25 março 2017 FULEIRAGEM

PATER – A TRIBUNA (ES)

Compartilhe Compartilhe

25 março 2017 JOSIAS DE SOUZA

LULA TEM RAZÃO, O PT MUDOU A HISTÓRIA DO PAÍS

O PT realizou nesta sexta-feira um seminário com tema sugestivo: “O que a Lava Jato tem feito pelo Brasil”. Foi como se os enforcados se reunissem para apertar o nó da corda. Principal orador, Lula declarou que o partido foi criado “para mudar a história desse país.” Se era esse o objetivo, é preciso reconhecer que o PT tornou-se um sucesso. Acertou errando. Desvendou os crimes do poder cometendo-os. Deixou pistas em profusão, para ser flagrado. Numa palavra: fez uma revolução.

LULA DIZ QUE PT MUDA HISTÓRIA DO PAÍS E CHAMA DELLAGNOL DE MOLEQUE

O petrolão é a principal evidência do êxito retumbante do PT. Excetuando-se a época do mensalão, outra página memorável escrita pelo petismo, nunca antes na história desse país o Estado investigou, puniu e enjaulou tantos personagens da elite política e empresarial. No momento, estão em cana, entre outros: o príncipe dos empreiteiros Marcelo Odebrecht, dois ex-ministros do porte de José Dirceu e Antonio Palocci, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-vice-presidente da Câmara André Vargas e o gestor de arcas partidárias João Vaccari.

Há também três ex-presidentes e um presidente-tampão encrencados. Lula é réu em cinco ações penais. José Sarney será interrogado por ordem do Supremo Tribunal Federal sob a acusação de tentar embaraçar investigações. Dilma Rousseff sofreu o impeachment e está prestes a virar matéria-prima para as sentenças de Sergio Moro. E Michel Temer convive com o risco de cassação no Tribunal Superior Eleitoral. Como se fosse pouco, foram à alça de mira dos investigadores os pajés do PMDB do Senado, e os presidenciáveis do ninho tucano. Tudo isso porque o PT se absteve de maneirar.

No seu discurso, Lula mostrou-se abespinhado com o procurador da República Deltan Dellagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato. Desqualificou-o por ter afirmado que o PT é uma organização criminosa. “O que aquele moleque conhece de política?” Se Lula afirma que seu partido não é uma quadrilha, lavrem-se as atas! Quem ousaria discutir com um especialista?

De resto, Lula continua acreditanto que Lula é a pessoa mais honesta que ele conhece. “Nem o Moro, nem o Dallagnol, nem o delegado da Polícia Federal têm a lisura, a ética e a honestidade que eu tenho nestes 70 anos de vida.” Modesto, Lula esqueceu de mencionar que se tornou um colecionador de amigos. Usa o sítio de um amigo, que foi reformado por outro amigo, em parceria com uma empreiteira-companheira. Outra construtora-solidária, para agradar Lula, reformou um tríplex que nem era dele. E bancou o aluguel do garda-volumes para suas tralhas. Juntas, as construtoras-amigas fizeram de Lula um homem rico, remunerando suas pseudo-palestras. Não é todo dia que aparece um ser humano assim, tão especial.

NEM MORO, NEM DELLAGNOL, NEM O DELEGADO TÊM A ÉTICA QUE EU TENHO

Compartilhe Compartilhe

25 março 2017 FULEIRAGEM

JORGE BRAGA – O POPULAR (GO)

Compartilhe Compartilhe
REFORMA DA PREVIDÊNCIA

No meu artigo anterior, falei dos militares. Neste, vou falar de uma forma mais expedita, da reforma da previdência como um todo.

Não sou contra a reforma da previdência. Acho que ela precisa e deve ser feita, afinal o brasil está envelhecendo e isso é fato. Mas nunca da forma como o governo quer fazer, e pior, aproveitando-se do desespero de uma época politicamente e financeiramente conturbada.

O que sou contra é:

– que seja feita por esse Legislativo sem um pingo de moral e por um Executivo tomado por corruptos;

– que seja feita sem um estudo mais sério e mais profundo;

– que seja feita sem separar a previdência social da assistência social;

– que seja feita antes de se cobrarem os devedores e os inadimplentes;

– que seja feita em cima de várias falácias e ameaças;

– que seja feita sem que se diminuam os gastos públicos;

– que seja feita antes de uma reforma política decente, sem voto em lista pra livrar a cara de bandidos e sem fundo partidário bilionário;

– que seja feita sem que se acabe com aposentadoria de político, afinal, política não é profissão;

– que seja feita sem a condenação e prisão dessa corja de safados; e

– que seja feita levando ideologia e paixões em consideração.

Enfim, sou a favor de uma reforma quando tivermos um governo sério, que fale a verdade, principalmente, sobre a caixa preta do INSS.

Alguém de juízo perfeito acredita nesse déficit que o governo diz que há e que haverá?

Pelo que se sabe, só os maiores devedores da previdência devem muito mais do que o tal prejuízo.

Não sou economista, nem pretendo discutir sobre uma área que não sou especialista, mas não preciso ser, basta observar um pouco e ter a certeza que nunca se pode confiar na palavra de um governo como o nosso. Uma hora é A, outra hora é B. Aprendi, com vivência e experiência, que de tudo que o governo diz, pelo menos 50% é mentira, considerando que há técnicos no seu quadro. Fossem só políticos, a desconfiança baixaria para 90%.

Solução? Talvez, ir embora pra Pasárgada, mesmo não sendo amigo do Rei.

Compartilhe Compartilhe

25 março 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 A PALAVRA DO EDITOR

MARCELO ODEBRECHT ARROMBOU A TABACA DA VACA

* * *

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

TACHO – JORNAL NH (RS)

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 JOSIAS DE SOUZA

DILMA SABIA DE CAIXA 2, DISSE ODEBRECHT AO TSE

No depoimento que prestou ao Tribunal Superior Eleitoral, o empreiteiro Marcelo Odebrecht fez revelações que destroem a versão de Dilma Rousseff de que jamais soube da coleta ilegal de recursos para a sua campanha. Segundo o herdeiro da Odebrecht, a ex-presidente petista tinha pleno conhecimento de que João Santana, marqueteiro de suas campanhas, foi remunerado com verbas providas pela construtora via caixa dois.

Odebrecht contou também que Lula informou a Dilma, na sucessão presidencial de 2010, que era o então ministro Antonio Palocci (Fazenda) o responsável por coletar verbas junto à Odebrecht. Odebrecht revelou, de resto, que a própria Dilma cuidou de informá-lo sobre a mudança do coletor, depois que Palocci deixou o governo: “Ela falou: não, daqui para frente é com Guido. E várias vezes eu tratava de temas com ela, e ela dizia: olha, isso é com Guido”, declarou o empreiteiro, referindo-se ao petista Guido Mantega, sucessor de Palocci na pasta da Fazenda.

O conteúdo do depoimento de Marcelo Odebrecht foi veiculado nesta quinta-feira pelo site ‘O Antatonista’. O blog confirmou a veracidade dos dados. A assessoria da ex-presidente divulgou uma nota intitulada “Não adianta lançarem novas mentiras contra Dilma Rousseff”. O texto reafirma desmentidos veiculados nas pegadas dos primeiros vazamentos sobre o depoimento de Odebrecht ao ministro-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, Herman Benjamin.

Dilma “não tem e nunca teve qualquer relação próxima com o empresário Marcelo Odebrecht, mesmo nos tempos em que ela ocupou a Casa Civil no governo Lula”, anotou o texto. “Jamais pediu recursos para campanha ao empresário.” Dilma desafiou o depoente a provar o que disse à Justiça Eleitoral. ”Não basta acusar de maneira leviana.” Em verdade, Odebrecht apenas repetiu em foro diferente o que já dissera em depoimentos à força-tarefa da Lava Jato, já homologados pelo Supremo Tribunal Federal.

Incorporado ao processo sobre a cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer, o depoimento de Marcelo Odebrecht foi prestado em 1º de março, em Curitiba, onde ele está preso. A certa altura, o empreiteiro afirmou: “A Dilma sabia da dimensão da nossa doação, e sabia que nós éramos quem doa… quem fazia grande parte dos pagamentos via caixa dois para João Santana. Isso ela sabia.”

Relator do processo que pode resultar na cassação de Temer e na inelegibilidade de Dilma, Herman Benjamin quis saber se Odebrecht alertara a ex-presidente para o fato de que a verba era repassada a João Santana por baixo da mesa, no caixa dois.

E o depoente: “O que Dilma sabia era que a gente fazia, tinha uma contribuição grande. A dimensão da nossa contribuição era grande, ela sabia disso. E ela sabia que a gente era responsável por muitos pagamentos para João Santana. Ela nunca me disse que ela sabia que era caixa dois, mas é natural, é só fazer uma… Ela sabia que toda aquela dimensão de pagamentos não estava na prestação do partido.”

Noutro ponto do depoimento, Odebrecht disse que teve a preocupação de avisar a Dilma que havia o risco de a força-tarefa da Lava Jato descobrir os pagamentos feitos a João Santana em contas bancárias abertas no estrangeiro. “Eu alertei ela e vários outros assessores dela”, disse o ex-presidente da Odebrecht. Segundo ele, Dilma não demonstrou preocupação com o tema.

Odebrecht disse ter conversado sobre a encrenca também com a mulher e sócia de João Santana, Monica Moura. Deu-se em 2015. Segundo a expressão usada pelo empreiteiro, os pagamentos feitos ao marqueteiro, não contabilizados na escrituração regular da Odebrecht, estavam “contaminados”.

Conforme o relato feito ao ministro do TSE, Monica reagiu com despreocupação. Alegou que o grosso do dinheiro se referia a serviços prestados por João Santana a candidatos que disputaram eleições em outros países. “Eu acho que esse argumento que a Monica usou pra mim ela usava com a Dilma e com vários outros interlocutores, aí quando eu ia falar com eles, eles não se mostraram tão preocupados”, rememorou Odebrecht.

A Alturas tantas, Odebrecht esclareceu ao relator do TSE como se dava seu relacionamento monetário com Dilma. Evitava tratar de dinheiro com a então presidente da República. Definia os valores com Guido Mantega, o titular da pasta da Fazenda. Mas fazia questão de manter a beneficiária dos repasses ciente do que se passava. Havia na relação o que o empreiteiro chamou de “liturgia”.

“Eu comentei isso referente à presidência Dilma, quer dizer, quem pediu os valores específicos era o Guido, eu me assegurava que ela sabia mais ou menos da dimensão do nosso apoio, ela dizia que o Guido ia me procurar, mas eu nunca falei de valor”, declarou Odebrecht. “A liturgia, a questão de educação, você não fala com o presidente ou o vice-presidente a questão do valor.”

Odebrecht disse que foi Lula, tratado na construtora pelo apelido de “amigo”, quem avisou a Dilma sobre o caixa dois. Na sucessão de 2010, disse ele, Palocci e o próprio Lula fizeram os pedidos de doação de verbas eleitorais. Nessa época, disse o depoente, Dilma “praticamente nem olhou as finanças, acho que todos os pedidos de doação foram feitos por Lula, Palocci. Ela nem se envolvia em 2010. Então, a partir de 2011, eu nunca tive um pedido dela de contrapartida específica.”

No alvorecer do primeiro mandato de Dilma, iniciado em 2011, Palocci foi guindado ao posto de chefe da Casa Civil. Exonerou-se, porém, depois que foi exposta nas manchetes a fortuna que ele fizera como consultor de empresas. Foi nessa ocasião, disse Odebrecht ao ministro Herman Benjamin, que Guido Mantega passou a exercer as atribuições de coletor.

“O Guido, na prática, ele só começou a solicitar para mim recursos para o PT a partir de 2011, quando o Palocci saiu da Casa Civil. Até então era com o Palocci a maior parte dos pedidos que tinha PT.” Segundo o delator, Dilma não só sabia de tudo como lhe informou sobre a troca. “Ela falou: não, daqui para frente é com Guido. E várias vezes eu tratava de temas com ela, e ela dizia: olha, isso é com Guido”, declarou Odebrecht

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

CHICO CARUSO – O GLOBO

Compartilhe Compartilhe
DEZ MESTRES DO IMPROVISO E UM FOLHETO DE JOSÉ COSTA LEITE

 JOSÉ-COSTA-LEITE1

José Costa Leite (à esquerda), vendendo seus folhetos na feira de Itambé-PE

* * *

Expedito de Mocinha

Eu nasci e me criei
Aqui nesse pé de serra
Sou filho nato da terra
Daqui nunca me ausentei
Estudei, não me formei
Por que meu pai não podia
Jesus, filho de Maria
De mim se compadeceu
Como presente me deu
Um crânio com poesia!

* * *

Hercílio Pinheiro

Na Escritura Sagrada,
me lembro que Jesus disse:
Quem tivesse pra dar, desse,
quem não tivesse, pedisse;
quem fosse triste chorasse,
quem fosse alegre sorrisse.

* * *

Erasmo Rodrigues

Vinte e oito janeiros me jogaram
Na cadeia dos tristes desenganos
Sinto falta dos meus quatorze anos
Que a soma dos meses apagaram.
Os meus dias felizes lá ficaram
Pela rua da infância adormecida
A barcaça da existência fez partida
Pela água do rio da saudade
Se dinheiro comprasse mocidade
Eu seria criança toda a vida.

Uma noite de inverno, um dia quente,
Um domingo ou por outra um feriado,
Um riacho no leito do roçado
E os estrondos do peso da enchente.
Um açude sangrando, lá na frente,
As saudades da infância inesquecida
Mas o tempo tem ordem permitida
Pra dar fim aos prazeres da idade
Se dinheiro comprasse mocidade
Eu seria criança toda a vida.

* * *

Manoel Xudu

Eu acho muito engraçado
O padre Matusalém,
Quando distribui a hóstia
É pra dez, cinquenta, cem
Mas bebe o vinho sozinho,
Não dá um gole a ninguém.

* * *

Dió de Santo Izidro

Admiro a sabiá
Por ser uma ave bela
Faz o ninho põe e choca
E quer o filho perto dela
E tem mãe que mata a criança
Pra não dar trabalho a  ela.

* * *

Raimundo Lucas Bidinho

Comi de um jerimum cabôco
Já da rama derradeira
Era mole como cera
Tinha água igual um coco
Vingou em cima de um tôco
Três palmo acima da terra
Encarnado como guerra
Com o gosto de cupim
Foi este o jerimum mais ruim
Que deu na Aba da Serra.

* * *

Aldo Neves

Jesus Cristo tem sido até agora
Protetor de ateus e de pagãos
Me entrego Senhor em Tuas mãos
Tando aqui ou andando mundo afora
Ele ajuda a quem ri e a quem chora
Porque é paciente e bom amigo
Me livrando da treva e do perigo
É o Mestre do mundo e da Igreja
E por mais longe Senhor que eu esteja
Com certeza eu alcanço o Teu abrigo.

* * *

Luciano Carneiro

Eu não tive vocação
Pra diácono nem vigário
Tornei-me então um poeta
Não muito extraordinário
Mas sou com muita alegria
No campo da poesia
Um verdadeiro operário .

* * *

Lourinaldo Vitorino
(Em homenagem a Otacílio Batista Patriota)

As violas de luto soluçando
Dão adeus ao Bocage do repente,
Um fenômeno de arte, um expoente,
Que de cinco a seis décadas improvisando
Sua voz de trovão saiu rasgando
Modulando a palavra em cada nota
Pra cultura um nocaute, uma derrota,
Um desastre, uma perda, um golpe horrendo,
Enlutado o repente está perdendo
Otacílio Batista Patriota.

* * *

Luciano Maia

Cantor das coivaras queimando o horizonte,
Das brancas raízes expostas à lua,
Da pedra alvejada, da laje tão nua
Guardando o silêncio da noite no monte.
Cantor do lamento da água da fonte
Que desce ao açude e lá fica a teimar
Com o sol e com o vento, até se finar
No último adejo da asa sedenta,
Que busca salvar-se da morte e inventa
Cantigas de adeuses na beira do mar.

* * *

UM FOLHETO DE JOSÉ COSTA LEITE

A ONÇA E O BODE

Uma pobre onça vivia
em uma mata deserta
dormindo ali, acolá
não tinha morada certa
exposta a chuva e o vento
cochilando no relento
sem travesseiro ou coberta.

Certa vez a onça estava
pensando na sua vida
havia chovido a noite
ela estava enfraquecida
com fome e toda molhada
além disso, resfriada
pois se molhou na dormida.

A onça disse consigo:
“Isso assim não fica bem
vivo por dentro dos matos
sofrendo como ninguém
nunca pude preparar
uma casa pra morar
e quase todo bicho tem”.

Clique aqui e leia este artigo completo »

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

CLAYTON – O POVO (CE)

Compartilhe Compartilhe
AINDA EM LIBERDADE

Renan Calheiros esquece que no Brasil ainda existe um Renan Calheiros

“Em qualquer lugar do mundo civilizado, se uma delação vazar, como no Brasil, ela estará automaticamente desfeita. Foi isso que o ministro Gilmar Mendes chamou a atenção”.

Renan Calheiros, líder do PMDB no Senado, esquecendo-se de dizer que, em qualquer lugar do mundo civilizado, se existisse um Renan Calheiros, como no Brasil, ele estaria preso faz tempo.

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 DEU NO JORNAL

O JATO DESTA GAZETA ESTÁ ÀS ORDENS

* * *

O bichinho tá se obrando de medo ir pra Curitiba.

Ainda mais a pé, como ele mesmo sugeriu.

Todavia, se ele não quiser ir a pé, coloco à sua disposição a Pajaraca Voadora do JBF.

Ela não tem o mesmo conforto dos jatinhos de Eike Batista mas voa bem pra caralho (êpa!).

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

PATER – A TRIBUNA (ES)

Compartilhe Compartilhe
DON PABLITO – SÃO BERNARDO DO CAMPO-SP

Berto

Não sei se você viu este vídeo.

É de uma garota que finge ter virado petista e apronta pra sua vó.

Pelo sotaque é ai do Nordeste.

Muito bom!

Faz tempo que eu não ria tanto.

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

MIGUEL – JORNAL DO COMMERCIO (PE)

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 JOSIAS DE SOUZA

RENAN DIZ QUE JAMAIS COMETEU CRIME! AI, AI, AI…

Brasília vive dias emocionantes. Nesta quarta-feira, Renan Calheiros escalou a tribuna do Senado para declarar que é uma inocente criatura. Estalando de pureza moral, o pajé do PMDB recomendou aos alagoanos e aos brasileiros que fiquem tranquilos, pois a turma da Lava Jato jamais conseguirá provar nada contra ele. Pela simples e boa razão de que nunca cometeu um mísero crime.

O pronunciamento de Renan está disponível acima. O vídeo tem 1 hora 5 minutos e 39 segundos de duração. Nele, o senador criticou a Polícia Federal por sua “histeria investigativa”, atacou a Procuradoria da República por seus “vazamentos”. Que são “estimulados” pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot, declarou, ecoando crítica do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal. Renan bateu também na imprensa, que o ataca movida por “prejulgamentos preconceituosos.”

Todos são culpados de alguma coisa, exceto o orador. Réu numa ação penal e protagonista de uma dúzia de inquéritos, oito dos quais referentes à Lava Jato, Renan revela-se um típico político brasileiro. Grosso modo falando. Fazendo pose de vítima, o senador diz não haver contra ele “nenhum fiapo de prova”. Aos pouquinhos, vai se relevando um inocente de mostruário. Faz lembrar as virgens de Sodoma e Gomorra. 

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

NICOLIELO – JORNAL DE BAURU (SP)

Compartilhe Compartilhe

http://calamus-scribae.blogspot.com.br
QUANDO CHOVE NO SERTÃO

Quando chove no sertão, o céu de um azul cintilante se faz duma hora para outra cor de chumbo, com nuvens espessas se avolumando no horizonte, fazendo desaparecer a serra no meio de névoas. A vegetação das caatingas, nessas paragens, outrora raquítica e seca, ostenta agora todo o seu luxo e vigor, flores agrestes rebentam no meio da mata, pequenas árvores copadas se revigoram chamando os bem-te-vis, um escampado de relvas se estende sobre o lajeiro; arbustos de melão-caetano se entrelaçam, subindo fagueiros pelas cercas abandonadas.

Meu avô, seu Alfredo, estupefato diante de tanta beleza e que não via há tempos, suspirou bem fundo para sentir o cheiro da chuva e da terra molhada.

– Vixe, minino! Vem mais água por aí!

Minha avó, dona Rita Júlia, pequenininha, enrolada numa colcha de retalhos, com os olhos translúcidos de chuva, assentia com a cabeça, em seu silêncio peculiar.

A tarde ia já se desfazendo em cores pinceladas nos rochedos ao longe.

O sol esmaecia no horizonte e adormecia sobre as estradas sonolentas, iluminando o dia com os seus últimos raios.

A luz tênue e suave do ocaso, serpenteando pela agora verde vegetação da caatinga, debruça-se como vagas douradas e purpúreas sobre a folhagem das carnaubeiras balançadas pelo vento gélido anunciando a noite.

Os frutinhos silvestres salpicam com suas flores brancas e delicadas; o copo-de-leite já se abre lentamente para beber no seu cálice o orvalho noturno. Uma música de notas suaves saúda o pôr-do-sol que já projeta sombras enormes por sobre o sertão chuvoso.

Era a solene hora do Ângelus, a hora misteriosa do entardecer, em que o sertão se prosterna para sussurrar a prece do sertanejo. Um radinho de pilha ao longe entoava a Ave-Maria de Gounod.

A noite prometia ser chuvosa. Os trovões já ribombavam, riscando o céu já escuro com raios impressionantes, clareando toda a mata. A chuva então se precipitou forte, encharcando o chão seco. A serra ao longe envolta em densa neblina parecia tremer sob o impacto da tempestade.

O inverno chegou.

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

JARBAS – DIÁRIO DE PERNAMBUCO

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 DEU NO JORNAL

BLOGUEIROS EM DESTAQUE

Marcelo Odebrecht, ex-presidente da construtora, e os outros ex-executivos da empresa foram ouvidos em depoimento a pedido do ministro Herman Benjamim, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), relator da ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer.

A suspeita é de abuso de poder político e econômico.

O depoimento do empresário Marcelo Odebrecht foi revelado pelo site “O Antagonista” nesta quinta (23). 

A uma pergunta sobre a relação da Odebrecht com a campanha eleitoral que reelegeu Dilma Rousseff, o empresário afirma que, “para ela, a maior parte, talvez quatro-quintos, foi caixa dois”.

Segundo Marcelo Odebrecht, R$ 150 milhões foram colocados à disposição para a campanha de Dilma.

Marcelo explicou que a empresa tinha “relação intensa” com o governo Dilma, que essa relação intensa gerava a expectativa de que a Odebrecht fosse um grande doador.

Dos R$ 150 milhões, R$ 50 milhões vieram a partir de um pedido, uma contrapartida específica, a edição da Medida Provisória 470, um “refis” na crise de 2009, que beneficiou a Odebrecht.

Marcelo disse que, em uma reunião com o então ministro da Fazenda, Guido Mantega, ele disse: “Olha, Marcelo, eu tenho a expectativa de que você contribua para a campanha de 2010 com R$ 50 milhões”. Mas, segundo Marcelo, Mantega acabou não se envolvendo na campanha de 2010, a primeira de Dilma, e esses R$ 50 milhões ficaram para a campanha de 2014.

* * *

A notícia aí de cima diz que “R$ 150 milhões foram colocados à disposição para a campanha de Dilma.

Pergunto aos leitores fubânicos: quanto é que vocês calculam que a Odebrecht receberia de dividendos por conta desta aplicação feita no PT?

Hein?

O fato é que os blogueiros subiram de cotação.

A notícia foi revelada pela página internética O Antagonista, que tem à frente Diogo Mainardi, um cabra que eu admiro por ser sempre de oposição e do contra. Fora o fato de ser chato, outra qualidade à qual dou um valor danado.

Diogo não tem corruptos prediletos e baixa o cacete em ladrões de todas as colorações.

Igualzinho esta gazeta escrota e o seu Editor, permitam-me o inxirimento de dizer isto.

Aliás, os blogues foram destaque no noticiário de ontem.

Um deles é dirigido por um canalha zisquerdóide (desculpem a redundância…).

Um tal de Eduardo Guimarães, que está devidamente desmascarado na coluna de Augusto Nunes, logo aí embaixo.

E o outro blogue foi O Antagonista, que mereceu destaque no Jornal Nacional de ontem, quinta-feira.

A militância tabacuda do cordão vermêio vive dizendo que a Grobo, aquela emissora golpista e reacionária, mente o tempo todo e inventa acusações sem fundamento.

Não custa nada ressaltar que o que saiu ontem no Jornal Nacional não foi criação do seu departamento jornalístico.

Foi apenas a exposição do que está nos documentos oficiais da justiça e do ministério público.

Vale a pena ver a matéria na íntegra.

É só clicar na ilustração abaixo e se horrorizar.

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

SINOVALDO – JORNAL NH (RS)

Compartilhe Compartilhe
UM CASO DE POLÍCIA DISFARÇADO DE BLOGUEIRO

O ex-presidente Lula e o blogueiro Eduardo Guimarães

O blogueiro Eduardo Guimarães não é jornalista. É comerciante, como ele mesmo vive lembrando. Por não ser jornalista, não tem fontes. Tem parceiros, cúmplices, comparsas, todos interessados em divulgar qualquer material que sirva aos objetivos da seita que venera Lula. Por não ter fontes, a Polícia Federal não pretendia identificar alguma delas ao levá-lo para depor nesta terça-feira.

O que os agentes queriam era ouvir o bucaneiro da internet envolvido num vazamento criminoso destinado a obstruir a execução da Operação Aletheia, que acordou o ex-presidente com aquelas batidas na porta às seis da manhã. Guimarães foi o primeiro a noticiar a provável condução coercitiva do ex-presidente. Mas essa e outras informações sigilosas já haviam sido repassadas por ele a quadrilheiros na mira da Polícia Federal.

Isso não é papel de jornalista. É coisa de gente capaz de escrever o que publicou em 21 de junho de 2015:

“Os delírios de um psicopata investido de um poder discricionário como Sergio Moro vão custar seu emprego, sua vida”.

Tudo somado, a condução coercitiva de um investigado pela Justiça Federal tem tanto a ver com atentados à liberdade de imprensa quanto a proibição de cantorias num botequim ainda aberto às quatro horas da madrugada.

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

S. SALVADOR – ESTADO DE MINAS

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 EVENTOS

PARA OS FUBÂNICOS DO RECIFE – SAMBA NOSSO DE CADA DIA

O Grupo Arteiros de Olinda apresenta o espetáculo teatral: “SAMBA NOSSO DE CADA DIA” neste sábado, 25/03/2017, a partir das 18:00 horas, na Ilha de Deus, Recife/PE.

A abertura da Programação Cultural ficará por conta do TRILHA, grupo de Teatro formado por moradores da comunidade da Ilha de Deus mais uma realização cultural do Caranguejo-Uçá.

Após a apresentação será conduzido um debate sobre o fazer teatral dos grupos e sua contribuição para a inclusão social.

Já no domingo 26/03/2017, a programação cultural será na Quadra de Esportes do Morro da Conceição a partir das 16:00 horas.

O Grupo Trilha fará a abertura e a Escola de Samba Galeria do Ritmo fará uma participação prá lá de especial no SAMBA NOSSO DE CADA DIA, que terá ainda como atrativo a gravação do DVD do espetáculo que passará a fazer parte do acervo do Grupo.

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

AMARILDO – A GAZETA (ES)

Compartilhe Compartilhe
DILMA E LULA, OS DONOS DAS CONTAS DO PROPINODUTO

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

ADNAEL – CHARGE ONLINE

Compartilhe Compartilhe
MEMÓRIAS INTERNACIONAIS

Paul McCartney

* * *

01 – The Final Countdown – Europe – 1986

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


02 – Wind of Change – Scorpions – 1990

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


03 – Since I Don´t Have You – Guns´N`Roses – 1993

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


04 – For You Babies – Simply Red – 1991

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


05 – Eye of The Tiger – Survivor – 1982

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


06 – We Are the Champions – Queen – 1977

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


07 – Hard To Say I´m Sorry – Chicago – 1982

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


08 – Sorry – The Sixties – 1987

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


09 – Take My Breath Away – Berlin – 1986

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


10 – Somewhere In The World – Boney M – 1984

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


11 – Give Me The Good News – Crocodile Harris – 1982

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


12 – No More Lonely Night – Paul McCartney – 1984

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


13 – Forever By Your Side – Manhattans – 1983

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


14 – Everytime You Go Away – Paul Young – 1985

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 JOSIAS DE SOUZA

STF ESTRAGA O PLANO DE LULA PARA FUGIR DE MORO

Sem mandato, sem foro privilegiado, submetido aos rigores da primeira instância do Judiciário, Lula já tenta de tudo para se livrar de Sergio Moro. Mas tudo parece não querer nada com Lula. O morubixaba do PT já recorreu ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Nada. Bateu às portas do Superior Tribunal de Justiça. Necas. Foi ao Supremo Tribunal Federal. Negativo.

Nesta quinta-feira, o Supremo estragou o penúltimo plano de fuga de Lula. Por unanimidade, os ministros que compõem o plenário da Corte mandaram ao arquivo petição em que a defesa de Lula pedia a interrupção de investigações que correm na 13ª Vara Federal de Curitiba. Com isso, Lula permanece ao alcance da caneta de Sergio Moro. Algo que parece apavorá-lo.

A morofobia de Lula cresce na proporção direta da aproximação da audiência de 5 de maio, na qual o juiz da Lava Jato vai inquirir o pajé do petismo no processo sobre o tríplex do Guarujá. Lula será o último depoente. Depois, virão as alegações finais dos advogados e a sentença de Moro.

O que amedronta Lula é a possibilidade de ficar inelegível a partir de uma condenação de segunda instância, que pode chegar nas pegadas de um despacho de Moro. No último domingo, no comício fora de época que realizou à beira do Rio São Francisco, o presidenciável eterno do PT soou como se discursasse para a força-tarefa de Curitiba e o juiz da Lava Jato: “Se vocês querem me prejudicar, pelo amor de Deus, criem vergonha, não prejudiquem 204 milhões de pessoas.”

Quer dizer: no teatro que criou para si mesmo, Lula fala como se estivesse em jogo não a sua honorabilidade, mas o direito de todo brasileiro à felicidade de tê-lo como presidente pela terceira vez. “Eu nem sei se estarei vivo pra ser candidato em 2018”, disse Lula à plateia-companheira que o escutava. “Eles que peçam a Deus para eu não ser candidato porque, se eu for, é pra ganhar as eleições. E voltar esse país a ter alegria, a ter felicidade. E o povo a sonhar com emprego e com salário.”

Insensíveis, os ministros do Supremo condenaram Lula ao convívio com o risco de arrostar uma condenação que, confirmada pelo TRF-4, o impedirá de fazer o favor de devolver o emprego e o salário ao brasileiro. Coisas que ele próprio subtraiu ao vender a ilusão de que Dilma Rousseff seria uma administradora impecável. No limite, o destino pode negar a Lula a realização do sonho de voltar ao Planalto para corrigir o desastre que Lula criou.

* * *

INTEGRADO E APOIADO POR ENROLADOS EM ESCÂNDALOS, GOVERNO ELEVARÁ IMPOSTOS

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

LUSCAR – CHARGE ONLINE

Compartilhe Compartilhe
XOTE DA SAUDADE

Uma sacolejado gostoso pra alegrar a nossa sexta-feira. Composição da dupla Geraldinho Lins/Carlinhos Borges, interpretada pelo Trio Virgulino. Participação especial de Elba Ramalho.

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

J. BOSCO – AMAZÔNIA JORNAL (PA)

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 JORGE OLIVEIRA

DE HUMBERTO ECO: “A REDE SOCIAL DÁ VOZ A ALGUNS IMBECIS”

Com exceção da condução coercitiva – aquela em que o cara é obrigado acompanhar a polícia para depor – não vejo nada demais na decisão do juiz Sergio Moro em intimar o blogueiro paulista Luiz Guimarães para depor sobre vazamento de informações da Lava Jato. O mais grave, no entanto, não é a convocação, mas a facilidade com que o blogueiro entregou a sua fonte nos primeiros minutos do depoimento na Polícia Federal. Isso só mostra que o escriba não tem respeito por seus informantes protegidos constitucionalmente. Deduz-se daí que não basta apenas ocupar as redes sociais para soltar seus torpedos indiscriminadamente, é preciso, antes de tudo, proteger a fonte mesmo quando acuado e acossado por seus inquisidores. E isso, infelizmente, Guimarães não o fez.

O blog do Luiz Guimarães é um entre as centenas que existem – ou existiam – numa ampla rede para defender a organização criminosa de Lula/Dilma e seus comparsas. Essas viúvas petistas, hoje desoladas, perderam os níqueis dos contribuintes que ajudavam na sobrevivência de cada um. Uma dessas viúvas, Paulo Henrique Amorim, porta-voz da Igreja Universal, defensor intransigente dos malfeitos petistas, agora vive mendigando doação para manter o seu “Conversa Afiada”. Ao pegar carona no PT quer, inclusive, tardiamente, agregar gotículas ideológicas à sua biografia. Coitado, acha que os petistas são de esquerda.

Ao contrário do que pensam os militantes histéricos petistas que saíram em defesa de Guimarães nas redes sociais, não o considero um jornalista, mas também não o censuro por escrever no seu espaço o que vem à cabeça. O papel aceita tudo, qualquer coisa. Condeno-o, no entanto, quando ele usa o espaço para ameaçar as autoridades que investigam a Lava Jato e defender os gangsters envolvidos no assalto aos cofres públicos. No ano passado, esse senhor foi intimado a depor em outra investigação por fazer veladas ameaças ao juiz Sérgio Moro. No twitter, onde postou as ofensas, ele chama o juiz de psicopata e diz que os “delírios do magistrado vão custar sua vida, seu emprego”.

Com a liberdade de expressão na rede social que transforma todo mundo em “jornalista”, muita gente, surpreendentemente, tem se revelado bons escritores, bons contadores de história e bons repórteres, desmitificando a ideia de que apenas jornalista é que sabe escrever e investigar. O senhor Guimarães, além de blogueiro é filiado ao PCdoB e, por esse partido, foi candidato derrotado a vereador por São Paulo. Tem usado frequentemente seu espaço na internet para intimidar os investigadores e juízes da Lava Jato.

Foi conduzido sob vara para depor porque a Justiça considera que ele desempenha um papel de obstrução aos trabalhos da Lava Jato quando antecipou no seu blog a condução coercitiva do ex-presidente Lula pra depor na Polícia Federal de São Paulo. Ora, apenas por ter noticiado isso não é motivo para ser intimado. Mas quando ele ameaça as autoridades, rotulando-se de jornalista evidentemente tem que pagar pela irresponsabilidade. Trata-se de um panfletário que empunha a bandeira de seu partido e de outros aliados para defender suas convicções ideológicas. Está longe evidentemente de ser um jornalista imparcial que vive e se sustenta da profissão.

Diante da celeuma que causou a ida do senhor Guimarães à Polícia Federal, a Justiça Federal do Paraná divulgou uma nota para dizer que “não é necessário diploma para ser jornalista, mas também não é suficiente ter um blog para sê-lo. A proteção constitucional ao sigilo de fonte protege apenas quem exerce a profissão de jornalista, com ou sem diploma”. Concordo.

O caso do blogueiro Luiz Guimarães se encaixa muito bem na frase do escritor italiano Umberto Eco, ao lançar o livro Número Zero, sobre a redação de um jornal: “A internet pode tomar o lugar do mau jornalismo, mas as redes sociais deram voz a uma legião de imbecis”.

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

SPONHOLZ – JORNAL DA BESTA FUBANA

Compartilhe Compartilhe
CÍCERO TAVARES DE MELO – RECIFE-PE

Berto:

A Mulher Melão ou Bundão, como queiram chamar os expertises dessa anatomia feminina chamada de Bunda, Renata Frisson, fez um comentário sui generis nessa coisa do cramunhão intitulado de Instagram, após ser deportada dos Estados Unidos por não saber falar, ler ou escrever em inglês.

Ela foi muito sincera no seu comentário quando afirmou aos descerebrados que especularam um monte de toletes grossos nos noticiários internéticos, dizendo o seguinte: enfrentei problemas com a imigração por não falar, ler ou escrever em inglês o suficiente. Mas garantiu ter sido “muito bem tratada”: “Em nenhum momento fui ofendida e muito menos detida”.

A cantora ainda afirmou respeitar as leis de imigração e que cabe a cada país “determinar quem pode ou não entrar em seu território”. “Sei que o novo presidente Donald Trump tem sido muito criticado logo no início de sua gestão, mas é muito cedo para dizer se ele está certo ou errado. Só sei que ele quer o melhor para América e isso precisa ser respeitado.”

Diferentemente de Banânia, onde o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Canalha Mendes, mancomunado com o presidente Michel Traidor Temer, ambos com disenteria verbal e decrepitude moral, como disse o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, tramam nos bastidores do Jaburu um projeto lei golpista de anistia ao chamado Caixa 2 para livrar o furico de todos implicados na LAVAJATO, com medo da PAJARACA do Juiz Sérgio Moro!

Compartilhe Compartilhe

24 março 2017 FULEIRAGEM

ALPINO – BLOG DO ALPINO

Compartilhe Compartilhe
FRACO AQUI, SÓ EU

A cirurgia para retirada de varizes é realizada desde o início do século passado, e ao longo dos anos a técnica foi aprimorada. Atualmente, a cirurgia tradicional, chamada safenectomia, foi, praticamente, substituída por cirurgias mais simples, onde a Safena é preservada. As técnicas usadas também se modernizaram, com o aparecimento do laser e da radiofrequência.

Há várias décadas, Dona Lia, minha saudosa mãe, sofreu muito com problema de varizes, tendo surgido em sua perna esquerda uma úlcera varicosa, difícil de cicatrizar. Como em Nova-Cruz não havia angiologista, ela foi aconselhada a procurar tratamento de varizes em Natal. Orientada por Dr. Hellen Costa, seu cardiologista, tornou-se paciente do grande Angiologista e Cirurgião Vascular, Dr. Jamil Varela Cardoso.

Depois de vários exames, o médico lhe disse que o tratamento indicado para o seu caso seria uma cirurgia, para retirada da Safena. Como não havia outra opção, a paciente concordou e se preparou para o procedimento cirúrgico, que deveria ser realizado em caráter de urgência, em virtude da gravidade do problema.

Feito o pré-operatório, Dr. Jamil marcou a data da cirurgia, na Casa de Saúde São Lucas, numa terça-feira, às 14 horas.

Dona Lia, muito nervosa diante dessa expectativa, manifestou à sua irmã Carmen Pimentel, de quem era hóspede, o seu desejo de que o procedimento fosse assistido pelos médicos, Dr.Hellen Costa (cardiologista), Dr. José Tavares (cirurgião) e Dr. José Valério Cavalcanti (cirurgião).

A amizade desses médicos com a tia Carmen era grande, e facilmente eles concordaram em assistir a cirurgia de sua irmã, que seria realizada pelo famoso Angiologista e Cirurgião Vascular, Dr. Jamil, de indiscutível competência.

No dia e hora marcados, estavam todos na Casa de Saúde São Lucas. Depois dos preparativos de praxe, vimos nossa mãe ser levada na maca para o centro cirúrgico. Em seguida, passaram por nós, devidamente paramentados com suas batas e complementos, Dr. José Tavares, Dr. Hellen Costa, Dr. José Valério Cavalcanti e, por fim, o grande Cirurgião Vascular, Dr. Jamil, na realidade, o maior responsável pelo procedimento cirúrgico a ser realizado. O anestesista já se encontrava no centro cirúrgico.

Dr. Jamil cumprimentou a família de Dona Lia, balançou a cabeça e sorriu, dizendo:

– Fraco aqui, só eu…

Essa frase provocou riso em quem a ouviu, pois partira do mais importante membro da equipe médica, e de cuja competência dependeria o êxito do procedimento cirúrgico. Por outro lado, a humildade com que foi pronunciada demonstrou a grandeza de espírito desse médico extraordinário, que honra o Juramento de Hipócrates e humaniza a Medicina, salvando vidas, através de suas mãos abençoadas.

A cirurgia durou mais de três horas, e foi um sucesso!

O êxito do procedimento e a grande competência do nobre Cirurgião Vascular, Dr. Jamil Varela Cardoso, foram alvo de elogios, por parte do Dr. José Tavares, Dr. Hellen Costa e Dr. José Valério Cavalcanti, que às sextas-feiras à noite se reuniam, na residência da amiga Carmen Pimentel, para boas conversas, regadas a vinho.

O estimado Dr. Jamil continua atendendo na sua mesma clínica, em Natal, agora enriquecida pela presença de duas profissionais, da sua especialidade e do seu sangue, sua filha e sua neta! Além da Dra. Salete, sua esposa, bióloga, que sempre esteve ao seu lado.

Compartilhe Compartilhe

© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa