6 dezembro 2017ESCRIVINHANDO NO FOFÃO



3 Comentários

  1. Carlos Domingues disse:

    Caro Severino, pediria a gentileza de informar onde foi tirada esta foto, se possível. Obrigado.

  2. Severino Souto disse:

    Pariceiro, Carlos, esta foto foi registrada na bodega do meu tio Adalgenor, em Tauapiranga, Serra Talhada. É o 6° distrito, e donde, lampião Vigulino,foi registrado.
    Obs: “fofão” é como é tratado,hoje,a caderneta do fiado. De tanto ser manuseada fica fôfo(caderno).

  3. Carlos Domingues disse:

    Perfeito, obrigado. É incrível como se vende de tudo nestas bodegas e tudo anotado no “fofão”. Duvido que tio Adalgenor leve cano dos devedores daí. Gente honrada. Pode demorar, mas pagam tudo certinho. Mas o que me chamou atenção foram as mantas à venda atrás do seu tio (penso ser ele nafoto). Sou casado com uma pernambucana do recife, há 30 anos, e moramos em Curitiba, onde nasci. Tenho estas mantas, compradas na feira de Caruaru e acredite, já se vão para mais de 15 anos, puro algodão, a cada lavagem parecem que ficam mais macias e não perdem o colorido nem debaixo de cacete. Saudades destas andanças pelo sertão, haja vista que tenho dois cunhados que moram no Crato e este sertão é caminho. Muito obrigado. Sou seguidor de suas fotos e confesso que falta coragem e dinheiro para largar toda esta merda de vida aqui e ficar errando por este sertão. Somente quem conhece sabe a maravilha que é. Forte abraço.

Deixe o seu comentário!


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa