30 dezembro 2016O MEU AMOR CHOROU



Paulo Diniz interpreta uma composição da autoria de Luiz Marçal Ferreira Neto.

1 Comentário

  1. Caio Frascino Cassaro disse:

    A molecada é phoda… eu tinha uma professora no colégio – excelente, por sinal – chamada dona Bety, com a sílaba tônica no “ty”. Pois não não é que a turma, após uma prova arrasa-quarteirão, não fez uma paródia dessa música em “homenagem” a ela? Ficou assim:
    “Dona Bety peidou
    Não sei por que rasgão.
    Dona Bety peidou
    Não sei porque rasgããããõ…”
    Só lembro do refrão. Mas como eu disse no começo, a molecada é phoda…

Deixe o seu comentário!


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa