A HIPOCRISIA E O POLITICAMENTE CORRETO

Sabem, ando meio atrasado em minhas colunas. Excesso de trabalho e de afazeres domésticos, faz parte! Mas mesmo atrasado me vejo obrigado a tecer comentários sobre algumas coisas.

O caso de Willian Waack por exemplo. Já se passou quase uma semana do ‘escândalo’, mas nestes tempos líquidos parecem-nos séculos. A velocidade das redes sociais derrubou um dos melhores jornalistas e um dos poucos livre pensadores dentro da intelectualidade brasileira.

Waack como homem público e como crítico costumaz dos poderosos deveria ter mais cuidado com seus comentários, mesmo que ‘fora do ar’. Errou, deveria pagar por seu erro? Talvez. Mas qual foi seu erro mesmo?

Talvez não perceber que, um filho da mãe trabalhando a seus lado que esperou o momento certo e usou de uma artimanha para jogar merda no ventilador e silenciar Waack.

Olhei o vídeo diversas vezes. Não é possível escutar as palavras após o buzinaço. Em um exercício complexo de leitura labial talvez possamos imaginar o que foi dito, algo como: “coisa de preto”. Nestes tempos bicudos teria o mesmo efeito de ter dito ‘coisa de viado’, ‘coisa de mulher’ ou ‘eu votei em Trump’. Não, não! Eu votei em Trump teria sido pior.

Mas isto bastou para destruirem uma carreira isenta e exitosa em segundos pelas redes sociais. São os líquidos tempos pós-modernos, diria Baumann. A patrulha do politicamente correto teve um orgasmo e fez o que melhor sabe fazer. Condenou, apontou o dedo, gritou.

HIPÓCRITAS! Pura e simples hipocrisia!

Quem? Repito, quem nunca antes fez uma piada infeliz? Quem não teve um deslize? Quem não fez ou riu de alguma piada que no fundo poderia ter um algo de, sei lá eu…, racista, homofóbico, sexista ou qualquer um destes ‘istas’ que inventam todo o dia? Mas os hipócritas atrás de um teclado voaram para condenar Willian Waack.

E a estes somaram-se os poderosos e toda a escumalha da esquerda brasileira. Os corruptos e seus asseclas que nunca tiveram trégua ou foram aliviados pelos comentários ácidos e inteligentes do jornalista. Crucificaram-no por vingança e aproveitaram para tirar do ar um de seus grandes críticos. Calaram um formador de opiniões isento, por isso mesmo, perigoso.

E a Rede Globo rezou na cartilha do politicamente correto. E, é claro aproveitou o ensejo para afastar um jornalista que aparentava não se curvar ante a sanha politicamente correta e de abraço as causas da ‘nova esquerda’ que tomou conta da emissora.

Não é a primeira vez que a Globo apronta destas. Teve o pedido de desculpas, ‘voluntário’, sobre a ditadura. Teve a submissão quase canina ao Regime Lulopetista, apesar de ser a culpada preferencial destes. Na ‘grande mídia’, um dos melhores inimigos da petezada.

A Globo aproveitou e nem deu chance ao contraditório, chutou Waack pela porta dos fundos. Vergonha! Roberto Marinho deve estar se revirando no túmulo, ante a covardia de seus herdeiros.

Se fosse hoje a Globo teria pedido a prisão dos Trapalhões. Didi, Dedé, Mussum e Zacarias fizeram gerações de brasileiros rirem de suas mazelas, fazendo piadas de negros, viados, mulheres e de tudo aquilo que o politicamente correto ojeriza. Ninguém morreu, ninguém matou, ninguém se magoou. E arrisco dizer que éramos mais alegres, mais brasileiros.

Mas, penso eu, e se Waack tivesse dito que era coisa de branco azedo, de burguês, de capitalista, de nazista, de fascista teria a mesma repercussão? Meus caros parece-me que a resposta é óbvia, não? Ai pode! Ai os patrulhadores de consciências, de falas e de pensamentos deixariam passar. Talvez até elogiassem.

São os mesmo hipócritas de sempre, usando o espaço virtual para seus intentos e só para eles. Fazer uma campanha virtual contra a filha de Trump? Pode, é legal! Vamos fazer, vamos nos mobilizar, dizem. Fazer uma campanha contra uma exposição de arte que mais parece putaria de cabaré? Não pode, é coisa de preconceituosos. É retrocesso.

O que me apavora é que nós, também usuários das redes sociais, nos calamos ante estas atitudes e ações. Deveríamos, ou melhor, precisamos reagir. O grande perigo para o mundo hoje não são os radicais islâmicos, não é o Anão Tarado de Pyongyang, não é o Trump ou o Putin.

Perigos como o bolivarianismo e o Lulopetisnmo também já foram desmascarados. A nova máscara das esquerdas é o bom mocismo, é o ativismo social, é o radicalismo verde e o politicamente correto. Disfarçados de cordeiros, estes lobos tentam, diuturnamente, controlar-nos, ditar nossas escolhas e reger nossas vidas. E o pior estão conseguindo sem que esbocemos a menor resistência.

Este é o perigo ao qual as esquerdas querem nos impor nestes tempos líquidos: a Ditadura do Politicamente Correto. Reajamos enquanto há tempo.

Quanto a Willian Waack, da mesma forma que Reinaldo Azevedo, Joice Hasselmann e outros tantos, sobreviverá. Com seu talento dará a volta por cima e vai se recolocar no mercado fazendo o jornalismo sério, correto e inteligente que sempre fez.

Sugiro ao Berto (Jornal da Besta Fubana) que revise suas projeções orçamentárias e ‘contrate’ o Waack para o JBF. Ele poderia usar este espaço escroto de sua Gazeta e baixar a ripa nesta escumalha.

Uma outra ideia para o JBF é descobrir o e-mail do Ombudsman da Globo e fazer uma campanha entre os ‘fubânicos’ para inundar a caixa de e-mails pedindo a volta do Waack.

De resto este colunista gostaria de registrar o respeito e a admiração ao trabalho deste e de outros grandes jornalistas no Brasil e no mundo que não tiveram, nem tem medo da patrulha do politicamente correto.

Aos HIPÓCRITAS desta turba politicamente correta meu desprezo e meu sincero desejo que vocês se FO…FERREM!

Querem saber, abaixo o Politicamente Correto! Quero mesmo é que vocês se FODAM!

PENSAMENTOS ESPARSOS

Estive ‘fora do ar’, por questões pessoais, por cerca de duas semanas, mas pelo jeito não perdi nada, absolutamente nada. Tudo como d’antes no Quartel de Abrantes!

Meus comentários soarão como uma retrospectiva pois tudo que observamos já vem de muito tempo, é repetição, é mais do mesmo. Algo como se a natureza, as forças que regem o universo conspirassem diuturnamente para que o Brasil não vá para frente, é como uma âncora imensa que nos segura, impede o progresso e faz reinar a desordem.

Os atores, ou melhor, os ladrões são sempre os mesmos, com as mesmas promessas, com as mesmas mentiras e com a mesma cara. Nada muda, os mal-feitos, a ganância e a cara-de-pau não acabam nunca. A única coisa que já acabou faz tempo é a nossa paciência!
Vamos aos fatos:

Absolvição 1

Temer é óbvio foi absolvido. Não se podia esperar outra coisa ante uma acusação inepta, mal feita e politiqueira. Não, de forma alguma estou dizendo que Temer et caterva são inocentes, muito antes pelo contrário. Mas fazer o que fizeram, Janot e equipe, é um desserviço ao país, só serviu para aumentar a instabilidade. Se for fazer faz bem feito! Deveria ter seguido comendo pelas beiradas, cercando, pegando ministros e asseclas próximos até dar o bote num dos chefões (não esqueçam daquele outro, o Nove-dedos que continua livre, leve e solto).

Custo Brasil

Pior disto são os custos. O custo da paralisação do país enquanto ‘apreciavam’ a denúncia. O custo dos jantares, viagens, reuniões e propagandas. O custo dos cargos distribuídos para os parceiros fiéis e seus eleitos, que certamente não trabalharão pelo país. O custo das inadmissíveis e imorais emendas parlamentares que vão irrigar os currais eleitorais ainda mais ávidos com a proximidade das eleições. Emendas que são um acinte à moralidade. Parlamentar tem de legislar, obras e ações são de competência do executivo. E estas emendas, podem ter certeza, não vão reverter-se em nada útil à população. Mas há um custo muito maior que ninguém está precificando, é a Reforma da previdência, essencial, que acabou. Subiu no telhado!

Absolvição 2

Pior que a de Temer, foi a absolvição de Aécio. Primeiro a patacoada do STF, que em decisão monocameral afastou ilegalmente o senador mineiro (mesmo sendo fato que ele cometeu ilegalidades a Constituição é clara). Depois o pleno do STF ‘para evitar’ um confronto entre poderes recua. E o Senado na maior cara-de-pau finge que nada aconteceu. Vai ser um efeito cascata de impunidade alastrando-se por Assembleias Estaduais e Câmaras de Vereadores. Eles roubam, eles se perdoam! Valeu STF! Se enrolou consigo mesmo e agora não faz mais ‘medinho’ em ninguém!

Caravana da imoralidade

E o nosso réu, condenado, cara-de-pau, mentiroso, vagabundo, ladrão mor (o adjetivo aplica-se a todos os elogios anteriores), Lula, continua andando livremente pelo Brasil. Agora foi para Minas Gerais. Depois do fracasso da caravana no Nordeste nem o PT nem a mídia esquerdopata alardaram muito a criminosa prática do candidato palanque (campanha antecipada é crime!). Pena pois não mostraram os comícios vazios e a oposição protestando contra o Capo. A lavagem da Praça onde o safado discursou foi genial! Se ele ousar aparecer aqui vou organizar uma lavagem da praça também.

Pergunta que não quer calar

Ou melhor perguntas. Como os Institutos de pesquisa ainda tem a capacidade de dizer que este individuo, condenado, réu não sei quantas vezes, que anda por ai fazendo discursos que nem a militância à soldo vai assistir é o primeiro nas pesquisas eleitorais? E ainda tem quase 60% de rejeição? Ohhh, ‘pesquisinhas’ vagabundas estas, hein! Estes institutos de pesquisa não acertam nem qual é o número par, inteiro entre 1 e 3! Mas com o ‘sucesso’ da vaquinha para financiar as caravanas do Lula, que arrecadou 36 mil reais (não pagam nem a cachaça que eles tomam em um comício), será que ninguém vai perguntar de onde saiu o dinheiro que financia esta bandalheira? Da Petrobrás? Da JBS? De onde? Ninguém vai fiscalizar quanto dinheiro público os desgovernos de Minas e do Nordeste torraram nesta peregrinação das mentiras Brasil afora?

Outra pergunta que não quer calar

Dizem que o STF vai rever sua posição sobre a prisão em segunda instância. Segurança jurídica? O STF revendo posições? Grande novidade! Na realidade isto está tão definido que tem Ministro soltando gente que deveria estar preso e ‘andando’ para a decisão da própria corte. O sonho de todos os corruptos está perto de se realizar e o STF, para não variar, vai rifar o país. Só se acontecer um milagre esta temática não será revertida. O milagre seria o novo Ministro Alexandre de Moares votar pela prisão em segunda instância e um dos Ministros virar o voto (Ou Rosa Weber ou Celso de Melo). Difícil?! Mas por enquanto a decisão está válida, então fica a pergunta por que Zé Dirceu ainda está solto?

Prendam o Zé Dirceu

Zé Dirceu teve sua condenação confirmada em segunda instância, transitou em julgado! E ele está ai livre, leve e solto. Continua em seu bunker em Brasília, continua mandando e desmandando no PT, continua articulando, participando de reuniões, festas e escarrando na cara do povo brasileiro. Pelo amor de Deus o que falta para prender este bandido que já foi condenado tantas e tantas vezes e continua delinquindo, traindo sua pátria? Falta coragem? Falta vontade? Falta o quê? Prendam o Zé Dirceu!

Saída na surdina

A única mácula nas condenações de Sérgio Moro é o ‘Mochila’ Vaccari, tesoureiro da sindicato da corrupção travestido de partido político, o PT. Vaccari que quase falou, hoje é um túmulo pois teve duas condenações revertidas na segunda instância. Sa terceira for revertida também será libertado, tal e qual Dirceu, mostrando que o silêncio pode compensar. Se for condenado poderá falar. Coragem senhores desembargadores do TRF 4, libertar o tesoureiro da máfia petista é a senha de que impunidade voltou.

Desespero pré-eleitoral

As eleições de 2018 se aproximam sinalizando que nada vai mudar, talvez até piore. Quando olho os possíveis candidatos tenho uma síncope, isto que estou olhando apenas os presidenciáveis. Se olhar os candidatos aos outros cargos acho que me suicidarei. Pensar em uma eleição presidencial com Lula, Marina, Ciro Gomes, Alckmin, Bolsonaro e Luciano Huck me dá náuseas! Imaginem um segundo turno entre Lula e Bolsonaro? Deus nos acuda!

Lembranças de 1989

Os mais velhos ou experientes devem lembrar. Depois de anos de ditadura voltamos a escolher um presidente. Vinte e dois candidatos à Presidência da República, vinte e dois. Um disparate! E no final, em dezembro de 1989, tivemos de decidir entre Lula e Collor. Pensei que nunca mais teríamos, no Brasil, que enfrentar uma situação tão dramática, escolher para presidir nosso país entre dois dos maiores corruptos que esta terra gerou! Mas a escolha que se avizinha é difícil e tão dramática quanto. Talvez tenhamos de decidir entre Lula, comprovadamente corrupto, um ladrão na acepção pura da palavra e Bolsonaro que tem a seu favor, até o momento, a honestidade funcional, pessoal, de ideias e palavras. Mas convenhamos suas ideias são uma m… Deixa prá lá! Não consigo crer que alguém, nos dias de hoje, defenda o nacional desenvolvimentismo. As outras ideias e o radicalismo de Bolsonaro até passam, mas desenvolvimentismo, não! E creiam temos uma grande chance de estar na encruzilhada de novo.

Voltando a 1989

Eu com 17 anos recém completos fui votar, contrariado. Primeiro porque era e, sou contra até hoje, ao direito de voto aos 16 anos. Para votar, em minha opinião, o cidadão deve ser plenamente capaz (no sentido legal) e responsabilizável, pois está decidindo o futuro da país e não pode nem ser responsabilizado se cometer crime eleitoral, um absurdo! Mas se eras contra por que votastes? Coisa da juventude e da inexperiência achei que deveria, já que foi facultado o direito de votar, colaborar com a democracia. Também sou contra o voto obrigatório. Votar é um direito e direito não pode ser uma obrigação.

E o que eu fiz?

No primeiro turno votei em Brizola, que cagada! Influência de meu avô. Viram porque não devemos ter direito ao voto aos 16 anos? E no segundo turno? Passei a noite acordado, sem dormir, preocupado com meu voto. É sério! Sabia que nem Lula nem Collor prestavam, mas tinha de votar. Fui para a seção eleitoral e como o voto era em papel acabei cometendo um ato desesperado, anulei meu voto. Escrevi Brizola no voto de novo. Mais um fruto da imaturidade e mais uma razão para ser contra o voto aos 16.

E hoje?

Se tivermos de nos colocar na encruzilhada novamente. Se tivermos de escolher entre Lula e Bolsonaro, tenham certeza que não anularei meu voto. Vou fazer campanha, ligar para os amigos, pedir voto. E no dia vou de camiseta, bandeira e tudo mais que a lei permitir (sem ser boca-de-urna). Vou votar em BOLSONARO, apesar de seu desenvolvimentismo. Voto em Bolsonaro com a alma leve!

* * *

Mas se tivermos Lula contra Alckmin, Marina, Ciro ou qualquer outras destas pústulas? Bom ai acabou! Vou fugir do país antes do segundo turno. Só volto para ajudar na revolução armada que certamente advirá.

* * *

Que Deus nos poupe de todas esta encruzilhadas! E nos permita ter alguém decente para escolher e eleger!

UMA SEMANA CONFUSA…PRÁ VARIAR!

Batendo cabeça

Enquanto o STF e o Congresso batem cabeça por causa de Aécio Neves, os outros corruptos saem de cena. Temer flana na Câmara em direção ao arquivamento do segundo processo e Lula aproveita para andar por ai leve, livre e solto.

Fora de foco

O maior beneficiado, ou melhor, os maiores beneficiados com esta confusão toda são Lula e o PT. Ficam fora de foco e podem ir por ai plantando suas teorias da conspiração. Claro que outros corruptos também se beneficiam, mas não como eles.

O Capo e o erro induzido

O grande erro de nossos procuradores do MPF, proposital ou involuntário, é ter generalizado a corrupção. Claro que todos são ladrões! Mas colocar todos no mesmo saco é burrice! Temos aqui desde o ‘ladrão de galinhas’ ao ‘genocida social’. Não dá para igualá-los. E ademais sabemos que qualquer corporação, mesmo uma corporação de ladrões, tem uma cúpula e tem um chefe. No final da escada há um homem, apenas um homem, que é o Capo de tutti Capi, Lula!

Diferentes e iguais

Tratar a todos como iguais faz com sejamos condescendentes com aqueles que institucionalizaram a roubalheira e a comandaram. Claro que o PT não inventou a corrupção brasileira, esta é endêmica. Mas o PT sob a batuta de Lula a organizou e institucionalizou,permitindo que todos roubassem desde que lhes destinassem uma parte. Ao colocar todos juntos geramos uma sensação de enojamento contra toda a política e isto é perigoso.

Dar nomes aos bois

É preciso dar nome aos bois, separar quem usou caixa dois de quem corrompeu e coordenou a roubalheira. E puni-los sim, mas de acordo com o que cada um fez. Quando generalizamos, minimizamos os pecados dos grandes ladrões. Este desânimo e confusão explicam um pouco a persistência do nome de Lula nas pesquisas recentes.

A conta que não fecha

Para os números das pesquisas eleitorais estarem corretos deveríamos ter cerca de 200% de votos. Não, não confio nestas pesquisas! Acho que contém erros grosseiros e que as perguntas induzem os resultados. Casualmente são sempre pró-Lula, que foi um pai para os ditos institutos de pesquisa, através de seus marqueteiros e rios de dinheiro de corrupção. Para Lula estas pesquisas são fundamentais para o discurso de perseguido político e isto não tem preço.

A verdade das urnas

Mas, sinceramente, qualquer pessoa com dois neurônios funcionais e, que não seja totalmente dominada pela ideologia, consegue perceber que o resultado das pesquisas só teria algum sentido se estas foram realizadas na saída de uma festa de sindicatos filiados à CUT. Mas a verdade só será vista nas entranhas das urnas.

As urnas…

Isto é claro se conseguirmos um mecanismo, como a impressão de votos, que nos pemita aferir os resultados das eleições. Com as urnas eletrônicas atuais até Lula pode vencer e, ai as pesquisas manipuladas de hoje serviriam para ‘aquecer’ a fraude eletrônica. Não que eu não confie nas urnas eletrônicas, eu não confio é nas instituições políticas brasileiras. Ademais nossas modernas urnas só foram testadas em ‘democracias’ como a Venezuela e a Bolívia. Fica a pergunta: Por que países da Europa, EUA, Canadá ou Japão ainda preferem o voto impresso? Voto na urna contado um a um. Por que será que estas democracias ‘atrasadas’ não usam nossas maravilhosas urnas?

Curtas e grossas

Comentários rápidos sobre a semana.

– A coerência do STF foi pelo ralo com a votação de quinta sobre o caso Aécio. Algumas vezes o STF é tão político (e politiqueiro) quanto o Congresso.

– Luiz Fux poderia ter evitado outro desgaste. O STF já havia decidido sobre Cesare Battisti. Por que manter um terrorista assassino sob a proteção do Brasil? Que vá pagar seus pecados na Itália e no inferno. Já temos bandidos demais aqui!

– O Senado, mesmo com voto aberto vai salvar Aécio. O medo de outros que logo estarão na mesma situação é muito grande. Especialmente petistas e pemedebistas que estão na reta. Fritar Aécio pode significar cair na frigideira em futuro breve.

– O voto aberto será interessante, principalmente para ver a PETEZADA votar. E aí, o dilema, votar contra Aécio e receber o troco amanhã ou votar com Aécio e ser crucificado pela militância? Que dilema!

– A nova denúncia contra Temer é muito fraca vai ser sepultada. Mas a que preço?

– O preço não é só o referente a cargos e emendas. O grande preço que pagamos foi a paralisação da reforma da previdência e a volta da recessão. Ainda bem que a reforma trabalhista e outras mudanças estão passando desapercebidas nesta confusão. Algo de bom tinha de advir.

– E a novela de Lula e dos recibos. Qualquer simples mortal já teria entregue à justiça os originais. Por que será que Lula não quer entregá-los? Pelo mesmo motivo que o hospital não enviou a justiça a confirmação da visita do advogado de Lula ao proprietário do apartamento. Medo de descobrirem a fraude! Só isso!

A semana promete!

MEU DIA, MINHA VIDA!

Toca o despertador são seis horas da manhã. Não quero, não vou levantar está frio, muito frio quero dormir. Mas como não vou levantar? Tenho compromissos, meus alunos estarão lá me esperando, apesar do frio. Aliás estarão lá com frio, chuva ou calor. Bom, pelo menos quase todos estarão lá. Pelo menos em corpo, as almas, os espiritos estes eu não sei por onde vagam.

Mas não importa, eu sou o professor, tenho de estar lá. É minha missão, mostrar o caminho à estas jovens almas. Mostrar não! Ajudar-lhes a encontrar seus caminhos, rumo ao futuro, ao futuro da Nação. Está é nossa profissão, nosso sacerdócio. O professor deve ajudar a mudar o mundo usando a pena para lapidar as almas destes jovens, mostrando-lhes a luz do caminho. Meu Deus, que clichê!

Entro no chuveiro, está frio, a água morna me acorda, me anima. Vou lá. Vou mudar o mundo! Queiram ou não! Vou iniciar a revolução a partir da minha sala de aula. Missão divina, ser educador, ser professor.

Chego na Escola empilhado, com velocidade máxima. Cumprimento os colegas. Estranho! Eles têm as faces cansadas e desanimadas. O que houve? Por que o desânimo? Problemas? Não, não devemos trazê-los para cá. Aqui é o nosso templo sagrado. Acho que a frustração de muitos é por falta de vocação. Deixo-os de lado vou para a aula.

Meus alunos, meus discípulos, todos ali. Caras sonolentas, já vou acordá-los, já vou animá-los. Mas eles seguem ali, sonolentos, cabisbaixos. Riem, volta e meia, de minhas piadas, mas realmente não estão ali, não em espirito. A aula termina, frustração! Não vou mudar o mundo! Triste constatação, meu amigo. Talvez você o faça, com o seu trabalho. Talvez você também não o consiga, pouco importa!

Volto do intervalo desanimado. Outra turma. Outro bando de alienados, sentados em frente a um professor desmotivado. O que eu estou fazendo aqui? Estes jovens de hoje não querem nada com nada, só sabem mexer no celular. Eu também tenho vontade de mexer em meu celular. Mas não posso! A matéria flui, mecanicamente recitada como um mantra uníssono. Chato!? Azar eles! Também não se importam. O sinal, ufa! A aula terminou, vou almoçar.

Onde eu errei? Penso, reflito, não acho meus erros. A comida não desce. Minha missão profissional virou um fardo.Virou uma missão impossível. Onde foi que me meti?

Claro! O erro está ai. Não vou mudar o mundo sem mudar o sistema, tenho de começar a mudança por cima. Inicio a tarde com a ideia e a chave da mudança, vou para a sala do Diretor do Turno da Tarde, eu mesmo. Pronto agora é só ajustar tudo e iniciar a revolução educacional.

Professor, a voz da inspetora entrando na minha sala me acordado devaneio. O professor de matemática faltou, diz. E se segue o turbilhão: o professor fulano brigou com o beltrano; a turma tal se recusa a entrar em aula; faltou papel; não temos professor de química; assembleia do sindicato; não esqueça que o gestor quer saber das metas; e o promotor de justiça quer saber porque colocaram o cachorro vadio para fora da escola (você não poderia…) enquanto outro promotor vai processá-o por negligência pois o mesmo cachorro mordeu um aluno e você (no caso, eu) deveria ter posto o cachorro para fora antes disto. Não entendo mais nada! Aliás acho que nunca entendi.

A tarde voa, não fiz nada, apenas apaguei incêndios e desagradei pessoas. Principalmente isto, desagradei pessoas, pelo que fiz e pelo que deixei de fazer. É surreal., mas mudar o mundo vai ter de ficar para amanhã.

Vou tomar um café, frio, pois já saí do gabinete da Direção, e me recompor para o turno da noite. Uma última turma. Tomo fôlego, tenho de ser profissional, fazer o meu papel, por menor que seja, como tijolos na parede. Acho que isto é uma música, não é?

Encaro a última turma, adultos, tão cansados e desesperançados como eu mesmo. Vejo em seus olhos um espelho de minha alma. Respiro fundo, deixo o ideal e o rigor conteúdista de lado. Falo o que sinto, minhas vivências e experenciações. Pelo canto dos olhos vejo a cumplicidade nos seus olhos cansados, sorrisos quase cúmplices quando reafirmo através de minhas experiências tudo aquilo que eles sentem. A aula termina, eles se vão. Satisfeitos! Eu também. Cumpri, ao que parece, minha missão de educador, ensinei aquilo que tem o maior valor, minha experiência de vida. As experiências, dores e angústias que permeiam minhas vivências. Vou embora alegre. Missão cumprida!

Chego em casa, noite fria, sento-me no sofá, noite fria, ao fundo uma novela. Adormeço. Acordo de sobressalto, suado. Dou-me conta… Dou-me conta que o que se passou não foi um dia em minha vida. Foram os trinta anos de minha profissão de professor. Uma vida inteira de angústias, sonhos, frustrações, desânimo, luta e muito trabalho.

Minha vida inteira em um dia! Com toda sua complexidade. Uma lágrima escorre em minha face, já enrugada, homenageando o jovem idealista que um dia fui.

Valeu a pena? Sim valeu! Todo o sonho vale a pena não importa quanto tenhas de lutar por ele. Vencer as agruras,ser derrotado, dar a volta por cima é da vida. Deixar nossa marca, por mais insignificante que seja, já é uma vitória.

Cair, levantar, vencer , sobrepor obstáculos e ver um novo amanhecer! Esta é a lição que a vida ensinou a este velho professor. Um aluno, apenas um aluno encaminhado justificaria tudo que passei e, garanto, ajudei bem mais que um aluno.

E você? Qual seus sonhos? Quais suas angústias? O que faz te mover? Tua vida pode ser refletida em um dia? E este dia valeu a pena?

Afirmo-lhe com muito orgulho, o meu dia, valeu. Valeu a pena!

EL CHANCHO (O PORCO)

Hoje, 09 de outubro, fazem 50 anos que mataram ‘El Chancho” (O porco) Guevara. Não meus caros não foi assassinato, nem execução, foi um ato de justiça. Um ato de justiça contra um assassino em série que executou centenas, quiçá milhares, de pessoas, simplesmente porque se opunham a suas crenças ditatoriais.

O que me surpreende é o quanto os ‘zintelectuais’ de esquerda, os ‘defensores dos direitos humanos’, os que lutam pelas ‘minorias’, a classe artística e os pseudo intelectuais idolatram e cultuam a imagem de um assassino homofóbico, racista e misógeno.

Fico pasmo quando vejo militantes da causa gay aparecem em passeatas abraçados na bandeira cubana e vestindo camisetas com a cara de Che Guevara. Logo Che que fuzilou diversos homossexuais a torto e a direito na Cuba pós revolução.

Ele que considerava o homossexualismo uma doença (isto mesmo uma doença) que deveria ser erradicada com a morte ou a condenação a prisão perpétua, com direito a trabalhos forçados (uma espécie de cura gay cubana). Aliás Cuba é ainda um dos poucos países no mundo em que homossexualismo é crime.

E as bichas ali achando-se belas com camisas do Porco Assassino. Guevara era misógino, achava mulheres inferiores. E foi o mais cruel dos revolucionários cubanos. Executou e mandou executar milhares sem piedade ou julgamento, baseando-se na sua vontade e sede de sangue. Odiava os maricones tanto quanto odiava negros e índios. Um ótimo exemplo para as esquerdas idolatrarem, não?!

Foi réu confesso ante uma idiotizada Assembléia Geral da ONU, quando em 1964, disse: “Nosotros tenemos que decir aquí lo que es una verdad conocida, que la hemos expresado siempre ante el mundo: fusilamientos, sí, hemos fusilado, fusilamos y seguiremos fusilando“, discursou. Confessando ao mundo nada menos que 17 mil fuzilamentos, ou seja assassinatos, que o democrático regime cubano tinha cometido até ali (muitos por práticas consideradas nocivas como homossexualidade, feminismo, ser negro/índio ou simplesmente pelo péssimo hábito de ter ideias contrárias ao regime).

Foi aplaudido. Pasmem! Tem defensor dos direitos humanos que o idolatra até hoje. Se qualquer líder de um país, hoje, fizesse um discurso destes hoje na ONU seria submetido a Corte Internacional de Justiça. Se fosse um Trump da vida, seria fuzilado em praça pública. Mas não El Chancho! Che é o herói das esquerdas.

Aliás o apelido de “O Porco’ vem da família e foi mantido pelo revolucionários de Sierra Maestra. O Comandante não era nada chegado a banhos ou higiene pessoal e fedia mais que um porco, isto dito por seus companheiros de revolução.

Assassinou Eutímio Guerra um dos líderes revolucionários cubanos que se opôs a sua sanha homicída e idealizou e criou o campo de prisioneiros de Guanahacabibes – El Uvero Quemado – um campo de tortura e reprogramação social no sul da ilha. Na realidade um Campo de Escravos e de Extermínio quase comparável a Auschwitz. Uma trajetória de realizações dignas de um grande ‘Humanista’, merecedor talvez do Nobel da Paz.

Mas se este prêmio não veio, veio a Ordem do Cruzeiro do Sul brasileira, uma infâmia (mais uma) perpetrada por Jânio Quadros. Talvez nosso ‘Homem da Vassoura’ tenha resolvido premiar a candura de Che Guevara que pode ser vista em pensamentos conhecidos como; ‘Hay que endurecer-se pero sin perder la ternura jamás’.

Ou em outros menos conhecidos como: “ …minha senhora, eu não sou religioso. Na verdade eu atiraria até em Jesus Cristo!” Ou: “Eu odei maricones…acho que os odeio mais do que odeio negros e índios!” Todos pensamentos lindos, dignos do grande humanista Che Guevara!

Muitos historiadores afirmam que a crueldade e belicosidade do porco levaram a Fidel Castro incentivar que ele fosse levar a revolución a outros pagos. Andou pela África e Bolívia onde foi morto. Castro e as esquerdas aproveitaram o cadáver (socialistas adoram um cadáver) e fizeram do assassino um mártir redentor.

Claro que contaram com a cegueira da intlectualidae latina, com a utopia romantica (?) dos esquerdistas mundo afora e com a burrice dos bolivianos em La Higuera (onde mandaram ‘El Chancho’ ao Inferno).

O Coronel Zenteno Anaya que ordenou sua morte, ao invés de cortar sua cabeça e expor na feira (como fizeram com Lampião,) permitiu que se arrumassem o morto com ares de Cristo para uma foto. Esta foto varreu o mundo criando o mito do mártir, a partir daí outra foto tirada por Korda anos antes virou ícone dos “Sem Noção”.

Guevara não era um pobre cubano revoltado contra a miséria e pobreza, aliás nem era cubano, era Argentino. Médico e de uma das famílias mais ricas do país ao invés de salvar vidas resolveu tirá-las.

Uma música da Banda Aborto Elétrico (final dos anos 1970, que originou as bandas Legião Urbana e Capital Inicial) diz que ‘pobre quando nasce com instinto assassino, sabe o que vai ser quando crescer; ou marginal para roubar ou policial para matar’. Che nos mostrou que rico quando nasce com instinto assassino também sabe o que vai ser, desde menino: Black block ou Revolucionário Comunista, assim pode matar pelo ‘bem da humanidade’.

Por isso tenho certeza que o dia 9 de outubro de 1967 foi um dia memorável pois fez-se justiça aos milhares de mortos no paredón, varreu-se da face da terra um facínora, porco assassino.

Naquele dia com a partida de Che para os infernos a terra ficou mais leve, mais justa e mais cheirosa!

Um dia de júbilo e festa, em que muitos imbecis ainda vão prantear a morte de um crápula. Ernesto ‘Che’ Guevara de La Serna, que o diabo o tenha acolhido junto a seus companheiros. Que queimes pela eternidade na casa do capeta!

VIADO É VIADO

Sabem concordo com o Berto (Editor do JBF) nestes últimos dias além dos absurdos da política e dos altos comissionados da justiça, além das notícias sobre a corrupção endêmica e sistêmica em nosso Brasil e, é claro, além da cara-de-pau cada vez mais escrota de Lula. Outro tema tem tomado conta dos noticiários brazucas: arte e viadagem.

Viadagem com ‘i’ mesmo, de viado com ‘i’. Aqui no sul veado é o bicho, a bicha nós chamamos de viado, por isso viadagem com ‘i’, desculpem a redundância.

Só se fala de baitola, de bicha tendo ataques e de exposições de ‘arte’ que deixariam o Kid Bengala constrangido. Achei que não devia opinar, depois fiquei me questionando se não estaria sendo preconceituoso.

Mas na real, não sou preconceituoso. Tenho opiniões e a tal de constituição ainda me garante o direito de expressá-las. Aliás acho que nossa constituição deveria evoluir e ir ao encontro da bicentenária constituição americana em termos de liberdade de expressão.

Ninguém pode ficar ofendido pela opinião do outro ou pelo o que o outro é ou deseja ser, não é? Concordo, em grau, gênero e número. Logo ninguém pode tolher ou ofender-se com o que eu penso ou com o que eu digo, direitos recíprocos.

Hora se não podemos criticar isto que ‘eles’ chamam de arte e, que para mim é pouca vergonha, porque ‘eles’ podem censurar o que eu penso. A imprensa resolveu que grupos de pessoas ou grupos da sociedade como o MBL são quase criminosos porque se organizaram e foram as ruas e redes sociais protestar por aquilo que lhes incomoda.

As esquerdas acham muito bom protestar desde que ela (a esquerda) paute os protestos, se alguém protestar por algo contrário a sua cartilha é fascista, nazista, um monte de ‘istas’, é homofóbico, é de direita, etc.

No Brasil de hoje, se depender ‘deles’, ser homem, macho, branco, trabalhador, classe média, honesto e ter uma religião (principalmente se for católico) será crime inafiançável. Daqui um tempo ‘eles’ proporão uma exceção nos tais Direitos Humanos para permitirem a fuzilamento em praça pública dos ‘ogros’ e ‘trogloditas’ que ousam ter nascidos brancos, trabalham, temem a um Deus e gostam de mulheres. Que horror! Dirão. Homens que gostam apenas de mulheres?!!

Neste dia tornar-me-ei criminoso, mas antes de me fuzilarem levarei alguns junto. Pois sou, com muito orgulho, um admirador das mulheres em todas as suas dimensões, já disse aqui que não gosto de homem nem por perto. Sou branco, de nascença, embora seja temerário falar isto na miscelânea racial brasileira, mas meu biotipo é caucasiano. Sou trabalhador e ainda estudo. Trabalho de 8 a 10 horas diárias (em aulas, pesquisa, projetos e orientações) e estudo outras quatro horas (estou concluindo minha 5ª graduação, embora já tenha especialização, mestrado e doutorado). Faço caridade, pago meus impostos, tento ser alguém útil na sociedade. Não sou católico, mas isto nem o atual Papa o é, sou espirita (racionalista Cristão). E trabalho diuturnamente por uma sociedade justa e perfeita, à Glória do Grande Arquiteto do Universo.

Em resumo sou o algoz ideal desta canalha, sou o protótipo de tudo aquilo que eles odeiam e querem destruir. Mas não vou, jamais, mudar meus valores por aquilo que os outros pensam. Tenho uma máxima em minha vida ‘posso não concordar com, absolutamente nada, daquilo que dizes; mas lutarei até a morte para que possas dizê-lo’, portanto também não aceito que me impeçam de expor minhas opiniões.

Partindo deste princípio vou expor algumas ideias talvez um pouco incomodas para almas mais sensíveis, mas azar quem não quiser que não leia.

Primeiro não sou preconceituoso contra homossexuais… Aliás tenho vários amigos que o são. Um grande amigo, profissional conceituadíssimo, grande gestor e professor que é homossexual assumido, mas sem os trejeitos e frescuras, sempre diz que chamar viado de homossexual é muita viadagem. Viado é viado! Coisa que o cantor cearense Falcão já nos disse no sucesso ‘Holiday foi muito’.

Tenho amigos e conhecidos viados e sapatões. Dai, algum problema? Não nenhum problema. Eles dão o que é deles, se relacionam com quem querem e fazem de suas vidas o que lhes apraz. Acho isto muito salutar e não tenho nenhum problema com isto.

O problema está quando o cara resolve que eu tenho que achar bonito ou resolve que quer dar para mim ou pior ainda quando ele acha que eu tenho de dar junto. Ai não meu amigo, eu respeito tuas escolhas, respeite as minhas.

O que eu penso e aquilo que eu quero vivenciar ou com quem quero conviver são escolhas minhas. Se eu respeito as ‘escolhas’ dos outros, que me respeitem, ou o pau vai comer e não no sentido sexual da coisa.

Liberdade é isto, é fazer de sua vida o que se quer e respeitar as vidas e opiniões dos demais. E ai me incomoda esta cruzada, literalmente, que esta havendo na imprensa tentando nos pôr goela abaixo a ‘causa gay’. Ninguém vai me pôr nada goela abaixo.

O problema é que querem incutir na cabeça das crianças que é normal, ou pior, que é o correto. E assim vão deturpando nossa juventude. Não pensam na família destas crianças, na formação religiosa e cultural de seus pais. Só querem ‘respeito’ a sua causa.

Se querem respeito que se deem ao respeito, é isto. Já disse que aceito a dita ‘viadagem’. Mas que não é natural, ou melhor, não é a conduta mais natural, não é. Se fosse, a raça humana não se reproduziria sexuadamente (é meus caros para fazer uma criança precisamos de um homem e de uma mulher) e sim partenogeneticamente.

E ai? O que estamos tendo agora? Uma guerra. A mídia nos bombardeia com a causa gay 24 horas por dia, o desgoverno do PT com o Haddad tentou criar uma cartilha gay para crianças e implantar banheiros mistos em escolas (ia ser uma putaria), não conseguiu porque a sociedade reagiu e vai reagir cada vez mais.

A população brasileira é em sua maioria conservadora e religiosa, putaria só na zona e não na televisão. E agora aprendeu a se organizar e vai reagir. E os ‘zintelectuais’ de esquerda dizem que são minorias de direita.

Não meus caros, não mesmo! São a maioria reacionária (reacionária no bom sentido) da população brasileira. São as famílias que revoltadas com a putaria que os senhores vem pregando resolveram expressar sua opinião. E a esta maioria se juntam os liberais, como eu. De saco cheio das picuinhas, ranços, belicosidade e imbecialidades de nossa esquerda pseudo intelectualizada.

Este senhores é o peso de uma democracia de verdade. Não aquelas que os senhores admiram tanto em Cuba ou na Coréia do Norte (dois países, aliás, onde ser viado é crime passível de prisão perpétua ou pena de morte).

Não é a voz da censura ou atraso que estamos ouvindo é a voz do povo. É a voz da maioria absoluta dos brasileiros, respeitem-na!

Claro que cabe ao Estado garantir as liberdades das minorias e sua voz, mas cabe a estas minorias saberem respeitar o que pensa a maioria do país, embora esta maioria agora tenha aprendido a pensar sozinha e diferente daquilo que as esquerdas acham.

Dito isto acho louvável os protestos contra as putarias do Queermuseu e acho que a exposição do MOM em São Paulo deve ser proibida para menores e o dito ‘ator’ ser processado por estupro da menor com quem interagiu.

Dinheiro público nestes dois casos deve ser devolvido com juros. É o que penso e pelo que ouço nas ruas (não na imprensa, impregnada do ranço esquerdista e que não mais mostra fatos e notícias, apenas versões agradáveis aos esquerdopatas) também é o que pensa a maioria dos brasileiros.

Portanto meus amigos continuo achando que vocês podem dar o que quiserem e fazerem de suas vidas o que quiserem. Mas continuarei pensando que não é o curso natural das coisas, continuarei gostando de mulher cada vez mais (embora eu seja pelotense) e continuarei afirmando que ‘viado é viado’. Homofóbico? Talvez e daí, homofobia não é crime.

Eu respeito suas opções, respeitem as minhas! Democracia e liberdade são isto, fazer o que queremos, falar o que queremos e muitas vezes ouvir o que não queremos.

Eu estou pronto a ouvir e a respeitar pois não deixarei de falar!

Mas e nossas esquerdas e a dita ‘comunidade gay’ estarão prontas a ouvir e aceitar a opinião do Brasil? Só se concordarem com suas pautas? Então vocês não lutam por uma causa, lutam por uma ditadura, lutam pro falsos valores.

E de ditaduras, falsos valores e mentiras estamos cheios!

Um beijo à todos, sem viadagem!

MÚSICA REVELADORA

Há tempos venho relatando aqui, tal qual em um divã, minha frustração e desesperança com o Brasil de nossos tempos.

Ocorre que a desesperança e a frustração acumuladas viraram mágoa, que evolui a rancor e raiva. Hoje eu tenho raiva de nossa política e dos sem-vergonhas, corruptos e safados que nos trouxeram até este buraco.

Mas a raiva é extensiva a todos nós, inclusive este escriba, que deixaram que a situação chegasse onde chegou. A raiva inclui em seu abraço colérico, todos nós que permitimos por ação, omissão ou descaso que esta corja se aboletasse nos poderes da república e destruísse nossos sonhos, nossas esperanças e nossa nação.

Mas até que esta raiva que eu sinto e percebo que muitos compartilham, tem um lado bom. É útil para desacomodar-nos e forçar-nos a lutar por uma mudança. Temos de ir a luta para mudar de vez este país e passá-lo a limpo, é mais que hora!

Não aguento mais ouvir ‘Fora temer’. Não gosto do Temer. Até acho seu Governo mediano, poderia ser melhor se tivesse feito o que anunciou. Coisas como uma reforma da previdência verdadeira e profunda ou o fim dos sindicatos. Ou ainda coisas mais simples, como extinguir ministérios inúteis, o da cultura por exemplo, ou demitir ministros enrolados com a justiça.

Não o fez! E na minha opinião é culpado de muitas coisas, inclusive de corrupção. Mas não foi ele quem a institucionalizou a corrupção – foram Lula e o PT, que em seu projeto de poder fuderam o Brasil.

Não elegi Temer e o quero pagando por seus crimes. Mas, reitero, não votei nele, quem votou foram os demagogos petistas que o acusam de golpista, de falta de legitimidade. Temer pode não ter moral para governar o país, mas tem a mesma legitimidade de Dilma.

Esta aliás que tinha tanta moral quanto o antecessor, Lula e o sucessor, Temer. Não tenho mais paciência para isto.

E muito menos para ver na TV a ladainha do PT, as mentiras de Lula e sus desfaçatez. Não aguento mais ver esta sucia se desmentindo e tramando contra o Brasil.

Mas não esperem que eu me omita. Não me omitirei. Vou votar, vou fazer campanha e vou lutar pelo meu país.

Poderia escrever centenas de páginas e não colocaria para fora um terço de minha raiva, mas hoje no carro escutava uma música, já meio velha, dos Titãs. Se chama Vossa Excelência, tem uns 12 anos, mas exprime tudo o que penso e sinto sobre esta corja que nos desgovernou e nos desgoverna e também mostra para onde queremos que eles vão.

O RISCO E O RISCADO

Nas cordas

O depoimento do Capo Palocci jogou o Nove-dedos nas cordas. É a palavra de alguém de dentro, de um fundador do PT, articulador de campanhas, Ministro e Ex-presidenciável. O que o PT vai fazer? Expulsar palocci? Vai, vai mesmo, embora não tenha expulsado Zé Dirceu ou Vaccari. O que Lula vai fazer? Dizer que não conhece Palocci, dizer que Palocci é sem-vergonha (ops! Isto ele já disse). Mas nada disso explica porque o partido da ‘ética’ (sic) e seu dono mantiveram um mentiroso manipulador tão perto do poder por tanto tempo.

Meninos Eu Vi!

Se vocês já esqueceram, eu lembro. Um dos argumentos petistas é que as acusações sobre Lula eram do tipo ‘eu ouvi’. Mais os doentes, inclusive Lula, desafiavam seus acusadores de apresentarem alguém que tivesse falado com Lula sobre a roubalheira ou que tivesse visto Lula receber dinheiro. Ai está este alguém. Palocci não só contou o que viu e ouviu de Lula, como disse em sua delação que entregou pessoalmente dinheiro vivo na mão de Lula. E como não é burro deve ter mais provas disto.

Mentirosos, o Mentiroso e mais mentirosos

Para o PT, Lula et sucia a delação da JBS é verdadeira em tudo que acusa o PMDB e outros políticos, tanto que o partido votou pelo acolhimento da denúncia (a propósito concordo com eles). Mas quando se refere ao dinheiro dado ao PT, a Lula e a petistas os irmãos Batista são mentirosos. O mesmo vale para a OAS, Odebrecht e outros delatores. Palocci era um gênio, a ponto de ocupar dois ministérios chave nos desgovernos petistas mas quando fala do Chefão é mentiroso e manipulador. Quem são os mentirosos? Quem é o Mentiroso-mor? Adivinhem! Ganha uma estrela vermelha quem errar.

O risco Lula

As vezes fico tentado a querer que Lula concorra a presidência e leve uma surra, o que provavelmente ocorrerá. Mas a possibilidade arrastada do apedeuta concorrer ia manter a recuperação do país estagnada, vai prolongar nossa crise. Mais, teremos uma sensação crescente de frustração com a justiça, com a política e, consequentemente, com o país e nosso futuro.

Urna, cabeça de juiz e barriga de mulher…

Destas só saberemos, com certeza, o que tem dentro quando sair o resultado. Hoje uma eleição provavelmente teria Lula em quarto ou quinto lugar, ele sabe disso e sabe que isso acabaria com o mito. Embora a ladainha do perseguido dos poderosos continuaria. Por isso ser impedido de concorrer mas sem ser preso (tipo em um acordão, eu não concorro e vocês não me prendem) é o paraíso para Lula.

Escolher entre a merda e a bosta

Mas com a crescente polarização da política temos um pequeno risco de muitos candidatos participarem do pleito e na fragmentação dos votos Lula conseguiria ir incomodar no segundo turno. E temos um risco ainda menor de termos Lula contra um candidato muito radical e pouco palatável no segundo turno. Ai mora o problema. Pois com qualquer um dos dois o país estará lascado. E não pensem que seria uma novidade nos anos 1990 ocorreu isto aí. Um monte de candidatos, alguns excelentes, votos fragmentados e pronto… No segundo turno tivemos de escolher entre Collor e Lula, a merda e a bosta. Não tinha escolha boa ou certa, era escolher o menos ladrão. E pelo jeito, na época, escolhemos o bandidinho vagabundo. O chefão chegou ao poder doze anos depois.

O risco à justiça

Mas o grande risco que temos em uma virtual candidatura de Lula é o risco à justiça, à decência e a ordem democrática. Um bandido condenado, réu por múltiplos crimes, que vilipendiou o país não pode ter ‘direitos políticos’. Em uma democracia vale o Estado de Direito, não a putaria que o PT e a esquerda pregam. O que os esquerdistas querem é uma ditadura nos moldes da Coréia do Norte e um país com a opulência da Venezuela e as liberdades de Cuba. O Estado de direito deve nos preservar de bandidos e crápulas como Lula e seus asseclas sob pena de virarmos um Estado de ladrões e piratas (se já não o somos?) como a Somália.

O risco TRF

A tábua de salvação está no TRF 4 e na presteza de seus juízes julgarem os recurso do Capo de tutti capi – Lula. Se demorar o de costume ferram o país. Em geral o TRF-4 tem acompanhado Curitiba. Zé Dirceu teve a pena aumentada e só não foi para a cadeia porque um dos desembargadores pediu vistas, mas já teve sua condenação ratificada, é uma questão de dias até sua prisão. Mas este pedido de vistas tem outro processo vital o de Vaccari, que já foi absolvido por 2×1 neste tribunal e agora teve seu julgamento empatado em 1×1. O voto a ser proferido é fundamental e, creiam, foi este o motivo do pedido de vistas, pois deste voto depende o futuro da Lava-jato. Se Vaccari for absolvido abrir-se-á uma estrada para a impunidade na Lava-jato. Pense e vote pela sua Pátria caro Desembargador. Condene Vaccari! Provas há! A história e o Brasil lhe agradecerão!

Se apertar eles gemem

Acho que teremos mais uns golpes no PT e no PMDB. Alguns “Gargantas Profundas’ por ai. Geddel vai cantar como um canarinho. Mantega também. Ou isso ou estão ferrados. Mas quem eu acho que abrirá a boca assim que for guardada e vai dar todo o serviço é a ‘ex-presidente’ e anta, Dilma Roussef. A ex-guerrilheira não tem nada de virtuosa, como dizem as acusações de na ditadura ter entregue os parceiros. Já acusaram Dilma, se for condenada, pela própria personalidade, dará o serviço e entregará o que falta.

O risco e o riscado

Mas entre tudo isto que argumentei prefiro não arriscar nosso Estado de Direito. Não quero que Lula seja candidato, não por medo. Mas por respeito a decência e a honestidade. Lula tem de ser riscado da política brasileira.

Denegrindo-se

Lula, ora quem! Lula quis corrigir Moro por usar a palavra denegrir. Como se esta palavra tivesse cunho racista. Logo o Lula das piadas infames, dos palavrões, das ‘muié do grelo duro’, que várias vezes fez piadas com ‘a raça’. E como foi a única coisa perto de uma ‘vitória’ de Lula sobre Moro no depoimento, foi propagada como um vírus pela esgotosfera.

É a bosta do politicamente correto! Sabem o que eu lhes digo seus muares? Vão estudar!

Denegrir vem do latim denigrare, da junção de duas palavras: de e niger. De é uma preposição que pode ter vários sentidos, como origem (originalmente de algum lugar), afastamento (saiu de algum lado) ou intensidade (mais de alguma coisa). Niger significa negro ou escuro. Assim, denigrare significa literalmente “tornar mais escuro”. Por exemplo, quando alguém pinta o cabelo de mais escuro, em latim estaria a denigrare seu cabelo. O pôr do sol denigrare a tarde. Não tem conotação racista. Significa, grosso modo, manchar. E sabem porque não tem conotação racista? Porque em Roma, naquela época, haviam sim escravos. Mas estes escravos eram cativos de guerra, capturados como indenização. E em Roma havia escravos de todas as raças, mas em geral eram povos germânicos e do Norte, os bárbaros para os Romanos. A grande maioria dos escravos Romanos era composta por ‘loiros de olhos azuis’.

Portanto quem denigre o Brasil é você Lula e seu bando!

OUVIRAM DE CURITIBA AS MARGENS (NADA) PLÁCIDAS

E setembro chegou acelerando, ao final do mês neste ritmo, não vai sobrar pedra sobre pedra. Ótimo!

Do jeito que o PT et caterva deixaram o Brasil após 13 anos de desgoverno nada melhor que recomeçar do zero. Destruir tudo eles já destruíram, está na hora de sacudir a poeira jogar o lixo petista, bolivariano e qualquer outro resíduo fétido de nossa política, fora e começar de novo.

Parece que o mês de setembro promete, tanto que no dia da Pátria mãe, no dia de nossa ‘Independência’ até o hino será mudado. São fortes os ventos de Curitiba, local aonde a Pátria brasileira vai sendo refundada.

E a ação dos patriotas de Curitiba vem encontrando eco pelo Brasil afora. Retumba em Porto Alegre, em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo só para citar alguns locais e seus procuradores, juízes e tribunais.

Vamos ter de reescrever o Hino Nacional para homenagear estes abnegados que apoiados pelo grito das ruas estão derrotando o leviatã que habita os porões do poder brasileiro.

Nesta breve semana de setembro vieram à tona coisas que me pareciam óbvias e ululantes, mas que muitos fingiam não enxergar. A ‘ Copa das Copas’ e a “Olimpíada piada’ do Rio foram só um caminho para corrupção e desvio de dinheiro, o que acabou nos premiando com imensos e caríssimos elefantes brancos inúteis, obras não acabadas, muita propina e a quebradeira generalizada especialmente do Rio de Janeiro.

E se não bastasse a corrupção na Copa do Brasil foi tão grande que derrubou a cúpula da FIFA e pelo que se avizinha a corrupção das Olimpíadas fará grandes estragos no COI.

A peregrinação do bandido Lula pelo nordeste pareceu mais uma caminhada de cangaceiros com o objetivo de roubar até a alma daquele povo pobre e sofrido. Mas até o nordestino está escaldado e o comparecimento mínimo mostrou a ínfima popularidade do ‘Ladrão do Brasil’. Atrás da caravana da vergonha meia dúzia de políticos de pés de barro e de sindicalistas, desanimados pela pouca verba para a mortadela, faziam às vezes de carpideiras de aluguel.

De ato de mobilização popular a Caravana da vergonha fez às vezes de funeral do mais honesto. Pena que a palmeira imperial acabou pagando o pato ante a sanha pelo poder e dinheiro destes homens mínimos.

No mesmo Nordeste, na Bahia de todos os Santos e de muitos ladrões, Geddel, que estava ‘preso’ em casa graças a um protótipo de Gilmar Mendes com Ricardo Lewandowski do Tribunal Regional de Brasília, teve seu paraíso descoberto. Coitadinho!

O dinheiro não era seu, eram as economias de seu falecido pai. Aliás provavelmente ele nem sabia que se tratava de dinheiro, pois enlutado não deve ter aberto as malas e caixas que guardavam lembrança dolorosas do de cujus tão saudoso.

E eram só alguns milhõezinhos. Poxa neste ponto eu deveria ficar fulo com meu saudoso e recentemente falecido pai. Papai não deixou-me uma notinha de 100 reais sequer escondida no fundo de uma mala. Papai era pobre e honesto ou, como diriam outros, pobre por ser honesto. Mas pelo menos não deixou-nos dívidas, dele ficaram apenas as boas lembranças e o exemplo.

Coisa que seu Geddel apesar dos 51 milhões não deixará para seus filhos. Aliás quando é que vão revogar a prisão domiciliar deste senhor e mandá-lo de volta para o xilindró, temos alguns milhões de motivos para isto.

O dinheiro de Geddel foi um balde de água fria na festa de Temer pelo recuo e pelas burradas de Janot. Eu já havia dito isto, a PGR estava agindo partidariamente, Janot tem partido e estava agindo pelos interesses de seu partido. Mas se enrolou e agora teve de ceder e fazer um estrago no seu PT.

Denunciou Dilma, finalmente! Por mais burra que ela fosse era impossível ficar sentada na cadeira de Presidente da República por quase seis anos e não ver a roubalheira. A cegueira neste caso é sinônimo de esperteza e rendeu ótimos frutos em propina.

Janot teve de agir e agora ficou para nova PGR tocar adiante as denúncias, o que certamente fará, pois o foco sai do Congresso e vai para o PT, de novo. O que é interessante para alguns safados de plantão, embora ainda seja uma droga para o país. O ideal era pegar toda a corja de vez, numa cajadada só.

O PT ensaiou uma comemoração no caso Geddel, fingindo que o tal de Geddel não foi Ministro de Lula, nem alto funcionário de Dilma. Mas o ex-ministro, ex-manda-chuva, ex-coordenador de campanha e escroque Palocci cantou que nem passarinho em manhã ensolarada e deu todo o serviço.

Entregou o Chefe, a Chefe e toda a camarilha. Deu o serviço, o número da conta, o operador e o valor operado. Confirmou o que os outros delatores vinham dizendo mas com mais propriedade pois pode afirmar e afirmou: eu vi! Eu estava lá. Lula mandou, disse Palocci. Podem até tentar negar, mas o agora auto-intitulado Italiano era um Grão Petista, homem de confiança estava junto e dedurou o Chefe. Se sobreviver será execrado, mas agora é tarde.

E outros vão cantar rapidinho. Mantega sabe que se não cantar vai acabar na cadeia. E o boi, quero dizer, Paulo Bernardo tem na cabeça alguns motivos para entregar todo mundo, especialmente sua amada esposa. Basta colocá-los na jaula, da qual escaparam e, em poucos dias estarão cantando como o Italiano.

E só passaram-se sete dias do mês. Dia treze (viram treze) teremos o julgamento do Zé Dirceu no TRF 4. E, com justiça será reconduzido à Curitiba para mofar e morrer na cadeia. Vai acabar a farra, as cartas, entrevistas e ordens no partido. Este não vai falar, mas não importa, que morra na cadeia que é seu lugar.

O Mochi Vaccari também será julgado. Que seja condenado para continuar, justamente preso, pagando por seus crimes que não são poucos. Este sim se confirmada a condenação deverá abrir o bico.

O STF está contra a parede e deve apressar a condição de réu da camarilha toda e como sabemos réu no STF não pode ocupar a linha sucessória da presidência da República, portanto não deverá poder ser candidato. Viu Lula?

E no mesmo dia 13, o mais Honesto, o Capo di tutti Capi, o Nove-dedos encontrará de novo em Curitiba o Juiz Moro. Deve estar se cagando, pois agora o buraco vai ser mais embaixo. E como o dinheiro e a cara de pau estão acabando então teremos um cirquinho mixuruca para acompanhá-lo, provavelmente formado só por políticos, as nossas custas, e por Sem-terra, Sindicalistas e outros vagabundos profissionais.

É! Setembro promete!

Amanhã no dia da Pátria vistam verde e amarelo, nossas cores, e vão às ruas comemorar e apoiar o Brasil novo que está nascendo a partir de Curitiba.

Feliz dia da Pátria! Feliz 7 de Setembro!

QUANDO SETEMBRO CHEGAR…

De vez em quando parece-me que regressei ao passado. Olho a televisão e vejo as mesmas notícias de ontem, do ano passado, de dez anos atrás.

Prestando melhor a atenção mudaram alguns personagens, outros continuam os mesmos, talvez um pouco mais velhos, mas tão velhacos quanto outrora. Sim, mudaram alguns personagens, mas o roteiro, o enredo e o picadeiro continuam os mesmo. E pior, os palhaços, que somos nós, pobres eleitores/espectadores continuamos sentados tristemente.

Nenhum sorriso, nenhuma alegria! Só frustração, decepção e desencanto em todos os níveis do desgoverno. Os mesmos safados (e mais alguns novos sem-vergonhas) querendo nos enrabar, os mesmo vagabundos nos roubando, os mesmos cínicos mentirosos.

É o bandido que rouba e diz que é vítima da sociedade!(?) É o servidor público que não serve ninguém além dele mesmo e, só pensa em direitos. É o jovem que não estuda, não trabalha e não quer estudar ou trabalhar. Acha que seu precioso tempo deve ser dispendido com coisas uteis ou serão fúteis? Na opinião deles (da geração NEM-NEM) útil provavelmente é brincar de Black block enquanto fuma um baseado.

É o politicamente correto me execrando, me tratando como um criminoso, só porque sou sincero ou não concordo com a baboseira que ‘eles’ pregam. E o pior é que são uns chatos, de galochas. Só ‘eles’ é que respeitam os outros, só ‘eles’ é que sabem o que é melhor para a sociedade.

Não coma isto! Engorda! Faça exercícios! Não coma aquilo, pois maltratou um pobre animalzinho para fazer! Não beba! Use protetor solar! Seja vegano! Sorria! Não tenha preconceitos! Aceite Marx! Proteste contra o Governo golpista! Vote em Lula! Admire os homossexuais! Defenda a liberação das drogas! Dê a bunda!

Vão se fu…Catar! Eu detesto que me digam o que fazer!

Meu prato predileto é um só: o prato cheio!

ADORO carne! Churrasco, bife e assado. Estou cag… e andando para o pobre animalzinho que ali está servido em meu prato. Minto! Admiro este ‘animalzinho’ e lhe serei muito grato, exatamente por estar em meu prato. Inclusive vou homenageá-lo comendo-o todo!

Bebo sim. Bebo, pago minha bebida com meu trabalho. Quando bebo não dirijo e não fico chato, sou maior e posso tomar meus tragos. Não uso protetor solar. Acho que ser vegano ou vegetariano é coisa de veado desocupado.

O cara pode ser o que quiser é só não encher meu saco!

Marx foi um fdp, vagabundo e inútil. Aplicar a constituição e tirar uma corrupta incompetente do poder não é golpe! Greve é coisa de servidor público vagabundo.

Sorrio para que eu quero! Nunca votei ou votarei no Lula ou no PT, prefiro o suicídio.

Liberar as drogas é uma ideia idiota, só vai destruir mais rapidamente nossa sociedade. Sociedade que aliás já está a um passo da destruição com estas ideias idiotas do politicamente correto.

Em minha opinião bandido só deve receber três coisas da sociedade: porrada, chumbo e cana-dura.

Não admiro veado. Aliás, não gosto de homem, nem macho nem veado. Respeito à opção e, suporto, aqueles com quem convivo!

Gosto é de mulher, de xibiu, de carne mijada. Quanto a ideia de dar a bunda, dê a sua e não encha meu saco!

Está é minha revolta quanto ao Brasil hoje. O país virou uma zona pior do que sempre foi e agora está ficando chato e repetitivo.

Não que a zona seja novidade. Se lermos os Bruzungandas de Lima Barreto (escrito no inicio do século XX) ou FEBEAPÁ do Stanislaw Ponte Preta (escrito nos anos 1950) pensaremos estar lendo o jornal de hoje. A putaria é cíclica e parece que não vai mudar.

Talvez porque a política, o Governo e o Congresso Nacional reflitam verdadeiramente a média do povo brasileiro. Talvez esta zona seja apenas um reflexo no espelho de quem somos. E se for isso, bom ai não tem jeito. Ninguém foge do que realmente é.

Esperemos que não! Esperemos que a sujeira que turba nosso país seja apenas reflexo da putrefação daqueles que nos desgovernaram. E dos intelectuais e ricos que os alentaram e apoiaram. Pois sem estes intelectuais e sem o dinheiro dos poderosos esta escumalha já teria sido varrida do Brasil.

Esperemos também que o futuro não nos reserve uma Venezuela nos braços de Lula ou de outro salvador da Pátria. Esperemos um país que no futuro embale com um Estado enxuto, com bons políticos, com excelentes e poucos (apenas os essenciais) serviços públicos. Esperemos um país que no futuro não nos assalte diariamente cobrando impostos escorchantes.

Aliás, lia outro dia Olavo de Carvalho (não o faço todos os dias, não se preocupem) quando este perguntou qual a diferença entre pagar impostos no Brasil e dar a bunda (ou algo assim). Um gaiato respondeu que ao dar a bunda pelo menos você recebe algo em troca.

É mais ou menos assim que o brasileiro trabalhador e honesto se sente. E em Brasília só conchavos, Fufucas, propinas, maracutaias para abafar a Lava-jato e a tal reforma política que nunca sai.

E Lula, o criminoso, andando pelo Nordeste, cuspindo na cara da justiça. Cometendo outros crimes, como o de campanha antecipada ou crime ambiental ao derrubar uma palmeira imperial. E ninguém faz nada.

Já pensaram que nós é que pagamos a conta disto. O sem caráter do apedeuta passeia com passagens pagas por nós, a Dilma vai junto e quem paga seus deslocamentos e seguranças, como ex-presidentes? Nós. Quem paga os comícios e carreatas? Nós, pelo fundo partidário e com dinheiro dos desgovernos nordestinos, que não tem caixa para pagar uma escola decente para o povo mas jogam dinheiro na carreata de Lula.

E Lula abraçado em Renan, agradecendo Sarney! Como diria Aparicio Torelly (O Barão de Itararé): ‘Diga-me com quem andas e te direi se vou junto’. Eu certamente não irei!

Nem o povo nordestino vai junto. A julgar pelo vazio da caravana, nem cachorro magro segue Lula pois sabe que dali não vai sair nem mortadela. Só o acompanham os cada vez mais escassos sindicalistas e militantes. E estes deveriam acompanhá-lo na prisão, deveriam ser presos junto.

E nós aqui, na mesma m…

Espero que setembro chegue alvissareiro. Com a reforma política decente sendo discutida. Com a nova PGR denunciando a corja do PT, Lula e Dilma (material ela tem). Com a reforma da previdência sendo aprovada.

Esperança é a última que morre! Ou pelo menos um alento na desilusão!

Setembro chega e com ele a possibilidade da condenação e prisão de um crápula: José Dirceu. Tomara que ocorra, pelo menos será um alento neste deserto desesperador!

Até lá só nos resta esperar Setembro chegar e com ele chegue um Brasil melhor.

E que me chegue junto um pouco de ânimo para aguentar a chatice cíclica deste país!

PROCURADORIA GERAL DO PARTIDO

A revista Isto É deste final de semana denunciou o óbvio. Algo que eu e outros colunistas e articulistas já vinhamos falando e denunciando fazem horas. A PGR, em Brasília, tem lado e cor. O lado é a esquerda e a cor é vermelha e estrelada.

Muitas vezes já comentei que corríamos o risco de viver sob uma ditadura do Ministério Público. E já comparei algumas ações da PGR a Inquisção Espanhola.

Não, não estou criticando a caça aos corruptos ou a Lava-jato. Nem estou dando uma de Ministro Gilmar Mendes e criticando o MPF por tudo que faz. Mas existem limites e estes limites são dados pela Constituição. O MPF é seu guardião não proprietário.

E quando os Senhores Procuradores, especialmente os da cúpula, esquecem que são sevidores públicos, servidores do povo brasileiro e agem em nome de uma ideologia. Quando trocam nossas cores, o verde e amarelo, pelo vermelho estrelado. A coisa fica feia. E parece que este é o caso.

A PGR é um órgão político, Rodrigo Janot e seus assessores eram sindicalistas com vínculos profissionais, familiares e ideológicos no PT e no PC do B, o que esperar deles? Isenção e profissionalismo, pelo menos.

Mas estes nunca foram a prioridade. Lembrem-se quando Dilma, desgraçadamente ainda nos presidia, Janot tentou a proteger de todas as formas.

A priori foi favorável a nomeação do apedeuta Lula como Ministro. Só posicionou-se contra quando o Juiz Moro divulgou os áudios famosos. Janot também anulou a delação de Renato Duque, complicou a delação da OAS, e dificultou caminhos para a PF e a Força Tarefa de Curitiba sempre que possível.

Os movimentos foram discretos, mas perceptíveis. Até que a ideologia venceu o ofício e, quase em um mea culpa a PGR em Brasília passou a proteger Lula, o PT e os Petistas de tudo que poderia comprometê-los mais ainda. Proteger logo aqueles que a acusam de perseguir o partido e o ‘mais honesto’ dos homens -Lula, o Santo do Pau Oco.

A PGR passou a jogar na imprensa e no ventilador toda e qualquer suposição, delação ou suspeita que atingisse outros partidos e os adversários do PT. Não que Temer ou Aécio sejam santos, ou que o PMDB seja uma agremiação de vestais. Longe disto.

Mas incrivelmente ‘esqueceram-se’ de peemedebistas ilustres como Renan Calheiros, que casualmente passou a defender Lula e o Petismo. Deram um alivio em Lula e mais ainda em Dilma e no PT ao focar no PSDB e em Temer.

Prestaram um desserviço a nação ao serem partidários. Se tivessem dado tratamento igual a todas as denúncias provavelmente teríamos Lula bem mais próximo da prisão e não fazendo campanha ilegal Brasil afora, outro crime e uma afronta ao país honesto. Não teríamos uma esquerda moribunda tentando acabar com as reformas tão necessárias.

Não teríamos os sindicatos ainda tentando ressuscitar o famigerado imposto sindical e, talvez, somente talvez, pudéssemos agora estar encaminhando-nos para um país melhor.

Talvez se Janot e sua equipe tivessem sido imparciais, tivéssemos avançado mais enquanto país e agora pudéssemos, ante denúncias sérias , estar discutindo o Governo Temer e uma reforma política que nos permitisse separar o joio do trigo.

Quando criminalizamos a política e equiparamos todos, sem exceção, só quem perde é o povo brasileiro. Os corruptos não perdem, aliás só ganham, com a generalização.

Sempre disse que as denúncias contra Temer só ajudam a Lula. Por que Janot não encaminhou as denúncias contra Dilma quando ela era presidente? Por que engavetou as delações que envolvem Lula e o PT? Por que dificultou delações que não atinjam políticos do atual governo?

Só ele e sua equipe sabem. Mas a reprotagem da Isto É nos dá boas pistas.

O MPF é essencial para passar o Brasil a limpo, mas não podemos deixar que a politização de sua cúpula prejudique o país. A Lava-jato não parou, mas não pensem que foi por causa da cúpula da PGR em Brasília. Não parou pelo trabalho duro dos homens e mulheres que estão na base das operações em Curitiba e por todo o Brasil.

Não parou pela atuação impecável da PF, do MPF e da Justiça de primeira instância.

Se dependermos de qualquer coisa de Brasília estamos ralados. Janot e sua equipe vão embora. Fizeram algumas coisas boas, mas prejudicaram muito o avanço da limpeza do Brasil.

Já vão tarde! Que a nova PGR atue em prol do Brasil e não em prol de partidos ou ideologias.

Sorte à todos nós!

COMO JACK, O ESTRIPADOR

Como diria Jack, o Estripador, vamos por partes. Em pequenas porções tal qual grandes essências e venenos mortais.

Clonagem

Clonaram meu cartão de crédito. Na internet, logo eu que pouco uso o cartão na internet e, sou avesso a banco por internet, compras por internet, etc. Sou meio antigo, gosto das coisas cara a cara, bem de pertinho, um dinossauro nestas tecnologias.

Um gastador

O indivíduo que clonou meu cartão gastou cerca de 10 mil reais em dólares australianos, dólares das Antilhas e libras esterlinas. Será que o desgraçado comprou um canguru? Ou trata-se de um dos doleiros que a lava-jato ainda não pegou, usando minhas parcas economias para pagar suas despesas em paraísos fiscais? Sei lá.

Tinha de ser… lá

Quase não uso o cartão em compras on line. Aliás nos últimos meses fiz apenas uma compra, que me lembre. Portanto, segundo os peritos da administradora do cartão foi lá que, provavelmente, clonaram meu cartão. Adivinhem onde foi? Comprei na Livraria do Senado Federal. Não estou tirando conclusões precipitadas, mas parece piada pronta.

Eficiência estatal

A Cartões Caixa foi muito eficiente no meu atendimento, tanto que quase tive um infarto brigando com atendentes e supervisores ‘bem preparados’ e extremamente ‘bem educados’. A cada ligação, eu a vítima parecia o culpado e, me colocaram num mato sem cachorro, em termos de orientações. Isto só reforça meu pensamento, o Estado não deve imiscuir-se em assuntos privados. Agora tenho mais certeza ainda, PRIVATIZE JÁ! A Caixa, a Petrobrás e todos os outros cabides de emprego dos Governos Brasil afora.

Serviço público

Sou servidor público e cada vez mais me convenço, que salvo raras exceções o serviço público é o grande entrave do Brasil. Com suas guildas, máfias e sindicatos, prima pela ineficiência e pela procrastinação. Cheguei a um nível de indignação que acho que mesmo servidores como eu que trabalham e cumprem seu papel são dispensáveis. E penso sim, no meu sacrifício, de meu emprego público, se for em prol do Brasil. Hoje sinto vergonha de ser funcionário público!

Mudando de saco pra mala

Gleisi, a Narizinho, mostrou a que veio e quem é. Apoiar incondicionalmente a ditadura de Maduro, na Venezuela, é dar um tapa na cara da democracia e ferir de morte (no paredón) o sofrido povo venezuelano.Mas isto nos mostra do que escapamos. Não esqueçam que Gleisi era a mulher forte do desgoverno Dilma e ditadura socialista/comunista sempre foi o objetivo e sonho de nossos democratas de esquerda.

Cara-de-pau

Defendendo o cumpanhero Maduro e as maravilhosas conquistas do Chavismo vale dizer qualquer besteira e defender o indefensável. Até porque como todos sabemos só faltou papel higiênico na Venezuela porque o povo está comendo demais e cagando proporcionalmente. Gleisi está onde deveria, mostrando-nos a cara verdadeira do petismo. Mas vocês esperavam caráter de uma mulher que fez o que fez com o nosso dinheiro e com seu marido?

A conta

Nosso Presidente, candidato a mordomo de filme de terror, vai ficando e, provavelmente, ficará até o fim do mandato. Mas a que custo? Ao custo de milhões e, principalmente, do engavetamento das reformas trabalhista e previdenciária, do retorno do imposto sindical, do aumento de impostos. Ficará e pagaremos a conta!

Mesmo assim…

Será melhor do que se Dilma ainda estivesse no poder. Já teríamos convulsionado e o país estaria pior ainda, se é que isto é possível. Alguns índices estão melhorando, mais empregos, menos inflação. Temer não é o responsável por isso (pela melhora), mas a sociedade sob sua égide vem se organizando e reagindo lentamente. Algo impossível sob a loucura, burrice e canalhice de Dilma.

Culpa de quem? – 1

Ao fim e ao cabo a culpa é nossa. Sim! Minha, sua, de seus vizinhos. Afinal convenhamos somos nós que elegemos estas pústulas e permitimos que elas permaneçam no poder e façam o que fazem. Voto obrigatório, nosso sistema partidário, voto proporcional, etc., colaboram para a zona, mas no fim somos nós que usamos a urna como pinico.

Culpa de quem? – 2

Olhem, a crise chamada Temer, esta que vivemos é grave. Talvez se não tivesse aparecido teríamos conseguido avançar um pouco mais nas reformas necessárias. E aí, a culpa é da precipitação de Janot, que na ânsia ideológica de justificar-se para as esquerdas, tentou vigá-las na pessoa de Temer. Que também não é santo, não! Afinal era vice de Dilma. Diga-me com que andas e te direi se vou junto.

Culpa de quem? – 3

Janot é de esquerda, foi líder da esquerda no MP. Foi nomeado por Dilma, preciso dizer mais? Não preciso mas posso. Qual a moral do Procurador-Geral da República que nesta crise quis dar um aumento de 16% ao MP e mais aprovou o pagamento de auxílio moradia (cerca de 4000 reais por mês) aos procuradores? Sabem quem foi? Janot. Agora não preciso dizer mais.

Gripe

Passei a semana gripado. Achei que não pegaria gripe, mas ela veio. Fraquinha, a principio, meio decorativa, mas depois me derrubou e não tem jeito de ir embora. A gripe não larga o osso. Aqui no Sul dizem que esta é a “Gripe Michel Temer’.

Reformas

As reformas políticas não vão dar em nada. Ou melhor, vão aumentar a conta para nós pagarmos. Graças ao STF que achou bonitinho acabar com o financiamento privado de campanhas e nos passou a conta. De tudo que está ai proposto talvez o melhor seja o voto distrital misto, que vai acabar com a zona da proporcionalidade e dos puxadores de voto.Pelo berro das esquerdas, devido ao seu medo de perder a boquinha em 2018, passei a ter certeza que é o melhor caminho. Vou comentar isto em outro post.

Merecemos

O parlamento das Gleisis, das invasoras de mesas, do El Bigodón, de Renan e do deputado tatuado entre outras tantas criaturas escrotas e repugnantes, infelizmente é a cara do Brasil. Pelo menos da parte não pensante, que vive de esmolas do Estado e com base na lei de Gérson. Afinal fomos nós que os elegemos. Elegemos até o energúmeno que chamou a deputada de gostosa.

Gostosa!?

Meu Deus! Onde estamos. No mais alto parlamento da República, que se nivela como um prostíbulo do mais baixo meretrício. Gritar gostosa para uma deputada na hora de seu voto é ignóbil, é escroto. A deputada em voga é muito bonita, sim. Mas pelo que ouvi de seus posicionamentos não conquistou a vaga pela beleza e sim por sua atuação política. Mas mesmo que fosse pela beleza, que deve ser admirada e aplaudida, o plenário do Congresso não é o local. Nestas horas sou machista. Faltou um macho, de caráter, para defender a Senhora Deputada e baixar o braço no safado gritão.

O tempo passa…

O tempo passa e Lula, Gleisi, Dilma, Zé Dirceu, Aécio et caterva, continuam soltos. Até quando?

O tempo voa…

Esperemos presteza de Curitiba e Porto Alegre. Que a justiça os atinja em breve. Na forma de uma pajaraca voadora e que voem para a cana dura em Curitiba ou em qualquer de nossas maravilhosas prisões.

Homenagem

Hoje no Dia dos Pais, minha homenagem a todos nós que somos pais. Todos nós que sabemos dos sacrifícios que fazemos, diariamente, para sustentar, educar e criar nossos filhos. À todos nós que dia e noite ensinamos e mostramos, por nosso exemplo, a nossos filhos a importância de ter caráter, de ser um homem de bem e um cidadão útil.

A ti meu pai, obrigado pelo carinho, pelo exemplo e pelas lições de vida.

Que descanses em paz.

FELIZ DIA DOS PAIS!

CEGUEIRA OPORTUNA

Cada um pensa com sua cabeça e fala o quer. Mas uma coisa é certa, a fala e o pensamento, em geral, refletem as vivências e o caráter de quem os profere.

Não, não estou afirmando, categoricamente, que todos que defendem Lula e o indefensável sejam corruptos como ele. Apenas os acuso de cegueira moral.

Aquela cegueira que acompanha as paixões platônicas desde a nossa juventude. Lembram do dito ‘quem ama o feio, bonito lhe parece’? Pois a paixão cega de alguns por Lula vem da construção do mito da esquerda perfeita e incorruptível ante o monstro capitalista.

O mesmo monstro capitalista que garante a liberdade dos ‘socialistas’ e afins, permitindo fazerem o que fazem e, ainda poderem criticar e censurar os outros, do alto de sua pretensa virgindade moral.

Vão tentar fazer isso em qualquer uma das ‘democráticas’ repúblicas populares e socialistas mundo afora e verão a dura verdade!

Mas falemos de Lula e suas condenações pretéritas e futuras, especialmente em Curitiba. Já me manifestei aqui dizendo que tenho certeza que a peça condenatória de Lula no caso do Triplex é quase perfeita. Um primor de aplicação da lei e da justiça.

Mas seus defensores afirmam que não há provas! Que são apenas suposições motivadas por sabe-se lá quem. E olha que Lula declarou por anos afim, em seu imposto de renda o tal apartamento. Olha que se provou, aquilo que a princípio foi negado, que Lula e sua família visitaram o tal triplex na época da reforma.

Até acharam um contrato assinado e rasurado mudando o número do apartamento, na casa de Lula. Quem será o infame que o pôs lá?

Mas deixemos esta discussão infértil para lá, nossos cegos são teimosos e vão continuar falaciando que condenação pretérita não teve base fática. Vamos a próxima acusação o tal Sítio de Atibaia. Que também não é de Lula!

Não é dele, mas ele foi lá 270 vezes em 5 anos, mais ou menos todos os finais de semana. Enquanto os donos foram uma ou duas vezes neste período.

Será que foi de visita? O visitinha incomoda, hein!

E isto está comprovado nos registros dos veículos da segurança de Lula e nas diárias pagas aos agentes. Ou será que os agentes da polícia que fazem a segurança dele mentiram para receber diárias falsas? Se fizeram isto Lula foi no mínimo conivente. Mas 270 vezes é mentir para mais de metro.

Então Lula foi usufruir o Sítio de amigos. Que amigos! Os donos não tinham nem quartos ou acomodações no Sítio. Mas Lula e a família tinham roupas, a mesa e cadeiras tinham o logotipo de Lula e Marisa.

Os remédios dela e as cachaças dele estavam por lá. Tudo atestado em laudos da polícia federal. Será que alguém plantou tudo isto lá. Deve ter dado um trabalhão e tanto. Não, era de Lula mesmo.

E as reformas foram feitas para quem? Para os donos que não usavam ou para o hóspede?

Que reformas? Ora meus amigos basta olhar fotos aéreas do local e as plantas na prefeitura que veremos as reformas que ocorreram depois que Lula começou a usar o Sítio. Será que foram feitas à revelia e ele (Lula) distraído nem percebeu?

Não, não! Já sei, Lula resolveu fazer as reformas como forma de agradecer a generosa hospitalidade dos amigos, sócios de seu filho e proprietários do Sítio.

Nada mais justo! Ai está a explicação para as conversas do caseiro por telefone pedindo instruções para a família de Lula sobre as obras e para o fato de diversas notas fiscais estarem na casa de Lula. Lula tem dinheiro suficiente para bancar a reforma, estava apenas sendo generoso.

Mas Lula não pagou a reforma. Quem pagou foi a OAS e a Odebrecht. Mas porquê? Será que foi por pena dos proprietários do Sítio ou foi uma campanha promocional da marca das construtoras. Se queriam promoção, teriam muito mais apelo fazendo uma dúzia de casas populares e distribuindo para famílias de baixa renda.

E se foi marketing, uma reforma ‘de grátis’ para os pobres donos do sítio, vou pedir aos gestores das nobres construtoras que quando quiserem dar uma reformadinha em alguma coisa façam isto no meu apartamento.

É um apartamento pequeno e não está tão mal, mas uma reforma cairia bem, ainda mais se quiserem presentear-me com móveis novos. E garanto vai sair baratinho. Só não tenho contrapartida para dar!

Aliás nem o Bittar nem o Suassuna (os proprietários do Sítio) tinham. Então porque as construtoras gastaram uma fortuna em reformar um sítio sem nada em troca? Simples porque o hóspede inconveniente já tinha dado muito em troca e prometia mais.

Simples assim! E bastou perguntar a quem fez a reforma que a resposta veio, na forma de farta documentação. Não foi presente, foi pagamento. Isto tem um nome: corrupção, laranja, propina.

Ah, mas não tem documentos do Lula provando isto, não tem escritura no nome dele. Ora bolas! Se estivesse escriturado e fosse tudo regular, Lula não estaria sendo processado. Mas alguém ai já viu ladrão passar recibo? Alguém sabe para que serve um laranja?

É isto que Suassuna e Bittar são. Laranjas dele, de Lula. Mas nossos ‘crentes’ continuarão negando ‘ad eternum et ad nauseam’. Não querem admitir que o sonho virou pesadelo.

Acho que mesmo que se Lula, num acesso de civismo e moralidade ou então num porre monumental (o que é mais provável), confessasse tudo, mas tudo mesmo, escancarando o ‘falador de bobagens’ e confessando toda a merda que fez.

Mesmo assim nossos crentes não acreditariam. Diriam que Lula confessou para pacificar o país, que foi um altruísta, que foi torturado psicologicamente, drogado ou abduzido e obrigado a confessar.

Ou melhor acusariam a ditadura de tê-lo torturado e feito lavagem cerebral, lá nos anos 1970, algo que só agora produziu efeito e o fez confessar o que não fez.

Estes cegos voluntários me lembram uma fábula, contada por meu avô:

Dizia que o noivo chegou na casa da noiva e a encontrou, nas vias de fato com o padeiro no sofá. Fez um escândalo mas depois das explicações da moça foi procurar o padeiro.

Para agradecer-lhe por tê-la salvo, aquecendo-a em um surto de frio que a tinha congelado naquela tarde fria.

O despretensioso padeiro havia tirado a roupa e deitado sobre a moça para aquecê-la, um homem de valor.

Voltando a casa da noiva, logo após os rapapés e agradecimentos ao heroico padeiro, encontra a noiva no mesmo sofá. E ela lhe conta estar grávida.

Entre a hipótese da virginal noiva ter sido engravidada pelo Espirito Santo, preferiu acreditar que foi sua culpa a gravidez, pois a havia tocado com as mãos sujas após urinar, deve tê-la fecundado naquele momento.

E lá se foi nosso amigo marcar o casamento. Não sem antes queimar o sofá no pátio.

Como aquele sofá dava azar, pensou. Toda a vez que sua noivinha sentava ali, acontecia algo constrangedor.

PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER VER!

Por sorte a justiça em Curitiba enxerga muito bem!

OS PARTIDOS POLÍTICOS MORRERAM

Estes dias de calmaria aparente, pelo menos em relação a cena e a sujeira política de Brasília e de todo o Brasil prenunciam uma grande borrasca.

Mas que foram alguns dias de paz para nossos cansados espíritos, isso sim foram.

O recesso de meio de ano do Congresso colocou em marcha lenta os acontecimentos políticos brasileiros. Aliado ao recesso do judiciário parece até que vivemos em outro país. Mas nesta semana tudo voltará ao normal.

Normalidade significa bagunça, caos, gritaria, mentiras, chororô e mais mentiras.

A oposição que é a ex-situação fará de tudo e mais um pouco para trancar o Congresso e implementar sua pauta de atraso. Gritará ‘Fora Temer’, enquanto seus próceres articulam o ‘Fica Temer’. Pois nada melhor para o PT que Temer no poder fazendo o jogo-sujo anti Lava-jato e ocupando todos os holofotes.

A Situação, que é a ex-situação somada a ex-oposição, seguirá fazendo aquilo que atual oposição fazia quando era situação, defenderá seus interesses (os deles mesmos) e dirá que está defendendo os nossos interesses.

Lula continuará mentindo e se fazendo de vítima. O PT continuará discursando como se fosse uma virgem vestal e não tivesse quebrado o Brasil em 13 anos de poder. Dilma continuará dizendo mer…bobagens.

Bolsonaro continuará radicalizando para alegria de uns e desespero de outros. Temer continuará negando e fingindo não ter nada a ver com isso. O PSDB continuará disputando o muro com a REDE enquanto o PSOL tentará derrubar o muro e o país.

Tudo como d’antes no quartel de Abrantes. Ocorre que o sistema partidário brasileiro faliu. Morreu!

Morreu de morte ‘matada’ e de morte ‘morrida’. E está putrefazendo-se em Brasília e empestando toda a Nação.

O PT, PC do B e os outros partidecos de esquerda estão mortos junto com a ideologia que abraçaram. Não a ideologia marxista que também já faleceu. Mas a ideologia cleptocrata sindical que fez a riqueza de seus líderes e quebrou o país.

PMDB, PP e outros se afogaram nas práticas fisiológicas, nadaram até o último fôlego para manterem-se no poder, a qualquer custo ou preço.

O PSDB caiu do muro e morreu, só alguns de seus membros não perceberam. A REDE nem bem nasceu e morreu de inércia e inépcia em cima do mesmo muro do qual o PSDB caiu.

O PSOL foi arrastado para o quinto dos infernos preso em uma perna a Marx e na outra a todo o ranço de hipócritas, ditadores e assassinos que cultua (Lenin, Mao, Castro, Chávez, Maduro et caterva). O único problema é que o Capiroto quer devolver o partido e a militância, pois estão incomodando demais no inferno.

Os demais partidinhos de aluguel estavam a venda e foram arrematados sabe-se lá por quem. Mas onde quer que estejam fedem com a catinga podre do fisiologismo, da corrupção e da falta de caráter e ideologia.

Movimentos sociais jazem gordos e inertes em seus leitos de lençóis de linho, longe de representar qualquer indivíduo, muito menos a sociedade.

Então podemos concluir apenas uma coisa. Nossa política morreu e jaz insepulta pelos quatro cantos do Brasil.

E esta matéria podre que de sua decomposição resultou não serve nem para adubo. Temos que enterrar políticos, partidos e seus proprietários o mais rápido possível. Só assim conseguiremos fazer renascer um país justo e melhor para todos os brasileiros.

O problemas é que os fantasmas que jazem e esvoaçam pelo Alvorada, pelo Planalto, pela Praça dos Três Poderes e por todos os Palácios, Sindicatos e Comitês Partidários do Brasil querem ressuscitar e voltar a nos assombrar.

E pior é que querem ressuscitar as nossas custas. Fazendo manobras desonestas e sem nenhum escrúpulo, tentam impingir um novo Fundo partidário, o voto no Distritão (tipo Venezuela) onde votaremos e eles escolherão nossos representantes, a Emenda Lula e otras cositas más.

Não é mais cara-de-pau! É safadeza mesmo!

Eles mataram a política brasileira, deixaram os corpos insepultos e querem nos cobrar o féretro.

Chega! Está na hora de enterrarmos esta corja no passado. E, enquanto este bando, de sem caráter e sem-vergonhas, não faz a passagem para o Quinto dos Infernos, vamos proporcionar-lhes, à todos, uma confortável estadia.

Estadia perpétua na Papuda ou em Curitiba!

MEIA DÚZIA DE PELEGOS

Ridículas as manifestações em defesa de Lula na última quinta-feira. Meia-dúzia de pelegos, comparsas e alienados compareceram.

Também já era mais que hora para que as pessoas percebessem, por mais ingênua e sonhadora que a militância seja, que Lula acabou. Que Lula é tudo aquilo que se diz por aí: ladrão, corrupto, sem-vergonha e sem nenhum escrúpulo.

Sem dinheiro para financiar as viagens da militância, com os sindicatos assustados com a possibilidade de perder a teta do imposto sindical, sem dinheiro para o ‘cachê’ dos militantes a soldo e para a mortadela dos militontos a manifestação foi um rotundo fracasso.

Nem as fotos fechadas ou maquiadas conseguiram aumentar um pouco o comparecimento da pelegada. Este é o começo do fim do boquirroto. Até a militância mais arraigada, os ‘zintelectuais’ da Universidades e os artistas pseudo-intelectuais aproveitaram a desculpa, qualquer desculpa e não apareceram.

Lula derrete, o PT está encolhendo a olhos vistos. A esquerda brasileira a está atônita pois sem Lula eles perdem sua competitividade e praticamente qualquer chance de curto ou médio prazo para retornar ao poder. Bom para nós, a ala honesta e trabalhadora do país.

A cantilena do pai dos pobres, do salvador da pátria, do pobre, do povão não cola mais. As provas são contundentes só não enxerga quem não quer. Por exemplo, basta observarmos as provas no processo que condenou Lula, aquelas que a defesa do apedeuta e os esquerdopatas dizem não existir.

Destaco apenas duas: a declaração de imposto de renda de Lula e família que arrola como bem da família o apartamento no Edifício Solaris por diversos anos e só foi retirado do rol quando surgiram as primeiras denúncias. Outra um contrato de compra e venda, assinado e rasurado, encontrado na casa de Lula. A rasura segundo a perícia da PF mudou o apartamento original do contrato e, é isso que importa, a perícia mostra que a rasura escondeu o número do apartamento inicialmente contratado, que era o atual triplex (na épica tinha outra numeração). Estão ai as provas documentais, da lavra do apedeuta, que alegam não existirem.

Mas Lula não podia ter um triplex no Guarujá? Podia e pode. Tem renda e posses para isto. Porque escondeu o triplex? Por dois motivos: para manter a aura de pobre e porque o dinheiro da compra veio de propinas.

Por falar em pobre, o sem-vergonha do Nine fingers já vinha tentando esconder que pobre ele não é a muito tempo. Como também não é trabalhador desde os anos 1970. Lula é um oportunista, vivendo encostado, de rendas, favores e do controle que exercia sobre a militância. Isto mesmo você trabalhava, ele vagabundeava e negociava, sempre dizendo que defendia seus interesses.

Mas como alguém que foi Presidente da República não sabe quanto ganha? Lula tentou nos aplicar esta. Sua renda em pensões e aposentadorias é de quase 50 mil reais por mês. Uma aposentadoria digna de marajá! E o PT diz que ele vai passar fome pois é pobre. Aliás com esta renda e sem despesas pois como Ex-presidente e escroque tem direito a segurança, assessores, carros, gasolina, diárias e passagens aéreas. Tudo pago por nós, os otários!

Claro que Lula não gasta passagens aéreas. Tem sempre algum amigo ‘desinteressado’ para emprestar-lhe um jatinho. Mas outra coisa, digam-me quantas pessoas pobres ou de classe média ou até ricas, têm no Brasil de hoje 600 mil na conta corrente?

E o discurso do pobre e trabalhador Lula como fica quando aparecem 9 milhões, de dinheiro com origem duvidosa, em aplicações em seu nome? Porque o Cara-de-pau não aproveitou o palanque e explicou de onde veio este dinheiro?

Simples, não têm explicação! Então resta-lhe calar-se e fingir que não é com ele. E os sem-noção aplaudem e os sem-vergonha, especialmente as lideranças do PT e alguns pseudo-intelectuais, gaguejam e mudam de assunto.

Mas o povão acordou e não entra mais nessa, tanto que as ditas manifestações restaram vazias. Lula e o PT têm muito que explicar, não o farão pois não tem como explicar. Sabe o que o povo fará?

Vai lhes dar uma banana!

Esperemos 2018, veremos com certeza a derrocada do PT que voltará a ser o partidinho insignificante que nunca deveria ter deixado de ser. As burradas do partido e de seus próceres ainda vão causar muito sofrimento ao Brasil. Mas as urnas, em 2018, vão chutar-lhes as bundas.

E Lula? Oxalá o veremos reduzido ao que sempre foi: um vagabundo, bêbado e mentiroso ladrão. De preferência atrás das grades, junto com muitos cumpanheros e de preferência com toda a sucia de corruptos que infesta os governos brasileiros.

E o resto da companheirada, tal e qual aos sindicalistas, ‘zintelectuais’, servidores públicos (a parcela vagabunda), políticos sem-vergonha e sem-noção e outras militâncias vão ouvir do povo nas ruas e nas urnas o que já deviam ter ouvido faz muito tempo. Um sonoro:

Calem a boca e vão trabalhar VAGABUNDOS!

O PAU D’ÁGUA DE GARANHUNS

O Brasil, país de dimensões continentais, abriga em seus mais de 5.000 municípios figuras humanas ímpares. Escondidos nos rincões distantes ou bem ali na esquina movimentada das grandes cidades estão eles, a expressão simbólica de nossa diversidade, são artistas de rua, mendigos, malucos beleza, loucos de pedra, homens e mulheres fantasiados, bêbados, andarilhos, entre outros. Todos eles detêm histórias e estórias humanas interessantes, tristes, alegres, trágicas ou cômicas, estes personagens fazem parte da brasilidade e estão presentes por todo o país.

Entre estas figuras destacam-se os bêbados por sua ‘distribuição’ universal nos recantos do Brasil. Não falo dos bêbados caídos e destruídos pelo uso contínuo do álcool, mas daqueles bêbados, também de triste sina, mais conhecidos como PAUS D’ÁGUA.

O pau d’água é aquele bêbado espalhafatoso, gritão e fanfarrão que bate ponto nos botecos de esquina das cidades e, entre a delicada tarefa de equilibrar-se e de movimentar-se no estilo homem-aranha, vocifera suas teses e teorias.lula-bebado-51

O Pau D’água têm resposta para tudo – política, religião e outros dilemas universais. Seria, em sua nada modesta opinião, o melhor administrador do país.

O Pau D’água sonha, delira e grita aos quatro ventos que se chegasse a ser Prefeito, Governador ou quiçá Presidente da República resolveria todos os problemas do país pois ele (na sua opinião) sabe tudo e, ele (também no entendimento de seu ego inflado) representa o povo brasileiro, ou melhor, ele é o povo brasileiro.

Quem de nós ainda não encontrou pencas de Paus D’água Brasil afora? Até aí nada demais, são apenas homens e mulheres dignos de pena por sua condição de dependência. O problema é quando um personagem destes tem seus desejos atendidos e submete a seus delírios e vontades toda uma nação.

De origem macunaímica nosso personagem principal ocupou-se de diversos papéis antes de comandar a derrocada do país, ressaltando em todos, seu caráter idêntico ao do personagem, ou seja, NENHUM CARÁTER.

De retirante legítimo passou por um breve período como operário, seguido pelo ofício representar os trabalhadores do Brasil, mesmo sem nunca ter trabalhado. De parlamentar inexpressivo a incansável candidato, elegeu-se ao cargo que pleiteou, implementando aí seu projeto de poder a todo custo, independente de quem pagou e pagará a conta.

O boquirroto e vociferante apedeuta, que nada sabe e nada diz, é imagem comum em todos os recantos do Brasil. O bêbado de rua gritando e vociferando bobagens, coisa dos típicos paus d’água. Só que diferentemente destes, que só causam mal a si próprios e as suas famílias, nosso pau d’água atingiu todos os brasileiros, comandando a quadrilha que nos assaltou e roubou a esperança do povo brasileiro.

Triste sina da Cidade de Guaranhuns que legou ao Brasil esta figura poluta. Quiçá tivesse ficado por lá, seria hoje mais uma destas figuras pitorescas, mais um Pau D’água a vociferar bravatas pelas esquinas. Mas ganhou o Brasil nas asas de um Pau de Arara e fez o que fez, apesar de dizer que não fez.

Mas o povo acordou, a justiça mostrou que apesar da cegueira enxerga no escuro. O Pau D’água de Garanhus e todos os outros polutos personagens, nacionais e bolivarianos, que o cercam estão com os dias contados, suas histórias e estórias vão acabar na Papuda e nas congêneres América a fora.

E nosso pau d’água, não vai voltar para Garanhuns, não.

Vai acabar vociferando uma ode ao sol nascendo quadrado.

SEM COMENTÁRIOS

Ainda estou bastante envolvido com o passamento de meu querido pai portanto não consigo escrever com a frequência que os leitores merecem e esperam. Ademais prometi que não faria nenhum texto bombástico sobre a condenação do Nine Fingers.

Primeiro porque acho que este ordinário não deve merecer qualquer destaque. Segundo porque a praga ainda não está devidamente erradicada, por isso comemorações efusivas somente quando o bandido, ladrão, sem-vergonha do apedeuta for mofar na cadeia.

Não falta muito portanto aguardaremos com ansiedade!

Bebendo o morto

Mesmo assim no dia da condenação da pústula abri um bom vinho. Bebi o morto! E aproveitei para brindar o Brasil decente, trabalhador que vem ressurgindo das cinzas do Petismo.

Justo e perfeito

Apesar das críticas de diversos lados a sentença do juiz Sérgio Moro foi impecável. Uma aula de processo penal.

Deveria ser transformada em livro e estudada nos bacharelados em Direito país afora.

Direta, auto-explicativa, rebatendo alegações, fundamentando as decisões e com a dosimetria da pena bem feita. O Juiz Moro foi coerente inclusive com seus julgamentos anteriores. Perfeito!

Aliás Justo e Perfeito, como o Brasil decente esperava e merecia.

Pá de cal

Lula ainda não está morto como esperávamos, mas também não está tão vivo como os petistas et caterva gostariam e apregoam por aí.

Falta pouco para receber a pá de cal. A pá de cal virá com a confirmação da sentença, com as novas condenações e com sua completa rejeição pelo povo brasileiro.

Mas como saberemos da rejeição do povo se os ‘gorpistas’ (segundo a Petezada) não querem deixar Lula ser candidato? Simples bastará observar que ninguém (exceto meia dúzia de pelegos pagos) irá as ruas para defendê-lo quando for preso.

E milhares, quiçá milhões, irão comemorar sua prisão!

Pode Xingar

Condenado, mesmo que em primeira instância Lula agora é oficialmente tudo aquilo que ele sempre disse combater.

Ladrão, picareta, aproveitador, sem – vergonha, explorador. FDP, bandido, chefe de quadrilha e tudo mais.

O grito está pronto na garganta só falta o dia da prisão para soltá-lo (o grito é claro) e comemorar o renascimento do Brasil.

O Brasil mudou

Realmente Lula e o PT mudaram o Brasil. Nunca antes na história deste país tivemos a corrupção institucionalizada, tantos ladrões no poder. Políticos tão caras-de-pau a ponto de fingirem que Lula é honesto e sua condenação é política.

Valha-me Deus!

Mas Lula, quando for preso, será uma das partes responsáveis pela redenção do Brasil e pelo renascimento desta Nação das cinzas. O Brasil honesto regojizará quando prendermos o maior corrupto que já nasceu nestas terras.

Lula preso, Brasil livre!

Acelera TRF

O TRF 4 terá de acelerar, não adiantam desculpas ou chincanas. Os desembargadores tem nas suas mãos um processo bem julgado e fundamentado por Sérgio Moro, não podem brincar com o futuro do Brasil.

Se retardarem o julgamento estarão pondo em risco todo o país. Portanto senhores celeridade. Preservem o devido processo legal, preservem o amplo direito de defesa e pronto.

Os senhores devem abandonar outras demandas e fixarem-se apenas nesta da qual depende o futuro de todos nós.

Façam o que devem sem perda de tempo!

TRF 4, hora de ajustar as burradas

Também é hora de rever algumas, digamos burradas. Está na hora de levar a julgamento os recursos do Zé Dirceu.

Criminoso amplamente condenado que continua solto e fazendo aquilo que melhor faz.

Prejudicando o Brasil. Zé Dirceu reassumiu o comando da quadrilha chamada PT, que democraticamente não o expulsa apesar do que diz seu próprio regimento.
Claro o PT não aceita os julgamentos nem as Instituições brasileiras, ou melhor, só as aceita quando elas estão a favor do que os bandidos que dirigem o partido querem. Se não são do seu agrado… as favas com a democracia.

Cabe ao TRF julgar os recursos e mandar este crápula para a cadeia. E que morra por lá.

Aproveitem e julguem um recurso do Vaccari (outro bandido de grosso calibre) que tem outras condenações e analisem direito o processo. Os senhores verão que há motivos de sobra para mantê-lo preso, esta seria uma forma de corrigirem a burrada anterior.

Mas para isto é preciso de celeridade!

A reformas e as meia reformas

Nasceu de parto normal, após várias complicações, a Reforma Trabalhista, um pequeno avanço no atraso que é a legislação trabalhista brasileira. Levará cerca de 6 meses para as medidas surtirem efeitos (são 4 meses só para vigorarem).

Então senhores governantes deixem a reforma surtir efeito, não me venham melar o que duramente foi conquistado com MP’s e outras invencionices.

E pelo amor de Deus, qualquer deus. Não recriem o imposto sindical e/ou congêneres, vamos fazer a pelegada finalmente trabalhar.

Agora é a hora da Reforma da Previdência. Lembrem que uma reforma básica ou mal feita agora significará ter de refazer tudo daqui a dez anos.

Então vamos fazer a coisa certa agora!

Temer o de quase vida eterna

O Governo Temer sobrevive com aparelhos na UTI. Em outros textos já havia dito que sobreviveria pois não há o fator ruas contra Temer. E ele, o Presidente Temer, ainda domina o fator política.

Claro que isto demonstra que ou a esquerda não mais domina as ruas ou ela quer que Temer permaneça e sangre no poder. De minha parte acho que é um pouco dos dois fatores.

Mas sem fatos novos acho pouco provável que Temer caia. Só que fatos novos surgem toda hora no Brasil. Vêm ai Funaro e Eduardo Cunha.

Talvez ai tenhamos uma reviravolta, mas a queda de Temer hoje não prejudicaria nossa economia, tudo vai andar, creio que de forma mais célere até, com sua queda.

Aguardemos o desfecho da ‘novela’.

A comissão sem ética e a Comissão de injustiça

As comissões do nosso Congresso deveriam mudar seus nomes para Comissão de Coordenação e Injustiça e para Comissão sem ética. Mas com estes congressista que ai estão (salvo raras exceções) vai ser difícil.

Mas devemos ficar atentos com os jabutis e cavalos de Tróia. Hoje há dois grandes perigos a famigerada ‘Emenda Lula’ proposta por quem? Pelo PT é óbvio. E a proposta de Constituinte de Renan Calheiros.

Até quando?

Até quando vamos pagar as mordomias de Lula? Até quando vamos pagar fortunas para os parlamentares petistas e satélites irem beijar a mão do apedeuta condenado? Até quando vamos pagar milhões para Dilma, impixada, enrolada em acusações de corrupção, viajar mundo afora falando mal do Brasil?

Está na hora de atitude e de tirar as mordomias desta corja.

O PAI, O FILHO, O ESPIRITO SANTO E O EGO

O Brasil sempre foi sui generis, lugar fértil para o nascimento e crescimento de excrescências, de salvadores da pátria e das famosas ‘jabuticabas’ (coisas que só aparecem nestes pagos). Mas nestes últimos dias parece-me que nossos ‘líderes’ resolveram misturar o sagrado, o profano e o ridículo. Assim, na maior cara-de-pau!

Já não há mais vergonha, ao invés de se auto-imolarem nossos políticos se auto-canonizam. Se bobear em breve aprovam uma emenda constitucional beatificando todo o parlamentar eleito para o Congresso Nacional e canonizando todo ex-presidente da República.

De quebra aprovam uma verbinha para construir umas ‘igrejas’ e consagrá-las aos novos ‘Santos do pau-oco’. O problema vai ser pagar o dízimo para esta corja.

Deus é brasileiro…mas mudou-se para Miami

Ora se o Papa é argentino e nem católico é porque Deus não pode ser brasileiro. Claro que é! Deus é brazuca! Mas como não é bobo mudou-se de vez para Miami, mais ou menos quando o PT começou a nos desgovernar.

Dizem que a casa Ele já tinha comprado na época da ditadura e de vez em quando ia passear na Disney. Mas foi de mala e cuia no dia da posse de Lula.

Claro, o Altíssimo tudo sabe, deu no pé enquanto era tempo.

O Diabo também é brasileiro!

O Cramulhão é coisa nossa!

Até porque Deus e o Diabo são faces distintas da mesma moeda. Sim, vale aquela visão dualista dos cátaros, Deus e o Diabo são a mesma essência manifesta de forma distinta. Ou se quiserem vale a explicação zoroastrista do Deus bom e Deus mau.

Mas o Tinhoso que também não é bobo se mandou. Há duas versões para sua escapada. Primeiro que ele deu seu trabalho por encerrado quanto concluiu a construção de Brasília e pôs ali tudo o que o que não presta em termos de seres humanos (não estou falando do povo sofrido, mas dos políticos e congêneres), confortavelmente alocados num Templo da Perdição chamado Praça dos Três Poderes.

A outra versão diz que Satã não aguentou a violência de sua terra natal o Rio de Janeiro e foi-se. Nas duas versões passou por Cuba mas não aguentou a concorrência dos irmãos Castro, afinal maldade tem limites e se mandou para…Miami.

Paraíso e Inferno na terra

As forças duais, Deus e o Diabo vivem agora nas agruras do inferno capitalista em Miami. Sabe aquele lugar em que o capitalismo selvagem produziu um inferno na terra segundo nossos esquerdistas. Mas inferno ou paraíso os dois, que sabem das coisas, estão curtindo o capitalismo. Que inveja!

O(s) Pai(s)

Nos altos do STF, tal e qual no Monte Olimpo, trovejam as vozes de nossos onze olimpianos decidindo a sorte de nós, simples mortais, de acordo com seus caprichos, conveniências e vontades.

No STF temos uns quatro ou cinco candidatos ao posto de Deus.

Deus, o Todo-poderoso, que segundo os egos inflados de nossas Excelências, deve submeter ao STF, para verificação da constitucionalidade, todos os seus atos.

Qualquer dia destes um dos nossos Ministros surta e decide monocraticamente que é o Todo-poderoso, Deus, o Pai. E lá vem a liminar garantindo-lhe tudo, o mundo.

Claro que os outros egos inflados impetrarão imediatamente ações contestando a decisão, serão embargos de todo o tipo.

Imaginem quanto tempo vai durar a sessão que julgará se o Ministro Fulano é Deus ou é o Beltrano. Quem se declarará impedido? Quem acompanhará o voto do relator?

Não riam no nosso STF tudo é possível.

O Filho…da…

Desde que a Alma mais Honesta deste país se comparou a Jesus Cristo estava na cara que o que ele queria era ser o próprio.

E não é que o homem tem até uma história parecida com a do Messias. Foi pobre (faz tempo mas foi). Nunca teve uma profissão definida e andou por ai pregando sua cantilena. Foi perseguido pelas elites, segundo seu próprio testemunho. Trouxe o Reino dos Céus para a Terra, ou melhor para o Brasil, durante seu desgoverno. Tornou os pobres ricos – é o que ele diz não eu – como em um milagre.

Só falta canonizá-lo. Aliás não falta. A militância já fez isso. Então só falta as zelites do Templo de Brasília crucificá-lo. O que o difere do Cristo é que ele não espantou os vendilhões do templo pois ele cobrava propina dos mesmos. E será crucificado não entre dois ladrões, mas entre 300 ou mais picaretas.

Mas que Lula é o nosso melhor candidato ao Filho na santíssima trindade brasileira, ah isto é! Só não sei Filho do quê?

Filho do Brasil? Filho dos pobres? Não, ele vai ser nosso Filho da …mãe.

O Espirito Santo…

Depois de afirmar que foi Deus que o colocou ali nosso Presidente Temer encarnou a função de Espirito Santo. Deus afirmou-nos em uma visão recente que nada tem a ver com isso. O Diabo também garante que não foi obra dele.

Mas nosso Presidente é realmente um Espirito, não sei se Santo ou de Porco.

E para este cargo há outros candidatos fortíssimos como Aécio, Geraldo, Geddel et caterva.

Nossa Senhora…a compadecida…mas nem tanto

E para o cargo de Gerentona da Igreja Brasileira dos últimos Dízimos, ninguém menos que Dona Dilma, a Janete ou seja lá o nome que ela está usando agora.

Não tem cara de santa, mas servirá para gárgula do Templo da Perdição da Praça dos três poderes. E ademais ela já fala em enigmas, como se seus pensamentos fossem vaticínios tortuosos de um oráculo doidão.

Mas acho melhor não deixá-la falar pois correríamos o risco de ouvir um ou vários palavrões durante a Missa Negra.

Que destino…tortuoso

Pobre nação brasileira! Pobres de nós que temos de aguentar esta Nada Santíssima Trindade com seus Egos e ganância.

Além é claro de toda a super-estrutura desta Seita que tomou nosso Brasil, com seus Santos (do Pau-oco), párocos, bispos, diáconos e vagabundos que mamam nas tetas da viúva.

E nós pagando o dízimo para viver num Inferno quase bolivariano.

VALHA-NOS DEUS! O Verdadeiro e único!

UMA JUSTA HOMENAGEM!

À todos que porventura tenham estranhado o sumiço deste colunista justifico o motivo a seguir. Àqueles que comemoraram o sumiço da coluna informo que infelizmente terão de me aturar mais um tempo.

Na semana passada fomos surpreendidos pela doença de meu pai. Algo que pegou a todos de surpresa, pois papai parecia um touro de saudável e parecia-nos, até então, apto a cumprir uma promessa que repetia sempre e a todos: comemorar seu centenário em uma festa num puteiro.

É meu velho faltaram-te alguns anos!

Seu Antonio Fernando ou Toninho para a família ou ainda Tatu para os amigos, viveu uma vida justa. A alcunha de Tatu ganhou por ser um caçador inveterado destes animais, mas dizia a todos que era porque ele gostava de viver enfiado num buraco, o que também era verdade.

Trabalhador, honesto e pobre, batalhou para criar e dar aos filhos o melhor que pode. Serviu-nos de exemplo e esteio, o amigo nas horas ruins, o homem que dava conselhos e esporros sempre que necessário.

Meu pai era o que aqui no sul chamamos de índio véio ou nego véio, ou seja, um gauchão típico. Daqueles que usava bombacha quase sempre, não passava sem o mate de manhã e antes do almoço, um trago de quando em vez. Pé de valsa gostava de dançar uma vanera e uma milonga.

Viveu a vida na cidade sempre sonhando em voltar ao campo onde nasceu. Não deu tempo. Homem sério trazia no semblante as marcas da vida e da dureza que é viver, mas sem amarguras. Talvez um ou outro dissabor vindo de mágoas nascidas no seio de sua família, nada mais que isso.

Ao lembrar dele vem a minha mente uma letra de música da cantora nativista Berenice Azambuja:

[…]Churrasco, bom chimarrão, fandango, trago e mulher
É disso que o velho gosta
É isto que o velho quer[…]

Era disso que o Seu Tatu gostava, era isso que seu Tatu queria.

Adoeceu e me chamou. O trouxe para minha casa e no sábado passado escreveu a coluna do JBF comigo. Pediu-me para levá-lo ao médico, levei. Nada grave apenas uma crise nervosa, foi autorizado a viajar, queria ir até minha irmã que mora em uma cidade a 200 km de Pelotas.

O levei até lá. Parecia que queria despedir-se de todos que amava. Dormiu uma noite em minha casa comigo e meu filho, dormiu uma noite em minha irmã com ela e meu sobrinho. Na segunda passou mal, foi internado. Na terça ao fazer alguns exames infartou e fez a passagem.

Me havia dito que estava cansado e queria descansar em paz. Descansou, foi-se sereno e tranquilo como sempre viveu.

Mas não sem antes visitar todos os amigos que cativou. Descobrimos que havia feito isto nas duas últimas semanas quando também deixou seus negócios e contas mais ou menos em ordem. Não gostava de incomodar ninguém, nem mesmo na morte.

Sei que tivemos uma semana pesada na Terrae brasilis, há muito que comentar e criticar, farei um comentário resumido na próxima postagem amanhã. Não vou macular esta homenagem a meu querido pai citando estas pústulas políticas que infectam nossa pátria.

A meu pai digo que ficará a saudade, o amor e o exemplo que nos destes. Te deixo uma oração ou irradiação da lavar do racionalismo cristão:

“Ao Astral Superior

Grande Foco! Força Criadora!

Nós sabemos que as leis que regem o Universo são naturais e imutáveis, e a elas tudo está sujeito.

Sabemos também que é pelo estudo, raciocínio e crescimento, derivado da luta contra os maus hábitos e as imperfeições, que o espírito se esclarece e alcança maior evolução.

Certos do que nos cabe fazer, e pondo em ação o nosso livre-arbítrio para o bem, irradiamos pensamentos aos Espíritos Superiores para que eles nos envolvam na sua luz e fluidos, fortificando-nos para o cumprimento dos nossos deveres.”

Rompeu-se a coluna mas ficou a obra! A árvore frutificou e seus frutos garantirão sua continuidade. Do homem que fostes ficou a memória, o exemplo e o amor que destes à todos nós!

Descanse em paz pai!

* * *

UNE… UNIÃO NACIONAL DO QUE MESMO?

A UNE (União Nacional dos Estudantes), autoproclamada entidade representante única dos interesses dos estudantes brasileiros, nunca foi uma entidade que congrega anjos.

Se pensarmos, com um pouquinho de criticidade, poderíamos dizer, até, que a tempos deixou de ser uma entidade que congregue ou que tenha em seus quadros pessoas honestas e que trabalhem em prol da nação.

A UNE deixou a muito tempo, se é que representou algum dia, de representar os interesses dos estudantes brasileiros. A UNE virou uma máquina de apoio ideológico aos partidos da esquerda falida brasileira.

E um trampolim ou picadeiro para oportunistas e aprendizes de políticos corruptos. Sua pauta não interessa a nação brasileira tampouco aos estudantes do Brasil. Sua pauta é ideológica, rançosa e retrógrada e ecoa os mantras de sempre da esquerda pregando a intolerância, o retrocesso e o caminho ao totalitarismo de esquerda.

Nos seus quadros, além dos oportunistas de ontem e de hoje, podemos encontrar, especialmente nos quadros diretivos da União dos Estudantes atuais e de outrora, representantes e próceres da indigna política brasileira.

O que pensar de uma instituição que teve como ex-presidentes políticos da laia de Lindberg Farias, José Serra, Aldo Rebelo e Orlando Silva? Todos enrolados até o pescoço nos escândalos políticos que pululam nosso país. Pode-se inferir que ali, na gestão da dita ‘entidade estudantil’, temos uma eficiente máquina de formação de políticos e sem-vergonhas.

Mas até o que já era ruim consegue piorar!

A UNE já teve a presidência anterior ocupada por uma jovem chamada Carina Vitral que comportou-se como um macaco de auditório do PT e de Dilma Roussef.

A UNE enrolada em acusações de desvio de verbas federais e, que ainda não foi condenada, porque os mesmos políticos que por ali fizeram carreira e nome, sepultaram a CPI que investigaria os mal-feitos de nossos ‘estudantes’.

A UNE que acha que lutar pelos direitos dos estudantes é fechar ruas, prejudicar o trabalhador que não consegue voltar para casa e quebrar lojas e propriedades públicas e privadas.

A UNE reacionária ao extremo com qualquer ação governamental que tente limitar a balbúrdia de seus próceres ou que corte a verba pública que fluia e sustentava estes vagabundos que fazem qualquer coisa menos estudar.

A UNE dos estudantes profissionais que levam 10, 20 anos, ocupando vagas em Universidades públicas, sem ir a aulas e só fazendo política e outras cositas más, proibidas por lei é óbvio.

É esta UNE que ser arvora a querer ‘defender’ nossa educação, nossos estudantes e nosso futuro. Deus nos livre!

Agora nossos estudantes profissionais conseguiram algo inédito. Elegeram a cidadã Marianna Dias sua nova presidente (é presidente viu, não presidenta).

Elegeram uma cidadã que segundo consta não é estudante. Homessa! Só no Brasil a presidência de uma entidade estudantil nacional é ocupada por uma pessoa que não é estudante.

Não que isto seja novidade na UNE. Lindberg Farias que presidiu a entidade no impixamento de Collor aproveitou a fama e o palco, abandonou a faculdade e foi enriquecer na política. Hoje está enrolado até o pescoço na lava-jato. Com sorte será defenestrado da política nas próximas eleições.

E, pior, a cidadã Marianne, segundo informações divulgadas na imprensa, não só não é estudante como cursou,ou melhor ocupou uma vaga inutilmente, por 14 (quatorze) semestres em um curso de pedagogia em Instituição pública.

Pasmem! O curso dura, regularmente, oito semestres. Esta moça ficou gastando dinheiro público quase pelo dobro do tempo do curso. Ocupando uma vaga que poderia ser de um estudante que quisesse estudar de verdade. E pior ela não se formou.

Bom este fato, não ter se formado, pode ter sido uma benção. Imaginem na escola de seu filho uma pedagoga que, sabe-se lá por que, levou mais de 14 semestre para formar-se.

Que moral ela teria para ‘cobrar’ de colegas ou alunos. Que experiências e vivências teria para relatar e orientar seu filho e os outros alunos? Seria um caos!

Ainda bem que nos livramos por enquanto desta pedagoga. Claro que há o risco, enorme, de que ela vire política e, ajude a destruir o país de outra forma mais danosa.

Esta é nossa União de Estudantes. A mesma que chafurdando na lama e do alto de sua incoerência combate outras iniciativas, até judicialmente, de criar representações estudantis isentas no Brasil. Entidades como os Estudantes pela Liberdade, entre outros, que vêm nascendo da inconformidade dos verdadeiros estudantes abandonados pela UNE.

Por isso a pergunta: o que quer dizer UNE mesmo?

União Nacional dos espertalhões, das esquerdas, dos escroques?

De estudantes não é mesmo! Mas a percepção do que é, do que faz e quem são e foram seus dirigentes, faz-nos começar a entender os motivos da educação brasileira ser tão ruim.

Com uma entidade estudantil desta laia só poderíamos ter a educação de bost.., quero dizer, péssima, que temos!


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa