23 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

HENRIQUE DEJA TEIXEIRA – SÃO PAULO-SP

Prezado Berto,

Em virtude da situação calamitosa que vive o Brasil, penso ser necessário, por parte das pessoas de bem, todo esforço no sentido de esclarecer os incautos sobre a situação vexatória da política brasileira.

Acordei, e, como toda manhã, além de ler o Jornal da Besta Fubana, procurei outros textos.

Encontrei este, e o envio a você. Creio que seria um ótimo post para o seu blog.

Grande abraço.

R. Meu caro, ainda bem que você declara que, além do JBF, costuma ler também outras páginas todas as manhãs.

Ler única e apenasmente esta gazeta escrota não é recomendável pra pessoas sensatas e equilibradas.

É bom mesmo variar e acessar artigos decentes, textos úteis e reportagens que valham a pena.

Quem quiser ler o texto que nosso prezado leitor paulistano nos mandou, basta clicar aqui. Advirto: vale a pena.

Grato pela remessa e pela audiência.

Abraços e uma excelente semana.

JBF no banco

Jornal da Besta Fubana: nas bancas e nos bancos do mundo todo

22 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SONIA REGINA – SANTOS-SP

Boa tarde Sr. Luiz

Lembra daquela besteirada toda que a impressa informou sobre as lambanças na Petrobras?

Já descobri o verdadeiro motivo, o vídeo abaixo é a maior prova.

Um abraço.

R. Vocês me arranjam cada uma…

Vôte!

22 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

LUIZ LEAL – CASIMIRO DE ABREU-RJ

Berto,

Com a provável derrota do PT, o Edificio Sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, cheira à merda.

Todos estão cagados!

Os covardes que espetavam a estrela vermelha petista no crachá – só para puxar o saco, já que nem eram petistas – agora batem em retirada e apagam seu HD.

Antes, todos eram patriotas e guardiões do maior bem do país.

Agora, fogem como os oficiais da Gestapo no cerco à Berlim.

Lembro do filme “Bastardos Inglórios”!

flt

Veja o e-mail que recebi de um colega da ativa:

“Estive esta semana com alguns colegas da Petrobras.

O que me falaram é que o clima está pesado. Muitos já não usam suas estrelinhas do PT nas camisas ou nos crachás, como era comum.

Outros, aproveitando o Plano de Demissão Voluntária, estão saindo o mais rápido possível. Todo mundo virou suspeito.

O Gerente Executivo do Pré-Sal, está saindo no próximo mês. Muitas versões sobre esta saída.”

R. Lamento começar dizendo que não concordo com a “provável derrota do PT“, a frase com que você iniciou a sua carta. Num tá tão provável assim, na minha avaliação pessoal.

Agora, se você dissesse “com a certíssima derrota do Brasil e a vitória de Banânia“, aí eu estaria plenamente de acordo. Sutilezas, sutilezas…

Meu caro leitor, como você é aposentado da Petrobras, e tem uma vida inteira de dedicação à empresa, deve estar por dentro de muita coisa que nós outros, os mortais comuns, não estamos a par. Vou aproveitar a oportunidade pra fazer uma consulta.

É sobre mais um tolôte que está voando pelos ares, após o estouro do esgoto na empresa.

É o seguinte: o ex diretor de Serviços e Engenharia da Petrobras, Renato Duque, esta simpática figura que aparece na foto abaixo, foi um dos vários nomes denunciados pelo detonador Paulo Roberto Costa, o homem-bomba que revelou ao mundo a existência do Petrolão.

P

A consulta que lhe faço é a seguinte: um informante fubânico me garantiu que este Duque é apadrinhado e foi indicado por Zé Dirceu, atualmente atrás das grades, condenado com sentença transitada em julgado.

Mais que que apadrinhado: me disseram que Duque é concunhado de Zé Mensaleiro, Herói do Povo Brasileiro e ídolo do fubânico gunvernista Senil Precoce.

Me diga: esta informação é verdadeira???

Ou é tão mentirosa quanto aquela notícia dizendo que os carteiros entregam 5 milhões de panfletos do PT em São Paulo, uma calúnia que Dilma já desmentiu?

Nos esclareça, por favor.

21 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

BRÁULIO DE CASTRO – OLINDA-PE

Papa Berto,

passei a vida inteira pagando seguro saúde, mas depois de velho a mensalidade chegou a um ponto que não dá mais pra manter o plano, justamente quando a gente mais precisa.

Enquanto isso eu vejo um bando de corruptos sendo atendidos pelo Sírio Libanês e outros hospitais de ponta da nossa Bânania.

hospital_sirio_libanes

A minha revolta não é porque estou sofrendo nas filas do famigerado SUS, mas sim, por ver o dinheiro do contribuinte indo pro bolso dos ladrões, enquanto a nossa saúde chegou no fundo do poço.

Segue uma marchinha na voz de Kayto, pedindo a mulher que em caso de ter que me socorrer com urgência, me leve logo pra “Amaro Bocão”.

R. É o tipo de situação revoltante e que me deixa indignado, completamente emputiferado com essa corja que gunverna Banânia.

Eu só queria ter a felicidade de ficar sozinho, frente a frente, com cada um destes guabirus que roubam dinheiro da saúde pública, nós dois trancados num quarto a prova de som, eu com uma tabica feita do galho de uma goiabeira, e o corrupto amarrado num tronco, de joelhos.

Ah, como eu queria que este meu sonho se materializasse…

hphp2

Informo aos leitores de outras plagas que a expressão “Amaro Bocão“, usada por Bráulio em sua carta, é um apelido que o povo irreverente e sacana aqui do Recife – que faz galhofa até com a morte -, botou no nosso maior cemitério, o Cemitério de Santo Amaro.

Cada cova aberta é o bocão de Amaro aguardando mais um desinfeliz…

Em seguida, vamos ouvir o frevo “Não me leve pro hospital“, composto pelo talentoso fubânico Bráulio de Castro, na voz do cantor pernambucano Kayto.

E fique certo nosso querido compositor que ele vai viver ainda muitos e muitos anos, um tempo de vida longo o suficiente pra ver muito ladrão batendo as botas. Lembre disto: minhas pragas são sempre certeiras e pegam que só a porra!

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

20 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MARCOS MAIRTON – FORTALEZA-CE

Papa Berto,

pesquisando material para postar em meu site Mundo Cordel, deparei-me com o vídeo abaixo, que propaga o Cordel da Regulamentação da Comunicação.

Achei o vídeo de boa qualidade, mas me chamou a atenção o cordel ser todo rimado em “ão”, rima que normalmente se evita, assim como a rima em “ar”, por serem consideradas pobres.

Mas, no caso, pode ter sido de propósito, para chamar a atenÇÃO para a quesTÃO da regulamentaÇÃO da comunicaÇÃO. Essa é a minha dúvida.

Como aqui no JBF tem especialista em tudo, e muitos conhecedores da nossa cultura, gostaria de saber se algum fubânico sabe mais detalhes sobre esse cordel.

Para quem não quiser ver o vídeo, segue o texto. Peguei no site Para Expressar Liberdade, onde consta que o cordel trata da peleja comunicacional de Marco regulatório e Conceição Pública na terra sem lei dos coronéis eletrônicos, por Ivan Moraes Filho, com mote de João Brant e contribuições de Ricardo Mello:

Não sei se tu já pensasse
ligando a televisão
Num dia desse qualquer
xingando a programação
Sentada no seu sofá
Numa preguiça do cão

Por que tudo é tão igual?
Como as pessoas não são
Sempre o mesmo sotaque
é quem dá informação
E se alguém fala ‘oxente’
pode ver que é gozação

Pega o controle remoto
vai de botão em botão
procurando um bom debate
ou uma contradição
pense num troço difícil
nessa radiodifusão

Agora liga teu rádio
e presta bem atenção
vai girando o pitoquinho
ouvindo cada canção
duvido que tu encontre
som da tua região

Clique aqui e leia este artigo completo »

20 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

BERNARDO – MACEIÓ-AL

Mestre Papa,

depois de receber inúmeras recomendações quanto as postagens deste velho Cardeal, mando uma que é um exemplo a ser copiado por todo clero da ICAS.

Aqui no DS, tudo o que se consome é criado ou plantado no terreiro. Começamos pela criação de patos.

Com os respeitos do Cardeal.

R. Um quadro belo e tocante.

O reino animal na sua exuberância: patos comendo na mão da poltranca.

PTS

20 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

XICO BIZERRA – JABOATÃO DOS GUARARAPES-PE

Meu Papa, parece brincadeira mas não é.

Se é que ainda dá tempo, boa notícia para os indecisos sobre em quem votar para Deputado Estadual: transferir o título para Sergipe e votar em Peidão.

Isso mesmo: Peidão.

Foi candidato a Vereador em Nossa Senhora do Socorro/SE mas não conseguiu eleger-se.

Votaria nele se ele prometesse não soltar pum no elevador e se instituísse a Bolsa-PUM permitindo a todos fazê-lo sem recriminação (menos no elevador, claro).

R. Meu Cardeal, a última vez que ouvi falar no ilustre político Peidão, foi quando ele se candidatou a vereador, conforme Vossa Eminência lembra em sua mensagem.

Foi em 2010, ano em que Peidão despontou pro anonimato.

peidao

Sei dizer que, naquela ocasião, Peidão teve 41 votos e não conseguiu ser eleito.

Agora, que ele sonha em peidar mais alto, eu vou torcer pra que tenha êxito e chegue às culminâncias da deputação estadual sergipana.

Afinal, a coerência pulítica na terra banânica tem que ser exercida em todos os níveis, desde o municipal até o federal.

Veja só: se um candidato a Prisidente de Banânia, o Pastor Everaldo, peidou ao vivo, em horário nobre e pra todo eztepaiz, em pleno Jornal Nacional, por que um modesto candidato a deputado estadual também não poderia encher o mundo de peidos???!!!

Sucesso Peidão!

19 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MARCOS ANDRÉ M. CAVALCANTI – RECIFE-PE

Berto:

Esse cabra ainda pode vir a solicitar propaganda no JBF:

rôla2

Seria a solução, Berto?

Onde? Como? Rôla se coligaria com quem?

Quem abriria espaço?

Duvidas cruéis pairam sobre a real penetração dele (a) no eleitorado.

R. Antes de tudo, cumpre-me explicar pros leitores de outras plagas que a palavra “rôla”, aqui na Nação Nordestina, é o sinônimo mais usado e mais corriqueiro de pajaraca.

É o mesmo que caralho, cacete, estrovenga, pinta (ou pinto), bimba, pau, lasca-rabo, piroca, azedo, mangalho, bilau,  furadeira, tora, bomba-injetora, papa-cu, entre dezenas de outros apelidos.

Meu caro, não precisa nem o candidato solicitar.

A propaganda de Rôla vai ser publicada agora, aproveitando vossa mensagem como pretexto.

Veja:

CÍCERO RÔLA

Quem quiser visitar o feicibuqui do candidato, basta clicar aqui

Em sendo Rôla do PT, e tendo afinidade com o regime cubano, podemos até sugerir uma frase pra campanha.

“Vamos pra Cuba lançar Rôla!”.

O trocadilho, envolvendo “cu” e “rôla”, é perfeitamente cabível e coerente.

Eu tenho certeza que Rôla será o Deputado Distrital mais votado do DF, porque xibungos de todas as tendências ideológicas, desde a extrema direita até a extrema esquerda, certamente votarão em Rôla. Como sabem os nossos bem informados leitores, baitola é a nação de gente que tem o maior número de habitantes no planeta Terra. E qual é o viado neste mundo que não prestigiaria Rôla???!!!

E tem mais: aquele frango que é deputado federal pelo Rio de Janeiro, o Jean Rural Wyllys, já mandou avisar que irá participar dos comícios de Rôla em Brasília.

Só pelas companhias que estão aí em cima, na propagande de Rôla, Agnelo pra gunvernador e Dilma pra prisid-Anta, eu acho que ele merece uma cadeira bem arrochadinha no parlamento do DF.

E, como hoje é sexta-feira, véspera de final de semana, levantemos com música o nosso astral.

Vamos ouvir a irreverente artista pernambucana Selma do Côco alegrando a nossa tarde:

19 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

DON PABLITO – SÃO BERNARDO DO CAMPO-SP

Papa Berto

Enquanto você perde o seu tempo assistindo a debate político, na TV do Maranhão ocorre um debate cultural de altíssimo nível…

Veja o vídeo.

R. Pelo notável sujeito que é tema central do programa, o furico, o fedegoso, o caneco, eu não diria que o debate é de alto nível.

Como o personagem em discussão está mais ou menos no meio do corpo, entre os pés e o pescoço, eu diria que o debate é de médio nível.

Agora, informo ao querido leitor diário que este vídeo já foi publicado aqui no JBF há pouco tempo. Em junho passado.

Na verdade, na postagem onde este vídeo foi ao ar, os leitores fubânicos ganharam um outro vídeo de brinde.

Confira clicando aqui.

18 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ROGÉRIO CORRÊA – BRASÍLIA-DF

O bicho pegador de gente*

O Tião Corrêa contou que, antes do nascimento dele, o pai dele teve de fazer uma viagem de carro de boi até Patrocínio, para buscar uma carga, junto com outro carreiro e o candeeiro Caetano. Naquela época, antes de 1940, não havia automóveis na região de Vazante.

Ao chegarem próximo à rodovia de Patrocínio, avistaram um carro antigo que eles chamavam de baratinha, foi quando o Caetano viu aquele negócio estranho, com dois homens dentro, fazendo um barulho esquisito, se aproximando.

Então, o menino largou a guia e saiu correndo pelo serrado afora. Correu, correu, retornou e pulou dentro do carro de boi. Ficou encolhido abraçando o cabeçalho. O carreiro tentou acalmá-lo dizendo: “Larga de ser bobo, isso é apenas um carro à gasolina”. Caetano respondeu: “Não senhor, não senhor é um bicho, e ele já pegou dois!” Com muita dificuldade conseguiram tirar o Caetano de lá e seguiram viagem.

Ao chegarem a Patrocínio, não demorou muito para ouvirem o apito do trem de ferro (maria fumaça) que estava chegando à cidade. Mas quando Caetano viu o tamanho do bicho, com aquele barulho quase que ensurdecedor, novamente ele se desesperou, saiu correndo e entrou na primeira casa que estava com a porta aberta e se escondeu debaixo da cama. Enquanto ele entrava correndo para dentro da casa, os moradores se assustaram e saíram correndo para fora, com medo, sem saber o que estava acontecendo.

O carreiro Joaquim Machado pediu licença aos moradores para entrar na casa deles e tirar o Caetano de lá. Quando ele pegou no pé do Caetano e puxou, o menino gritou: “Não me leva não! Tô com medo, tô com medo! O bicho tava falando ticomu, ticomu, ticomu, ticomu!”

Festas de Carros de Boi  -  capa

* Causo que consta no livro “Festas de Carros de Boi

18 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MARCOS MAIRTON – FORTALEZA-CE

Papa Berto,

Talvez a corrupção seja mesmo algo considerado sem muita importância pela maioria dos brasileiros.

Você não acha que, se houvesse mesmo muita gente preocupada com isso, as ruas já não estariam tomadas pelas pessoas de bem deste país, protestando contra essa rede de corrupção que se investiga na Petrobrás?

Não seria de se esperar que toda aquela gente que se amontoou diante do Congresso Nacional (2013) voltasse hoje, exigindo que o depoente da CPI confirme, negue ou mude a lista de políticos beneficiados pelo esquema?

Pergunto, mas tenho minha própria resposta:

Para impedir o povo de eleger corruptos, foi necessária uma lei (FICHA LIMPA), proibindo a candidatura de condenados. E condenado por um grupo de juízes, ou seja, a sentença do juiz de primeiro grau não é suficiente.

Ora, se a maioria dos eleitores estivesse preocupada em afastar os corruptos da política, essa lei seria absolutamente desnecessária. Bastaria que pesasse sobre um candidato suspeitas de corrupção e os eleitores simplesmente não votariam nele.

Logo, surpresa será se houver qualquer manifestação popular a esse respeito.

R. Este “você não acha” que está no segundo parágrafo de sua carta é um convite irrecusável pra eu dar minha peruada neste assunto palpitante.

Meu caro colunista fubânico, eu sou de um tempo pré histórico quando os fichas-sujas estavam de um lado e os fichas-limpas do outro.

Hoje em dia parece que a noite dura 24 horas e fica vogando só o brocardo que diz “À noite todos os gatos são pardos“.

Ou, adaptando este ditado pro país em que vivemos na atualidade, “De noite, de dia, o tempo todo, todos os ratos são vermêios e azuis e andam de patinhas dadas“. Ao cabo, os guabirus contemporâneos deixam pardo e cinzento o triste cenário ao nosso redor.

Me recordo com saudades de um tempo recente, lá pelos anos 80/90 do século passado, quando eu morava em Brasília e a gente ia pra Praça dos 3 Poderes, com os nossos líderes e idolos à frente, todos eles com as barbas repletas de ética e de vontade de varrer a corrupção e a ladroagem do mapa, carregando cartazes que diziam “Fora corrupto”.

Impeachment do Collor - Lula

Um tempo em que a gente acreditava que os nossos líderes e ídolos sustentariam a palavra empenhada pra sempre, não voltariam atrás e jamais cantariam e adotariam a música “Metamorfose Ambulante“, do saudoso Raul Seixas.

Um  tempo em que a gente tinha certeza que nossos ídolos e líderes poderiam perder a barba, o cabelo e o bigode, mas jamais perderiam a vergonha na cara.

Um tempo que foi varrido do solo banânico há mais de uma década.

Vou encerrar estas considerações – que você me solicitou fazer -, repetindo o último parágrafo da vossa mensagem, que trata da volta do povo às ruas e praças, portando novamente cartazes com o lema “Fora corrupto”:

“Surpresa será se houver qualquer manifestação popular a esse respeito.”

Manifestação popular, hoje dia, neste semana, só mesmo de “militantes” pagos com cachê de 100 reais, aplaudindo Pedro Stédile e Lula em frente ao prédio da Petrobras e portando cartazes pedindo pra não se mandar corruptos e saqueadores das nossas estatais pra cadeia.

Eu só não vou ficar deprimido porque hoje é quinta-feira e amanhã, véspera do final de semana, tem um sarapatel de bode me aguardando pra servir de tira-gosto pruma garrafa de aguardente Serra Verde que ganhei de presente.

17 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

OSCAR – RIO DE JANEIRO-RJ

Há 100 anos nascia Lupicinio Rodrigues o querido Lupe, gênio da MPB.

lupe

Lupicínio Rodrigues (16 de setembro de 1914 – 27 de agosto de 1974)

As composições do mais melancólico dos mestres da música brasileira nas vozes de discípulos como Maria Bethânia, Paulinho da Viola, Gilberto Gil e muitos outros, escute clicando aqui

* * *

Lupicínio canta Lupicínio:

* * *

Joanna canta Lupicínio:

17 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

BERNARDO – MACEIÓ-AL

Mestre Papa,

veja aí um risco que vale a pena correr.

Com os respeitos do Cardeal.

ris

R. Esta foto contraria o princípio desta gazeta escrota de não publicar imagens de fêmeas em posições porno-ginecológicas.

De sacanagem e de putaria já basta o escândalo do Petrolão.

Todavia, mas, porém, como esta tá cum o priquito pudicamente coberto pela calçola cor-de-rosa…

15 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SEVERINO SOUTO – SERRA TALHADA-PE

Bom dia, seu Papão da gôta!

Favor publicar este texto, para ver se os fubânicos gostam e compartilham a idéia:

Deputados, senadores e vereadores são funções HONORÍFICAS!

Não são meio de vida e carreira de estado.

Desprofissionalização da política URGENTE!

Vamos moralizar nossa pátria.

Atenciosamente.

14 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SONIA REGINA – SANTOS-SP

Bom dia

Um vídeo com noticias interessantes para começar nosso domingo.

Fernando Pimentel e contratos secretos com ditadores.

14 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

O CARAPUCEIRO – TERESINA-PI

UMA PEQUENA CONTRIBUIÇÃO PARA O APERFEIÇOAMENTO DO PROCESSO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO

Os nossos políticos do Brasil, sempre legislando em causa própria, obrigam-nos todos a votar ou, caso nos recusemos, a sofrer uma série de represálias maldosas por parte do nosso “querido” e respeitado governo.

A razão pela qual nos obrigam a votar é muito simples: Depois, quando a roubalheira generalizada continuar, ou até mesmo aumentar, todos seremos cúmplices pois fomos nós que, bem ou mau, votamos e elegemos esta gangue que nos infelicita.

A safadeza que está embutida nesta estória é muito sutil. O fato é que só podemos votar A FAVOR DE ALGUEM; nunca CONTRA ALGUEM. A tão decantada democracia só nos permite CONCORDAR… ou CONCORDAR. Você prefere este canalha ou aquele?

Nossa sugestão é que se crie a possibilidade de votar CONTRA ALGUÉM nas eleições! Algo mais ou menos como a instituição do ostracismo que havia na Grécia antiga. Era mais ou menos o seguinte: Algum político se excedia na safadeza (já que político safado já era redundância e pleonasmo, mesmo na Grécia antiga). Aí, a população indignada com o “de cujus”, iniciava uma campanha para que o mesmo fosse banido da comunidade. Iam colocando um determinado tipo de ostras em um recipiente até que, quando atingia uma certa quantidade, a figura era expulsa da cidade e ia para o exílio.

No nosso caso, como seria extremamente difícil achar algum país disposto a receber esta escória da raça humana, Pessoas (?) do tipo de um Jáder Barbalho, um José Sarney, um Renan Calheiros, um Romero Jucá, um José Dirceu, um Lobão, e até mesmo um Lula, e tantos outros próceres da ladroagem nacional, dada a abundância de canalhas desta estirpe com o qual nos deparamos por aqui, creio que se fariam necessárias algumas adaptações.

A primeira, e a mais importante, seria a inclusão (palavra da moda entre a gangue petista) na urna eletrônica de uma tecla com o símbolo abaixo:

DDD

O patife que, ao final de um determinado período, fosse “agraciado” com uma determinada quantidade de votantes indicando o seu nome, seria contemplado com um exame de próstata gratuito por conta do estado brasileiro.

Esta, sim, seria uma verdadeira “INCLUSÃO DIGITAL”! O indigitado (sem trocadilho) faria jus a uma busca BEEEEEEEM criteriosa em sua cavidade anal, devendo a tal busca ser realizada por um profissional altamente qualificado para a função e dotado de biótipo um específico e compatível com a realização da tarefa.

Quero dizer com isso que seria realizado um concurso nacional para ver quem possuía o dedo médio mais longo e mais grosso. A pessoa que fosse selecionada seria contratada para realizar a tarefa que todos nós brasileiros sonhamos em poder realizar um dia: Dar uma bela dedada no fiofó de cada um destes canalhas.

Naturalmente que, depois de terem o seu esfíncter anal arrombado, os ditos canalhas ficariam impedidos de participar de atividades governamentais “ad eternum”, extensível a seus parentes e descendentes até a quinta geração, assim como todos os seus agregados e aderentes.

Só assim eu me sentiria verdadeiramente vingado e a justiça seria feita!

Aí está uma questão porreta para ser colocada em votação num plebiscito:

VOCÊ É CONTRA OU A FAVOR DA INCLUSÃO DIGITAL PARA POLÍTICO (E DIRETOR DE ESTATAL) CORRUPTO?

13 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MARCOS TONIZZA – SÃO PAULO-SP

Caro Papa Berto.

Convido nossos amigos fubânicos para meu novo curso:

FORMAÇÃO DE PETISTAS ELOQUENTES

Agora sim, seja você também um grande militante petista com nosso curso expresso. Basta você cacarejar nossas frases prontas, extraídas de discursos do grande molusco de nove tentáculos e de militantes fanáticos e pronto, você estará apto a ser um “cumpanheiro”.

Algumas delas você nem precisará pensar muito para encontrar um contexto. Basta falar e pronto, você será aplaudido pela militância.

* * *

MONOPÓLIO CAPITALISTA ESTRANGEIRO – Não se sabe ao certo para que serve essa frase, mas faz você parecer entender pra caramba de economia. Para os “cumpanheiros” leigos parece ser alguma coisa muito ruim, sendo o Capital, uma coisa que não temos mas gostaríamos muito de ter e Estrangeiro, uma coisa que é de fora, dos outros. E o Monopólio? Ah, os “cumpanheiro” não sabem o que significa mesmo, mas acharão que é algum tipo de saponáceo utilizado pela Elite Branca Dominante.

GRANDE MÍDIA REACIONÁRIA E GOLPISTA – Classificação da mídia quando ela não elogia o PT e critica algo que não seja do agrado do partido como denuncias de roubos, falcatruas, mensalão, Petrolão, mentiras e picaretagens em geral dos seus ilibados líderes. A palavra GRANDE serve para impressionar e dar a sensação aos “companheiros” de que há algo grande contra “nóis”.

ELITE DOMINANTE – É alguém que não é pobre e feio e que conseguiu se eleger. O cara estudou, teve boa educação e já administrou alguma coisa na vida (O que não afirmo ser garantia de honestidade). Para um petista, o bom mesmo para governar é ser um pé de rato, semi analfabeto e sem preparo. Aí sim é bacana porque é povo, como se o fato de ser povo seja um diferencial de qualidade ou honestidade.

ELITE OPRESSORA – São os mesmos burgueses, sendo que neste caso a palavra é usada quando o sujeito se sente diminuído e oprimido porque alguém tem dinheiro e ele não. Ele se sente oprimido porque é pobre e tem gente que tem mais do que ele.

ELITE BRANCA DOMINANTE – É a mesma definição acima com uma pitada estímulo ao racismo, técnica atualmente empregada pelo partido para trazer as massas para sua causa e parecer simpático aos que se sentem inferiorizados não só em termos de raça, mas de qualquer coisa que angarie a simpatia de quem se sente inferiorizado (principalmente em relação à raça e a condição social).

MASSA TRABALHADORA – Operários e trabalhadores em geral que servem de massa de manobra para meia dúzia de espertalhões que não trabalham e os utilizam apenas para obterem vantagens em sindicatos, movimentos ou eleições.

BURGUÊS/BURGUESIA – Aquele que em alguns casos é rico ou, como na maioria dos casos, trabalha, eventualmente tem um carrinho e uma casa, muitas vezes até recebida de herança de seus pais ou adquirida pela Caixa Econômica em 180 suaves prestações. Leva uma vida decente, estuda, anda e se veste feito gente e dá sinais de ter educação. Ao ser visto por um pé de rato logo é taxado de ruim.

REACIONÁRIO 1 – Aquele que não acha que transformar o Brasil numa Venezuela ou numa Cuba seja algo inteligente.

REACIONÁRIO 2 – Aquele que preza a ordem, respeito às leis e às autoridades constituídas, meritocracia, regras sociais, educação, punição para quem não cumpre a lei. A Suíça, Alemanha, Suécia e Noruega, são exemplos de sociedades extremamente reacionárias.

REACIONÁRIO 3 – Aquele que, sendo contra o comunismo ou socialismo, obrigatoriamente, na opinião de um petista, apoia ou apoiou a ditadura militar de direita. Ditadura de esquerda pode, de direita não. A questão é que a ditadura de esquerda pode porque “nóis tamo dentro” e na ditadura de direita não pode porque “nóis tamo fora”, como se na ditadura de esquerda ele fosse abocanhar alguma coisa.

COMUNIDADE CARENTE EM CONSEQUÊNCIA DO NÃO SUPRIMENTO DE SUAS NECESSIDADES BÁSICAS POR INEFICIÊNCIA DO ESTADO – Expressão a ser utilizada quando se referir a uma favela. Não basta uma definição com uma única palavra para se referir a uma comunidade pobre. Você tem que ao mesmo tempo usar uma expressão que atribua a culpa ao estado, preferencialmente aos governos anteriores e ao mesmo tempo dar a conotação de que o governo atual se preocupa, por isso se refere a ela com muita sutileza, respeito e preocupação.

VENDIDO PARA O CAPITAL ESTRANGEIRO – Use o termo sem saber exatamente ao que se refere, pois quem vai ouvir pode até não entender, mas vai achar bacana e vai exacerbar o sentimento de que os governantes que não são do PT fazem tudo para vender o país para os estrangeiros.

COXINHA – É gente que tem educação, emprego, supostamente muito mais dinheiro do que quem usa o termo, se veste feito gente, fala feito gente, cuida de sua própria aparência, não parece um pobre ferrado. São aqueles que têm tudo o que ele gostaria de ter mas não pode, por preguiça, incapacidade, falta de sorte ou de oportunidade. Ou seja, coxinha é alguém mais bem sucedido do que determinado militante que sendo um ferrado na vida odeia quem ele acha que está melhor do que ele.

DIREITA NACIONAL ORGANIZADA PELO IMPERIALISMO – Outro termo bacana para se utilizar em diversas situações. Deve ser utilizada para se referir aos partidos opositores ao PT, sempre demonizando quem é “contra nóis” e utilizando a palavra imperialismo, para dar uma sensação de grande poder contra “nóis”

LUTAMOS CONTRA TUDO QUE ESTÁ AÍ – Maravilha de frase, indica uma postura combativa e progressista que enaltece quem profere a frase e onde o “tudo que está aí” é preenchido pelo próprio ouvinte, que encaixará nesta expressão o que lhe vier à cabeça ou o que o estiver incomodando na vida. É uma variante do “eles”.

ELES – “Eles” que estão sempre nos discursos do Lula, são todos aqueles que supostamente são contra o PT. Ele usa o termo “eles” para falar que “eles” são contra os pobres, “eles” estão a favor do capital estrangeiro e muito mais. Na verdade essa tática serve para que cada “cumpanheiro” encaixe no lugar do “eles” qualquer pessoa, entidade, político, patrão, sogra ou o que o tiver incomodando. Assim o “eles” estará sempre representando o mal que luta contra os “cumpanheiros” .

SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA – Entidades lideradas por meia dúzia de vagabundos que na verdade não representam ninguém e que são parte de uma corja que não trabalha. Querem tomar o poder para benefício próprio e utilizam sua bandeira como se falassem em nome do povo. Lembrando que povo é você que trabalha, cuida dos filhos, arruma a casa, tem problemas com o casamento, paga contas e resolve os problemas do dia a dia. Esta sociedade civil organizada não se preocupa muito com essas coisas de povo, o negócio deles é articular movimentos, onde eles mesmos possam se dar bem às custas de trouxas que servem de massa de manobra e só são a tal sociedade civil organizada na hora de invadir propriedades. Na hora de se dar bem apenas essa meia dúzia sai ganhando . É a sociedade civil de 3 ou 4 espertalhões como o tal Zé Rainha, cidadão de alto nível.

OUTRAS EXPRESSÕES – E não se esqueça de repetir sempre que possível, frases empacotadas e de efeito como as abaixo descritas. São frases que dão a sensação de que agora sim, está tudo bem e que todo mundo deixou de ser pobre por mérito do grande estadista de 9 dedos. Faz parte do conjunto de mentiras repetidas até a exaustão para que na cabeça dos tontos pareça ser uma verdade.

TEM MAIS POBRE ANDANDO DE AVIÃO;
AGORA FILHO DE POBRE ESTUDA NA MESMA ESCOLA DO FILHO DO RICO;
AGORA FILHO DE POBRE PODE ESTUDAR NO EXTERIOR;
AGORA A EMPREGADA USA O MESMO PERFUME DA MADAME ;
O PT TIROU 30 MILHÕES DE PESSOAS DA POBREZA PASSANDO-AS PARA A CLASSE MÉDIA (com o bolsa família de R$ 174,00 em média).

* * *

charge-dilma-mentira

Repita uma mentira muitas vezes que logo vão considera-las uma verdade.

Isto se chama “TÁTICA DO MOLUSCO”

Participe vocês também, mande sua frase para prepararmos a segunda edição de nosso curso.

12 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

DALINHA CATUNDA – RIO DE JANEIRO-RJ

Maria Anilda de Figueiredo, presidente da ACC – Academia dos Cordelistas do Crato, é a mais nova acadêmica a tomar posse na ABLC – Academia Brasileira de Cordel.

A poetisa é mais uma cratense a nos honrar com sua presença nessa casa que soube acolher com dignidade a literatura de cordel.cordel

A convite do presidente da ABLC, Gonçalo Ferreira da Silva, Anilda Figueiredo, ocupará a cadeira nº 3 que tem como patrono, o poeta Firmino Teixeira do Amaral.

A solenidade será realizada às 16 horas do dia 17 de setembro de 2014, na sede da Federação das Academias do Brasil, na rua, Teixeira de Freitas, nº 5 – 3º andar – Lapa – Rio de Janeiro – RJ.

Com o aval do presidente da ABLC Gonçalo Ferreira da Silva, tenho administrado este intercâmbio entre as duas academias que juntas pretendem enriquecer cada vez mais, a literatura de cordel. No âmbito da divulgação e do conhecimento.

A professora Anilda Figueiredo, a quem agradeço a preferência, convidou-me para ser sua madrinha, responsabilidade que aceito com prazer.

Em nome da academia, convoco o colegiado e convido amigos e amantes da Literatura de cordel a prestigiarem a posse da professora Anilda Figueiredo.

10 setembro 2014 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ROSEMBERG FAÇANHA REIS – MARACANAÚ-CE

SONETO

Soníferos pêssegos a la carte.
Teatro do desejo carnal absinto.
Viver em declive é seu estandarte,
presa em seu próprio labirinto

Louvor ao parasita da libido
Fornicação infratora na redoma
Ofensas em julgamento pérfido
Volúpia estrangeira sem idioma

Espinho na carne moderno e letárgico
Concupiscência metódica em dose cavalar
Boulevar impuro de prazer mágico

Vagueia por corpos sem líder…
Nem a maldição muda sua diretriz.
Lascívia exacerbada;teu chamariz

MURILO MARQUES – RECIFE-PE

Contribuições para o Dicionário Fubânico:

COMBUSTÃO – mulher com peitos grandes

PERIGOSA – periguete idosa

PROMOÇÃO – que não é para moças pequenas

SOLUÇÃO – soluço de grande duração

OBSERVE – quando falta o Modess

MURILO MARQUES – RECIFE-PE

A FRANCESA

Em le cité de Paris,
atravessando um bulevard.
foi quando a conheci.
Era leitora de Sartre, de
Simone de Beauvoir e
eleitora de Sarkozi.

Procurada pela Sureté
ia sempre à matinée,
assistir ao avant premier
de algum filme noir
da turma avant-garde

Gostava de croissant
com queijo camembert,
além do cassolet
com vinho beaujolais
… nisso era expert.

Eu era um bon vivant
que trabalhava como boulanger.
Me aproximei da madamoiselle,
suave como um pax de deux.
Foi aí que descobri
que aquela “dame française”
era paraibana de Bayeux.

HARDY GUEDES – CURITIBA-PR

Olá, Berto

Agora, mesmo os que não moram no Paraná poderão votar em mim.

Não para deputado, mas como compositor.

É que começou a votação dos sambas pré-selecionados no São Paulo Exposamba 2014.

Esse ano, a votação mudou. Cada pessoa poderá votar somente 1 vez a cada uma hora.

Se alguém quiser e puder me prestigiar, seguem os links das minhas músicas: (clique no título para acessar)

A DANÇA DAS MARÉS

ENREDO DA MINHA VIDA

Nesses links, quem quiser poderá ouvir o meu samba e escolher o de sua preferência, ou votar alternadamente nos dois, com a ressalva de que o intervalo de um voto para o outro, mesmo em sambas diferentes, é de 1 Hora.

Um abraço e desde já os meus agradecimentos a quem me prestigiar com o seu voto.

R. Pronto: já fui lá e já votei.

Sucesso, seu cabra malassombrado!

HUMBERTO DE LUNA FREIRE FILHO – SÃO PAULO-SP

Após a última pesquisa eleitoral, a candidata a presidente pelo PSB, Marina Silva, continua com chances reais de disputar um segundo turno com a atual “presidenta”

Eu não gostaria de vê-la governando o Brasil; decididamente não terá meu voto.

Mas, ontem à noite, tive uma grata surpresa, minhas esperanças foram renovadas, ao ler na Internet que ela poderá se tornar inelegível por crime ambiental.

Segundo o IBAMA ela abateu um tucano e liquidou uma anta.

Tanta

Aecano e Dilmanta: abatidos impiedosamente por Marina, cruel inimiga da natureza e da fauna

BERNARDO – MACEIÓ-AL

Mestre Papa,

ainda que nas bandas de cá do mundo só existam duas Estações do Ano (verão e inverno), determinei aqui no DS da ICAS os devidos preparativos para a chegada da Primavera.

Com os respeitos do Cardeal.

R. Que jardim bonito…

primavera

ITARARÉ LIMEIRA – NATAL-RN

Prezado Editor,

Nas últimas eleições presidenciais, a maioria escolheu eleger candidatos que representavam arquétipos destacados pela marquetagem: O jovem voluntarioso e enérgico, o intelectual progressista, o operário sindicalista, a guerrilheira corajosa e, ao que  tudo indica agora, a ambientalista religiosa.

Não é necessário ser nenhum Nostradamus para profetizar algumas escolhas futuras: Um(a) representante das sexualidades alternativas, outro dos esportistas; um represente do setor de celebridades televisivas e assim sucessivamente.

Aqueles que tem política como investimento, podem começar a investir em Jean Willis, Romário e Tiririca que o retorno é garantido.

Abraços.

TTRR

GERSON ANTUNES – IJUI-RS

Estava em Porto Alegre, passei num sebo e eis que me salta nas fuças esta preciosidade:

bfpa

Os outros que comprei ao longo dos anos fui emprestando aqui e ali.

Pela naoseiquantesima vez me aventurarei pelo universo de Luiz Berto.

R. Meu caro leitor, muito grato mesmo pela vossa generosidade na apreciação da minha modesta produção.

Sempre tive muitos leitores aí no Rio Grande do Sul e um dos meus romances, A Guerrilha de Palmares, foi publicado em primeira edição por uma editora gaúcha, a Mercado Aberto. Participei por duas vezes da Feira do Livro de Porto Alegre, a mais antiga do Brasil, e gozei o privilégio de autografar pra uma boa quantidade de leitores aí dos Pampas.

O Romance da Besta Fubana só não foi publicado pela mesma editora gaúcha, a Mercado Aberto, por conta de detalhes legais e exigências da Itatiaia, que fez esta primeira edição cuja capa você nos mandou e está reproduzida aí na sua carta. Aliás, esta edição já esta esgotada há muito tempo, e só é encontrada em sebos, como aconteceu com você. A segunda e a terceira edição já sairam pela Bagaço. É um livro que continua vendendo bem até hoje, 30 anos após o seu lançamento. Como eu digo sempre, tem gosto pra tudo neste mundo…

Veja só: de hoje a oito, na próxima quinta-feira, dia 11, será lançada a 5ª edição do meu primeiro livro, uma coletânea de crônicas intitulada A Prisão de São Benedito, memórias da minha infância e juventude.

Este novo lançamento acontecerá num evento aqui no Recife, promovido pelas Edições Bagaço e pela Academia de Letras, que contará com a participação de vários outros autores da terrinha. Oportunamente darei mais detalhes sobre o programa, como local e horário, pros amigos que quiserem aparecer pra gente bater um bom papo.

Esta nova edição conta com vários acréscimos de textos e fotos e, mesmo quem já leu as edições anteriores, é bom ficar de olho nas novidades.

A Editora Bagaço fez uma capa que retrata a Rua Coronel Izácio, no centro da Palmares dos anos 50, quando aconteceram muitas das histórias contadas no livro. Uma rua que mora na minha lembrança e no meu afeto, pois morei nela quando tinha meus 10 anos de idade, pouco mais ou menos.

Esta aqui:

sbt

Esta conversa comprida todinha é só pra dizer o seguinte:

Aguarde que vou mandar um exemplar desta nova edição do São Benedito pra você pelo correio, assim que estiver disponível.

Vou torcer pra que goste e ajude a divulgar um pobre autor brasileiro.

Gratíssimo mesmo pela força, meu caro.

Um grande abraço e uma excelente quinta-feira!

VANDERLEI ZANETTI – SÃO PAULO – SP

Papa Berto,

Hoje, quinta-feira, dia 4 de setembro, faz 19 anos que perdemos o grande artista Paulo Gracindo.

Como uma homenagem preparei o texto abaixo.

Um abraço.

* * *

PAULO GRACINDO O BEM-AMADO

Há 19 anos, no Rio de Janeiro – RJ, no dia 04/09/1995, falecia aos 84 anos Paulo Gracindo, o eterno Odorico Paraguaçu de O Bem-Amado.

Nos anos 1930 e 1940, durante a Era de Ouro do rádio brasileiro, surgiu uma das figuras mais populares e emblemáticas do cenário artístico da história do país: Pelópidas Guimarães Brandão Gracindo, o Paulo Gracindo.

Ator, locutor, animador de auditório, compositor, redator e poeta, Paulo Gracindo deu vida a personagens marcantes no rádio, no cinema, no teatro e na televisão, como Alberto Limonta, de O Direito de Nascer, O Primo Rico, do programa Balança Mas Não Cai, o João Maciel, de O Casarão, o Tucão de Bandeira 2, e Odorico Paraguaçu, de O Bem -Amado, entre tantos outros, eternizados na memória do povo brasileiro e na história do rádio e da televisão do país.

Considerando a proximidade das eleições, e a fim de resgatar a memória daquela época, nada melhor do que ver a “atualíssima” entrevista do Prefeito Odorico Paraguaçu e um dos seus famosos discursos:

Entrevista para a TV | Vote Odorico!

Odorico Paraguaçu:

MARCOS TONIZZA – SÃO PAULO-SP

CaroSacroExcelentíssimo Papa Berto

Sua santidade já reparou isso?

A TÁTICA DE JOGAR O POBRE CONTRA O RICO, HETERO CONTRA O HOMO, PATRÃO CONTRA EMPREGADO…

Outro dia vi num site uma notícia onde a empregada domestica roubou mais de 130 mil de uma senhorinha viúva que morava sozinha. Os comentários que os internautas fazem logo abaixo da notícia eram de escárnio contra a burguesa opressora que tinha “muito” dinheiro e não contra a ladra que a roubou sorrateiramente durante meses. O mesmo aconteceu numa notícia sobre a morte de um empresário. Se o sujeito é empresário então, parece ser o capeta em pessoa. As pessoas comentavam, diziam que era bem feito e que ele devia ser um rico arrogante. Ele era empresário e, portanto, rico e mau.

Esta agora é a nova tática do PT para dividir o Brasil, desunir, desagregar e angariar a simpatia dos que se sentem fracos, pobres e oprimidos, o que acaba sendo a maioria das pessoas no Brasil, principalmente porque tem muita gente que a rigor não se enquadra na categoria de pobre, mas se sente assim, por ter que trabalhar e dar duro para viver e por isso assumem fazer parte do lado “pobre” e compram a briga contra a classe dominante, opressora, burguesa, elite e outros termos que o líder da gang adora usar para quem não é pobre (e nem trouxa para acreditar nele).

Mas isso é fruto de uma tática do grande mestre dos picaretas que desde sua época de sindicalista usava este expediente nas portas de fábrica jogando o empregado contra o patrão. Qual era o discursinho que ele usava para angariar a simpatia e aprovação do coitado do trabalhador? Era de que o patrão explorava o trabalhador, que tudo estava vendido para o capital estrangeiro, que o patrão ficava rico a custa dos trabalhadores.

Tenho observado como a inveja é um dos sentimentos mais aflorados do ser humano. Muita gente que tem menos logo olha para quem tem mais e se sente incomodado. Isso acontece em todos os ambientes, parece ser comum entre a maioria das pessoas. O PT está aproveitando bem este sentimento e promovendo com maestria essa divisão de um povo que sempre conviveu muito bem com as diferenças com o único propósito de angariar para si a simpatia da maioria que é pobre ou se sente como tal.
As pérolas do momento são frases de efeito criadas pelo molusco tais como:

1- O rico está incomodado porque agora a empregada usa o mesmo perfume da madame;
2- O rico está incomodado porque o filho do pobre estuda na mesma escola que seu filho;
3- O rico está incomodado porque o pobre agora pode andar de avião e também viaja para os EUA.

E a cereja do bolo foi o que eu vi na propaganda eleitoral esses dias. Dizer que agora (e por méritos do PT, claro)o filho do pobre está podendo estudar no exterior.

E tem tonto que acredita e que fica repetindo isso como uma bandeira do pretenso sucesso do partido que no discurso ufanista do molusco e na cabeça lunática deles acabou com a pobreza no Brasil. Sim, porque receber duzentos ou trezentos merréis é tornar-se classe média na conta deles.

Eu gostaria de convocar os trabalhadores ou desempregados e bolsistas em geral a irem amanhã mesmo matricular seu filho em escola boa em São Paulo porque agora está mole pagar três ou quatro mil de mensalidade, afinal o Lula garante que vocês estão podendo e se ele falou, para vocês isso é lei. Ou ainda, preparem-se para passar um final de semana em Paris, porque agora tá moleza para o pobre andar de avião.

O pior ainda é que muita gente pobre e muitos que nem pobre são, ficam com esse discursinho mentiroso, fomentando esse ódio entre as classes, ou melhor, do pobre contra o rico. Tem gente tão sem noção, que com essa briga entre Israel e os Palestinos,  mesmo sem saber sequer apontar no mapa onde é a zona de conflito, já se colocam em favor do Palestino porque o Judeu aparentemente é o lado mais rico e sendo rico já é inimigo.

Eu convivo principalmente com pessoas da classe média, o que não elimina meu contato com pessoas da classe alta por força de meu trabalho e também com pessoas mais humildes e trabalhadores nas mais diversas situações. O que eu posso dizer é que não ouço ninguém da classe média ou alta falando mal de pobre, fomentando ódio contra pobre ou se sentindo mal porque o pobre supostamente estaria tendo melhores condições. Primeiro porque sendo a maioria destas pessoas inteligentes e bem informadas, sabem que isso não é verdade, segundo porque qualquer pessoa sadia, seja de qual classe for, ficaria feliz em ver todas as pessoas vivendo bem e felizes. O que se pode ver é o sujeito ser rico e cuidar apenas de sua própria vida sem se importar com os outros, o que pode não ser nobre, mas lhe é de direito.

Já ao contrário, tenho ouvido alguns poucos pobres, muitas pessoas de classe média que se sentem pobres e principalmente militantes do PT, destilando seu ódio contra a classe média ou os ricos e principalmente dizendo que é rico quem odeia pobre. Acho perigosa essa divisão. Pobre e rico sempre existiram e sempre irão existir. Respeito ao direito de cada um e leis que sejam iguais para todos é o mínimo que se pode esperar de um país civilizado.

Além do mais, se ser pobre é tão bom, tão bacana e o torna tão gente boa, convido a todos a doarem seus bens, largarem seus empregos e se tornarem pobres. Aí sim vocês serão bons, humanos e felizes e também irão agradar aos seus líderes que precisam desesperadamente de gente sem estudo e ignorante o suficiente para acreditar e votar neles.

ANDRÉ MIGLIORI – SOROCABA-SP

Sr. Editor,

Não vejo muita graça na Marina Silva, mas é até engraçado ver hoje os petistas falando mal dela.

Não lembram que quando de sua despedida do Ministério do Meio Ambiente, sua divindade, Lula, disse coisas como:

Olhar para tua cara é olhar para cara do meio ambiente nesse país. É olhar para cara das pessoas que querem preservar o ambiente nesse país”. 
 
E, ao comparar o novo ministro Carlos Minc com Marina Silva:

Se eu quisesse fazer apologia do futebol, faz de conta que você está entrando no lugar do Pelé. É importante lembrar que o Pelé não era insubstituível”. (Leia clicando aqui)

POSSE MINC-

Carlos Minc tomado de emoção no dia da posse como ministro: “Cumpanheros Lula e Marina: nunca vi na vida tolôtes de bosta tão parecidos assim feito vocês dois; fico emocionado por estarmos nós três no meio da mesma merda petralhífera”

E agora?

Será que Lula estava errado?

Deus não erra.

R. Caro leitor dessa rica e movimentada cidade de Sorocaba, vou encaminhar sua mensagem pros crentes-adoradores da Igreja Bárbica.

Eles, os sinceros fieis vermêios, podem parar a procissão por algum tempo, arriar o andor com a imagem do canonizado no meio da lama e responder a vossa pergunta:

Deus Barba é infalível?

adoradores de lula-2

Que ele é onisciente, onipresente e onipotente a gente já sabia.

Fica só esta dúvida: ele faz petezadas??? Ou seja, ele erra?

Aguardemos a resposta.

ITARARÉ LIMEIRA – NATAL-RN

Prezado Editor,
 
Mesmo correndo o risco de ser politicamente incorreto, penso que a maioria de nosso eleitorado que é , ontem e hoje, infelizmente sempre desinformada, escolhe seu voto baseado em algo vago e mutante, que na falta de melhor aprofundamento pode ser definido como o “espírito do tempo” – the Zeitgeist, como chamam os alemães.
 
Se antes o padrão  favorecia os bonitões de fala difícil e falsamente erudita (os bacharelescos e/ou os filhos de coronéis) hoje o paradigma mudou: É preciso ter uma história de vida sofrida e origem humilde (acho que não preciso exemplificar) ou se arvorar em defensor de alguma minoria. Em ambos os casos, poucos decidem seus votos com base na qualidade do programa do candidato e, ainda mais importante, na viabilidade de sua implementação que depende também, mas não somente, do caráter do eleito e de seus compromissos com as forças dominantes de sua campanha. ejp
 
Esta desinformação é o adubo da demagogia e do sebastianismo que nos  deixa na eterna espera do “pai (ou da mãe e, no futuro próximo, de alguma sexualidade alternativa) da Pátria e dos pobres” que nos levará ao Nirvana, onde seremos dispensados de enfrentar as limitações da realidade em toda sua complexidade.
 
Será irônico se parte substancial do enorme eleitorado  de Lula, doutrinado por anos a fio de retórica eleitoreira contra “eles, a elite branca”, ao comparar Marina  vis a vis com Dilma, escolher a primeira tanto pela  identificação visual como pela mítica história de vida, bastante  semelhante à de Lula. E também, se os seguidores de FHC se bandearem para Marina pela proposta de independência do BC e elogios ao tripé macro-econômico que ela fez. Em resumo, a combinação “Chico Mendes-Eduardo Giannetti” que Marina incorpora pode fazer estragos irreparáveis para todos os lados. Não se pode negar que ela, assim como Lula, representa muito bem o seu papel. Seriam ambos, atores excepcionais.
 
No recente debate da Band, o único candidato que me convenceu a comprar um carro usado dele,  e em quem não votarei por discordar de suas propostas, foi o Eduardo Jorge do PV: Não quis ser o dono da verdade, trouxe bom humor para a discussão e não demonizou os concorrentes.
 
Todo este blá-blá-blá para dizer que está difícil me definir em outubro. Espero que haja segundo turno e a vitória final seja decidida no photo-chart, para não dar ao vencedor a impressão arrogante de que é o dono do País e de que pode tudo.

Oremos………..

JOÃO MARCOS – FEIRA GRANDE-AL

Papa Berto

Segue um vídeo de um depoimento de uma senhora, que acho ser motivo de orgulho de todos e interesse geral da nação.

Ana Arcanjo nascida em Santos São Paulo, foi membro da Cruz Vermelha durante a Revolução Constitucionalista de 1932 e nos ensina algo mais do que a desconhecida introdução do Hino Nacional Brasileiro.

TABAJARA DOS SANTOS – ITU-SP

Caro Berto,

Meu nome é Tabajara dos Santos, sou músico e diretor da Corporação Musical União dos Artistas de Itu-SP.BDI

Estou a procura do autor de um dobrado chamado “Feirense” ou “Firenze”.

Como o compositor Antonio Manoel do Espírito Santo é de Feira de Santana, acredito que possa ser ele, mas não sei como comprovar.

A nossa banda, que já tem 102 anos, possue as partituras, porém sem o menção do autor. O nome do dobrado também aparece de dois modos, já indicados acima.

Em uma dessas partituras há uma data de 1939, mas pelo estado delas, acredito ser anterior a 1939.

Infelizmente os músicos e maestro que poderiam dizer algo a respeito já faleceram. Eu fui incumbido de digitalizar essas partituras para o computador afim de preservá-las, o que já iniciei.

Se você puder me ajudar a comprovar a autoria, fico-lhe muito grato.

Abraços.

R. Francamente, eu fico pra lá de feliz quando uma solicitação como esta é feita através do JBF. Eu fico ancho que só um pavão!

É sinal de que estamos sendo lidos e acompanhados em todos os quadrantes deste país.

Como temos entre os nossos leitores, colunistas e colaboradores uma boa quantidade de gente que entende, pesquisa e estuda música, vou ficar torcendo pra que a solicitação do nosso estimado leitor de Itu tenha um retorno satisfatório e sua dúvida seja resolvida. Quem puder ajudar, o espaço dos comentários está às ordens.

E quem quiser conhecer tudo sobre a Corporação Musical União dos Artistas de Itu, clique aqui. Com direito a muita música, vídeos e fotos.

Lá no final desta postagem tem um vídeo com a Corporação executando um belíssimo dobrado.

Aproveito a oportunidade pra informar que, dentro de São Paulo, o estado do Brasil que teve a maior quantidade de acessos ao JBF nos últimos 30 dias, com 19.971 leitores distintos, Itu ocupa a 30ª posição neste número, onde fomos acessados por 43 leitores. Dados do Google Analytics.

itu-em-sao-paulo-10

A belíssima Itu, a “cidade dos exageros”, com 163.882 habitantes e a 102 km da capital

itu

JOÃO M. – FEIRA GRANDE-AL

Papa Berto,

sou um leitor do Jornal da Besta Fubana e, algum tempo atrás, foi publicada uma matéria sobre sua opinião sobre o self (da qual concordo com muita coisa sobre essa ximbunguice).

Dai, recentemente, vagueando pela internet deparei-me com um(a) self que calou minha boca da forma mais incontestável, sublime e redentora de todas.

Que tornando um monumental priquito (e priquito-portadora) refém contido num self deixou-me em admiração e elogios para com situação.

Apesar das implicâncias do anglo-colonialismo da língua e da felicidade egoísta massiva da atualidade manifestada em seu mais puro exemplo no pântim do self; fico pulsantemente contente de encontras proveitosas utilidades como essa.

Abaixo o self priquital da alegria:

AAZ

R. Danou-se! Vôte!

Vocês me aprontam cada uma da porra!

Veja só: a CMBCD – Comissão de Moral e Bons Costumes e Combate à Depravação no JBF, achou por bem colocar uma tarja preta por cima desse priquito descomunal que aparece na foto que você nos mandou, sob o argumento de que isto aqui é um jornal familiar e de respeito.

Informo aos fubânicos tarados que o priquito é complementado por um magnífico furico, arroxadinho e cor-de-rosa, captado em pleno esplendor preguístico nesta selfieragem feita pela moça. (Pra quem ainda não foi informado, aviso que “selfieragem” é uma mistura de selfie com viadagem…)

Garanto a você, caro leitor, que lutei com todas as minhas forças contra a decisão do CMBCD, mas fui voto vencido e não consegui impedir a censura moralizadora.

Todavia, pode o leitor fubânico confiar no que estou dizendo:

Dê por visto uma lapa de tabaco da porra, com cada lapa de beiços dos dois lados pra macho nenhum botar defeito!

ISMAEL GAIÃO – RECIFE-PE

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Pernambuco, mandou informar aos poetas participantes da Antologia Café com Poesia que o processo de edição do livro foi suspenso momentaneamente.
 
Segundo explicação dessa Diretoria, o número excessivo de ilustrações constantes no livro acarretaria um valor bastante oneroso para ser efetuado no presente momento.
 
Diante desse fato, a Gerência da Biblioteca pede a compreensão de todos os que enviaram suas contribuições literárias, enquanto aguarda um novo posicionamento dos diretos da Casa Legislativa.
 
São esses representantes do povo de Pernambuco que nos aparecem como candidatos a reeleição em 2014.

É lamentável!

MARCOS MAIRTON – FORTALEZA-CE

Berto,

Gostaria que, após publicar o meu conto “Nada aconteceu naquela tarde”, na minha coluna “Contos, crônicas e cordéis”, você postasse também este e-mail, como CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA.

É que já publiquei textos premiados aqui no JBF e, na ocasião, gabei-me da premiação. E eu sou assim, se me gabo dos prêmios que recebi, sinto-me no dever de informar quando concorri e não ganhei nada.

Pois bem, o conto de hoje eu inscrevi em uns três concursos e não ganhei nem menção honrosa.

Mas, para mim, ele tem grande valor, porque é fruto de uma pergunta que Álvaro, meu filho, me fez:

– Papai, é possível escrever um conto em que não aconteça nada?

Respondi que achava complicado, mas resolvi tentar.

Grande abraço!

R. Pronto, meu caro: seu pedido foi atendido.

A sua coluna está publicada na postagem imediatamente abaixo desta.

Sucesso e um excelente final de semana!

ADAIL AUGUSTO AGOSTINI – ALEGRETE-RS

Sr. Luiz Berto:
 
Lendo um artigo de uma revista “EXAME”, a respeito dos juros exorbitantes que os bancos cobram na concessão de empréstimos – via CHEQUE ESPECIAL, resolvi lhe mandar este e-mail, para (se o Sr. assim o desejar) alertar os fubânicos sobre essas verdadeiras “arapucas”, em que muitos caem por ignorá-la.

Essas são as taxas médias dos maiores bancos, em ordem crescente, divulgadas pela pesquisa de juros do Banco Central:

                                 P/ MÊS         P/ ANO
CAIXA………………………6,01%………101,50%
BRADESCO……………….8,26%………159,14%
BANCO DO BRASIL……8,27%………159,41%
ITAÚ…………………………8,62%………169,59%
HSBC………………………10,58%………234,21%
SANTANDER……………10,89%………245,59%

Isto é, para cada R$ 1,00 (1 REAL) que alguém gastar – em um CHEQUE ESPECIAL – além do que tem na sua conta (para cobrir o dito), pagará – AO FINAL DE 1 ANO – ao seu banco, o seguinte:

CAIXA……………………….R$ 2,02
BRADESCO……………….R$ 2,59
BANCO DO BRASIL……R$ 2,60
ITAÚ…………………………R$ 2,61
HSBC……………………… .R$ 3,34
SANTANDER……………..R$ 3,46

Esperando ter contribuído, com este esclarecimento, para  a próxima edição do JBF.

Abraços.

R. Meu caro, você não sabe a alegria que sua carta vai proporcionar pra dupla de fubânicos Senil Precoce e Perobinha. Você merece um prêmio por ter feito feliz o final de semana dos nossos hilários comentaristas fubânicos.

Eles vão deitar e rolar pra explicar tudinho que você colocou na vossa mensagem, desmentindo todos os números citados e declarando que o gunverno socialista muderno já resolveu este problema dos juros, em favor do povo, há mais de 10 anos.

Um exemplo: nesta semana que está terminando, defendendo a corrupção, a ladroagem e a falência da Petrobras, Perobinha promoveu um festival espetacular de citação de índices, tabelas, números e línks. Dê uma rápida pesquisada que você vai comprovar.

E, já que você tornou feliz o final de semana destes fubânicos, eu vou tornar feliz a sexta-feira de mais um outro comentador. Trata-se do Citador de Índice.

A manchete e as ilustrações que estão a seguir são fresquinhas, foram publicadas hoje pela manhã. Aguarde que Citador vai desmentir tudo, vai provar o contrário e vai ficar feliz que só a porra.

E de cara brilhando com a aplicação de Óleo de Peroba!

Economia brasileira encolhe 0,6% no 2º trimestre, e país entra em recessão técnica

PIBcordinha

MARCOS TONIZZA – SÃO PAULO-SP

Cuidado com ELES. ELES estão chegando, ELES estão contra você.

Vocês já repararam que nos discursos do molusco, há sempre uma luta épica do PT ou dos seus seguidores fracos e oprimidos contra ELES?Lula-e-as-elites

Esta é uma das táticas do molusco para compor seus discursos e encaixar os seus “causos” mentirosos e frases de efeito que ele cria para impressionar trouxas, crédulos e obcecados vermelhos em geral.

E eis então que surge o “ELES”. O ELES é ótimo porque se encaixa onde o ouvinte quiser. Basta o molusco contar uma parte da mentira ou da frase de efeito e o expectador encaixa quem quiser no “ELES”.

Por exemplo: ELES não querem que os pobres tenham direitos;  ELES estão incomodados porque os pobres agora podem andar de avião; Eles são contra o bolsa família. ELES quem?

Se o sujeito está de bronca com o patrão, o ELES passa a ser o patrão. Se o sujeito tem problemas com a justiça, com a polícia, com o banco credor, com o parente que está em situação financeira melhor e isso lhe dói o estômago, com o político do outro partido que ele não gosta, se ele se sente inferiorizado e tiranizado pela elite opressora, as multinacionais, a direita reacionária, o capital estrangeiro, etc, etc. O ELES se encaixa como uma luva.

Escolha seu inimigo, encaixe no discurso e sinta-se representado pelo seu grande líder.

JOSÉ ALBERTO BATALHONE – UBERABA-MG

Santidade,

Veja como são estranhos esses ingleses.

Em 2003, um deputado inglês chamado Chris Huhne foi pego por um radar dirigindo em alta velocidade. Pra não perder a carteira, pois na Inglaterra é feio uma autoridade infringir a Lei, a mulher dele, Vicky Price, assumiu a culpa.

mmii

O tempo passa, o deputado vira Ministro da Energia, o casamento acaba, a Vicky decide se vingar e conta a história pra imprensa.

Como é na Inglaterra, o tal do Chris Huhne foi obrigado a se demitir. Primeiro do ministério. E, depois, do Parlamento.

ACABOU A HISTORIA?

NÃO.

Na Inglaterra é crime mentir para a Justiça e a Justiça sentenciou o casal envolvido na fraude do radar a 8 meses de cadeia pra cada um. E a pagar multa de 120 mil libras, uns 350 mil reais.

Segredo de Justiça? Nem pensar, julgamento aberto ao público e à imprensa.

Segurança nacional? Nem pensar, infrator é infrator.

Privilégio porque é político? Nadica de nada!

E o que disse o Primeiro Ministro David Cameron quando soube da condenação do seu ex-ministro: “É uma conspiração da mídia conservadora para denegrir a imagem do meu governo.” Certo? Errado.

O que disse o Primeiro Ministro David Cameron acerca do seu ex-ministro foi o seguinte: “É pra todo mundo ficar sabendo que ninguém, por mais alto e poderoso que seja, está fora do braço da Lei.”

Estes ingleses são um bando de botocudos.

Só mesmo nesses paisinhos capitalistas europeus um ministro perde o cargo por mentir para um guarda de trânsito.

Porque aqui sim,  neste maravilhoso paraíso chamado Brasil, a primeira lei que um guarda de trânsito aprende é saber com quem está falando.

R. Que cabra leso e idiota, este tal Primeiro Ministro Cameron. Era só dizer que “Não houve infração; não houve velocidade alta“. E pronto: livrava a cara do deputado que era do primeiro escalão do seu gunverno.

Como estamos falando da Inglaterra, um país cujo eleitorado é composto majoritariamente por eleitores idiotas e que vivem do Bolsa Big-Ben, com certeza o deputado seria reeleito e Cameron continuaria com altíssimos índices de aprovação.

Agora, veja só, caro leitor, como são estranhas as voltas dadas pelo nosso pensamento. Uma coisa sem qualquer explicação.

Lendo esta carta que você nos mandou, me lembrei de declaração dada por uma ex-otoridade banânica. Uma afirmação peremptória, categórica, irrefutável e definitiva.

Por que me lembrei desta declaração???

Repito: não tenho a menor idéia. Mistérios da nossa cabeça.

Veja:

ORLY GUERRA – VILA VELHA–ES

Senhor Redator do Jornal A BESTA FUBANA,

mais uma vez pedimos ajuda para divulgar nossa manifestação, comandada pelo nosso colega Guerreiro:

MANIFESTAÇÃO em frente ao BACEN na Avenida Paulista.

Dia 29 de agosto às 11:00.

bsbs2

Solicito aos colegas a convocação da imprensa em geral, sobre a MANIFESTAÇÃO dos Aposentados do BANESPA em protesto contra o BANCO CENTRAL DO BRASIL que em petição contida num processo de Ação Civil Pública movida pela nossa Associação AFABESP, desempenhou o vergonhoso papel de advogado do SANTANDER, dirigindo injúrias e ofensas aos aposentados idosos concursados até 1975, com direitos adquiridos que foram desrespeitados pelo Banco Espanhol.

Leia o texto completo clicando aqui (A notícia é de 13/Jun/2013)

BANCO CENTRAL ALIA-SE DESCARADAMENTE AO BANCO SANTANDER CONTRA OS APOSENTADOS NO PROCESSO DE REAJUSTE PELO IGP-DI

BRÁULIO DE CASTRO – OLINDA-PE

Berto,

segue em anexo pra você curtir, a música do “Memorial da Rapariga Desconhecida”.

Vou enviar também pra Carlito que é pra ele sentir que o frevo “arrasta bêbado” é muito bom.

R. Esta parceria do Monsenhor Bráulio, em Pernambuco, com o Cardeal Carlito Lima, nas Alagoas, ainda vai render muita safadeza no carnaval de Maceió…

Pra entender melhor a trama, recomendo aos nossos leitores que vejam uma matéria que foi publicada há exatamente um ano, em agosto de 2013, na coluna do Carlito. Para ler, basta clicar aqui

rde

MEMORIAL DA RAPARIGA DESCONHECIDA – Bráulio de Castro

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Ai, ai, ai, ai
Ai se não fosse a mulher do coronel
O cais do porto de Maceió
Ainda hoje seria nosso céu.

No Alhamba, ou no  Tabariz
A classe rica, era feliz
No Duque de Caxias e no Verde
A classe média matava sua sede

E o povo comedor de sururu
Afogava o ganso
Lá no Sovaco do Urubu. (bis)

AI, AI, AI, AI,
Ai se não fosse a mulher do coronel
O cais do porto de Maceió
Ainda hoje seria nosso céu .

No querido e Velho Jaraguá
Gozamos muito na nossa mocidade
Pafinha, Zefinha Chorona e Cleide Foló
Até hoje são lembradas com saudade
Mas um dia o prazer, dali se mudou
O cais perdeu a  fama de bordel

Foi quando um vagabundo
Ás calças arriou
Na frente da mulher do coronel (bis).


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa