* * *

Informante fubânico bem posicionado me garantiu que, tão logo chegou à casa da ministra, Temer foi logo dizendo.

– Vamos falar de prisões. Por coincidência, eu é que tô com uma prisão de ventre de lascar o cano.

Aí levantou a perna, começou a botar força e fazer caretas e, por fim, soltou um peido que chega estralou. Balançou um castiçal na sala da casa.

E em seguida deu um arroto de arrombar a goela.

Só depois disto é que começaram a conversar.

“Esta porra deste JBF não larga do meu pé. Puta que pariu!”

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa