CARDEAL JESSIER QUIRINO – ITABAIANA-PB

Meu cumpade e Papa Berto I

E por falar em Vaticano, vou logo contar duas histórias de padre:

É o seguinte:

Conta-se que, nos anos mofados de 1930, logo após a vitória de Getúlio Vargas pra presidente, o governador de Pernambuco Estácio Coimbra e o do Rio Grande do Norte Juvenal Lamartine fugiam de suas bases, por terem feito oposição ferrenha a Getúlio Vargas.

O Estácio Coimbra fugia vestido de padre e Lamartine disfarçado de madre superiora que era ver uma santa de altar.
Coincidentemente os dois entram no mesmo trem e sentam-se juntos no mesmo banco. Lá pras tantas a freira é amolestada pelo padre enxerido e grita de boca toda:

– SOSSEGA Estácio!!! Eu sou o Lamartine.

* * *

RASPANDO A IMORALIDADE

Monsenhor Luiz Ferreira da Cunha Mota (Mossoró 1897/1966), popularmente chamado de Padre Mota, foi prefeito de Mossoró por mais de 8 anos.

Conta-se que em 1937, uma pessoa foi enredar ao Padre Mota que alguém teria escrito um palavrão no muro da barragem. Padre Mota logo cedo vai a barragem e lê bem devagarzinho: “A tabaca de fulaninha é boa…”

– Que horror, que miséria!

Chegando a prefeitura dá uma baforada em seu charuto, chama o secretário Bodoca e diz ligeiro feito aumento de imposto:

– Bodoca, vá a barragem e raspe a tabaca de fulana.

R. Meu Poeta, já que você contou histórias de padres e abriu sua mensagem lá em cima falando do Vaticano, vou aproveitar a oportunidade pra botar no ar o vídeo a seguir. Porque tem o Papa no meio do enredo.

Trata-se de um recital seu que está sendo muito badalado na internet e que me foi enviado por vários leitores.

MARIA DILMAR – BOA VISTA-RR

Gostei desse jornal e garanto que foi a melhor coisa que encontrei ultimamente que valha a pena ler e participar.

Tenho observado que a imprensa do nosso país parece estar toda comprometida e na mão de políticos sem respaldo de qualquer tipo.

Pelo que tenho lido na Besta Fubana, entendo que todos aí são independentes. Portanto, espero ter encontrado minha praia.

Cansei de ver filhos da puta, falar o que não quero ouvir e pousar de santo de pau oco nos progamas do partido.

Pelo menos essa bixiga lixa honra as calças e as saias que vestem. Tô nessa.

R. Pronto: ganhei meu domingo e fiquei ancho que só a gôta serena. Dizer que o JBF foi a melhor coisa que encontrou ultimamente “que vale a pena ler” me fez reforçar a crença de que tem gosto pra tudo neste mundo, conforme dizia meu saudoso pai.

E o bando fubânico aumenta a cada dia, se espalhando por tudo quanto é canto desta terrinha amada e pelo resto do planeta.

Seja bem vinda, querida leitora, fique à vontade e desfrute o tanto que puder deste ambiente escroto e sem classe.

jbf-leitoras

CARDEAL BERNARDO – MACEIÓ-AL

Mestre Papa,

veja a apetitosa taiada de melancia que encontrei lá no Carlito.

Com os respeitos do Cardeal

R. Essa melancia, encarnada desse jeito, eu chupava até a casca.

Vôte!

Num custa nada informar pros fubânicos que, quando ele diz “lá no Carlito”, está se referindo à página do nosso querido Cardeal Carlito Lima, colunista deste JBF.

Quem quiser passear por lá, é só clicar aqui.

Carol Narizinho

PADRE BRÁULIO DE CASTRO – OLINDA-PE

EXPEDITO BARACHO: PROFISSÃO? CANTOR.

Papa Berto,

sexta feira passada estive com Expedito Baracho e ele comentou comigo que tinha gravado um programa na Rede Globo Nordeste, marcado para passar no sábado ao meio dia. Eu não poderia perder a sua apresentação de jeito nenhum, portanto, só para assistir esse grande intérprete, não fui a barraca jogar conversa fora e beber a minha cachacinha.

Realmente o nosso amigo cantou duas músicas do Mestre Capiba e uma de Luiz Bandeira, em homenagem ao aniversário de Olinda e Recife, parecendo que estava com vinte anos de idade, deu o seu recado maravilhosamente bem, mas, até aí, como dizia mestre Viana: morreu “Zefa”.

O danado é que a apresentadora passou o tempo todo chamando-o de Violonista, ignorando que ele é considerado um dos melhores cantores do Brasil, dito inclusive por Silvio Caldas e Luiz Gonzaga e endossado por todos nós que apreciamos a boa música. 

É lamentável que a Rede Globo Nordeste desconheça a profissão desse grande cantor. Eu não estou aqui querendo diminuir quem é violonista, muito pelo contrário, o que eu fico imaginando é Rafael Rabelo, Yamandu Costa, Baden Powell, Canhoto da Paraíba e tantos outros virtuoses do violão, se apresentando num programa de televisão ou num show sendo chamados de cantores. 

R. Eu vi este programa do começo até o final e, de imediato, notei essa cagada da apresentadora.

Ainda bem que na edição da imagem, não atribuiram a Expedito a profissão de “Tapioqueiro”, mas colocaram “Músico”. Menos mal, pois isto também passa na verdade.

Veja:

expedito baracho

O programa foi em homenagem aos aniversários de Recife e Olinda, que acontecerão na próxima semana.

Na página da Rede Globo existe uma matéria que contém dois vídeos. No segundo vídeo, além de depoimentos de dois colunistas fubânico, Leonardo Dantas e Joca Souza Leão, podemos também ouvir Expedito Baracho cantando a belíssima “Recife Cidade Lendária“, de Capiba. Quem quiser ler a matéria e ver os vídeos, basta clicar aqui.

Veja só, meu caro Padre: sexta-feira passada eu conversava com o Cardeal Xico Bizerra e ele me dizia que, ao ser entrevistado numa rádio aqui do Recife, o apresentador do programa insistia em dizer que ele deveria ser Bizerro, no masculino, e não Bizerra, no feminino.

É mole ou quer mais?

Hoje em dia, tudo que não vale a pena ver ou ouvir, é mostrado e falado nas televiões e nas rádios.

Ainda bem que a Rede Globo não cometeu (ainda) este tipo de gafe com o pessoal do forró pé-de-serra, cujos programas têm sido, até agora, de excelente qualidade.

CLARIMUNDO – CURITIBA-PR

Caro Luiz Berto :
 
Há algum tempo sou aficcionado leitor do Besta Fubana e, como disse certa vez, lamento o tempo que perdi sem conhecê-lo !.
 
Hoje em dia visito-o diariamente, duas ou três vezes ao dia, cada vez mais conquistado por seu conteúdo,  com uma mistura de seriedade e leveza que melhoram o meu dia e me mantém curioso de ver o dia seguinte. Um alento à lida diária, sem exagêro !
 
Depois deste intróito puxasaquístico,  um tanto mixuruca pela sua pequenez, mas sincero, venho trazer à sua apreciação um trabalho meu, pedindo encarecidamente que o divulgue em sua democrática Besta Fubana, o que me deixaria eternamente grato e orgulhoso pela deferência. Já o consultei a respeito e vc. falou que era só mandar, sem problemas.
 
Trata-se de um conto e um lamento das agruras do estudante pobre de antigamente (e talvez dos tempos atuais), diante dos luxos e caprichos de uma comissão de formatura feita pelos mais abastados, que mandam, mas cujo acompanhamento pelos mais humildes é sempre tormentoso, face às dificuldades pelas quais passam, já que muitos estão na capital sustentados pelos pais no interior, que tiram do sustento  a manutenção dos estudos do filho na cidade grande.
 
Desculpe se me estendi nas explicações mas, em síntese. é disto que trata o singelo trabalho que estou enviando..
 
Um Abraço

R. Meu caro, você bateu na porta certa. Aqui quem manda é o leitor e este espaço está sempre aberto pra divulgar a produção dos membros da comunidade fubânica.

Muito grato pela generosidade de suas palavras sobre o JBF. E grato também pelo contato e pela audiência.

A seguir esta o seu texto transcrito na íntegra, do jeito que você nos enviou.

Disponha sempre. Muito sucesso e um excelente final de semana!

* * *

OUVIDO NA ASSEMBLÉIA

Esta é uma bisbilhotice, uma narração de fatos reais misturados com uns exageros de comportamento e de linguagem por mim colocados, a título de critica a certos acontecimentos típicos da fase de pré-formatura e à maneira de falar, que observei em certa assembléia estudantil. Na verdade uma simples reunião em sala de aula mesmo, depois de saído o professor da última aula noturna. Uma reunião, após muitas que a antecederam, para tratar de assuntos tidos como cruciais e urgentes, ou seja, decidir os detalhes do grande dia da formatura, em uma sala cheia de alunos em final de curso e talvez por isto impacientes e rebeldes, querendo acabar logo com aquilo tudo e dar as costas à faculdade, já cansados demais para suportar a ladainha chorosa do encarregado da comissão de formatura, aflito com os custos assumidos e a indolência daqueles que estavam atrasados com o depósito dos valores mensais que deveriam ter feito.
 
Não é fácil fazer com que uma turma de estudantes, alguns já com as notas para a aprovação garantidas, outros nem tanto, mas cansados da rotina de estudar a noite e trabalhar de dia, alguns por mais de cinco anos, fiquem quietos para escutar um colega que só traz queixumes, não sabe falar com calma e não tem o dom oratório.

Esta narração foi feita de lembranças do dia em que aconteceu uma das últimas reuniões da comissão de formatura da minha turma da faculdade de direito, mais ou menos em Junho de 1982.

Na ocasião, como acredito ainda se faz hoje, por cerca de um ano passamos pela fase de se juntar dinheiro para as despesas de formatura, quando foi formada uma comissão, a qual, depois da decisão dos detalhes relativos à escolha do nome da turma,  do patrono, do paraninfo,  oradores, etc.;  passou a ultimar os detalhes de custos do aluguel do local, do jantar, dos convites, do álbum de formatura, etc. para depois dividir tudo isto entre os formandos, estabelecendo a participação de cada um, a ser paga de forma parcelada mês a mês, formando-se um fundo, administrado pela comissão.

Clique aqui e leia este artigo completo »

CARDEAL JESSIER QUIRINO – ITABAIANA-PB

Meus cumpades e amigos

Com poder de verbalização da moça, conclui-se que tudo se resolve pelas vias diplomáticas.

R. Meu Poeta, se você tiver o endereço desssa moça, me mande, por favor.

Ela tem lugar garantido aqui no JBF pra ser colunista e fazer comentários.

Esta já nasceu fubânica!

CARDEAL HARDY GUEDES – CURITIBA-PR

Caro Papa Berto,
 
Dizem que na cidade de Pelotas-RS, a torcida “masculina” é grande para que o brasileiro Dom Odilo Scherer seja eleito Papa.

Não que ele tenha nascido por lá. Mas ele é da cidade de Cerro Largo, também no RS.

Assim, se for escolhido, será um PAPA GAÚCHO!
 
Grande abraço.

R. Tu tás procurando sarna pra se coçar… Ainda mais morando aí pertinho dos Pampas…

Lembre-se que o Rio Grande do Sul está em oitavo lugar entre os 10 primeiros estados na quantidade de leitores do JBF. E, dentro do estado, Pelotas é a quinta cidade em número de fubânicos. Neste ano em curso, 305 pelotenses acessaram esta gazeta da bixiga lixa.

Abra o olho e num se esqueça de proteger o pé-do-ouvido.

MONSENHOR ANTONIO FERREIRA – PALMAS-TO

Gentilíssimo Papa Berto,
 
Dizem que o homem até pra ser corno, depende de uma mulher.
 
E, para homenagear todas as mulheres do mundo, inclusive uma que pega muito no meu pé aqui no JBF, minha querida Ludymilla, peço-lhe que publique esse belo poema de Carlos Drumond de Andrade:

MULHER

Para entender uma mulher
é preciso mais que deitar-se com ela…
Há de se ter mais sonhos e cartas na mesa
que se possa prever nossa vã pretensão…

Para possuir uma mulher
é preciso mais do que fazê-la sentir-se em êxtase
numa cama, em uma seda, com toda viril possibilidade… Há de se conseguir
fazê-la sorrir antes do próximo encontro

Para conhecer uma mulher, mais que em seu orgasmo, tem de ser mais que
amante perfeito…
Há de se ter o jeito certo ao sair, e
fazer da saudade e das lembranças, todo sorriso…

O potente, o amante, o homem viril, são homens bons… bons homens de
abraços e passos firmes…
bons homens pra se contar histórias… Há, porém, o homem certo, de todo
instante: O de depois!

Para conquistar uma mulher,
mais que ser este amante, há de se querer o amanhã,
e depois do amor um silêncio de cumplicidade…
e mostrar que o que se quis é menor do que o que não se deve perder.

É esperar amanhecer, e nem lembrar do relógio ou café… Há que ser mulher,
por um triz e, então, ser feliz!

Para amar uma mulher, mais que entendê-la,
mais que conhecê-la, mais que possuí-la,
é preciso honrar a obra de Deus, e merecer um sorriso escondido, e também
ser possuído e, ainda assim, também ser viril…

Para amar uma mulher, mais que tentar conquistá-la,
há de ser conquistado… todo tomado e, com um pouco de sorte, também ser
amado!”

BISPO BIRA DELGADO – JOÃO PESSOA-PB

Meu magnífico Papa,

estaremos neste evento, voltando para casa. E como dizia o escritor Zé Américo de Almeida: “Na volta ninguém se perde”.

O meu forte e carinhoso abraço, do seu humilde servo,

R. Mostre raça, brilhe e faça muito sucesso, seu cabra doido!

* * *

CIRCUITO PERNAMBUCANO MULTICULTURAL – 8 e 9 DE MARÇO EM IBIMIRIM-PE

O Circuito Pernambuco Multicultural desembarca na cidade de Ibimirim no mês de março, prometendo agitar a população com manifestações culturais e show com grandes nomes da nossa música, como o forrozeiro Santana e o “Maluco Beleza“ Alceu Valença. O evento, que é uma realização do Ministério da Cultura (Governo Federal) e da Fundação Itaú Cultural, com o apoio da Prefeitura Municipal, está programado para acontecer nos dias 8 e 9.

Na sexta-feira (8), quem abre oficialmente o Festival é o Balé Popular de Pernambuco. Depois, quem sobe ao palco é Sérgio Boi e Cangaço. O forrozeiro Santana será a terceira atração a subir no palco e certamente fará um grande show.Logo em seguida, Bira Delgado, fará o seu espetáculo musical, com o lançamento do seu CD, intitulado Forró tem que ser assim. Quem encerra a primeira noite do festival é cantor Flávio Leandro.

A segunda noite de shows começa com o som de Mine Rock. Depois, quem assume o palco é o Grupo Pegada Pernambucana.O Festival se encerra com os shows de dois monstros sagrados da música legitimamente pernambucana: o grupo Quinteto Violado e o cantor Alceu Valença.

bira delgado

NÉLIO SANTANA – SANTA MARIA-RS

Luiz Berto:

Estou satisfeitíssimo em poder frequentar o teu blog.

O fato de ele ser catalizador de diversas manifestações culturais nordestinas (das quais só tinha conhecimento de orelhada), sua atenção em apresentá-las ao distinto público, somado à sua incontrastável vocação democrática e ao inenarrável prazer de deixar sem argumentos comentaristas que agem como bucaneiros vocacionados, tornam este um dos mais prazeirosos espaços da internet.

Mais uma vez obrigado por nos deixar entrar e ficar à vontade nesta que é a sala virtual da tua casa.

R. Eu fico ancho que só a gôta serena com tamanha generosidade. Inda mais de um leitor lá dos Pampas, extremo sul desta nação, bem distante daqui da nossa terrinha nordestina.

Meu caro, tenha certeza de uma coisa. Você não é a única pessoa de qualidade e de nível que gosta de frequentar o JBF. Assim como também temos leitores sem qualidade alguma e de baixíssimo nível. Aliás, desconfio até que estes últimos sejam a maioria…

Fique certo que até mesmo em Brasília, em gabinetes graduados do Palácio do Planalto, existem inúmeros leitores que são do time FF (Fubânicos Fanáticos). 

Dilma e o J

HOMERO FONSECA – RECIFE-PE

Camarada

A peça Roliúde (texto do locutor que vos fala e performance, sensacional, do ator carioca João Ricardo Oliveira) entrará em circuito pelo interior da Paraíba e do Rio Grande do Norte.

Se puderes dar uma conferida, garanto que vale a pena. Se ajudares na divulgação, ótimo.

O cartaz com o roteiro de cidades e datas:

R. Sucesso, Camarada!

Um cabra talentoso feito você merece. E a Nação Nordestina agradece

hf

MARCOS JEFFERSON – SANTA TEREZINHA-PE

Bom dia Papa Berto,

Para os fubânicos que, como eu, são chegado numa caninha, cachaça, bicada, manguaça, marvada, branquinha, coscorobina etc… vai ai a glosa feita em parceria com meu conterrâneo, artista plástico e grande amigo Geilson Araújo.

Clique aqui para entrar na página dele. 

Agrava a Deus todo dia,
Quem disser que bêbo é gente

Dizer que Deus fez Adão
Com toda certeza cabe
Mas o bêbo ninguém sabe
Qual foi sua geração
Só pode ter sido o Cão
Que plantou essa semente
Pois o bêbo é diferente
De tudo aquilo que Deus cria
Agrava a Deus todo dia,
Quem disser que bêbo é gente

Se tem festa num lugar
O bêbo primeiro chega
Muié morena ou galega
Tenta logo conquistar
Diz ter real pra gastar
Enche a cara de aguardente
Todo metido a valente
Chega a falar putaria
Agrava a Deus todo dia,
Quem disser que bêbo é gente

Clique aqui e leia este artigo completo »

CARDEAL PEDRO MALTA – RIO DE JANEIRO-RJ

Santidade

Para  conhecimento da comunidade fubânica, envio significativa  foto  da recente visita de uma  espanhola a Brasília.

Também na  Espanha, se pensa como no Brasil.

R. Isto é maldade, meu caro…

Renan Calheiros, Lula, Zé Sarney, Ruy Falcão, Fernando Collor, João Paulo Cunha, Henrique Eduardo Alves e Zé Genoino, fraternos irmãos político-ideológicos, vão ficar profundamente ofendidos.

image001

DEPUTADO FEDERAL HUGO LEAL – BRASÍLIA-DF

PLENÁRIO CÂMARA DOS DEPUTADOS

Logo mais, às 15h, vou realizar um pronunciamento na Câmara dos Deputados sobre os royalties.

R. Vossa Excelência mandou a comunicação pro lugar certo, senhor deputado.

Os leitores desta gazeta da bixiga lixa adoram curtir inutilidades e coisas que não valem a pena.

Tenha certeza que os milhares de componentes da comunidade fubânica irão acompanhar com emoção e interesse o vosso pronunciamento sobre assunto tão palpitante.

E disponha sempre deste espaço pra divulgar vossas fantásticas atividades parlamentares.

Deputado Hugo Leal (PSC-RJ), o homem da Lei Seca, em plena atividade na Câmara dos Deputados, é mais um ilustre político que usa o JBF pra divulgar seu estafante trabalho legislativo

ATAHUALPA YUPANKI – BOA VISTA-RR

Meu Caro, saudações!

Custumo visitar a página do JBF, sou da “Terra das Alagoas”, e sou um matuto pai-d’égua, da Lagoa Manguaba!

Surgiu-me um curiosidade: As flô de Puxinanã, de Zé da Luz, é uma paródia de As Flô de Gerematáia de autoria do poeta cearense Napoleão de Menezes.

Pois bem, fala-se de Zé da Luz e das Flô de Puxinanã em todos os endereços da Internet, não fala-se nada sobre as Flô de Gerematáia.

E ainda  as Flô de Pilão Caído, de Hermes Vieira, que é uma paródia de As Flô de Gerematáia.

E aí pergunto-lhe: Porque ninguém faz referencia a Napoleao de Menezes!

Onde le As Flô de Geremataia!

Ajude-me a saber isso.

R. Meu caro, você é um dos 66 fubânicos que acessaram o JBF nos últimos 30 dias a partir de Roraima, todos eles residentes na bela cidade da Boa Vista, capital do estado.

Esta gazeta da bixiga lixa tem leitores nos quatro cantos deste país, provando, sem qualquer sobra de dúvidas, que tem espaço pra tudo que não vale a pena ser lido na internet.

Boa Vista, capital e município mais populosa de Roraima, onde se concentra dois terços da população do estado

Quanto à sua consulta, esta é uma excelente pergunta e você bateu na porta certa pra gente resolver este mistério, meu caro. O que não falta por aqui é poeta e gente entendida em poesia.

De fato, no Jornal de Poesia, quando a gente procura As Flô de Puxinanã, um dos mais conhecidos poemas de Zé da Luz, nascido em Itabaiana, onde mora Jessier Quirino, está lá escrito que se trata de “paródia de As ‘Flô de Gerematáia’ de Napoleão Menezes”.

Aguardemos o pronunciamento dos fubânicos. Também fiquei curioso que só a bixiga lixa quanto a este assunto.

Agora eu quero conhecer também as Flô de Gerematáia!

BEETHOVEM JOSÉ DE MEDEIROS – NATAL-RN

Estimados amigos

Boa Noite.
 
Descobri  por acaso o Blog Besta Fubana, e como tenho apreciado bastante  as materias ali publicadas em especial as que tratam da cultura popular,  recomendo uma visita ao Blog
 
Um abraço.

R. Isto mesmo, caro leitor. Espalhe, divulge e boate.

Seu esforço já está trazendo resultados.

Veja só a leitora que ganhamos na cidade Jericoacoara, no litoral do Ceará, uma galega italiana veraneando na Nação Nordestina:

jbf02

VERA MOREIRA – PORTO ALEGRE-RS

Convidamos você a ler no blog de Fernando Portela a série de matérias que o jornalista redigiu a bordo do navio Funchal, publicadas no Jornal da Tarde, de 18 a 22 de abril de 1972, quando os ossos de D. Pedro I foram trazidos ao Brasil (a reportagem foi destacada em crônica de Humberto Werneck, no Estadão, por ocasião de noticiário recente, em toda a mídia, da exumação dos restos mortais do Imperador).

As reportagens de Fernando Portela são exemplares, um modelo de jornalismo literário (tema de oficina que o escritor ministrará a partir de 6 de abril no Instituto Cultural MundoMundano), publicadas também no livro “Violência e Repressão“, pela editora Símbolo (edições esgotadas).

Nos recortes abaixo, trecho da apresentação da série no livro e foto do JT.

(Vera Moreira é agente literária do escritor e colunista fubânico Fernando Portela)

TXTFUNCHAL

MARA FREITAS – NATAL-RN

Boa noite!

Sou irmã de Huytamar. Infelizmente, ele está internado na UTI do Hospital do Coração aqui de Natal/RN, em estado gravíssimo, devido a uma pneumonia. Estou atendendo o celular dele: (84) 8865-XXXX, operadora Oi.

Ele gostava muito de escrever para o Besta Fubana, por isso resolvi lhe comunicar. Há grande risco de óbito.

Obrigada!

R. Bem que eu tava desconfiado… Uma ausência e um silêncio tão prolongados não poderia ser coisa boa, em se tratando de um fubânico que dava expediente aqui diariamente. Notícia ruim danada.

Os amigos e leitores que desejarem ligar pro celular dele, me peçam o número completo no espaço dos comentários que eu mandarei via correio eletrônico.

As fotos abaixo foram feitas em agosto de 2010, por ocasião da visita do Cardeal Huytamar ao Palácio Pontifício:

gp1

Com o Papa e o Papinha

gp2

Com o Cardeal Ismael Gaião

gp3

Com os Cardeais Paulo Dunga e Ismael Gaião

JOÃO BOSCO – PETROLINA-PE

Meu papa,

aproveitando o momento e o ambiente muito propício a efemérides, eu gostaria de enviá-lo (a conta-gotas), citações daquele que como alguém muito isento já disse, “é o maior estadista do hemisfério sul”. São frases, trechos de discursos com o devido registro da fonte e a data.

Papa, coisas como por exemplo: “Se não dá para fazer dez coisas de uma vez, vamos fazer uma. Porque, se a cada ano a gente fizer uma, no final de quatro anos você terá quatro coisas feitas” (em discuso inmprovisado (2004). Num é genial?

Em tempo, o JBF já homenageou Luiz Gonzaga, em breve homenageará Vinícius de Moraes e acho que não poderíamos esquecer os 11 anos dessa verdadeira revolução petista no poder que tem transformado nosso país num gigante da ética e do desenvolvimento.
 
Seguem mais duas.
 
Eu estou com uma dor no pé, mas não posso nem mancar, pra imprensa não dizer que eu estou mancando porque estou num encontro com os companheiros portadores de deficiência.” Para os candidatos a vaga na Paraolimpíadas de Atenas (Unifolha – Camp Grande- MS de 02/12/2003). Luiz Inácio Lula da Silva
 
Queria dizer ao presidente Wade e ao povo do Senegal e da África que não tenho nenhuma responsabilidade com o que aconteceu no século 18, nos séculos 16 e 17. Mas penso que é uma boa política dizer ao povo do Senegal e ao povo da África: perdão pelo que fizemos aos negros.” Em 2005, durante discurso na Casa dos Escravos, em Dacar, capital do Senegal.
 
Meu Papa, um forte abraço

CARDEAL JESSIER QUIRINO – ITABAIANA-PB

Meu cumpade e Papa Berto I

Assisti a um filme da década de noventa, com o Luiz Berto de então contando o causo “Canindé e o agiota”, do mestre Orlando Tejo. O negócio é bom feito achar dinheiro em calçada alta. O curioso é que, na película, o cumpade tá estranho que só um desconhecido visto de costas.

Assistindo assim, quadro a quadro, lembrou-me vários personagens, com as seguintes parecenças:

- Náufrago do Mar da Cachaça
- Pulador do muro da vergonha
- Morcegueiro de caminhão
- Raizeiro
- Trocador de cavalo
- Primo segundo de D. Pedro I ou primo primeiro de D. Pedro II
- Enchedor de cu de Judas
- Modelo da Dijon de cabaré
- Personal trainer de Moreira da Silva
- AGP de barba
- Vendedor de cigarro fumado
- Desertor de navio-pirata
- Puxador de palma de palanque de ladrão
- Tirador de enxu com bafo de sovaqueira
- Locutor de oferta
- Crente-novo da igreja sertaneja…

Tudo isso e mais um pouco, sempre mantendo o tom cachacista e semvergonhista da atualidade.

Não é à toa que sois Papa.

R. Meu Poeta, fiquei ancho que só a porra com essa lista de comparações saídas da vossa privilegiada imaginação.

Mas confesso que fiquei feliz que só a gôta serena foi de ter sido comparado a “Enchedor de cu de Judas“, uma ocupação que exerci com muito prazer e alegria na minha infância, cumprindo a liturgia interiorana da Semana Santa, na malhação daquele cabra safado que traiu Jesus. Eu enchia o boneco de palha pelo furico mesmo!

Esclareço aos leitores fubânicos que esta escangalhativa mensagem do Cardeal Jessier é por conta de um vídeo contido numa postagem feita há alguns dias. Jessier me disse que no vídeo eu estou “magro que só rato de sucata“. Afinal, as imagens são de 15 anos passados, na beira da praia do litoral sul de Pernambuco. E num tempo em que fumar era bonito e dar o rabo era feio. Hoje tá tudo trocado! E eu usava uma barba mais densa do que a pentelheira de Maria Cu-de-Apito.

Bom, o fato é que vou aproveitar a oportunidade pra repetir o vídeo, atendendo a inúmeros pedidos. Foi tanta gente replicando, repassando e distribuindo na internet e no tal do feicibuk que virou uma febre.

E olhe que são pouco mais de 11 minutos de uma gravação que durou mais de 37.

Vôte!

SERGIO BUENO – GOIÂNIA-GO

Caro Papão,

estava eu lá na Austrália e senti saudade de ler o JBF.

Mesmo longe não consegui ficar sem pensar nesse viciante jornal.
 
Abração

R. O efeito viciante do JBF é um fenômeno mundial. A dependência provocada por esta gazeta da bixiga lixa se alastra mais rápido que a dependência do crack, nos quatro cantos do mundo.

Veja só este flagrante que foi feito no final de janeiro, lá onde você esteve, na Austrália.

São dois fubânicos lendo a versão impressa em inglês do JBF, numa rua de Brisbane, importante cidade da costa leste da Austrália.

jbf0302

JOSÉ DE OLIVEIRA RAMOS – SÃO LUÍS-MA

Cabras sem futuro, né não?

Damos continuidade hoje ao nosso desfile de “cabras sem futuro” e hoje damos uma passadinha no mundo feminino. Literalmente, “cabras sem futuro”!

Na foto 1 – Uma “cabra” literalmente sem futuro, vivendo na cidade nas faculidades e shoppis da vida, arresolve passar um desses feriadões na fazenda dos amigos. Tabaiadeira, se alevantou bem de manhãzinha, com o cantá do galo e, pegano num balde foi pro currá prumode tirar leite da vaca. Ela gosta de leite puro, leite mugido cuma a gente chama lá nos interiores. No premêro bicho de quatro pé que incontrô, passou a mão no bicho, sentou no banquim e “tome puxá” no qui tava pindurado.  A posição da moça no bamquim facilitô a ordenha e o bichim do animá cresceu, cresceu e cresceu. De tanto ela alisá, o bichim jorrou leite. Foi tanto leite que incheu foi o balde. Tem futuro, essa cabra?

tl

 “Moça da cidade” tirando leite de touro

Na foto 2 – Outra cabra dessas tomém sem nenhum futuro arresolveu merendá naquele lanche das 3 da tarde. Café torrado nim casa e leite puro. Leite bom, leite moreno. Arregaçô o califon e tome puxá! E tome puxá. Num demorô muito e o leite chiringô. Incheu a xírcara e daria prumode inche uma lata maior. Café puro e com leite naturá! Tem futuro essa cabra?!

vvv

Café com leite “in natura”

Na foto 3 – Vosmicê devem se alembrá daquela moça que, no ano passado fez um comentário aqui, dizeno qui tava bebendo café numa conhecida padaria lá de Palmares, com os fones de ouvido, iscutano músicas. De repente, teve vontade de peidar. Peidou! Peidou de novo, e peidou alto! Prumode disfaçá, cumeçô a se arrebolá no ritmo qui tava iscutano na música do celular. Só intão, adispois de mais um peido, se deu conta de que só quem estava iscutano a música era ela. Os outro freguês só escutaro os peidos dela. No último peido, o resultado foi esse daí. Num vô amostrá a cara dela, pois ela é muito conhecida nim Palmares. Tem futuro essa “cabra” peidona (e agora, cagona)?

eryt

A cagona de Palmares. Lembram? (clique aqui)

CARDEAL BRÁS COSTA – LUGANO – SUIÇA

Santidade e meu único papa, (Já que Bentão pediu pra mijar e saiu)

Lhe escrevo para solicitar um privilégio: Esta foto do meu pai que no último 27.02 de 2013 completou 95 anos. A festa faremos dia 28 de julho no terreiro lá de casa, se sua santidade me desse a honra de estar presente, não caberia no meu terreiro a felicidade.

Estarei no Brasil nos primeiros dias de julho e farei a já tradicional visita no seu palácio apostólico e prestarei contas do meu serviço cardinalício na Europa.

Com o devido respeito de sempre

R. Pra quem ainda não sabe, o Cardeal Brás, da Igreja Sertaneja, é Padre na Igreja Romana, de Bentão. De mesmo. Esta fazendo seu doutorado em Teologia e difundindo a ICAS em terras helvéticas.

Meu ilustre Cardeal, saiba que é sempre uma alegria renovada receber você aqui no Vaticano sertanejo.

Os clérigos residentes no Recife já estão convocados pra participar da festa etílico-gastronômica que iremos fazer durante a sua perigrinação ao Palácio Pontifício, em julho próximo. E aí combinaremos os detalhes da festa lá no sertão.

E aqui está a foto do seu pai, uma figura quase centenária, mas rígida como um pé de pau da caatinga sertaneja. Que coisa bonita!

Depois você conta pra gente qual a marca desta aguardente que ele está tomando em dose reforçada…

ppbbr

CARDEAL BERNARDO – MACEIÓ-AL

Mestre Papa,

depois que renunciaram o Bentão, o que mais tem aparecido aqui no DS é noviça demitida lá do vaiticano a procura de asilo e da quinturinha do sol do nosso Nordeste.

Como a lotação está pra lá de esgotada, rogo a Vossa Santidade que nos ajude no remanejamento das suplicantes.

Com os respeitos do Cardeal.

R. Num adianta… num tenho mesmo como subir o nível deste jornal escroto..

Vejam só o que esse povo manda pra cá.  Eu só publico porque não tenho saída.

Vôte!

CARDEAL ISMAEL GAIÃO – RECIFE-PE

Santíssimo Papa Berto I, futuro substituto do Papa Bento XVI,

como está se aproximando o aniversário da “Revolução de 1964″, veja o que o blog Sintonia Fina anda falando sobre o Regime Militar no Brasil. (clique aqui para ler)

Que maldade, não acha?

R. Como eu conheço muito bem o meu eleitorado e sou macaco velho, posso assegurar que entendi perfeitamente bem o que está por trás deste “que maldade, não acha?”,

Já que você me perguntou, respondo sugerindo a leitura de alguns textos que escrevi aqui no JBF sobre o assunto. Sobre o golpe de 64, sobre seus feitos e sobre algumas de suas principais figuras.

Repito estas postagens por uma razão. É o seguinte: como eu faço oposição ao PT, ao Presidente Adjunto Lula e à Presidenta Dilma, que são considerados “de esquerda” pelos seus adoradores, muita gente me rotula de “reacionário e direitista“. Além de cegos, não prestam atenção nos sons e nas palavras ao seu redor. Pior pra eles.

Há poucos dias um colunista publicou um texto se proclamando “reacionário” e dizendo que disso tinha orgulho. Aí um outro colunista, zisquerdista, botou lá um comentário dizendo que o seu colega escrevera aquilo pra me agradar e me puxar o saco. Notou a sutileza? Pois é. São os ossos do ofício de editor.

E ainda tem um detalhe curioso: a turminha da direita que lê o JBF, me toma por “aliado”, principalmente os que conheceram esta gazeta há pouco tempo e ainda não tiveram oportunidade de ler minhas opiniões sobre estas duas excrescências chamadas de esquerda e direita. E também não conhecem ainda minhas opiniões sobre o golpe militar de 64.

O pessoal da direita que lê o JBF me manda toneladas de material diariamente, cada coisa mais absurda que a outra, supondo que eu concordo. Tem uma entidade cujo nome já diz tudo: Em Direita Brasil. Que parou de enviar matérias porque eu não publiquei nada dos textos recebidos. Ou seja, num é só a turminha canhota que vive com a cabeça nas nuvens e que não enxerga nada. O pessoal da direita não fica nada a dever aos seus congêneres da esquerda. Vou citar só um exemplo, apenas um.

Veja só o absurdo que me mandaram ontem, uma montagem feita pelas viúvas saudosas da ditadura militar e dos anos de chumbo:

É mole ou quer mais? Repito: esta montagem aí de cima é apenas um exemplo. Todo dia chega um monte de disparates por aqui. Por oportuno, e já que estamos diante das fotos de cinco generais, veja este trecho de um comentário fresquinho, postado no dia de hoje por um leitor:

“Por isto a esquerda demoniza o presidente Médici, chamando o seu governo de “anos de chumbo”. Por isto a esquerda quer apagar o nome Médici dos logradouros e da história do Brasil.”

Isto pelo lado direito. Pelo lado esquerdo, eu faço apenas uma pergunta: quantos neurônios tem um sujeito que idolatra o regime totalitário cubano e que acha certo a selvageria que fizeram com a blogueira Yoani no Brasil? Tem a mesma quantidade do sujeito que fez a montagem com a cara dos cinco generais. Os dois adoram ditaduras.

Que tipo de merda tem na cabeça um sujeito que diz que Lula “foi o maior presidente que o Brasil já teve”? É o mesmo tipo de merda que existe na cabeça de quem prega a derrubada do gunverno petista por um golpe militar e não pelo voto e pela via democrática.

Bom, o que eu acho mais importante é o seguinte: fanáticos dos dois extremos frequentam esta gazeta da bixiga lixa e aqui falam e dizem tudo o que pensam. Não há cortes ou censura por motivos político-ideológicos. E esta linha editorial será mantida enquanto possível for. Enquanto o PT não conseguir aprovar a “regulação da mídia”. E eu fico numa alegria arretada quando recebo cacetadas dos dois lados, conforme seja o assunto em questão. Meu sádico coração fica em festa quando consegue incomodar os dois extremos.

Vou repetir agora e, tenho absoluta certeza, terei que repetir em breve futuro, alguns textos meus sobre o golpe de 64, esquerda, direita e coisas correlatas. Garanto a você, meu nobre Cardeal, que são bem mais contudentes e ferinos do que este texto que você me mandou. São apenas alguns textos. Existem muitos outros mais que já escrevi sobre o assunto. Oportunamente eles serão repetidos.

Pra ler, é só ir clicando nos itens abaixo: 

1 – No Lixo da História

2 – A Entrevista do General

3 – A Foto de um Tempo Brasileiro

4 – A Encarnação do Terror

5 – Meu Amigo Henrique

CARDEAL JESSIER QUIRINO – ITABAIANA-PB

PÉ DE FLANDRES, FANTASIAS & QUASE TUDO EM GERAL

Meu cumpade e Papa Berto I

Na obra de duplicação da BR 101, Recife / João Pessoa (exatamente no município de Goiana), estão fazendo o alargamento de goela de uma ponte e o trânsito anda mais devagar do que enterro de rainha.

Uma via da estrada está bloqueada e só passa uma fiada de carro por vez. De relógio contado, já esperei de trinta minutos até uma hora e quarenta e cinco na fila-de-ir-pra-casa.

O engraçado nesse mundé engarrafado é sortimento dos ambulantes circulando no minhocão-de-estrada: água, pipoca (da doce e da salgadinha), cavaco-chinês, refrigerante, confeito, biscoito, bolo, castanha, amendoim, cigarro, brinquedo de criança (cata-vento e iô-iô); aqueles tapetes de bolinha pra espinhaço de motorista; capa de volante, capa de celular, gente recolhendo latinha, e, acredite se quiser, moto-táxi que orienta o desvio na cabeleira das canas.

Na boquinha da noite tem chá de canela, café, tapioca quentinha num forno de isopor e lanterna portátil (da média e da miudinha). Agora, meu cumpade, duas curiosidades: há quinze dias, vi um ambulante vendendo fantasia de carnaval, e lá no local, ainda tem um funileiro com canecos, bules e funis pendurado numa árvore que é ver um pé de flandres. 

Se for mentira eu estopore. Não dá pra fotografar, tem que ser filmado.

R. Já vi pé de tudo quanto é coisa em cima da redondura do mundo.

Até mesmo pé de pica, feito o que aparece na foto aí embaixo.

Mas pé de flandre é a primeira vez que oiço falar na minha vida.

Vôte!

CARDEAL DEMA – MACEIÓ-AL

Santissímo Papa Berto I e único de fato e de direito na face do planeta …
 
Com o advento da vacância do papado de Bentão e antes que ele cisme de renunciar a renúncia, segue a indicação do meu sacrossanto canditado.

Sds., Abs.,

Bentão encafifou-se com mordomos, mordomias e outras patifariazinhas do seu opulento reino, que nunca foi o Reino de Deus, e abriu da parada.

Desceu da cruz, no popular, frocou!!!

Não é mais aquele vigoroso Herr Hatizinger da Juventude Hitlerista dos idos de 1940; hoje, um santo homem. Santíssimo!!!

Pipocada a notícia renunciante de Bentão a galera deste supercatólico e imenso brazilzão se agitou; tem uma turminha doida pela bocada.

Sendo assim, dois candidatos naturais e de peso afloraram, por aqui: Papa Berto I&U e o nosso querido perfumado e bufão rei – elle, nosso deus de plantão, lullalau -. Berto, em sua sabedoria e pragmatismo já falou e disse: – ‘Prefiro comandar minha esbulefada Igreja Sertaneja – ICAS e não saio de Palmares, nem à pau!’

É importante destacar que o emérito cardinalato da ICAS, também, poderia ser contemplado nessa momentosa escolha. Desde já, é bom que se diga e espalhe, os Cardeais Bernardo, Carlito e Huytamar foram barrados de ofício, pelo santo-ofício icasiano. Essas três feras, mem pensar, têm aquela cara de agnósticos e são grandes putarólogos juramentados.

untitled

Destarte, elle se ouriçou todo e foi logo tirando uma licença(remunerada, é claro!) do cargo de deus da república ptrálhica e dizendo: – ‘Bem quieu póço dauma mãozinha pru cunpamhêru Bentão e assumi o treco já no dia 31 de mauço.’ O mundo e o submendo da prtralhada exultaram, o omi, nosso rei/deus será coroada Papa Luiz 51. 51 mesmo, sem essa frescura de LI – Papa Luiz LI(?) – o 51 lhe dará mais um bom cachê e uma cachaçaria extra em Castelgandolfe.

Afinal, cantaremos à plenos pulmões: Habemus Papam! Papa Luiz 51!!!

28 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

DON PABLITO – FORTALEZA-CE

Cara Papa Berto

Talvez Vossa Santidade já conheça.

Mas recebi este link como propaganda de camisinha tocada nas emissoras de radio de Quixeramobim.

Vale a pena ouvir

R. Esta gazeta da bixiga lixa, sempre engajada nas boas causas, coloca no ar o áudio que você nos enviou com muito gosto.

Na verdade, este comercial é tocado na rádio de Palmares o dia todo, pois foi elaborado dentro da meta do sistema de saúde “quase perfeito” e numa linguagem accessível ao povão,  conforme os princípios que norteiam a filosofia administrativa dos nossos gunvernantes.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

26 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JOSÉ DE OLIVEIRA RAMOS – SÃO LUÍS-MA

Cabras sem futuro, né não?

Continuamos tentando exercitar o raciocínio e o humor dos fubânicos, seguindo na apresentação de muitos “cabas” e “coisas” sem futuro.

Na foto 1 a coroa que num quer conversa com o equilíbrio da natureza, tá tentando arrancar a cadelinha da pajaraca do cachorro. Será que ela num sabe que ali tem uma “cruzeta” que só é desfeita quando os dois animais chegam “nas nuvens”, garantindo mais uma barrigada? Qual é mal que esse casal de animal tá fazendo para essa velha mexeriqueira?

Qual é o “dano” que o casal petista do Palácio do Planalto ta causando pra essa sem futuro?

Na foto 2, algum pai aloprado disse para esse moleque sem futuro, que é bom passear de trenó. Achando que tá nos Alpes, o menino sem futuro faz uma adaptação do transporte preferido o Papai Noel. Um peixe de plástico substitui as renas e uma cadeira imprestável substitui a “mala” dos presentes. Tem futuro um “felinha” de uma égua desses?

Tem futuro um moleque igual a esse, andando de trenó na praia? Repare no “trenó” do carinha!

Na foto 3, muito preocupados em controlar o aumento da população, os gestores chineses largaram de mão qualquer tipo de preocupação com a administração do trânsito e do aumento de carros. A foto é de uma auto-estrada num dia de trabalho. Não pense que é num feriadão, tampouco que essa é a Rodovia dos Imigrantes, “nim” Sunpaulo. Tem futuro, uma solução para isso?

 Qual é o futuro dessa auto-estrada da China?

26 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JANICE LEITE – RECIFE-PE

papito:

esta médica do paraná seria uma solução pra muitos problemas bananicos.

xêros e xêros

R. Vôte!

Chega me deu um calafrio.

Te dana!!!

26 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

BISPO MAURINO JÚNIOR – PAULO AFONSO-BA

Machadiano, Andradeano, Bandeiriano, Poético Papa Berto!!!!

Sua Santidade Santíssima, estamos no ano do centenário do poetinha Vinícius de Moraes.

Em 19 de outubro é o aniversário desse cabra de fibra e eu gostaria de saber se a Vossa Magnitude Magnânima irá postar aqui as músicas e as obras do Velho Saravá.

Se por acaso a Sua Santidade Papal não tiver os arquivos em mp3 eu enviarei toda a obra ao seu endereço Papal aí no Palácio da Pândega Pontifícia!!!

Um abraço e um Ósculo Santo desse seu Bispo devotado!!!

R. Excelente idéia!

Pois pronto, seu cabra: você já está nomeado pra gerenciar este projeto.

Faça a seleção das músicas, cada uma com um texto ou alguma informação, se for o caso e se for necessário, que eu irei publicando. Aqui mesmo na seção de cartas. Uma música de cada vez.

Mãos à obra! 

26 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

DIDEUS SALES – ARACATI-CE

Caro Berto,
 
Bom dia!
 
Este texto compõe o livro LUIZ GONZAGA – Muito Além de Um Sanfoneiro.
 
Poético abraço

* * *

Luiz Gonzaga – Muito Além de Um Sanfoneiro

Dia treze de dezembro
O mais extraordinário
Cantador e sanfoneiro
Que se tornara lendário
Por seu dom e sua saga,
O gênio Luiz Gonzaga,
Se tornara centenário.

Expoente da sanfona,
Arauto da alegria,
Mensageiro do Nordeste,
Apóstolo da melodia.
Nasceu o guri peralta
No dia em que se exalta
A virgem Santa Luzia.

Luiz Gonzaga nasceu
Na fazenda Caiçara
Em Exu, no Pernambuco,
De cor parda e mente clara,
Saiu de lá muito novo
Pra poder brindar o povo
Com sua criação rara.

Desde a infância mostrou
Para música vocação,
Aos oito anos fez sua
Primeira apresentação,
Com elegância e ternura
Mostrando desenvoltura
Pra futura profissão.

Clique aqui e leia este artigo completo »

25 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

NELSON LIMA – CARUARU-PE

Bom dia amigo,

Parabéns pelo Jornal Besta Fubana.

Me chamo Nelson Lima e sou membro da Academia Caruaruense de Literatura de Cordel, da qual sou 1º secretário.

Gostaria se possível que o amigo divulgasse no seu jornal meu modesto site, que versa sobre cordel e teatro. Segue uma arte em anexo.

Qualquer coisa estamos a disposição.

R. Bateu na porta certa, meu amigo. Arte e cultura popular é aqui mesmo no JBF.

Grato pelo contato e pela força.

Desejo sinceramente que você faça sucesso e que sua iniciativa tenha o reconhecimento que merece.

Os fubânicos que quiserem conhecer a página do leitor Nelson Lima, basta clicar na ilustração abaixo. Garanto que vale a pena.

25 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PADRE GLÁUCIO CAMPOS – RECIFE-PE

Bom dia Santo Papa Berto!
 
Bom dia irmãs e irmãos da ICAS!
 
Quero agradecer a minha nomeação ao posto de Padre, bem como as mensagens de boas vindas que recebi. Muito obrigado!

E para quem ainda não me conhece, solicito a gentileza de publicar o meu auto retrato que segue anexo. 
 
Aquele abraço!

R. Eu canso de dizer e ninguém acredita: isso é o jornal mais escroto que existe no mundo.

Vejam só o que ele nos mandou:

24 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

DON PABLITO – FORTALEZA-CE

Coloquei uma banheira de hidromassagem no jardim de minha casa no meio do ano passado. Deste ponto em diante os vizinhos pensam que têm um convite aberto para usá-la sempre que quiserem.
 
Um noite estávamos tentando aproveitar o jantar e todos os vizinhos estavam na banheira de hidromassagem fazendo a maior algazarra, gritando para eu me juntar a eles ..

Como é que pode?  Meus vizinhos me convidando para eu entrar em minha própria banheira?

Ontem à noite eu queria ir para a cama cedo, e lá no meu quintal os vizinhos dando uma festa . ‘Venha!’ gritaram  para mim .. Eu só queria dormir cêdo. Caramba!

Minha esposa quer que eu diga alguma coisa para eles, mas eu disse,  ‘Não.’. Eu não quero ofendê-los.   Nós apenas temos que aprender a tolerar o seu comportamento rude.


 
Meus vizinhos!

24 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SILVIO DE BARROS PINHEIRO – SANTOS-SP

Os boçais, os dejetos, os fedidos da laia dese tal de Aldo Jr. estão começando a cansar.
 
Essa sucessão de ataques contra o PT, muitissimo longe de demonstrar alguma preocupação com o Brasil, só mostra que esses f.d.p não toleram o fato de um torneiro mecânico ter sido eleito Presidente da República. É só preconceito dessa corja que se julga “elite”, mas não passam de trouxas, de capachos, de pusilânimes.
 
No caso do cartaz do boçal aí abaixo, a coisa é simples: Se o canalha FHC tivesse conseguido trazer a Copa para o Brasil, a ‘capachada’ da laia desse tal de Aldo estaria aplaudindo aos delírios. Como foi o Lula, só se escutam latidos desses pulhas.
 
Eu sempre digo que essa manada de fedidos ainda vai comer muita merda. 

R. Meu caro leitor, me mate uma curiosidade.

Esse tal de Aldo Jr., além de vagar pelas ruas carregando cartazes com mentiras e calúnias, o que mais ele faz na vida?

É Enxugador de Gelo, é Azeitador do Eixo do Sol, é Ensacador de Fumaça ou é Encangador de Grilos?

Fiquei muito curioso mesmo, confesso a você.

23 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MARCELO DE PIETRO – SÃO JOSÉ DO RIO PARDO-SP

Caro Berto

Como leitor assíduo do jornal Besta Fubana, recebi um e-mail no qual estão várias conversas da sra Rose (amigada de Lula) e acho que os leitores da Besta Fubana gostariam de ouvir.

Se você achar conveniente publicar o endereço no jornal, aqui vai.
 
Um abraço

R. Meu caro, esta bela história de chifres, protagonizada pela Marquesa de Garanhuns e por Lapa de Mitômano, é um enredo de pornografia tão pesada que chega faz inveja aos cineastas de putaria dos isteitis. Aliás, já tem mais de 90 dias que o Redentor, não caga uma única palavra sobre o assunto. Logo ele que gosta tanto de discursos, entrevistas e declarações. Ultimamente ele só tem falado pra platéias domesticadas e do curral, como aquela que estava na festa de aniversário dos 10 anos de gunverno petralha.

Um amigo meu me contou que seu filho adolescente se tranca no banheiro com o computador pra bater punheta ouvindo os diálogos de Rose com o resto da quadrilha, corrompendo, sendo corrompida, traficando influência e se locupletando junto com o resto do bando. É sacanagem de primeiríssima qualidade!

Adolescente se preparando pra bater uma enquanto escuta a ponografia pesada contida nas fitas com as conversas de putaria corrupcional da Marquesa de Garanhuns

Quem quiser ouvir o material pornográfico que nosso leitor do interior paulista nos mandou, basta clicar aqui. Os fubânicos da banda decente deztepaiz, ao invés de ficar excitados, vão mesmo é ficar putos e indignados.

Já os fubânicos que aplaudem a banda podre, vão dizer que quando escutam falar em “banda decente” eles escondem a carteira. Claro: quem defende Renan Calheiros e Zé Dirceu acha que o resto do mundo é todo composto de guabirus.

23 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MARCOS JEFFERSON – SANTA TEREZINHA-PE

ATENÇÃO!!!

O ministério da fubanagem adverte.

Quando o “Careca sem braço” estiver cansado da labuta e a catuaba com ovo de codorna não resolver, cuidado com o danado do “azuzim”.

O VELHO E O AZUZIM

Seu Honório Serrador
Dia tava com saudade
Dos tempo de mocidade
Quando era namorador
Ai ligou pra um gigolô
Contratou uma quenga de luxo
Mas seu pintim vivia muxo
E com o passar dos dia
A única coisa que crescia
Era o tamanho do seu buxo

A solução no entanto
O velhinho já conhecia
Foi na farmácia Santa Maria
Chamou o atendente num canto
Disse:  tou com um problema e tanto
Não subo mais o bigulim
O atendente disse “isso é ruim”
- Mas é problema resolvido
- Tome esses comprimido
Era uma caixa de azuzim

Clique aqui e leia este artigo completo »

23 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CARDEAL HARDY GUEDES – CURITIBA-PR

A LÓGICA DO DIRETOR DO CORINTHIANS
 
Caro Papa,
 
Assisti, agora há pouco, uma entrevista dada por um diretor do Corinthians, dizendo que a culpa pelo incidente no estádio era da polícia paraguaia, que não fiscalizou a entrada do sinalizador, que era proibido.
 
Acho, até, que uma parcela da culpa pode ser por falta de fiscalização, embora seja muito difícil fiscalizar todo mundo que entra num estádio de futebol, especialmente quando são numerosos e andam em bandos. Entrar num estádio com armas, foguetes, sinalizadores ou outra coisa qualquer que possa causar lesão a terceiros, proibido ou não, quem tem bom senso e não está a fim de machucar ninguém não leva.
 
Eu comparo isso a quem bebe antes de dirigir. A culpa do cara beber e dirigir é de quem vende a bebida alcóolica ou do guarda de trânsito que deveria ter fiscalizado antes do cara sentar ao volante? Claro que não! A culpa do crime com o sinalizador é de quem o levou para o estádio e mirou na torcida adversária. Se o projétil tivesse sido lançado para o alto, machucar alguém até poderia ser fatalidade. Lançado em direção à torcida adversário é um ato delberado de quem quer matar.
 
Só faltou o diretor do Corinthans dizer que a culpa era da vítima que não deveria ter ido ao campo assitir ao jogo.
 
Acho que a punição ao Corinthians foi pequena e leve: jogar sem torcida os jogos em que for mandante. Deveria ter sido eliminado da competição. Assim, a própria torcida do Corinthians, de outra vez, ela mesma irá fiscalizar os integrantes e demais pessoas da torcida.
 
Certa ocasião, vi um rapaz jogar algo no campo e a torcida do seu time partiu para cima dele e caiu de pau para que ele não fizesse mais aquilo e prejudicasse o time. Acho até que entregaram o cara à polícia.
 
Punições leves não levam a nada. A diminuição de acidentes com mortes nas rodovias federais, durante o carnaval, foi por conta da TOLERÂNCIA ZERO. Essa mesma TOLERÂNCIA ZERO precisa ser levada aos estádios de futebol.

Um abraço 

 

23 fevereiro 2013 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JOSÉ CALVINO DE ANDRADE LIMA – RECIFE-PE

Liberdade de Expressão

“… Mas o desespero é tamanho, que
quando sonhei, pensei que estavam
mijando petróleo.”

Joseph Ratzinger (o papa Bento XVI) renunciou ao papado declarando que o fazia “pelo bem da igreja”, mas será que não foi por ter dito ao clero que “estariam instrumentalizando Deus”? Me veio à memória o caso do padre Vito Miracapillo expulso do Brasil por vários motivos, entre eles por questionar a “não independência do povo”, quando em 1980 recusou-se a celebrar a missa de 7 de setembro. Na ditadura militar teve padres enquadrados na Lei de Segurança Nacional, que envolveu Estado & Igreja, povo e autoridades civis e militares. O ex-padre Reginaldo Veloso, por exemplo, autor do hino “Vito, Vito, Vitória”, em homenagem ao padre italiano, no ano de 1989, foi suspenso das funções sacerdotais pelo então arcebispo de Olinda e Recife, dom José Cardoso Sobrinho. Ex-Pároco do Morro da Conceição, Reginaldo foi punido por não seguir o pensamento da igreja no estilo romano, mais centralizada em sua hierarquia e que orientava que padres não se envolvessem politicamente. Em solidariedade ao religioso, os fiéis tomaram a chave da igreja cantando:

“ A chave, a chave, a chave eu não dou, a chave é de Pedro que é pescador…”

E foi preciso a polícia intervir, uma vergonha! Na verdade, até hoje não vejo organização nenhuma que lute pelo estado laico e pela separação efetiva entre governo e religião.

Quando publiquei o meu terceiro livro “ O Cristo Mulato”(1982) ele não agradou, é claro, nem ao governo militar, nem à igreja. Nele, eu mencionava: “(…) Se o povo soubesse a força que tem, ah! Só bastaria a metade daquele povo que acompanha o Clube Carnavalesco ‘O Galo da Madrugada’, que sai do Recife nos carnavais arrebanhando uma multidão incalculável, para se rebelar contra este desgoverno…” Fiz também diversos trabalhos no ITER (Instituto de Teologia do Recife), extinto em setembro de 1989, por decisão do Vaticano! O instituto foi acusado, pelos setores mais conservadores da Igreja, de adotar a linha marxista e era voltado à formação com base na Teologia da Libertação. O ITER foi criado em 1968, não agradando à “Santa Inquisição”.

Não pretendo aqui escrever uma obra teológica ou tomar partido em conflitos religiosos, mas jamais poderei ser privado de minha liberdade, pois estou escrevendo universalmente com ousadia “Jesus”. Sem medo, sempre denunciei as injustiças sociais.

Domingo, 17 do corrente, houve um evento promovido nacionalmente pela Sociedade Livres Pensadores, em Olinda, pregando a maior integração entre os que vivem o livre pensamento, o respeito, a liberdade de expressão, etc. Com entrada franca, aproveitei o ensejo e fui distribuir gratuitamente 50 livretes da dita obra. Pasmem com o que aconteceu! Na ocasião, fui impedido de exercer meu direito democrático de divulgar meu trabalho por ateus ignorantes e preconceituosos igualmente ou talvez pior do que alguns grupos religiosos. A decepção foi grande. E ainda dizem que são discriminados. Eu, hein?!

 Foto: no alto, sala dos alunos do ITER. Crucifixo de madeira ao lado do retrato de Che Guevara (foto do autor, ano/84). Embaixo, crucifixo entre os retratos de Jesus Cristo e Che Guevara (foto de Maura Correia, ano/1984)


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa