13 agosto 2008 DEU NO JORNAL

DISPUTA ACIRRADA

Quem navegou ontem pelo site oficial da candidata a prefeita Jandira Feghali (PCdoB) levou um susto: ao entrar, uma outra janela se abria com o aviso de que ela dera calote na empresa responsável pela página. No “comunicado”, a Oltre Vita Informática informava que desde 9 de agosto a página www.jandira65.can.br deixou de ser desenvolvida pela Oltre. O motivo alegado: cheque sustado e 25 dias de trabalho sem pagamento devido.

“Fomos contratados para desenvolver o site da Jandira com um cheque pré-datado para 23 de agosto que foi (sustado pela coordenação) depois de 80% do site pronto, e se beneficiando da utilização do mesmo por 25 dias sem pagar nada, fomos surpreendidos que seríamos substituídos por um amigo da coordenadora da campanha (sic), dizia trecho da pop-up.

* * *

A cumpanhera Jandira, que é desmantelada que só uma briga de foice e comprida que só um dia de fome, é destacada integrante do Partido Comunista do Brasil.

Mesmo sendo uma zelosa zisquerdista, ela não vai conseguir tirar dos cumpanheros petralhas a medalha de ouro nas olimpíadas do calote.

30_mvg_rio_jandira.jpg

A comunista Jandira: não cumpre trato em plena campanha, imagine depois de eleita…

13 agosto 2008 DEU NO JORNAL

ÓLEO DE PEROBA NELES

O PT foi condenado a pagar o calote aplicado no marqueteiro Sávio Hackradt, da campanha de 2004 de Fátima Bezerra à prefeitura de Natal, mas enrola e não paga. Quatro anos depois, ela volta à mesma disputa.

* * *

Fazer sacanagem e falcatruas e continuar com a cara cínica de defensor da moralidade e dos bons costumes é coisa mesmo da petralha.

pt6.jpg

LUISELZA PINTO – TERESINA-PI

OFEGANTE

Setembro, num suave toque, a outubro abraçará
Sou toda além das palavras, pulso em convulsões
Taquicardia como se tivesse numerosos corações
Retinas da pele que meus lábios nariz não saberá.

Ninguém nunca me percebe nervosa e fragilizada
Acham-me sempre apta e firme para o nada-tudo
É assim, desde que estou na vida, bebê tão miúdo
Logo cedo receosa da sensação vã e mal talhada.

Uma semana caminhando na minha amada terra
Ares lá encetados, que só Pernambuco é devolver
A busca do âmago (Não quem.) das minhas veias.

É a procura que ficou incompleta e não se encerra…
O amor de muitos e muitas, também do meu viver
Esperava-me só, por não permitir doações meias.

13 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

QUEM QUER GANHAR UM LIVRO??? – II

Informo aos leitores que mandaram seus endereços pro JBF a fim de receber o livro “Canção do Caos”, de autoria do nosso colunista Ricardo Anisio, que Chupicleide despachou ontem à tarde os volumes.

Em breve o correio entregará este brinde a cada um. Peço que me avisem quando receber, por favor.

Restaram 3 livros aqui comigo. Os três primeiros leitores que ainda hoje mandarem mensagem com o endereço postal, serão premiados com estes últimos exemplares.

Pra terminar, vejam só mais esta do Paulo Dunga que, como Mavial Melo, de Salvador, me mandou o endereço em versos:

Peço ao querido Berto
Com toda delicadeza
Que mande meu exemplar
Para a RUA REALEZA
NUMERO 72
Jardim São Paulo e, depois,
Eu agradeço a fineza…

O CEP é Ciquenta Mil
E Novecentos e Dez
Um tracinho separando
E bote mais Cento e Dez
Que eu fico aqui esperando
O livro que estais dando
Sem cobrar nenhum derreis…

Só tem malassombrado nesta porra de jornal…

JERÔNIMO NETO – PALMEIRA DOS ÍNDIOS-AL

Berto,

estou enviando esse material que saiu no jornal Tribuna do Sertão de Palmeira dos Índios.

R. Esta inscrição “Não seja burro como eu, vote em Fulano” não faz justiça ao pobre jegue, uma nação de gente que mora na minha mais alta estima.

Eu adoro os burros substantivos. Mas não tenho muita paciência com os burros adjetivos, como alguns candidatos a vereador que eu conheço aí pelos interiores.

Veja se você consegue uma foto do candidato a prefeito que está anunciado no Jegue Som, este tal de Diamante Negro.

jegue.jpg

CARDEAL NATANAEL – BRASÍLIA-DF

Mestre Raimundo Floriano,

agradeço o reparo, sobre a gravação do clássico ME DEIXA EM PAZ, do grande Monsueto Menezes, em parceria com Airton Amorim.

Eu e você somos da mesma geração, portanto a gente era muito assediado pelas “mocinhas de família” dos Anos Dourados, né não?

Mas o diabo é que a gente se amarrava mesmo era nas inacessíveis; aquelas com quem não era conveniente casar, devido suas profissões; colegas das mocinhas francesas, jovens polacas e batalhões de mulatas…

R. Feito o agradecimento, eu aproveito a oportunidade pra perguntar o seguinte: aí na sua coluna, publicada logo abaixo, que danado tem a ver aquela mulher pelada com o texto que você escreveu?

Tá babando por mulher pelada de revista depois de velho, seu cabra?

Num tenho nada contra uma tabaca ao vento. Mas faça feito o Bispo Bernardo: arranje pelo menos um bom pretexto pra publicar foto de cabrita nua nesta gazeta da bixiga lixa. E aguente o cacete da mulherzada nos acusando de machistas.

Esta foto que você mandou pra ilustrar sua carta, por exemplo, tem tudo a ver com o que você escreveu. Ai sim, você está sendo coerente e ajudando a dar um pouco de boa ordem à esculhambação que reina neste JBF.

jovem_polaca.jpg

13 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

UM SERVIÇO VALIOSO

Eu considero um verdadeiro documento histórico a crônica “Zito Borborema e o Primeiro Trio Nordestino”, publicada no último dia 11 na coluna do Cardeal Raimundo Floriano.

Com fotos e dados inéditos, conseguidos com a viúva de uma dos retratados na crônica, Mestre Raimundo prestou um relevante serviço à memória da música popular brasileira e nordestina.

Isto sem contar a excelente relação de músicas colocadas à disposição dos leitores no artigo.

Só mesmo esta gazeta da bixiga lixa pra dar um furo da porra deste quilate.

Recomendo a todos a leitura do texto. Basta clicar em “A Coluna de Raimundo Floriano”, na lista ai do lado direito, que vai diretamente lá.

mais.jpg

Foto histórica e inédita, de 1957: Miudinho, Zito Borborema e Dominguinhos

CARDEAL RAIMUNDO FLORIANO – BRASÍLIA-DF

Em complementação, a comentário que fiz, informo que ME DEIXE EM PAZ, samba de Monsueto Menezes e Airton Amorim, gravado por Linda Batista para o Carnaval de 1952, encontra-se no endereço abaixo, onde postei as 120 marchinhas e os 120 sambas carnavalescos mais tocados de todos os tempos.

É o n° 184:

http://www.4shared.com/dir/1421080/2b5edd2c/Carnaval_Antigo.html

13 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

O IDEAL FOI PRA CHINA

mac.jpg

E ainda dizem que esse negócio de Capitalismo não presta:

Mal chegou na China comunista e já tem lá uma absoluta minoria de chineses multimilionários”!

Mas, aonde é que fica o ideal “Mao ou menos” para a esmagadora maioria miserável chinesa?

MARCOS MAIRTON – MOSSORÓ-RN

Prezado Papa Berto,

Sabendo que Sua Santidade é apreciador da Literatura de Cordel, repasso informação que recebi do poeta ROUXINOL DO RINARÉ, de que ele estará ministrando Oficina de Literatura de Cordel, em Fortaleza nos dias 19 e 20 deste mês agosto.

Vai ser na sala de vídeo do SESC CENTRO (Rua 24 de Maio, ao lado da Igreja Universal).

Horarios: dia 19/08, de 14h às 17h – dia 20/08, de 14h às 19h.

Informações: (85)3455-2118 ou (85)8827-6833.

O EVENTO É ABERTO AO PÚBLICO, MAS TEM NÚMERO DE VAGAS LIMITADO.

R. Diga ao Poeta Rouxinol do Rinaré que ele pode dispor à vontade do espaço do JBF para divulgar seus eventos. E tambem para divulgar suas poesias.

Você também, seu cabra, não deixe de nos enviar os seus trabalhos.

Um grande abraço!

RUBENIO MARCELO, ZÉ DA ONÇA E GERALDO ALVES

Um improviso de Rubenio Marcelo

A Cantoria é um hino,
Da mais sublime beleza;
O cantador é a obra
Mais pura da natureza;
Na senda dessa jornada,
A sua pira sagrada
Pra sempre estará acesa.

* * *

Versos de Zé da Onça

O sertão tá diferente,
o clima já melhorou,
depois que a natureza
abriu os olhos e chorou,
mandando rios de lágrima,
que todo açude sangrou.

A semente germinou,
tem mais pasto no roçado,
o gado solto na manga,
o milho no chão plantado,
pra quando tiver maduro,
a gente comer assado.

Todo chão está molhado,
ajudando a agricultura
a produzir muitos grãos,
depois da safra segura,
e todos agradecemos
a essa grande fartura.

Acabou a amargura,
sertanejo está contente,
pela chuva que chegou,
por ordem do Onipotente,
que nos traz tanta riqueza
e melhora a vida da gente.

* * *

Um soneto de Geraldo Alves

O QUE SOU

Sinto orgulho de ser só o que sou,
porque sou só aquilo que Deus quis;
esse pouco que sou, me faz feliz
por ser isso que Deus me confiou.

O que fiz e o tempo não mostrou,
é o mesmo que faço e ninguém diz;
quem pretende fazer o que já fiz
tem que vir para o canto aonde estou.

Sou fiel a mim mesmo e, por segundo,
sou fiel, simplesmente, a todo mundo,
mas existe um orgulho que carrego:

se quiserem tomar o meu direito,
não me curvo, não gosto, não aceito,
não tolero, não fujo e nem me entrego.

PAGAMENTO COM AMOR

A professora Edilma Bomfim, doutora em Letras, conhecedora profunda da literatura alagoana, em uma instrutiva palestra fez referência generosa às minhas crônicas, ressaltou apenas vestígios fortes de machismo nas histórias. Reconheço sua razão. Mas como não ter DNA machista se nossa cultura, nossa história, aliás, a história do mundo é machista? Afinal, o feminismo, a libertação da mulher é um movimento recente, tem apenas 40 anos quando os jovens mudaram costumes, embora o mundo continue machista.

Agora me diga, cara Edilma, como contar a história de meu amigo Amaro sem o ranço machista? Se ele é filho do Coronel Juvêncio, fazendeiro de latifúndio, herança de família desde as capitanias hereditárias. Coronel Juvêncio era dono do mundo, casava, batizava, mandava no prefeito, no delegado, no padre e principalmente nas mulheres. Comeu as filhas dos moradores sem nenhum remorso. Conta a lenda que ele tinha um colar de contas pequeninas, cada frutinha redonda representava uma virgem que ele havia deflorado. Nesse colar havia mais de 200 contas, dava duas voltas no pescoço.

Clique aqui e leia este artigo completo »

BISPO BERNARDO – MACEIÓ-AL

Mestre Papa,

como o JBF tem mostrado muito pouco das Olimpíadas, resolví garimpar as melhores fotos e enviá-las, vez em quando.

Com a vossa santa aprovação, naturalmente.

Com os respeitos do Bispo

R. Pra lhe ser muito do franco, eu já estou com o saco estourado por conta desta cobertura jornalística das olimpíadas.

Todavia, este tipo de cobertura fotográfica que você nos mandou, mostrando as musas norueguesas Maaseide e Glesnes vencerem as suíças Kuhn e Schwerserá, será sempre bem vinda aqui no JBF.

musas.jpg

LUISELZA PINTO – TERESINA-PI

SEM TÍTULO

Os ventos não cá tocam bota que chuta a Sicília
Porém o mar se balouça nas costas ensolaradas
Boa Viagem… Serão solitárias as vivas braçadas
Não mais cabeça na música à italiana em trilha.

Pensaram que ela não mais sabia cantar e sorrir
Mas a vida é qual fome que nunca soube morrer
Há tanta inspiração e expiração por se estar e ser
É o delicioso outro momento, do mesmo existir.

Nada de tristeza. Ponha música. E vamos dançar.
Altíssimas conversas entre sorrisos, gargalhadas
Que a vida sempre e sempre e sempre se renova.
Assim como cada segundo tem seu próprio pulsar
Das energias vivas e fortes e doces e embaladas
O ente não se sujeita ao puir; respira toda prova.

JOSÉ HONÓRIO, POETA-CORDELISTA – RECIFE-PE

Pessoal,

A partir deste momento fica lançado oficialmente o meu sítio na internet:

www.josehonorio.com.br

Espero receber a visita de vocês e também as críticas e sugestões de melhoria.

O conteúdo é mínimo, por enquanto, mas aos poucos pretendo incluir novos poemas (de minha autoria e de outros poetas), assim como mais informações e textos relacionados ao universo da poesia popular.

Forte abraço.

R. Vindo de você, meu caro, só pode ser coisa boa.

Iremos lá conhecer sua nova morada.

Sucesso!

honorio.JPG

12 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

1ª OLIMPÍADA DE BOLAS FEMININAS

cor.jpg

Um espetáculo para quem está acompanhado as Olimpíadas de Pequiim 2008:

Lia Batalhão, Rose Três Oitão, Vanda Cinturão e Nádia Capitão jogam um bolão!

Mas… já não seria hora de colocar uma mulher na modalidade de “Futebol Feminino”?

M. JACOBSEN – CHARGE ONLINE – RIO DE JANEIRO-RJ

auto_mjacobsen.jpg

PADRE MAVIAEL MELO – SALVADOR-BA

Amplificador das trobetas celestes

Estou de viagem hoje para Ibotirama, onde mais uma vez estarei defendendo o nosso glorioso estado de Pernambuco com uma poesia no XXII Festival de Poesia de Ibotirama e uma canção no XXXII Festival de Musica de Ibotirama….

certo que contarei com toda a benção da Santa ICAS e de todos os malassobrados repentistas e poetas do nosso sertão….

transcrevo abaixo os versos clasisificados para o evento….

De mala e cuia na estrada…….

R. Claro que você conta com nossa torcida e nossos votos de um excelente desempenho no Festival de Ibotirama, seu malassombrado.

Aproveite e tome uma por mim quando estiver fitando as águas do Velho Chico e dê um abraço nessa turma arretada dos interiores baianos.

E vamos ao seu poema:

O Ciclo do Tempo

As feras que vão chegando
Vêm devorando o presente
Já ruminado o passado
Desse futuro doente
E num segundo somente
A mente se “desaquece”
A força desaparece
Faz da saudade uma traça
Roendo a vida que passa
De um tempo que não esquece

Como um tear picotando
Tecendo a renda da vida
Que se desgasta no tempo
Depois de cada subida
Anunciando a partida
A hora poente desce
E o dia se desfalece
Num banco velho de praça
Sentada a tarde se escassa
Na teia que o tempo tece

E no apagar das horas
Que zeram a caminhada
A noite que vai embora
Já não representa nada
Ao romper da madrugada
Pede a coberta que aquece
Pois quando a noite anoitece
Com a saudade se abraça
Sonhando o sono da Massa
Que escarnecida adormece.

Mesmo cansado, o descanso
Sonoriza um novo dia
Como um pulsar de relógio
Compassando a melodia
Outra oração se inicia
Cada minuto uma prece
E a hora se fortalece
Leva a saudade na raça
Nascendo em dia de graça
Que o tempo todo agradece

E nesse ciclo inconstante
Sem início, meio ou fim
Cada noite acorda um dia
Que chama a tarde pra vim
O tempo se “posta” assim
Em vidas, reaparece
E noutro conto enobrece
A nova vida que traça
Erguendo mais uma taça
Ao tempo que o tempo tece.

12 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

BONITO QUE SÓ A GÔTA SERENA

Recebi um enderreço arretado, com fotos aqui da terrinha e um fundo musical compatível com a beleza das paisagens.

Passem neste endereço que está logo a seguir e comprovem o que estou dizendo:

http://www.zoyabedandbreakfast.com/turismo.html

HIGINO CANUTO – JUAZEIRO-BA

Como leitor diarista do Besta Fubana e apreciador das coisas do Nordeste, desejo receber o livro de Ricardo Anísio.

R. É isto que me conforta: saber que tem um grupo enorme de leitores fiéis que demoram a dar notícias mas estão sempre ligados.

Higino é leitor desde os primeiros números do JBF e um cidadão ilustre da Nação Nordestina, guardião dos nossos valores lá na beira do Rio São Francisco.

E achei arretada esta expressão que ele cunhou “leitor diarista”. Quer dizer, abre esta gazeta da bixiga lixa todos os dias.

Agora, voltando ao tema da mensagem, repito o anúncio que já foi feito na edição de hoje: o leitor que quiser receber o livro “Canção do Caos”, de autoria do nosso colunista Ricardo Anísio, é só mandar uma mensagem pro JBF com o endereço postal. Chupicleide vai botar o volume no correio ainda hoje de tarde.

Disponho de apenas 10 exemplares, mas acho que vou ter que dobrar a quantidade, pois parece que as solicitações serão muitas.

Já chegaram inúmeras mensagens de várias partes do Brasil e até do exterior, sendo que uma delas veio em versos.

Vejam só esta presepada do Poeta Maviael Melo:

Anote o meu endereço
E mande o meu exemplar
Se o papa quiser também
Pode me presentear
Com o “Best” Besta Fubana
Pode ser essa semana
olhe aí onde postar:

Rua Edgar de Barros
No Bairro de Amaralina
Casa cento e dezenove
A cinco casas da esquina
O CEP mesmo eu não sei
É em Salvador.. meu Rei
Anotou essa menina…..

Eu já disse que no quadro de leitores desta porra de jornal só tem malassombrados…

12 agosto 2008 DEU NO JORNAL

REALIDADE BRASILEIRA

Afastado pela Justiça sob acusação de integrar o esquema que surrupiou R$ 280 milhões do erário, o deputado estadual Cícero Amélio foi indicado para o cargo de conselheiro vitalício do Tribunal de Contas de Alagoas.

* * *

Pode acreditar, leitor do JBF, isto é a mais pura realidade. Não há qualquer invenção nesta notícia. E não custa nada lembrar que a missão do Tribunal de Contas de qualquer estado é fiscalizar a lisura, a honradez e a honestidade na aplicação do dinheiro público.

Outro detalhe: o cargo de conselheiro é vitalício, pressupõe mordomias como gabinete, secretária, precedência no cerimonial, carro, motorista e outras coisinhas do gênero, além de um salário que normalmente está entre os mais altos da administração pública.

Isto é Alagoas. Isto é o Brasil.

Isto é o merda de eleitorado que bota um sujeito desse na assembléia. Isto é o porra de um governador que nomeia um rato deste porte para o tribunal de contas do estado.

12 agosto 2008 DEU NO JORNAL

CENA BRASILEIRA

O governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral (PMDB), pediu hoje ao presidente da Infraero, Sergio Gaudenzi, a privatização do Aeroporto Internacional Tom Jobim, do Rio. Cabral diz que a situação atual do aeroporto pode prejudicar a candidatura do Rio de Janeiro á cidade sede das Olimpíadas de 2016.

* * *

A tradução desta notícia é bem simples.

As Olimpíadas são uma coisa séria e bem administrada. As governanças estaduais e federal no Brasil são uma merda e mal administradas. Ao pedir que o aeroporto da capital do seu estado seja privatizado, o governador do Rio de Janeiro está declarando de público, alto e bom som, que não tem capacidade de colocar em perfeito e bom funcionamento um aeroporto à altura de uma cidade que pretende ser sede de uma competição internacional de altíssimo nível.

O governador está reconhecendo que a administração pública é um droga e que só a iniciativa privada é capaz de botar um terminal aéreo pra funcionar a contento.

Ele aceitou aquele apelo que as torcidas do interior do nordeste costumam fazer quando um jogador está se saindo mal em campo: “Pede pra cagar e sai, seu fela da puta”

É só isso.

CENTRO CULTURAL BRASILEIRO – SALERNO – ITÁLIA

Difusão da língua e da cultura brasileira no exterior – um pedaço do Brasil na Itália

O Centro Cultural Brasileiro é uma entidade cultural que visa divulgar a língua e a cultura brasileiras na Itália.

A entidade visa através de uma programação cultural, realizar eventos como exposições, recitais de música, curso da língua brasileira, projeção de filmes e documentários sobre o Brasil etc.

Estamos organizando uma biblioteca e hemeroteca com livros, revistas e jornais do Brasil para consulta gratuita na sua sede e também a videoteca.

R. Num tô dizendo? Esta merda deste jornal tá se metendo no mundo todo. Tem leitores nos quatro cantos do planeta.

No último relatório que recebi da Plano 4, referente ao mês passado de julho, já havíamos ultrapassado a barreira dos 40 paises. Em alguns deles, com números significativos para uma publicação do porte do JBF.

Por exemplo: 86 na Espanha, 78 em Portugal, 52 nos EUA e 39 na França.

No Brasil já ultrapassamos a marca dos 8.000 leitores.

Bom, quem estiver interessado em contactar o Centro Cultura lá de Salerno, aqui estão o endereço eletrônico e o endereço da página:

centroculturalbrasileiro@hotmail.com

www.centroculturalbrasileiro.org

BISPO PEDRO MALTA – RIO DE JANEIRO-RJ

Gibão da Pureza,

Só um malassombrado da gota serena como o Dedé Monteiro, poderia declamar com tanta simplicidade essa poesia intitulada ” A Tinta Branca dos Anos”, durante evento ocorrido na cidade de Serra Talhada/PE para lançamento do livro ” FIM DE FEIRA, no dia 02 de agosto do corrrente ano.

Eita cabra bom da bixita lixa.

R. E eu fico todo ancho com o fato do grande Dedé Monteiro ser leitor do Jornal da Besta.

Quem quiser ver e ouvir o magistral poeta, basta clicar no endereço enviado pelo nosso Bispo:

http://br.youtube.com/watch?v=sWTkoJPMMv0&sdig=1

CARDEAL NATAN – BRASÍLIA-DF

Prezado amigo e Papa Berto I

Faço de tudo o que posso, dentro das minhas convicções, pra ver se não te aborreço com minhas posições a respeito dos sucessos do Presidente Lula, dos países socialistas, dos movimentos insurgentes e só levo dizisculhambação. PQmiosPariu!

Pelo menos hoje, vou falar de um assunto que diz respeito a todo sujeito que teve a dezinfelicidade de se apaixonar aos quatorze anos de idade; Isso ocorria sempre na rua onde morava, na escola (pela professorinha aristocrata) e na roça (pelas matutinhas acanhadas, mas já conscientes de seus poderes de sedução…). Onde quer que tivesse uma cocotinha (geralmente mais velha), ali morava o perigo.

Hoje acordei e na Rádio Câmara estava tocando uma música do Monsueto Menezes, compositor, cantor e instrumentista carioca, “Me deixa em paz”, nas vozes do Seu Jorge e de Teresa Cristina. Me Deixa em Paz foi o primeiro grande sucesso do Monsueto (com Airton Amorim), gravado em 1952 por Marília Batista. PQosPariu! Fiz uma emocionante viagem de volta ao passado, por alguns minutos, deitado e olhando pro teto, numa “infidelidade” que me deu remorsos, pois estava ao lado da patroa, que ressonava inocentemente…

Naquele tempo, já havia lido “Os Sofrimentos do Jovem Werther”, mas não tive a coragem de proceder igual o personagem principal da história, assim como também não teve o autor do livro (uma autobiografia do Goethe). Afogava as mágoas aconchegado nos seios das rapariguinhas da manixúla de Campina Grande ou nos forrós da Rua Rabo da Gata, no Bairro de Monte Castelo.

Veja (ou reveja) e ouça, Santidade e demais leitores desse JBF, que lindeza de interpretação, composição e melodia. Viva o Monsueto, que nasceu em 1924 e foi pro Céu em 1973.

http://letras.kboing.com.br/seu-jorge/me-deixa-em-paz/

seu_jorge-jbf.jpg

12 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

QUEM QUER GANHAR UM LIVRO???

O Jornal da Besta Fubana oferece um brinde aos seus leitores nesta primeira quinzena do mês de agosto.

Os 10 primeiros leitores que enviarem mensagem contendo o seu endereço postal receberão, na volta do correio, um exemplar do livro “Canção do Caos“, de autoria do nosso colunista Ricardo Anísio, crítico musical e poeta paraibano, uma das mais lúcidas inteligências da Nação Nordestina.

Basta escrever “quero receber o livro de Ricardo Anísio”, digitar o endereço e Chupicleide remeterá o volume no mesmo dia.

Tive o privilégio de fazer a apresentação deste livro, que foi publicado pela Forma Editorial, e posso atestar sua qualidade.

Quem quiser ler esta apresentação, basta clicar logo abaixo.

Clique aqui e leia este artigo completo »

PADRE CARLOS JATOBÁ – RECIFE-PE

Plenipotenciário Papa,

Aproveito esta ocasião para consignar minha satisfação de ser mais um colunista desta plêiade que compõe o JBF. Também, de ter leitores da estirpe do nosso amigo João Veiga, insigne e competente médico; além, de laborioso Secretário de Saúde da nossa “Marim dos Caetés” (Olinda).

Lembrando ao amigo Veiga que não sou “guru” (mestre); apenas um humilde economista de província e um eterno “chela” (discípulo) que procura escrever sobre assuntos que possam despertar o interesse e contribuir para o esclarecimento da coletividade, lastreados na opinião científica de quem a detém.

Com isto, procuro – dentro do possível – não ser prolixo. Espero, apenas, passar a minha mensagem didática e claramente. Além, de fazer a minha parte na construção e formação da opinião pública do nosso país.

Abraços colunísticos.

O padre da ICAS e colunista militante.

12 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

DICAS IMPORTANTES

Uma informação preciosa para o nosso leitor aproveitar bem os recursos do JBF.

Do lado direito desta página existe uma relação em ordem alfabética com o título de todas as colunas que compõem este Jornal da Besta.

Vamos supor que você queira ler, por exemplo, as poesias que são publicadas na coluna “Repentes, Motes e Glosas”, assinada pelo Bispo Pedro Malta. Basta ir até lá, dar um clique e pronto. Aparecerão na sua tela todas que foram publicadas até hoje, em ordem de data. E você lê apenas esta coluna.

O mesmo você pode fazer se quiser ler e escutar a grande lista de músicas contidas na coluna de Raimundo Floriano.

Ou se quiser ler apenas as crônicas de Joca Souza Leão.

Enfim, são 39 colunas à disposição dos leitores. Citei somente três exemplos.

Outra informação importante é sobre o calendário existente lá em cima, também do lado direito.

Escolha uma data, dê um duplo clique sobre ela e aparecerão na tela todas as matérias publicadas naquele dia escolhido.

É importante ressaltar que você pode fazer o calendário retroagir para os meses anteriores e fazer a mesma pesquisa.

Boa leitura!

ANA CRISTINA LASKOS – FLORIANÓPOLIS-SC

Sinto muito para a turma do Sport, mas nao poderia deixar de comentar sobre a derrota feia que aconteceu ontem no Couto Pereira para o Coritiba, 3×0, coisa linda!!!!

Nao estranhem minha alegria com o resultado, mas aqui em casa somos assim: o marido e o filho mais novo torcem somente para o Coritiba, o filho mais velho é torcedor do Avaí e do Corintians (o que eu nao sei é o que acontecerá no jogo de amanha, afinal os dois times jogam aqui em Floripa) e eu, eu adoro futebol!!!!!!

sport12.jpg

Tem o Leão Coroado e o Leão Goleado…

ANTONIO BATISTA, JOÃO PARAIBANO, JOSÉ LOURENÇO E RAIMUNDO CAETANO

Um improviso de Antônio Batista Guedes:

Longe do mar de Netuno
O cocheiro Faetonte
Percorria o horizonte
No seu coche de tribuno
De Anfitrite e de Juno
Tinha ele a proteção.
Apolo tendo na mão
Um livro de poesia
Me ensinou com galhardia
Cantar 10 pés em quadrão”.

* * *

Um improviso de João Paraibano:

Me criei com cuzcuz e leite quente,
Jerimum de fazenda e melancia.
Com seis anos de idade eu já sabia
Quantas rimas se usava num repente.
Fui nascido nas mãos da assistente,
Na ausência dos olhos do doutor.
Mamãe nunca fez sexo sem amor,
Papai nunca abriu mão do seu direito.
Obrigado meu Deus por ter me feito
Nordestino, poeta e cantador.

* * *

João Lourenço e Raimundo Caetano improvisando com o mote:

A mulher quando diz não,
tem sempre um sim escondido

João Lourenço

Me disseram que a mulher
esconde até a idade,
que é morrendo de vontade,
mas jurando que não quer,
quando uma assim disser,
você não fique iludido,
nem pasmo nem distraído,
nesse mar de ilusão,
A mulher quando diz não,
tem sempre um sim escondido.

Raimundo Caetano

O amor é meu laboro,
que seja o que Deus quiser,
se a mulher não me quiser,
não lhe digo desaforo,
se eu lhe falar um namoro,
se não for correspondido,
fico um tanto aborrecido,
mas não lhe largo de mão.
A mulher quando diz não,
tem sempre um sim escondido.

Clique aqui e leia este artigo completo »

11 agosto 2008 DEU NO JORNAL

PAISES E PAISES

ARGENTINA: Eles confundem primeira-dama com chefe de governo, luta-livre com futebol e lamúrias de corno com música. Fizeram uma guerra contra uma ilha habitada apenas por pingüins. E perderam.

PARAGUAI: A rigor não é nem país, é apenas uma feira livre com status de nação. Falsificam tudo: DVDs, cigarros, videogames e a história de Itaipu.

VENEZUELA: Eles têm certeza de que Simon Bolívar e o Batman são a mesma pessoa. O presidente é uma mistura de Fidel Castro com Didi Mocó. Têm muito petróleo. Eles usam pra beber e tomar banho.

PAÍSES ASSOCIADOS
Bolívia: o presidente é a cara do Zacarias.
Peru: você levaria a sério um lugar chamado Frango? Pois é.
Colômbia: a maior intelectual deles é a Shakira.

BRASIL: O Presidente é um homem singular, nunca acertou um plural.

11 agosto 2008 DEU NO JORNAL

O VOTO É LIVRE E SECRETO

O ex-prefeito de Juiz de Fora (MG) Carlos Alberto Bejani, preso por corrupção, foi solto na madrugada de ontem, após ser beneficiado por um habeas corpus dado pelo ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal).

* * *

Está havendo uma grita muito grande e uma reclamação intensa de norte a sul do país por conta do livramento de ladrões a mando do Supremo Tribunal Federal.

Eu queria apenas dar uma peruada: o STF, concedendo estes habeas corpus, em momento algum agiu fora da lei. Seguiu rigorosamente o texto constitucional. A grita e o clamor público deveriam ser contra os porras dos eleitores que botam no poder estes felas das putas destes gatunos.

Se vocês, do resto do Brasil, tivessem a mais pálida idéia de quem é Newton Carneiro, prefeito da metrópole pernambucana de Jaboatão, segundo maior colégio eleitoral do estado, vocês iriam ficar pasmos e se perguntar: “Meu Deus, como é que uma população elege um pulha deste quilate???!!!”.

Já foi prefeito antes e, certamente, vai ser reeleito na próxima eleição.

Pois é.

Eu não culpo o guabiru. Eu culpo quem votou no guabiru.

É um povo tão idiota que até reelege o… Bom, deixa pra lá.

chri.jpg

Newton Cardoso, prefeito da segunda maior cidade de Pernambuco. A população que elege um sujeito deste nível merece mesmo ser governada por ele e viver atolada na bosta

11 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

DOMINGO TEM PASSEIO DE CAVALINHO

bik.jpg

No ano da Lei Seca só não vale dar bebida alcoólica de presente!

E fica aqui a minha homenagem a todos os pai-aços, feito eu.

Em especial ao pai-vô Berto! (afinal, avô é “pai duas vezes”)

CARDEAL PAULO CARVALHO – RECIFE-PE

Berto

Eu, Onilda Figueiredo, seu marido, e Cris Quintas, em memorável noite na casa do nosso amigo Inaldo Soares.

R. Quando eu digo que o quadro de leitores do JBF é foda, tem gente que num acredita.

Foi só a gente falar na cantora Onilda Figueiredo, que fez sucesso nos anos 50 e depois sumiu, e já apareceu até foto recente dela.

Embora ela esteja na péssima companhia de Paulo Carvalho, vale a pena fazer o registro:

dddd1.jpg

Da esquerda para a direita: Cris Quintas, marido de Onilda, Onilda Figueiredo e Cardeal Paulo Carvalho, na casa de Inaldo Soares

11 agosto 2008 DEU NO JORNAL

ELES SÃO FEITOS SOVACO E AXILA…

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado adiou a votação de substitutivo do senador Pedro Simon ao projeto do senador Cristovam Buarque que suspende o sigilo bancário e fiscal de detentores de mandatos eletivos. A matéria foi retirada de pauta pelo próprio Simon, que é relator na comissão. Mas jogaram pesado, na pressão contra o projeto, dois supostos adversários: o “coronel” Tasso Jereissati (PSDB) e o petista Aloizio Mercadante (SP).

* * *

E depois tem uns cabras que ficam prostitutos da existência quando eu digo que tucanalhas e petralhas são farinha do mesmo saco.

Suspender sigilio bancário e fiscal de políticos incomoda igualmente PSDB e PT.

11 agosto 2008 DEU NO JORNAL

CALOTEIROS

O Banco do Nordeste instalou a primeira agência na favela da Rocinha, no Rio, a maior do País, onde há grande concentração de nordestinos.

* * *

Se não houver palmarense por lá, os empréstimos serão pagos em dia.

O banco só levará calote se tiver alguém da beira do Una morando no morro.

11 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

SÍNDROME DO BOLO ESTROGÊNICO

bolo-de-chocolate.JPG

Mulher engorda porque adora comer. Especialmente bolo. Qualquer bolo. E principalmente muito! Em uma festinha de escritório ou de família, passam pelo seguinte processo endêmico: FASE I (euforia): quando vêem o bolo (e sabem que vão comê-lo) disparam a rir e a falar; FASE II (negação): Começam a comer uma frutinha, um copo d´agua mineral e avisam que vão sair do regime “só hoje”; e FASE III (êxtase): ficam finalmente mudas e saboreiam uma fatia da torta de diamante negro, agradecendo aos céus por estarem vivas.

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Comentário sobre carta de Marcelo Barbosa
http://www.luizberto.com/?p=6170#comments

Autor: Raimundo Floriano

Novamente vem aí o grande Marcelo, desta feita com essa bonita capa do álbum de Onilda Figueiredo. Bela foto. Linda mulher.

Mas cabe aqui uma observação, baseada nos meus apontamentos.

A gravação do bolero Nunca, Jamais (vírgula minha) por Onilda se deu em junho de 1956, pela Mocambo, álbum 78 rpm nº 15094, Lado A.

No entanto, o mérito da gravação original se deve a Zezé Gonzaga, pela Columbia, álbum 78 rpm nº 35030, Lado A, de 1954, dois anos antes, portanto.

Esses dados constam do acervo do Jornalista José Ramos Tinhorão, a maior autoridade brasileira no assunto de que se tem notícia. Em 1956, Zezé o regravou.

Na Coluna de Raimundo Floriano, página referente Zezé Gonzaga, já se encontra postado o registro da regravação, que poderá ser conferido aqui:

http://www.4shared.com/dir/8412346/ac4319a1/Zez_Gonzaga.html

11 agosto 2008 A PALAVRA DO EDITOR

DIA DE CELEBRAR

Segunda-feira, 11 de agosto, é uma data muito especial.

Hoje é o Dia do Garçom.

Quero prestar uma homenagem a três garçons pelos quais eu tenho uma carinho muito especial: Prepúcio, Salário Mínimo e Menigite.

Menigite, palmarense nascido no engeho Não Pensei, já bateu asas pro infinito e foi meu personagem na novela A Serenata e na peça Peibufo, Etc. e Coisa e Tal.

Prepúcio e Salário Mínimo trabalham em Brasília e eu tenho muitas saudades deles.

Minhas homenagens para este trio querido.

Além disto, neste 11 de agosto também são celebrados:

Dia da Televisão
Dia do Advogado
Dia do Estudante e
Dia da Consciência Nacional (o que quer que isto signifique…)

De modo que temos vários motivos pra celebrar e tomar uma em plena segunda-feira.

anjo.JPG

Garçom: o amigo e anjo da guarda do bom cachacista

JÚLIO FERREIRA – RECIFE-PE

Cadê os pacifistas de plantão, que até agora não tiveram a dignidade de levantar a voz contra a criminosa invasão do exército russo na Geórgia?

Será possível que essas entidades só sabem protestar quando as invasões são efetuadas pelos Estados Unidos?

Quem é verdadeiramente amante da paz não aceita politizar as discussões que envolvam conflitos bélicos. Para um pacifista ser minimamente honesto com seus princípios, deveria protestar tão veementemente contra a invasão da Geórgia, por tropas Russas, inclusive com artilharia pesada bombardeando zonas residenciais, como protestou, por exemplo, quando os norte-americanos invadiram o Afeganistão e o Iraque.

Afinal, qualquer país que utilize sua força militar como instrumento de imposição de seus interesses, deveria ser igualmente condenado, independente do viés ideológico ou influência política.


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa