Um roteador de internet, um modem, nove pendrives, 155 celulares (além de 93 baterias, 58 carregadores e nove chips) foram encontrados em três operações pente-fino feitas pelo governo do Amazonas em três unidades prisionais entre quinta-feira e sábado. Também foram encontradas cem armas brancas (facões, facas etc), uma pistola calibre 380 e um rifle calibre 32.

As inspeções foram feitas no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), no Ipat (Instituto Penal Antonio Trindade) e na Unidade Prisional do Puraquequara. “O principal objetivo é a retirada de materiais ilícitos que poderiam ser usados para desestabilizar a unidade e promover alguma alteração”, informou a administração estadual por nota.

* * *

Igualzinho ao que acontece nos presídios dos Zistados Zunidos, aquela terrinha cujo sistema carcerário é pior que o do mais lascado e pobre país africano.

Eu fico ancho que só a porra quando vejo nossa querida Banânia batendo recordes mundiais.

E os números contidos nesta notícia aí de cima referem-se a apenas um único estado!

Se for somar tudinho em todos os presídios banânicos, de norte a sul, de leste a oeste, roteadores, celulares, modems, pendrives, baterias, carregadores, chips, facões, facas, canivetes, revólveres, pistolas, cacetes, bombas, pedras, tacapes, rifles, metralhadores e mísseis, vamos bater o recorde galáxico!!!

2 Comentários

  1. carlos domingues disse:

    Curiosidade: o que será que tem nas garrafas pet? Será que é da boa????

  2. Beni Tavares disse:

    Esta bagunça toda nos presídios e o ministro Alexandre Sem Morais e sem cabelo só enrolando. Podia, pelo menos, implantar a “degola premiada”: um ano de redução de pena para o preso que “encantar” outro preso. Logo, logo tudo estaria resolvido.

Deixe o seu comentário!


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa