18 junho 2017 DEU NO JORNAL

NÚMEROS ABSURDOS

A instabilidade política e a grave crise econômica que afetam a Venezuela tem feito com que um crescente número de pessoas venha para o Brasil pela fronteira com Roraima.

Só nos primeiros seis meses deste ano a Polícia Federal no estado já recebeu 5.787 pedidos de venezuelanos querendo refúgio, cerca de 3.500 a mais do que em todo o ano de 2016.

Ao passo que avança a tentativa de Nicolás Maduro em promover uma reforma jurídica no país, o número de pedidos de refúgio na sede da Polícia Federal em Boa Vista cresce.

Venezuelanos fazem fila para receberem atendimento na sede da PF em Boa Vista

* * *

Fiquem tranquilos os zisquerdistas-luleiros-bolivarianistas daqui de Banânia.

O fubânico petista Ceguinho Teimoso – que ontem bateu um novo recorde de contorcionismo explicatório em comentários -, vai desmentir esta imagem aí de cima e estes números absurdos da imprensa golpista.

Esperem que o domingo será divertido.

17 junho 2017 DEU NO JORNAL

CUMPRINDO AS ORDENS

Pouco antes de assumir a presidência do PT, Gleisi Hoffmann confidenciou a colegas que estava arrependida de ter aceitado a empreitada.

Ela descobriu que não terá a autonomia que imaginava.

A executiva é quem dá as cartas ali.

* * *

Onde está escrito “executiva”, leia-se “Lula”.

O proprietário do estabelecimento é quem dá ordens.

O resto, desde a presidente até o Ceguinho Teimoso, simplesmente cumpre o que é determinado por Lapa de Meliante.

Uma petista autêntica: botando chifres no marido petista e cumprindo as ordens de Ali Baba

17 junho 2017 DEU NO JORNAL

PAU QUE DÁ NA CABEÇA DE QUALQUER CORRUPTO

O procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato na primeira instância, publicou nesta sexta-feira um post em sua conta na rede social Twitter no qual diz que a “falsa estabilidade” vendida pelo governo Michel Temer pode “desabar no próximo escândalo”.

“Governo vende falsa promessa de estabilidade, posta sobre pilares corroídos pela corrupção, prontos a desabar no próximo escândalo”. Ele não explicou se sabe de algum outro escândalo à vista envolvendo o governo ou se falou apenas em tese.

* * *

Ué…

Agora fiquei confuso…

Eu pensei que o coxinha Dallagnol perseguisse e falasse mal apenas do cuzinho Lula.

Vôte!!!

Dallagnol pertence àquela grupo de jovens que é acusado por Lula de “ter feito concurso“, uma coisa horrível e imoral.

A militância descerebrada do PT vive gritando que Dallagnol é parcial e que acusa apenas os vermêios-istrelados.

Confesso que fiquei sem entender.

Alguém poderia me ajudar???

Deltan Dallagnol, um jovem procurador que não tem bandido predileto, seja Lula ou seja Temer

17 junho 2017 DEU NO JORNAL

ALEXANDRE GARCIA É HOSTILIZADO EM AEROPORTO MAS NÃO CAI NA PILHA

Rodrigo Constantino

Quando um sujeito começa a ofender um senhor na fila para o avião, achando-se o tal por conta disso, temos um caso de fundo do poço para a moralidade, o respeito ao próximo, a decência. E foi isso que esse Ricardo Pilha fez com o jornalista Alexandre Garcia, da TV Globo. Um ato de covardia pura, de canalhice, sem falar da repetição de slogans idiotas que parecem retirados de alunos marxistas de uma escola de quinta categoria. Vejam as cenas:

 

E quem é Ricardo Pilha, o autor da baixaria? Alexandre Gonçalves fez um bom resumo: Pilha era assessor da Érika Kokay, a que quer mudar o sexo de crianças sem o consentimento dos pais. Pilha já xingou Joaquim Barbosa em restaurante. Pilha já tirou o ex-motorista do Marighela, Aloysio Nunes, do sério. Pilha, agora, atacou o jornalista Alexandre Garcia apenas porque não concorda com seu posicionamento político. Os argumentos? “Golpista”, “a Globo apoiou a ditadura” e por aí vai.

Na foto abaixo podemos ver a cara do “malandro” brasileiro. O sujeito ronda em torno do poder de olho em privilégios, em tetas estatais, enquanto defende o socialismo igualitário. Um típico loser, um cara medíocre incapaz de produzir riqueza, e que, por isso e pela completa falta de valores morais, vai buscar no estado a alternativa para expropriar riqueza dos outros.

Um sujeito que acha que o PSDB é de “extrema-direita” deveria estar internado num manicômio. Mas eis o ponto aqui: Pilha poderia ser considerado apenas um imbecil qualquer, mas não é o caso, pois como ele, existem outros milhares, milhões! Há método nessa tática, que vem de cima, das lideranças do próprio PT e suas linhas auxiliares. E há um padrão nessa estupidez.

Pilha é como o Smith do “Matrix”: existem diversos clones espalhados por aí, todos iguais, doutrinados nas escolas e universidades por militantes marxistas disfarçados de professores. As coisas que ele repete são as mesmas que essa extrema-esquerda toda diz por aí. Eles perderam qualquer capacidade de raciocínio, não conseguem mais pensar.

Com as boquinhas estatais desaparecendo aos poucos, com o “chefe” da quadrilha podendo ser preso, com a possibilidade do fim do imposto sindical, esses esquerdistas entram em desespero e partem para a agressão, a intimidação, o desrespeito, pois esta é a única coisa que lhes restou. Ou alguém imagina um cara desses participando de algum debate? Mais provável haver debate com um jegue, convenhamos.

Porcos selvagens acuados enlouquecem e partem para a agressão. Os petistas estão como os porcos acuados. E, ingratos, chamam de golpista o vice-presidente que elegeram, cospem na TV Globo que lhes concede enorme espaço, hostilizam jornalistas como Miriam Leitão que também é de esquerda e que ainda pede quase desculpas depois, alegando que o PT não é “isso”. Como não? O PT é exatamente isso. Pilha é a cara do PT!

Alexandre Garcia, uma das poucas vozes de bom senso que restaram na emissora, não caiu na pilha. Manteve a serenidade. Melhor assim, pois tudo que um marginal desses quer é uma reação, para poder bancar a vítima depois, invertendo tudo como sempre fazem. Mas confesso: vendo aquelas cenas, dá vontade de ver uma alma decente intervindo, nem que fosse para matar um pernilongo pousado bem na bochecha do recalcado petista…

16 junho 2017 DEU NO JORNAL

O NOSSO CHEFÃO É MAIS PODEROSO QUE O CHEFÃO ITALIANO E MOTIVO DE ORGULHO PARA BANÂNIA

O ex-ministro do Planejamento e depois da Fazenda Guido Mantega, o “pós-italiano” da lista de subornados da Odebrecht, vendia informações privilegiadas ao mercado financeiro sobre operações de juros e mudanças de câmbio, segundo revelou em depoimento ao Ministério Público Federal ninguém menos que outro ex-ministro petista ilustre, Antônio Palocci, o “Italiano”, que foi ministro da Fazenda do governo Lula e ministro-chefe da Casa Civil do governo Dilma.

Tutti buona gente“, é a expressão usada pelos italianos para ironizar os bandidos que integram a máfia.

Palocci fez acordo de delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato.

Palocci contou ainda que o esquema funcionava desde 2003, quando Mantega era Ministro do Planejamento, e continuou em 2004 quando ele assumiu a presidência do BNDES.

Mantega recebeu benesses com a vigência dos programas de desoneração de impostos na indústria automobilística.

* * *

Tudo tem sua serventia.

Até mesmo uma notícia corrupcional-petralhística de tamanha magnitude como esta pode ser pretexto pra alguma coisa que preste.

Quando li a expressão “Tutti buona gente” na notícia aí de cima, me lembrei logo do belo tema musical do filme “O Poderoso Chefão“.

O Capo di tutti capi” Marlon Brando perdeu feio para o “Cabra de todos os cabras” Lula Se Obrando.

O chefe mafioso de Banânia bateu de longe o chefe mafioso italiano.

E encheu meu peito de orgulho pátrio.

16 junho 2017 DEU NO JORNAL

A MÍDIA GOLPISTA ATACA MAIS UMA VEZ

* * *

Como esta matéria é destaque da revista Veja deste final de semana, é claro que isto não pode ser verdadeiro.

E por que?

Porque segundo Lula, a Veja é uma “revestinha mentirosa” que persegue descaradamente os homens públicos honestos e os presidentes que trabalham pelo povo.

Minha querida amiga Cabeça-de-Fossa, Tesoureira do Diretório Municipal do PT em Palmares, me telefonou hoje cedo pra desmentir esta matéria difamatória e canalha.

Segundo ela, trata-se de uma publicação reacionária e líder da grande mídia golpista.

16 junho 2017 DEU NO JORNAL

CASA DA SOGRA

Na rápida visita que fez na noite desta quarta-feira (14) a São Paulo, o presidente Michel Temer recebeu em seu escritório o chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo, Arlon Vianna, que também é tesoureiro do PMDB de São Paulo.

Em 2014, Michel Temer escalou Vianna para serviços particulares: selecionar os profissionais para trabalhar em uma reforma na casa de Norma Tedesco, sogra de Michel Temer.

À época, Arlon Vianna era assessor da Vice-presidência.

Arlon foi o responsável pela indicação de profissionais para a pintura, limpeza e reparos no imóvel alugado.

O Planalto confirmou que ele somente indicou profissionais para “pequenos reparos”.

* * *

Minha querida amiga Cabeça-de-Fossa, que é Tesoureira do Diretório Municipal do PT em Palmares, e que lidera na cidade a campanha “Fora Temer“, me disse que esta notícia não pode ser verdadeira porque foi dada pelo Jornal Nacional.

De fato, conforme pode se ver na manchete acima, aparece o logotipo do Jornal Nacional na ilustração. E esta manchete está na página G1, o portal nada confiável das Organizações Globo.

Segundo Cabeça-de-Fossa, isto é coisa fabricada na Sala de Guerra da Globo.

Pelo que o Departamento de Fuxicos do JBF apurou, o Instituto Temer vai soltar uma nota ainda hoje sobre o assunto.

Nesta nota vai ser dito que Temer jamais usou assessor da presidência ou dinheiro público para fazer reformas na Casa da Sogra. Que tudo que ele faz é dentro da lei e que suas contas foram aprovadas pela justiça eleitoral.

Na nota será afirmado que Temer – aprovado por Lula para ser vice da chapa do PT ao lado de Dilma -, ajudou a extinguir a miséria, a colocar os pobres pra viajar de avião, a erradicar a corrupção, a promover a distribuição de renda e a acabar totalmente com o desemprego.

E mais: a nota dirá que a mãe de Marcela não tem casa alguma. A pobre sogra é inquilina e paga aluguel.

O documento do Instituto Temer concluirá garantindo que ele, Temer, também não tem casa, não é dono de triplex e nem mesmo tem um sítio no interior de São Paulo.

É tudo mentira da grande mídia reacionária e golpista.

O leitor que tiver alguma dúvida sobre o teor desta nota, é só consultar o fubânico petista Ceguinho Teimoso que ele garantirá a veracidade das afirmações.

15 junho 2017 DEU NO JORNAL

O LONGO VOO 6237

Demétrio Magnoli

‘Foram duas horas de gritos, xingamentos, palavras de ordem contra mim e contra a TV Globo. Não eram jovens militantes, eram homens e mulheres representantes partidários. Alguns já em seus cinquenta anos. Fui ameaçada, tive meu nome achincalhado e fui acusada de ter defendido posições que não defendo.”

No voo Avianca 6237, durante duas horas, Míriam Leitão tornou-se alvo da hostilidade organizada de grupo – no caso, de delegados do Congresso Nacional do PT. A aeronave converteu-se, assim, em mais um registro numa história secular.

O “ato de repúdio” – esse é o nome da coisa – não deve ser confundido com eventos randômicos de agressão politicamente motivada. É um mecanismo de ação política consagrado por regimes e partidos que exercitam, ou almejam, um poder absoluto.

Na Rússia Soviética dos anos 20 do século passado, o “ato de repúdio” acompanhou, como uma sombra, os passos de Trotsky, Zinoviev e outros bolcheviques da velha geração que articulavam movimentos de oposição a Stalin.

Desde 1992, a Rússia restaurou a antiga bandeira czarista e a aliança entre o Kremlin e a Igreja Ortodoxa que sustentava os imperadores e hoje sustenta Vladimir Putin – mas não esqueceu o “ato de repúdio”.

Alexei Navalny, líder de manifestações contra a corrupção governista, é ritualmente recebido nas estações de trem do interior por chusmas de militantes ultranacionalistas que, sob orientações de cima, lançam-lhe ovos e tomates.

O “ato de repúdio” sempre obedece a um gesto de comando do alto, mas nunca tem chancela oficial explícita, disfarçando-se de manifestação espontânea. Contudo, a simulação é deliberadamente farsesca.

Putin confraterniza com os chefes das gangues “patrióticas” que atacam Navalny, como fazia Stalin com os militantes comunistas encarregados de repudiar seus desafiantes. Ambos, porém, negam ligação direta com os episódios de baderna.

A ambiguidade proposital alcança um duplo objetivo: de um lado, preserva a imagem das autoridades ou dirigentes políticos que os instigam; de outro, veicula a eficaz mensagem de que a agressão parte de um temível aparato de poder.

O nazismo e os fascismos europeus conduziram, por meio de milícias semioficiais, incontáveis “atos de repúdio”, que se completavam com espancamentos ou a destruição de jornais, lojas ou residências.

Na China da Revolução Cultural, o ritual adquiriu feições de tortura de “inimigos do povo” em praça pública.

A ideia básica do “ato de repúdio” não é intimidar a vítima circunstancial, embora isso também eventualmente aconteça, mas propagar uma onda de medo: “você pode ser o próximo”. A finalidade é silenciar, genericamente, o adversário (real ou imaginário).

Seu emprego, na democracia, destina- se a suspender a crença de que a divergência faz parte do jogo político normal.

No voo 6237, a milícia de delegados petistas erguia uma paliçada em torno de seu partido, delimitando uma fronteira para a crítica.

A blogueira dissidente cubana Yoani Sánchez foi alvo de “atos de repúdio” em Feira de Santana, em 2013. Os bandos de militantes do PT e do PCdoB, narrou Yoani, “seguravam o mesmo documento, contendo um feixe de mentiras a meu respeito” e “repetiam um roteiro vulgar” de slogans gritados em coro “que mesmo em Cuba não mais são ditos”.

Não se deve equiparar a agressão verbal de indivíduos malcriados, como os que hostilizaram Guido Mantega, no saguão de um hospital, ou Chico Buarque, numa calçada, com o “ato de repúdio”. Os primeiros agem sós, no calor da hora, sob o impulso de seus desvios de caráter. O segundo é uma operação planejada, codificada e de natureza coletiva.

Os agressores de Míriam Leitão encontraram- na fortuitamente no voo 6237, mas agiram guiados por uma tradição política contra um alvo nomeado pelo próprio Lula em diversas ocasiões.

Cuba isto é, o castrismo – está na raiz da prática petista do “ato de repúdio”. Yoani tinha 5 anos, em 1980, durante a crise dos emigrados de Mariel, quando viu, casualmente, pela primeira vez, um “ato de repúdio” no qual “as pessoas berravam e cerravam os punhos à frente da porta de um vizinho”. Depois, ao longo do tempo, como transeunte, vítima ou jornalista, observou dezenas de outros.

Nas suas manifestações silenciosas, as Damas de Branco, parentes de presos políticos na Ilha, são invariavelmente circundadas por hordas de funcionários comunistas convocados para “atos de repúdio”.

A baderna de Feira de Santana foi articulada a partir de uma reunião na embaixada cubana, em Brasília, da qual participaram assessores parlamentares.

O “ato de repúdio” é uma encenação teatral. Os milicianos – funcionários ou militantes – representam o papel do “povo”. À vítima, cabe o papel involuntário de “inimigo do povo”.

A antropologia possui os instrumentos para decifrar os significados simbólicos embutidos na performance, enquanto a psicologia talvez seja capaz de esclarecer as recompensas emocionais obtidas pela horda de “repudiadores”. Mas, no plano político, o espetáculo do “ato de repúdio” ancora-se no lodo do totalitarismo.

Que ninguém se engane: o voo Avianca 6237 decolou cem anos atrás.

15 junho 2017 DEU NO JORNAL

A FELICIDADE DA IDIOTICE

* * *

O Ministro Fachin, que foi nomeado para o Supremo pela ex-prisid-Anta Vaca Peidona, a partir de hoje vai ser considerado pelos cuzinhos vermêios como sendo um coxinha azul.

Um reacionário golpista da direita.

Nascer sem cérebro tem esta ventagem: o idiota vive feliz com as bostas que carrega na caixa craniana e não tem consciência de nada ao seu redor.

14 junho 2017 DEU NO JORNAL

OS GOLPISTAS DA GRANDE MÍDIA EM AÇÃO MAIS UMA VEZ

* * *

Eu não acredito nisto de modo algum.

Isto é coisa da grande mídia golpista e reacionária.

Tenho certeza que esta notícia foi forjada na Sala de Guerra da Globo.

O Instituto Gilmar Mendes é tão impoluto e probo quanto o Instituto Lula.

São duas entidades ilibadas e de altíssimo nível.

Aproveito a oportunidade pra informar a Joesley Safadão, dono da J&F, que o Instituto Luiz Berto está pronto pra receber qualquer quantia.

Qualquer pixuleco será muito bem vindo.

* * *

* * *

“Cumpanhero Gilmar, o Instituto Luiz Berto tá morrendo de inveja dos instituto de nóis dois”

14 junho 2017 DEU NO JORNAL

A FILA TÁ ANDANDO… MAS TÁ FALTANDO GENTE…

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi condenado pelo juiz Sérgio Moro – responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância – a 14 anos e 2 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A decisão foi publicada no sistema da Justiça Federal do Paraná nesta terça-feira (13).

Além desse processo, Cabral é réu em outras nove ações, que são analisadas no Rio de Janeiro.

Esta é a primeira condenação de Cabral no âmbito da Lava Jato.

* * *

O injusto e perseguidor Juiz Sérgio Moro condenou Cabral. Mas absolveu a esposa dele, Adriana Ancelmo, das acusações de corrução passiva e lavagem de dinheiro “por falta de provas“.

Diz a notícia que esta é “a primeira condenação na Lava Jato“.

Gostei desta ressalva. Ainda tem as outras guabirutagens de Cabral que não estão no âmbito da Lava Jato.

Bom, pelo menos a fila tá andando.

A prisão de Aécio está oficialmente pedida. A irmã dele, Andréa, ex-governadora de fato das Minas Gerais, já está mijando de coca no xilindró.

Mas ainda falta gente…

Gente que fez campanha pra eleger um ladrão do porte astronômico de Cabral.

Não resisto à tentação de repetir o que Lapa de Desonesto cagou oralmente em seu discurso:

“Votar no Sérgio Cabral é quase que uma obrigação moral, ética, política. É um compromisso de honra pra quem quer garantir um futuro melhor para os nossos filhos, para os nossos netos, para aqueles que a gente ama, porque este homem já provou que é um homem de bem”.

Eu fico tão entusiasmado que chega me dá vontade de bater palmas:

Clap, clap, clap, calp!!!!

14 junho 2017 DEU NO JORNAL

CABRA BONITO!

* * *

O que eu gostei mesmo nesta manchete aí de cima foi do fucinho de Joesley Safadão.

Ele num tá lindo???

Igualzinho um vilão de novela da Globo.

A imponência da imagem do Corruptor Ativo é bem maior que o valor dos repasses que ele fez pra Lula e Dilma, míseros 150 milhões.

De dólares.

Em depósitos no exterior.

Escrevendo tudo, chegamos a 11 algarismos:

US$ 150.000.000,00

Com mais 2 algarismos, teríamos um total de 13…

13 junho 2017 DEU NO JORNAL

O ÓDIO A BORDO

Míriam Leitão

Sofri um ataque de violência verbal por parte de delegados do PT dentro de um voo. Foram duas horas de gritos, xingamentos, palavras de ordem contra mim e contra a TV Globo. Não eram jovens militantes, eram homens e mulheres representantes partidários. Alguns já em seus cinquenta anos. Fui ameaçada, tive meu nome achincalhado e fui acusada de ter defendido posições que não defendo.

Sábado, 3 de junho, o voo 6237 da Avianca, das 19h05, de Brasília para o Santos Dumont, estava no horário. O Congresso do PT em Brasília havia acabado naquela tarde e por isso eles estavam ainda vestidos com camisetas do encontro. Eu tinha ido a Brasília gravar o programa da Globonews.

Antes de chegar ao portão, fui comprar água e ouvi gritos do outro lado. Olhei instintivamente e vi que um grupo me dirigia ofensas. O barulho parou em seguida, e achei que embarcariam em outro voo.

Fui uma das primeiras a entrar no avião e me sentei na 15C. Logo depois eles entraram e começaram as hostilidades antes mesmo de sentarem. Por coincidência, estavam todos, talvez uns 20, em cadeiras próximas de mim. Alguns à minha frente, outros do lado, outros atrás. Alguns mais silenciosos me dirigiram olhares de ódio ou risos debochados, outros lançavam ofensas.

– Terrorista, terrorista – gritaram alguns.

Pensei na ironia. Foi “terrorista” a palavra com que fui recebida em um quartel do Exército, aos 19 anos, durante minha prisão na ditadura. Tantas décadas depois, em plena democracia, a mesma palavra era lançada contra mim.

Uma comissária, a única mulher na tripulação, veio, abaixou-se e falou:

– O comandante te convida a sentar na frente.

– Diga ao comandante que eu comprei a 15C e é aqui que eu vou ficar – respondi.

O avião já estava atrasado àquela altura. Os gritos, slogans, cantorias continuavam, diante de uma tripulação inerte, que nada fazia para restabelecer a ordem a bordo em respeito aos passageiros. Os petistas pareciam estar numa manifestação. Minutos depois, a aeromoça voltou:

– A Polícia Federal está mandando você ir para frente. Disse que se a senhora não for o avião não sai.

– Diga à Polícia Federal que enfrentei a ditadura. Não tenho medo. De nada.

Não vi ninguém da Polícia Federal. Se esteve lá, ficou na porta do avião e não andou pelo corredor, não chegou até a minha cadeira.

Durante todo o voo, os delegados do PT me ofenderam, mostrando uma visão totalmente distorcida do meu trabalho. Certamente não o acompanham. Não sou inimiga do partido, não torci pela crise, alertei que ela ocorreria pelos erros que estavam sendo cometidos. Quando os governos do PT acertaram, fiz avaliações positivas e há vários registros disso.

Durante o voo foram muitas as ofensas, e, nos momentos de maior tensão, alguns levantavam o celular esperando a reação que eu não tive. Houve um gesto de tão baixo nível que prefiro nem relatar aqui. Calculavam que eu perderia o autocontrole. Não filmei porque isso seria visto como provocação. Permaneci em silêncio. Alguns, ao andarem no corredor, empurravam minha cadeira, entre outras grosserias. Ameaçaram atacar fisicamente a emissora, mostrando desconhecimento histórico mínimo: “quando eles mataram Getúlio o povo foi lá e quebrou a Globo”, berrou um deles. Ela foi fundada onze anos depois do suicídio de Vargas.

O piloto nada disse ou fez para restabelecer a paz a bordo. Nem mesmo um pedido de silêncio pelo serviço de som. Ele é a autoridade dentro do avião, mas não a exerceu. A viagem transcorreu em clima de comício, e, em meio a refrões, pousamos no Santos Dumont. A Avianca não me deu – nem aos demais passageiros – qualquer explicação sobre sua inusitada leniência e flagrante desrespeito às regras de segurança em voo. Alguns dos delegados do PT estavam bem exaltados. Quando me levantei, um deles, no corredor, me apontou o dedo xingando em altos brados. Passei entre eles no saguão do aeroporto debaixo do coro ofensivo.

Não acho que o PT é isso, mas repito que os protagonistas desse ataque de ódio eram profissionais do partido. Lula citou, mais de uma vez, meu nome em comícios ou reuniões partidárias. Como fez nesse último fim de semana. É um erro. Não devo ser alvo do partido, nem do seu líder. Sou apenas uma jornalista e continuarei fazendo meu trabalho.

* * *

Nota da Editoria do JBF:

O Editor do JBF se solidariza com a jornalista Míriam Leitão.

E dedica uma música ao bando de antas descerebradas, os imbecis petralhas, os tabacudos luleiros que covardemente agrediram a jornalista, ao mesmo tempo que agrediam a liberdade de expressão e o livre pensamento. Duas coisas que esta canalha bolivariana vermêio-incarnada odeia.

Esta música é pra vocês, bando de filhos-da-puta (sem qualquer ofensa às putas, claro).

13 junho 2017 DEU NO JORNAL

FURANDO A FILA

STF deve analisar pedido de prisão de Aécio no próximo dia 20, diz relator.

Marco Aurélio informou que deverá levar a julgamento na próxima terça o pedido de prisão do tucano.

Ministério Público denunciou Aécio por 2 crimes e pediu prisão preventiva.

* * *

Esta furação de fila está me deixando ansioso e emputiferado.

Se a prisão de Aécio já está demorando demais, imaginem a de Lula.

Tem que botar toda esta raça de guabirus, corruptos e ladrões pra obrar de coca no boi da cadeia.

Sejam azuis, vermêios ou roxos.

“Companheiro Lula, neste momento a pajaraca tá apontando pro meu furico; vai preparando o teu que tá chegando a hora…”

12 junho 2017 DEU NO JORNAL

MARMELADA

Faveco Corrêa

O julgamento da chapa Dilma&Temer é mais uma palhaçada que ilustra o festival de besteiras que assola o país. Assistimos a um julgamento cujo veredito é do conhecimento público antes de começar. O presidente da Corte, o midiático, vaidoso, inadequado e perigoso Gilmar Mendes definiu o placar logo no início do jogo: 4×3 para o time do seu amigo Michel, de cuja torcida pertence e com quem janta amiúde no Palácio do Jaburu. E que lhe dá caronas no avião presidencial. Este mesmo Gilmar Mendes que, entre outras façanhas, manda soltar notórios criminosos tipo José Dirceu e Eike Batista, só para citar alguns, que não se sente impedido de julgar causas patrocinadas pelo escritório de advocacia onde sua mulher trabalha e que aproveita dos cargos que tem para bombar o Instituto Brasiliense de Direito Público, do qual é sócio. E ainda protagonizou um espetáculo constrangedor assistido ao vivo pela TV por milhões de brasileiros, perplexos com o que estava acontecendo. Outra sacada dele: “temos que proteger o voto popular”. Algum de vocês votou em Temer?

E assim se coonesta o maior estelionato eleitoral de que se tem noticia na história país, até que o próximo estelionato o supere. O atual ocupante do Palácio do Planalto foi eleito na carona dos milhões gastos pela petista em sua milionária e, sustentam os fatos, criminosa campanha de 2014.

O triste espetáculo que assistimos vai ter desdobramentos.

O Tribunal Superior Eleitoral, mais uma jabuticaba brasileira sem paralelos no resto do mundo, a exceção da Costa Rica, uma fruta exótica tupiniquim, a exemplo do estojo de pronto socorro e extintor de incêndio obrigatório nos carros e da espetacular tomada de três pontas, assumiu que não tem serventia. Já não tinha autoridade definitiva pois de suas decisões cabe recurso ao Supremo Tribunal Federal. Agora conclui melancolicamente que não tem razão de ser por não ter isenção e nem competência para atuar dentro dos limites da lei. Virou tribunal politico. Uma instituição inócua que consome 2,5 bilhões de reais por ano do nosso escasso e suado dinheirinho. Um escândalo. De agora em diante, com que cara vai poder fiscalizar e punir políticos eleitos ilegalmente? O TSE acabou, apesar dos esforços do Ministro Herman Benjamim, que produziu um voto profissional e exemplar, apoiado por dois ministros do Supremo, Luiz Fux e Rosa Weber. Os outros que votaram contra o relator nem sei bem quem são, exceção feita é claro ao notório Gilmar Mendes que mandou a modéstia às favas e que há muito tempo habita o noticiário, para seu deleite pessoal.

Muito pior do que o réquiem do TSE, que descanse em paz, é o estrago que esta palhaçada faz na nossa crença na justiça. Já não acreditamos no Legislativo, por abundantes razões, nem no Executivo, conspurcado por 13 anos de cleptocracia do PT e agora mais um do PMDB, que se mantém aos trancos e barrancos, ferido por escândalos de todos os tipos, corroído por um mar de lama de dar inveja aos inimigos de Getúlio Vargas.

Agora vem este ataque feroz contra um dos poderes da República que imaginávamos estar ainda incólume e que nos protegeria como Nação das safadezas em curso e na moda. Imaginávamos incólume, “pero no mucho”, já que refém do famigerado instituto do foro privilegiado, das 200 ações no STF que já prescreveram em benefício da bandidagem, e que mantém o Lula solto. Mas como a esperança é a última que morre, achávamos que a justiça um dia iria prevalecer. Era a nossa aposta. Perdemos por 4×3.

De toda esta lambança, o Ministro Herman Benjamim vai sair muito bem na foto, autor que foi da melhor frase do espetáculo: “eu, como juiz, recuso o papel de coveiro de prova viva. Posso até participar do velório, mas não carrego o caixão”.

Pessoas como ele e o ex-ministro Joaquim Barbosa no mensalão, corajosas e imparciais, fazem a diferença. Como o Ministro Fachin está tentando fazer na Lava Jato, apesar de frequentemente derrotado na segunda turma do Lewandowski e do Tofolli.

E nós, os cidadãos, como ficamos? Qual será a nossa reação a tanta iniquidade?

O que é mais importante para nós, proteger uma “governabilidade” mambembe ou o império da lei?

Como sempre, só nos resta o caminho das ruas.

É lá que podemos exigir que as “autoridades” nos respeitem.

Sob pena de perderem a cabeça, como o fizeram as cabeças coroadas na Revolução Francesa.

12 junho 2017 DEU NO JORNAL

GANHAMOS DA BAHIA: O NOSSO RECORDE DE AUSÊNCIAS FOI MAIOR!!!

* * *

Aqui em Pernambuco a coisa foi bem melhor.

Ganhamos da Bahia.

Estive pessoalmente no bairro do Recife Antigo e contei 13 (êpa!) manifestantes no chão e mais 12 atrepados no trio elétrico.

Pernambuco venceu a Bahia!!!

12 junho 2017 DEU NO JORNAL

BANÂNIA, UM PAÍS DE TRIBUNAIS SUPERIORES QUE SÃO INFERIORES E BOSTÍFEROS

Cada um apaga as provas que tem

1) De Lula a Léo Pinheiro, segundo o ex-presidente da OAS:

“Se tiver, destrua”.

2) De Lula a Renato Duque, segundo o ex-diretor de Serviços da Petrobras:

“Se tiver alguma coisa [no exterior] não pode ter, entendeu?”

3) Do TSE aos brasileiros no julgamento da chapa Dilma-Temer, em tradução livre:

Nós temos, nós destruímos.

R. Vamos começar o dia com música.

Uma excelente semana para toda a comunidade fubânica!

12 junho 2017 DEU NO JORNAL

NÉLIO SANTANA – SANTA MARIA-RS

É peludinho, anda nos telhados, bebe leite, tem bigodinho, brinca com novelo de lã, tem 4 patas e faz miau.

O que é isso Gilmar Mendes?

Resposta: Não há evidências de que seja um gato. Voto pela exclusão do bigodinho e digo que é um Jacaré.

Mas excelência, jacarés não bebem leite nem sobem em telhados…

Resposta: esses dados foram divulgados somente depois da petição inicial e quando alguém já tinha colocado o jacaré no telhado.

E o fato de ele beber leite?

Resposta: sob pressão as pessoas fazem coisas inimagináveis.

R. Meu caro, eu acho que não vou mais permitir que aqui no JBF sejam feitas referências depreciativas ao Ministro Gilmar Boca-de-Buceta Mendes.

Ele merece todo nosso respeito.

A manchete de hoje, segunda-feira, do jornal Folha de S.Paulo, destaca que este pacato, discreto e humilde membro do Supremo está se queixando de “pressão de mídia“.

Veja só: 

Tá vendo???!!!

Obviamente Gilmar está se referindo a esta gazeta escrota, quando fala de “mídia“. Porque ele tem consciência de que o JBF faz parte da “grande mídia” banânica.

De modo que, a partir de hoje, não serão mais permitidas expressões injuriosas ou avacalhatórias ao Ministro Gilmar Boca-de-Buceta Mendes neste jornal de modo algum!

“Quem tem boca-de-buceta é o Deputado João Plenário. Eu não!!! Eu não pareço com ele nem de longe. Ainda bem que tem a Editoria do JBF pra me defender”

11 junho 2017 DEU NO JORNAL

ELE CAGOU UM NOVO TOLÔTE ORAL

Mais uma de Lula neste sábado, no evento de posse do diretório paulista do PT na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo:

“Nunca o Brasil precisou tanto do PT como está precisando agora. Nós sabemos como fazer a economia crescer.”

Que o digam os 14 milhões de desempregados deixados pelo governo petista.

* * *

Já que falamos do canalha – o maior mentiroso que este país já viu com a bunda na cadeira da presidência -, não custa nada lembrar que ele é o tema da pesquisa que o Instituto Data Besta botou no ar.

Cumpra sua obrigação fubânica e o seu dever cívico dando a sua peruada.

É só ir ai do lado direito desta gazeta escrota.

Um excelente domingo pra todos vocês!!!

11 junho 2017 DEU NO JORNAL

MELIANTE CARA-DE-PAU

O ex-presidente Lula não quis comentar o resultado do julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), encerrado na sexta-feira (9).

Quando questionado pela imprensa, se limitou a dizer:

Quem sou eu para dar palpite sobre decisão judicial?”.

* * *

Atenção: não riam.

Ele disse isso mesmo.

O Homem-Que-Não-Opina-Sobre-Nada é um cabra coerente mesmo!!!

Assim como Ofélia, ele só abre a boca quando tem certeza.

De preferência diante de plateias com antas amestradas.

“Silêncio, Mantega. Ele vai dar mais uma declaração peidando. Vem aí um novo tolôte”

10 junho 2017 DEU NO JORNAL

BANDIDÃO ATORDOADO

Habituado a atacar jornais e emissoras, queixando-se de “perseguição da mídia golpista”, o ex-presidente Lula revelou a aliados sua surpresa com a “virada da imprensa”, que para ele se voltou contra o presidente Michel Temer.

O espanto de Lula é que ele verificou que a imprensa brasileira, afinal, persegue apenas notícias.

E não poupa os políticos de denunciar as suas malfeitorias.

Lula não perdoa a TV Globo, desde quando a emissora mostrou fotos de suas visitas ao tríplex do Guarujá, que ele alegava não conhecer.

O espanto de Lula com a imprensa em relação a Temer foi confirmado por um interlocutor dele: “Ele está atordoado”.

* * *

O que me deixa atordoado mesmo é o fato de constatar que existem idiotas neste mundo de Deus que ainda acreditam em Lula.

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!

Por outro lado, a existência deste curral de antinhas é confortante: faz com que nós, os enxergadores do mundo real, tenhamos consciência de que somos mentalmente sadios.

A Editoria do JBF, que nunca teve bandido predileto, vai continuar metendo o pau em tudo quando é guabiru de Banânia, seja ele de qual ramo for, inclusive do ramo pulítico.

Lula, Aécio, Dilma, Fernandinho Beira-Mar, Joesley Safadão, Renan, Palocci ou Marcola: todos continuarão tendo aqui o tratamento que merecem: cacete no lombo e pajaraca no furico.

E, já que falamos em bandidagem e tocamos no nome de Lula, não custa nada lembrar que tem uma Enquete Fubânica no ar.

Se você ainda não votou, vá aí do lado direito do JBF e exerça sua obrigação banânica e seu direito cívico.

No JBF bandido não tem vida tranquila: seja ele do ramo do tráfico de drogas ou seja ele do ramo pulítico

10 junho 2017 DEU NO JORNAL

ALEGRIA, ALEGRIA!!!

Não apenas as defesas e os réus devem comemorar.

Os que votaram na chapa Dilma-Temer também devem estar dando pulos de alegria.

Militantes do PT e militantes do PMDB (existem?) devem passar o final de semana celebrando. 

Na cidade pernambucana de Lagoa dos Gatos, a militância petista – conhecida pela sua enorme coerência -, saiu às ruas ontem à noite para agradecer aos céus e comemorar a absolvição dos cumpanheros Temer e Dilma conforme registrado na foto abaixo:

Os réus absolvidos também celebraram muito, felizes e se rindo-se pelos cantos.

“Ganhemo. Parabém pra nóis dois, Teminho

8 junho 2017 DEU NO JORNAL

GRANDES NOMES DE PULÍTICA BANÂNICA

* * *

Cabral pede chorosamente absolvição e Lula busca pateticamente não condenação.

Cabral diz que fez tudo para alavancar a economia do Rio.

E Lula diz foi ele quem alavancou Banânia, extinguiu a miséria e botou todos os pobres do país pra viajar de avião e passar férias em Miami.

Segundo o fubânico petista Citador de Números, os 14 milhões de desempregados atualmente existentes são culpa dos 9 meses e 8 dias do guverno Temer.

Daí a campanha “Fora, Temer” pra acabar com o desemprego.

Este Temer do “Fora, Temer” é aquele mesmo Temer que Lula impôs pra ser vice da retardada mental Dilma.

Vocês intenderam, num é?

Bom, se num intenderam, é melhor cuidar de coisas mais importantes e aproveitar a quinta-feira.

O Trio Bostífero em pose especial para os leitores fubânicos petistas e eleitores de Lula e Dilma

7 junho 2017 DEU NO JORNAL

UM DEFENSOR À ALTURA DO DEFENDIDO

Cristiano Zanin, advogado de Lula, afirmou que foi surpreendido com a inclusão dos vídeos da delação da Odebrecht nos autos do processo do terreno do Instituto Lula e da cobertura em São Bernardo do Campo.

O TRF-4 determinou, assim, que Emílio Odebrecht e Alexandrino Alencar fossem ouvidos outra vez.

De acordo com Sérgio Moro, no entanto, Zanin pode ter mentido:

“Apesar da Defesa de Luiz Inácio Lula da Silva não ter aberto a intimação eletrônica, consta, nos registros eletrônicos, que o advogado Cristiano Zanin Martins acessou o processo e ainda especificamente os depoimentos extrajudiciais de Alexandrino de Salles Ramos Alencar e de Emílio Alves Odebrecht ainda em 31/05/2017, por diversas vezes, e novamente, por diversas vezes, no dia 01/06/2017.

“Assim, salvo melhor explicação por parte da Defesa, não aparenta corresponder à realidade a afirmação do advogado Cristiano Zanin Martins de que foi surpreendido na audiência de 05/06/2017, já que os registros eletrônicos do sistema informam que teve acesso à prova com relativa antecedência, em 31/05/2017 e 01/06/2017. Salvo melhor explicação, os fatos afirmados na impetração pelos advogados, de que a Defesa teria sido surpreendida em 05/06/2017, não são lamentavelmente verdadeiros.”

Que feio.

* * *

Se o constituinte é mentiroso contumaz, é natural que a defesa dele procure também o caminho da inverdade.

Uma coisa lógica e irretorquível.

Todavia, o dotô que defende o proprietário do PT pode ficar tranquilo quanto a esta pajaraca sem cuspe que o Juiz Sérgio Moro enfiou no furico dele.

O petista fubânico Justificador Incansável, que é Bacharel em Ciências dos Direitos Lulíferos, vai explicar tudinho, tim-tim por tim-tim.

E provar que toda esta fofoca não passa de perseguição da grande mídia golpista e reacionária.

“Eu não minto. Eu apenas conto verdades que nunca aconteceram. Afinal, sou advogado de Lula”

7 junho 2017 DEU NO JORNAL

PRISIDENTES NOS ARES BANÂNICOS

* * *

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República divulgou nota nesta quarta-feira (7) na qual afirma que, em janeiro de 2011, o presidente Michel Temer, à época vice-presidente da República, utilizou um avião particular para levar a família de São Paulo a Comandatuba, na Bahia.

De acordo com a nota, Temer não pagou pelo serviço e não sabia a quem o avião pertencia.

* * *

Conforme apurou o Departamento de Inverdades do JBF, o Manual de Cerimonial Aéreo da Presidência da República estabelece que o prisidente deve sempre dizer que não sabe quem era o dono do avião no qual pegou carona.

Seja o dono do avião Eike Batista, seja o dono do avião Joesley Também Batista, ou seja o dono do avião qualquer outro Corruptor Ativo.

“Não sei e não interessa ao distinto público saber quem é o dono”, é esta a resposta recomendada pelo Manual.

E fim de papo.

7 junho 2017 DEU NO JORNAL

NINGUÉM ROUBA A POLE DE LULA

Eliziário Goulart Rocha

A retomada do julgamento da chapa pelo TSE coloca na berlinda Michel Temer e – mas quem se importa com ela a esta alturas – Dilma Rousseff. Aécio Neves está todo enrolado e Sérgio Cabral se tornou réu em dez processos da Lava Jato, um recorde impressionante. Fora outros figurões engaiolados ou à espera das algemas.

Mesmo com tanta fartura, o primeiro posto já tem dono. Da mesma forma que ninguém tirava a pole position de Ayrton Senna da Silva, o menino sem medo que nos acordava mais cedo aos domingos e enchia de orgulho todos os “da Silva” deste país, ninguém tira de Luiz Inácio Lula da Silva, o menino sem vergonha que nos faz ter pesadelos e desonra o mais brasileiro dos sobrenomes, a pole position na fila de embarque formada por passageiros do camburão.

Somente quem finge que nada sabe ainda acredita no homem que finge que nada sabe. A cegueira ideológica espanta, sobretudo, por assaltar mentes grisalhas com diploma universitário, pós-graduação, doutorado e MBA. Para essa gente, os dólares subtraídos aos cofres públicos pelo corrupto de estimação do vizinho parecem sempre mais verdes do que os surrupiados por seu próprio corrupto de estimação. Jamais irão aceitar o fato de que de Paulo Maluf, uma espécie de decano brasileiro das malfeitorias com dinheiro público, a Lula, dono da camisa 10 e capitão da seleção nacional dos colecionadores de pixulecos, corrupto é corrupto. Aliás, no cenário atual, Maluf pode sonhar, no máximo, com uma vaga na Segundona da safadeza.

Adotar um corrupto implica responsabilidades. Significa, por exemplo, ter de alimentá-lo o tempo todo e protegê-lo com amor paternal do permanente risco de colisões com o Código Penal. Mas os seguidores da viva alma muito viva não querem saber dessas miudezas. Ao contrário do que ocorre em jogos de adolescentes ou marmanjos desmiolados de qualquer idade, seguem tentando provar que “o seu é maior do que o meu”.

7 junho 2017 DEU NO JORNAL

UM PODER LEGISLATIVO BANÂNICO

Além do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia, todos os seus antecessores nas últimas duas décadas viraram alvo da Lava Jato – os dois mais recentes (Eduardo Cunha e Henrique Alves) estão presos.

Aécio Neves foi denunciado e Michel Temer também será.

* * *

É para arrombar a tabaca de Xolinha!!!

Não custa nada lembrar que, antes de se tornarem presidentes de um dos poderes da república, eles foram eleitos deputado federal pelo curral de antas dos seus estados.

Através do voto direto, livre e secreto.

6 junho 2017 DEU NO JORNAL

EM BANÂNIA TUDO É POSSÍVEL

As portas de acesso de um posto de saúde em construção em Biguaçu, na Grande Florianópolis, ficam a cerca de 5 metros do chão.

Apesar de a unidade estar pronta há dois anos, pelas condições do terreno não havia sido construída nenhuma forma de acesso ao local até esta segunda-feira (5), segundo a prefeitura.

Conforme o prefeito do município, Ramon Wollinger, está previsto acesso através de um elevador e uma escada.

* * *

Se a gente contar isto lá no istranjeiro, ninguém vai acreditar.

Os haitianos estão se mijando de tanto se rir-se desta notícia.

5 junho 2017 DEU NO JORNAL

FEIÃO BOTOU BEM NO MEIO DO FURICO DE LINDINHO

A senadora Gleisi Hoffmann foi eleita neste sábado (3) a presidente do PT com 60% dos votos, para o comando da legenda nos próximos dois anos. Em segundo lugar ficou o senador Lindbergh Farias com 38% dos votos.

Ela ocupa o lugar que era de Rui Falcão.

A eleição ocorreu durante o sexto Congresso Nacional do PT, realizado em Brasília, e foi marcado por ausências, digamos, determinadas por “motivo de força maior“: estão presos, acusados de corrupção.

São os casos de José Dirceu, agora em prisão domiciliar, e João Vaccari Neto, ex-tesoureiro, que cumpre pena em Curitiba. Ambos foram homenageados como “heróis“, no congresso.

A lider do PT no Senado, eleita presidente do partido, é ré na Operação Lava Jato, juntamente com o marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo.

Em setembro do ano passado, o STF aceitou a denúncia da PGR que acusa Gleisi de ter recebido de forma ilegal R$ 1 milhão para sua campanha ao Senado em 2010.

Ela e Paulo Bernardo respondem por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

* * *

O corno petralha Paulo Galhudo Bernardo tem o maior orgulho da esposa, Ventinha Chifreira, a nova gerenta do bando vermêio-istrelado.

O que eu gostei mesmo nesta inleição foi o fato de o proprietário do PT, Lapa de Canalha, ter esculachado e botado sem pena no furico do Lindinho, o Nervosinho, aquele idiota que vive aos gritos no seu triste ofício de representar o PT no Senado.

Se fudeu-se direitinho na mão do chefe da quadrilha.

Bem feito!!!

Cara-de-Buceta e Chifreira, o proprietário e a nova gerenta do bando: uma dupla autenticamente petêlha

4 junho 2017 DEU NO JORNAL

MENTOR

Em setembro de 2012, o publicitário Marcos Valério prestou depoimento ao Ministério Público Federal e revelou que foi informado em 2004 pelo secretário-geral do PT, Silvio José Pereira, que o presidente Lula estava sendo chantageado.

A conversa entre os dois ocorreu dois anos após o assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel.

O publicitário disse que o empresário Ronan Maria Pinto exigia 6 milhões de reais para não divulgar informações relacionadas ao caso Santo André, envolvendo o presidente Lula, o ex-ministro José Dirceu e o então assessor particular Gilberto Carvalho.

Marcos Valério diz agora que quer esclarecer todos detalhes da chantagem. Pelo menos foi o que ele garantiu à deputada Mara Gabrilli, que colheu um longo depoimento do publicitário: “O Valério me disse que Ronan ia apontar o ex-presidente Lula como mentor do assassinato do Celso Daniel”, disse a deputada. Segundo ela, Valério garantiu ter as provas da chantagem.

Valério: o publicitário decidiu revelar os segredos do Caso Santo André

A primeira conversa de Valério com a deputada foi no dia 11 de outubro. Ela foi ao presídio atender às reivindicações de presos portadores de necessidades especiais e encontrou o publicitário em uma das celas. No ano passado, Mara, que é filha de um empresário que foi extorquido pela quadrilha que atuava na Prefeitura de Santo André, tinha entregado ao juiz Sérgio Moro um dossiê sobre o assassinato. No dia 3 de abril, Mara enviou um ofício ao procurador de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Smanio, narrando as conversas com o publicitário e pedindo andamento às investigações do crime.

“Ele (Valério) deixou muito claro que o senhor Ronan Maria Pinto ia entregar o senhor Luiz Inácio Lula da Silva para a polícia como mentor do assassinato do prefeito Celso Daniel”, escreveu a deputada. Para ela, o depoimento de Valério pode ajudar a desvendar o crime.

Mara Gabrilli: duas conversas com Valério na cela

Valério já vem negociando sua delação premiada com três promotores de Minas Gerais e dois procuradores da República. O publicitário disse que o ex-prefeito, pouco antes do assassinato, ia entregar um dossiê para a Polícia Federal e para o presidente Lula, envolvendo petistas com o crime organizado.

Após o envio do ofício da deputada ao procurador de Justiça de São Paulo, dois promotores foram visitá-lo. O publicitário quer depor somente à Polícia Federal.

* * *

Não tenho nada a comentar.

Nada a declarar.

Aguardemos a pronunciamento do fubânico petista Ceguinho Teimoso com seus jacarés embaixo da cama e deitando falação sobre “Teorias Conspiratórias

Vou fechar a postagem com música para alegrar o nosso domingo.

4 junho 2017 DEU NO JORNAL

O DATA BESTA INFORMA !

Na tabela abaixo estão os números da última Enquete Fubânica.

A editoria agradece a todos que participaram.

Até a próxima!

4 junho 2017 DEU NO JORNAL

DÚVIDA CRUEL

No avacalhado comício denominado “Convenção do PT”, Lula declarou o seguinte:

“Um canalha de um empresário disse que fez uma conta para mim e outra para Dilma, mas a conta está no nome dele e é ele quem mexia na conta”.

* * *

Agora eu fiquei curioso pra saber como é que Lula tem conhecimento de que “a conta está no nome dele“, do canalha Joesley.

E também como é que Lula sabe que era o canalha que mexia na conta.

Confesso que fiquei curioso mesmo…

Será que Ceguinho Teimoso teria como nos tirar desta dúvida?

Outra dúvida que Ceguinho poderia tirar pra gente:

Por que é que Lula também não chamou de canalha o cumpanhero Mantega, que confessou ter uma conta ilegal no exterior?

Hein???

Lula, Joesley, Dilma: um trio que é o retrato cagado e cuspido da Banânia dos últimos anos

4 junho 2017 DEU NO JORNAL

CAMPEÃO NACIONAL DA BANDALHA

Nelson Motta

De perto ninguém é normal, cantou Caetano Veloso. Grampeado, então, nem se fale. Mas Joesley, Aécio, Temer, Zezé Perrella e Ricardo Saud superaram as expectativas mais pessimistas, pela linguagem que os nivela a chefões do tráfico.

A arrogância, a pobreza de vocabulário, os palavrões e intimidações, as ameaças e chantagens misturadas às noções de lealdade que remetem à omertà dos mafiosos, é essa gente, que fala essa língua, que manda no Brasil. Por enquanto.

Imaginem as ideias diabólicas, as propostas indecentes, as bravatas e conspirações entre eles, quando os gravadores estão desligados. É melhor não imaginar nada, a realidade já é suficientemente abjeta e revoltante.

Foram os políticos e funcionários que comeram na mão de Joesley que facilitaram seu acesso ao dinheiro “barato” do BNDES. Barato para ele, mas caro para o Tesouro Nacional, que pagava juros mais altos do que os que cobrava de Joesley.

Com a mamata ameaçada, ele queria tirar Maria Silvia do BNDES. Mas não estava sozinho, é o “Joesley de todos os Joesleys”, um tipo de empresário brasileiro que acumula os defeitos do capitalismo e do socialismo, em causa própria.

Caricatura grotesca de gângster sertanejo e maior matador de animais do mundo, Joesley simboliza o Brasil de hoje. Ao seu lado, até Marcelo Odebrecht fica menos arrogante, e papai Emílio vira um tiozão boa-praça como os chefões mafiosos sentimentais.

Do “fora Dilma” ao “fora Temer” ao “fora todos”, cresceram as legiões de políticos ameaçados pela Lava-Jato, dispostos a tudo para livrar a pele, até mesmo se unir a seus piores inimigos. São eles contra nós, numa guerra mortal que pode arrasar o Brasil, para que esses bandidos travestidos de políticos sobrevivam.

Quando você ouve Joesley exigindo de Temer mudanças no BNDES, no Cade, na Receita Federal e na CVM, nos termos e tons que usa, não precisa ouvir mais nada.

O irônico é que o erro fatal de subsidiar “campeões nacionais”, que vitimou a “direita nacionalista” do governo Geisel, foi repetido pela “esquerda desenvolvimentista” de Lula e Dilma. Só mudaram os nomes dos Joesleys.

Joesley é um tipo de empresário brasileiro que acumula os defeitos do capitalismo e do socialismo, em causa própria

4 junho 2017 DEU NO JORNAL

RINDO DOS IDIOTAS QUE ACREDITAM NELES

* * *

Ao ver esta foto aí de cima, o jegue fubânico Polodoro não resistiu e me fez um pedido.

Ele pediu pra rinchar em homenagem a todo cabra que milita ou vota no PT.

Vamos atender ao desejo do nosso querido quádrupede, um jumento que é superior e bem mais inteligente do que muitos bípedes que eu conheço.

Rincha, Polodoro.

3 junho 2017 DEU NO JORNAL

TESOUREIRO É QUEM CUIDA DO TESOURO ALHEIO

O Congresso do PT, que começou com Rui Falcão chamando os condenados José Dirceu e João Vaccari Neto de “heróis do povo brasileiro”, recebeu a visita de Delúbio Soares.

O ex-tesoureiro petista foi condenado no mensalão a seis anos e oito meses de prisão em regime semiaberto pelo crime de corrupção ativa e, na Lava Jato, a cinco anos de prisão por lavagem de dinheiro.

Ele aguarda em liberdade o julgamento em segunda instância.

O PT é Dirceu.

O PT é Vaccari.

O PT é Delúbio.

* * *

O que eu achei arretado mesmo foi o flagrante mostrando a mesa diretora dos trabalhos larapiosos-guabirutais-pixulecários-lulaicos deste 6º congresso vermêio-istrelado.

A foto é de fazer inveja a Don Corleone. 

Ainda bem que neste antro de malfeitores não vigora a Omertà, a lei do silêncio da Máfia.

A cada dia aumenta a fila dos arrependidos que, a exemplo do língua presa Palocci, querem dar com a língua nos dentes.

Vamos homenagear o bando criminoso com um lindo samba.

Um samba que cabe como uma luva (ou como um chapéu?) na cabeça destes cabras safados.

3 junho 2017 DEU NO JORNAL

MALFEITOR SOLTO DÁ NISSO

Eliziário Goulart Rocha

No aconchego da prisão domiciliar graças à complacência da Justiça com malfeitores graduados, José Dirceu sente-se à vontade para fazer ameaças e debochar da cara dos brasileiros decentes. “A coalizão golpista deu origem a um governo abarrotado de históricos corruptos”, afirmou em artigo publicado no jornal Folha de S. Paulo o homem que um dia comandou o PT, foi braço-direito de Lula durante o Mensalão, responde à acusação de ser sócio-fundador do Petrolão e continuou a engendrar manobras obscuras mesmo na cadeia.

Se um dia se declarou quase convencido da própria inocência, ele agora parece plenamente convencido da credulidade popular. Só parece. Sabe muito bem que apenas devotos de seitas que cultuam corruptos de estimação são capazes de crer que houve um golpe, que ele é um guerreiro do povo brasileiro, que Lula de nada sabia e que a culpa é da Marisa Letícia. Não apenas finge acreditar na reconquista do poder nas urnas, como desdenha disso. “Podemos até vencer, mas sem ilusões: sob quaisquer circunstâncias, nosso norte é o avanço no rumo de uma revolução política e social, democrática”, prossegue em seu delírio o sujeito envolvido na montagem do maior esquema de corrupção da história. “Pela força das ruas, se nossas elites continuarem de costas para a nação”, ameaça o ex-guerrilheiro cujos únicos disparos que experimentou até hoje foram os verbais, desferidos contra a verdade e a lógica.

José Dirceu não reivindica indulgência das vítimas, tampouco a oferece: “Não há espaço para conciliação”, decreta. Malfeitor solto dá nisso.

3 junho 2017 DEU NO JORNAL

LEITURA: UMA OBRIGAÇÃO PENOSA

De Rui Falcão, ainda presidente do PT, sobre o pedido do MPF de prisão de Lula, ainda solto:

“É um absurdo continuar investindo contra alguém que não cometeu crime, não tem apartamento nenhum. Não tem prova para condená-lo e já estão prevendo forma de cumprimento de pena. Isso faz parte da campanha para tentar interditar a possibilidade de Lula ser candidato.”

A Lava Jato reuniu “centenas de provas” na íntegra do pedido de prisão, que pode ser lida clicando aqui.

No entanto, petista não lê (e, quando tem de ler, não entende ou finge que não entendeu).

Que dirá 334 páginas.

* * *

Os petistas que conseguem ler – os badalados zintelequituais vermêio-istrelados -, cagam mais merda pela boca do que o curral de antinhas que não lê porra alguma.

Pra ser um militante petêlho, ou pra ser prisidente de bando assim feito Rui Tabacudo Falcão, o lobotomizado tem que seguir o exemplo do Capo e odiar leitura.

Este negócio de leitura é coisa pra burguês golpista, reacionário e direitista.

3 junho 2017 DEU NO JORNAL

UMA FILA DE NOTÁVEIS

O banco suíço Julius Bar, escolhido por Joesley Batista para abrir a conta nº 06384985, que bancou Lula e Dilma, é o mesmo onde o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha mantinha a famosa conta da qual era “usufrutuário”, segundo alegou.

A conta, cujo saldo chegou a US$ 150 milhões (R$ 486 milhões) em 2014, foi revelada pelo próprio Joesley Batista, dono da JBS, ao Ministério Público Federal.

O relato de Joesley sobre “conta corrente” para bancar Lula e Dilma é semelhante à “conta conjunta” revelada por Marcelo Odebrecht.

A “conta conjunta” do PT com a Odebrecht, para financiar “projetos políticos”, movimentou R$ 324 milhões entre 2009 e 2014.

Em 2010, fim do governo Lula, a conta na Suíça tinha R$ 226,1 milhões (US$ 70 milhões). Em 2014, caiu para R$ 30 milhões.

Dilma alfinetou Cunha, em diversas ocasiões, até em pronunciamentos oficiais, afirmando que, ao contrário dele, não tinha conta na Suíça.

* * *

O primeiro da fila, Eduardo Cunhão, já está cagando de coca no boi de Curitiba.

O segundo, Lapa de Desonesto, teve a prisão solicitada.

Só falta agora a Vaca Peidona.

Parece que teremos um mês de junho com muitas quadrilhas ardendo nas fogueiras.

E o foguetório comendo no centro!!!!!!

3 junho 2017 DEU NO JORNAL

UFA! ATÉ QUE ENFIM !!!

Ministério Público Federal (MPF) pediu ao juiz Sérgio Moro, nesta sexta-feira (3), que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outros seis réus sejam condenados pelos crimes de corrupção passiva, ativa e lavagem de dinheiro e que cumpram as respectivas penas em regime fechado.

O pedido consta nas alegações finais do processo que apura um suposto pagamento de propina por parte da OAS, por meio da entrega de um apartamento triplex no Guarujá, litoral paulista.

* * *

Eu só não entendi uma coisa:

Por que razão uma multa tão pequena para um guabiru corrupto do calibre de Lapa de Ladrão???

Hein???

87 milhões é uma quantia irrisória prum Corrupto Passivo do porte deste canalha.

Esta eu não entendi mesmo.

Mas, enfim, saiu o pedido de prisão.

Demorou que só a porra, mas saiu.

Leia na íntegra as Alegações Finais clicando aqui.

São apenas 334 páginas para alegrar o coração de qualquer contribuinte da banda decente deste país.

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!

“Essa bomba é pesada. Si fudi-mi!”

* * *

Enquanto aguardamos a boa notícia, a prisão do proprietário do PT, vamos curtir a novidade do dia:

Rocha Loures é preso pela Polícia Federal em Brasília

Ex-deputado federal e ex-assessor especial de Temer foi gravado em vídeo pela PF correndo após ter recebido mala com R$ 500 mil.

Vejam só: Loures foi preso com uma mala de 500 mil.

Enquanto isto, Lula continua solto e vai pagar multa de 87 milhões.

Coisas da República Federativa de Banânia.

2 junho 2017 DEU NO JORNAL

ESTÃO DANDO O CALADO POR RESPOSTA

A bancada do PT no Senado parece não estar sabendo que Aécio Neves, o homem forte do PSDB, foi explodido pela Polícia Federal e afastado do mandato por ordem do Supremo.

Até agora, não se viu um petista subir à tribuna do plenário para descer a lenha no adversário, o inimigo número 1 do partido até outro dia. Mas esse é só um componente da omissão.

O PT sequer assinou a representação da Rede e do PSOL protocolada no Conselho de Ética para pedir a cassação de Aécio. E também não articulará com ninguém para tentar tirar o mandato do tucano.

Não se trata de compaixão. A mudez petista reflete a constatação interna de que, amanhã ou depois, pode ser um correligionário a sofrer no Conselho de Ética.

* * *

Como diz a infalível sabedoria popular, quem tem cu, tem medo.

A mudez da bandidagem senatorial vermêia é perfeitamente explicável: 

É que em casa de enforcado, não se fala em corda.


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa