7 agosto 2008 DEU NO JORNAL

UM TEXTO DE LAURENCE BITTENCOURT

A BEATIFICAÇÃO DE LULA

A revista “Veja” desta semana trouxe duas grandes matérias – na verdade, uma entrevista, a das páginas amarelas -, e a outra uma matéria sobre o rombo nos cofres do Vaticano, que certamente deve ter passado desapercebido da maioria dos seus leitores, mas não desses olhos aqui perscrutadores. Enquanto nas páginas amarelas ficamos sabendo (o de sempre) do desastre da educação no Brasil, na outra, o que veio à tona foi o déficit nas contas correntes da Santa Fé. Quem diria?

Clique aqui e leia este artigo completo »

LUISELZA PINTO – TERESINA-PI

ÁGUA DE VIDRO

Quero meus seios dormindo em tuas mãos
Minhas pernas em guerras com tuas pernas
Nossos corpos cheios de doces delírios sãos
Nossos âmagos em comunicações internas.

Às favas ruas estrelas tuas vergonhas cruas
A morte que te abraça os ridículos pudores
Grita-me que minhas alegrias e dissabores
Inertes serão nos destroços das células tuas.

Tu vais embora, sempre foi tão cedo-tarde
E me deixas numa solidão que cresce-arde
Tanto tudo que converge a um muito nada.

Desespero-me e a vida diz que vou sobreviver
Restaurar-me deste dilacerante enlouquecer
Que já abraça tua ausência na minha estrada.

[Recife, 16.12.1992 – 3 dias antes.]

7 agosto 2008 DEU NO JORNAL

QUADRO ESPECIAL

A senadora Ideli Salvatti (SC), líder do PT no Senado, sempre carrancuda e mal humorada, era só sorrisos nesta quarta-feira, no plenário, quando fez questão de exibir às câmeras da TV Senado um ramalhete de significativas rosas vermelhas. Ela leu o cartão e abriu ainda mais o sorriso, mas não reveou o remetente. Seus colegas concluíram que a gentileza foi do sargento do Exército Jeferson Figueiredo, 44, doze anos mais jovem, com quem anda de namorico.

* * *

O JBF apurou que a senadora vai apresentar projeto de lei, já previamente combinado com o Presidente Lula, criando o posto de general de 8 estrelas num quadro especial dentro do Exército, para o qual serão promovidos todos os sargentos de nome Jeferson, que morem em Santa Catarina, que tenham 44 anos de idade, que sejam competentes no ofício de cobertura femeal e que costumem enfiar a pajaraca em bacorinhas com mandato parlamentar. Lula informou à senadora que sancionará a lei imediatamente.

brito_sen_ideli_salvatti_flores_1.jpg

Um priquito em êxtase

PAPISA ALINE BERTO – RECIFE-PE

Meu amado

Nesses poucos anos em que estamos juntos, dificilmente escrevo carta pro jornal, a não ser alguns comentários que faço, preferi ficar às escondidas, te ajudando às vezes com matérias, fotos, pesquisas, algumas opiniões sobre os textos. Tem muita gente que não sabe ou não prestou atenção nesta fiel companheira ao seu lado, sempre. Gostaria que você me permitisse contar alguns fatos da nossa vida pros seus leitores deste Brasil. Vou ser breve.

Conheci o Berto pela Internet, num site de relacionamentos. Eu estava com 29 anos e ele com 59. Dentre e-mails, telefonemas e encontros, aceitei namorá-lo. Não foi amor à primeira vista, acho que foi mais uma aposta. Geralmente as pessoas namoram apaixonadas. Não foi o nosso caso. Confiamos num bom relacionamento, numa boa convivência. E deu certo. O amor veio surgindo devagar, até fazer parte de nós.

Aconteceram coisas engraçadas nessa nossa convivência. A primeira delas foi quando dei a notícia ao meu pai. Ele, como um bom sertanejo, me fez duas perguntas: Quem é o rapaz e o que fazia. Eu respondi, com ar de riso, que não era bem um “rapaz”. E informei que meu namorado era apenas dois anos mais velho que ele, meu pai. E que não trabalhava, pois era aposentado. Ele me olhou desconfiado, e finalizou dizendo, que o importante era estar feliz ao lado dele, ele cuidar bem de mim e me respeitar.

Outras situações são a respeito da nossa diferença de idade. Já grávida, fomos começar a comprar o enxoval em companhia da minha irmã. O Berto sempre conversando coisas e a atendente diz pra mim que “meu pai’ era muito engraçado. E ainda perguntou ao Berto se ele só tinha “aquelas duas filhas” e se era o primeiro “neto”. Em uma padaria, pedi alguns tipos de pães e o balconista me disse que sempre vinha ali um senhor e pedia os mesmos tipos de pães e a mesma quantidade e se não era o meu pai. Até porque se parecia muito comigo. Outra vez, o Berto estava com o João sentado em uma loja, passa uma velhinha e exclama: “Vovô coruja!”. Não tem jeito. A gente se diverte muito com isso.

Bem, gente. Passamos juntos vários momentos agradáveis. Uma coisa interessante, é que por o Berto ter amplo conhecimento da história deste país e experiênca de vida, eu mudei o jeito de pensar politicamente. Deixei de ser alienada. Como o Berto tem uma ótima biblioteca, escolhíamos um livro, íamos a um barzinho ou restaurante e lá, discutíamos aquele livro. Às vezes perguntava pra ele o que estava acontecendo no mundo, ou o que ele estava fazendo quando eu estava nascendo. Afinal, são trinta anos de diferença de idade.

E depois que nosso filho nasceu, nasceram outros novos sentimentos que ainda eram desconhecidos para mim. Primeiro de ser Mãe e o outra de ser uma Mulher. E do tanto que amo meu Marido. O meu Homem. De saber que tenho ao meu lado um grande Companheiro, um verdadeiro Amigo, uma pessoa em que confio minha vida. E além de tudo, um maravilhoso e amável Pai.

Berto, meu amor, neste seu dia maravilhoso, eu só queria externar o que sinto por você, compartilhar só um pouco da nossa vida e dizer pra todos, que eu sou uma mulher realizada e feliz porque tenho você. Que bom que te encontrei. Ou, nos encontramos.

Parabéns!

P.S. Foi difícil convencê-lo a publicar esta carta. Foi entre tapas beijos.

Mas há a vida
Clarice Lispector

Mas há a vida
que é para ser
intensamente vivida, há o amor.

Que tem que ser vivido
até a última gota.
Sem nenhum medo.
Não mata.

10298.jpg

 

6 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

MEDO

O Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Gilmar Mendes, aquele que mandou soltar, duas vezes em poucos dias, o banqueiro ladrão (sócio de Lulinha em fazendas de gado), fez uma declaração esta semana dizendo que “há um sentimento de medo na sociedade provocado pelas ações da Polícia Federal”.

Eu gostaria de informar a Sua Excelência que eu sou membro da sociedade e não tenho medo algum destas ações. Nem eu, nem os leitores do Jornal da Besta e nem os cidadãos honestos de qualquer recanto deste país.

BISPO BERNARDO – MACEIÓ-AL

Mestre Papa,

até que enfim a popularidade do presidente caiu. Êta povo pra inventar moda.

Um abraço e os respeitos do Bispo

R. Me tire duas dúvidas: essa cara estampada na calcinha é o retrato do Sapo Barbudo ou são os pentelhos da moça? E esta moça, é fêmea mesmo ou é um frango do PT?

823290-3161-in.jpg

6 agosto 2008 DEU NO JORNAL

UM JUMENTO GERENCIANDO BOIS

O ex-ministro Delfim Netto diz que, se o Governo comprar um circo, o anão cresce. Pois não é que isso acaba de acontecer? Os “bois piratas” detidos por ordem do ministro do Meio-Ambiente, Carlos Minc, já diminuíram de número (eram 3.500, hoje são 3.046, sem que se saiba como o rebanho encolheu), custaram cerca de R$ 1 milhão e não renderam nada, depois de três leilões malsucedidos. Não há perspectivas de venda próxima. Num setor em que se ganha dinheiro, o Governo vai acabar tendo prejuízo mesmo recebendo os bois de graça.

* * *

Delfim Netto, o mais influente conselheiro econômico do Presidente Lula, é um frasista irrecuperável e costuma sintetizar as coisas de modo admirável. De fato, a incompetência do governo, qualquer governo, pra gerenciar negócios é uma tradição brasileira indesmentível.

E, em se tratando de um palhaço do porte de Carlos Minc, a incompetência tangencia as raias do absurdo. Ao final, o contribuinte paga o prejuizo com seu imposto suado.

boi.JPG

6 agosto 2008 DEU NO JORNAL

FUTURO PROMISSOR

Bento XVI pede que China se abra ao catolicismo.

* * *

A abertura para o catolicismo romano eu acho muito difícil mesmo. Já para o catolicismo sertanejo, as perspectivas são bem melhores.

Tomei conhecimento que, só na capital Pequim, a quantidade de bares e botecos está numa quantidade bem acima dos rígidos padrões morais implantados pelo saudoso camarada Mao. Um campo fértil para minha pregação.

6 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

UM HERÓI DA PORRA

No final do mês passado se completaram exatos 16 meses que o Ministro Franklin Martins assumiu o Minisério da Comunicação Social.

No dia em que tomou posse, o novo ministro deu uma declaração informando que largava um emprego de 50 mil reais mensais na Rede Bandeirantes de Televisão para viver com os magros 8 mil reais estipulados pela tabela do Poder Executivo.

Por conta deste desprendimento, foi chamado de “herói” pelo Presidente Lula que, imediatamente, entregou pro novo ministro o projeto de criação da TV Lula – até hoje com zero de audiência -, mas que consumiu 400 milhões de reais para sua implantação.

Didático como sempre, o Jornal da Besta Fubana faz uma pequena conta aritmética para informar o tamanho do prejuizo do ministro em 1 ano e 4 meses de governo:

50.000 na Bandeirantes – 8.000 no governo = 42.000 reais mensais de prejuizo

42.000 mil reais vezes 16 meses = 672.000 mil reais no total

O Presidente Lula está coberto de razão: o Ministro Franklin Martins é um grande herói. Em pouco mais de um ano deixou de ganhar quase 700 mil reais por amor ao Brasil.

Mais que herói, digo eu: é um grande patriota.

franklin-martins.jpg

O risonho Ministro Franklin Martins: um herói do caralho ! ! !

6 agosto 2008 DEU NO JORNAL

UM GRANDE AVANÇO

Pesquisa divulgada nesta terça-feira pela Fundação Getúlio Vargas aponta o crescimento da classe média brasileira nos últimos dez anos. Essa categoria – que, segundo a FGV, inclui famílias com renda entre R$ 1.064 e R$ 4.591 e é denominada como “classe C” – reuniu 51,89% da população em 2008, dez pontos percentuais a mais do que os 42,26% registrados em 2004.

* * *

Assim que ouviu esta notícia, Otacílio me ligou pra falar do seu próprio exemplo de ascensão social e econômica. Ele me disse que, ao longo dos últimos anos, fez um progresso notável: saiu do nada e chegou à miséria.

roupa.JPG

6 agosto 2008 DEU NO JORNAL

DEMOCRACIA VIGOROSA

Dois jornalistas japoneses foram agredidos por forças paramilitares ontem a noite em Xinjiang (oeste da China) quando cobriam o ataque no qual morreram 16 policiais. Os dois foram detidos e levados dois até o quarto de um hotel próximo, onde foram espancados.

* * *

O problema é que os jornalistas japoneses não estavam habituados às sutilezas da “democracia” do regime fundado por Mao Tse Tung. Segundo informaram os profissionais, eles apanharam por mais de duas horas. Este é o método dos comunistas chineses para reeducar os recalcitrantes.

iotti8.jpg

6 agosto 2008 DEU NO JORNAL

NADA DE NOVO

O senador Mario Couto denunciou da tribuna do Senado a sociedade do filho de Lula com o grupo Oportunitty de Daniel Dantas, em propriedades agropecuárias. As propriedades estariam em nome do ex-cunhado de Daniel Dantas, Carlos Rotemburgo. O senador ainda levantou a suspeita de que o afastamento do delegado Protógenes do caso foi em função de salvaguardar a imagem de Lula.

* * *

Pode ser que pros leitores de outros jornais isto seja novidade. Mas pros leitores desta gazeta da bixiga lixa as estrepolias de Lulinha são coisas antigas. A pedra foi cantada no JBF desde o tempo em que o Primeiro Filho ganhou 15 milhões de reais de mãos beijadas da Telemar.

Diante das suspeitas então levantadas, o Presidente Lula saiu em defesa do seu rebento, afirmando que quem fazia insinuações tinha “inveja da habilidade de Lulinha para os negócios”. Lula comparou o talento do filho pra ganhar dinheiro com o talento de Ronaldinho pra jogar futebol.

negociao_do_lulinha1.jpg

“Ô coisinha tão bonitinha do pai…”

DOIS MOTES DA BIXIGA LIXA

Sebastião Dias e Raimundo Caetano improvisando com o mote:

TODO DIA EU MEDITO COM SAUDADE
MINHA INFÂNCIA VIVIDA NO SERTÃO

Sebastião Dias

Hoje eu posso dizer que eu sou feliz,
todo dia eu me lembro, quando acordo,
do sertão que vivi e eu recordo,
o jumento, a cangalha e os barris,
uma canga, a correia e seus canzis,
quatro deles prendendo o barbatão,
o azeite oleando o meu cocão,
eis os números da minha identidade.
Todo dia eu medito com saudade
minha infância vivida no sertão.

Raimundo Caetano

Não me esqueço da árdua trajetória,
todo dia saindo pra o trabalho,
com a roupa molhada de orvalho,
com a mão estirada à palmatória,
esse é um pedaço da história,
que eu não posso prender na minha mão,
mas se eu for remexer meu coração,
inda dá pra salvar mais da metade
Todo dia eu medito com saudade
minha infância vivida no sertão.

* * *

Sebastião da Silva e Moacir Laurentino improvisando com o mote:

SINTO A ÚLTIMA ESPERANÇA SE QUEIMANDO
NA FOGUEIRA DA SECA NORDESTINA

Sebastião da Silva

Outro mote bonito aqui está,
vem falando de crise e sequidão
e nessa seca que há no meu sertão,
Piauí, Pernambuco, Ceará,
não se ouve o cantar do sabiá,
do canário de crista da campina,
e a cigarra também não faz buzina,
não tem ave do campo mais cantando.
Sinto a última esperança se queimando
na fogueira da seca nordestina.

Moacir Laurentino

Essa dura e cruel situação,
da maneira que muita gente está
Paraíba, Sergipe e Ceará,
Rio Grande, Alagoas, Maranhão,
tá despida toda vegetação,
não tem mais folha verde na campina,
essa seca cruel e assassina,
com sol quente que vêm lhe sapecando.
Sinto a última esperança se queimando
na fogueira da seca nordestina.

Clique aqui e leia este artigo completo »

6 agosto 2008 DEU NO JORNAL

A CORDA E A CAÇAMBA

Íris Rezende (PMDB), prefeito de Goiânia e candidato à reeleição, teve um acordo com o PT goiano costurado por Delúbio Soares, um dos chefes da “organização criminosa” do mensalão. Depois, Delúbio subiu no palanque e tudo mais. E Íris deverá apoiá-lo em 2010, quando for candidato a deputado federal.

* * *

O goiano Íris Rezende está naquele time de Romero Jucá, Edison Lobão e Jáder Barbalho, composto por políticos que fizeram política a vida toda e ficaram ricos apenas exercendo cargos públicos.

Íris Rezende é uma das maiores fortunas do centro-oeste brasileiro, região repleta de bilionários, e seria fatal que ele se aliasse ao PT, através da figura sinistra de Delúbio Soares, ex-tesoureiro do partido e da campanha presidencial do Presidente Lula.

Delúbio tem dito pra quem quiser ouvir que escapará livre, leve e solto de todos os seus processos. Ele costuma citar como seu modelo o gatuno Paulo Maluf que tem 150 processos e, segundo Delúbio, “vem ganhando todas”.

Os dois, Íris Rezende e Delúbio Soares, farão uma bela parelha na política goiana.

pt4.jpg

6 agosto 2008 DEU NO JORNAL

A MULHER DO BISPO FALOU

A mulher do candidato a prefeito do Rio, Marcelo Crivella, Sylvia Jane Hodge Crivella, acredita em conversão de gays: “Não conheço um homossexual feliz. Mas, conheço um homossexual convertido que se casou e é feliz com sua esposa”.

* * *

Eu acho que esta senhora está errada. Eu só vejo frango infeliz quando está longe de uma pajaraca. De furico cheio, num existe criatura mais alegre e repleta de felicidade que um doador do orifício pecaminoso.

Na mesma entrevista em que fez esta declaração, a mulher do candidato Crivella, que é bispo e acionista majoritário da Igreja Universal do Queijo do Reino de Deus, fez outra afirmação muito interessante. Foi sobre a virgindade. Ela disse o seguinte: “É o melhor presente que a mulher pode dar ao homem”. Se ainda existe algum cabaço neste mundo, eu quero declarar que na Igreja Sertaneja existe um criatório desta espécie em extinção. Mandem pro nosso curral.

6 agosto 2008 DEU NO JORNAL

EMPEPINADA

Na última conversa entre Lula e Gilberto Gil, que se despedia do Ministério da Cultura, o presidente teria dito ao cantor que fizera de tudo para ampliar os recursos para a pasta. Mas, não conseguiu dobrar a ministra Dilma Rousseff para liberar a verba. E ainda teria brincado: “Quem tem a chave do cofre é ela”.

* * *

A única cultura de que a Ministra Dilma gosta é a de penino. Comprido e de bom calibre.

dedada.jpg

“Se for um pepino fininho assim feito meu dedo, num serve mesmo!!!”

MANHÃ DE SOL COM NETO E GALEGA

“Sabe-se que, no reino dos céus, o cristão defunto desfruta os mais requintados prazeres da alma. Porém não estarão muito acima da alegria de sair de mãos dadas com o seu neto, numa manhã de sol. E olhe que aqui embaixo você ainda tem o direito de sentir orgulho, que aos bem-aventurados será defeso… E quando você vai embalar o neto e ele, tonto de sono, abre um olho, lhe reconhece, sorri e diz “Vô”, seu coração estala de felicidade, como pão ao forno.”

Tirei esses fragmentos de um precioso texto de Raquel de Queiroz ao lembrar sábado passado quando meu neto telefonou para levá-lo à praia.

Eu digitava um trabalho no computador para entregar ainda naquele dia, mas o fato de ir à praia com meu neto numa manhã de sol, me faz chegar às raias da irresponsabilidade. Deixei o trabalho para depois, existe sempre alguma desculpa na entrega de alguma encomenda atrasada, todos podem esperar, menos o sol, a praia e principalmente o neto. Num velho calção de banho tirei a manhã para vadiar nas areias da Jatiúca com Danilo.

Clique aqui e leia este artigo completo »

6 agosto 2008 DEU NO JORNAL

APOIO

A Polícia Federal descobriu indícios de que a organização chefiada pelos traficantes Juan Carlos Ramirez Abadia, chefe do Cartel de Bogotá, e Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, planejou, de dentro do presídio federal de Campo Grande, seqüestrar pelo menos um dos filhos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para exigir como resgate a libertação deles e de outros integrantes da quadrilha.

* * *

A Confraria dos Cegos apoia e aplaude os métodos dos narcoguerrilheiros das FARCs, entre os quais está o sequestro. Estou curioso pra saber a opinião da turma sobre este projeto dos narcosafadeiros presos no Brasil.

6 agosto 2008 DEU NO JORNAL

EMBANANDO O BRASIL

Seria melhor criar o Ministério da Banana ao da Pesca. Em importância econômica, a banana movimenta 6 milhões de toneladas a mais que a pesca.

* * *

De fato, enquanto a pesca movimenta 1 bilhão de reais por ano, a banana envolve a nada desprezível quantia de mais de 7 bilhões de reais.

Ao criar o Ministério da Pesca, o Presidente Lula assegurou emprego, sem concurso, para mais de 400 parasitas. Se criar o Ministério da Banana, poderá enfiar no serviço público mais outro tanto de cumpanheros petralhas, sedentos para mamar numa banana.

6 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

GLOSANDO COM O CUMPANHERO

Mais duas glosas do Poeta Glauco Mattoso dentro da série “Gafes Presidenciais”

SEMPRE QUE DISCURSA, O LULA
NÃO SABE ONDE PÔR O COPO.

Com freqüência capitula
O orador à rouquidão.
Sente sede, e água lhe dão,
Sempre que discursa, o Lula.
Até que tudo ele engula,
Pensa: “Por que beber topo
Se o paletó quase ensopo
Quando não molho esta folha!”
E sem qual desastre escolha,
Não sabe onde pôr o copo.

* * *

LULA PEDE “PACIÊNCIA”,
JÁ NÃO FALA EM “CRESCIMENTO”.

Arma, a gente que dispense-a!
Emprego, é pra “daqui a pouco”!
Pra quem tá ficando louco
Lula pede “paciência”!
Se tivesse consciência
Que o país é tardo e lento,
De “espetáculo” e de “aumento”
Não fazia propaganda!
Vendo que a coisa não anda,
Já não fala em “crescimento”!

BISPO PEDRO MALTA – RIO DE JANEIRO-RJ

Viva o cordel!

A literatura de cordel, tradição em quase todo o Nordeste, está prestes a virar linguagem oficial da publicidade do governo do Ceará.

Um projeto que está na Assembléia cearense autoriza o governo local a dar preferência a folhetos de cordel em todas suas campanhas de interesse público.

R. Será que o pessoal da Unicordel tá sabendo disto?

http://oglobo.globo.com/rio/ancelmo/post.asp?t=viva_cordel&cod_Post=117229&a=98

ALLAN SALES – RECIFE-PE

Queridos amigos e leitores da Besta Fubana.

Recebi os seguintes comentários ainda me chamado de cego e dizendo que recebo patrocínios que são migalhas:
——————————————————–
(- Mundinho Fulô (do Bico Doce) Diz:
O que me causa espécie é existir uma pessoa com currículo cultural tão belo que ainda pertence à Confraria dos Cegos!)

(- Fábio Barros Diz:

Esse pessoal se contenta com tão pouco.

Esses patrocínios são uma migalha perto dos megashows que João Paulo promoveu com dinheiro público.)

———————————————————————————-

Com grande prazer respondo aos meus patrulhadores de plantão:

Não sei o que vocês chamam de cego, na verdade fui convidado para todos esses eventos e trabalhos e conheço de dentro o trabalho de cultura de alcance social desta administração, sou parte disso. Não sou cego, apenas vejo as coisas de forma diversa de gente que se arvora no direito de dono da verdade,geralmente as viúvas de FHC e de coisas bem piores que vieram antes dele.

Quanto ao que o nobre Fábio Barros chama de patrocínios e de migalhas, eu respondo que não tenho um mega show pra vender, no máximo um quarteto de violão, voz,percussão e flauta. Sou um arte-educador e artista popular ainda fora da grande mídia e não me sinto lesado por não receber algo que não se compara ao cachê de estrelas consagradas pela mídia.Bem, estamos numa democracia, cada um dá seu voto em quem melhor lhe aprouver, eu fui por demais prestigiado e não costumo cuspir no prato que comi.

Agradeço a precupação de vossas senhorias para com meu trabalho, se tiverem alguma proposta de trabalho decente para contratar:

– Show eclético e performático de voz e violão com Allan Sales e Nivaldo Brodinho.

– Aula espetáculo CANTORIA DECLAMATÓRIA( com Allan Sales,Chico Pedrosa e Adiel Luna)

– Show CORDAS E CORDÉIS DO RECIFE ( recital poético musical eclético com Allan Sales e mais nove poetas da UNICORDEL)

– Espetáculo TRÊS CAUSOS DE CASTRO ALVES, espetáculo de teatro com Allan Sales, Morse Lyra e Dinho Alves.

– Aulas de violão popular.

– Oficina de literatura de cordel.

– Criação de cordel por encomenda.

Liguem para 8845-9991 que eu terei o prazer atender quem se preocupa tanto assim com quem julgam trabalhar em troca de migalhas que na realidade são os valores de mercado da cidade do Recife, valores que são pagos e que foram aceitos por mim enquanto não pinta uma mídia que valorize meu passe.

No mais fiquem na paz e agradeço por sua contribuição neste debate tão salutar! Salam Aleikun!

CARDEAL RAIMUNDO FLORIANO – BRASÍLIA-DF

Janaina Berto alcança o seu grau universitário em Direito!

Conheço essa menina desde quando ela nasceu, desde quando ainda fazia xixi nas fraldas, Cresceu junto com minhas filhas, com elas brincou, com elas fez planos para o futuro. O futuro que agora chega de modo brilhante.

Essa Janaína é danada. Cuidado com ela! Tem idéias! Trabalhou com fervor para eleger o atual presidente, mas não se foge a declarar sua ânsia de depô-lo, diante do mar de escândalos que domina o seu governo. Ela sabe o que quer.

Ainda bem antes de obter o diploma, já dava aulas de saber jurídico em várias escolas.

Seu desejo agora é ir aperfeiçoar-se no Canadá. Pois podem escrever, dar como certo que ela o conseguirá. E aquela parte da América do Norte vai tremer com a sua chegada.

Daqui e longe, expresso meu contentamento pelo feito glorioso e mando-lhe meus efusivos parabéns, extensivos a seus pais, especialmente ao Papa Berto I que, a essas horas, deve estar babando na gravata de tanta felicidade. E com razão!

R. Limito-me a agradecer as generosas palavras do Cardeal Raimundo. O papai coruja é suspeito pra falar sobre sua caçula doutora.

janaina-2.jpg

Doutora Janaina Berto, a herdeira do papado agora é bacharel

5 agosto 2008 DEU NO JORNAL

CENA BRASILEIRA

Criminosos de Assis, a 433 km de São Paulo, passaram a aceitar de suas vítimas pagamento parcelado para o resgate de carros roubados. Nos primeiros seis meses de 2008 foram registrados mais de 50 furtos de veículos na cidade. Geralmente, os ladrões ligam para as vítimas para pedir o resgate no mesmo dia. O seqüestro de carros é uma prática comum na cidade, e aceita o pagamento do resgate em diversas parcelas.

* * *

A imprensa publica e tem gente que fica indignada com coisas desse tipo. “A que ponto nós chegamos..” berram as pessoas.

E, no entanto, eu não vejo ninguém ficar indignado com o fato de Romero Jucá ser líder do governo Lula, Edison Lobão ser ministro do governo Lula e Jáder Barbalho ser homem forte do governo Lula.

ARRASTÃO

Na música Arrastão, de Edu Lobo e Vinicius de Moraes, um verso descreve de forma vigorosa o que é uma grande pescaria: Nunca, jamais, se viu tanto peixe assim…

A julgar pela veemência do presidente da República, semana passada, na Bahia, ao transformar a Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca em Ministério da Pesca, talvez convenha ao governo adquirir os direitos da música para utilização na campanha publicitária que decerto fará para divulgar os esperados 40% de acréscimo na produção pesqueira nacional. O problema, no entanto, como registra a revista Veja desta semana, é que quase seis anos e R$ 1,3 bilhão depois de criada, a Secretaria não aumentou em nada os números então existentes, conquanto vá aumentar substancialmente as despesas, a começar pelo número de empregos.

O entusiasmo é tão grande, aliás, que, enfático, declarou o presidente: Da mesma forma que a gente faz a reforma agrária na terra, faz a reforma aquária na água. É frase de profundidade abissal, considere-se, mas excetuado o fato de que preocuparia ele operasse uma reforma em pólos trocados, já começa a aparecer em Pernambuco um, digamos, MSM – Movimento dos Sem-Mar, combatendo as fazendas marinhas voltadas para a criação de beijupirá. Não demora, surge o neologismo marifúndio para estigmatizar a atividade aqüícola em bases empresariais.

Mas, voltando ao Ministério da Pesca, o presidente sabe muito bem o que faz. Ao empregar 1.150 brasileiros, incluindo os titulares de 150 cargos de confiança, o governo aumenta os seus números positivos, passando a rede de arrasto em um cardume, digamos, de funcionários devotos.

Devotos, tenha-se a certeza.

PADRE JORGE FILÓ – RECIFE-PE

votrabalhando.jpg

Meu mestre Caboclo Paulo
O meu avô centenário
Fez a ultima viagem
Fechou seu itinerário
Deixou honra e fidalguia
Nobreza e sabedoria
Peças do seu inventário.

Nunca juntou numerário
A sua maior riqueza
Foi educar cinco filhos
Sem a menor tibieza
Reforçando seu legado
Como um cidadão honrado
Sua maior fortaleza.

Ao meu avô Antonio Sebastião de Menezes, Caboclo Paulo ou, simplesmente, Seu Cabôco, falecido no último dia 30 de julho de 2008, que além de agricultor, motorista, mecânico, marceneiro e inventor, não fugiu a regra, em sendo do Pajeú, e também foi capaz de poesias;

Veja como são bem feitas
As obras da natureza
O espinho da macambira
Nasce pra sua defesa
Um pra traz, outro pra frente
Prevenindo a incerteza.

Sua benção Vô!!!

BISPO PEDRO MALTA – RIO DE JANEIRO-RJ

Santidade,

Os vídeos abaixo são trechos do documentário “Nordeste: Cordel, Repente E Canção (produção de Tânia Quaresma, 1975)” mostrando onde o cego Pedro Oliveira cantando com a sua rabeca numa feira do interior.

http://br.youtube.com/watch?v=hdA9lvKUF6E&feature=related

http://br.youtube.com/watch?v=wRsFRTjwd7s&feature=related

R. Mês passado revi este filme na televisão, no Canal Brasil, e me emocionei tanto quanto quando o vi a primeira vez, nos anos 70. São antológicas as participações de Pinto de Monteiro e as de Caju e Castanha, ainda crianças, cantando embolada com latas de doce fazendo as vezes de pandeiro.

Estas duas cenas que você nos manda, com o cego Pedro Oliveira também são arretadas.

4 agosto 2008 DEU NO JORNAL

BILIONÁRIOS BRASILEIROS

Política é um bom negócio. Segundo levantamento da Transparência Brasil, parlamentares que disputam as eleições municipais deste ano enriqueceram, em média, 46,3% nos últimos dois anos. O número é referente à média da evolução do patrimônio declarado por 180 vereadores de capitais que foram candidatos em 2006 e 255 deputados federais, senadores ou deputados estaduais que disputam os cargos de prefeito ou vice-prefeito.

Dos 709 vereadores em exercício nas câmaras municipais das capitais, 663 disputam a reeleição ou concorrem ao cargo de prefeito ou vice-prefeito. O patrimônio médio declarado por esses parlamentares é de R$ 377 mil. Outros 277 parlamentares do Senado, da Câmara Federal ou das assembléias legislativas se candidataram a prefeito ou a vice-prefeito.

* * *

Romero Jucá, líder do governo Lula no Senado, Edison Lobão, ministro do governo Lula, e Jáder Barbalho, parlamentar do grupo de apoio ao governo Lula, são a demonstração prática e irretorquível que fazer política é um bom negócio. Um excelente negócio. Eram todos pobres e construiram fortunas apenas fazendo política. Hoje em dia são bilionários.

ALLAN SALES – RECIFE-PE

Prezados amigos da Besta Fubana.

Recebi do Dr João Veiga o seguinte comentário acerca de minha “cegueira” com relação ao trabalho do Prefeito João Paulo, já que pus no ar um trecho do cordel que compus pra campanha de João da Costa.Aqui vai co comentário do nobre Veiga:

“Cegueira dos Olhos. João Paulo que apoia Fat Slim Boy e Sandy e Jr, é a pespectiva de cultura de Allan. O projeto cultural do PT é totalmente equivocado. Artistas como Allan, continuam sendo tratados como artigo de terceira após 8 anos dos Joãos. O projeto cultural passa por reforma no sistema educacional, valorização dos saberes de uma comunidade e apresentação para o mundo da nossa arte.” JOÃO VEIGA

RÉPLICA:
Equívoco do nobre secretário de saúde de Olinda.A adminsitração João Paulo,é bem verdade cometeu erros como o Fat Boy e Sandy e Jr,nesse evento eu desci o cacete num cordel. Mas,quanto a mim, nunca fui tratado como artista de terceira.

Sou participante do FESTIVAL RECIFENSE DE LITERATURA desde sua primeira edição em 2003.Fiz oito oficinas de literatura de cordel na rede municipal de ensino, numa delas meus alunos produziram um texto sobre Abreu e Lima que hoje consta em toda bibliotecas da rede muncipal com 5 mil cópias.Fez de mim curador da coletânea de cordel do recém inaugurado MEMORIAL LUIZ GONZAGA.Apoiou e financiou o CD CORDAS E CORDÉIS DO REICFE,curadoria minha também, prensando 5 mil cópias do CD no qual eu e mais nove cordelistas declamamos.Chamou para escrever dois cordéis:um em homenagem ao Frei Caneca(2002) outro em homenagem ao Sivuca(São João do Recife). Desde 2005 sou contratado para declamar nos palcos do São João do Recife.Em 26 e 27 de agosto vou dar mais duas oficinas na rede munciapal, em setembro faremos um lindo show de poesia com música no Teatro do Parque com o apoio dos companheiros da FCCR.

Fora vossa gestão na saúde de Olinda, que me deu a honra de fazer seis cordéis para vossa comunicação social a secretaria de cultura da PREFEITURA POPULAR DE OLINDA simplesmente ignora há oito anos de Luciana Santos a existência de quem o senhor insinua ser tratado pela GRANDE OBRA como artista de terceira categoria e cego.

LÚCIO – BELO HORIZONTE-MG

Meu estimado e reverenciado Papa Berto I,

Recebi este e-mail e logo me veio a vontade de enviá-lo ao amigo que tanto sabe valorizar e divulgar as coisas do nosso amado nordeste.

Abraços

R. Primeiro que tudo e segundo que nada, quero registrar minha grande alegria em voltar a ter notícias do querido amigo, leitor pioneiro e fiel do JBF.

Esta história que você nos manda não é motivo de alegria apenas para nós, os nordestinos, mas para todos os brasileiros. Comovente e bonita, a saga desse cabra enche orgulho o peito de gente.

Confiram:

TALENTO BRASILEIRO, DO CEARÁ, BRILHA LÁ FORA!

Um país que não prestigia seus talentos não vai chegar a lugar algum, não terá futuro.

Pois veja só mais essa e saiba que não é só no futebol que exportamos talentos:

A Coca-Cola levou 25 anos em intrincadas pesquisas secretas para desenvolver a Coca Zero, hoje um tremendo prodígio em vendas. O maior sucesso da empresa em 40 anos!

Clique aqui e leia este artigo completo »

4 agosto 2008 DEU NO JORNAL

FUTUROS MILIONÁRIOS

Segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral, 71 dos 178 candidatos que concorrem às 11 vagas para vereadores em Valparaíso de Goiás declararam não possuir renda. Além disso, 35 afirmaram não possuir bens, 19 disseram ter apenas um telefone celular e outros 17 alegaram que o que possuem vale R$ 0,01.

* * *

Romero Jucá, Edison Lobão e Jáder Barbalho também começaram assim. Hoje em dia estão bilionários.

4 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

DANDO VALOR AO QUE NÃO PRESTA

Tem um cabra lá em Palmares, por nome de Urso-com-Sinusite, que é vendedor de pitomba na feira e grande crítico literário.

A vida dele é pegar livros na biblioteca municipal e, enquanto não aparece freguês, passa o tempo todo lendo, sentado no tamborete ao lado do balaio.

Da última vez que estive com ele, na Sexta-Feira da Paixão do ano passado, tomando cachaça com cajá numa barraca da Rua do Cu-do-Boi, Urso me disse uma coisa que eu nunca mais esqueci:

– Num sei como é que ainda tem gente que lê estes livros que tu escreves. É cada um mais ruim do que o outro.

Eu lembrei desta frase no mês passado, quando tomei conhecimento que um livro escrito no Rio Grande do Norte vai ser lançado no final deste mês, aqui no Recife, pelas Edições Bagaço.

Se Urso-com-Sinusite já acha um descalabro alguém ler um livro meu, imagine o que ele não vai falar quando tomar conhecimento que alguém escreveu uma Tese de Mestrado tendo como tema uma obra minha!

Pois foi isto mesmo que aconteceu. Uma professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Dra. Ilane Ferreira Cavalcante (sim, ela já é Doutora) obteve o grau de Mestre às custas d‘O Romance da Besta Fubana’. E a sua Tese foi transformada em livro que será lançado no próximo dia 29 de agosto corrente. O título é este: “O Romance da Besta Fubana: Festa, Utopia e Revolução no Interior do Nordeste

capa.jpg

O lançamento será uma promoção conjunta das Edições Bagaço e do Jornal da Besta Fubana, com uma boca-livre que vai marcar época no casarão do Poço da Panela. Oportunamente darei mais detalhes sobre o evento, já intimando antecipadamente os vagabundos que gravitam em torno do JBF e fazem parte da comunidade fubânica e da Igreja Sertaneja.

Por enquanto vou apenas transcrever a apresentação do livro, que é assinada pela Professora Constância Lima Duarte, da Universidade Federal de Minas Gerais.

* * *

Do cordel à crítica universitária: e a Besta Fubana faz história

Foi através de Ilane Ferreira Cavalcante, então estudante da Pós-Graduação em Letras da UFRN, em 1994, que conheci a obra de Luiz Berto.

E o impacto que ela provocou em meus referenciais literários foi de tal modo definitivo que nunca mais a esqueci.

De A prisão de São Benedito (1991) guardo ainda o tom saudosista e lírico que permeia cada crônica; de Nunca houve guerrilha em Palmares (1987), o corajoso registro de recentes conflitos da história nacional, através da vivência do autor. Como Ariano Suassuna, Hermilo Borba Filho, Juarez Barroso e tantos outros, Luiz Berto contribuía com a lucidez de seus escritos para um projeto nordestino de resistência cultural, que ainda hoje parece existir no inconsciente coletivo.

Clique aqui e leia este artigo completo »

FLAVIO FIGUEIREDO JORGE DE SOUZA – RECIFE-PE

O REGRESSO
(Para dois filhos Oficiais da Marinha )

Companheiro das estrelas,
E amigo dos horizontes,
Ajusto a bússola
Na direção do porto.

Ficam para trás os longes
E a solidão do mar.

E agora que paro aqui
Neste porto, onde plantei
Minhas âncoras
Cansadas…

Confunde-me o que sinto:
Não sei se estou chegando
Não sei se estou partindo…

(Este porto não sei se é
O começo ou o fim do mar… )

Só sei que se inunda
De alvoroço
O coração que busca
A tua imagem…
Que cai,
Como cascata,
Para dentro dos meus olhos…

(Esta imagem eu sei que é
O começo e o fim de mim… )

(agosto de 1999 )

ANA CRISTINA LASKOS – FLORIANÓPOLIS-SC

Sua Santidade,

Vou repassar essa notícia sobre a vitória do Figueirense sobre o Náutico aí nos Aflitos, por 2×1, só pra falar de futebol. Mas minha alegria mesmo foi com o Avaí que ganhou do CRB por 5×1, apesar do soco que um dirigente do CRB deu no árbitro aqui no aeroporto de Floripa.

E continuando nos esportes, tambem nao poderia deixar de falar sobre minha atuaçao no Sul Brasileiro Master de Nataçao, aqui pertinho em Joinville, foram 3 medalhas de prata.

Nao gostei muito não, pois gosto mesmo é das douradas, mas arrumei uma desculpa boa: como estou desde o dia 10 de junho sem nadar (em virtude das viagens) e tive uma contratura na coluna na mesma semana da competiçao….. é ou nao é?????

R. Nossa leitora gatona de Florianópolis é a musa do JBF na área dos esportes e apaixonada pelo futebol. Os alvi-rubros vão adorar seu comentário sobre a derrota do Náutico dentro de casa…

Bom, o que importa é destacar que Ana Cristina é uma verdadeira papa-medalhas nas piscinas do Brasil inteiro, com uma coleção de vitórias de fazer inveja a qualquer dos nadadores das Olimpíadas de Pequim. Na sua faixa etária é primeira sem segunda.

Muito sucesso e muitas medalhas, lindona! Que suas braçadas tragam mais e mais notícias de vitórias pra gente publicar aqui no JBF.

Um xêro !

ana-cristina-laskos.jpg

Ana Cristina Laskos: a musa do JBF nas piscinas

MARCOS MAIRTON E OTACÍLIO BATISTA

Um poema de Marcos Mairton
(Tanto faz ler de cima pra baixo, como de baixo pra cima)

POESIA INDO E VOLTANDO

Poesia pra dizer indo e voltando
Não é coisa para qualquer um fazer.
É preciso o poeta conhecer
O mistério de falar sempre rimando,
Com destreza as palavras ir juntando,
E falar da sua dor com alegria,
Misturar realidade e fantasia,
Pra dizer o que ele quer de trás pra frente.
É preciso um poeta inteligente
Pra dizer indo e voltando a poesia.

Pra dizer indo e voltando a poesia,
É preciso um poeta inteligente,
Pra dizer o que ele quer de trás pra frente,
Misturar realidade e fantasia,
E falar da sua dor com alegria,
Com destreza as palavras ir juntando.
O mistério de falar sempre rimando,
É preciso o poeta conhecer .
Não é coisa para qualquer um fazer,
Poesia pra dizer indo e voltando.

O poeta mostra do que é capaz
Ao fazer a poesia desse jeito.
Quando eu não sabia nem falar direito,
Já cantava assim como você faz.
Já rimava para a frente e para trás,
Já sabia fazer versos recuando.
Eu já tinha das palavras o comando,
Antes de fazer três anos de idade.
Não me causa a menor dificuldade
Essa sua poesia indo e voltando.

Essa sua poesia indo e voltando
Não me causa a menor dificuldade.
Antes de fazer três anos de idade,
Eu já tinha das palavras o comando.
Já sabia fazer versos recuando,
Já rimava para a frente e para trás,
Já cantava assim como você faz,
Quando eu não sabia nem falar direito.
Ao fazer a poesia desse jeito
O poeta mostra do que é capaz.

* * *

Glosas de Otacilio Batista com o mote:

Tenho n’alma as tatuagens
Da minha origem cigana.

Fui criado entre as miragens,
Na solidão do deserto,
De um povo que andava incerto,
Tenho n’alma as tatuagens:
São abstratas imagens
De Alá, que não se profana;
Dos chefes de caravana,
Me orgulho em ser porta-voz:
Os primitivos heróis
Da minha origem cigana!

Os antigos personagens,
Defensores dos escravos;
De uma legião de bravos,
Tenho n’alma as tatuagens!
Fugindo às velhas linhagens
Da imposição duridana,
Por vontade Soberana,
Ismael foi peregrino,
O primeiro beduíno
Da minha origem cigana!

4 agosto 2008 DEU NO JORNAL

LAMENTO SINCERO

O vice-presidente colombiano, Francisco Santos, disse neste domingo que o líder do grupo rebelde Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Alfonso Cano, foi ferido durante um enfrentamento com militares e estaria cercado pelo Exército. Segundo Santos, o líder guerrilheiro teria sido ferido no braço ao ser surpreendido por uma operação militar. De acordo com o governo colombiano, Mono Jojoy, um dos membros do Secretariado das Farc, que representa a ala militarista da guerrilha, também estaria ferido.

* * *

Lendo esta notícia, a alta cúpula do governo petralha deve estar lamentando a má sorte dos seus parceiros narcoguerrilheiros. Cada corja tem as amizades que merece.

DOIS MOTES APAIXONADOS

Preparei a canção melhor do mundo
Para dar de presente a minha amada.

Eu que fui um moleque agricultor
Sempre pronto pras tarefas do roçado
Numa festa de São João fiquei ligado
Na tomada aquecida do amor
E aí já virei compositor
Mesmo não aprendendo a tocar nada
Cada rima que fazia era ofertada
À donzela de olhar meigo e profundo
Preparei a canção melhor do mundo
Para dar de presente a minha amada.

Comecei a guardar cada momento
Que a via me sorrindo da janela
Fui entrando de vez no mundo dela
Ela fez do meu peito o aposento
Não consigo medir o sentimento
Ela sabe que por mim é desejada
Quando abraça diz de forma delicada:
¬- És pra mim o primeiro sem segundo!
Preparei a canção melhor do mundo
Para dar de presente a minha amada.

Mote: Marconiza
Glosas: Wellington Vicente
Porto Velho, 28/11/2007.

* * *

MINHAS NARINAS FICARAM
DEPENDENTES DO TEU CHEIRO.

Essa química primitiva
Que possui o teu perfume
Além deste mau costume
Quase me deixa à deriva
A minha mente cativa
Do teu odor feiticeiro
Entrou em teu cativeiro
Depois as grades fecharam
Minhas narinas ficaram
Dependentes do teu cheiro.

Meu olfato te procura
Pelas ruas da cidade
Buscando a saciedade
No coquetel da loucura.
Tem a semelhança pura
Com cachorro perdigueiro
Farejando o dia inteiro
Por onde teus pés pisaram
Minhas narinas ficaram
Dependentes do teu cheiro.

Comprei um contraveneno
Num grande laboratório
Mas se tornou irrisório
Perante o grande veneno
Que tem teu corpo moreno
Esbelto, lindo, trigueiro,
Já devolveram o dinheiro
Pois nesta cura falharam
Minhas narinas ficaram
Dependentes do teu cheiro.

Autor: Wellington Vicente
Porto Velho, 01/07/2007.

CARDEAL ZELITO – RECIFE-PE

Santidade,

veja as coisas como são:

uma pobre menininha que nasceu descerebrada lá em Ribeirão Preto, só viveu um ano e pouco apesar de prognósticos médicos que lhe davam ainda menos tempo de vida.

Enquanto isso, Luciana Gimenez e Xuxa, sobrevivem há quase quarenta anos…

Sem dúvida, um desafio à ciência médica.

Meus respeitos

R. Uma pegou um bucho de um roqueiro internacional e garantiu uma pensão milionária pro resto da vida. A outra juntou tanto dinheiro que não tem ladrão que acabe.

Donde se pode concluir que a ausência de cérebro, aliada a uma priquita operosa, é um bom negócio neste Brasil.

luciana.jpg

xuxa1.jpg

Luciana Gimenez e Xuxa: sobram cérebro e inteligência para administrar as respectivas tabacas

3 agosto 2008 DEU NO JORNAL

AUTORIDADE

Organização tentará impedir chuva na abertura da Olimpíada.

* * *

O governo comunista chinês baixou dois decretos. Um para proibir os dissidentes políticos de conversar com os atletas estrangeiros.

O outro proibindo a natureza de chover.

3 agosto 2008 DEU NO JORNAL

ESTOU ÀS ORDENS

Presidente do COI cobra da China livre acesso à internet durante jogos – Jacque Rogge elogiou os preparativos para os jogos, mas cobrou as autoridades chinesas.Repórteres estão com dificuldade para pesquisar temas sobre violência e falta de liberdade. Foi no prédio do Centro de Imprensa dos Jogos de Pequim que o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) falou neste sábado (2) sobre um tema delicado na China: liberdade. Ele elogiou os preparativos para os Jogos de Pequim, mas voltou a cobrar dos anfitriões mais liberdade para o trabalho da imprensa.

* * *

Os comunistas brasileiros, à frente a Confraria dos Cegos, sonham em implantar no Brasil um governo e um regime comunista, semelhante ao cubano ou ao chinês.

Bem que eles, os zisquerdistras brasileiros, poderiam escrever alguma coisa sobre esta proibição de uso da internet para determinados assuntos. Os atletas participantes das Olimpíadas receberam da Inquisição chinesa uma lista com os temas proibidos.

As páginas do JBF estão abertas para qualquer opinião que eles queiram emitir, sobretudo aqueles que usam livremente a internet e, também livremente, falam, escrevem e publicam qualquer coisa em qualquer órgão da imprensa. Eu ficaria imensamente feliz em publicar um artigo de qualqur um deles falando sobre o assunto.

Paulo Carvalho, Natan e o comediante Bimbone bem que poderiam me ajudar neste apelo, encontrando alguém para um escrever um texto pro JBF.

Aguardo notícias.


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa