar Coca Zero.

Com sua Bênção

R. Agora, só falta mesmo ele americanalhar feito Fidel Castro e passar a usar roupa esportiva com as cores de Tio Sam e fazer propaganda da Adidas:

Quanto a parar de tomar cachaça e passar a beber Coca Cola, o que me disseram mesmo é que ele tá muito puto com Dilma.

Putíssimo.

Veja só a sequência que nos mandou o leitor Don Pablito, de Fortaleza:

Imagem inline                                                      1

3 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CARDEAL JOÃO VEIGA – RECIFE-PE

Caros amigos,

Amanhã, segunda-feira, dia 04/Fev/13, as 11h na reitoria da UPE – Av. Agamenon Magalhães, assumirei a superintendencia do complexo hospitalar Universitário da Universidade de Pernambuco, unificando o Hospital Oswaldo Cruz, PROCAPE e maternidade do CISAM.

Convido os amigos

R. João Veiga, sertanejo pernambucano da cidade de Tabira, é um cabra que mora na minha estima e na minha admiração há muitos e muitos anos.

É fubânico pioneiro, cachacista militante, cardeal da Igreja Sertaneja, um doutor médico competente e dedicado ao seu ofício, como raramente a gente vê nos dias de hoje.

Em setembro de 2011 eu escrevi um texto cujo título já diz tudo “Meu amigo João Veiga” (clique aqui para ler)

Veiga virou celebridade instantânea mundial, há alguns anos, quando ressuscitou uma paciente que chegou no seu plantão com morte aparente (leia aqui e leia também aqui). Era uma jovem turista israelense que foi baleada durante um assalto no carnaval de Olinda. Contrariando todos os manuais e recomendações, mas obededendo à sua vocação de salvar vidas, Veiga abriu o peito da moça sem anestesia e sem obedecer às recomendações dos manuais, massageou desesperadamente o coração da jovem. Ela “tornou” e voltou a viver. Um médico ousado que só a bixiga lixa. Um doutor da gôta serena.

O assunto foi tema de reportagens e entrevistas nos jornais e televisões do Brasil e do exterior, com direito a extensa matéria no Fantástico. Dias depois, os pais da jovem chegavam ao Brasil e davam um abraço comovido em Veiga.

Atualmente à frente do Comitê Estadual de Prevenção aos Acidentes de Moto (leia aqui), Veiga sai de um empreendimento que tem conseguido expressivos resultados a cada dia, pra enfrentar um novo desafio que o Governador Eduardo Campos coloca em suas mãos. Eu, e os seus amigos, nós que conhecemos bem este malassombrado destemido que não tem medo de careta e de desafios, sabemos muito bem que, mais uma vez, ele será vitorioso.

Parabéns pro governador que o nomeou. Mas parabéns, acima de tudo, pra saúde pernambucana, que terá na direção de um dos nossos maiores complexos hospitalares este fubânico da bixiga lixa.

Sucesso, seu doido!

Jornal do Commercio do Recife, 31/Jan?2013:

3 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SÉRGIO QUINTELA – SÃO PAULO-SP

Meu Caro Berto,

Não sei se você já viu esta, o post é antigo, mas achei sensacional, e tristemente continua atual:

Saudações.

R. A única alteração que eu faria na charge que você nos mandou seria a seguinte:

Ao invés do gunverno botando a mão no bolso do pobre, eu desenharia o gunverno enfiando a pica no furico dos idiotas.

3 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MARCOS JEFFERSON – SANTA TEREZINHA-PE

A OBRA DE ARTE SERTÃO!!!

Peguei paleta de tinta e pincel
Preparei bela moldura
Pra fazer uma pintura
Da minha terrinha amada
Pintei a terra rachada
O sol de imenso clarão
Pinto novo ciscando o chão
Carro de boi e arado
Desenhei tudo no quadro
Do qual batizei sertão

Brincadeira de ‘tõiom’
Banguela escovando a chapa
Carrinho feito de lata
Guri mexendo com um ‘imbuá’
A imponência do carcará
Novena santa e procissão
Doce de leite e mamão
Vaqueiro tangendo o gado
Desenhei tudo no quadro
Do qual batizei sertão

Clique aqui e leia este artigo completo »

2 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CARDEAL BERNARDO – MACEIÓ-AL

Mestre Papa,

a proprietária de tão volumoso patrimômio, acode pelo sugestivo nome de BiANCA.

Com apenas 22 aninhos ganhou o concurso “preferência nacional”, e agora em fevereiro vai mostrar tudo na Pleiboi.
 
Com os respeitos do Cardeal

R. É um nome sugestivo mesmo.

Bi = Dois. Anca = Pé de Rabo.

Bianca.

Faz sentido. Uma bunda com duas bandas.

 

Bianca Borba na Playboy de Fevereiro 2013


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa